Review – Another e o anime de terror que não existiu

É, estou aqui só pra falar mal.

Os japoneses sabem fazer ótimas histórias de terror. Temos desde filmes assustadores até games que eu me recuso a jogar até hoje (eu nunca terminei um Fatal Frame). E claro que com os animes não seria diferente. Estranhamente não sinto tanto medo assim comparando com filmes, por exemplo, e achei que Another vinha ai para suprir a minha cota de sustos por semana, mas na verdade a série se demonstrou muito mais puxada para o mistério.

Fizemos aqui no ChuNan um Primeiras Impressões do Trunqs bem otimista. Ele dizia que o anime possuía um potencial para a fraca temporada de Janeiro. Já faz um tempinho que a série chegou ao fim e resolvi fazer um post sobre. Provavelmente eu vou ser odiado nos comentários, mas é, não estou aqui para dizer que eu gostei.

A história

Misaki é uma exemplar estudante de uma escola da pequena cidade de Yomiyama: possui ótimas notas, se sai bem nos esportes, é uma garota relativamente popular entre os alunos e até mesmo entre os professores da escola. Porém, drasticamente, a garota morre em um acidente e isso acaba por chocar bastante toda a escola. Bom, essa poderia ser somente a triste história da fatalidade que aconteceu com a pobre Misaki, se não fosse por um detalhe: seus colegas de classe começam a agir como se ela não tivesse morrido! Sua cadeira na sala continua disponível para ela, seu lugar na formatura foi reservado pelo diretor da escola, como se fosse uma grande e cruel brincadeira. Para completar, quando a foto da formatura foi tirada, Misaki também apareceu nela. Assim, depois que essa turma se formou, esse acontecimento começou a se espalhar como uma lenda pela escola.

26 anos se passam; Koichi Sakakibara, nosso protagonista, se mudou para Yomiyama para morar com seus avós pois seu pai está viajando a trabalho. Mas como o garoto estava hospitalizado acabou perdendo o início das aulas. Ainda quando estava internado, Koichi conhece uma misteriosa garota chamada Mei Misaki, a enigmática existência da garota deixa Koichi bastante curioso. Quando ele começa a frequentar a escola, depois de receber alta, descobre que Mei é sua colega de classe, porém a garota está sempre sozinha, não conversa com ninguém, isolada dos demais alunos. Além disso, também é possível perceber o estranho comportamento dos outros alunos, todos parecem estar escondendo algo do protagonista. Curioso acerca de tudo isso, Koichi começa a investigar e descobre que uma garota chamada Misaki morreu no hospital onde ele foi internado!

Então esses são os primeiros mistérios que o anime nos apresenta: quem afinal é Mei Misaki? Por que os colegas de classe de Koichi agem como se estivessem escondendo algo? Qual a ligação de tudo isso com a garota que morreu 26 anos atrás?

Considerações Técnicas

Eu achei muito interessante a idéia principal da história: uma maldição que adiciona um aluno na classe, que adiciona um tom macabro com algumas mortes acontecendo com o passar dos episódio. Durante os episódios algumas cenas estáticas das bonecas me deixavam curioso para saber onde isso ia parar e como iriam se relacionar com a trama. Talvez por isso eu tenha colocado minha expectativa para Another lá em cima, tentando achar um episódio que estivesse valendo toda aquela fé que eu depositava. Infelizmente isso nunca chegou a se realizar por diversos erros, principalmente pela sua direção falha no desenvolvimento do roteiro.

O grande vilão talvez tenha sido a falta de tempo para a resolução do problema. Enquanto os primeiros episódios vão caminhando de uma maneira lenta, até mesmo arrastada, nos 3 últimos episódios tudo começa a ser tão jogado “bruscamente” que você leva alguns segundos para entender o que raios está acontecendo ali. O anime não conseguiu preencher os 12 episódios com conteúdo. Me deu a sensação que ele precisava de muito mais tempo para ser contado, talvez mais uns 5 episódios. Ou talvez que os primeiros fossem mais enxugados, mais diretos.

Dá para contar nos dedos de uma mão quem são os personagens carismáticos dali e não estou dizendo que dá para contar com os 5 dedos. A maioria fica o episódio inteiro sem expressão nenhuma, apenas os poucos que se relacionam com o protagonista parecem ser adolescentes de verdade. Sendo que uma das coisas que mais me incomodavam era o fato deles não demonstrarem nenhuma emoção mesmo após alguém morrer na sua frente. Só tem uma garota que possui a tal cara de assustada, e mesmo assim depois de um dia o trauma passa e ela está sentada em sua carteira sem expressão nenhuma. E esse tipo de coisa me trouxe problemas para o final da série, mas isso eu vou falar depois.

O protagonista é um cara com muita coragem e eu diria um pouco sem noção. Primeiro que o cara é um stalker. Não podia ver a pobre Mei que seguia a garota e não tinha medo ao entrar em uma loja de bonecas sinistras, por exemplo. Em nenhum momento nos 12 episódios, podemos ver algum sinal de medo e isso na minha visão o tornou uma espécie de robô, que apenas seguia em frente atrás do seu objetivo. A Misaki, que estava ali no modo automático – e que pra mim tinha a mesma personalidade das bonecas que a sua mãe fazia – é culpada pelo meu grande descontentamento da série.

Falando em bonecas, lembra que eu comentei das cenas que elas aparecem? Então, não tem nenhuma necessidade daquilo e não adiciona nada a trama, parece apenas que o diretor achou que seria legal colocar pra dar um suspense, mas com o passar do tempo eles tiram e você acaba nem percebendo. Fora algumas cenas que cortam completamente o clima pesado do anime e o famigerado episódio da praia.

Atenção, nos próximos dois parágrafos teremos spoilers. Portanto se você não viu a série ainda, pule para a parte de Considerações Gerais.

Os dois episódios finais são um caos total. Todos ficaram sabendo que a maldição seria quebrada quando o aluno extra fosse morto. Jogam inexplicavelmente uma velha psicopata no meio da história (que eu realmente não entendi muito bem porque ela matou todo mundo) e colocam um “Deus Ex Machina” em forma de um olho. O olho da Misaki é o equivalente de alguém metendo o dedo na sua cara e dizendo “Olha, ninguém pensou em como resolver o problema, então engole essa porcaria que eu vou jogar pra você.” Em dois episódios descobrimos que o olho de boneca podia ver a cor da morte, com isso dando a certeza de quem era o morto. Pra mim eles perceberam que não tinha tempo pra fazer uma investigação faltando 4 episódios, mataram todos os coadjuvantes desnecessários nos dois últimos e resolveram o mistério com essa porcaria de resposta.

Falando no mistério, descobrimos que a professora era a extra e que ela também era a tia do Sakakibara! O problema é que o pessoal da blogosfera já tinha descoberto isso na metade do anime, cortando boa parte da minha surpresa pelo menos. Outra coisa ainda sobre isso, é que eu realmente não me importei com ela ser a morta. Não estava ligado emocionalmente com a tia e acho que fiquei muito mais abalado com a morte da enfermeira lá no comecinho. Apenas esperava acabarem logo com aquilo para saber o que vinha depois e na verdade não acontece muito coisa. A maldição não acaba e provavelmente outra turma vai acabar tendo o mesmo destino. É…

Comentários Gerais

Another poderia muito bem ter sido um dos animes mais marcantes da temporada, tinha uma história interessante e uma animação competente (os backgrounds e paisagens do anime eram lindos, tudo muito bem representado). Se há outra coisa que se salva em Another é a trilha sonora da série, extremamente competente e digna de um anime de suspense. Claro, tirando a maçante abertura cantada pelo Ali Project – que parece que canta a mesma música em todos os animes.

Porém, com uma direção apressada e escolhas um tanto quanto estranhas o transformaram em apenas mais um anime esquecível. Diálogos maçantes, personagens sem carisma nenhum e um mistério que é bom demais para estar ali. Talvez eu tenho sido o único que realmente não tenha gostado, provavelmente pelo tanto de esperança que coloquei na historia e só tive decepção.

Quer procurar por um anime desse tipo? Então eu te recomendo Higurashi (menos a segunda temporada), Ghost Hound e Shiki, que são muito melhores e pelo menos não vão te deixar sonolento. Talvez a única coisa que se aproveite desse anime são as mortes que acontecem, mas para isso você tem YouTube. Só saber pesquisar que você encontrar todas em um pacotão.

por Luk

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post

  • Realmente o anime não passou o clima que prometia.

  • De modo geral, eu curti Another. De fato, no começo o anime parecia algo melhor do que foi. Mas o que eu mais curti foi passar todo o anime tentando adivinhar quem era o extra e ainda pensar que a Misaki ou o principal ainda poderia ser o morto.
    Aliás, eu gostaria de expor aqui uma teoria (absurda) minha e do meu namorado sobre o episódio final: quem matou a tia do Sakakibara não foi o próprio Sakakibara? Vocês notaram que aparece apenas o sorriso maléfico do cara e o cara é muito parecido com ele? E foi isso que, para nós, salvou o anime em seu final: essa coisa de “será que é isso”.
    E quanto ao caos dos últimos episódios achei que foram válidos: afinal, quem não enlouqueceria com o que estava acontecendo? De fato, foi ridículo a história do olho que tudo vê, ou melhor, vê a morte. Tipo, por que ela não viu desde o início?! Desde quando eles descobriram que precisavam matar o morto. Foi idiota, mas acho, ainda assim, que o anime manteve o clima de mistério e conseguiu em suas duas fases – sim, com as bonecas e sem as bonecas – manter o mistério. O final foi aceitável e, para mim, teve o algo a mais que eu esperava.

    • Eu vou checar, não me lembrava e realmente parece ele. Será? Eu não acho que ter sido idiotice a Misaki não ter contado quem era o morto além do mais ela queria evitar mortes mas, depois que tava todo mundo se matando ai sim foi idiotice ela contar. Agora fica a pergunta: Porque o Sakakibara mataria a tia dele? Só vendo de novo a serie, mas nisso acho que não vou ver.

      • Sabe o porque?
        A tia do Sakakibara era a “aluna” extra,ou para simplicar ela já estava morta e as mortes daquele ano foram causadas porque não falatava uma mesa e cadeira para um aluno e sim para a professora (Tia do Saka),no final para ninguém mais morrer o Saka mata a própria tia que é a Extra…
        Isso é óbvio para os Otakus e Otomes!!!!

    • Na minha opinião, o problema não foi o surto no final, mas sim a razão deste. Eles não surtaram por estarem fadados a morrer ali, ms por descobrirem como impedir. Não foi um “Nós vamos todos morrer!” e sim um “Vamos matar,matar, matar!(Wahahahaha!)”, isso que foi ridículo, como durante toda a série, sabendo que pessoas iriam morrer, ninguém nem ao menos demonstra pesar, mas ai descobrem que é “só” matar alguém que ficam loucos? Isso é totalmente sem propósito, naquela situação, eles deveriam ter surtado pelos acontecimentos todos, e saído correndo, e não virado um grupo de sádicos. Existe lógica até certo ponto, se é preciso matar para não morrer, a escolha racional seria matar, mas na hora de olhar para os olhos da pessoa, deveria surgir alguma dúvida: mesmo sendo alguém que já morreu, estava no cotidiano, você a via diariamente, como então os alunos começam a correr atrás deles com sorrisos sádicos loucos de vontade de matar? Isso é o que ficou ruim nesses dois últimos episódios, tornando a série uma piada! A mim, não me causou nem um pouco a sensação de suspense, menos de terror/horror, foi apenas mais um que eu provavelmente não tornarei a ver…

      Sobre a Obaa-chan-KIRA, parece que ela tinha relação com a maldição por ser parente de um aluno ou professor, algo assim, então ela ser afetada é plausível, se essa informação estiver correta, não me preocupei em verificar. O erro é, se for verdade, não terem deixado isso aparente no anime, então fica essa impressão de não ter relação. Não que mude o fato de ter sido muito trash ela com o cutelo da Rena, hahaha…

      • Não acho tenho sido tão estranho assim eles ficarem loucos afinal de conta ELES SÃO JAPONESES isso sempre acontece em alguns animes com um personagem ou outro. Mas tudo bem eles exageraram um pouco.

      • Hahahaha… realmente, é bem por ai…

    • Lauanda Medeiros

      Numa ligação de Sakakibara e o pai, o pai pergunta sobre como é voltar a cidade depois de um ano e meio, e quando ele veio nesse um ano e meio atras, foi justamente por causa da morte de Mikami. Daí da pra ver que ele não estava na cidade e então não dá pra ele ter sido o assassino, é simples. (:

    • rafael

      na verdade parece que foi o irmão de akazawa que matou a reiko

    • A Misaki sabia claro que sabia quem era o morto ela so naum quis machucar os sentimentos do Sakakibara tanto que no final quando ela ia matar a Reiko ela pediu que ele naum fosse no jardin dos fundos. E ela tambem viu quando a Reiko foi morta pq ela estava andando la como ela falou eu estava observando e ela tambem percebeu que na sala dos professores tinha uma carteira a menos entao a culpa naum e dela e sim dele. E ela viu desde o inicio ela ja sabia pq como eu ja disse ela viu a Reiko ser morta!! Desculpe a intromissao no seu comentario mais eessa e minha opiniao!!!

    • Shiruvua-kun

      Bom, ai você falou que e ridículo o olho que tudo vê mas na verdade ela era esquecida pela sala, então se falasse “ali esta a morta” ninguém faria nada, eles só descobriram a fita que dizia que tinham que matar o morto depois da cena da praia onde falaram com aquele que matou o morto anterior… Então uma parte da frase esta muito errada

    • Luck

      Olha,Sua teoria é até válida,eu até pensei a msm coisa,mais tinha poucas chances de ser,ai eu descobri que Another era baseado em fatos reais,eplo menos o ASSASSINO SAKAKIBARA,que matava todo mundo da escola e as vezes a spessoas morriam sem nem msm ele matar,e dps disso tudo eu comecei a juntar as coisas:
      Sakakibara foi inspirado nesse assassino
      Sakakibara tinha memórias fracas,ninguem queria lhe contar sobre o seu passado,ja que ele ja foi 2 ou 3 vezes a Yomiyama.
      Sakakibara poderia sim ter matado sua tia,algum policial poderia ter o descoberto,Sakakibara ter combatido o policial e ir preso por alguns dias,por causa de sua idade,mas acabou perdendo a memória de antigo assassino,e que para ele n fizesse isso dnv,a família dele nunca contou isso para ele.
      Sim dps disso a teoria faz sentido,so analisando gente ^^

  • Kyo

    É, realmente Another não foi uma grande obra de Terror. Tudo era meio que previsível de mais, você sentia o suspense ali, duvido que alguém tenha ficado com algum medo, no minimo assustado ou agoniado com as mortes. Além do mais eles deixaram de explorar muito os personagens, os personagens só estavam ali para mover a boa historia que fui contada da maneira errada.
    Muito bom o review, como todos aqui. Valeu!

    • awd

      ‘-‘

  • Kira Yamato

    Shiki sem duvidas é muito bom !!!

    • Hina

      massante no meio qndo o medico fica com aquela especulação de ser uma doença e talz, mas o final é trash demais o/ totemo aka! (muito vermelho!) <—- quem assistiu vai entender o "vermelho"

  • Se você leu o mangá vai perceber que o problema do enredo é maior que o anime. Assisti Another sem pensar que era um anime de terror, só queria acompanhar a história leve e a animação incrível (achei todo o anime muito bonito de ver), mas na metade dele eu resolvi procurar o mangá para ver como era. E devo dizer que é ruim, muito ruim, muito mal feitinho, roteirinho porco, tudo ruim. O anime ajudou a deixar a história muito mais charmosa e interessante, mesmo com o final corrido.

  • O que mais incomoda no anime por parte da direção é apatia dos personagens. Porra!! solta sangue pra todo lado e todo mundo lá com cara de bunda. O que por sua vez era aceitável vindo do protagonista, que é um maldito psicopata, nada tira da minha cabeça que ele assassinou a tia duas vezes.

    • FATO!

    • Misaki Mei

      kkkkkk talvez ele tenha mesmo matado a tia 2 vezes ¬¬ mas naum acho ele um psicopata, só acho ele sem-noção pra caramba kkkk

    • Hina

      pq ele matou a tia 2x? O.O no anime mostra …… vish não lembro D: acho q ela foi morta por um bebado e o corpo foi encontrado no esgoto, acho .-. vo ter q assistir a serie de novo pra lembrar D: mas tem o mangá tbm!

  • Concordo… apesar de ter curtido o anime, concordo…
    Ou melhor, acho que foi bom, mas poderia ter sido MUITO melhor.

  • Rayovac

    Cara eu achei bom, o problema é que ele está classificado como terror, acredito que se você colocar ele na categoria mistério ou suspense como queiram, seria mais adequado e a critica seria diferente, eu sinceramente não via medo naquilo tudo a história tinha um ótimo suspense eu sempre ficava naquela apreensão, eu curti esse anime, foi meio cansativo admito, mas nem por isso achei ruim, a história é bem contada e se vai se desenrolando bem, os personagens são legaizinhos e tal, o problema é que realmente não era terror –‘ hehe

    Rayovac!

  • Jader

    Para mim, Another não foi um anime de terror, mas sim de horror.
    Não foi feito para passar medo de algo acontecer (poucas as vezes eu senti a tensão de que alguém iria morrer), mas para causar espanto/nojo/náusea depois de uma cena de morte com muito sangue, claro.
    Enfim, foi um slice of life com um toque de mistério e que, no fim de alguns episódios, alguém morria de forma brutal.
    Mas foi legal.

  • Otakumaru

    kkkkkkkkkkkkkkk eu ri do post kkkkkkkk pensei a mesma coisa! E sem contar a cena do professor se matando eu ri d+ dakilo o cara se corta como se nao fosse nada ele se cortando os alunos assistindo sem fazer nada depois saem gritando e vomitando e o protagonista? Age como se nada tivesse acontecido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk foi hilario pra mim + enfim foi bom e nao foi kkkkkkkkkkkkkk

  • Reborn!

    Isso é verdade … O Final de Another, vei na boa, que coisa mais escroto, gostei do anime, mas não curti o final não.

  • fernando

    eu gostei bastante.

  • Theon-

    Another falhou, falhou muuuuito. Concordo com tudo o que você disse. E, mesmo assim, é incrível como a temporada em que ele foi exibido foi TÃO ruim (tirando Natsume Yuujinchou Shi e outros 2…), que Another terminou como um “bom” anime, se comparar aos demais que estavam sendo exibidos junto com ele.

    Ele deixa de explicar muita coisa e os personagens são TOTALMENTE sem expressão. Os colegas de sala morrendo e o protagonista NEM AÍ. Ele não tem carisma algum. Acho que a única personagem que eu “simpatizei” foi a enfermeira, que infelizmente morreu cedo.

    Se querem um anime de terror/mistério excelente, recomendo Shiki. Mas enfim, tomara que o OVA de Another explique algumas coisas… apesar de achar que será só fanservice, no nível daquela dança que o Sakakibara teve com a Mei. -q

  • anabchamploni

    Another realmente deu aquela sensação de “Quero meu dinheiro de volta”, o plot prometia muita, mas uma execução pra lá de mal-feita pôs tudo a perder. Eu também ficava encucadíssima com o fato de ter uma chacina em sala de aula e no outro dia todo mundo de volta a aula com umas caras de peixe morto. Sério, se fosse eu fugia dessa cidade de mala e cuia na segunda onda de mortes.

    Mas a pergunta que não quer calar é : Mei sua escrotinha, sei que você não gostava dos seus colegas, mas tinha que esperar morrer 60% da classe pra você revelar quem era o morto?

    Ps: A “resolução” do extra da classe foi uma das soluções de mistério mais broxantes que eu já vi.

    Que venha uma resenha de Ano Natsu no Matteru esse sim é um anime bom. Simples, promete o que cumpre e não cria expectativas megalomaníacas seus personagens fazem sentido.

  • Afirmou algumas vezes no post que foi um dos poucos que gostou, mas eu tenho certeza que não, qualquer pessoa com um QI mínimo percebe os erros da série. Eu geralmente vejo história de maneira mais “técnica”, observando o roteiro, desenvolvimento de personagem, o que muitas pessoas acham chato e “só assistem”. Mesmo assim, esse anime fica ruim. Vendo superficialmente ele ainda é ruim, com personagens ruins e situações sem sentido. Apenas pessoas que não se importam nem um pouco com qualidade vão gostar, aquelas pessoas que gostam de personagens bonitinhas e vazias, como bonecas, e que não se importam em pensar, apenas ver de maneira burra e rasa. Another começou muito bem e o que me fez gostar dela no começo acabou sendo exatamente o que a derrubou. Os mistérios eram bons, mas não foram bem resolvidos. Eu nunca gostei de animes de terror ou suspense e esse seria meu primeiro. Infelizmente, comecei mal.

  • nao vi (troquei por guitrw crow)e bom esse anime.

    loki

  • acho super competente seus comentarios a respeito do anime, mas falar mal de Ali Project, n posso deixar. Utilizar o argumento de que elas cantam sempre a “mesma musica” em tds os animes é ridículo. Tá certo q absolutamente TODOS os singles delas foram parar na OST de algum anime, mas tem para tds os gostos, desde animes de terror até shoujos e shounens, com musicas calmas ou agitadas, mas claro sempre no estilo de Rock Progressivo com influencias da folclore japones. U___U E sim eu adoro Ali Project.

    • Cara, falo como alguém que gosta de Ali Project, que de certa forma realmente as músicas são parecidas. Pega a primeira ED de Code Geass e compara com a OP de Another, o ritmo é quase o mesmo. Mas também concordo que é muito bom, não acho que sejam músicas ruins, apenas não variam muito nos animes…

    • Hashimoto

      Ali Project FTW! E mesmo que também curta bastante, o estilo das músicas é bem parecido mesmo, mas nada que desmereça o som deles. (:

  • hajimee

    O único ponto positivo de Another, e nesse ponto discordo com vc, é o protagonista que pelo menos não é um Ganta da vida, reclamando e chorando o tempo inteiro. E como o que mais tem nos animes agr é personagem chato, reclamão e etc, gostei dele, já que é diferente do que temos atualmente. E uma coisa: Vejam o AMV que o pessoal do forúm do subete fez, misturando as cenas dos últimos episódios com a abertura de Kill Me Baby. Fico sensacional!

  • thoty

    Só falo uma coisa….
    Shiki Forever !!!

  • Zuperman

    Nessa categoria de anime, nada supera Higurashi, na boa.

  • É, os mistérios foram tão mal resolvidos que até brocharam… Até hoje me pergunto pra que mostrar toda hora que o protagonista já tinha estado na cidade antes… pra mim ele que matou a tia, o assassino com sorriso sinistro é a cara dele, na hora que vi pensei “epa, corre guria que esse ai é psicopata”, mas não .-. E aquele povo da sala tinha aquela cara de paisagem porque era tudo psicopata tbm. Quem minimamente normal sai matando mil assim do nada, com sorrisão e tudo? Enfim, a sensação que fica é de história mal contada… ou sou eu que fico inventando mistério pra não admiti que perdi meu tempo?

  • Terror mesmo… nível 3/10

  • xD

    O négocio era ter dado um bico pra Shion nos ultimos eps q ela teria matado td mundo de uma forma bem mais criativa xD

  • Ryogachan_Michelangelo

    Eu nunca tive expectativa sobre esse anime e quando assisti percebi que estava certo. O anime é fraco!!! Personagens sem carisma algum e mistério fraco(afinal já tinha desvendado a partir da metade da série) que foi resolvido de maneira porca. Pra não dizer que não gostei de nada desse anime, digo que gostei do episódio 11 pelas risadas que me proporcionaram. Foi tanta coisa que ocorreu “do nada” que ri demais quando o “battle royale” começou.

  • Vitor

    Eu devo ser muito simplório mesmo, mas achei que o Sakakibara ia ser o extra, principalmente pq ele começa o ano no hospital.

    • Eu também tinha ele dentro das minhas “pessoas possíveis”… criei tantas teorias absurdas que acho que seriam mais legais do que o final de verdade… kkkkkkk

  • eduardodesousalopes

    Eu Particularmente gostei de Another, tá certo q você tocou em vários pontos negativos, e concordo plenamente com o fato de q o final foi arrastado demais, e eu sempre ficava pensando ” Puxa, uma colega morreru onte e a sala toda age como se nada tivesse acontecido?” A trilha sonora junto com aquele cenário deslumbrante era genial *-*. Mas na minha opinião poderia ter sido melhor se tivesses trabalhado um um pouco mais no enredo :/

  • Hey ”a” primeira Misaki era um HOMEM não?Eu lí sobre isso,que os fansubs erraram na tradução,além de que quando mostra a foto da turma de X anos atraz,a Misaki aponta para um garoto falando que ele tem a cor da morte….

    • Nay

      achei q só eu tinha reparado nisso!!!
      “a” primeira misaki era msm um menino. o engraçado é q em um epi, ele pergunta se era homem ou mulher e o professor responde q era um rapaz. o pessoal ñ prestou mta atenção nessa parte.
      tbm, na foto, ele é o único q está manchado e borrado.

  • Fernanda

    Eu gostei de Another, não gosto muito de animes “pesados” no quesito terror, por isso o Another me agradou. Mas eu concordo que não foi essa maravilha toda, houveram muitas falhas no roteiro, os últimos episodios realmente foram corridos demais, e aquele protagonista *facepalm!* Como alguém consegue ser tão sem medo??? Fora que o pessoal maluco e sem carisma nenhum de lá nem ligava para os colegas que morriam na frente deles…

  • Hashimoto

    Another foi uma das piores coisas que eu já assisti na vida, e eu acho incrível porque até o meio da série eu estava curtindo bastante. Ficava ansioso pelo próximo episódio, queria saber quem era o extra, que era o “próximo” a morrer, coisas assim, mas hoje eu sinto um feeling muito desagradável só de lembrar.

    Como qualquer um (ou a maioria, eu acho) que tava curtindo o anime e as teorias de quem era o extra, eu fiquei fuçando os fóruns e sites de animês da vida buscando alguma informação que não tinha percebido, alguma análise mirabolante, e no meio da série já sabia quem era a (maldita) extra. Mas ainda que estivesse quase certo disso, fiquei a metade final da série esperando pra ser trollado de verdade. Queria ver um “Deus Ex Machina” diferente, algo surreal, que me deixasse realmente impressionado, mas não foi o que aconteceu. O final foi aquela coisa porca que todos aqui já falaram: todo mundo surtando legal, a tia com o cutelo da Rena-chan (ou da Kotonoha-sama, se prefirirem), o “olho que tudo vê” da Misaki Moe, o “matem os personagens sem importância!”, entre outras coisas que deixaram toda a experiência deplorável e esquecível. Reiterando: uma das piores coisas que assisti na vida.

    E só pra esquematizar o que disse:
    Another <<<<<<<<<<<< Profundezas do inferno <<<<<<<<<<<< Animes ruins de verdade.

    Falta muito pra Another ser ruim. A fotografia e a trilha sonora não compensam a falha de roteiro e direção que a série teve. (:

    • Primeiro aprenda a escrever o nome dos personagens corretamente, depois critique-os -n

      To de zoa, mas discordo com você embora respeite sua opinião(veja meu comentário lá em baixo)

      Att, Érica

      • Hashimoto

        Faz tanto tempo que eu escrevi isso que tive que vir aqui dizer alguma coisa, ainda mais por causa do conteúdo do seu comentário.

        Eu sei que você está brincando, como você mesmo disse, mas comentar porque eu escrevi o nome da Misake Moe errado…? Convenhamos, a Misaki foi um poço de moe do meio do anime pro final.

    • Ritsu

      Alguém finalmente concordou q Another é ruim rs
      Pelo q me falavam, imaginava uma história muito mais complexa e intrigante, mas não foi o que vi,sendo que também considero um péssimo anime e.e

  • Fernando

    O mangá é bem melhor tanto no visual quanto na expressão dos personagens. Vc consegue ver claramente o desespero de alguns e a raiva dos outros. Fora que a participação da Tia Reiko é maior, o que faz com que o final seja mais triste. E o duelo Mei vs Akazawa foi épico.

    Se o anime seguisse o roteiro do mangá, ele acabava com uns 10 ou 11 episódios. Mas era fácil de se inventar um episódio filler do passado da Mei por exemplo.

    Agora vai sair o live action. O enredo vai sair da novel, ainda bem.

    • Hashimoto

      Nem acho isso sobre o duelo das duas. Foi mais uma espécie de fanservice, os fandons duelando pra ver quem era a vencedora (e ficaria com o Sakakibara-kun). Meh…

      Btw, a Akazawa ter morrido foi de uma inutilidade extrema.

  • Eu gostei de another, não por ele (tentar)ser de suspense,mas sim porque ri bastante assistindo-o,vale ressaltar o último episódio,foi épico!^^!

  • Mas olhem só, Another nos ensinou muitas coisas! Como por exemplo, descer uma escada correndo enquanto segura um guarda-chuva!

  • Aff.. alguem aí me diz quando disse q a professora tb era tia do Sakakibara..

    • Luk

      No ultimo episódio.

  • akismet-c72a254c1da656ea86b1e936838c5604

    Eu não achei another um anime ruim, o protagonista tem um certo carisma, e a Misaki Mei também achei interessante. Sobre os personagens não demonstrarem tristeza acho que isto não esta tão errado ja que numa situação em que sua vida esta por um fio você vai se preocupar mais em se salvar que em mostrar tristesa.
    Agora o roteiro tem algumas coisas estranhas relacionado com Tia do protagonista primeiro que ela mal aparece tanto na escola quanto em casa, é a relação deles é muito distante (distante de demais alias em determinado momento eu me esqueci que Tia dele era a professora, pq as duas usam o cabelo diferente e aparecem pouco). Outro erro é todo mundo esconder as coisas pro protagonista, até a propria tia, “bastava alguem dizer ignore esta menina cara ou vamos te encher de porrada” que todo o misterio dos primeiros 5 episodios se resolveria. E a direção pelo menos nos primeiros episodios dava a entender que menina era um fantasma, e não falo isto pelo jeito morbido da sua personalidade (que alias tem uma explicação razoavel) mais pelo fato dela aparecer do nada e sumir do nada.
    Entretanto o jeito meio maluco e discriminatorio que os alunos levam a tratar misaki mei, é o me faz achar esta serie legal de se ver.

  • Nay

    eu gostei, principalmente da Misaki Mei, a impressão q dava é q, por causa da distância emocional q ela tinha da família, ela n sabia lidar cm emoções. E qto ao olho, no comecinho do anime ela disse que “aquele olho via coisas que não deveria”, ou seja, dava pra sacar q ela sabia quem era o morto. a tia do Sakakibara eu tinha esquecido q era a professora. Mas o final decepcionou: nas regras NINGUEM avisou q podia ser professor tbm… Mas gostei do anime num geral, assisti com entusiasmo. A velha q matou td mundo foi pcausa do neto dela q era da classe e morreu rapidinho. Ela, qdo ficou sabendo q podia morrer e q, pra isso n acontecer tinha q matar geral, endoidou. Mas ñ posso discordar q o final foi mto acelerado: tive q assistir os 3 últimos episódios 2 vzs pra entender.

  • Elleonor

    quer alguma coisa realmente assustadora?
    leia um horror comic coreano
    (acho que é assim mesmo que se escreve…)

  • david

    Quando fui ver Another pela primeira vez eu procurei um anime de Horror e não Terror, e foi o que eu achei, Another é dos melhores animes de Horror e mistério que já assisti. Pra quem acha que Another é anime de terror vá na wikipedia e veja o pacote de gênero dele.

    Another não é um anime de Terror e nunca foi, acho que as pessoas não sabem diferenciar Horror a Terror.

    • Concordo plenamente, não é Terror é um anime de Horror e Mistério, gostei do anime podia ser melhor mas no que foi proposto foi excelente, quanto a velha psicopata foi explicado que era parente de um dos alunos mortos, quanto as blogosferas que adivinharam o final, as que eu vi tinham certeza de quem era o ”extra” sem mesmo saber aquele detalhe falado no último episódio o da ”carteira”, desconfio de toda e qualquer solução magica que deram pelo simples fato de ter o Light Novel e o Mangá finalizados antes do anime.

  • Isso da tia do Sakakibara, no mangá e no livro desde o início é mostrado ela levando ele pra escola e falando pra ser tratada com formalidade na escola, e não há essa diferença gritante na aparência das duas. Isso no anime ficou ridículo mesmo, foi muito mal planejado.

    • Thais Lemos

      Eu em geral gostei do anime, so achei que as bonecas tinham algo haver no inicio parecia que o enredo era em torno delas, sobre a tia do sakakibara realmente tinha falado des do comeso mais como na trama em geral era em torno do aluno extra e pensamos que ela n tinha muita importancia a maioria das pessoas nem prestou a devida atenção a isso ,sobre o olho dela mostrar a cor da morte eu ate entendo ela n ter falado nada pois ela usa o tapa olho no colegio como ela iria saber quem e o aluno extra ela queria a foto que aparecia o mikaki que morreu pra poder confirmar se ela via msm a cor da morte, so achei idiota ela n ter falado logo quem era mais isso foi pra ficar o misterio pro final.Em fim gostei do anime pelo fato de o aluno extra na minha opinião eu nem imaginava que era ela nem imaginaria que seria ela isso foi bem legal mais os personagem são bem apaticos msm principalmente o Sakakibara todo mundo morendo e ele n fala nada a respeito das mortes ele n ta nem ai acho que esse anime poderia ter mais episodios e ser melhor dirigido.

  • Henrique Santos

    Também gostei de Another, mas eu tenho que concordar que foi meio sem noção o final, realmente. Porque, tipo, a ideia original me pareceu muito boa, mas como ela foi desenvolvida, não. Porém não se pode dizer que o anime é de Terror, mas sim de mistério, e isso não falta em Another. Eu também concordo planamente com esse trecho “Sendo que uma das coisas que mais me incomodavam era o fato deles não demonstrarem nenhuma emoção mesmo após alguém morrer na sua frente.” Você tirou as palavras da minha boca!

  • Não concordo com esta crítica. Acho que o mistério, que, a meu ver, era o maior foco do anime, foi bem desenvolvido. Ao mesmo tempo em que o anime é capaz de prender a atenção de quem o assiste, os eventos são, em maioria, amarrados com eventos de episódios ou sequências posteriores, trazendo coerência e esclarecimento à história. Minha única ressalva é quanto ao desfecho da série, pois não vi muita lógica em certos fatos (como o avô lamentando pelo ocorrido com Reiko quando ela, em tese, deveria estar viva para todos).

    As bonecas, embora não se relacionem com o assunto principal da série, têm seu papel parea mostrar e fazer entender um pouco melhor a personagem Mei. E se ela parece uma autômata, o contexto em que vive e sua história de vida explicam, e muito, seu modo de ser.

    Da mesma forma, as reações de outras personagens frente à morte dos colegas podem ser justificadas, de alguma forma. Desesperar-se e ficar batendo a cabeça na parede não é a única forma de se lidar com situações trágicas. Não raro, pessoas podem tentar se afastar, se distanciar mental e emocionalmente dos ocorridos, como forma de auto-proteção. E se pensarmos que aquelas personagens viviam em situação de constante angústia e frente à possibilidade de serem as próximas vítimas, é natural pensar que buscariam por formas de se proteger psicilogicamente diante de tudo isto, do contrário enlouqueceriam. E não sejamos injustos, pois em um tanto de cenas violentas as personagems expressaram reações de terror (o menino na praia, a menina que perdeu o irmão, o suicídio do professor, etc).

    E sobre as personagens não serem carismáticas… As mais secundárias pouco tiveram espaço para se mostrarem mais, mas as que estavam mais em foco, eu achei bastante carismáticas. 🙂

    A única coisa que eu acho que poderia ter sido diferente, foi o final da história. Dá para se entender aquilo tudo que aconteceu, mas a sensação é de que faltou tempo para se aprofundar nas reações e nos eventos, de concluir o anime sem tornar o final leviano.

    Bom, minha opinião. ^^” E exagerei no tamanho do comentário. oO””

    • Dansv150

      Com todo respeito a todos que deixaram os comentários e a quem fez a crítica. Another realmente deixa muita coisa sem uma explicação direta. Mas como um bom suspense/terror, ele é interpretativo. Muita coisa do final eu levei um tempo para entender e outras, que ao assistirmos novamente notamos nos, são jogadas NA CARA xD (informações referentes à própria trama e até respostas a perguntas que ao decorrer do episódios surgem em nossa mente).
      Um exemplo: no 1º ep, quando Sakakibara está na cama do hospital, a tia dele comenta sobre a escola q ele ira estudar e que ela iria ENSINAR (entenderam?).
      Pessoalmente achei que este foi um anime feito pra ser assistido pelo menos duas vezes pois, na narrativa inicial do 1º ep, onde é contada a estória do Misaki, são mostradas imagens rápidas relacionadas a mortes que ocorrem durante todo o anime (isso tbm tem na abertura, lembram do lustre caindo do teto?).
      Na minha opinião a estória é contada de uma maneira excepcional apensar de no final as coisas terem sido mesmo rápidas demais e meio malucas(não sei se foi intencional).
      Uma coisa não achei correta na trama: pelo que entendi não nos é dada NENHUMA dica de que o extra não precisava ser necessariamente um aluno; A surpresa de ser a tia/professora seria MUITO MAIS IMPACTANTE se tivéssemos a chance de descobrir (aquela sensação de “pow! Tava na cara e nem vi!…”) mas isso foi tirado de nós…
      Na minha opinião, Another é um anime muito bem trabalhado na ambientação (que é muito bonita), na trilha sonora (que se encaixa perfeitamente com o momento) e na estória.
      Como eu já disse: é interpretativo, e ainda há algumas coisas que não entendi, como por exemplo a razão da pássara repetir “por quê Rei?”(fato que tentei entender durante todo o anime, apostando ter significado na trama). Se Sakakibara matou ou não Reiko também fica a dúvida pois, a ida à cidade que ele fez para o funeral da tia pode muito bem ter sido uma simples visita à casa dos avós na qual ele cometeu o assassinato, não foi suspeito e permaneceu até depois do enterro.
      Tbm peço desculpa pelo tamanho do comentário xD

  • marcela

    Podia ter explorado mais o lado do terror e de cenas de carnificina.
    o anime se baseou mais em suspense .
    ainda sim é uma historia interessante .

  • ketlyn

    eu amoh animes♥^^

  • Érica

    Na boa? O anime é MUITO bom, me desculpe se não era o que você esperava, mas você não tem como dizer que o roteiro e a direção foram FALHOS, pois não foram. Até posso concordar que podia melhorar, mas me diga apenas UM anime que não tem nada que pudesse ser feito para “evoluir”.

    Eu sou do tipo de pessoa que se perguntam “Do que você mais gosta?” responde “Sangue” sem hesitar. Gostaria MUITO que houvessem mais mortes, sangue e tudo mais, mas um anime FALHO? Que dá uma FALSA ESPERANÇA? Que houveram POUCAS MORTES?

    Aí eu tenho que discordar.

    Até mesmo tendo poucos episódios foram quase uma morte por episódio a partir do episódio de número 3 e uma delas BEM SANGRENTA (não darei mais detalhes, senão estarei sendo spoiler aos que não assistiram). Se você não sabe, no Japão há uma lei onde muita violência precisa ser censurada, agradeça que Another conseguiu permissão e não foi censurado como Mirai Nikki – o que não acabou deixando o anime completamente FALHO em todos os aspectos, como você diz que Another foi.

    Você provavelmente deve ter assistido Elfen Lied. Tal anime conseguiu permissão para imagens fortes de mortes sangrentas, mas em um horário “apropriado” (o que não importa, pois vemos na internet .-.) Não posso falar muito sobre Elfen Lied, pois, de fato, não acabei.

    Por que xingar e não ficar na minha?

    Porque não aceito que alguém não tenha NADA de bom para falar sobre Another, quando na verdade existem mais coisas para serem elogiadas, que para serem insultadas exageradamente por alguém que não tem nada para fazer e se acha um crítico profissional de animes de terror.

    De fato, a opening da mais expectativas, por meio de sua letra e acaba dando um POUCO de falsa esperança, mas isso não é motivo para xingar TANTO assim a ponto de não destacar os aspectos positivos que acabaram fazendo Another ser meu anime favorito (estou vestindo uma camiseta com Misaki Mei e Kouichi Sakakibara impressos nela enquanto escrevo MINHA crítica pessoal sobre a SUA).

    Att, Érica

  • Izabel-sama

    Em alguns comentários ele está certo tipo:a abertura não tem nada haver as bonecas se mexem e tal mais até que algumas pares foram legais

  • Primeiro esse anime não começou como manga, ele começou como um livro de suspense que o autor escreveu baseado em seu sonho, as bonecas fazem parte do contexto tem que ler o livro para entender porque cada uma significa uma perda e uma dor ou sentimento de Misaki por isso sempre aparecem quando ela esta em cena, nenhuma dessas bonecas são satânicas nem sinistras “são vazias de corpo e alma assim como a morte” frase do livro

  • Tenho de admitir. Eu curti pra caralho Another! Enquanto eu assistia o anime eu nem dava bola pras falhas de roteiro, na verdade só fui reparar nisso depois que eu já tinha terminado de assistir a série. Como alguém disse aí nos comentários, o que mais gostei no anime era a parte das mortes (a cena do guarda-chuva é antológica), eu ficava tentando adivinhar quem seria o próximo a morrer e de que forma ele(a) morreria e quando, por isso nem me atentei pro roteiro de imediato. E de fato Another não é uma série de terror e sim de suspense, muita gente se decepcionou (não somente por esse motivo) com Another justamente achando que encontraria uma autêntica série de terror com muito sangue, e no final se depararam com um anime de suspense/mistério capenga. Como eu disse antes, eu curti o anime, mas não posso negar que é uma série falha, apesar de ter um bom clima de mistério, possui vários furos no roteiro e problemas com lógica que no final acabaram comprometendo a série.

  • Lucas

    Concordo que decepcionou bastante e aqui foram observados alguns pontos pertinentes e que, enquanto eu estava assistindo, não tinha prestado atenção mas que são a pura verdade. Enquanto eu estava assistindo, eu achava o máximo, mas quando eu assisti o final e li este post, refletindo um pouco mais sobre o anime de forma geral, percebi que estava equivocado.
    O enredo prometia muito, mas o seu processo de execução o comprometeu (os episódios foram mal planejados). Os últimos episódios, em especial os dois últimos, para mim, contiveram excessivos e desnecessários momentos de tensão e violência perturbadores, que não acrescentavam coisa alguma ao enredo ou a trama e que foram incluídos, na minha opinião, apenas para saciar os amantes de filmes trash. Personagens completamente inexpressivos e com uma falta de carisma e de realismo que doía e irritava; era difícil construir um apego por qualquer um deles, com exceções tampouco muito merecedoras de destaque. Admito que, para aqueles que esperavam um anime de terror, foi bastante decepcionante, e lamento. (Eu não esperava algo parecido, na verdade =P)
    Arte e trilha sonora brilhantes, geniais, que de fato protagonizavam o processo da construção da atmosfera tensa, sombria e macabra do anime (sem mencionar as bonecas) que creio que o autor pretendia transmitir.

    Para concluir, o que digo, provavelmente, é uma mera compilação de opiniões já previamente divulgadas a respeito das quais concordava plenamente, tais como as de Rayovac, anabchamploni e Moon.

    Abraço, obrigado pela análise =)

  • Pingback: Bunkasai #02 – Opiniões Difusas. « Quarto de Nanquim!()

  • o melhor anime do mundooooooooo

  • Achei a Misake fofa. E SÓ! Eu pensava: Já que se transformou em modinha, não pode ser muito ruim, né? Estava errada u_u

  • Lidi

    No geral eu gostei do anime… o final dele me decepcionou menos do que Death Note. O que eu não pra mim foi ruim é que no desfeche da história tem uma confusão de conclusões e deixa a gente meio tonta…. Tipo Misaki no começo é uma menina (pelo menos é assim que eles se referem ao morto), mas depois eles descobrem que é um menino, comprovando depois que a Mei vê a foto. Teve muitos erros que na próxima temporada pode ser concertado, a história é boa e tem como continuar e se continuar eu vou assistir.

  • Pablo

    Sério, eu so nao entendi prq lá no começo do anime, no hospital, eles nao abriram o jogo para o protagonista…tipo, era so falat da tal maldiçao e acabo! isso foi meio ridiculo. mais ao todo curti bem o anime..eu esperava MT mais do anime!!

    • Mirai

      Mas em determinado momento descobrem que na verdade a maldição começou um mês antes do protagonista começar a frequentar as aulas, logo ele falar com a “aluna que não existe” não iniciou a calamidade.
      Bom, assisti o anime como suspense, por isso esperei que no final não houvesse nada sobrenatural e que de alguma maneira o professor(bibliotecário) se revelasse o autor das mortes em todos os anos, assim como aqueles desfechos mirabolantes de Agatha Christie 😛

  • Lucas_RPM

    Serio, mesmo gostando do anime achei ele uma bosta.

    Primeiro que ele conseguiu me deixar com mais raiva do que the walking dead. CADA MORTE BESTA! (principalmente no final, lá eles apelaram)

    E todo mundo morrendo e o povo da sala nem aí, como se passa-se o dia e eles esquecessem… não demonstram sentimentos. E a misaki é uma pisicopata (não sente a dor do próximo) E ELA VIA TODO MUNDO MORRENDO E DEIXOU BEM PRO FINALZINHO PRA CONTAR QUEM ERA O MORTO!!!! VA PRA PQP, VEI!
    O muleque que não tem medo de nada, e que no inicio pensou que estava conversando com um fantasma… (meio sem noção, msm)

    Mas o que me deixou mais revoltado é ele não ter dado uns pegas na mei…

    mas no final eu gostei dos dois juntos e espero uma continuação com menos bonecas nada a ver…

  • Só ressaltou os pontos negativos. OK, eu concordo com a maioria, mas e os pontos positivos que são além de traços bonitos?

  • Emerson Manfron

    Achei a sua análise muito boa, e se me permitir, gostaria de fazer uma pergunta que me deixou um tanto confuso durante o anime:

    Por que a Izumi Akazawa tem aquela “falsa lembrança” de que ela jogou uma lata vazia no Kouichi? Tipo, a primeira coisa que eu pensei é q talvez a mente dela tivesse criado essa cena para “substituir” as lembranças de sua morte, fazendo dela a peça principal da “calamidade”… Mas não foi o caso, não era ela a aluna morta, então, pq ela criou essa cena em sua cabeça?

    Quando ela cumprimenta (aperto de mão) o Kouichi, nas duas vezes, ela diz que se lembra de já ter apertado a mão dele antes. Inclusive, na segunda vez, ela diz que essa era uma lembrança “física” e não mental (o que me levou a formular a pergunta aqui feita)…

    • Lud

      Não, olha a lógica do anime. A tia era a morta. Ela morreu no ano anterior, e o Kouichi foi pra cidade pro enterro dela. Ele conheceu a Akazawa lá, naquela memória que ela achava que era sonho. Quando a tia voltou como a extra, as lembranças relacionadas à morte dela foram esquecidas. O pai do Kouichi pergunta como era voltar, mas acaba esquecendo que o filho ja esteve la(por causa do enterro). O avô fala que ja cansou de mortes, mas é mais pelas duas filhas terem morrido que pelas mortes em série de alunos. A própria morta esquecia de si mesma. É esse efeito de esquecer que balançou as memorias de todos, incluindo a garota, que realmente tinha conhecido o Kouichi

  • M.J. Filho

    Também fiquei confuso com isso. Me fez pensar que o Kouichi era o aluno extra, já que ele não se lembrava desse encontro. Confesso que não sou muito conhecedor dos gêneros de anime, por isso achei que Another era uma história de terror devido ao clima calmo que ele transmitia e as mortes com rios de sangue. E assim como a maioria disse, o final é jogado na sua cara, fazendo toda a trama arrastada no início parecer um filme de ação frenético com mortes a cada 2 segundos (se tivessem mais alguns episódios ou um OVA que amarrasse as pontas soltas, talvez eu pudesse digerir esse final). Ao contrário de muitos, concordo com as atitudes da sala 3 depois de descobrirem como acabar com a maldição, afinal eles viram muitos parentes e colegas morrerem e não admitiam o medo de ser os próximos para não enlouquecerem, mas o medo sumiu quando souberam que Mei era o extra, pois era a única chance de se livrarem da morte e matariam qualquer um para isso (instinto de sobrevivência). Além disso, Misaki sempre se isolou dos alunos, mesmo depois de não ser mais ignorada e apenas Kouichi sabia porque ela agia assim.
    P.S.: também fiquei encucado com a identidade do assassino da Reiko e mesmo que seja parecido com o Kouichi, não acredito que é ele porque não tinha motivos para cometer tal atrocidade.
    P.S. 2: a cena imaginária de Kouichi dançando com Mei no meio da sala enquanto ninguém liga foi meio forçada, eu diria. Mas acredito que ela foi colocada com o intuito de amenizar o clima tenso do anime.
    P.S. 3: eu conheci o anime num evento, quando assisti a abertura num dos estandes de venda e me interessei apenas por causa da música do ALI Project. Não acho as músicas delas ruins (acho até muito boas, aliás) e o fato das melodias serem parecidas não é um defeito, pois a Britney Spears fez e faz muito sucesso porque suas músicas são muito parecidas umas com as outras (ouça Baby One More Time e depois Crazy para perceber a semelhança).
    #desculpempelocomentarioenorme

  • Pingback: Balanço do mercado editorial do 1º Semestre: Editora JBC | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Uma parte que mostra bem como o personagem da Mei foi bem mal feito foi no último episódio, quando a chefe das medidas preventivas esta tentando mata-la, e ela com aquela mesma cara de tapada… o anime não me decepcionou tanto pq eu já não tinha nenhuma esperança dele, o que continuou me movendo para os outros episódios foi tentar descobrir quem era o extra 😛

  • JP

    Bom, você talvez não prestou atenção o suficiente no anime, sakakibara, sim passou medo, teve pesadelos constantes e mal estar com as mortes presenciadas, precisando até de fazer exames médicos, e o cara não tem só medo, você vê que ele gosta de um jeito a mais da misaki, do jeito de agir na presença dela e quando fala sobre ela, talvez as expressões não foram totalmente bem feitas, mas a voz dos personagens dizia tudo. Sobre os alunos não reagirem seria pelo fato de que todos foram treinados para não deixar o sentimento a mostra para família e amigos para não se ter pânico total na cidade, até por que tem todas as regras que fizeram e tudo mais, menos mei, ela é uma guria que não faz questão de nada bem de ninguém (ou quase, depois de sakakibara chegar) pois é uma garota tratada como nada pela mãe e nem de seu pai ela fala muito. Sobre seu olho, ela explica sobre isso quando ela mostra pela primeira vez à sakakibara e quando ela fala oque as bonecas representam, mas não dá uma certeza plena. Sobre a velha no final e de todos surtarem, a velha é avó de um dos alunos da sala 3, o surto dos alunos é normal, pois o medo e a pressão fala mais alto, fazendo eles fazerem até hipóteses erradas, como a misaki ser a morta. Sobre sua justificativa dos “dialogos maçantes” achoque vc deve preferir shonen, onde tem 2 palavras e 63642752852 poderes e golpes, normal, também curto pra caralho, mas another como é um mistério, onde todos tentam descobrir como sobreviver, é logico que eles vão ter um papo mais cabeça do que o normal. E sobre o mistério e seus furos, tem alguns que fazem sentido, e ao mesmo tempo não, como misaki conseguir se lembrar da morte da reiko, ou o por que que a maldição acontece, ou por que os burros da escola não fecham essa sala ou oque acontece depois do anime, simples, eses furos estão lá de propósito, para quem assistir interpretar da forma que quiser. Another é sim um anime bom, não são só as mortes que valem a pena (apesar de todo mundo lembrar do anime quando pega o guarda-chuva num dia chuvoso) a história e o mistério, não só de quem é aluno extra, são coisas que dão um toque especial para ser tão bom. Então, re-veja o anime com mais atenção e vai ver que tudo o que disse é verdade

  • Nina

    Acho o anime fraco em relação ao mangá. No mangá, a Mei é mais simpática (não fica o tempo todo sem expressão), o Koichi parece mais “humano” e menos robô, os figurantes não têm participação nenhuma, e por isso não são descartados em algumas folhas (que seriam os dois episódios finais), os personagens secundários são mais legais, e a REIKO, Ah!, essa fez valer. No anime, a Reiko não cativa ninguém. “Não estava ligado emocionalmente com a tia e acho que fiquei muito mais abalado com a morte da enfermeira lá no comecinho” é uma ÓTIMA forma de deixar isso claro. Eu até me apeguei à Reiko do mangá. Numa das cenas finais, onde o Koichi está no cemitério, no túmulo da Reiko, ele começa a lembrar de uma conversa sobre ela com a avó dele. Naquela cena, eu senti uma vontadezinha de chorar, mas não estava triste o suficiente, digamos assim.
    Mas enfim, o anime é algo bom para assistir e passar o tempo, mas não algo que eu vá guardar para sempre. Infelizmente.

    • Sixx

      O anime me agradou, mas concordo com você quanto ao mangá. Eles deveriam ter dado uma atenção melhor para a Reiko no anime, porque no fim eu não sei tristeza nenhuma com a morte dela. Já no mangá a história é diferente u.u

  • Raquel

    Adoro ouvir opiniões diferentes. Mas alguém avisa que O Misaki que morreu aos antes num acidente era UM GAROTO. Misaki menina é a Mei, pelo amor de Deus -.-

  • Yan

    A única coisa q me decepcionou foi o final, mas de resto, o anime foi excelente.

  • Lud

    Não tenho profundidade no quesito animes, comecei a procurar realmente agora. Assisti uns animes melosos de infância como SCC pra começar, depois passei pra Fairy Tail, que tem lutas e tal, é engraçado e os enredos me interessam, aliado ao fato de que se afeiçoar aos personagens é muito fácil. Gosto mesmo.
    Então decidi ir pra um lado mais obscuro, que eu não gosto na verdade, pq tenho medo desse tipo de coisa. O que me atraiu principalmente foram os poucos episodios e a quantidade de gente dizendo que era bom. Fui ver coé.
    A abertura foi bem bolada, e o anime no começo me atraiu pelo misterio. Depois, teve a primeira morte e eu fiquei assustada e curiosa. Assisti e assisti. As mortes perderam bastante do horror pra mim com o passar do tempo(menos a do professor, nojo) e eu achei aquilo do garoto já estar morto antes de sair da cidade muito bom.
    Daí começou a matança.
    Eu já tinha uma certa duvida e estava entre a professora e a tia(que eram a mesma pessoa). A véia matando do nada, os alunos suvitamente ficando com sede de sangue isso nao me desceu bem. Acho q a unica q eu aceitaria matando loucamente era a nerd de óculos, que parecia cada vez mais abalada com as mortes(a única, no caso). Cheguei a rir do garoto falando “droga, errei” depois de matar uma mina. A explicaçao final fez sentido pra mim, apesar de eu ja saber, mas a misaki poderia ter falado/matado o morto logo antes do massacre. O afastamento da realidade foi gritante. Se fosse real o professor ter se matado, os pais entrariam em panico, jornalistas surtariam com a lenda, a globo ia passar meses falando sobre… mas o mundo se calou nesse questao. Pro meu primeiro anime nesse estilinho mais macabro(odeio essas bonecas, e elas passando entre as cenas me assustava), eu achei a historia boa. Não vai ser meu melhor anime, certamente, mas visto por alguem q n conhece mto bem esse meio, eu recomendaria sim.

  • Lud

    Aliás, me sinto na obrigaçao de concordar que os personagens são muito distantes. Começaram a morrer naquele massacre e eu não conseguia lembrar o nome de nenhum a não ser o da Mei, do Kouichi e da Akasuka(acho que é assim que se escreve). O resto se perdia muito, elesnmal foram apresentados, acho que com o correr da trama isso poderia ser acertado, mesmo que custasse episodios a mais

  • Renan

    Acho estranho algumas coisas na história que poderiam torná-la com mais sentido. Daqui para cá há “spoilers”.

    Por exemplo: por que pessoas fora da cidade e que não tinham a ver com a classe podiam interagir com a professora Mikami/Reiko? Ela até dirigiu um carro, comprou comidas e sunga em outra cidade, e conversou com uma pessoa que morava fora da cidade. Tudo isso é muito ilógico. Não sei se na Light Novel tem esses furos… Como uma maldição pode ter um alcance a ponto de afetar a memória de todos?

    Outra coisa que intriga é o porquê das mortes seguidas. O fato de haver um morto na classe não significava exatamente o motivo principal, pois a maldição continuava nos anos seguintes. Não se explicou a relação, e nem se a causa disso se originou a partir dos eventos de 26 anos antes da história.

    O que não fez o menor sentido é que o “extra” não era aluno, quebrando a lógica da maldição. Não que isso não tenha sentido, mas torna inútil manter uma linha de pensamento para a maldição.

    Também não sei qual a razão da história se passar em 1998. O que intriga ainda mais é que no anime a aparência do assassino lembra muito o Kouichi. Não vi a Light Novel, mas no mangá não aparece nada…

  • leo

    Another é aquela série que não precisa de personagens carismaticos, sua historia é tão profunda (se vc não percebeu ou não leu o livro dane-se) que consegue carrega-la de forma muito agradavel :). Sabe a maldição continuar? Se chama cada um com seus proprios desafios. Ta achando que porque um tio mato uma pessoa acabo com a sede de vingança de um fantasma vingativo? Qualé!
    Ps: Another não é um anime de terror, é de HORROR (tipo corpse party) seu não sabedor Y_Y
    😛

  • Eu gostei muito do anime não vejo da onde vocês tiram essas críticas sei que cada um tem sua opinião me perdoem mas acho que vocês não entenderam o final do anime.

  • Eu também gostei do anime de uma forma geral, fiquei sem entender pq a Misaki não usou o tal olho antes, assim como fiquei me perguntando quem era aquela velha maluca… os ultimos episódios foram corridos. Agora só uma coisa, sobre as bonecas, eu acho que há uma relação sim, a ideia é relacionar Misaki a elas. A personalidade gélida, a forma como ela chega na familia, dada como uma boneca…mas só uma impressão 🙂

  • fernando gaio

    o pessoal esta dizendo que o sakakibara matou sua tia a um ano meio, quando na verdade ele havia ido ate yomiyama, para o funeral dela, e se ele relamente fosse o assasino o que é patético de pensar, a misaki saberia disso já que ela estava “presente”. os personagens só se parecem, somente isso!!!!!

  • Lays

    Curti bastante o anime mas acho que foi pelo qual eu assisto(eu costumo assistir mais shoujos, então acho que é esse motivo que me fez gostar tanto de another) realmente não gostei do final de tantas pessoas surtarem e tentarem se matar. Então sei lá! Uma reclamação do post é que eu assisti shiki não gostei achei bem pior que another, (foi mal se o tom pareceu rude mas não foi), ele tem personagens com um “desenho” meio —— não sei e a história é bem estranha sei lá achei dificil de compreender depois assisto de novo para ver se entendo mesmo!

  • Brendo

    Gostei do mistério do anime é bem interresante. Mas o anime é sem logica mesmo. Pq manter uma escola que a cada ano morre alunos? Fecha logo ela. Faria mais sentido que o final sem noção. Deixar a dica para futuras gerações. Q piada.

  • Tauan

    Uma coisa q eu achei mt mal feita foi q a reiko precisou ser mandada para a morte 2 vezes , a primeira é quando aquele garoto bate com o esfregão na cabeça dela e ela cai em seguida e a segunda é quando o Sakakibata mata ela com a picareta

  • Aloisio Junior

    another é legalzinho, mas me decepcionou um pouco, confesso q esperava mais da história q se mostrou bem ilógica e fugiu muito da idéia inicial no decorrer da trama

  • Shiki me deixou muito curiosa pq no final parece que tem continuaçao mais n tem

  • eu so gostei de shiki no inicio por ter mais terror mais depois selha ficou muito ovil o sem graça depois que eles descobriam a verdade sobre os vampiros os vampiros ficaram sem terror eles so chegavam morriam e se alegavam mas eu ja assisti varios animes de terror pq sempre gostei mais de todos os que eu vi anoither foi o melhor eu gostei muito porem fiquei triste pq o anime acabou rapido e so tinha 12 ep de qualquer forma esse e o melhor anime de terror que eu ja vi mais percebi uma coisa o coichi vivia atras de misake e teve um ep que ele imaginava dançando com a misake e ele vivia o tempo entero falando com misake e com mas niquem nos primeiros ep percebi que ele conversava com seus amigos e logo quando via a misake ele corria atras dela sem querer saber de mais nada traduzindo serio deixa de segredo da para percebe isso de longe aposto que todos ja imaginavam isso eu vou falar minha opiniao ele gosta dela nao da para nao perceber isso varius ep demonstram isso ele sempre foi apaixonado por ela essa e minha opiniao

  • Cara como as bonecas não representam nada? Cada uma das bonecas representa alguem daquela sala você nem entendeu o anime é quer dar sua opinião sobre ele? E na minha opinião another é um otimo anime de mistério ta certo que era para ser terror mas a trama e o enrredo do anime é espectacular.

  • Alguém

    Eles mudara bastante a personalidade dos personagens no anime comparado ao mangá. A Misaki demonstra mais emoções e é mais falante. Esperava que colocassem uma voz mais feminina e delicada para ela mas é exatamente como você disse, deixaram-na como uma boneca (o que eu odiei). O Sakakibara não é um robô que não sente medo e super gentil, ele é mais humano, mais adolescente, mais animado.
    Quanto a suas recomendações, não entendi porque diminuiu a segunda temporada de Higurashi. Quem só quer saber de gore, assista só a primeira temporada. Quem quer história, ver que os personagens não são só uns psicopatas que usam alguma personalidade disfarçada e depois se tornam assassinos do nada, prossiga.

  • Thomson

    Nao acho q o Another foi um filme de terror,nada gente que isso so pq tinha cenas de mortes,assasinatos é um filme de terror,nao devia ser mais um suspense,misterio algo e tal,mais curti muito o anime,apesar das morte dos amigos de Koichi foi perdendo as amizades ae foi surgindo um pouco mais de misterios…e tambem acho que rolou um clima entre Koichi e Misaki Mei,mais eu nao se se foi bem isso so tou deixando meu comentario aqui! Mais tirando isso foi bom o anime apesar de ter poucos episodio foi bom!

  • Você está errado

    Bem,concordo com você,no começo do anime,mais vou citar alguns erros:

    Por que a velha queria matar os alunos?por que ela queria se vingar do filho dela que estudava na escola.

    A Maldição continuou? ninguém sabe,então não afirme isso.

    Por que o principal é todo ”indiferente” ? pelo que eu saiba, ele não é tão indiferente assim, em certas horas até ficou meio elétrico.Mais,ele nem conhecia os outros direito,só se dava melhor com a Misaki e os outros dois lá.

    Por que o anime terminou assim? porque,em nenhuma hora,alguém disse que another é só TERROR, another é Terror e Mistério,claro,que ia acabar com mistério,assim como acaba os filmes de terror.

    aliás,como uma guria disse,você só falou os pontos ruins.Mais cadê os bons?as partes boas são além de traços nos olhos,meu filho.
    Respeito sua opinião,mais,primeiro conheçe o anime direitinho para depois julgar,ok?

  • Diego

    bem pro pessoal que achar que bastaria fechar a sala ou a escola , eles acham a fita na antiga sala 3 então nñ ia adiantar em nada fechar a sala.

  • Eu tb não achei o anime com um bom final. Fiquei sentindo falta de “algo” ali, algo que desse liga nos elementos. Achei o desfecho um pouco forçado pra situação toda e tb não captei o pq daquele gap de 1 ano e meio com o Sakikabara (vou ter q ver de novo, pra tentar entender). E realmente, algo que me irritou, era aquele arrasto no início, cheio de “não podemos te contar agora…”, “melhor vc não se aproximar…”, “cuidado…”. Se eu fosse o Sakikabara, já teria mandado a sala pra PQP há séculos!

  • Pingback: Another –  Quem é o morto? | Yoroshiku!!()

  • Aquartle

    Another é meu anime favorito e realmente eu não acho q ele seja de terror, ele me assustou de inicio mas depois o mistério me entreteu mais q esse terror, a trilha sonora é perfeita e o cenário então nem se fala *-* , mas em fim, eu gosto dele pois em apenas 12 eps ele deixou questões q ninguém nunca saberá a resposta como, quem realmente matou a Reiko esse tipo de mistério, e as bonecas na minha opinião querem dizer algo. Eu ja vi varias e varias vezes esse anime e ainda n achei essa resposta mas vou conseguir, e é isso q faz dele meu anime favorito ja faz 5 anos q ele lançou e ainda assim a coisas inexplicáveis nele. Bom essa é minha opinião.