Review – Air Gear é só mais um rosto bonitinho?

Que Air Gear é um título de sucesso, que é reconhecido por todo mundo, isso é inegável. Mas… vale a pena comprar?

Continuando com as reviews da última enquete, chega a vez de falar de um dos mangás mais comentados desse ano: Air Gear. A editora Panini mais uma vez acertou no título para o mercado nacional, trazendo um mangá com grande apelo para os fãs de shounen e que certamente era esperado por muitos desde o lançamento de Tenjho Tenge pela concorrente JBC. Aliás, esse é um dos grandes pontos de Air Gear e da Panini: surpreendeu. Muitos já davam certo esse título pela editora rival depois da publicação do outro trabalho do autor. Mas para a alegria dos fãs, esse fato não se concretizou. E nem digo pela editora em si, mas acho que muitos como eu ficaram traumatizados depois dos casos e descasos na tradução e adaptação de Tenjho Tenge. Essa não deu pra passar, JBC.

Mas enfim, novamente não quero entrar na questão editora X contra editora Y. Vamos falar do que realmente interessa e o que todos querem saber: Air Gear. Vale a pena comprar esse mangá? Porque ele é tão badalado pelos fãs? Qual o diferencial? Como foi o trabalho da Panini no Brasil? Pois bem. Vamos por partes…

A história

Minami Itsuki é um garoto de 15 anos que como a maioria dos protagonistas atuais é o famoso “bad boy” da turma. Líder de uma “gangue” do colégio, os “Guns do Leste” e temido por todos, Itsuki convive diariamente com desafios de outras turmas, mas sempre acaba vitorioso. Porém um dia a história não segue o planejado, e Itsuki acaba com um sujeito que se dizia amigo de uma gangue denominada “Skull Saders”. O perdedor realmente não brinca com suas afirmações ameaçadoras e os perigosos acabam indo atrás do protagonista e de seus amigos.

Os Skull Saders se mostram uma gangue impiedosa que se utilizam de “Air Trecks” (espécie de patins motorizados) para fazer seus ataques, e eles partem ao encontro de Ikki (como também é chamado Itsuki), lhe aplicando uma grande surra e deixando o garoto em um estado deplorável. Mas o pior ainda estava por vir, e a gangue violenta sexualmente algumas amigas do garoto. Uma cena chocante.

É nesse instante que surgem os Air Trecks na vida de Ikki, e com a ajuda de suas companheiras de quarto (a explosiva Mikan, a pequena Ume e a doce Ringo) ele resolve aprender (obrigado) mais sobre os aparelhos e suas manobras incríveis, inspirado pela sua admiração, a bela Simca. E claro, que o desejo de vingança surge cada vez mais no jovem, disposto a recuperar sua reputação junto aos seus amigos e a dignidade de seu colégio e dele mesmo. Porém muitos mistérios e revelações aparecem em sua vida, e aos poucos ele percebe que não conhecia tão bem assim as garotas que moravam com ele… Além, é claro, de cada vez mais Itsuki entrar no mundo dos Storm Riders e partir em busca do “vôo perfeito”. Será que ele conseguirá se destacar ou será “só mais um”?

Considerações Técnicas 1 – O trabalho da Panini

Bem,  vou primeiro falar do trabalho da Panini. Tenho que dizer que dos mangás “standards” (os normais, mensais e bimestrais) Air Gear com certeza já é o de melhor acabamento e trabalho por aqui, sem dúvida nenhuma. Ao lado de Basilisk (que possui resenha da Roberta lá no Elfen Lied Brasil) é incrível a qualidade gráfica desse título comparado com os outros títulos, tanto da própria Panini como da JBC. O mais incrível é que com os mesmos R$10,90 que você paga na editora concorrente, aqui você consegue um mangá com páginas coloridas em papel de boa qualidade, sem manchas na impressão e com os mimos que a Panini já vem oferecendo para seus leitores, como capa interna desenhada e tudo mais. É tão difícil assim manter esse padrão para os nossos produtos? Claro que ainda falta MUITO para chegarmos aos pés dos mangás americanos e europeus (E quando chegamos próximos, o pessoal ainda reclama do preço. Vide NewPop.), mas um avanço agora seria bem vindo. Pessoal, o público está se tornando mais exigente! Está na hora de começarem a pensar nisso! Acordem!

Mas enfim, vamos direto ao ponto. Tradução de Karen Kazumi e adaptação de Beatriz Berto, ambas de qualidade em Air Gear. Assim como o outro título do autor, Air Gear é recheado de gírias, expressões estranhas e até alguns palavrões de vez em quando. Nesse quesito nada a reclamar. Não inventaram como a JBC tentou em Tenjho Tenge (desculpe gente, eu nunca vou esquecer isso) e mesmo assim conseguiram deixar uma leitura fluente e sem afetar em nada o leitor.

Um dos grandes pontos que eu gostaria de destacar, é que a Panini agora utiliza um plástico diferente em seus mangás… Um plástico que lembra muito aqueles que a Comix embala todos os mangás em eventos como o Fest Comix, e que é de uma qualidade diferente do anterior. EU particularmente achei esse melhor. Ele não sufoca o mangá como o outro fazia e ainda se for aberto de forma correta, pode ser reaproveitado posteriormente para guardar as revistas. Porém algumas pessoas não têm a mesma opinião e acreditam que o plástico seja de baixa qualidade, ou que a editora apenas esteja “cortando gastos”. Eu particularmente acho isso muito difícil, e no final acaba realmente sendo um caso de opinião…

No mais, a Panini está de parabéns. Que Air Gear e Basilisk se tornem um novo padrão de qualidade dos mangás brasileiros por hora. Precisamos desse tipo de cuidado e mimo para os leitores nacionais.

Considerações Técnicas 2 – A história

Vamos direto ao ponto: a arte de Air Gear é sensacional!! O autor “Oh Great!” (pseudônimo) manda muito bem nos desenhos, e quem leu Tenjho Tenge sabe que os traços dele só melhoram com o decorrer da série. Evolução que você também vai conseguir ver em Air Gear, tendo em vista que as duas séries foram feitas durante boa parte do tempo em simultâneo.

No mais, posso dizer que Air Gear não é nada de especial se tratando de roteiro e história. Assim como TenTen, o autor às vezes joga fatos “do nada”, coloca lutas, enrola na história, personagens brotando à todo instante. É um carnaval frenético. E frenético é o melhor adjetivo para definir essa série. Ela é constantemente um prato cheio para quem gosta de ação com uma dosagem camuflada de esporte. Tirando é claro o alto nível de fanservice, prato cheio do autor e marca registrada dele. A Simca é uma paixão para os olhos.

Mas como comentei, acredito que aqueles que buscam por uma “história” de fato, não vão se satisfazer com Air Gear. Ele é um mangá sem preocupação, para se admirar, pra passar o tempo e pra não ter preocupação nenhuma com o roteiro. São 32 volumes sem perder o ritmo, com muita porrada, desenhos sensacionais e algumas partes emocionantes, de pura adrenalina! Air Gear é o típico shounen feito para DIVERTIR! E cumpre seu papel.

Comentários gerais

Air Gear é publicado na revista japonesa Shounen Magazine e já conta com 32 volumes encadernados com mais de 320 capítulos. Não acredito que o mangá será “eterno”, mas acho que temos um bom caminho pela frente. Se você está disposto à colecionar um mangá mensal recheado de cenas “muito loucas” e “massa demais” de ação, pode ter certeza que esse é para você. Se você procurar um título que mostre uma história consistente, super desenvolvidos e algo “cabeça”, CORRA! Esse mangá não deve fazer o seu gênero.

No mais, fico muito feliz com esse título por aqui. É uma marca forte, e que com certeza venderá bem (Inclusive em algumas bancas de São Paulo o mangá acabou bem rápido. Fica a dúvida do tamanho da tiragem). Com personagens carismáticos, traços LINDOS (vale muito a pena reforçar isso) e com um grande apelo ao público masculino, Air Gear tem tudo para ser um dos carros chefes da Panini por muito tempo. Além do mais, é bom de vez em quando ter um título descompromissado assim na sua prateleira. Passar o tempo e se DIVERTIR é algo que o nosso público parece vir esquecendo de fazer. Vamos ser exigentes, vamos cobrar, mas vamos dar algumas risadas e descontrair de vez em quando também, não é?  Não machuca ninguém de vez em quando.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Johnny

    Muito legal a resenha. Concordo com tudo!!
    Parabéns =)

  • Sem muito a acrescentar ao que foi postado. Tudo foi bem posto pelo Dih! ^^

    Mas o mangá não é do meu estilo e, para espairecer, eu prefiro uma variedade de títulos curtos em vez de um único mangá super longo.

    Quem curte o padrão shounen não pode perder esse lançamento! Sobretudo pela qualidade física e de tradução/adaptação típica da Panini!

  • Que resenha foda!!

    Eu já conhecia Air Gear de leitores online da internet e já considerava excelente. Comprei o volume 01 já olhando torto, esperando por alguma bizarrice. Mas quando abri o mangá e vi páginas coloridas, poxa, foi lindo. Sério. Tive que abrir o mangá duas vezes para acreditar no que estava acontecendo.
    Depois que terminei de ler, só pude agradecer muito a Panini por me dar a oportunidade de ter um dos mangás que mais gosto, na minha estante. Agora só falta Hajime no Ippo.

    Ah sim, no meu mangá, o corte de algumas páginas acabou cortando a fala de alguns balões =/

    • Manda um email para a Panini informando isso e pedindo a troca.

      ^^

      • já mandei. Na verdade, esse deve ser o 10000º email que eu mando. Meu Rosário to Vampire 3 e Bleach 10 vieram com páginas duplicadas. Meu Basilisk veio com as páginas todas amassadas, e esse foi o único que eles falaram que iam trocar. Mas aí depois de muita encheção de saco, eles falaram que iam trocar os outros para mim, e faz 15 dias que eles falaram que me enviaram os mangas…

    • Mas quando abri o mangá e vi páginas coloridas, poxa, foi lindo. [2]

      Agora só falta Hajime no Ippo [2]

      • Hajime no Ippo é um sonho que eu nunca vou deixar de ter hauhauhaua. Espero que um dia ele realmente se realize. Com páginas coloridas

  • Dih, faz uma review do Baka Test, esse animé está preste a me causar ataques cardíacos provocados pelos risos.

  • Rafa

    Air Gear é FODA! Panini, TE AMO! hehe

    fim

  • Adramalesh

    Tive que escolher entre ele e o Bakuman esse mês e acabei pegando o da JBC, mas no próximo mês vou dar uma chance a esse manga.

    Tenho uma pergunta fora do contexto do post mas vou perguntar: Infelizmente comprei um manga que acabou descolando algumas paginas com o tempo – quase infartei quando vi – e queria saber se tem algum tipo de cola especial ou pode ser qualquer uma? Não to afim de estragar ainda mais o manga…

    Vlw…

  • Qually

    concordadissimo^^, e novamente estou ficando pobre com mangas (9 títulos atualmente)

  • Mary L.

    Boa resenha. ^^

    Air Gear é um dos meus mangas favoritos (e da minha melhor amiga também), leio ele on line e não acreditei quando li que a Panini iria trazê-lo. Também fiquei sem palavras quando abri o manga, as páginas coloridas e os nomes dos times iguais ao original (que por sinal eu possuo o vol.1 deste manga em japonês) me fizeram acreditar que este é o melhor manga que começou a ser publicado esse ano (sem desmerecer Bakuman, pois também curto muito esse título). Vamos ver se a Panini continua com o mesmo capricho nas próximas edições.

    • Rafa

      Putz… disso tudo que eu queria dizer. Acompanho pelas scans tb e amo demais essa série! Ogure é foda.
      Estava triste, mas já tinha até me conformado com a JBC trazendo esse titulo, mas quando vi que a panini trouxe.. pqp! Fodaaa! Panini mora no S2. hehe

      Tambem tenho o volume original japa e é a coisa mais bonita do mundo! Queria as versões originais que vinham com a Ringo, Akito/Agito, alem das versões que vem com as insignias dos times, mas é dificil de achar :/
      Um dia compro a versão americana tb para ficar com as 3. XD

      Mas está bom! Panini fez um ótimo trabalho! Não chega a altura do Original, mas com certeza chega muito perto. ^^

  • Depois dessa resenha(ótima por sinal) e vou ler alguns scans e ver se compensa acompanhar Air gear.

  • A review esta muito boa, o manga tambem è bom pra quem quer se divertir
    igual você disse.Bem sem muito a comentar.

  • Leon

    Sei que não tem nada ver, mas alguém sabe quando sairá sakura card captor.

  • Hayashy Bullock

    poxa, agora deu vontade de comprar!!!!!!!!>.<

  • ViH

    Hum…eu particularmente achei o primeiro volume MUITO batido …principalmente a parte das garotas que moravam com ele serem tão fodas …eu só vô comparar o sogundo porque eu tenho um humor bem estranho e uma certa parte me fez rir por umas duas horas

    • Luciano Villanueva Nielsen Baptista

      Se vc acompanhar vc vai entender pq as Gartotas sao TAO FODAS. Esse manga é muito loko.

      • Luciano Villanueva Nielsen Baptista

        WTF?? Oo
        Gartotas? Garotas***** Assassinar o portugues é maldade.

  • Judgment

    Air Gear é foda!! As poses dos personagens são fodas!! (agora vou comprar Tenjo Tenge so pelo o que eu vi em Air Gear), o acabamento é impecavél, é um mangá imperdivél, e eu ja garanti o meu. 😀
    No mais, ótima review como sempre! Parabéns Dih.

  • Lipe

    Não consigo expressar a minha felicidade de ter air gear publicado pela panini.
    sinceramente esse para “MIM” é o melhor shounen de todos os tempos…

    • Rafa

      De todos os tempos é exagero, mas da atualidade… é sim! hehe

  • Rayovac

    é a panini publicar air gear é muito massa… adoro esse anime xDD

    Rayovac!

    • Luciano Villanueva Nielsen Baptista

      Correçao: Manga, pq o anime nao presta. xD

      • Correçao: Manga, pq o anime nao presta. xD [2]

        O Mangá acompanho nos scans, o anime dropei no primeiro episodio =/

  • Não acrescentou muito ao que eu já sabia da série, mas reforçou.
    Não compro simplesmente pelo número de vols, portanto, ainda no aguardo de Deadman Wonderland¹¹²³²³

  • Achei a história bem mais ou menos, mas ainda sim é um bom entretenimento, vale os R$19,90, principalmente considerando a qualidade física do mangá.

    Quanto a adaptação, bem, acredito que se a mesma fosse feita pela JBC, do jeitinho que está, muita gente estaria reclamando. Não estou falando mal da adaptação, achei ela sensacional, porque transmite de fato que se trata de uma história de gangues e é cheio de gírias das ruas, o que dá uma ambientação muito melhor à história. Porém acho que pelo “filme queimado” da JBC, acabamos sendo tendenciosos na hora de analisar esses pontos.

  • Air gear foi minha volta aos mangas na minha pratilheira, ja fazia tempo q não comprava uma manga desde cavaleiros G q pelo visto volto a vender mais não sei se vou continuar comprando.

  • Vou aproveitar que D.Gray-Man vai durar soh mais alguns meses pra acompanhar Air Gear, que tem 30+ volumes, isso me assusta um pouco xD [/pobre]. E ainda tem Bakuman e Deadman Wonderland, toh f*dido xD

  • Ricardo FH

    sábado dia 27, me desloquei até a Comix para comprar o que eu precisava, pois tinha aquele cupom de 20% de desconto que ganhei no Anime Friends. Comprei Naruto 50, Deadman Wonderland (ambos haviam chegado no dia anterior, pelo que consta no site), Naruto Pocket 14 (será que eu sou o único que compra oa duas versões?), Basilisk 2, Bakuman (pelo que li até agora, a tradução está ótima, mas de resto, igual aos outros da JBC, neste quesito a Panini honra mais nosso suado dindin$), Astral Project 3 e 4 (já tinha comprado os dois primeiros no Anime Friends por R$ 15,00), pelo que li até agora(volume 2), posso dizer que é muito bom, principalmente por nunca ter visto nada muito parecido, recomendo (para quem não espera pancadaria, e sim boa história, e apesar de ser para maior de 18, também não tem nada de ecchi ou sangue até agora), também comprei a revista Ação, dando um crédito aos artistas nacionais, mas creio que não vou continuar comprando, pois prefiro encadernados (para mim, o maior prazer não é ler, e sim ter, então não me contento em ler online), mas sempre é bom ter o volume 1 de alguma coisa (vai que vira raridade?), também comprei o Air Gear, mas não li ainda. E algo interessante é que, achei lá na prateleira, um manga do Fullmetal Alchemist nº1, coisa um tanto rara, sendo que no Anime Friends comprei por R$ 25,00 num outro estande (o 1º do One piece estava R$ 100,00, pode acreditar), na Comix paguei o preço da capa, R$ 6,90 (no mercado livre só tem por 25), o que já é um roubo, se for ver a qualidade, tenho certeza que ele estava no lugar errado, pois o 1º do Bleach, entre outros, eles deixam trancafiados num balcão no andar de cima, à um preço maior, apesar de que o Naruto 1 é tão raro que só se encontra na coleção fechada (que aliás, estava R$ 550,00, se não me engano, e era do 1 ao 46), também não sei por que os volumes 3, 7,8,9 e 11 são difíceis de encontrar, mas no meu caso atualmente me falta o 7 o 8 e o 11…
    Quando cheguei em casa e abri o Fullmetal, quase não acreditei, ele tinha cheiro de novo, não estava amarelado, e não estava arreganhado! Talvez ninguém nunca tivesse lido!
    Outro fato parecido foi quando um tempo atrás fui na Friend’s Shop na Liberdade, encontrei jogado numa prateleira um manga do Neon Genesis Evangelion nº1. Eu não conheço a história, e nem tinha certeza se era raro, mas comprei, e por R$ 4,50! No Anime Friend’s, vi naquele mesmo estande, por 25 também, creio que fiz um bom negócio.
    Novamente escrevi demais, ficou até maior do que eu esperava, gastei quase 1 hora escrevendo, e gostaria de ouvir opiniões (deveria estar fazendo trabalhos da escola, pois tenho muitos, até alguns que não são meus, pois estou recebendo para isso. Pra você ver o que um otaku não faz por mais mangas rsrsrs), . Aliás, ótimo post novamente.

    • Luciano Villanueva Nielsen Baptista

      Putz, ate estou com vergonha de me chamar de otaku depois de ler isso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      To começando a comprar agora alguns mangas, Air Gear 1º e Ichigo 100% 1º(muito bom manga de romance). Quem sabe eu nao acabo viciando em manga e começo a comprar a torto e a direita como vc xD

  • Luiz Gustavo

    Alguém já conseguiu encontrar ‘Deadman Wonderland’ nas bancas?

    • OtavioGarcia

      já tem chego segunda pelo menos em São Paulo

    • Ricardo FH

      Ainda não vi não. Na Comix, onde eu comprei dia 27 (tinha chegado dia 26, junto com o Naruto) sempre chega antes do que na maioria dos lugares (talvez porque fica perto da Av. Paulista, uma área nobre), tem uma banca bem do lado da Comix, talvez por ser perto tenha sido entregue lá também, aliás, penso que essa banca não deve faturar nada com mangas e HQs, sendo que a Comix (paraíso na Terra para os otakus, rsrsrs) fica bem do lado…

  • MugiBoy

    Air Gear é um dos meus mangas preferido, comprei o 1º volume e me admirei com o tamanho da qualidade das paginas coloridas, sobre adaptação que a panine fez com o manga eu achei perfeita otimo trabalho, muito boa mesmo a JBC se você se espirasse na panine, isso seria um dadiva para nos leitores.
    Pretendo ter todos os volumes na minha prateleira, CONCERVEJA! xD

  • Heisenberg

    eu tenho varios mangas com paginas se soltando, sera que as editoras resolveram esse problema?

  • Droga T___T~ preciso ir logo pra sampa comprar as séries que estou atrasada e Air Gear vai entrar pra lista! Se ainda tiver os primeiros volumes né -chora-
    Mas foi muito bem elogiado *-* post muito bem feito Dih, gostei mesmo 😀
    Quero páginas coloridas também ç_____ç
    estou tão atrasada que paginas coloridas pra mim, só em mangás online HSAUHSAUHSA XD

  • natsu – nii san

    eu começei a ver air gear a pouco tempo mais ja to achando foda *—–* e to loko pra compra um patins rsrs

  • Comprei o primeiro mangá e não gostei muito não mas depois fui ver na NET, e a história realmente evoluiu de um modo inesperado, completamente diferente da impressão inicial que dá.

  • Arthur B.

    Um dos meus mangas preferidos da atualidade, simplesmente sensacional…fora o fato de cativar a pessoa à comprar um patins…

    Ótima matéria

  • Pingback: Checklist – Muita zona na Panini em Outubro/Novembro | Chuva de nanquim()

  • Pingback: Análise do discurso de Marcelo Del Greco e o futuro obscuro do mercado de mangas no Brasil |()

  • Ana

    Eu peguei Air Gear achando estranho. Tipo, achava que o preço da panini tinha subido só pra nos extorquir mais dinheiro, mas aquelas páginas coloridas… como posso dizer? Coloriram meu dia! (ai que tosto, me batam >.<) Eu fiquei um pouco incomodada com a quantidade de Ecchi (eu tava lendo do um dos mangás do lado da minha mãe, e explicar aquelas duas garotas peladas num banheiro com os pares de peitos se pressionando não foi nada agradável), mas a história é divertida, eu ri em vários capítulos e fiquei muito satisfeita com a panini naquela hora. A JBC sempre terá meu amor e admiração por ter colocado Fairy Tail na minha prateleira, mas, pô, seguir o exemplo da concorrente e fazer um produto de qualidade pelo que pagamos é bom, né?

  • Pingback: Anunciado o fim do mangá de Air Gear | Chuva de nanquim()

  • Air Gear mangá é foda! O anime é ruim!
    Melhor pela Panini! Fiquei com raiva da JBC desde que comprei o vol. 1 de Soul Eater (fala sério, traduziram Shinigami-sama para ´´Doutor Morte´´. Deu vontade de tacar genkidama na editora).

    • O anime não é tão ruim assim, por exemplo se você assistir o anime sem nunca ter lido o mangá com certeza você dará muita risada e irá adorar as batalhas de air treck que são muito bem animadas e frenéticas
      Agora se você ler o mangá antes… é melhor assistir os OVAs só pra poder ver algumas lutas do mangá que realmente mereciam animação
      Resumindo o mangá é para aqueles que querem dar risada e não se preocupam com algum fanservice que irá aparecer não falarei mais porque estou no volume 14 ainda.

  • Pingback: Checklist – Panini: Agosto de 2015 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Checklist – Panini: Outubro de 2015 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Checklist – Panini: Dezembro de 2015 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Checklist – Panini: Fevereiro de 2016 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Checklist – Panini: Junho de 2016 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Checklist – Panini: Agosto de 2016 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Checklist – Panini: Outubro de 2016 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • O volume 1# é um dos poucos que eu não tenho 🙁
    Que tristeza, eu lembro que eu só consegui comprar o volume 2 no dia, pois o volume 1 já não tinha mais, isso um mês depois já não tinha mais na banca de jornal.

    Gosto muito da série, eu poderia até comprar pela Internet os volumes que faltam para mim se eu soubesse fazer compras online….burrice minha mesmo.