Primeiras Impressões – Zetman

A versão animada da obra máxima de Masakazu Katsura chega para ser um dos animes mais esperados do ano.

Falar de Zetman pra mim era um dos momentos mais aguardados da temporada. Sou um dos maiores fãs do mestre Masakazu Katsura e obviamente era um dos que mantinha um hype grande pela estreia desse anime. Zetman é considerado por muitos a obra máxima de Katsura, mesmo ele já tendo feito grandes obras como Video Girl Ai, I’s e D.N.A.². O mangá é publicado desde 2002 na revista Young Jump da Shueisha e já passa dos 16 volumes lançados.

O anime foi lançado no último dia 2 de abril e uma grande expectativa era feita sobre a série até mesmo no Japão, com grandes propagandas, festas, comemorações e tudo mais que o autor tem direito. Porém, o pé atrás também existiu: será que Zetman conseguiria ter uma adaptação que fizesse frente ao mangá? Será que a estreia correspondeu as expectativas? É o que você confere agora.

A história

Em uma sociedade onde o luxo e a riqueza imperam, cientistas criam criaturas monstruosas conhecidas como “Players” que lutavam entre si e satisfaziam as apostas da alta sociedade. Porém um dia esses Players se rebelam contra seus criadores, matando todos os que estavam no local do “show”. Apenas 13 Players e 2 humanos conseguem escapar vivos. Um desses humanos, Kanzaki, leva em seus braços uma criança que guarda poderes ocultos. Anos se passam e essa criança chamada de Jin, vive nas sombras de um passado sem pais, e somente com as lições de vida de seu “avô”, que sempre o ensinou a não usar a violência e a esconder a marca em sua mão, o chamado “anel de anjo”.

Porém, o outro sobrevivente, Mitsugai, continua sua incessante busca por Kanzaki e a ganância pela retomada do projeto dos players. Um dia, uma misteriosa criatura aparece e mata Kanzaki, deixando Jin sozinho e em sua jornada na qual começa a se descobrir ao lado de Akemi, uma garota que começa a cuidar do garoto após a morte de seu avô. Porém um dia Jin e Akemi são atacados, despertando o  verdadeiro poder do garoto e percebendo por si só que não é um humano comum, se transformando em uma criatura poderosa e misteriosa. Quem será Jin? O que serão seus poderes? O que Mitsugai quer com ele? Tudo isso somado a uma amizade de infância de Jin com os netos de Mitsugai – Kouga e Konoha – transformam Zetman em uma das melhores séries de ação e ficção que você poderá conferir.

Considerações Técnicas

Posso resumir essa estreia de Zetman da seguinte maneira: Não foi o que eu esperava, mas também não me decepcionou. Mas já quero deixar avisado de ante mão: se você leu o mangá, provavelmente poderá se incomodar com esse anime. Digamos que o primeiro episódio englobou uma grande parte do início da série, apresentando personagens que só apareceriam em um futuro bem distante – no caso o principal vilão desse anime. Essa “aceleração” dos fatos foi feita de forma um pouco rápida demais para alguns, mas não é algo que fará a pessoa se afastar da série, principalmente se ela não teve contato com a versão em quadrinhos.

Nesse primeiro episódio, percebemos que Zetman contará com uma boa tomada de ação, mas tentará explorar também o interior de cada personagem. Não é uma série “feita para chorar” como um Ano Hana, mas conseguiu ser coerente nesse quesito. Não ficou nada forçado ou “obrigando” o telespectador a se emocionar com o anime, dando uma fluidez muito boa para os aproximados 22 minutos de episódio.

Quanto a animação do estúdio TMS (o mesmo de Lost Canvas), ficou bem claro aqui que o grande foco serão as cenas de ação e batalha. O restante da série é levado de maneira “comum”, hora com algumas passagens estranhas nas faces dos personagens, mas também não é nada comprometedor, digamos que “assistiveis”. Porém realmente percebe-se que a verba foi investida para as cenas de grande notoriedade, como a transformação de Jin e as lutas (que tiveram uma direção bem legal, por sinal).

A trilha sonora do anime também ficou bem no ritmo da série. Nada estupendo, mas também é ser muito “mimimi” pra reclamar. Tudo ficou bem ambientado e dá pra sentir o clima de Zetman mesmo sendo apenas o primeiro episódio. As dublagens ficaram bem encaixadas com os personagens (destaque para o Jin, que conseguiu passar bem o jeito “moleque” do personagem quando criança) e não destoam do que imaginamos.

Porém, como eu disse, se você já leu o mangá vai sentir uma pontinha de decepção. O traço e a forma como Katsura desenvolve seu enredo e seus personagens, dificilmente conseguiriam ser transmitidos para uma animação. Ele tem muito disso de “encarnar” no traço, algo que em um anime dificilmente você sente com o mesmo impacto quando é uma adaptação.

Talvez o grande ponto de reclamação do anime tenha sido sua abertura. Apesar de contar com uma animação muito legal, fazendo uma mescla bacana entre as cenas e a música (uma espécie de “rap pop” japonês), o conceito geral dela acabou destoando da ideia da série. Não combinou com a ambientação de Zetman e o clima da série, por isso o grande número de reclamações sobre a mesma.

Comentários Gerais

Como eu disse, foi uma estreia de nível “OK”. Não comprometeu para aqueles que não conheciam a série, mas desagradou em partes os fãs do mangá, como já era esperado, afinal em mais das metades das adaptações temos esses problemas. Porém acho meio besteira esses mesmos fãs dizerem “Larguem esse anime e vão ler o mangá”, por que afinal de contas se a pessoa se interessar pela série, em um caminho natural ela acaba partindo para o título quadrinizado.

Em uma relação de semelhança, tivemos isso com Deadman Wonderland e Highschool of the Dead, quando suas adaptações em anime ajudaram a popularizar as obras, obtendo uma maior procura pelos mangás dos mesmos (sendo inclusive lançados no Brasil pela Panini). Acho o anime válido nesse quesito, mesmo que ele seja um fiasco nas vendas (o que eu acredito muito). É a chance das pessoas conhecerem uma obra que era muito desconhecida – porque sim pessoas, por mais que não queiram admitir, muita gente só ficou sabendo da existência de Zetman após o anúncio do anime.

Com toda certeza teremos uma série de 13 episódios em aberto, provavelmente sem esperanças para uma segunda temporada. Com certeza teremos muitos que chorarão ao perceberem isso só no final, e novamente reafirmo que a procura pelo mangá aumentará muito. No Brasil, aposto em um efeito disso nas bancas, com um provável lançamento da série em um futuro não tão distante.

No mais, uma série bacana de se acompanhar para quem gosta desse gênero de ação. Apesar da censura, já deu pra ver que uma certa quota de sangue marcará a série de TV, o que apreenderá muita gente – afinal sangue sempre é atrativo, confessem. Vamos esperar para ver como se desenvolverá o anime e como eles tratarão essa “aceleração” que tivemos logo de cara no primeiro episódio. Torcemos para um final feliz, ou pelo menos para um final coerente. Katsura implora.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Marcos Correia

    Se é pra perder tempo baixando alguma coisa, na dúvida, fique com o manga, que é ótimo.

  • KerigmaZangeto

    Vi o 1° episodio e achei bom demais, espero que continue assim =]

  • Confesso que estou com um pé atrás com o anime, depois de ler as primeiras impressões…mas vou tentar acompanhar fielmente o anime.
    Não tem como nada baseado em Zetman, ser ruim, não é?! O.o
    (espero)

  • hajimee

    cara, baixei o 1º epi todo empolgado, mas que merd*!!!! mudaram a história totalmente!!!!No mangá.o Kouga nem tinha ideia de quem era o Jin!!!O kanzaki morre sõ depois de dar a lição do dinheiro pro jin.A “falha” morre de uma maneira bem diferente, o haitani não aparece agr, as cenas são bem mais dramáticas….Enfim, acho que não vou nem acompanhar mais, pq conseguiram estragar, pelo menos pra mim, a história toda…Como um fã do mangá, estou abominando essa adaptação….

    • Malu

      pow eu tinha ficado toda feliz quando falaram que ia lança o anime..mas quando fui assistir…pensei mudo tudo, que merda essa do Kouga conhecer o Jin criança …. mas, ai pensei, pow eles tiveram que adaptar pro anime é censura muita coisa…ai minha mente falo continua assistindo, ainda pode melhora… parei no 3 episodio, de raiva mesmo, e pq nao tinha aguentado essa bosta…..pra te ideia eu to acompanhando o manga em Japonês (mesmo nao entendo quase merda nenhuma), mais o manga e muito, mais muito melhor que o anime.

  • Kurama

    TMS? tá tranquilo então.
    O problema seria se fosse a TOEI, aí desandaria tudo.

  • Excelente review!
    Já tinha assistido o episódio e posso dizer que foi satisfátorio… Nunca tinha lido o mangá nem ouvido falar, mas acho que essa série realmente será um dos destaques da temporada.

  • 11 capítulos do mangá em um único episódio do anime
    Anime terá 13 episódios.
    Rape! Rape! Rape! Rape! Rape! Rape! Rape! Rape!

  • Mateus

    Bah, eu nunca li o manga de ZETMAN, mas estava super ansioso com esse lançamento, e adorei o anime, a parte visual,mesmo que me lembre um pouco de T&B , OSTs, o ritmo, os mistérios apresentados, a temática, personagens, inclusive o encerramento, ou seria abertura? Gostei da musica e a quantidade de personagem aparecem no encerramento, gerando uma curiosidade para o futuro.
    A unica coisa que posso comentar sobre o manga, que dei uma foliadas depois de assistir ao anime, é que fiquei assustado na quantidade de capítulos que engloba esse primeiro episodio. Assim que acabar esses treze episódios irei começar a ler o manga desdo começo, mas por enquanto irei curtindo o anime.
    Essa situação com quem já leu o manga é fato quando se fala de adaptação, meu exemplo mais recente é o Toriko, que eu gosto muito e esperei pelo anime, mas me decepciono demais, seja pelos fillers, pelas dublagens. Agora estou esperando Medaka Box, que é outro manga que eu adoro, mas posso não gostar do anime por ter lido o manga antes.

  • icaro

    Vou assistir para ver si è tao bom mesmo…

  • Apartir do momento que voce disse que era do autor de DNA², eh garantido que assistirei xD

  • Seguindo o link do meu nome (aí em cima), tem a minha opinião sobre a série. Mas,de forma geral, suspeito de séries hypadas demais.

  • T

    Confesso que nunca li o mangá, mas fiquei interessada no anime quando foi anunciado, e pela review me pareceu ainda mais interessante. Vou esperar sair mais alguns episódios antes de começar a assistir, e se gostar, vou mesmo atrás do mangá, ainda mais depois de tantos comentários sobre como o mangá é melhor.

  • mateus

    fiquei incomandado com anime, pra mim foi um monte de coisa jogada na sua cara quase sem roteiro. porem o mangá é muito bem trabalhado, e faço uma pergunta… a primeira pagina o mangá. que é incrivel, pq não colocaram pra aumentar o suspense no anime?????

    • Piá

      muuuuito provavel… o anime termine diferente do mangá… a pagina do inicial do mangá seria algo mais pro futuro. Bem… é isso q imagino…

  • Rayovac

    Falando por mim, Zetman foi sem duvida algo fantástico, eu não posso avalia-lo como um anime normal como qualquer outro, ele tem um ar de jogo de video game (eu odeio fazer comparações de anime com video game mas realmente senti essa impressão), ele não tem aquele clima de que sera algo focado nos diálogos e sim de um anime que tem seu foco na pancadaria frenética, não que isso sirva de desculpa para as falhas em alguns quadros, mas ele tem seu charme mesmo quando erra.

    Interessante também é a questão dos personagens, sabe eles são bem… caracterizados eu acho, não sei qual palavra devo usar, mas tipo eles são bem feitos tem sua identidade própria.

    Também não podemos jogar fora o enredo, só porque o anime tem ar de pancadaria, mas é bem elaborado sim, eu sei que é uma obra de um mangaka, então na questão enredo todos os créditos vão pra ele, mas toda a trama realmente parece caminhar em um ritmo mediano, o que é perfeito para o estilo pancadaria.

    Eu sei que minha analise tá bem pessoal, mas não consegui falar de Zetman de uma maneira geral, só o nome do anime já me agrada, e pelo menos ele teve um primeiro episódio que me prendeu do começo ao fim, coisa que não acontecia a tempo em animes assim. A maioria dos animes dessas ultimas temporadas vem tendo o problema de começar ruim, e ir ficando melhor com o tempo, coisa que em Zetman já começa bom e tem tudo para ir muito além.

    Não sei quanto a vocês mas nesse primeiro episódio da ares que ele poderia participar daqueles anime gigantes como Yu Yu, Hunter etc, claro talvez esse nem seja o foco deles, eu nem olhei o calendario dessa temporada ainda, mas o que importa é que ele tem bom ares e trás vida nova a animes desse gênero.

    A indústria de animes tava precisando desse respiro, um anime que venha de um manga de peso com uma história nova, com um manga já popularizado e com um preço de investimento baixo, realmente Zetman me surpreendeu por tudo o que apresentou nesse primeiro episódio.
    Claro talvez não a todos, mas essa é a minha opinião, eu sei que a mil coisas que até eu discordaria se olhasse no geral, mas pensando pelo lado pessoal é bem o anime que eu estava buscando nessa temporada.

    Sem mais,
    Rayovac!

  • J. César

    Dih, aprovaitando o termo “Anime” de modo geral, quiria tirar algumas duvidas! Os animes no japao tem essa grande repercussao mesmo? outra coisa, acho q uma boa parte da tv japonesa é feita de animes, acho q quase td emissora exibe animes né? isso inclusive deve gerar muitos empregos, para dubladores, e creio eu q nemhum anime é exibido em horario “nobre” ou tem? pra resumir, os animes sao importantes mesmo por lá?

  • Apreensivo pelo primeiro episódio…Estou lendo o mangá e percebo que haverão cortes imensos no enredo do anime…

  • Piá

    cara… pra ser sincero eu me decepcionei com o anime. Mesmo esperando algo como freezing q foi feito basicamente para divulgar o mangá..

    Esperava q pelo menos seguisse o mangá a um ponto mais fiel… =/ não contar tudo de uma vez só… dar as coisas de “mão beijada”.
    Vou continuar assistindo por adorar o mangá e gostar de ver como vai repercutir o anime… mas não sou de dizer: “ASSISTE PQ É FODA *-*”. Realmente ficou boa as cenas de luta, mas não gostei da história desta maneira

  • Diego

    Não li o mangá e me interessei pela obra, na verdade só achei “ok” mesmo, mas as idéias se bem desenvolvidas podem uma história muito boa.

    Acho que com certeza o anime foi pra isso, divulgar o mangá. Achei mediano, mas muito rápido, mesmo sem ter lido deu pra perceber, e agora com o pessoal que leu o mangá falando deu pra ter certeza. Se é só pra estimular o interesse, conseguiu. Se algo que é mediano com idéias boas no anime e o mangá pelo o que foi dito é bem melhor, então com certeza eu irei ler quando puder.

  • Thiago

    Como leitor do mangá também fiquei meio decepcionado com o anime, mas noto uma opinião geral bem positiva de quem não leu o mangá. Vou acompanhar o anime, pelo menos até os acontecimentos do 3º-5º volume.

    Recomendo que leiam o mangá após o término do anime.

  • Cristian

    Quando algo é feito só para dar lucros, dá nisso. Fica uma Bosta.
    “então isso quer dizer que TODOS os animes são uma bosta?”
    Acho que não, porque mesmo que TODOS eles sejam produzidos para geral lucros, muitos são feitos com a “alma” do autor, sem descaracterizar a série. Dragon Ball é um exemplo POSITIVO disso. Já Dragon Ball Z é um exemplo NEGATIVO.

  • thoty

    vou falar só do anime..
    Achei show de bola..
    Mais 13 ep acho que será corrido o anime…

  • Eu recomendo muito o mangá de Zetman, porem esse anime assim como muitos já falaram aqui ficou muito corrido, esse ritmo muito acelerado me incomodou bastante mas com é Zetman eu vou fica acompanhando ainda.

  • Pingback: ZETMAN – Primeiras impressões |()

  • ryuukii

    Vcs também irão fazer as primeiras impressões de Medaka Box?

  • Cara,mais uma adaptação que promete ser lamentável.

  • BZ

    A bando de boiola reclamão, vão se incomodar com alguma coisa util, isso ai é so pra fazer comprarem o manga ja tão cansados de saber disso

  • the KILL

    Droga em 4 anos e um anime me faz chorar… tirando ele so saint seiya hades inferno e ta you no uta conseguiram esa façanha… acho que minha namorada ta me deixando muito sentimental…

  • Só eu que não vi uma abertura ali ???? eu só vi o encerramento…o.0

  • Vi hoje, realmente ligaram o botão Speedy que fica do lado do Phoda-se e correram com a historia, logo em seguinda aparteram o botão Alterar História que fica do outro lado do Phoda-se e mudaram algumas coisas. Por enquanto nao foi nada que estragasse o anime, mas o manga foi melhor =/ mais explicado. Bom com 13 episodios já era de se imaginar que fossem fazer isso. Mesmo que seja para promover o manga espero que nao mudem a historia que nem Ao no Exorcist. Vamos torcer para que nao esbarrem no botão do Phoda-se kkkkk

    • hajimee

      cara, eles já mudaram a história , e bastante pra um episódio. Se mudar mais, vai fud*r de vez com ele

  • Artur

    Mangá é muito show!Vou ver se baixo o anime.

  • O quadrinho é uma coisa e o desenho é outra. São medias diferentes e uma complementa a outra, nunca vi problemas em uma adaptação de quadrinho japonês ter uma adaptação animada totalmente diferente do quadrinho.

    A mesma coisa é com live-action, adaptação não tem nenhuma obrigação de ser idêntico a obra original o foco de uma adaptação e quem faz o desenho é vender bem esse é o objetivo e quando vende bem é normal a pessoa se interessar pelo quadrinho.

    Zetman foi um desenho que gostei de assistir por ter um visual que me lembra um pouco e jogos de luta alem dele ser pancadaria, gosto de obras de porrada.

    A melhor forma de não perder nada é acompanhar as duas medias tanto o desenho quanto o quadrinho e você terá duas perspectivas diferentes.
    E Dih mais uma vez você fala algo sobre desenhos japoneses não vender muito mas você não mostra nenhuma informação a respeito sobre essa sua afirmação. Se não desse dinheiro não seria algo tão explorado.

    Em Bakuman mostra que graças as animações eles tem uma grande venda de DVDs e Blu-Rays das obras alem de aumentar muito a venda de quadrinhos do mangaka. Ninguém faz nada de graça é tudo em busca de dinheiro.

  • Hidekee

    Os fãs xiitas vão sempre reclamar de qqer adaptação de mangá para anime. Fã do mangá vai ignorar o anime pq mudaram a história. Entretanto se fosse cópia descarada, não iam ver pq era igual ao mangá, logo saberiam como ia terminar. Por isso que esse anime não foi feito para os fãs, simplesmente isso.

    Único ponto que critico o anime foi a censura com tarjas/sombras pretas (pelo menos a versão que vi era assim, se existir versão sem censura por favor avisem). De resto, dá para endender pq correm tanto com o primeiro episódio, já que a fase infantil do Jin é apenas naquele episódio introdutório, com a OP como ED mostrando claramente que haverá passagem de tempo. Acho que no final o anime vai atingir o objetivo: promover o mangá! É para isso que ele se destina.

  • 13 ep realmente é pouco…. ou eles comprimem demais ou deixam pontas soltas.

  • Quando li o nome do anime logo fiquei com um ”preconceito” de assistir, mas quando chegou o final eu me ouvia perguntando: ”quando será que sai o proximo Ep.?” hahahaha xD~
    Ah, e vc tem razão eu não conhecia essa Obra, mas pode ter certeza que se aparecer nas bancas da minha cidade estarei comprando ;DD
    Me interessou bastante. Talvez o unico dessa temporada u,u

  • Pingback: PA #02 – ZETMAN | nicemonkeyz.()

  • darktrickster

    Achei o anime bom, com a animação mto interessante nas cenas de ação, nunca tinha ouvido falar do título, mas como li os comentários, vou atrás do mangá tbm, já q surgiram várias criticas sobre a velocidade da história, algo q tbm ocorreu com brave 10, q é do msm estudio, porem de qlq jeito não deixa de ser algo interessante de acompanhar =D

  • Na dúvida, vou continuar só no mangá. Quando estiver com mais tempo eu dou uma olhada no anime. Mesmo você dizendo que foi uma estréia “ok”, fiquei feliz com seu lançamento, é a oportunidade de aproximar mais pessoas dessa obra-prima que é Zetman!

  • Sniper

    Fiquei triste com o segundo episódio, no final deu muita tristeza porque a Akemi por quem ele foi morar e cuidou depois que seu “avô” morreu ela acaba por ser assassinada, isso me entristeceu muito

  • Guilherme

    Literalmente prefiro o manga, pó é bem mais GORE! Mas o anime também ficou legal, e a abertura vicia (eu acho que vou ficar com a parte do “dot dot dot dot” na minha cabeça o dia inteiro! Rsrsrs

  • vou assistir anime….

  • De fato qd vc falou que o estúdio é o mesmo do Lost canvas, pensei na mesma hora… vão parar no meio do caminho,realmente eh triste isso, tbm me interessei em ler o manga através do anime, pedir pra ser fiel a obra original hj em dia parece q eh pedir demais…

  • Eu não cheguei a ler o mangá, aliás, não gosto muito de ler mangás, mas o anime está muito ótimo. O episódio da semana passada (5) fez com que eu ficasse ansioso pela sua continuação, dificilmente isso ocorre comigo em animes novo. E me disseram que terá uma segunda temporada, que assim seja! ^^

  • Zetman, o anime, ficou muito bom. Acho que há alguns aspectos que me causam dúvida. Por exemplo, há um enfoque muito grande sobre o protagonista sobre o que é ser humano? o que é ser um player? o que o aproxima muito de outros animes muito bons como FullMetal Alchemist e Claymore, os monstros (players) tbm ficaram bem parecidos com os de Claymore (que é por sua vez, baseada em Berserk) ou seja pra mim ficou meio nítido uma certa falta de originalidade. Também Zetman pra mim ficou oscilando muito entre o desenvolvimento de uma história mais adulta pelo núcleo do JIn, e histórias bem infantis pra num dizer tontas pelo lado do Kouga. Pra mim não superaria jamais FMA ou Claymore mas ainda assim um anime muito legal de se assistir. E no final fica um gostinho de quero mais (sobre a continuação do anime).