Checklist – 2 lançamentos JBC em Setembro + Novidades chegando?

Continuação de Rosario + Vampire e mais Code Geass chegando. Anúncio de relançamento e Crunchyroll no Brasil? Esse é o checklist JBC com brinde de novidades!

Os ânimos da JBC continuam subindo e subindo. Depois de ter concluído no mês passado Code Geass e Saber Marionette J, a editora já engatilha nesse mês a continuação Rosario + Vampire II e outro spin-off de Code Geass – A rebelião de Suzaku. Além disso, temos novos volumes de Next Dimension e Bakuman, os estreiantes do mês passado, e o último volume de Tsubasa Reservoir Chronicles. Também estão perto de se despedir xxxHolic e Lost Canvas. Ranma 1/2 aparentemente em renovação de contrato (lembrando que até o fechamento desse texto o volume de agosto não havia ido para as bancas) e DNAngel agora encosta na edição japonesa, ficando a cargo da boa vontade da autora. Lembrando que em breve a JBC já deve anunciar novos volumes de Hunter x Hunter, o 28 e 29, respectivamente.

Logo depois do checklist vocês conferirão duas notícias que abalaram um pouco as estruturas nessa semana. Cavaleiros do Zodíaco clássico relançado pela JBC e a possível chegada do Crunchyroll ao país em parceria com a editora. Não se esqueçam de votar na enquete localizada no final também! Agora chega de papo e vamos ao que interessa. Muitas capas faltando ainda, mas assim que liberadas vocês conferirão aqui. Fiquem de olho.

Bakuman 2

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 14 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 09/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Pelo visto a JBC está rindo a toa com Bakuman. Tenho certeza que o título correspondeu as expectativas da editora e nossas também. Boa tradução, adaptação, nada de muito “cri-cri” para ser reclamado. Meus sinceros parabéns. Suspeito que o mangá será mais “sucesso” por aqui do que Fairy Tail, mas claro que são só suposições. Pra quem quiser conferir, já publiquei uma resenha do mangá que pode ser conferida clicando AQUI.

Saint Seiya Next Dimension 2

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 3 volumes (Distribuição não revelada)

Data de Lançamento: 26/09

Formato: 13,5 X 20 cm, 168 páginas

Preço: R$14,90

Mesmo com o atraso da gráfica com o volume 1, Next Dimension 2 continua previsto para esse mês e na mesma data que o anterior, sem alterações. Não posso falar muito da qualidade física até ter em mãos o volume 1 para analisar, mas já aguardo alguns desapontamentos, principalmente em relação ao papel, que deve ser o mesmo papel jornal de todos os dias… Já quanto a história, nada demais que as pessoas não saibam: é Cavaleiros do Zodíaco. Espere muitos “ATHENAAA” ou “IKKIIII” e coisas do gênero, além de muita diversão para os fãs da franquia.

Fairy Tail 10

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 25 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 05/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Por algum motivo eu adoro essa capa desse volume de Fairy Tail, mesmo com esse fundo branco estranho. Chegamos ao décimo volume da série, e ainda vejo o estranhamento por parte de quem não conhecia muito do mangá. Já falamos aqui que Fairy Tail não possui uma história “continua” como Naruto ou One Piece. O mangá é cheio de pequenos arcos, e mesmo que esses sejam amarrados, é uma narrativa diferente do habitual de um grande shounen. Em alguns momentos, Mashima parece se perder ou simplesmente não saber o que fazer na história. Mas isso não tira os méritos de Fairy Tail, que na minha opinião é um divertido título, que prende e com personagens cativantes. Que continue firme e forte.

Hikaru no Go 17

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 23 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 12/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Depois desse, só mais 6 volumes de Hikaru no Go, uma pena. A partir desse ponto, vemos a evolução do traço do Obata. Para mim esses capítulos finais de Hikaru no Go são o ápice de beleza do traço do autor ao lado de Blue Dragon (que só vale pela arte mesmo). Quanto a história, já havia comentado aqui também que divide opiniões, e há quem ache o final dispensável. Bem, eu não me importo e continuo fazendo de Hikaru no Go compra obrigatória todos os meses. Na minha humilde opinião, um dos melhores títulos já publicados pela JBC por aqui.

MÄR 9

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 15 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 14/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Mais um mangá faltando somente 6 volumes para o fim. Acabará junto com Hikaru no Go? Se a JBC mantiver uma regularidade, provavelmente. Será que a JBC pretende trazer mais títulos do tio Anzai? Eu adoraria ter Flame of Recca por aqui, mesmo todo mundo falando que é só uma cópia descarada de Yu Yu Hakusho, eu acho uma série super divertida e um prato cheio para quem gosta de mangás de ação e porrada. Também não me incomodaria com MiXiM, mas acho que esse é mais desconhecido do público por aqui. Vamos esperar pra ver.

Ga-Rei 7

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 12 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 20/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Outro título que começa a entrar em sua reta final, faltando só 5 volumes para o fim (6 se contarmos com esse). O legal é ver que o traço do mangá melhorou muito desde a primeira edição, e essa capa é uma das mais bonitas da série. Ok, ok, eu sei que estou puxando sardinha por gostar do título, mas uma vez ou outra vale, não é? A grande dúvida é que mangá a JBC trará para o lugar de Ga-Rei. Acredito que eles já tenham algo nas mãos. Enquanto isso, vão curtindo novamente a capa desse mês de setembro.

Tsubasa Reservoir Chronicle 56 – EDIÇÃO FINAL

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 28 volumes, 56 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 08/09

Formato: 12 x 18 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

ACABOU! ACABOU! Adeus meio tanko de Tsubasa! Mas agora voltando ao normal… Eu pensei que a JBC não conseguiria uma capa mais feia do que a original para ser a da edição final, mas acho que me enganei. Pelo menos desse tamanho, essa ilustração não é lá a capa que eu esperava para um volume final desse mangá… E esse “Edição Final”? Gente, onde estão os designers da JBC? Que fonte horrível e que cor desagradável! Por favor, por favor! Não estou criticando o “Edição Final”, e sim o estilo dele. Acredito que um texto branco dentro de uma pequena caixa preta (como o número e o “CLAMP”) ficaria bem mais agradável aos olhos… Mas fazer o que não é? Importante é que acabou!

Negima! 60

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 34 volumes, 68 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 14/09

Formato: 12 cm X 18 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

Que capinha é essa? Desculpe, tive que começar esse texto com essa pergunta. Negima tem algumas capas extremamente feias… Principalmente a das edições pares da JBC. Ainda me arrependo um pouco de ter comprado esse mangá… Não pela história, porque eu já sabia dos riscos dela ir se avacalhando com o tempo, e sim por ela ser em meio tanko. Sim, eu sou traumatizado com esse formato dos infernos. Acho muito difícil um dia ela ser republicada aqui… Mas fazer o que não é? Enquanto isso, chegamos ao volume 60, e ainda faltam alguns volumes para encostarmos nos japoneses. Sem nenhuma grande preocupação para a editora e para os leitores por enquanto.

Futari H 30

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 51 volumes, 102 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 23/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

MAS QUE CAPA É ESSA? Sério, como um mangá consegue ser tão estranho assim? Já falei aqui antes, e principalmente para respeitar a opinião dos que gostam me abstenho de grandes comentários. Mas meus pêsames para os que compram. 

D•N•Angel 15

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 15 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 27/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Se nada estiver me enganando, esse é o “último” volume de DNAngel por aqui, encostando na edição japonesa e entrando em pausa por tempo inderteminado por aqui. Vou aproveitar esse momento para deixar minha coleção em dia. Gosto muito desse mangá e apesar das críticas e dele não ser excepcional, gosto muito e dou algumas risadas com ele. Agora resta saber se a JBC investirá em algum shoujo para seu lugar ou se vai manter seu foco nos shounens como já vem demonstrando a algum tempo. Uma pena…

Os Cavaleiros do Zodíaco – The Lost Canvas 23

Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 25 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 19/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Tá acabando, tá acabando. Mas enquanto não acaba, teremos 3 títulos de Cavaleiros nas bancas… 4 se contarmos Cavaleiros Episódio G da Conrad. Calma, vocês entenderão mais pra frente. Se bem que Next Dimension deve acabar antes do lançamento do outro. Sentirei saudades de Lost Canvas. Se tornou o meu mangá favorito da série Saint Seiya sem muitas dúvidas. Vale lembrar que no Japão o mangá acabou mas já está em andamento um novo spin off contando a história dos cavaleiros de ouro do próprio Lost Canvas. Algo como um episódio G da série. Cavaleiros é um eterno caça-níquel mesmo… e a JBC parece saber disso.

xxx Holic 37

Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 19 volumes – 38 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 23/09

Formato: 13 x 18,5 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

Penúltimo volume de xxxHolic. Não quero nem ver o último… aliás, quero sim! Menos um meio tanko! Todos comemoram! No mais, vai ser triste lembrar o final esquecível, estranho e sem sentido do mangá… Agora resta saber se com o fim de Holic e Tsubasa a JBC vai tirar um coelho da cartola e lançar Kobato ou alguma outra obra do grupo. Também vale lembrar que Sakura está prontinho no forno para ser lançado.

Code Geass – O contra ataque de Suzaku 1 – LANÇAMENTO

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 2 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 14/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

A JBC não demorou e logo após o fim de A Rebelião de Lelouch já engatilha o lançamento do spin-off do SpinzakuSuzaku. O nome original do mangá é Code Geass – Suzaku of the Counterattack, o que daria a tradução de “O Contra Ataque de Suzaku” fazendo a antítese com o título do Lelouch, que na verdade seria “Lelouch da Rebelião”. Mas como a JBC colocou o subtítulo anterior de uma maneira “curiosa”, então acredito que o desse spin off tenha o mesmo destino. Agora sobre o mangá: dispensável e vocês sabem minha opinião sobre os mangás de Code Geass. Porém, entre todos, esse é o “menos pior”, uma vez que é um universo paralelo, onde o Spinzaku luta contra os Cavaleiros Negros (não sei como ficou a tradução do mangá no Brasil). Vale lembrar que Code Geass ainda possui mais 3 séries além dessas duas já lançadas pela JBC: Nightmare of Nunnally (spin off de 5 volumes da irmãzinha chata do Lelouch), Code Geass: Tales of an Alternate Shogunate (spin off de volume único contando uma história de um portador do Geass no meio da guerra do shogunato) e Code Geass: Renya of Darkness (mangá em andamento com 2 volumes que se passa no mesmo período do anime, com um outro garoto recebendo o Geass da C.C.). Se tudo prosseguir como parece, teremos todas essas séries por aqui.

Rosario+Vampire II 1 – LANÇAMENTO

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 9 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 23/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Após poucos meses o término da primeira temporada, a JBC espertamente já lançará a segunda temporada de Rosario+Vampire, provavelmente pelo fim de Saber Marionette J. Não há muito o que falar do título, exceto que a qualidade do traço da autora é muito e de uma beleza incrível se comparada com a primeira temporada (que já vinha melhorando gradativamente com o passar do tempo). Não acompanho o mangá, mas muitos dizem que essa segunda temporada é muito mais focada na “ação” do que a primeira, sendo muito elogiada pelos fãs da série que é publicada na Square Jump. O mangá está no volume 9 no Japão, no volume 5 nos Estados Unidos e provavelmente, diferente da primeira edição, esse título deverá ser traduzido direto do japonês, tendo em vista que passaremos os americanos com quase toda certeza, já que por lá o título é trimestral.

Mais novidades da JBC a caminho: Os Cavaleiros do Zodíaco clássico de casa nova!

A JBC já possui mais uma grande arma em suas mãos. Depois da reedição de Sakura anunciada, agora a JBC investirá em mais um relançamento. Trata-se de Os Cavaleiros do Zodíaco,  a saga clássica lançada no Brasil em meados de 2000 pela Conrad, sendo um dos primeiros mangás a serem lançados no Brasil ao lado de Dragon Ball (sem contar os lançamentos da década de 90 e anteriores). A notícia já se espalhou pela internet graças a algumas imagens lançadas no Facebook de Marcelo Del Greco e a posterior divulgação em alguns sites, como o nosso parceiro JWave. Na foto ele adianta um cartaz “escondido” atrás das imagens de Next Dimension, anunciando um grande evento em outubro. O mangá será relançado em tanko, mas ainda não há a informação se será uma edição “de luxo” ou algo do tipo.

Vamos concordar que Cavaleiros sempre serão bem aceitos no Brasil, sem maiores dificuldades. A grande questão é como esse mangá será recebido. A edição da antiga da Conrad não é difícil de se achar em preços mais que acessíveis (cerca de 1 real) e não é algo tão “antigo” para um relançamento. Mas acho que o grande trunfo da editora será o lançamento da coleção em tanko, com um acabamento atual e com o grande apelo de ter em seu catálogo o recém lançado Next Dimension, continuação direta da fase clássica. Acho que foi uma decisão de marketing acertada. Por se tratar de um lançamento em outubro, o mangá deve estar disponível no Fest Comix, com todo o cuidado da JBC na divulgação, como aconteceu com Fairy Tail no ano passado.

Crunchyroll e JBC?

Nessa semana, surgiram suposições sobre uma possível vinda do Crunchyroll ao Brasil em parceria com a editora JBC. Quem quiser bem a fundo sobre as suposições e todas as descobertas, visitem a ótima postagem do Subete Animes sobre o caso clicando AQUI. Porém, a editora não confirma nada, embora já tenha dito a algum tempo que pretendia entrar no ramo das animações com mais potência (lembrando que a JBC é responsável pela tradução e adaptação de alguns animes que temos na TV paga hoje, como Fullmetal e Dragon Ball Kai, por exemplo). Conversando com o diretor Marcelo Del Greco, o mesmo não me confirmou nada sobre a possível parceria e despistou sobre o assunto.

Para quem não sabe, o Crunchyroll é uma empresa que disponibiliza nos Estados Unidos e alguns outros países, stream (exibição on-line) de animes de maneira oficial, com assinatura mensal e uma exibição de qualidade praticamente simultânea com o Japão em alguns casos, como Naruto. Lá tal ferramenta demorou para ser aceita sem problemas pelos americanos. A “cultura do fansub” americana é muito mais forte do que a brasileira, principalmente pelo fato de o mundo inteiro “consumir” seus trabalhos na internet. Porém hoje, diversas pessoas já acataram ao Crunchyroll e assistem seus animes de maneira legal. Alguns fansubs inclusive apoiam o Crunchyroll e resolveram parar com as legendas de determinadas séries (como o Dattebayo gringo, que cancelou o projeto de Naruto na época que o stream começou).

Se a história se confirmar, resta saber como será recebida tal ação pelos brasileiros. Eu particularmente pagaria tranquilamente para ver uma série que gosto com qualidade. Uma assinatura mensal seria muito mais viável do que uma TV por assinatura que você só aproveita 3 canais durante todo o mês. É algo a se pensar. O que pode pesar contra é a faixa etária desse público e a situação financeira do mesmo. De resto, acredito que a exigência e a vontade de querer o “melhor” dos fãs brasileiros pode ser essencial para o sucesso de tais ações. Além, é claro, do bom grado de fansubs que apoiem a causa e parem as legendas e distribuições de séries legais.

Vejo futuro para tal exibição e torço muito para a JBC confirmar a história. Mas aqui no Chuva de Nanquim lanço uma pergunta: Você pagaria para ter um streaming de qualidade no Brasil? E o mais importante: é você mesmo quem pagaria ou seus pais? É necessário lembrar que boa parte do público é dependente dos pais ainda, por isso tal pergunta é essencial. A enquete estará rolando na lateral do menu e vocês podem comentar aqui nesse post mesmo. Divulguem a todos que puderem. Caso a história da JBC não se confirme, quem sabe alguma empresa aparece com uma surpresa para nós? Porém, se a editora oficializar, alguém duvida que teremos os animes de Fairy Tail e Bakuman por aqui?

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU, com passagens por agências de publicidade e hoje editor assistente da Panini Mangás. Entrou de cabeça nesse mundo ainda pequeno Rede Manchete.

Related Post

  • sem hesitar, eu pagaria.

  • Não sei se pagaria. Teria que pensar bem sobre isso. Estou feliz fazendo download dos animes que me interesso.

    Mas a intenção é boa. Melhor do que pagar por TV por assinatura e não ter nenhum canal de qualidade para assistir aos animes.

    Creio que Fairy Tail faria muito sucesso por aqui. Já Bakuman.. tenho minhas dúvidas. Acho que animes rápidos, como o primeiro, são mais bem recebidos no Brasil.

  • Eu sou fresco com qualidade. Não sei como a Crunchy Roll faz, mas eu só pagaria se fosse em 720p, na mesma qualidade máxima que qualquer fansub pega. Caso seja sim, pagaria. No momento, meus pais bancariam. Depois, quando eu começasse estágio… aí sim seria com o meu dinheiro.

    Meio óbvio que pegarão Fairy Tail e Bakuman. 🙂

    • eles tem a opçao de 480p e 720p desde 2008 se não me engano.

  • lucas

    nao pagaria..
    ainda prefiro baixar por fansubs..

  • Quanto aos títulos da JBC, esse mês 4 xD: Rosario 2 ( mesmo sem ter a Season 1, talvez pegue tudo na Bienal ), Bakuman, FT e Ga-Rei. Crunchycoll… Olha eu pagaria sim, mas desde que saísse coisa da temporada e não se resumisse ao oq a JBC quer passar, não vou pagar pra ver DN Angel, FMA, Rosario, etc, mas se for para ver a season 2 de Bakuman, o ep da semana de FT, Noitama… coisas assim, ai sim compensaria o meu dinheiro =D

  • Nossa, tem títulos que eu nem sabia que eram lançados no Brasil, to meio por fora kkkkk

    Vou comprar meu Bakuman mesmo.

    E tome Cavaleiros goela abaixo. Sou fã da série, pela memória afetiva, mas isso cansa…

  • Pagaria sem ter nenhuma dúvida

  • Queria dizer que pagaria mas não sei, depende de muita coisa, só vendo se a qualidade é tudo isso mesmo ( e se for pode até ser).

    Esse post com essa checklist, nossa, eu queria novidades sobre a edição de luxo de sakura mas essa dos cavaleiros nossa!!!!!!!!!!!!!!!(espero que eu não demore muito para ver por aqui).
    Sempre quis comprar Tsubasa, mas não sei( li a história e achei muita viagem até para mim , mas isso sou eu XD).
    Ótimas notícias de fato, chuva de nanquim não desaponta!

  • @luiz_z

    Não entendi a temática de circo no folder da Guerra Galactica LOL

    • Dih

      Na antiguidade, a batalha entre guerreiros era tratada como uma “diversão”, por isso eram tratados como grandes espetáculos divertidos para a população. Tirando que o pôster remete a mesma estratégia de divulgação de Saint Seiya na década de 80 na revista Shonen Jump, no Japão.

      • @luiz_z

        Hum legal, dessa eu não sabia.
        Obrigado sr. Dih.

  • Tiago Trojahn

    A questão do streaming depende MUITO….

    Qual o preço? É por série ou mensalidade? Qual o tempo entre o lançamento no japão e no br? Quais são as séries? Dá para “baixar” o arquivo para assisitir qualquer hora no PC?

    A última questão é fundamental. Arquivos de alta qualidade de vídeo/imagem, como em alguns fansubs, são grandes. Imagino que ninguem iria querer esperar 4 horas ou depender da internet estar legal para ver seu episódio.

    Quanto ao preço, ficaria muito complicado pagar 15 reais por mês para acompanhar só uma série por exemplo. Eu, por exemplo, não pagaria quase 4 reais para ver um episódio de 20 minutos úteis (fora OP/ED) via stream youtube like e ter que esperar 2horas buferizando o vídeo cada vez que fosse olhar….

    • Se vier nos moldes da Crunchyroll, o episódio estará disponível gratuitamente +/- após uma semana do lançamento. Então se consume pouca coisa ou acha que não vale a pena pagar, você ainda tem a alternativa de assistir gratuitamente. Só vai demorar um pouco mais e ainda sim vai apoiar algo oficial, finalmente, vindo para o Brasil.

  • eu mesmo pagaria, seria interessante dependendo dos animes que lançaria, pois com a grande quantidade de fansubs que temos na internet hoje e alguns centros que centralizam eles, são grandes as variedades que podemos assistir, fansub é na minha opniao uma “coisa” que nao deveria existir, é ótimo que exista mas se nao fosse necessario ia ser melhor ainda. O problema é o de sempre os pais dos menores de idade pagariam para eles assistirem?

  • Rayovac

    Olha… a checklist tá massa até… pelo menos pra mim, não tanto pro meu bolso hehe… mas enfim… indo ao assunto do momento que até a PUNCH divulgou agorinha no sit deles que é sobre essa tal enquete.

    Bom eu votei em Fansub sem duvida prefiro ler por fansub’s como o próprio grupo PUNCH (fansub, manga etc) que é meu favorito, mas temo que entender que nem tudo é um mar de rosas… a segunda opção que eu até pensei em por é Pagaria com meu próprio dinheiro… porém os fansub’s iriam me matar hehe, mas é o seguinte, se você tá pagando por algo é meio obvio que alguém tá recebendo esse dinheiro e distribuindo para seus “funcionários” então se você tá pagando e se u funcionário tá recebendo acredito que o maior problema dos fansub’s que é manter ou ter uma grande equipe seria resolvido, então o trabalho fluiria melhor, além de você sempre ter a garantia de que tudo está no “eixo”, mesmo com todos esses pontos positivos, prefiro os fansub’s e não é porque é de graça não… até porque muitas fezes eles pedem doações, e sem duvida eu acho isso corretíssimo eu entendo muito bem que tudo no mundo se paga então é necessário arrecadar fundos… enfim isso é o de menos agora, (não posso estender muito esse assunto agora), mas eu prefiro fansub’s porque são pessoas que tem coisas que eu considero essencial para desenvolver o trabalho, que são elas:

    1. Motivação / Dedicação: Qual fansub consegue trabalhar de graça até altas horas da noite e muitas fezes depois da faculdade ou do trabalho? Motivação é o que move ele mesmo exausto!

    2. Interesse: Claro eles sempre querem ter o maximo possível de projetos, mas por primeiro vem o que eles gosta, então se é algo de interesse sai muito melhor!

    3. Habilidade: Muitos trabalham sozinho ou no maximo em trios… então tem que ter a manha pra fazer o serviço bem feito xDD

    4. Clareza / Sinceridade: Não conheço um fansub que não tenha se desculpado por um episódio tenha atrasado um dia… e todos querem comentários, que por sua vez melhora o relacionamento com o sit e com eles mesmo =)

    5. Capricho: Sit’s personalizados, atualizados e com matérias originais, atuais e de interesse dos leitores (Como a CH faz…), vários sit’s que eu conheço sempre trazem ótimos assuntos referentes ao anime ou manga que sem duvida deixam o leitor muito mais vidrado na serie!

    Bom esses são alguns aspectos que eu acho importante, mas o que mais interessa é saber se eles realmente fizerem isso, terão de fazer tudo o que eu falei acima e muito mais, com rapidez e qualidade, acho que ninguém hoje teria condições para montar tal empresa no Brasil, mas claro se montar eu irei testar… Só me preocupo de o tempo não vai desgastar esse tipo de empresa e acabar só prejudicando a imagem do Brasil lá fora e dos que gostam de anime no Brasil (não se se essa parte ficou clara mais enfim…)

    Bem é mais ou menos por ai… vou ficar aguardando novidades referentes ao assunto e se realmente eles colocarem isso em prática vou testar e posto minha opinião em breve…!

    Rayovac!

    • Fansub pelo ponto de vista da justiça é ilegal, ele é apenas um escape para quem nao sabe ingles nem japones fluentemente. Duvido que algum fansub nao iria querer continuar fazendo a mesma coisa que fazem agora que é praticamente de graça, ganhando.

      Conheço alguns dubladores e pessoas que fazem legendas oficiais para filmes e até para desenhos/animes(no brasil ainda é muito parecido para a industria) e nenhum deles faz sem motivaçao e/ou interesse, muito menos sem habilidade ou capricho, a comida na mesa deles depende do trabalho bem feito. Alguns ganham bem outros nem tanto.

      “acho que ninguém hoje teria condições para montar tal empresa no Brasil”
      A questao aqui nao é condições(isso não é tao dificil quanto parece) e sim INTERESSE e LUCRO, sem fugir da realidade, a maioria que esta na industria quer lucrar e fazer nome, e nao melhorar a sua nem a minha vida(se lucrar bastante pode até fazer isso).

      E vai de regra, se voce paga por um serviço é para ele ser melhor. Espero que se a Crunch vier ou qualquer outra que seja realmente melhor e não mais um que quer passar produto de qualidade duvidavel com preço alto.

      • Rayovac

        pois é… não tá errado esse pensamento, mas é por esses e outros que eu prefiro os fansub’s… fik dik! É apenas um ponto de vista, mas não tem como expressar é muito pessoal mesmo… mas basicamente é mais algo contra esse interesse e lucro… eu fico desapontadissimo em ver animes mangas e coisas tão legais e divertidas sendo vistas como interesse e lucro (se eu fosse o naruto soltava rasenga nesses ocos hehe) mas é por ai a a ideia… mas claro é uma opinião a penas =)

        Rayovac!

      • pedro

        “E vai de regra, se voce paga por um serviço é para ele ser melhor.”
        infelizmente aqui no Brasil esse tipo d senso comum é muito ignorado.

        “Espero que se a Crunch vier ou qualquer outra que seja realmente melhor e não mais um que quer passar produto de qualidade duvidavel com preço alto.”
        a qualidade da JBC já é duvidável, e juntando com uma empresa d um país em crise econômica é bem possível q aconteça isso msm

  • Pagaria tranquilamente, seria uma boa maneira de mostrar para esses fãs de tv globinho o que é um anime de verdade sem cortes. O problema é ter que abandonar alguns fansubs por causa disso, mas acredito que não será tão ruim no final,afinal são os autores das séries que merecem receber os créditos e o dinheiro por aquilo que criam

  • Eu até pagaria se transmitissem PreCure, o que eu duvido muito… De resto, outros animes atuais não me interessam ao ponto de eu pagar uma mensalidade pra isso. E só pagaria também se pudesse baixar os episódios, não gosto de streaming. Mas apoio a iniciativa, o problema é que a faixa etária de grande parte dos otakus não é lá muito alta, acho que muitos pagariam com a mesada… Mas até aí, tem muito adolescente que gasta dinheiro com jogos online, acho que daria certo com animes também.

    • Tiago Trojahn

      Talvez… Um jogo online é algo que pode te ocupar horas e horas a fio. Cansei de varrer noites jogando…

      Com anime a coisa não é bem assim. Com um episódio dá pra se divertir 1 hora no máximo (ver 3x, por exemplo). Dependendo do preço, a taxa hora-diversão/custo fica muito alto…

      Quanto aos animes… Duvido que passe algo fora dos ultra-pop e badalados. Coisas como Usagi Drop, Dantalian no Shoka e uma penca de outros animes estariam no esquecimento (ou fansubados).

      Aliás… AB anunciou que vai fechar… Tormentas à vista?

  • L

    Pagaria sem dúvidas se houvesse uma boa relação entre custo x benefício, nesse caso como os fansubs distribuem gratuitamente, a qualidade teria que ser bem melhor, por exemplo sendo praticamente simultania, mas tem outro detalhe importante, a qualidade das conexões de internet no brasil está uns 10 anos atrasada em relação ao resto do mundo (Obrigado FHC e Lula) e perde todo o sentido pagar por streaming se você não consegue assistir em tempo real.

    • pedro

      a internet no Brasil ainda precisa avançar uns 5 anos pra ficar ”só” 10 anos atrasada, mas se vc morrar do lado de uma central digital já ajuda um pouco

  • Sobre os mangás… CDZ ainda vai acabar com meu salário… E ainda tem mais uns 4 títulos extra-CDZ que coleciono… Tá ficando difícil…

    Sobre o streaming…
    Pagar, eu até pagaria, mas iria depender dos animes exibidos, do preço, da velocidade de minha net, da qualidade em que receberia os videos entre outros fatores.
    Mas ainda assim continuaria assistindo (baixando) pelos Fansubs da net aí… Até pq sei que não serão todos os animes que a Punch!, por exemplo, disponibiliza que irá passar no streaming…
    Uma coisa que pagaria, com certeza, era um streaming também com novos animes já dublados (por exemplo, pegar Fairy Tail e dublar, exibindo o anime – sei lá numa frequencia de uma vez por semana – nesse novo método).

    Uma dúvida que vai surgir é em relação aos Fansubs. Será que eles ‘fecharão as portas’ graças ao streaming? Sinceramente, espero que não…

  • Anderson

    Não pagaria pra assistir no PC, prefiro os Fansubs.

    Já anime em dvd é outra história, compraria na hora!

  • pedro

    se fosse a Panini fazendo essa parceria eu até pensaria em ver como vai ser, mas sendo a JBC eu rejeito totalmente a idéia.

    • Ricardo FH

      Faz muito sentido essa afirmação, me fez rir bastante, pois é bem verdadeque a JBC tem o filme queimado, então nos causa certa desconfiança.

  • Aeons

    Se o valor não for exorbitante eu pagaria tranqüilamente, mas com uma ressalva, não sei exatamente como o Crunchyroll funciona, se é apenas o anime por streaming ou se é possível fazer o download do episódio? Eu por preferência detesto assistir coisas por steaming, prefiro muito mais fazer o download e assistir da maneira como eu quiser, pois por eventualidades da vida (trabalho, estudo e compromissos) muitas vezes não consigo assistir um episódio de uma vez só, apenas consigo assisti-los em partes. Por isso eu apoiaria a iniciativa se for possível de se fazer o download do anime que eu gosto.

  • Vou pegar Bakuman e R+V parte 2.

    Sobre o stream, se o que o Punch falou se concretizar, eu poderia tirar minhas dúvidas e ai sim decidir se pagaria ou não. Se fizerem um trabalho bacana, lançarem o episódio no minimo no mesmo dia, tiver a opção 720p, não fazerem as cagadas que fazem nos mangás e principalmente, se carregar beleza aqui, eu pago tranquilamente, apesar de não ter grana própria XD

  • Animaíaco

    Sou contra. Sou a favor da liberdade. Quando a Crunchyroll vier ao Brasil, provavelmente vai monopolizar tudo. Só poderemos assistir os poucos animes que ela disponibilizar, ou vocês acham que vão deter os direitos autorais de TODOS os animes que vemos por aí? E claro vai caçar todos os fansubs como cães. Esqueceram de quando bloquearam o acesso do YouTube no Brasil? Pois é.

    • pedro

      bem lembrado!!

  • matheus moura

    Minha mãe só pagaria uma coisa dessa se eu implorasse muito, e outra qual o preço médio desse serviço?? uns R$15,00?? porque tipow pagar 30 reais ou +, pra ver um anime no estilo de naruto, cheio de fillers, e ainda ter que aguentar minha mãe enchendo a minha orelha, osso!
    Pagaria, sim(minha mãe no caso), mas isso depende de três fatores
    1º) Preço;
    2º) Das séries disponibilizadas( Exemplo se eles seguirem, os lançamentos no japão, seria lindo, estaria ajudando os animes que eu gosto a continuar no ar, ainda incentivaria o mercado!!)
    3º) Respeito com os fãns, o que seria isso? A JBC tem um costume muito feio, se a popularidade de um Título cai, eles cancelam simplesmente, isso é desrespeito com fãns, por exemplo, por acaso, Naruto perde a popularidade e está com a audiência baixa, eles cancelam, já pensou?? E quem ainda gosta da série como fica??? Não vai ver o fim??

    PS: Não sei como funciona o serviço, mas eles poderia criar uma espécie de canal do Youtube onde a gente poderia ver as séries sempre que quiséssemos, seria ótimo!! Bom é isso dispensem os erros grotescos de português, se alguém relamene ler essa redação toda! hahaha xD

    • Dih

      A JBC nunca cancelou nenhum título nos mangás, só pra constar.

      • matheus moura

        de fato… cometi um equívoco na hora de comentar, queria generalizar, acabei apontando apenas a JBC!! de qualquer forma, me desculpe!

  • Pagaria com gosto! obviamente se for um preço acessível, para mim se custar até uns 20 por mês, seria um bom preço.

  • Ricardo FH

    Essa história do You Tube no Brasil eu nunca ouvi falar, mas voltando ao assunto do post, esse SS Next Dimension está para sair o nº 2? Mas eu nem vi o 1º, nem na Comix tem ( Não estou entendendo nada), e falando em Comix, a Fest Comix é sempre num fim de semana no meio de outubro se não me engano, é um evento pequeno se comparado ao Anime Friends, mas se o que te emporta mais (para mim pelo menos é) é comprar mangas em promoção então está ótimo. Aí vai uma dica (pelo menos aos otakus paulistanos): os mangas de alguns meses atrás eu não comprei nas bancas, pois o Anime Friends estava se aproximando, então fiz uma boa economia (apesar de que alguns mais novos tem o preço da capa), e se você comprar no Estande da Comix (não sei se tem um valor certo), eles te dão um cupom para comprar na Loja deles com 20% de desconto (a loja física deles fica Na Rua Alameda Jaú, perto da Av. Paulista, para mim que moro em Pirituba, fica bem longe, mas quando tem bastante coisa para comprar, e com desconto, vale a pena, aliás, atualmente podemos ir à quase qualquer lugar com o poderoso Bilhete Único. Está aí a melhor coisa inventada pela nossa querida ex-prefeita Marta, kkKkKkKk), só que a validade do cupom não é tão grande (no meu caso, consegui o meu dia 10/07, e tinha validade até 30/08), mas já dá para acumular uns magas e economizar uns contos (fiz um panejamento preciso e fui lá dia 27, economizei uns 20 reais, pois comprei Naruto, Naruto Pocket, Basilisk, Deadman Wonderland, Bakuman, Astral Project 3 e 4 que me faltavam, Fullmetal Alchemist nº1 (sim, o nº 1), Air Gear, e por fim a Revista Ação, totalizando uma boa economia do meu dindin). Como logo mais tem a Fest Comix, novamente vou boicotar as bancas e deixar para comprar lá mais barato, aí consigo mais um cupom, deixo acumular mais mangas, e então volta na Comix, e assim sucessivamente, rsrsrsrs. Espero que a dica tenha sido útil a alguém (no caso de edições nº1, talvez seja arriscado, melhor comprar logo, vai que some?)
    Falando em sumir, tempos atrás, comprei o volume 1 de Kimi ni Todoke, só para ver como era, pois não tinha intenção de continuar comprando, e mais tearde, mesmo em eventos, ou na Comix, não consegui achar o volume dois em lugar nenhum (aquele com a capa rosa),mas o nº 1 tinha, por que será? O 3 foi lançado a pouco tempo, também não tenho certeza da periodicidade dele mas, ela não está atrasado? Me parece que está meio esquecido pela Panini. E sobre a republicação dos Cavaleiros, não sei não, pois já tenho a coleção completa da conrad, só que a minha é a 2º edição, acho que de 2005. Resta ver se a qualidade vai ser boa, e o preço ( alguém saberia me responder o porque de os mangas dos cavaleiros publicados pela JBC serem um roubo? E o Lost Canvas não é 10,90 como está no post, é 12,90!!!
    Com relação aos Animes e tal, não pagaria não, pois gosto de assistir quando quiser, e reasistir (os únicos animes que assisti inteiros duas vezes foram Detroit Matal City, e Sora no Otoshimono, esse principalmente, é o único que me faz dar gargalhadas mesmo (tipo KkkKk), os outros só me deixamam sorrindo, mas o Tomoki é tão pervertido que me dá vontade de rir só de olhar, aliás, esse anime é bem Ecchi, tenha certeza de que não há ninguém próximo rsrsrs).
    Eu baixo tudo quanto é anime, tenho 190gb só de animes no HD (eu baixo em mp4). Eu baixo e consigo reproduzir no meu Xbox 360, pois baixei uma atualização opcional de multimidia, que reproduz wmv, avi e mp4, se não me engano. Ou seja, assisto no conforto do meu quarto, na minha bela TV 47″, podendo pausar quando quiser, quer coisa melhor que isso?
    Seria perfeito se ele reproduzisse MKV, mas de qualquer modo eu ia precisar de uma internet bem mais veloz (a minha é de um mega), e comprar uns HDs externos, mas a TV da sala reproduz, só não sei porque a legenda some, mas fica perfeito, dá vontade de chorar.
    E esses animes seriam dublados? Sou um daqueles que não consegue mais assistir animes dublados (como foi citado no post, a dublagem do Blue Dragon é péssima, mesmo não tendo assistido muito eu lembro claramente disso), só aqueles clássicos da infãncia (sei que muita gente tem nessa lista o Yu Yu Hakusho, mas esse não é da minha época, pois tenho 16, na minha lista entram apenas Dragon Ball e Pokémon, e acho a dublagem brasileira do Naruto muito boa, algumas vozes são até parecidas com as originais, como a do Kakashi e do Gai, mas a do Orochimaru não, o que é uma pena).
    Esse foi meu maior comentário até hoje, estou ficando assustado comigo mesmo, rsrsrsrs.
    Mas para encerrar, alguém mais além de mim percebeu que na capa do Bakuman o Takagi está segurando em baixo do braço o volume 53 do Naruto?
    E obrigado por mais esse ótimo post : )

    • Tiago Trojahn

      Se mantivessem o mesmo esquema que nos EUA, seria legendado (dublar algo demora…)

    • pedro

      tá saindo Deadman Wonderland por aqui?!?!?!?!?!
      maldita maceió, aqui ainda tá em Ga-Rei 03, Code Geass 5 e FT 9!!!
      alguém poderia me dizer em quais edições estão Claymore, Kekaishi, Air Gear, Black Lagoon, D-gray.man e Basilisk aí nas terras civilizadas? e se saiu ou tem previsão pra HOTD 7?

      • A__A

        compra pela net se for o caso…
        ou dá uma olhada nas bancas de revista em geral….varia de banca pra banca, pelo tempo de envio da distribuidora e numero vendas na banca
        ps: sou de maceió

  • Luciano Villanueva Nielsen Baptista

    Rapaz, eu pagaria so se as series q eu gosto parassem de ser legendadas por fansubs por causa desse bagulho ai. Sem contar q eu coleciono episodios de animes, entao significa q meu hobby de coleçao de animes estaria acabada. Eu ficaria muito irritado, mais pagaria se fosse obrigado e sim, seria do meu dinheiro(infelizmente). Mas se os fansubs continuassem a legendar eu nao pagaria por gostar de deixar os episodios guardadinhos no meu hd.

    PS: Eu sou o unico q gosta de guardar episodios como se fosse uma coleçao? Se nao, deixe uma resposta aki pra eu nao me sintir diferente =)

    • matheus moura

      eu tbem gosto, mas evidentemente apenas das séries que eu gosto! Tipo a série tem que ser muito marcante. Ex, evidententemente pessoais, Naruto, Toradora, Hellsing Ultimate, Gosick, AnoHana, Death Note, Bleach, DBZ, Soul Eater (embora o anime tenha me decepicionado em alguns pontos: SOCO DE CORAGEM), entre outros que tenhu salvo em hd e mídias externas! Em suma, vc nao é o único!

      • matheus moura

        Corrijo Mídia externa= Hd externo, é o sono voui dormir!

    • OoLoLz

      Eu tambem guardo todos os epis, tenho todos de One Piece, Fairy Tail, Digimon, entre varios outros. Gosto de reassistir, e minha net nao é boa, entao para mim nao compensaria assistir pelo Crunchyroll… Eu teria que baixar de algum lugar…

    • Ricardo FH

      Que nada, você não é o unico não. Eu também faço isso, tenho todos os do Naruto (tinha rmvb mas a pouco tempo baixei tudo de novo, um por um, em mp4, e não foi muito fácil por causa dos links quebrados, ter sido retirado do servidor etc, até porque já é antigo), todos do Bleach, Katekyo Hitman Reborn e por aí vai, tenho mais de 190gb de anime em mp4 no HD, é coisa pra caramba…

      • pedro

        eu tenho só 369GB de animes no HD, pouquinha coisa, kkkk
        pior q eu achava q tinha mais :p

  • Acredito que muita gente ira discordar de mim e falar que eu estou exagerando, mas o nível de demagogia que chegou no caso do Crunchyroll é absurdo.

    É muito bonito falar que tem valorizar o mercado nacional, o trabalho de quem realiza o projeto e que pagaria sem problema algum.

    O difícil é largar de ser hipócrita e levar isso para tudo! A música que você baixou ilegalmente sabendo que poderia comprar para justificar o trabalho do autor, o último capítulo de Bleach que você leu no CdM(Você vai Comprar o mangá também né?)e o filme que você está baixando via torrent.

    Por que você não pagou para o autor pelo serviço dele? Se alguém tiver um resposta coerente eu agradeço.

    Peço desculpa se alguém acha que fui arrogante e/ou chato, não estou generalizando(não conheço vocês para comprovar o que falo) só que já to cansado de ver gente que é contra a violência mas não ve nada de errado na pena de morte.

    • pedro

      oompro mangas q eu já li pela internet (Claymore, HOTD e DGM se 4 caps. contarem como ter lido a série) e vários dos quais eu assisti o anime lógicamente via fansubs (Basilisk, Code Geass, Black Lagoon, xHolic, Ga-Rei, Tenjo Tenge, Air Gear, FT …) agora nem eu nem ngm (acho) vai sair comprando coisas q ñ gosta só pra dar apoio e mais importante nem td mundo tem dinheiro sobrando pra comprar um monte d mangas (eu msm me abstive d comprar quase meia dúzia d títulos do ano passado pra cá) e além disso o apoio nem sempre é merecido (por exemplo Bleach ñ merece o gasto do meu dinheiro).

      qnt as aoutras questões: dinheiro da venda d CDs e DVDs pra músicos hoje em dia são o troco da pinga o q dá dinheiro é fazer show e aparecer na TV/eventos/etc. qm ganha muito com isso são as gravadoras q pode terminar o contrato com o músico amanhã e aí??
      já os filmes muita gnt q baixa por torrent já é gnt q d um jeito ou d outro ñ vai pro cinema assistir o filme então ñ fazem diferença, se eles realmente perdessem muita coisa eles se empenhariam mais em previnir isso

      a parte da pena d morte eu realmente ñ entendi a referência.

  • Compensaria pagar para ver um anime q não lhe agrade? acho pouco provavel, e tem mais duvido q alguem pagararia para ver o anime pela segunda vez, mesmo q todos os fansubs ingles ou BR parassem de lançar os animes(One piece no meu caso unico anime eterno q acompanho) eu acho q sobreviveria so com o manga pois tem muitos animes q não me agradam. so q se eles quando comessarem lançar so animes estréias acho q eu pagaria para ver novidade acho viavel pagar mesmo não sabendo de onde tirar o dinheiro.

  • Se não vou um exagero concerteza pagaria, e teria de ser eu mesmo, ja que meus pais num apoiam muito isso, bando de bakas ¬¬
    Gosto muito de fansubs, mas se isso acontecer vai ser otimo =]

  • ahhahahah

    Pagaria numa boa afinal se mantiverem o preço que tem lá no site do crunchyroll.com não deverá passar de 15 reais.

    E R$ 15,00 é o preço do next dimension… então acredito que quem não quiser pagar pq é “caro” ou não “vale a pena” é conversa de otaku amarrado

    • pedro

      conversa d otaku amarrado nd, o q vale a pena pra vc pode ñ valer a pena pra mim!! e aí como faz Mr M????

  • Bruno

    Pelo valor de R$ 15,00 pagaria sem nenhum problema, pois dessa forma tenho a conciência de que estaria dando suporte à industria dos animes e motivando-os a produzir animes ainda melhores. Acho que todo mundo tem que ter esse conciência.
    Agora, tenho que dizer também que por um preço superior a isso ficaria, na minha opinião, inviável para alguns e até para mim, pois muitas pessoas dependem dos pais para pagarem ou acompanham apenas um anime, como no meu caso.
    Num preço justo, sou totalmente a favor do crunchyroll se instalar no brasil e pagaria sem nenhum problema.

    • Lucas

      Acho que você quis dizer: “motivando-a a fazer animes que VENDEM”

      • Bruno

        obrigado por corrigir, escrevi enquanto estava no trabalho 😉

  • Tronsty

    Mal posso esperar por Rosario + Vampire II… Realmente a história está mais focada na ação e na minha opinião está muito bom, várias lutas que bateriam em grandes shounen por aí, sem falar no ecchi, que pra quem é fã não deve faltar… Moka é linda e ponto…

    • malzuss

      Eu axo q pagaria tmb mas ia depender muito de qual anime saisse.

  • Pagaria, mas depende do preço e da qualidade.
    Tem algumas coisas que acho que a tradução oficial brasileira perde para as dos fansubs, como a tentativa de substituir as terminações -san, -sama, -chan que vem no fim do nome, ou inverter a ordem sobrenome-nome que se utiliza no Japão.
    Se realmente fosse um lançamento quase simultâneo, não teria problemas de pagar.

  • aqui na minha cidade code geass ta no 5, rosario+vampire ta no 10, hikaru no go no 13 e ga-rei no 3, chorei sangue por morar na roça Ç_Ç

  • Um dos possíveis grandes problemas dessa parceria entre JBC e Crunchyroll se chama: Marcelo del Greco. Depois de algumas traduções e adaptações no mínimo estranhas em mangás da JBC, não dá pra confiar que essa nova parceria nos traga boa qualidade em legendas.

    • Yato

      Nao acredito que é ele que faria as traducoes, e a traduçao dele é uma adaptaçao para o portugues, oque pelas normas de uma adaptaçao esta correto, tirar -san -kun. porem a maioria nao gosta.

  • marco

    Eupagaria, mas se tivesse opcao de ver legendado ou dublado, fosse um preco razoavel, e se eu pudesse ver a quaquer hora e se os eps ficassem sempre disponiveis, o lado bom e que estariamos ajudando a industria.
    Por que faz mais de um ano que espero a continuacao de hajime no ippo e o japas nada. Quando se paga pra ver, vc pode reclamar.

  • Luciadas

    Eu “pagaria” , que lindo estas palavras. Quem acompanha o minimo
    de jornal. Sabe a guerra de conflitos políticos que sofre nossa banda
    larga. Nos E.U.A Fansub pode até morrer. Mais la o buraco e mais
    razo. Aqui no Brasil o buraco e mais embaixo. Isso até que e uma
    iniciativa interessante. Porém camuflado com interesses.
    Antes dos alguns criticarem fansub, ou quem trabalha com DVDs etc.
    Devem primeiro parar de comprar chaveiros, camisetas , bottons
    que não são oficiais ou que possuem nota fiscal.
    Essa ideia chego uns 4 anos atrasadas aqui. Brasileiro gosta de
    vida fácil. Gosta de estar sempre ganhando mais que o outro.
    O fansub foi enraizado nos dedos das pessoas. E um costume difícil
    de ser retirado agora.

    • Yato

      “Brasileiro gosta de vida fácil.”
      concordo.

      “Nos E.U.A Fansub pode até morrer. Mais la o buraco e mais razo. Aqui no Brasil o buraco e mais embaixo.”
      Penso o contrario. fansub nunca vai morrer, do mesmo jeito que existem jogos e filmes pirata por ai. e nos EUA a cultura scan/fansub é muito mais intensa que aqui. lembre-se o brasil é consumidor de tudo nos eua em termos de scan/fansub, a traducao é feita do ingles e nao do japones, fica a dica.

      • pedro

        equivoco seu colega, alguns fansubs tem partes dos seus projetos traduzidas diretamente do japonês sem falar nos subs q faziam isso qnd eram ativos e os q faziam qnd tinham tradutores d jp-pt.

      • Yato

        quantos fazem jp/pt? 10%? acho dificil chegar a isso. o mundo todo consome de fansubs dos EUA.

  • Bem,a cultura japonesa se dissipou em terras brasileiras de forma mais rápida nos últimos anos,mudando a forma com que lidamos e absorvemos suas obras.Se tornou simples encontrar na grande rede conteúdos deste gênero.Muito disto deve-se ao extraordinário trabalho de alguns por sinal ótimos fansubs.Que mudaram a cultura dos arquivos digitais de forma extraordinária.
    O anime vem perdendo cada vez mais seu espaço na programação da TV aberta brasileira.Porem na internet acontece exatamente o inverso,sua popularidade nunca foi maior.Talvez pensando nisto que surgiu a idéia de trazer um Streaming oficial de animes para o Brasil,visando um possível mercado do gênero por aqui.Adianto que não me agrada a idéia de pagar para assistir meu animes favoritos,acho que este tipo de serviço caso venha,possa enfraquecer a cultura do anime no Brasil,visto que produtos como o mangá e etc nunca foram tão bem aceitos como agora.O fato de poder baixar gratuitamente o anime transforma a obra por um todo mais popular.
    Analisando desta forma,em breve até mesmo sites como “Centraldemangas” e “Mangasproject” do qual sou fã e usuário,poderiam perder seu publico.Dificilmente eu continuaria a acompanhar mangás do qual o anime terei que pagar mensalidade para ver.Muito menos continuarei a comprar os lançamentos.Já que no Brasil o anime chega muito antes do mangá.Se já nos passa despercebidas muitas obras interessantes,só irá aumentar à lacuna do que é lançado no japão e conseqüentemente aparece por aqui.Vamos continuar reféns de formatos como o meio tankobon que tanto maltrata os fã do mangá no país.
    Por isso sou contra Streaming no Brasil,até que me provem o contrario.

  • Yato

    chega a ser ridiculo a apologia a pirataria e meios ilegais. quando voce (talvez) conseguir fazer algum trabalho e quiser vende-lo voce pensara 10 vezes antes de ter essa opniao. se nao, vem limpar a minha casa de graça enquanto eu assisto meu anime baixado da internet sem pagar nada.

    Mesmo que exista o lado pirata, acredito que existem pessoas que realmente nao podem pagar e isso é o unico lado bom, a disseminacao de conteudo. tudo que é bem feito merece o seu reconhecimento.

  • Desde que comecei a legendar animes (e eu legendava em VHS, algo que muitos de vocês só viram em fotos ou pegando pó na casa da vó), sempre sonhei em um dia parar de legendar pois o Brasil não precisava mais de mim. Na época éramos “clubes”, não fansubs (nome que herdamos dos EUA quando os animes passaram a ser traduzidos e disponibilizados de forma digital), e cada clube nascia com o único objetivo de apresentar animes para os seus membros. A gente vivia sonhando, coisas como “nossa, imagina se um dia a gente liga a TV e tá passando anime lá?”, ou “imagina se um dia a gente vai na loja e tem anime pra comprar em fita?”, ou ainda “imagina se um dia Dragon Ball chegar nas bancas e vender mais do que Homem Aranha?”.

    Pois é, muitas dessas coisas aconteceram!

    O próximo, se o kami-sama dos animes colaborar, será a chegada dos animes de uma forma oficial e simultânea ao Brasil. Quando isso acontecer, vou abrir minha carteira e pagar esses R$15 ou R$20 com gosto, pois é MUITO MENOS do que eu gasto para legendar! hahahahah… Incrível, né? Mas é verdade… =D

    Mas vou adiantar dois pontos pra vocês já irem se preparando:

    1) não haverá opção de download: sério, se houver download, o João-kun baixa, upa no megaupload e 99% das pessoas cancelam sua assinatura no outro segundo.

    2) não haverá dublagem: dublar um anime é muito mais caro e mais demorado do que legendá-lo. Pensando em laudas, um tradutor cobraria cerca de R$ 300 por episódio (incluída a temporização), enquanto cada dublador furreco cobraria, pelo menos, R$ 60 por hora em estúdio. Quanto à demora, dublar um anime não é compatível com esse ideal de transmissão (quase) simultânea, a menos que realizem um esforço homérico, carérrimo e, no meu sentir, inútil.

    Enfim, aguardo cenas dos próximos capítulos! Da minha parte, qualquer empresa que assuma um projeto desse tamanho pode contar comigo pendurando minhas chuteiras.

  • Espero que R+V Capu2 continue no japão…
    Vo comprar aqui *-* 130,80 reservados pra eles *o*

  • Pingback: Checklist – Ranma 1/2 volta às bancas e Holic chega ao fim em Outubro na JBC | Chuva de nanquim()

  • Pingback: OFICIAL: Crunchyroll chega ao Brasil com Un-Go! | Chuva de nanquim()

  • Pingback: OFICIAL: Crunchyroll chega ao Brasil com Un-Go! (AT) | qgentretenimento()

  • Ga-Rei era pra ter terminado no vol 7.

  • que droga nunca encontrar o volume 38 de xxx holic D= não tem um para vender não?