Primeiras impressões – Sket Dance

Não minha gente, esse não é um mangá ou anime de dança. Sket Dance é apenas um shounen diferente que merece a sua atenção…

Missão cumprida. Essas são as melhores palavras para explicar a estréia de Sket Dance na televisão. Animação agradável, apresentação dos personagens principais de uma forma rápida e uma “amostra” do que se trata o anime logo de cara foram suficientes para dizer ao que o anime veio. Ao contrário de alguns, eu acho prazeroso ver um mangá de sucesso sendo adaptado para a TV de forma bem sucedida, é um prêmio para o autor poder ver sua obra animada e sonhar com cada vez mais fãs de seu trabalho. E acho que é dessa forma que o anime Sket deve ser encarado, sendo uma forma de visibilidade maior para que um público ainda distante do mangá se interesse por esse shounen de fórmula diferente das convencionais.

A história

Sket Dance começa nos apresentando 3 jovens inusitados: o energético, tapado e prestativo Bossun (Fujisaki Yuusuke), a esquentada e poderosa Himeko (Onizuka Hime) e o estranho nerd que fala através de um computador Switch (Usui Kazuyoshi). Os três fazem parte de um clube diferente dentro de sua escola, o Sket-Dan, responsável por auxiliar as pessoas das mais diversas maneiras tendo como único objetivo resolver seus problemas, sejam eles quais forem.

A intenção do grupo é conseguir recrutar novos membros (embora suas tentativas não sejam muito convencionais) e logo nesse primeiro episódio vemos que essas tentativas na maioria das vezes acabam em um novo trabalho para os garotos. Apesar da temática simples, o clube enfrentará os olhares diferentes de outros clubes do colégio gerando os seus próprios conflitos e problemas com novos personagens no decorrer do tempo, surgindo assim os tais rivais da série. Claro que tudo envolvendo o bom humor dos personagens, suas atitudes bizarras (como o Switch saber de toda a vida de alguns, Himeko sair distribuindo porrada em todos e o Bossun resolvendo tudo na base de suas meditações mágicas) e situações que com certeza te farão dar algumas risadas no decorrer dos episódios.

Considerações técnicas

Sket Dance contou com uma animação realmente boa pelo estúdio Tatsunoko. Não é algo de outro mundo, mas com certeza cumpriu as expectativas. As cenas em que a animação foi mais exigida como as investidas ofensivas de Himeko e a caracterização dos cenários foi muito bem feita, mostrando a competência do estúdio. Não é algo que te fará parar o que estiver fazendo para admirar a obra, mas que com certeza vai ser vista com bons olhos ao assistir.

A trilha sonora é bem relativa ao anime, contando com trocas de batidas mais agitadas para as cenas de ação com uma trilha mais despretenciosa para as cenas em que o foco é a comédia. O encerramento (que alguns acreditam que tenha sido o encerramento) é um dos melhores da temporada e pode ser conferido clicando AQUI. Realmente vale a pena, pois além de contar com uma boa música a animação e efeitos são ótimos!

Como havia dito antes nas minhas apostas da temporada, Sket possui um humor diferente, as vezes chega a ser besta, o que o torna inexplicavelmente bom. Porém, o humor não chega perto do icônico Gintama (mesmo eu achando que o público de um é facilmente atingido pelo outro), tornando o ingrediente apenas mais um dentro da série e não seu ponto principal. O grande foco da série é a expectativa que gira em torno dos personagens e das relações com outros, as lições de vida e ao mesmo tempo as referências com o mundo atual de uma forma leve, mas que é facilmente perceptível. O primeiro episódio foi um exemplo claro dessa situação, com a representação de uma maneira mais descontraída do bullying nas escolas. Esse aliás é o grande segredo do sucesso de Sket Dance, utilizar elementos do dia-a-dia de uma forma bem humorada (o que já lhe adianta uma gama incrível de temas diferentes para se trabalhar), com cenas envolventes de ação e personagens cativantes (até os chamados “vilões” ou “anti-heróis” possuem seu apelo carismático).

Opinião geral

É cedo para se dizer se ele será mais um dos muitos animes infinitos da Shonen Jump, mas com certeza ele deve conseguir agradar seu público alvo e conquistar a afinidade de outros. Ele consegue ser único, um slice of life que consegue inserir elementos dos shounens de forma competente e sem saturar nas mesmices do gênero.

Vale salientar que ele não é um anime violento, nem apelativo para o erotismo e suas piadas também não necessitam de tantos conhecimentos de referências. Isso mostra que um anime ou mangá nos dias de hoje pode sim gerar bons frutos quanto utiliza um roteiro limpo, agradável e ao alcance de todos. Por isso continuo apostando muito em Sket e acredito sim no potencial da série.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Lestion

    Nossa! Mais uma boa primeira impressão.
    Certamente, eu pelo menos , concordo com oque você disse de Sket. Ele é um bom anime , que não precisa utilizar cenas apelativas (como cenas eros) , e isso entre varias outros aspectos do Sket o torna tão bom como ele, bem, devo admitir que com apenas o primeiro episódio não se pode falar com tanta firmeza que ele é um anime bom, mas posso dizer que ele sera na minha opinião mais um otimo anime dessa temporada. Não à muito oque dizer, as suas primeiras impressões , particularmente na parte “Opinião geral” você pode dizer aquilo que eu pude entender quando assisti o primeiro episódio de Sket. Devo ressaltar novamente que Sket certamente é um otimo anime.
    Recomendo ele para quem não o assistiu ainda.
    Até mais.

  • Power Otaku ^^x

    Fazia tempo que eu não via um anime que tenha um episódio praticamente igual ao mangá. Foi bom o primeiro episódio de Sket Dance, mas a animação eu não achei tão boa assim nas parte de ação, mas nunca esperei animação acima da média pra esse anime, pois já viamos como ia ser no trailer.

    Sinto que esse anime não vai ser infinito. Vai ter uns 24 episódios pelo menos, creio.

  • Vou dar uma chance pra Sket Dance graças a você Dih, vamos ver se me agrada, pois a principio e pelo plot não me chamou muito a atenção apesar de já conhecer essa série por nome já faz um tempo. Ótimo post ^_^

  • Augusto

    Vi esse anime no tedio de um dia qualquer e surpreendi, vo continuar vendo pra ver se continua bom.
    Obs: Nao sei se outros q leem Bakuman acham isso, mas essa historia me lembra muito PCP [Manga q o Ashirogi Muto faz atualmente na serie]

    Ótimo post 2

  • Urashima

    Esse anime me causou uma ótima impressão tambem.
    Comédia na medida certa, não se utilizando de cenas Ecchi, nem de calcinhas para chamar a atenção.

    Nele eu ressalto uma opinião que eu tenho, arte não importa muito, mas história com certeza.

    Mais uma, realmente me lembrou PCP (Bakuman), mas com uma história um pouco menos elaborada.

    • Dih

      Os próprios autores de Bakuman já comentaram sobre Sket Dance no mangá, o que prova o sucesso da série e a boa aceitação até mesmo de outros artistas.

  • Bossun

    Já lia o mangá e esperava pelo dia em que o animê (ou anime) seria lançado.
    Pra quem não sabe o Sket Dance começou a ser serializado bem antes do Bakuman, ele já tem 17 volumes e ainda está sendo publicado. (que eu também sou muito fã e leio desde o termino do Death Note)
    Quem quiser outros trabalhos do Takeshi Obata (o desenhista, claro) leiam Hikaru no Go e Blue Dragon Ral Grado e alguns one-shots.
    Para quem acompanha o mangá viu que realmente pecou quando resolveu passar tão rápido a história (vejo isso já pela prévia do próximo episódio logo com duas (ou três?) que não estam na ordem do mangá) e apresentando alguns personagens precocemente logo no primeiro, a resolução do Bossun foi uma cena muito resumida.
    Dica pra galera: leiam mangás em inglês, não esperem pelas traduções, leiam mangás de gêneros diferentes e também de parem de ler esses da moda que enchem de fillers tanto no mangá como no animê.
    Assistam que vem muita comédia por ai.

  • Gui

    Gente sera q só eu não gostei de Sket Dance ?
    huahauhua
    Achei tudo meio +-
    ao contrario de Hanasaku Iroha que eu adorei XD
    Animação, cenario, personagens e historia ! Tudo muito bom (:
    Assisti o 2 ep hj e parece que vai ficar cada vez melhor o/

  • Alissonmaru

    Acho que é um opening, apresenta todo mundo, até o professor meio Jason, se for um ending, junto com a do Gintama vai ser um dos melhores da temporada.

    Sobre o anime, se ser fiél a o mangá já é ótimo, e tecnicamente nada do que reclamar, ta bem feitinho.

  • junior

    Não achei tão interessante assim. Não vejo muita graça em animes que refletem o cotidiano. Nesse domingo o que salvo foi Toriko.

  • Viktinhorj

    Boa Tarde galera, ainda não assisti o anime, mas como acabei de ler uma descrição completa da série, me veio na cabeça um anime com uma história base bastante igual a do Sket Dance, vcs devem se lembrar Ore-Tachi ni Tsubasa wa Nai.
    Para quem conhece a história é praticamente a msm os dois animes tratam de um clube para ajudar pessoas e a si mesmos, oq pode ter de diferencial em cada um deles deve ser o desenrolar do contexto, teremos que continuar a acompanhar pelo que parece Ore-tachi tb pode ter uma 2º temporada, pode ter uma comparação entre eles.
    Vlw galera abraços a todos.

  • André

    Bem eu sei que Gintama faz muitas referências mas, em momento algum ele deixou de ser engraçado por, em algum momento você não saber sobre o que está se referindo… Se uma série quer ou não se referir à algo, é da parte dela e assim como Sket Dance pode ou não se referir a qualquer coisa, porém falar que o Gintama não está ao “alcance de todos…?!” ele irá atingir seu público alvo e não à todos mas, ele não é um animê/mangá dedicado apenas para crianças/adolescentes/adultos até uns 25 anos no máximo, como Sket Dance, ele abrange todas as idades e é exatamente por isso, que ele se refete a coisas antigas, isso faz dele “acessível para todos” e não só para o público jovem! Tome cuidado ao avaliar dessa forma…

    E não me fale que não está citando Gintama que posso ver sua a forma “grotesca” de citá-lo…

    Realmente espero que Sket Dance melhore pois, do jeito que tá… Eu irei dropar logo, logo.

    • Dih

      Gintama possui diversas referências à cultura japonesa. Em nenhum momento citei sobre a faixa etária, até porque ele é publicado na mesma revista de Sket, Naruto, One Piece, Toriko e outros. Acredito que você tenha entendido errado.
      OBS: Quem me conhece sabe que eu adoro Gintama… então seria meio estranho eu criticar ou falar algo assim da série.

      Abraços.

      • André

        De certa forma entendi errado :p mas, você citou “ao alcance de todos”, por isso julguei na faixa etária porque se for comparar o que está ao alcance das pessoas o Gintama ganha…
        Bem um animê/mangá que “suas piadas também não necessitam de tantos conhecimentos de referências”, me diga qual outro animê/mangá que utiliza de conhecimento à [b]cultura japonesa[/b] além dele?
        Não me lembro se Zetsubou Sensei utiliza de muito ou se nem utiliza… hm

        RPL “OBS”: Dessa forma acho que realmente entendi errado…

        Até que tô achando legal discutir sobre o assunto, não tenho feito nada esses dias…

        See you õ/

  • Paia demais…nao achei nada de interessante,tipo,achei mt sem objetivo.
    outros animes dessa temporada q achei ruim,steins gate,astaroth omocha e dog days,o dog poderia ser melhor se nao fosse tao infantil,se tivesse sangue,e nao fosse tudo tipo uma brincadeira,o estilo de desenho de luta nao é ruim,mas o anime em si é sem graça’-‘

  • rukia

    eu adorei!!!
    mas eu queria saber o nome daquele presidente que aparece no primeiro epi! alguém sabe o nome dele?

    • Alissonmaru

      Agata

  • Aya

    Eu achei Sket Dance uma cópia de Gintama, sério. Mas com uma qualidade infinitamente inferior. Ambos não têm um grande objetivo por trás de tudo, mas Gintama tem arcos muito bons.

    Briguinhas? Comédia meia-boca? Personagens nada carismáticos? Não tem cara da Jump. E tantos outros mangás que podiam virar sucesso… Nos ultimos anos a Jump só tem nome, mas séries de bom grado viraram lenda. Ou ainda estão em publicação.