Dicas de importação de mangás #02

Mais uma leva de mangás para você importar!

Começando o segundo post das dicas de importação, e aproveitando o dólar baratinho (quem dera, espero que ele caia logo), hoje teremos CLAMP! E também belíssimas edições de luxo, coisas que não vemos muito por aqui no Brasil!

Nota: vocês notarão que alguns volumes estão com o preço um pouco mais elevado do que o preço de capa, isso acontece – normalmente – quando o volume está ficando com poucas unidades.

Clover

Dados técnicos:

Editora: Dark Horse
Preço:  $19.99
Volumes:  1, finalizado.
Formato: Omnibus 4 em 1
Páginas coloridas: Sim.

Cesta de compras

Clover se passa num mundo futurístico onde existem crianças conhecidas como “Clovers”, essas crianças possuem o poder de controlar a tecnologia e por isso são perseguidas pelos militares. Sue é a protagonista da série, ela foi presa para evitar seu contato com humanos. Sozinha, a garota apenas deseja alguém para lhe fazer companhia – e realizar seu desejo de visitar o “Parque das Fadas”. Assim, Kazuhiko, um ex-militar, se encarrega de cumprir essa tarefa. Conforme a história se desenvolve vamos vendo a ligação que existe entre os dois personagens.
Clover possui uma ambientalização bem diferente do comum, o grupo dessa vez utiliza um interessante recurso de falta de cenários. Quase todas as cenas possuem somente um fundo branco,  haters podem vir dizer que foram preguiçosas, mas quem costuma ler CLAMP sabe que não foi o caso de Clover. Esse recurso passa um interessante clima de melancolia para a série, somado ao cyberpunk presente, o resultado vale a pena ser checado.
Clover é um mangá que tem certa discussão sobre ter um final ou não, por ter ficado algumas coisas pendentes na série, as pessoas costumam se referir a ele como se tivesse sido cancelado no japão. Não sei até onde foi um cancelamento ou se elas simplesmente quiseram deixar em aberto (lol), mas isso com certeza não é impedimento para comprar esse mangá. Essa versão da Dark Horse é bem caprichada, as folhas são branquinhas e tem muitas páginas coloridas, passa tranquilo de 20. A única reclamação que eu teria sobre o tratamento físico dessa versão é que, o meu volume pelo menos, deu uma leve marcada na lombada, é um pouco feio vendo de perto. Isso nunca tinha acontecido com nenhum omnibus que eu tenho.

X

Dados técnicos:

Editora: VIZ
Preço:  $19.99
Volumes:  1, em andamento.
Formato: Omnibus 3 em 1
Páginas coloridas: Sim.

Cesta de compras

X se passa num tempo apocalíptico onde o fim do mundo se aproxima. Existem dois poderosos grupos, um deles quer a salvação da terra e o outro sua destruição. No meio dessa guerra, o jovem Kamui se vê obrigado a decidir a qual dos grupos se aliar, pois uma poderosa vidente diz que ele é a chave para o futuro da humanidade. Devido a sua vontade de proteger as pessoas queridas para ele, o jovem decide por salvar o mundo. Mas isso não garante a salvação da terra, pois Fuuma acaba por se tornar um novo “Kamui” e se alia àqueles que querem a destruição do planeta.
Em X, o CLAMP mais uma vez mostra que devemos esquecer todos nossos (pré)conceitos sobre shoujo e shounen. Se não saísse na Asuka não duvidaria se alguém disesse que é um seinen.
A VIZ agora está lançando essa edição omnibus de luxo. Simplesmente linda a edição, consegue ser superior ao selo VIZBIG. O mangá tem orelhas e páginas coloridas exclusivas que não saíram nem na versão japonesa. Quem quiser aproveite pois só saiu um volume, e parece que serão umas três edições por ano, pegando em pre-order não fica pesado no bolso.

Wandering Son

Dados técnicos:

Editora: Fantagraphics
Preço:  $19.99
Volumes:  2, em andamento.
Formato: Tankobon
Páginas coloridas: Sim.

Cesta de compras

Wandering Son (Hourou Musuko) conta a história de Shuichi Nitori, um menino que quer ser uma menina; e Yoshino Takatsuki, uma menina que quer ser um menino. Os dois são estudantes da sexta série e acabam por se conhecer. A história nos mostra o dia a dia dessas duas crianças, como eles vão enfrentando a vida de frente a quem eles são. A autora, conhecida no japão por seus trabalhos envolvendo o tema LGBT, trata com muito tato um tema tão pouco discutido hoje: transgêneros. O mangá recebeu bastante atenção nos EUA com muitas críticas positivas, ganhando inclusive diversos prêmios e nomeações. Leitura obrigatória para os que gostam do tema e, principalmente, para os alheios ao assunto.
Quanto à qualidade física do mangá, posso dizer que é a melhor edição de mangá que eu já vi. E eu tenho diversos mangás, em diversos formatos de diversas editoras (no que diz respeito a importados). Acabamento de livro, capa dura, páginas coloridas, folhas resistentes. Só tendo em mãos para entender o que eu digo. Então com certeza o preço vale a pena, a série está no início recém então quem quiser comprar vai poder fazer pre-order dos próximos volumes. Eu entrei em contato com a editora e eles informaram que lançarão uma média de 2 volumes por ano, então também não fica pesado no orçamento.

Fique agora com a galeria de imagens dos mangás.

por Trunqs

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Mari

    Gostei das dicas, eu adoro CLAMP *-*

  • Smolder

    Post Muito bom mesmo!

    A arte do CLAMP é muito bonita.

    =°)

  • Encomendei X:3-in-1 já *-* Vai chegar amanhã. Estou ansiosa depois de ver as fotos.

  • dragomx7

    um manga lindo que ainda quero importar é Karakura doji Ultimo
    do Takei e do Lee

  • to interessado em X
    mas to sem grana
    um dia ainda comprarei (nem q demore anos kkk)

  • De fato não vemos ess aparte de luxo da Clamp por aqui… o que é uma grande perda, pois nossa olha isso, lindos demais. Realmente vale a pena importar mangás mesmo que pese um pouco no bolso e demore um pouco para chegar, vale a pena!!!!!A se vale!

  • Só preciso que chegue a Páscoa para ter um cartão multibanco :b

  • Koyuki

    Uma dúvida, alguém pode me dizer se One Piece da Viz também sofre com censura?

    Sobre a matéria, até comecei a ler o X, mas não gostei, chegou uma hora que não aguentava mais eles ficarem repetindo “O mundo vai acabar…”. Mas a arte é linda realmente.

    Wandering Son, não curto muito o tema…

    Clover, a história parece ser legal, mas XD vc colocou tantos pontos negativos que fiquei com um pé atrás…

    • A única coisa ruim que achei de Clover é a lombada, depois dei uma pesquisada e vi que não é um problema exclusivo do meu volume. Clover tem problema de rachar a lombada se não cuidar muito, infelizmente.
      Pelo menos isso não é corrente nos outros mangás omnibus.

  • Pessoal quando vai sair o checlist da panini e da jbc? Ambos já estão disponiveis. Estou pedindo porque adoro os checlist comentados de vocês. Grande abraço e muito sucesso em 2012 no chunan!!! o

  • Felipe

    Gostaria de saber se a BD demora muito para postar os mangás?
    Fiz minha primeira compra lá domingo à noite e até agora não postara, sendo que o prazo para postarem é de 48 horas.
    Não que eu esteja preocupado, pois falam muito bem do site, eu só queria saber se demora assim?

    • Então, demora de uns 2 ou 3 dias úteis. Às vezes pode acontecer de demroar um pouquinho mais. Mas pode ficar tranquilo que em breve devem lhe enviar já.

  • Sakurazuka1

    Sou o único que não gosta de omnibus, acho ridículo esse tipo de versão. A qualidade é ótima e tudo, mas não consigo gostar desse negócio de 3 em 1 ou 4 em 1.

  • X – Belas páginas, belo tratamento da Viz com o mangá (também, é o único CLAMP deles, então devem aproveitar isso). Achei que seria desperdício de dinheiro, mas valeu cada centavo. O único problema IMO foi o material da capa, que deixa marcas de dedo e suor.

    Clover – Não tive esse problema com a lombada, Trunqs. Mas isso deve ser pela gramatura absurda da página, pra não ficar transparente, já que Clover tem aquela arte toda limpa e vários quadros completamente brancos. Se fosse da mesma gramatura que o de X da Viz seria um problema. Rolaria até gente pisando e postando no Youtube. xD

    Ótimo post, esperando pelo próximo. 🙂

  • Ah, e outra coisa sobre o X da Viz é que o segundo estava programado pra fevereiro (inclusive no final do primeiro volume) e foi passado pra abril… Viz, a JBC deles.

  • Allan Ramos

    Nossa, muito legal *-*. Gostaria que vc fizesse do Akira,Dragon Ball,K0uroshitsuji e Evangelion

    • Smolder

      ² Concordo seria ótimo.

  • Allan Ramos

    Vejo isso e lembro dos bons tempos da Conrad. Ai…

  • Jr. Almeida

    Eu tenho “X” (versão brasileira) completa!! É uma das coleções de que tenho mais orgulho, depois de Sakura Card Captors, mesmo não estando completa. “X” tem uma estória muuuuuito legal, as únicas coisas que não gostei foram a infinitas vezes que os personagens falam: “O fututo já está decidido!”. E as partes ‘Yaoi’ do Kamui/Fuuma e Subaru/Seishiro e ainda Kamui/Subaro. Mas tirando isso, é um dos melhores mangás da CLAMP.

  • Aline Goncalves

    Que diferenca dos mangas brasileiros, todos tem paginas coloridas!!!!

    Adorei as dicas, pois ainda nao li nenhum deles.

  • Weslly ishida

    Como faso para compra um?

  • Depois disso está decidido. Não compro mais nem um mangá brasileiro além daqueles já bem adiantados, como Bleach e Naruto (Basilisk que falta 2, e NHK que falta 1).
    Fugindo um pouco do assunto, tenho que dizer que Black Bird (é publicado pela panini, e está no volume 10, sendo bimestral), é um dos melhores mangás que descobri recentemente. É shoujo, mas também me tira várias risadas….

    Se alguém puder me responder, como costuma ser a periodicidade nos E.U.A. de títulos como Naruto, Bleach, Air Gear (tenho até o mais recente da Panini, que é o 6, mas como já passa dos trinta no Japão, vou deixar para importar um dia), Katekyo Hitman Reborn! Bakuman, entre outros?

    Obrigado e Ótimo Post como sempre. ChuNan melhorando a cada dia…

    • A periodicidade lá depende bastante da editora e do título. Mas o mais comum é ser bi ou trimestral. (Naruto é trimestral, os outros tem que checar no site da editora)
      E Reborn está paralisado nos EUA, não sei se vai voltar.

      • De certo modo é até bom, pelo menos para o bolso.
        Obrigado.