Review – O dispensável anime de Black Rock Shooter

Se é que podemos dizer que essa série concluiu alguma coisa.

Na temporada passada, resolvi tentar adotar o método de comentários de episódios como muitos blogs fazem. Resolvi “testar” por Black Rock Shooter, uma das séries mais aguardadas da temporada passada pelo seu enorme fandom e tudo mais… Bem, péssima escolha. Me arrependo de não ter comentado um Another ou Ano Natsu, que embora passem longe de serem perfeitos, ao menos não me faziam assisti-los de maneira forçada. E foi exatamente por isso que vi Black Rock Shooter até o final, simplesmente pelo sentimento de obrigação.

Fiz aqui os comentários dos 4 primeiros episódios logo em seguida a sua exibição, mas foi uma “tortura” pós a outra. Veio o episódio 5 e eu não conseguia enxergar um real motivo do que comentar ali. No episódio 6, a sensação se repetiu e no 7 então nem se fala. Mas foi no episódio 8 que a bomba explodiu. Acho que não consigo lembrar de uma série que tenha terminado de maneira tão fraca e ruim como aconteceu com Black Rock Shooter. E não ligo para os fãs da franquia que falarem aqui que não entendo nada de BRS e tudo mais. Não devo entender mesmo, ou então é vocês que não entendem que ser fã de algo não significa não saber o que está uma verdadeira zona.

A história

Ao entrar em seu novo colégio, Kuroi Mato acaba ficando impressionada com uma das estudantes de sua classe chamada Takahashi Yomi. Alguma coisa parece ligar as duas de alguma maneira, com a inocência e a alegria de Mato com a maturidade e frieza de Yomi contrastando. Porém, Mato com todo o seu carisma tenta a qualquer custo fazer uma amizade com Yomi e um livro de ilustrações parece ser o caminho para isso. Mas as duas garotas encontrarão no caminho pessoas que não vão deixar essa amizade passar tão despercebida e facilmente assim, fazendo com que Kagari, Yuu e uma professora pra lá de estranha tenham um importante papel no desenrolar de tudo isso.

Enquanto isso, em um mundo totalmente diferente, diversas “garotas guerreiras” travam batalhas armadas de potentes ferramentas de combate, com destaque para a heroína que leva o nome da série: Black Rock Shooter. Estranhamente as batalhas parecem ter uma relação com o mundo de Mato e Yomi. Mas afinal, o que é o outro mundo? Quem são essas guerreiras? São questões que você vai descobrir assistindo Black Rock Shooter… ou não.

Considerações Técnicas

Tá tudo errado! Tudo! E até mesmo grande parte dos fãs da franquia Black Rock Shooter sabem disso – exceto os mais hardcore, como sempre. Essa foi uma das séries mais falhas de todos os tempos. Se Guilty Crown e Fractale eram apostas “que deram errado” no noitaminA, Black Rock Shooter então nem se fala! Pensem em um anime mal desenvolvido visualmente, com um enredo extremamente rústico e mastigado ao mesmo tempo, com cenas de ação cansativas e uma direção precária, me arrisco a dizer que esse foi o pior anime que eu já vi nos últimos anos.

Enquanto o grande ponto forte do OVA lançado anteriormente era justamente a animação, nesse caso a série de TV perde totalmente a credibilidade. Animação pífia do estúdio Ordet, com uma queda de rendimento inacreditável na comparação de ambas. Baixo orçamento? Muito provavelmente. Mas temos muitas séries com orçamento limitado que conseguem ter um resultado muito melhor nesse quesito – como o Brain’s Base e Mawaru Penguindrum, por exemplo.

A direção da série chega a ser chamada de incompetente por diversas passagens da trama. Os episódios finais foram corridos, mal explicados e extremamente confusos. Toda a transição dos dois mundos era feita de forma desorganizada e pretensiosa demais. Você não conseguia entender o que realmente se passava naquilo. Personagens mal colocadas, cenas desnecessárias e o tal do emocional exagerado conseguiram deixar a série ainda mais cansativa do que poderia ser. Talvez um profissional mais experiente e não o novato Shinobu Yoshioka pudesse ter favorecido muito Black Rock Shooter nesse sentido.

Mas o principal ponto fraco de Black Rock Shooter com certeza é seu roteiro. Imaginem uma série que teria de tudo para ser ótima, uma ideia realmente simples mas eficaz. Imaginaram? Pois isso é o que BRS poderia ter sido. Mas não! Não é! Passa longe de ser! Isso porque Mari Okada, roteirista experiente com trabalhos como Red Garden e Canaan, conseguiu fazer o seu pior trabalho aqui. Chega a parecer amador a forma como tudo ocorre. A amizade das garotas não convencem, a história dos dois mundos muito menos, e todas as personagens são apáticas e até mesmo chatas, sem personalidade. Tentaram passar uma imagem de “lição de amizade”, mas de forma totalmente falha. Black Rock Shooter é altamente dispensável como série, como diversão, como experiência, como tudo.

A única coisa que consegue se salvar no anime todo é a trilha sonora comandada por Hideharu Mori, o cara que comandou a música de séries como Giant Killing, Kuchu Buranku e até Ranma 1/2. O destaque fica especialmente para abertura executada pela “equipe” Supercell e Hatsune Miku – que mesmo não sendo minha preferência, consegue ser pegajosa e bem gostosa de se ouvir – e que aliás foi a responsável por “dar nome” para a franquia.

Comentários Gerais

Foi isso que Black Rock Shooter foi: um amontoado de  tranqueiras, mistos de temas e personagens aleatórias, mal encaixadas no roteiro e que transformaram uma proposta bacana em um… nada. Com certeza o pior anime que acompanhei na temporada de janeiro (e olha que não foram tantos assim). Não me fará falta e provavelmente a ninguém. Mesmo os fãs fanáticos devem abrir os olhos para ver que essa coisa não serviu. Aliás, minto. Serviu para vender produtos relacionados, isso com certeza.

Mesmo eu tendo comprado a ideia no começo, me arrependo amargamente de ter assistido isso. Outras séries já conseguiram expressar isso de “dois mundos” de maneira muito melhor e bem executada. Até mesmo Yumekui Merry, anime que pecou por ter “sido animado no momento errado”, tem uma execução muito melhor e bem dirigida em relação a Black Rock Shooter. E isso porque a série também não é oitava maravilha do mundo, longe disso.

Black Rock Shooter é o típico caso de uma franquia de sucesso que não precisa “virar anime” para fazer sucesso. Não precisa mesmo. Já tem uma fama muito considerável somente pela sua linha de figures, artbooks e produtos relacionados o que já a tornam extremamente famosa por todo o mundo. Eu prefiro pensar que essa série nunca existiu. Foram 8 episódios jogados no lixo e que ocuparam um espaço totalmente desnecessário dentro do noitaminA – que poderia ter sido usado na produção de mais Thermae Romae, isso sim.

Talvez a verdadeira fórmula de Black Rock Shooter possa ser muito melhor explicada no OVA lindo e caprichado – mesmo que com um roteiro batido. Se quiser ver uma animação, veja esse especial. Corra dessa produção do Ordet. Não queira perder seu tempo assistindo esse terror da mesma forma que eu fiz. E vocês sabem que eu sou muito maleável com opiniões em relações a série – e ainda acho que estou pegando leve com BRS. Passe longe dessa série. Seu cérebro agradece e sua vida também.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • powerotaku

    Título do post foi até generoso. Deveria ser “O Nojento anime de Black Rock Shooter” por que os produtores fizeram uma puta merda de um anime, baseado numa musiquinha de vocaloid rasa… mas rassa… Ah vá… Até parece que ia dar certo.

    Parabéns pela coragem Dih. Merece uma Coca-Cola XD

    • Tá mas do que certa “Powerotaku” o anime não tem nada a ver com o mangá.

      Enquanto a coca – cola, fazemos uma vaquinha e compramos uma de 2 litros para alegria do Dih. hehe

    • mals mals mals mas acho q aí entra mto a questão de estilo e gosto de cada um o que o cara sabe sobre direção? batalhas cansativas? lol cresci vendo anime e as lutas de BRS eu consigo dar replay 10x! o final foi fraco sim e muito disney, mas não é um mal anime quem curte angel beats, fma brotherhood e animes do genero automaticamente vão curtir BRS agora quem só ve ecchi.shounen e os de terror nunca vai curtir BRS pois é um anime que fala de sentimentos.

      c ya losers posers ;3

      • sinto lhe informar mas curto kd um dos animes q vc falou ae e simplesmente achei uma bosta esse BRS…… realmente eh uma perda de tempo assisti-lo….. ja vi muito anime falando de sentimento e com historias mais complexas do q a do BRS e otimos animes e no fim vc consegue entender tudo…. ate agora nao consigo ligar o mundo da BRS com o da Mato…. axei q fizeram muita festa pelo anime por causa do ova e no fim cagaro tudo…. so acho

  • Sorry, mas gostei mais BRS do que GC.

  • Ruka

    E que venham o hatters =D

  • Caio

    Esse anime foi uma decepção fiquei entusiasmado com os trailers mas me desinteressei fácil assiste até o episodio 4 e perdi o interesse.

  • Dropei no primeiro episódio, não é cinco segundos no “mundo da fantasia” que me faria acompanhar BRS até o final .

  • Vitor

    Eu assisti dois e desisti. Não sou tão entendido da parte tecnica de animes, mas com certeza eu desisti desse anime pq o tal “outro mundo” não fazia sentido nenhum. Ah, e eu não conhecia a franquia antes do anime.

  • Beren

    Eu vi todo e realmente não recomendo pra ninguém.

  • walkersama

    Também fiquei bravo com a série :S
    Criei tantas expectativas com o OVA !
    Eu não passei do 2º Episódio.

  • Ana

    Aquele esquema de cores do mundo da Black tava muito feio! O da Mato eu até perdoava já que eu não tô nem aí pra ela, mas fizeram feio com o mundo da Black Rock Shooter. Só serviu pra fazer figma da Dead Master de óculos.

  • Não ficou ruim, ficou mal aplicado o enredo em relação ao desenvolvimento do anime, onde isso é presente em alguns animes, onde poderia haver mais alguns episódios para o anime se desenvolver melhor. Eis uma decepção e algo jogado fora, e sinceramente, desisti de ver o anime no 5º episódio…

  • “Estranhamente as batalhas parecem ter uma relação com o mundo de Mato e Yomi.”

    As batalhas estavam totalmente ligadas ao “mundo real” do anime, o que acontecia nesse “mundo real” repercutia no mundo paralelo. As batalhas eram “metáforas” das situações cotidianas vividas pelas personagens. Isso pra mim fez bastante sentido, porém muita gente, não sei se é o seu caso Dih, não conseguiu sacar essa relação e acabou desgostando do anime, por não ter entendido essa parte.

    Bom, não vi o anime inteiro, por falta de tempo e por ter outras prioridades pra assistir, mas pretendo fazê-lo. Entretanto, até onde eu vi, a proposta do anime de ser um slice-of-life com o atrativo das “metáforas de porradaria”, se cumpriu muito bem. Bom, vou assistir até o final e depois comento com mais calma.

    • Dih

      As batalhas não eram metáforas. Eu também achava isso até um certo ponto da série. Bem, você vai ver. XP
      Esse trecho aí foi da sinopse só pra não passar spoiler. (Ou pelo menos tentei não passar.)

      • Juh

        As batalhas são meátforas sim! Assim, não sei se “metáfora” seria a palavra, mas tem total relação os dois mundos. Pode parecer o contrário por causa da Yuu no final, mas depois de pensar um pouquinho, dá pra entender.

        • Dih

          Seria metáfora se não existisse uma ligação direta entre os dois mundos. Os dois mundos são ligados de forma real, não apenas por metáforas. Acho que você confundiu o significado da palavra.

      • Juh

        Bom, então meu entendimento sobre o anime foi diferente do seu. As lutadoras representavam os sentimentos ruins de cada garota, como um “alter-ego”. Mas enfim, se eu for explicar pelo meu entendimento, teria que ficar horas escrevendo, e não to afim não! rs

  • Erik

    Black Rock Shooter é o anime que eu assistia os episódios me perguntando “Que porra é essa?”
    E no final do episódio eu ficava pensando: “Que porra é essa?”

  • RR

    É uma pena, eu acho o traço e as artes magníficas

  • eu nem tive esperanças. não vi e nem quero ver filme, anime ou sei lá o que dessa franquia sem sentido algum. li o post só pra saber se explicava algo, mas pelo visto nem isso..

  • anabchamploni

    Eu só vi até o 3º episódio e não achei tão ruim quanto você falou Dih, só fiquei muito na expectativa de que coisas fundamentais como: o que é o mundo da Black Rock Shooter? se explicassem, mas devido a sua reação duvido que tenham sido explicadas.

    A amizade das duas protagonistas é realmente bem forçada e todo mundo no anime chora litros de lágrimas por qualquer coisa. Mas o que eu não entendi e senti falta foi você falar em detalhes sobre afinal qual é o objetivo da professora maligna e como foi o final, para o leitor avaliar se vale a pena ou não dar uma chance ao anime.

    Ps: tem certeza que Black Rock Shooter é um dos piores animes que você já viu? Não viu Kimi Ga Nozomu Eien ou School Days? Esses sim são totalmente dispensáveis, teria gasto melhor meu tempo dormindo ou olhando pro teto.

    • Dih

      KimiNozo eu só acho overrated. Não é ruim, nem bom. Tem até review dele por aqui. XD
      Já School Days eu consegui pegar um ódio maior pelo protagonista do que pelo anime em si. XD

  • Henzo

    Primeiro episódio foi extramamente abaixo do OVA, o que me desisteressou a assistir o resto da série.
    Entretanto, não entendo por que crucificam tanto Guilty Crown. Achei bacana, não extraordinário mas bem legal no quesito reviravoltas, em uma época de animes com roteiros mornos e sem grandes atrativos.

  • Agora me lembrei, a Kagari (A de cabelo amarelo) já estava avisando desde o começo dizendo:
    “Vá embora, vá embora, vá embora” não assista esse anime!

    • E a Yuu não tem sombra!
      Por que eu não vi isso antes?! o.o

  • Não entendo o ódio alheio pela série ,gostei e recomendo sim, eu entendi o anime e pra quem eu recomendei também, só acho que todos estavam esperando que o anime fosse bom DEMAIS, como se fosse um novo mahou shoujo madoka magika, bem acho que por eu não ter esse deslumbre (bobo por sinal) consegui gostar da série… mais não entendo também como conseguem ficar sem assistir o final de uma série, tipo foi uma explicação corrida sim mais deu pra entender.

    • Madoka é horrível!!

      • haters gonna hate! sua opinião que é horrível, não vale nada perante a legião de fãs que madoka conquistou MERECIDAMENTE…

  • suripi

    Existe uma diferença entre ser fã, gostar da obra, saber trocar comentários e aceitar quando não está bom, do fanático, que acha que a obra é o supra sumo e não merece questionamentos.

  • Victor

    Tinha tanta expectativa com BRS, sofri pra ver aquela ova de 50min e esperei que o anime aumentasse a qualidade e explicasse melhor o universo de lá. Quebrei a cara…

  • – Eu vi um quest depois de ver o anime, e realmente é um anime que … que é ruim ‘-‘ e não sou ” hater “, eu amo muitas series … e esse é o segundo anime mais chato que eu vi ‘-‘

  • JuJu

    De fato, dá uma tristeza ao ver que um plot com tanto potencial como o desse anime tenha sido desperdiçado assim.
    Só a abertura da série é o que se salva…

  • Mich

    Eu assisti esse anime… pelo menos tentei.

    Me disseram, “Assista, é o Madoka de 2012″…

    • LOL ta longe disso xD

  • Gustavo

    aew finalmente! enfim concordo o anime foi muito fraco mesmo, eu vi o ova logo antes de começar a ver o anime pq não conhecia a franquia e talz, achei o ova muito melhor do q o anime todo hauahuahauhauahu.
    Espero q continue com os reviews, vai pegar alum dessa temporada pra fazer?

  • A única coisa que presta em BRS > a própria musica BRS.

    THE END.

    • Fernando

      Haha, com certeza! Ouço ela até hoje no iPod.

  • Scare

    Eu quero meus 46 minutos de vida de volta.

  • Viu só como o marketing funciona? Criaram uma tremenda expectativa para nos darem um anime sem sal e medíocre…. uma pena.

  • Dropei no 4o episodio, e nao pretendo continuar =/

    Pena, tinha tanta expectativa, por nao conhecer e por achar o visual da BRS tão legal =/

    Mas enfim, um dia vejo o OVA, mas depois do trauma que esse anime provocou, acho que vai demorar =/mas depois desse trauma, acho que vai demorar eu criar coragem/ter tempo.

  • Graças ao post “episódio a episódio” do ChuNan passei longe desse anime, que eu ia acompanhar e tive sorte de esquecer do anime por um tempo até que li os comentários do blog falando mal do anime.
    Uma review de Durarara ou Baccano cairia bem não acham?

  • Mari Shirosaki

    pior de tudo, sou eu, com fã, ter que reconhecer que o anime de BRS é péssimo.
    Eu acompanhei pelo dever de fã! Eu realmente esperava MUITO mais desse anime.

    O OVA é lindo, mágico e Dead Master é perfeita!
    Vontade de dar uns tapas na cara da produção, viu!!

    Pra mim, esse anime so serviu pra aparecer mais produtos de BRS pra eu comprar, ja que dropou fã de BRS [pelo menos aqui onde eu moro] até das profundezas do inferno!

  • wildcat17

    Sou a única pessoa que gostou muito do anime? A sério, gostei mesmo! Não é o meu favorito, mas foi dos melhores da temporada de Janeiro! Mas aceito qualquer tipo de opinião, ao contrário do autor deste texto. Não gostas? Tudo bem, estás no teu direito. Mas há quem goste, e o dinheiro ganho deve comprovar isso.

    • você não está sozinha ^^

      • wildcat17

        Na verdade não estou sozinhO, sou homem. Mas agradeço o apoio xD

      • kkk malz fui pelo nome

      • wildcat17

        És a primeira pessoa no mundo que relaciona o meu nickname a uma rapariga O.o

    • Rodrigo

      Se é para considerar pelo dinheiro que o anime ganhou ou vai ganhar, Justin Bieber pode ser considerado artista do seculo. O_o

      • wildcat17

        Eu também acho que ele não canta nada, mas se vende, é porque há quem goste. Respeito :/

  • Dropei no segundo episódio. Desde o OVA eu sabia que nada que prestava pudesse sair de BRS.
    Honestamente, achei a ideia inicial do outro mundo uma coisa bem interessante. Quero dizer, ela fisicalizava os conflitos internos da menina, personificava os medos e as relações. Isso só não salva uma série, claro, mas poderia ser uma qualidade que a tornaria mais… palatável.
    O problema é que desde o começo eu sabia que não iam ficar nisso, eu sabia que iam inventar que aquele mundo era real e tudo mais.
    E depois daquela luta com bonecas, larguei a série.
    Honestamente, nunca fui muito fã de séries com crianças que pretendem ser drama. A única maneira de algo assim funcionar é como em Digimon Tamers, trabalhando com traumas, medos e a descoberta de um mundo agressivo e sombrio.
    Só que BRS não podia ter nada disso. Tinha de ser moe, atrativo, tinha de ser rentável e agradar os fãs de Vocaloid, que se recusariam a assistir uma série com personagens capazes de algo além de ciúmes e sentimentos superficiais.
    Sempre tive meio que um trauma com essa franquia (honestamente, ver animações sendo feitas baseadas em ilustrações enquanto nunca se fez um anime de Pokémon Special ou Saya no Uta só não me indigna tanto quanto ver Nyarlathotep ser transformado numa pirralha hiperativa) e esse anime, para fim, enterrou ela de vez.
    Fico feliz em ter largado no começo.

  • J

    Deveriam usar esse anime em sessões de tortura
    É um péssimo anime realmente e eu vi até o fim pra ver até onde chegava o enredo mas final das contas é ruim demais e praticamente nada se salva.
    Pra não dizer que achei algo bom,eu gostei um pouquinho das cenas de luta mas o enredo,personagens,animação,etc. não prestam.
    Acho valido quem gostou afinal cada um com sua opinião mas não recomendo esse anime pra ninguém.

  • Rayovac

    Cara BRS pra mim foi uma aposta que era pra dar certo, na realidade tinha tudo pra dar certo, mas pecou, na verdade caiu de cabeça, nada funcionou a história não se desenrolava naturalmente todos pareciam robos que seguiam uma linha, e não pessoas normais, sei lá eu não gostei, mas queria ter gostado foi uma série que prometia mil vezes mais do que fez!

    Rayovac!

    • JuJu

      Realmente, Black Rock Shooter tinha um quê de querer se anime “cabeça”, talvez por conta do bloco em que iria passar. Mas, enfim deu no que deu.
      A produção desse anime estava precisando de mais gente experiente e de uma liberdade maior – É evidente que o anime era só para vender mais produtos licenciados.

      • JuJu

        Correção: ser.

  • Olhando esse post e o post sobre Another, você parece uma pessoa que gosta de ir CONTRA tudo que foi “famoso”. Mas não quero falar disso. BRS, eu digo que foi um dos melhores animes que já vi! Pela história diferente de todos os animes de hoje (essa coisa de Alien e Zumbi já cansou há séculos) e pelos personagens. Foi um dos poucos animes que me faziam ficar pensando o que estava acontecendo e ficar ligando os pontos.
    Eu achei o final fantástico, muito digno da série. Se tivesse mais episódios, acho que daria pra entender melhor. Mas como eu ficava refletindo e tentando ligar os pontos a cada episódio, isso me fez criar várias “teorias” para o anime, e é disso que eu gosto, daquele mistério, de não saber o que vai acontecer no próximo episódio. Na minha opinião, eu achei genial!

    • Dih

      Os dois posts foram de pessoas diferentes. Abraços.

    • Também acho Victor, e algumas pessoas daqui são muito sem opinião por causa da review de um cara (que esculacha o anime de cima a baixo), desistem de ver o anime , acho que todos tem concepções diferentes quando vêem um anime não se pode confiar na opinião alheia assim com tanta certeza…

      • Concordo com você sobre esse negócio de concepções diferentes. Eu por exemplo, sou fã de One Piece e detesto Naruto, assim como eu tenho amigos que amam Naruto e odeiam One Piece.
        E BRS é um anime diferente de qualquer outro lançamento recente, e é chato ver muitas pessoas desistindo de assistir só porque UMA pessoa disse ser ruim. O mais chato é quando o autor do review diz: “Passe longe desta série..”. Assistam SIM o anime, não vão formando opiniões sem antes conhecer.

  • MateusFSP

    Sei lá, eu gostei x-x
    Lógico que teve erros e tals e que uns episódios ficaram na mesmice, mas sinceramente gostei bastante, principalmente da relação Mundo Real/Mundo “Alternativo”. Achei interessante como o que o acontecia no “alternativo” repercutia no real.

  • dropei no primeiro ep
    this is a big shit

    loki

  • thoty

    anime lixo…
    Quem gostou disso deve ter algum problema na cabeça…

    • MateusFSP

      thoty, quem deve ter problema na cabeça é você, que não respeita o gosto dos outros e ainda as ofende por isso .-.

      • tenho vergonha de pessoas assim, que escrevem sem pensar, pelo visto ele gosta de one piece também, série tão boa, não merece fãs assim… ele deve ser daqueles que vai nas notícias de naruto ou bleach fazer confusão e se achar no direito de passar em cima da opinião dos outros.

  • icaro

    Eu gostei muito das personagens, mais desde o inicio eu esperava mais desse anime que estava sendo tao aguardado ate por mim.
    E os 3 ultimos episodios foram lixosos.

  • Gojiro

    Deixei de ler no momento em que citaram “Fractale” junto da palavra fracasso.

  • É, parece q esse não é o anime q eu deva assistir…

  • Hashimoto

    Buraku Rocku Shuuuuter… (notas musicais ao fundo). Nem a musiquinha de abertura salva o anime.

    Série maçante, com personagens maçantes, dialógos maçantes, história maçante, desenvolvimento maçante, e… o que mais… o que mais… trilha razoável e lutinhas na média. 🙂

  • Dyonysius

    Deviam ter animado a série com um roteiro semelhante ao mangá, o enredo do mangá é muito mais envolvente, sem falar que se passa 99% no mundo alternativo e sem aquele melodramatismo exacerbado, sem falar que a Black Rock Shooter tem um objetivo claro! Mesmo que seja algo clichê, livrar almas estagnadas que ficam em um mundo paralelo entre o céu e o inferno…

  • ramon

    Gostei do anime, entendi e curti a mensagem que foi passada, só não curti a trilha e abertura principalmente. Gostar de uma música daquela pra mim tornou toda essa opinião digna de lixo, porque convenhamos, é tosca demais.

  • Hidekee

    Nem sei se vão ler, mas em linhas gerais, se pegar a sinopse de cada episódio, a idéia é boa. Se fosse bem feito, especialmente bem dirigido, ficaria ótimo, sem precisar mudar mto. O problema foi o fracasso em roteiro e direção. Escolha mal-feita de tudo, até das cenas que seriam para sensibilizar quem assistia, acabando sendo motivo de piadas ao longo da semana. Preferia qdo as lutas eram metáforas ou qdo achávamos que era algo “no futuro”. Fora que o final foi bem ridículo, prometendo pelo menos algo bom no final mas ficou fraquíssimo.

    Engraçado que qdo o OVA saiu mta gente criticou o OVA, reclamando. Comparando com a série, o OVA é divino, embora eu o ache apenas mediano.

    Mas na boa, ainda achei BRS melhor que GC tb, como comentado acima huahauhuahuahua…

  • Bela resenha ^^
    Adorei como você conseguiu se expressar tão bem, mas eu discordo um pouco do que escreveu, mas é claro que cada um tem sua opinião. E mesmo que não tenha sentido eu defender o anime aqui, queria deixar minha opinião.
    Acho que a verdadeira intenção deste anime era falar sobre o psicológico perturbador das protagonistas, mesmo que algumas partes realmente não façam sentindo, mas acho que esse é o ‘porque’ da situação. Ele fala mais sobre distúrbio mental e como o psicológico afeta nas ações de cada uma, já que essas escolhas internas são fundamentais. Fala sobre depressão, possessão e coisas assim. É mais como se cada uma das garotas tivessem falhas e tentassem ajudar uma a outra, já que pelo visto os pais são incompetentes de perceberem que suas filhas estão loucas, cortando cabelo, destruindo o quarto e fingindo não andar.
    Acho que Black Rock Shooter é para se refletir sobre o complexo do ser humano e sua loucura, como Alice nos Pais das Maravilhas (que o cenário até lembra um pouco).
    Enfim, não é um grande anime, mas na minha opinião não chega a ser uma grande merda também ^^

  • o Anime tem nada vê com o Mangá,Mangá muito bom bem interresante apesar que anime foi uma merda…Eu curto BRS Por causa do Mangá.

  • ricamorim

    Pelo menos saiu melhor que o OVA.

    E a Yomi ficou uma gata de óculos. rs

  • Pingback: Comentando – Chihayafuru 2 #14 | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • homulily

    O anime não foi uma perda total. Apenas acho que utilizaram um curto espaço de tempo (8 episódios) para elucidar as agruras inerentes a 5 pessoas distintas. Eu gostei.

  • Nina

    Pra mim, a história é fraca. A história foi a seguinte: meu irmão achou a abertura no Youtube e me mostrou. Fiquei fascinada, apesar de achar a música em si um saco. A impressão que passou era de um anime com lutas “magavilhosas”. Pesquisei sobre a história, pareceu interessante. Assisti o anime, morri com o arrependimento. Desculpe fãs de BRS, mas para mim não é um anime recomendável.

  • Beatriz

    Cara.. o que eu acho que foi o grande erro é que tentaram comprimir a história em apenas 8 episódios e o gráfico ficou inferior em relação ao OVA… Mas realmente acho que por você não ter gostado do anime e ter visto por obrigação não entendeu a verdadeira mensagem.. ele não tenta passar uma lição de amizade (embora seja um dos focos).. ele fala mais sobre como a dor nos afeta de modo geral, e que apesar de ruim é importante para definir quem nós somos.. Fala que é importante enfrentarmos isso, que nós somos machucados e machucamos uns aos outros, mas que podemos enfrentar e aprender, e que a amizade e o amor podem ajudar a superar a dor… Eu gostei do anime, achei curto e gostaria que uma produtora melhor refizesse sei lá (~le eu viajando)… com um roteirista que fizesse um bom trabalho e sem esse negócio de comprimir episódios… minha opinião é claro.. sua resenha ficou muito boa de qualquer forma, parabéns!

  • Uma pessoa que escreve uma review negativa deve mostrar argumentos pra isso, o que não foi o caso. Houve apenas uma repetição inifita de “pior anime” “fui forçado a ver” an “bla, bla, bla”.

    O que eu entendo dessa review é “Assisti, não entendi nada, vou dizer que é ruim”.

    Assistam e avaliem por si só.

    Desculpe, adoro esse site mas essa review é que é dispensável.

  • Mario

    Eu assisti, Gostei do anime e n tou nem ai pra vcs q só sabem criticar e desvalorizar o tarbalho dos outros! E dai se fizeram as preças, n deu muito certo na parte final. O importante é q eles tentaram até o fim fazer um bom trabalho!! mas se as pessoas n conseguem reconhecer isso, aí é problema é delas de n entenderem o lado da pessoa q tentou passar algo,
    Mesmo q n seja pra vc mas pra uma pessoa q estega passando por algo parecido e topa com esse anime e se identifica, concerteza essa pessoa iria querer continuar a assistir o anime! por isso n é bom pesarsó no seu lado! se tiver alguma critica, comente com suavidade n com grocerias!

    • Mario

      E GOSTARIA QUE TIVESSE CONTINUAÇÃO !!!!

  • Yazu

    Bom, eu estou assistindo BRS por enquanto pelo menos para mim, não está tão ruim assim mas eu acho que tem muita coisa sem explicação. quem sabe vem uma continuação para explicar?

  • Denis Gaspar

    Realmente a historia é bem fraca e confusa,acho que poderia ser melhor ,para mim a única coisa que salva esse anime são os personagem do oltro mundo que eu achei bem elaborados ,pena que não solberam aproveitar isso!!!!!!!!

  • Eu sou totalmente fã de Black Rock Shooter, e o considero um dos meus animes favoritos, porém concordo que a história é bem fraca e completamente sem sentido. Agora, quanto ao traço e as cenas de luta, não tenho do que reclamar, pois são muito bem feitas, o que acaba salvando um pouco o anime e até deixando-o legalzinho. Acho que o que fez eu adorar Black Rock Shooter foi simplesmente o fato da história ser completamente sem noção e também os personagens, sem falar naquela música da Hatsune Miku :’) <3
    PS: Minha opinião. Respeito a opinião de todos e espero que respeitem a minha.

  • achei ruim por ser muito curta, as coisas aconteceram de pressa e muita gente não conseguiu acompanhar direito. mas eu até que achei legal. claro que já vi melhores mas…esse também é bonzinho.

  • Muriel

    O mangá é muito bom, não assistam o anime, leiam o mangá. Que se mostra muito mais interessante e gostoso de ler 😀

  • MATTH FERREIRA

    No meu ponto de vista as batalhas foram o ponto mais empolgante e arrepiante de todo anime, porém não tem pé mem cabeça, nada se explica, diferente do mangá que tem uma história totalmente diferente e melhor representada que do anime BRS.
    De fato concordo com todo resto desse post pois é fato que o anime foi fraco, mal colocado em todos os aspectos, personagens que poderiam ter uma forte história e não servem pra nada além de diálogos cansativos que não levam a nada.
    O anime levanta uma série de perguntas sem respostas e acaba com um final totalmente infantil como um simples desenho de televisão infantil “My Little Poney” aonde a lição final é o poder da amizade QUE NEM SE QUER FOI BEM REPRESENTADO.
    Estou muito desapontado com o BRS e também me arrependo de ter gasto meu tempo assistindo.

  • Eu simplesmente adorei BRS. Eu adorei a premissa, a história, as lutas e os personagens. E não que tenha sido uma comparação direta, não achei nada certo você comparar com GC. O anime realmente me cativou, fez meu cérebro trabalhar, tentando entender e criando teorias. A forma como conseguem usar plot twist durante os episódios sem que a qualidade diminua é sensacional. BRS foi um dos animes que não consegui comentar em meu blog, pois ele é difícil de expressar em palavras, ao meu ver. Ele me deixou muito tempo refletindo. Apontar os personagens de diversos ângulos diferentes foi algo que eu achei incrível. Mais em um ponto eu concordo contigo. O final foi realmente fraco, mais ele, como Angel Beats , me deixou com aquela satisfação de terminar um anime bom. BRS é muito mais do que aparenta superficialmente…

  • Flavia

    Na minha opinião, eu n achei o anime ruim,ele só esta mal explicado. Essa coisa de uma conexão magica entre duas garotas nos confunde um pouco,mas se vc tiver criatividade vc vai conseguir entender.Eu só entendi a historia do anime quando eu assisti pela segunda vez.N sei pq criaram uma história curta, então n deu tempo de explicar o anime direito, esse é um dos motivos q atrapalha a interpretação. Esse anime tinha tudo para ser perfeito, mas acabou causando uma confusão. 🙁

  • Saya

    Meu anime preferido é Black Rock Shooter .-. Não está mal explicado .-. Você tem que intender o anime, prestar atenção… Não é como assistir um shoujo qualquer de uma colegialzinha atrás de um menino. Eu assisti 2 vezes o anime, e só na segunda que eu entendi tudo. .-. Agora vou dar uma explicada básica do anime (algumas partes): Mato Kuroi é uma estudante do colegial, que começa a enfrentar problemas depois que reencontra Yomi, uma menina que ela já conhecia, mas nunca havia falado muito, o anime passa a mensagem que: Dentro de cada um existe alguém mais forte, que luta por você. No caso de Kuroi, Black Rock Shooter, de Yomi Takanashi Dead Master, Yuu Koutari Strenght, Saya Irino Black Gold Saw, e também temos a Chariot, não sei o verdadeiro nome dela. Chega uma hora que Black Rock Shooter já está tão fraca que Kuroi tem que interferir, se machucando no lugar de Black Rock Shooter. Esse anime me mostrou, que ninguém é realmente amigo de ninguém, no fundo, estarão sempre te machucando.

  • Comecei a ver o primeiro episódio agora há pouco, sem saber nada sobre a franquia, enquanto lia esse texto. Tô no segundo agora. Sério, o que vocês viram de tão horrível nesse anime? -qq

    Okay, não tá com cara de que vai ser genial, mas até aqui também não parece que vai ser ruim, parece que vai ser um bom no nível normal, tipo nota 7 de 10. A maioria dos animes dá pra ver o nivel que vai ser ainda nos primeiros episódios: Akame Ga Kill, Tokyo Ghoul primeira temporada, Tokyo Ghoul segunda temporada (logo no comecin deu pra ver que ia decair pá cacete e ainda assim eu esperei que mantivesse o nível, pser q), Canaan, Akuma No Riddle, todos foram assim. Uma exceção é Madoka Magica, que na maior parte dos três primeiros episódios a história se desenvolve meio devagar e parecendo que não vai ter nenhuma grande surpresa e do nada a Mami morre, no momento que ela morre é que Madoka Magica começa a realmente mostrar a que veio.

    Isso pra mim tá com cara de um monte de fã que criou umas expectativas enormes e quebrou a cara pq o anime era só bom, não genial, e aí ficou com raiva e somou-se ao possível fato de não entenderem a história, pra mim até aqui a história tá se desenvolvendo de uma forma bem clara, e isso porque eu não conheço a franquia e não vi a OVA -q

    Por isso que não é bom criar expectativas com nada :v

    Diga-se de passagem, não vi nada de mais na trilha sonora até aqui viu :v