Review – Berserk Golden Age Arc I e o CG de latão

Finalmente saiu o filme de Berserk. Será que isso presta?

Berserk é um famoso mangá do autor Kentarou Miura e que é lançado desde 1990 na revista seinen Young Animal. A história abusa da violência para contar um ótimo enredo sobre lutas com espadas, intrigas, demônios e claro muito sangue, tudo em um universo medieval fictício criado pela “mente doentia” (leia: criativa ao máximo) do tio Miura. Tanto que muita gente acaba não aguentando ler muito do mangá por ser extremamente pesado e um dos poucos que eu realmente digo que uma pessoa menor de 18 anos não deveria ler. Berserk consegue passar temas muito polêmicos dentro da obra, e cenas como estupro e cabeças voando sem mais e nem menos, são coisas comuns na obra. Isso sem falar na grande referência à demônios, inferno e coisas do tipo, o que incomoda muito da opinião religiosa.

Uma adaptação foi feita para a TV em 1997 pelo estúdio OLM, mas acabou não ficando tão bom quanto (pelo menos pra mim, mas muitos acabaram gostando dessa adaptação) e terminou sem nenhuma notícias sobre uma continuação ou remake por mais de 10 anos. Até que em 2010, foi anunciado que um novo projeto estaria a caminho para a série, e que se trataria de uma adaptação para os cinemas. Em 2012, depois de muita enrolação saiu finalmente o primeiro filme da trilogia da Era de Ouro de Berserk. A obra foi adaptada pelo Studio 4ªC e distribuída mundialmente pela Warner Bros e prometia ser uma das melhores franquias japonesas nos últimos tempos. Mas… Este redator aqui ficou encarregado da review, mas será que eu realmente gostei?

A história

Conhecemos Gatts, um mercenário extremamente habilidoso e que maneja uma espada grande e pesada como poucos. Griffith, o líder do Bando do Falcão – um dos famosos grupos mercenários – acaba se interessando por ele ao ver uma das várias batalhas em que Gatts era contratado para lutar. E o nosso protagonista acaba sendo forçado a ser integrado no grupo após ser derrotado facilmente pelo Griffith e assim entra na Era de Ouro de sua vida.

Depois começamos a acompanhar como o Bando do Falcão começa a se tornar parte das tropas reais de Midland e vendo pouco a pouco as verdadeiras intenções de Griffith em relação a essa união. Por que ele estaria se unindo ao rei? Por que esse interesse tão grande em Gatts? E o mais importante, o que é aquele amuleto que sempre está no pescoço do Griffith? Começa a busca pela verdadeira amizade ou do verdadeiro poder?

Considerações Técnicas

Bom, já vou começar falando sobre a animação do filme. As pessoas que me seguem no twitter já perceberam que eu reclamei da opção de misturar animação tradicional com CG, ainda mais que o CG estava muito mal feito em cada imagem que aparecia sobre. E vendo o produto final se confirmou esse grande problema: os personagem em 3D ficaram muito mal feitos, parecendo um produto que foi feito em 2000. Foi optado pelo uso de animação tradicional em closes para mascarar como os personagens são feios e pouco detalhados em CG – mesmo assim isso não necessariamente algo que ajudou a esconder todos os defeitos da animação. E não são apenas os personagens secundários que são mal feitos. Em alguns momentos Gatts parecia ser o robocop por causa de alguns movimentos extremamente duros e artificiais.

Com tudo isso a animação já sai no cinema totalmente datada, afinal se já ficamos incomodados com os bonecões no ano que saiu, imagine daqui a 10 anos ou 20 anos? Posso até comparar com Akira: o filme é de 1988 e você acha que ele está datado? Akira possui 160 mil frames, em uma época em que tudo era feito na mão (tinha um cara que pintava cada janela de prédio que estavam com as luzes ligadas) a direção resolveu fazer com 120 frames por segundo, sendo que a maioria das animações básicas de hoje em dia são com 60 frames. É esse carinho, esse cuidado, que eu esperava por um filme de Berserk e acabei recebendo essa animação deprimente e bem mal feita.

Tirando isso não posso falar muito sobre a adaptação. Faz muito tempo que eu li essa parte do mangá, mas a história acabou fluindo muito bem e não te deixa cansado. Essa é uma das partes que eu mais gosto do mangá e não percebi nenhuma grande mudança que tivesse me incomodado tanto, apenas tiraram toda a infância do Gatts e resumiram em alguns flashs confusos – vale lembrar que seria necessária uma boa fatia de tempo do filme para mostrar isso detalhadamente. Apenas acho que um dos problemas é a falta de um pouco de desenvolvimento dos personagens secundários. Fica tudo muito centrado entre Gatts e Griffity e alguns bons personagens são deixados de lado. Não que isso afete no desenvolvimento da história, muito pelo contrário, mas poderia ser um ponto à se pensar. A trilha sonora não possui nada de especial, nada que venha te impressionar ou que você vá lembrar de algum momento por causa dela. Talvez esse seja o ritmo do filme: não há absolutamente nada que você vá se lembrar, nada que vale um ingresso do cinema.

Eu gosto muito do Gatts nessa fase, você percebia o quanto ele era habilidoso antes mesmo de aparecer demônios na história e acaba se perguntando como ele tinha virado aquele babaca no futuro. O dublador não conseguiu passar todo o ar de “fodão” que o personagem tem, mas vamos ver como ele fica depois de alguns acontecimentos. Eu preferia o antigo dublador. Griffith continua o mesmo personagem de sempre, onde o dublador ficou excelente para o tipo de personagem em questão. Casca acabou muito de lado, tendo apenas poucos momentos de tela e não dando nenhuma oportunidade para você simpatizar com ela. Uma coisa que pode atrapalhar os próximos filmes.

Comentários Gerais

Claro que eu estava na espectativa de um filme de Berserk, sempre esperei por um remake do primeiro anime e ele me decepcionou muito. A animação incomoda muito, mas o fato que o filme nasceu datado já desanima e mostra um orçamento pequeno e uma direção ainda mais limitada em N sentidos. Comparei com Akira porque o mangá de Berserk não perde em qualidade de história, mas a animação acabou sofrendo pela falta de cuidado. Temos pelo menos mais dois filmes para sair, sendo que provavelmente o último vai ser o melhor por causa de toda a ação. (Espero que não censurem as cenas.) Não é uma animação que eu possa recomendar, mas também não é algo que eu deva dizer que não vale os seus pouco mais de 60 minutos. Assista, pois em muitos casos o CG não incomoda tanto assim. O que não é o meu, claro.

Agora pegue o mangá para ler se você nunca ouviu falar sobre Berserk e quer começar a acompanhar. Os traços do mestre Miura são um dos mais bonitos que você pode encontrar e em constante evolução, mas é melhor ficar sabendo que a violência da história é grande e em alguns momentos pertubadoras. O único problema é que apenas os seus netos vão ver o final da história, os hiatos são algo frequente e a historia nem parece estar perto do seu arco final. O título sai no Brasil pela editora Panini, para os interessados.

por Luk

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post

  • Thiago

    Não seria ”Griffith” a grafia correta?

    • Luk

      Só testando vocês

      • Sinceramente você falo, falo e num disse nada, antes de criticar a equipe procura saber mais do trabalho que teve tudo isso, porque foi muito dedicado…
        Sim CG em algumas partes estão ruins, mas em sua grande maioria muito bem trabalhadas… e não foi colocado CG pra tampar as falhas da animação, isso foi um absurdo oq vc falo…
        O CG muitas vezes não supera a animação convencional mas foi o MELHOR usado até hj em animes…
        todas as lutas foram coreografadas com capturas de movimento, cada parte do filme teve um trabalho ENORME q quem acompanhou desde o começo sabe e essa “review” desmerece COMPLETAMENTE esse grande projeto e principalmente Berserk.
        Poderia dar 5 argumentos para cada coisa que vc falou mas não vou perde o tempo falando com quem fez isso de tão mal gosto, quem acompanho o projeto sabe q eu to certo.

        • Dih

          Olha só, vamos por partes.
          Em primeiro lugar, o orçamento de Berserk foi extremamente limitado, e isso prejudicou SIM o desenvolvimento da animação. E veja bem, muitas pessoas, não só aqui no ChuNan criticaram a animação. Você leu os outros comentários? Não somos nós que criamos fakes e ficamos dando reply. As pessoas ficaram insatisfeitas porque poderia ser feito algo melhor. Diversas animações atuais utilizam todos esses sensores de movimento que você disse, e nem por isso tem esse tom falso e de péssimo uso em Berserk. E aliás, não é preciso ir tão longe. Quer um exemplo? Repare na animação de Fate/Zero, que em alguns momentos utiliza de exatamente o mesmo recurso de Berserk. Ou então, veja em Tiger & Bunny, série da Sunrise do ano passado. Todos conseguiram utilizar o CG de uma maneira muito mais apropriada do que esse filme.
          E eu não entendo onde a review desmerece Berserk. Acredito que você não leu ela totalmente e viu que o autor recomendou fortemente o mangá. Inclusive, Berserk é um dos títulos que ele mais comenta aqui, se já parou para reparar.

          Acredito que fanbase, seja de Naruto, One Piece ou até mesmo Berserk, tem se mostrado muito imatura para aceitar críticas sobre uma obra. Se foi ruim, vai ser sempre ruim. É por isso que fãs de adaptações literárias são considerados tão chatos. Ao menos eles não aceitam coisas mal feitas e as protegem de unhas e dentes.

          OBS: Comentários do tipo “Vergonha alheia” e coisas relativas vindas de fãs (não é o seu caso) estão sendo simplesmente ignorados pois não acrescentam em nada para a discussão e para o review.

      • Não cara não foi isso que quis dizer, com certeza poderia ter ficado muito melhor…MAS

        A questão é que esse projeto ta ai desde 2008 e ele simplesmente disse que a equipe e a direção foram limitadas. O problema não é criticar a animação pq eu tbm critico e muitos do meu blog tbm … é a forma como ele falou e generalizou a animação inteira como algo completamente ruim.

        O Gatts “robótico” mesmo só acontece nos 10 primeiros minutos
        O CG está terrível em algumas partes do filme, mas nada insuportável e em suas outras grandes partes está muito bem feito e trabalhado…
        tbm é falado q foi uma “enrolação” pra lançar o filme de 2010 pra cá, isso num é verdade muita coisa mudou e é só olhar nos primeiros comerciais q saíram que notará a diferença.

        E isso pra mim num foi uma “review”, respeito muito vcs mas dessa vez foi muito esculacho, alguém q não conhece Berserk após ler isso perderia a vontade de conhecer mesmo com a recomendação dele, ele apenas criticou a animação e passou de leve nas outras coisas. Não falou nada de tal cena que ficou boa por N motivo ou que ficou ruim por tal negocio.

        Pra mim sim, desmerece Berserk, pq do jeito que foi falado esse projeto foi feito de qualquer jeito e só pra ganhar uma grana em cima, coisa que é bem o contrário. Fizeram até um piloto que demorou 6 meses para ser feito APENAS para Miura aprovar o projeto e todos que estão trabalhando nele são fãs da obra. O projeto começou a ser decidido, descartaram anime por que queriam algo fiel e sem censura(coisa q realmente aconteceu…teve 0 de censura), OVA’s tbm pq ficariam mais no mercado local, decidiram fazer filmes pra ter uma verba melhor e sair do mercado nacional e expandir mundialmente, enfim isso é apenas o começo de todo o projeto, houve muitas coisas e esse pra mim foi o desmerecimento que houve aqui.

        • Dih

          Amigo, o grande fato é que da mesma forma que ele falou mal de Berserk, eu também falei mal do OAD de Rurouni Kenshin lançado e nem por isso alguém disse que eu estava desmerecendo a obra. Aliás, se pararmos para ver, existem muitos textos aqui que eu esculachei um anime e mangá (só dar uma olhada no de Black Rock Shooter). Não é porque é uma franquia “famosa” que simplesmente vamos deixar de focar nos pontos negativos. Até porque você foi o primeiro que teve essa impressão aqui. Desmerecer é você falar “Berserk é uma porcaria, não passem perto e bla bla bla”, coisa que não existiu no texto. Isso é interpretação de texto e você ficou devendo nesse aspecto.
          Além do mais, aqui está expressada a opinião dele. Por isso mesmo servem os comentários, para que todos possam discutir sobre o seu ponto de vista. Esse não foi o primeiro e nem o último anime em que opiniões divergiram, mas eu não entendo porque o “alvoroço” por causa desse filme.
          Como eu disse, quem ler a review por inteiro e tiver uma boa margem de interpretação, vai entender que ele em nenhum momento quis deixar a obra de lado, e simplesmente dizer que justamente por ser fã, a sua expectativa não foi atendida. Até por isso o review foi especificado no FILME e não na obra. Ele poderia muito bem ter feito uma só para o mangá – que pode acontecer um dia, por que não?

          Mas enfim, esse foi seu ponto de vista e você é bem vindo para divulgá-la. Contanto que haja respeito de ambas as partes, os comentários estão abertos para isso.

      • Igor Snow

        “É por isso que fãs de adaptações literárias são considerados tão chatos.”
        E não são? Os ratos de biblioteca parecem ter gosto em desmerecer o cinema.
        Mas falando de Berserk, estava na expectativa de ver o filme (não li o mangá), mas depois dessa review acho que vou assistir outra coisa.

      • Igor Snow
        2012/06/06 às 5:08 PM

        “”“É por isso que fãs de adaptações literárias são considerados tão chatos.”
        E não são? Os ratos de biblioteca parecem ter gosto em desmerecer o cinema.””

        Se fizerem um trabalho bem feito, não teremos do que reclamar xD
        Não desmerecemos o cinema, desmerecemos o cineastas que destroem obras primas.

      • Cíntia Miguel,
        Pegando meu banquinho e saindo de mansinho depois do seu comentário

  • Okumura

    Muito bom o filme

  • Primeiro, belo texto. Eu já assistir o filme e gostei muito, mas também esperava mais do filme. Ah, provavelmente não vão censurar algumas cenas do 3 filme, então perderia a magia e a graça. Valeu ae e de novo, belo texto o

  • Diego

    Sempre falaram bem de Bersek, mas eu nunca tive tempo pra ler.

    Violência extrema e pertubadora como recursos de um bom enredo? Me gusta

  • ouvi falar que bersek é basicamente : vilolência,cenas bizarras e mais vilência.
    ele é um mangá que se destaca pela violência entre os seines .

    • Giovanna

      Mentira. Quem disse isso nem sabe o que leu.

      • Vinicius

        Sim, concordo. É um mangá em que os personagens foram bem trabalhados, a história é perfeita. Só espero que quando eu morrer, eu possa continuar lendo =P, já que não conseguirei viver até o final

    • Pornographic Totoro

      Acredite, o roteiro e desenvolvimento de personagens são MUITO bons, algo raro em muitos mangás ditos ‘seinen’ por aí.

  • Zodd Imorrível

    Legal o filme, mas nada além disse.
    Não consegui me acustuma com o CG, tive q ver o filme em partes pq está incomodando. E, Não sei se era só aqui, mas as vozes da Caska e do Griffith ficaram com um efeito estranho -parece até que não era do filme- me dando a impressão de que colocaram os seyuus pra trabalhar no banheiro ou com um balde na cabeça…mto tenso.
    Mas nem tudo foi ruim, os cenarios e os personagem ficaram mais bonitos (embora tenha o problema q o Luk falou) e até consegui aproveitar as cenas de ação. Mesmo com tantos altos e baixos – mais baixos do q altos – estou ansioso pelo próximo filme. Afinal é Berserk né? Acho q ficaria ansioso até mesmo por uma versão Xiao Xiao.

  • Ceres

    Eu tô no volume 49 do mangá brasileiro, e digo pra vocês, é uma excelente série, vale muito a pena. O enredo é muito bom, se passa num ambiente que todo mundo tá familiarizado. O que eu achei legal no texto é que o autor pensou a mesma coisa que eu quando começou a ler Berserk: “Porque esse protagonista é tão babaca?” Depois de de certo ponto do mangá, você pensa: Esse cara é muito foda, e não um babaca. Gatts é um excelente protagonista e limpa o chão com a cara de muito protagonista de shonen por ai, não apenas pela força, mas principalmente pela atitude.
    Sobre a violência e bizarrices, esse é o tempero da série, mas nada é gratuito, tá tudo encaixado e faz sentido pro mangá… Não é só um fanservice barato não, todas as cenas, das sexuais as chocantes, estão ali porque fazem parte da história e do estilo agressivo do autor, não pra vender pra adolescente. Mesmo porque acredito que o Miura não desenha pra agradar ninguém, pois ele violenta a moral e os olhos do leitor quando quer.

    Resumindo, na minha opinião, se vc não conhece Berserk, e não é uma freirinha de convento ou um moralfag, não perca tempo e corra atrás, não do anime de baixo orçamento ou do filme CG, mas do mangá.

    • Giovanna

      Ah, obrigada. Explicou o fato da violência q tão pouca gente faz questão de entender.

  • Jader

    Prefiro a animação antiga. Sério.
    Na primeira luta, quando ele enfrenta aquele Bazuso, já tava com raiva da CG.
    Preciso tomar coragem para ler o mangá.
    E mais importante: Espero que o autor não morra antes de terminá-lo.

    • Marlon

      “E mais importante: Espero que o autor não morra antes de terminá-lo.”
      Perfeito!

      • monkeydluffy

        Realmente espero que o Miura não morra antes de terminar essa obra prima.

  • Giovanna

    Credo gente, o Miura tem 46 anos (daqui um mês), não 76… E ele mesmo disse q acredita estar entre 60-70% da obra.

  • Tulio

    O OVA deu uma resumida tão grande nesse arco do Berserk que fez até a antiga animação de TV ser mais agradável para assistir. Não mostraram 90% das batalhas(sumiram com o Adon) e a qualidade do CG tá no nível dos jogos de playstation na década de 90, e até alteraram algumas coisas para apressar o ritmo do filme.
    Me decepcionei muito com esse OVA, pois esperava demais por ele. Quem puder assistir esse arco na animação antiga vai ver o quanto foi cortado, nem precisa ler o mangá pra isso.

    • Giovanna

      Nem tinha como o Adon aparecer… sua primeira aparição, de acordo com o mangá, é no capítulo 14 do volume 06. É quando ele se apresenta para lutar contra a Casca, que leva ela e o Guts a caírem do precipício. Primeira batalha após o Guts agir como assassino, q é o final do filme.

      Talvez vc esteja se confundindo com a cronologia do animê.

      • Tulio

        Ih vc confundiu tudo ai… Gatts agiu como assassino muito tempo depois, quando ocorreu a tentativa de asssassinado do Griffitis logo depois dele ser finalmente nomeado General pelo Rei de Midland, e a primeira apariçao de Adon, o Griffits ainda não era nem mesmo Conde ainda, alias, o grupo do Falcão ainda se apresentava bem jovem nas primeiras batalhas contra Adon e seus cavaleiros. Então pra resumir, esse OVA cortou essa parte e é praticamente nula a chance dele aparecer no segundo OVA.

  • Paulo

    Eu ainda não tive tempo de assistir esse filme de Berserk, portanto não posso fazer um julgamento a cerca do mesmo, no entanto tenho que dizer que apesar de achar a história de Berserk excelente e não acho o mnagá tão pesado assim, tanto que eu comecei a acompanhar esse mangá quando tinha 15 anos, bem de qualquer forma pretendo assistir a esse animação, pois por mais ruim que ela seja ainda trata-se de Berserk e isso não é uma coisa que possa ser ignorada.

  • não sei se vc sabe algo de CGI,mas a desse filme por ser Cel shading estava muito boa,ganhou ate do Naruto UNS 2,que para min e mais bonito do que o anime com aquela animação tosca(falo de naruto) e a movimentação estava boa tb,não otima,mas boa sim, e uma pena vc comparar com akira,e uma pena ainda maior não ter gostado da animação,que vc querendo ou não, e o futuro da animação japonesa.

    vamos falar do que realmente conta, a adaptação(coisa pouco falada nesse review) basicamente e um filme feito para que ja le o manga,para min esse e o ponto fraco do filme,a historia e muito “corrida”,mas tirando isso eu iria dar uma nota 3,5 de 5,lutas violentas,dublagem boa,OST de qualidade,mas peca em apresentar berserk para quem nunca leu o manga,realmente berserk e algo complicado de adaptar,mas prefiro esses filmes do que o anime antigo,seja pela animação,pelas lutas mais violentas,ou por querer fazer um projeto de animação para contar toda a historia de berserk em filme,e não limitar a franquia somente ao manga,que nem sempre e acessivel para todos.

  • Japa41!

    morte ao CG…sério que ódio ver berserk com esses malditos robos travados AAAAARRGHH ¬¬

  • Fiuza

    Bom lembrem-se que OVA é sim sempre limitado da História Original do mangá ou anime, principalmente esses que lançam como filme( Acho que a excessão é Helsing). Eu ainda ñ vi o filme, mas não vai ser por causa dessa review que eu ñ irei ver, mas acho que o certo é que eles deveriam lançar igaul a HunterXHunter, Dragon Ball Kai, e com animação igual a Fate/Zero, ou ate msm uma “fusão” entre a animação de Fate/ Zero e Lost Canvas, acho que essas sim são o futuro da animação japonesa, me recuso a acreditar que os Japas vão fazer algo pior do que essas animações num futuro próximo( acho que fate e lost canvas são hoje referencia da animação nipponica) bem mas uma coisa é certa: Berserk é o melhor mangá do mundo( msm pela violencia e sexo explícito), Resumindo: Esses Filmes de berserk São msm pra matar a saudade dos fãs, igual o ova de Samurai X, ou o Prólogo do Céu dos Cavaleiros do Zodíaco.E vamos ver os próximos que virão ( e se virão msm) O.O.E.N. (Orgulho Otaku, Extinto Nunca)

    • monkeydluffy

      Concordo,berserk é o melhor mangá do mundo.

  • Luizsio

    “Não somos nós que criamos fakes e ficamos dando reply”

    Quem acredita nisso???

  • gabrinius

    sinceramente, eu prefiro o anime de 97 do que esse filme, o anime era mais bem feito. isso ae parece cg dos primeiros jogos de play 2.

  • Bombz

    Vou assisitir,mas faz pouco que começei a ler o manga.

  • Molto

    Concordo com a review, pra quem é fã do mangá o filme foi bem abaixo do esperado. Eu estava esperando algo do nível das Ovas de Hellsing. Mas nem por isso ficou inassistível. E como a distribuição está sendo feita pela Warner acho que vai alcançar pessoas que ainda não conhecem Berserk, e quem sabe a renda seja boa. Mas é só, o mangá é bem melhor.

  • Likou

    Apesar de eu concordar q o CG não é lá muito bonito, acho q vc esqueceu de falar da parte 2D do anime, essa sim muito bonita. Acharia melhor um updade pra não parecer q vc só está de bronca com o filme, e eu como enorme fã de berserk (brofist) concordo com os pontos negativos.

    Eu seria mais detalhado se não fosse pelos spoilers.

    • Pornographic Totoro

      (Preparem-se para um pequeno livro abaixo)

      Ótima análise.
      Pessoalmente eu acho até que pegaram um pouco leve no aspecto técnico, que, na minha opinião, de tão falho chega a ser quase inassistível em algumas partes (o que é um crime sem precedentes considerando o nível e prestígio que um trabalho como Berserk possui).

      Eu, pessoalmente, sou um entusiasta de CGI, mas quando me preparo para ver um filme de animação 2D, espero ver uma animação 2D.
      A computação gráfica ajuda e muito estas produções se usada de forma madura e sutil, especialmente em cenas em que seria muito trabalhoso, custoso ou até mesmo impossível de se fazer à mão (um bom exemplo de uso competente de CG em animação 2D são so filmes do Ghibli ou da Disney).

      Porém, esse não foi (infelizmente) o caso deste filme, e este é um problema que vem atrapalhando mais e mais certas produções nipônicas (fato que se torna mais e mais evidente a qualquer um com algum conhecimento técnico em animação 2D).
      Entendo que a crise financeira que assola o Japão influência no orçamentos de suas produções, mas é possível realizar trabalhos melhores tecnicamente, sem orçamentos exorbitantes.
      Tem vezes que, de fato, se tem a impressão de estar assistindo um jogo em Cel Shading, ao invéz de uma produção (supostamente) para o cinema.

      Aliás, não apenas o uso do CG é ruim.
      A animação tradicional (nas raras vezes em que aparace) não salta aos olhos, sendo apenas competente (o que acaba sendo uma decepção em se tratando de um longa-metragem baseado em um mangá de renome internacional e com grande popularidade em diversos públicos).

      Enfim, é triste ver a arte da animação, arte essa que os japoneses possuem um gigante know-how, perder mais e mais o espaço e a qualidade em suas produções – seja pelo uso abusivo do CGI para poupar custos, ou pela terceirização do processo de animação tradicional – que vem sendo mais e mais delegada aos coreanos e chineses (que são mais baratos, mas não tem o domínio e experiência que os grandes estúdios japoseses possuem).
      E é especialmente triste ver isso ocorrer com uma das minhas histórias favoritas…
      Berserk merecia mais. Muito mais.

      Obs.: Falando em animação, aí vai uma sugestão de pauta para o ChuNan: Sakuga.
      Este é um termo, comum entre os entusiastas de animação 2D, que serve para se referir a qualquer sequência animada de alta-qualidade, aonde os movimentos, dinâmica e estilo se destacam claramente das outras.
      Já reparou que a qualidade da animação de repente sobe assustadoramente de nível em certos episódios de Naruto, FMA ou Evangelion? Então, isso chama-se Sakuga.

      Recomendo digitar ‘Sakuga’ no You Tube para ficar por dentro de várias compilações feitas por fãs com essas sequências (por sinal, muitos desses vídeos são dedicados a um animador específico, deixando claro a diferença de estilo e versatilidade entre um artista e outro).

      Existe também uma palesta dividida em 8 vídeos disponível no You Tube que elucida bastante essa coisa toda, e que eu remondendo muitíssimo: http://www.youtube.com/watch?v=4Pm8AYpOJMw

      • gabrinius

        gostei do que voce disse, amigo, eu desconhecia esse termo.

        só por curiosidade, eu posso aplicar o mesmo termo quando ao invés de ter melhoras incriveis na animação em algumas partes ocorre o contrário (vide exemplos como Tsukuyomi e seus ridiculos episódios finais).

        ou nesse caso tem um outro termo ?

      • Dih

        Só queria dizer: obrigado pelo comentário.
        O pior é que ninguém (a.k.a. fanboy) vai ler isso e vai achar que só nós criticamos a animação. 😛

      • Pornographic Totoro

        @gabrinius
        Nesse caso eu desconheço o termo a ser usado.
        ‘Sakuga Animation’ ou ‘Sakuga Anime’ é um termo usado apenas para sequências aonde a animação salta aos olhos e se destaca das demais, em termos de qualidade e excentricidade.

        No caso da queda de qualidade da animação, o que geralmente ocorre é:
        – Episódios aonde a animação foi terceirizada (para baixar os custos)
        – A animação foi delegada a animadores japoneses, porém iniciantes e/ou pouco talentosos (No geral, assim como no caso acima, são episódios que possuem baixo orçamento – e é muito comum episódios assim serem fillers ou de pouca importância para a trama)

        Uma última observação sobre essa questão toda sobre Sakuga, é que geralmente há uma grande confusão/ falta de entendimento por parte do grande-público (fanbase & fanboys inclusos).
        Basta uma olhada rápida em fóruns como 4chan, ou fóruns especializados em séries específicas e observar diversos comentários se referindo a certas cenas (que podem ser enquadradas dentro da categoria Sakuga, devido a sua qualidade e ousadia) como sendo ‘desenhada por macacos’ ou com ‘má qualidade’.

        Isso ocorre pois é muito comum para um animador renomado e com um estilo distinto, ter total liberdade por parte do diretor de animação para deixar certas cenas com o maior dinamismo e impacto possível (geralmente episódios chave para a trama ou com alguma grande reviravolta – vide episódios 30, 48, 71, 133 de Naruto, para citar uma série famosa), mesmo que para isso o animador tenha que sacrificar um pouco a fidelidade em relação ao character design, ou propositalmente distorcer um pouco as proporções (técnica conhecida como ‘squash and stretch’).
        O que o grande público, no geral, desconhece é que essas distorções são intencionais, feitas exatamente para dar mais dinamismo e senso de movimento a certas cenas.
        Existe todo um estudo para que essas cenas saiam do jeito que são, e não são resultado de pura reguiça ou falta de ‘talento’.

        Norio Matsumoto, um veterano e talentosíssimo animador (e que sou grande fã) frequentemente faz uso das técnicas citadas acima (como, por exemplo, nos episódios de Naruto em que ele é encarregado de animar), e que apesar de um resultado primoroso, é pouco entendido por muita gente devido ao seu estilo um pouco mais experimental e extravagante – vide esta famosa imagem que percorre as internets à algum tempo: http://img-cache.cdn.gaiaonline.com/11a27e8f875d1b0b2f2205fddb06cf1a/http://i157.photobucket.com/albums/t63/TheAngelsWeepTonight/Narutarding/ROFL.jpg

        Enfim, eu acho interessantísimo que essa discução sobre este tema não muito conhecido, ganhe mais e mais destaque, acima de tudo por que quanto mais se entende sobre certo assunto, mais crítico nos tornamos, e quanto mais críticos e exigentes, mais e mais a qualidade técnica tende a evoluir.

        Um público pouco informado/indiferente a certos aspectos técnicos do processo de animação, sem sombra de dúvidas acaba servindo de pouco incentivo para que os estúdios no geral, invistam mais nesse departamento.

      • Pornographic Totoro

        @ Dih

        É como costumam dizer: Fanboys gonna hate :p

        E olha que eu até me considero um fanboy de Berserk (até certo ponto), mas não tenho como deixar de ser crítico com o que eu gosto.

        É natural nos preocuparmos com aquilo que gostamos, não?

        E é exatamente por isso que acho extremamente contraditória essa posição ‘na defensiva’ geralmente assumida pelos fanboys, pois quanto menos se critica, menor é a probabilidade da qualidade do trabalho em questão aumentar de nível…

        Fora que esse tipo de comportamento acaba por se tornar algo um tanto desanimador e exaustivo, pois esse é exatamente o tipo de coisa que castra qualquer tentativa de aprofundamento de uma obra, seja uma discução acerca de um aspecto técnico ou não :-/

    • Pornographic Totoro

      Ôpa, não era para o meu comentário ser respondido ao post do Linkou, falha minha :B

  • Pornographic Totoro

    Agora, só um toque em relação a toda questão de número de quadros em animações:

    A taxa de quadros em qualquer animação de qualidade alta varia entre 24 a 30 fps (embora basicamente, muitas animações tendem a usar no máx. 24 fps).
    As animações da Disney, por exemplo, que contam com orçamentos monstruosos, possuem, no geral, 24 quadros, o que é chamado de Full Animation (aonde cada quadro é mostrado apenas uma vez na tela, ou seja, o filme é animado em 1’s – usando um termo técnico próprio da indústria da animação)
    Animes, no geral longa metragens, usam 12 quadros em média (as vezes um pouco mais em cenas mais complexas), o que é conhecido como Limited Animation ( aonde cada quadro é mostrado duas vezes na tela, ou seja, o filme é animado em 2’s).
    Ps.: Animes de tv possuem, no geral, apenas 8 ou até mesmo 6 quadros por segundo.

    Ou seja, 24 fps não é algo muito corriqueiro, especialmente no Japão, em que as produções tendem a ter orçamentos mais modestos se comparado a produções ocidentais. E foi exatamente por isso, entre outras coisas, que a parte técnica de Akira causou tanto alvoroço na época e é impressionate até hoje, pois se utilizou 24 fps na animação, o que é considerado ‘top quality’ em se tratando de animação 2d.

    Ps2.:
    – Filmes ‘Live Action’ usam em média de 24 à 30 fps, assim como em animações. Alguns até são exibidos em taxas mais altas, embora sejam filmados dentro do nº de quadros citado acima.
    – O 1º filme a ser todo filmado em 48 fps foi/está sendo O Hobbit, de Peter Jackson – o que é algo considerado novo na indústria.

    – Games no geral possuem 60 fps, dificilmente passando disso.

  • samurandre

    obvio, o mangá é o melhor trabalho envolvendo berserk,mas nem todo mundo tem tempo disponivel pra ler a obra.

    gostei demais do filme, mais ate do que deveria, pois realmente se nota que a animaçao em si nao é tudo aquilo (e tambem nao sou chegado em muitas cgs em animaçao) . mas pra quem tem base e conhece a obra, fica melhor pra assistir.

    alguem que nunca teve contato com berserk talvez nao goste tanto do filme , ficaria com uma nota média.

    e o final me deixou com muita vontade de assistir aos proximos movies

  • Psi_Gemini

    fiquei incomodado que tiraram a história do guts desde o nascimento até antes de se encontrar com o griffith, tanto que larguei o filme na pasta do pc e nem animei mais pra ver

    o que estou na espera MESMO é a possível versão nova da panini, tankohon completo e com melhor qualidade. Esse mês está saindo a 72 e encostando no JP, então espero ansioso pelo anúncio!

  • GUI

    Para quem jah conhecia berserk, não importa se do manga ou do anime, fica claro que o filme deixa muito a desejar, por mais bem intencionado que tenham sido os menbros da equipe…
    Em nenhum momento a amizade que o gatts vria com os menbros do bando do falcão fica clara
    Os planos de griffith tbm não
    as epicas batalhas para conquistar os castelos e etc…
    E alem de tudo isso aquela CG porca, pior do q qualquer coisa do discovery kids

    Se vc conhece o manga vai ficar puto, se não conhece vai achar que berserk eh confuso e raso, então
    NÃO VEJAM ESTE FILME

  • Eu gostei muito da animação , só to esperando o segundo agora que deve sair la pra outubro ou dezembro legendado em PT-BR

    • Haha, o segundo sai dia 23 próximo, o terceiro é que sai mais pro final do ano, fikdik xD

  • Renato Kunz

    Triste ver eles fazerem merda com um dos meus mangas favoritos, falta de respeito com os Fãs!

  • catuaba

    adorei o filme ja assisti 2 vezes, acompanho o manga a anos, e fiquei animadissimo com tudo, esse filme me fez recordar tempos muito bons, ja tinha ate esquecido de como a vida dele era tao diferente, e arrepio de saber como isso tudo vai parar.

  • Pingback: Berserk Ougou Jidan-hen I: Haou no Tamago | Nahel Argama()

  • Pingback: Pôster do terceiro e último filme da trilogia de Berserk Golden Age | ChuNan! – Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Review – Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (2014) | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Diego Baptista

    Concordo com a coisas do CGI, ficou feio. Mas os cenários ficaram lindos, o character designe ficou perfeito e a trilha sonora é totalmente imersiva e bem elaborada. Na minha opinião essa review foi muito injusta com a trilha sonora.