Primeiras impressões – X-Men Anime

Será que a MadHouse se redimiu das falhas em Wolverine e Homem de Ferro?

Primeiramente uma observação: se acha que seu quadrinho favorito vai ficar um lixo porque se transformou em anime ou se acha que o anime vai ser um lixo pelo simples fato de que é adaptado de um quadrinho americano, nem adianta ler os comentários dessa série.

Como a maioria sabe, o estúdio MadHouse e a Marvel firmaram um contrato para a execução de algumas animações, sendo elas Iron Man, Wolwerine, X-Men e Blade (ao que parece também houve um certo envolvimento do estúdio na produção da animação de Planet Hulk, mas isso não sei confirmar). As impressões que o Homem de Ferro e Wolwerine passaram para o público, tanto para os já fãs das HQs quanto para os fãs de animes, não foram das melhores, e sim, eu fui um dos que temeram por X-Men, uma das minhas HQs favoritas. Porém, vale ressaltar que os dois primeiros animes do estúdio passaram por uma mudança drástica de direção, tendo alguns efeitos negativos na animação e na aceitação pelo público. Mas bem, falemos um pouco mais de X-Men.

A história

O anime começa com a cena da morte de Jean Grey transformada em Fênix Negra após uma luta contra seus amigos, entre eles seu marido Scott Summers, o Ciclope. Um ano se passa desde o incidente com a Fênix armado pela organização  inimiga Circulo Interno, e o professor Xavier se depara com um novo ocorrido no Japão, onde a jovem Hisako Ichiki, filha de mutantes desaparece. Separados desde os acontecimentos com Jean, o professor chama seus mutantes para lhe ajudar a resgatar a garota: Tempestade, Wolverine e Fera atendem ao chamado, mas recrutar novamente Ciclope não seria uma das missões mais fáceis. Muito abalado ainda pela morte de sua amada (e após esquentar os ânimos com Wolverine), o líder dos X-Men reluta contra seus pensamentos e incentivado pelos desejos de sua falecida esposa, decide ajudar os amigos na missão.

Agora os X-Men devem reencontrar Hisako, descobrir o porque do desaparecimento dela e enfrentar seus velhos inimigos uma vez mais.

Considerações Técnicas

O primeiro episódio de X-Men não nos permite dizer muito quanto a animação, mas nos deixa mais esperançosos do que os trabalhos anteriores da união do estúdio com a Marvel. As cenas iniciais da luta contra a Fênix Negra foram muito boas, e serviram para mostrar que as cenas de ação podem sim ser bem feitas pela MadHouse. Porém, o resto do anime não nos deixa dizer claramente como se desenvolverá tudo: muitas mudanças de câmera, zoom, muito plano americano e poucas cenas realmente em que alguma que não seja o cabelo dos personagens se movimente (com salvas excessões, como a cena da Ororo congelando o Going Merry um barco de piratas).

Quanto ao visual dos personagens, de muito me agradou. Os uniformes, as características de cada personagem e as cores utilizadas no anime não fogem muito da realidade dos mutantes, e sendo bem utilizados no decorrer dos episódios e das cenas específicas. O Wolverine da série, por exemplo, é diferente do anime solo do personagem, sendo extremamente mais fiel tanto na caracterização quanto nas atitudes dele. O Ciclope também não possui uma franja “Justin Bieber” como alguns disseram nas imagens de divulgação: aquilo tem um motivo e não é uma regra durante a série. A Ororo (Tempestade) e o Fera também possuem as características mais atuais dos personagens, cabelo curto e uma forma mais “felina”, respectivamente.

Mesmo gostando, não consigo acompanhar muito dos quadrinhos de X-Men, portanto com a ajuda do meu amigo Arthur, fiquei sabendo da inspiração de roteiro e visual do anime nas fases dos mutantes lideradas pelos escritores Grant Morrison (New X-Men)Joss Whedon (Astonishing X-Men) – que infelizmente ainda não tive a oportunidade de conferir, mas o farei até o fim da série. Porém, em uma rápida pesquisa pela internet, é possível perceber muito da semelhança da caracterização dos personagens e até mesmo no roteiro, que bebe muito de ambos os escritores. A busca pela mutante Armadura é um exemplo, sendo ela uma das personagens que tem uma boa participação na fase de Whedon, além de ser uma boa pedida pelo fato da nacionalidade japonesa da garota, claro. Os inimigos do Circulo Interno também são provenientes e bem explorados nessas fases, o que nos leva a certeza de que Emma Frost terá uma boa participação na série como já é possível ver em cenas da abertura do anime.

Lembrando que eu ainda não li as duas fases e as opiniões formadas são feitas em base de pesquisa, portanto, podem haver contestamentos quanto a minha opinião, que claro, serão bem vindos nos comentários.

Opinião geral

Diria que X-Men não é um anime que recomendaria logo de início com esse primeiro episódio para qualquer um. Mas também não diria para a pessoa não ver. Ainda tenho minhas expectativas para a série e prefiro esperar até aproximadamente o terceiro episódio para ter uma certeza maior para ver como a coisa vai se encaminhar, mas a primeira impressão foi boa. Nitidamente manter um diretor desde o começo do projeto parece ter dado uma consistência maior para a série, além de beber de fontes de extrema qualidade como Whedon e Morrison. Vale ainda lembrar que os mutantes são uma marca muito forte em terras nipônicas, e com certeza uma decepção com esse anime não traria bons frutos.

O começo foi promissor, a execução parece estar indo bem e X-Men promete sim. Esperamos que não fique só na promessa, uma vez que todas as minhas fichas da união MadHouse e Marvel que restam vão para essa adaptação, já que não espero muito de Blade, o próximo a ser adaptado…

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Truqs

    Nunca li os quadrinhos de X-Men, só conheço por jogos e aquele desenho que vi incansavelmente no SBT. Mas gostei bastante do anime, a cena inicial da luta com a Jean foi realmente muito boa. Gostei dos dubladores, e um ponto forte da série que poderia ter sido comentado são as músicas. Não sei quem é o compositor, mas MUITO boas.

    Só o que estranhei nessa série foi o Wolverine… Achei ele muito brincalhão e piadista. Não sei se ele nas revistas é assim, mas sempre o imaginei sério e malvado. O oposto de como ficou o Scott xD

    É isso aí, 5 mil visitas gogogo o/

  • O Círculo Interno é o Clube do Inferno? Fiquei em dúvida agora. XD

    E Traks, o Wolverine as vezes é sarcástico. mas dizer algo da personalidade de um personagem que está aí há 40 anos e passou pela mão de tanta gente é meio complicado.

    Mas esse anime parece interessante. Abre com a alusão a clássica saga da Fênix Negra e usa coisas bem atuais, como as fases do Morrison [que é um dos melhores quadrinistas MUNDIAIS da atualidade] e do Whedom, que no mínimo, fez uma das histórias mais divertidas dos X-men em duas décadas. Os uniformes são os da fase atual, iniciada no Whedom. [Que teve o design do NINJA John Cassaday] com exceção do Wolverine, pelo que pude ver ele usa a roupa do X-Force [ok, é complicado sim hauehuahea]. O Fera Felino foi um tou de force genial do Morrison: ao invés de estar evoluindo, o Fera involui.

    Enfim, eu sou super fã dos X-men e gosto da Madhouse. Estou empolgado com o anime e saber que as fases do Whedom e do Morrison seriam as bases [com uma pitada da fase do Warren Ellis, já que a Tempestade tá na equipe] me faz muito feliz!

    Espero não quebrar a cara.

  • Umbra

    Achei o roteiro ainda fraco, mas como é o começo não posso afirmar muita coisa.só tenho uma critica quanta a orientalização dos personagens, não ao traço, mas quanto a personalidade de cada um.Somente o Fera me cativou até o momento, os outros personagens parecem ter ainda uma personalidade meio insossa.
    PS:Eu quero a Jubileu buaaaaaaaa

  • Carmmando

    veja so, assisto a muito tempo animes e ainda sou viciado em animes mas convenhamos os roteiros estão caindo cada vez mais estão a desejar e os argumentos os diálogos estão absurda mente chatos veja o dialogo entre Wolverine e o Professor X ” Será que a sua maquina de encontrar mutantes cometeu um erro? Isso se não foi a sua habilidade de encontrar mutantes que se deteriorou” estes tipos de diálogos estão muito enfadonhos e sempre iguais em qualquer anime sempre se ouve a mesma coisa!!! ou aquela tentativa frustrada de falar de algo criando suspense??? ” devemos trazer aquilo agora?” e a tempestade?? poxa ela deveria ser uma mulher com uma personalidade mais forte como é nas HQs e as famosas frases de quando um personagem esta morrendo vide logo inicio do episódio no momento da morte de Jean Gray “JEAAAAAAAAAANNNNNNNNNNN” CARA ISSO E MUITO chato!!! tirando outras merdas no roteiro e argumento, a animação e Perfeita sombreamento, iluminação e traço impecável!!!

    • Truqs

      Apesar de ter gostado do que o anime apresentou, confesso que enquanto eu assistia, reparei também exatamente nesses diálogos citados xD

  • George “Véio Tarado” Lopes

    Eu gostava daquela musiquinha do X-men antigão. Tem ela nesse novo? =P

  • Olha, eu gostei bastante do primeiro episódio e há potencial pra se tornar um bom anime. Mas também tenho minhas críticas, o roteiro está inconsistente, embora o plot seja bom e baseado em uma obra original muito rica, que é a saga dos U-Men, que faz parte de uma importante fase dos X-Men. Como foi muito bem citado acima, os diálogos estão muito triviais e secos, sem emoção e muito superficial. A dublagem não está legal, não como estamos acostumados a ver em animes japoneses, a voz da Tempestade não combina com sua personalidade….alias, seu chara designer também está completamente errado. Claro que não precisa ser super fiel ao original, mas a Tempestade é uma mulher madura e não uma garotinha com cara de pré-adolescente. Sinto que ai quiseram suprir a ausência de personagens importantes do time original como a Vampira ou até mesmo a presença juvenil do grupo, representada maravilhosamente bem pela Jubileu e a Kitty Pride (cada uma em uma fase diferente do grupo). A ausência destas, é claro que se deve a presença da Armor, que não poderia ficar de fora néh (imagino que todos saibam o motivo). Wolverine tá muito melhor e mais próximo do original, ele realmente é sarcastico e vive fazendo piadinhas pra tirar os outros do sério, mas ta faltando ainda algo nesse personagem, ele realmente tá muito “brincalhão” e simpático demais, todos sabemos que o Logan é bem mau humorado. O Ciclope tá o mesmo viadinho de sempre hehehehe e Jean estava maravilhosa. A dublagem do professor X me incomodou bastante, combinaria mais com um Magneto da vida. Nada a comentar sobre o Fera e poha, novamente omitiram coisas importantes que poderiam tornar a morte de Jean e a “separação” dos X-men muito mais importante, ficaria fodo o primeiro episódio completamente baseado nisso e um segundo episódio, já adentrando na saga U-Men.

    Mãããs, isso é tudo mimimi, foi um bom episódio e eu espero que essas chatices que mencionei não atrapalhem em nada o andamento da história, que convenhamos, com 12 episódios só pra saga U-men, eles terão que queimar muita gordura pra fazer algo decente, o problema é onde eles vão achar conteúdo pra explorar enquanto tentam fazer um clímax para o desenvovilmento final do plot. Espero que bom começo de anime possa ser um bom sinal e Madhouse caprichou na produção, vamos ver como se sai no enredo.

  • Binho

    Eu sempre gostei dos X-men, mas nunca fui muito fiel ao ler ou ver os quadrinhos, acompanhei os filmes e alguns desenhos animados – inclusive o que o cara falou ali em cima que passava no SBT. Mas tipo… Acho que é uma novidade e tanto, e tem que ser tratada como tal. Não vi o episódio ainda, mas já baixei e com certeza vou acompanhar o desenrolar do anime, ao contrário de Wolverine e Iron Man que em uma junção de preguiça com os comentários já feitos não tive a oportunidade de ver, o que não exclui a possibilidade.

    Mas de uma forma ou de outra, pelo que eu li não achei que tenha sido algo detestável e com certeza – pelo que eu já percebi nos próprios traços – será melhor que os dois anteriores. Quando eu ver o primeiro episódio terei uma opinião mais bem formada, mas além de tudo eu acho uma novidade legal e a animação me parece bem superior, apesar de que eu não compararia com animes atuais e “originais” como Naruto, Reborn, Bleach, One Piece ou Fairy Tail.

  • Ricardo

    O Visual da Tempestade me lembrou o visual dela no tempo do Joe Madureira.

  • Lord Ogro

    Cara gostei muito desse anime vi isso hj e ja vi 4 episodios porem tem um lance q axo foda:
    axo q os x-men por ser americano merecem uma animação japonesa (diga-se de passagem “de qualidade”) porem seria melhor com uma dublagem americana (quem sabe se Hisako Ichiki tivesse sotaque japa) mas no resto gosto muito tanto de mangás quanto hq’s.

  • Lord Ogro

    Cara gostei muito desse anime vi isso hj e ja vi 4 episodios porem tem um lance q axo foda:
    axo q os x-men por ser americano merecem uma animação japonesa (diga-se de passagem “de qualidade”) porem seria melhor com uma dublagem americana (quem sabe se Hisako Ichiki tivesse sotaque japa) mas no resto gosto muito tanto de mangás quanto hq’s.
    definitivamente não gostei do fera com cara de cachorro…¬¬

  • Pingback: Pequenas primeiras impressões | Gyabbo!()

  • Não curti! Não combinou muito com esses traços de mangás Japoneses.
    Pelo menos o desenvolvimento da história teve um ritmo bom, que permitindo que todos os personagens fossem bem explorados… aquela final foi Tão “O Combate Final do Dragon Ball Z” poderia ser melhor sem aquilo.

    Acredito que a segunda temporada e praticamente confirmada com aquela cena final do Magneto fugindo da prisão! enfim, queria uma Serie Seguindo a linha do X-Men Evoluiton que infelizmente foi cançelado na 5° temporada.