Mitos em Séries #04 – Kitsunes

Mitos em Séries Modelo HeaderA criatura mais rabuda que já(mais) existiu!!

Hoje vou falar de um ser que é, provavelmente, o mito de origem japonesa que aparece com mais frequência nos animes e mangás. Embora seja muito confundido com os Tanukis (guaxinins), não abordarei aqui as diferenças e semelhanças entre eles e as Kitsunes, mas aguardem que Tanukis será tema da coluna em breve.

Kitsune 7Kitsunes

Antes de qualquer coisa, devo deixar claro que existem muitas divergências sobre as Kitsunes, variando desde quando surgiu o mito, até os tipos diferentes que podem existir. Tentei reunir aqui as informações que são mais frequentes na maioria das minhas fontes, embora ressalte que seja possível que encontre muitas diferenças, principalmente se levar apenas a história de Naruto como base.

Pois bem, algo que é indiscutível é o fato de “Kitsune” significar “raposa”, embora a palavra seja originalmente uma onomatopeia, onde “kitsu” é uma menção ao ganido da raposa. Mas esse termo é quase arcaico e atualmente utiliza-se “gon-gon” ou “kon-kon” para designar raposa em japonês.

A origem do mito da Kitsune é desconhecida, a única certeza é sua proveniência da Ásia, não necessariamente o Japão. O que se sabe com exatidão é o fato de que desde o século IV d.C. os seres humanos e as raposas tem uma ligação na região do Japão, fato esse corroborado pelo  folclorista japonês Kiyoshi Nozaki. Muito se questiona sobre a origem cultural da maioria dos mitos japoneses, tendo visto que a maioria provém da China e de outros países da Ásia, mas, segundo Nozaki, os únicos fatos “importados” sobre as Kitsunes são de aspecto negativo.

Desde antigamente, esses seres são associados ao Deus xintoísta Inari – Deus do arroz, da fertilidade, da agricultura, das raposas e da indústria -, que tinha as Kitsunes como mensageiras, o que ressaltou o lado sobrenatural dessas criaturas. Atualmente, são conhecidas como seres mágicos e de inteligência superior, além de atraírem muitos “fãs” por serem fofinhos e simpáticos o que, no conhecimento popular, os torna peritos na arte de enganar.

Kitsune 3As Kitsunes devem seguir um “código de conduta”, estabelecido por Inari, que inclui coisas como nunca ferir ou matar um humano e sempre manter sua palavra. Mas, isso acaba se adequando apenas às Kitsunes boas (também chamadas de Zenko), pois existe aquelas, chamadas também de Nogitsunes (ou ainda de Yako), que pregam peças nos seres humanos, algumas chegando até mesmo a matar. Existe ainda outro tipo de Kitsune em algumas regiões do Japão, chamadas de Ninko, que é um espírito de raposa invisível.

Agora a parte que todos estavam esperando: o rabo! Existem certas divergências sobre como as Kitsunes adquirem novas caudas, sendo as mais frequentes: cada 100 anos ganha uma nova; a cada boa ação digna adquire uma nova. O fato é que o máximo de caudas que uma Kitsune possui é nove (e isso demora 1000 anos, se levarmos em conta a primeira hipótese), sendo então conhecida como “Kyuubi no Kitsune”. Nesse momento a pelagem da criatura muda para prateada ou dourada e ganham o poder de onisciência (saber tudo o que acontece) e onividência (ver e ouvir tudo que acontece). Porém, existe outra lenda em algumas regiões japonesas que dizem ainda existir algo como a Rainha das Kitsunes, sendo esta a única que tem mais de nove caudas, variando entre dez e cem.

Entre as habilidades, a Kitsune tem duas muito especiais: a primeira é o Kitsune-bi (fogo de raposa), expelido por sua boca ou por sua cauda; e a segunda é transformarem-se em qualquer coisa, inclusive humanos. Geralmente, a forma assumida é de uma mulher bonita, jovem ou velha, e duas ações com essa habilidade variam de acordo com a raposa, podendo ser bondosa ou matreira. Entretanto, diz-se que a habilidade de transformação não funciona com pessoas muito religiosas, já que essas são capazes de enxergar através da ilusão. O ponto fraco da Kitsune são os cães, elas sempre fogem quando chegam perto deste tipo de animal.

Kitsune 4Outro fato interessante sobre as raposas é elas possuírem algo chamado Hoshi no Tama (bola estelar), que é uma pequena esfera pequena e branca, sem luz ou poder algum, mas que são parte da alma e da mágica das Kitsunes. Se elas ficarem separadas dessa bola por muito tempo, podem morrer, por isso a criatura vai realizar qualquer pedido da pessoa que detenha a esfera.

Antes dos costumeiros exemplos de Kitsunes, quero avisar que fatalmente terá uma ou outra referência em animes/mangás/filmes/jogos que não foi colocada abaixo. Isso ocorre porque se tivessem toda referência que encontrei do mito, o post ficaria muito grande (e olha que este já não ficou pequeno), mas tentei colocar os que acreditei que fossem mais importantes. Agora sim, aos exemplos:

Naruto 2Naruto

Não acredito que exista alguém lendo isso aqui que não conheça a Kitsune de Naruto, mas vamos lá: Naruto Uzumaki é um garoto que tem uma Kyuubi selada dentro de seu corpo, e essa se manifesta, dando-lhe energia, quando o garoto fica nervoso ou corre risco de morte. A Kyuubi desta história é de tamanho colossal, olhos vermelhos e pele alaranjada, e diz-se que aparece quando a maldade dos homens chega ao seu limite no mundo, como um castigo para a humanidade.

Gingitsune

Gintaro é a raposa que protege o templo Inari desde a Era Edo, e pode ser visto apenas por um mebro da família Saeki por vez. Onde a história do anime começa, quem pode vêlo é Makoto, sua décima quinta sucessora. Gintaro tem a forma de uma raposa branca humanoide, que utiliza uma espécie de fogo de raposa para conseguir encontrar coisas perdidas das pessoas..É um reclamão, preguiçoso e grosseiro, mas pode ser facilmente manipulado quando uma laranja entra como barganha. Este é um anime da temporada que está se iniciando agora em outubro de 2013.

Black BirdBlack Bird

O Clã dos Youkos, rivais dos Usuis, nada mais, nada menos são do que Kitsunes, com habilidades muitos semelhantes as do mito. Podemos tomar como exemplo o Shuhei Kuzunoha, futuro líder do clã, que pode alterar sua aparência física para o que lhe convir, embora esse poder dure apenas um certo tempo.

Pokémon e Digimon

Há dois Pokémons muito obviamente inspirados em Kitsunes: Vulpix, uma raposa de seis caudas; e Ninetales, uma raposa de nove caudas. Já em Digimon, mais precisamente no Tamers (aqui conhecido como Digimon 3), temos a parceira da digiescolhida Ruki, Kyubimon, que pelo nome já nem precisa de explicação, a forma evoluída de Renamon, uma raposa amarela de nove caudas com juba branca.

Inu x Boku SS

Soushi Miketsukami é um agente de SS (Serviço Secreto), cuja missão é proteger Ririchiyo, uma meio-demônio que quer ser independente. Assim como sua protegida, Miketsukami também é em partes demônio, no caso, uma Kyuubi.

Kamisama Hajimemashita

Tomoe, familiar de Nanami, é um Kitsune que algum tempo atrás foi selvagem, mas após ser “salvo” por Mikage, passou a ser civilizado. Entre seus poderes, estão técnicas de transformações, tanto em si mesmo, quanto em outras pessoas, além do “fogo de raposa”.

InuYashaInuYasha

O personagem Shippou é um pequeno e medroso Kitsune. Apesar de jovem, já tem algumas habilidades de sua raça, como o poder de se transformar (geralmente em brinquedos), além de seu Fogo de Raposa.

Shaman King

Conchi é a covarde Kitsune espírito familiar de Tamao Tamamura. É sempre visto com seu companheiro Tanuki, Ponchi, junto do qual sempre fala as maiores vulgaridades. Normalmente é usado para tarefas mais simples, como espionagem e reconhecimento, podendo também ser utilizado como arco e flecha durante o Oversoul de Tamao. A título de curiosidade, Conchi e Ponchi são paródias dos antigos personagens Ren e Stimpy.

xxx Holic

Em Holic temos uma “variação” de Kitsune, chamada Kuda-Kitsune, que é uma espécie de raposa do tamanho de uma doninha que cabe num pequeno tubo e serve como uma espécie de empregado espiritual. Na história, Watanuki acaba tendo que cuidar de um desses seres, que por vezes tem o tamanho de uma serpetinha branca e peluda, e outras o de uma Kyuubi

KanokonKanokon

Neste anime, à primeira vista, temos um triangulo amoroso comum entre um garoto humano, Kouta, e duas garotas. Porém, uma delas, Chizuru, é uma Kitsune disfarçada de humana, enquanto a outra, Mozomu, é uma loba (Okami), de modo que as duas serão rivais no amor – e na marcação de território.

Kitsune no Akuma to Kuroi Madousho

Este mangá conta a história de Kyuuki, uma Kitsune forte e orgulhosa que precisa de um hospedeiro, e o encontra em Kamishiro Shin, um estudante conectado a um grimório preto capaz de controlar a existência da raposa. Por sua conexão com o livro, é obrigado a manter Kyuuki próxima de si, mas isso lhe traz problemas, além de pessoas querendo roubar o grimório.

Yu Yu HakushoYu Yu Hakusho

Kurama é um Kitsune que foi ferido no Makai (o mundo dos demônios), e então reencarnou como um ser humano chamado Shuichi Minamino. Apesar de quando em sua forma de youkai (quando é chamado de Kurama Youko) poder ter uma aparência igual a uma Kyuubi no Kitsune, a mais poderosa de acordo com as lendas, ele também pode utilizar uma forma de um rapaz alto com cabelos prateados e uma cauda. Comparado a uma Kitsune “comum”, existe uma grande diferença existe em seus poderes, pois a habilidade de Kurama é manipular plantas e utilizá-las como armas, muito diferente de seu original mitológico.

Outros

Talvez a Kitsune mais conhecida dos vídeo-games seja de Tails. Isso mesmo, o parceiro de aventuras de Sonic também é uma dessas criaturas, tendo pelo laranja e duas caudas.

– Em Ragnarök Online existem monstros Nove Caudas, Gato de Nove Caudas e Flor do Luar, todos diretamente inspirados em Kitsunes.

– No jogo Perfect World há alguns monstros chamados “Raposas Voadoras”, além de existir a possibilidade de ter como animal de estimação uma raposa de nove caudas.

– No jogo Talisman Online, que também é inspirado em cultura oriental, é possível escolher uma raposa de nove caudas com o pelo prateado como bicho de estimação.

– Há um jogo de cartas chamado Legend of the Five Rings, que é inspirado na cultura do Japão, e nele existem cartas de Kitsunes, sendo essa a família principal do clá da Raposa.

– Na série de livros Diários de Vampiro (The Vampire Diaries no original), escrito por L. J. Smith, mais precisamente no quinto volume, Almas Sombrias (Shadow Souls), Kitsunes são seres até maldosos. Os que aparecem são gêmeos, chamam-se Shinichi e Misao, e utilizam seus poderes para brincar com as memórias e desejos das pessoas.

Você tem alguma sugestão de outro ser mitológico que gostaria de ver aqui na coluna? Deixe nos comentários quais seriam eles, e quem sabe ele não aparece por aqui?

Por César

Fontes: 12345

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Angélica

    Ótimo texto, gostei muito das informações, =). Em se tratando de kitsunes, a que eu mais lembro é um dos chefes de “Okami”, muito provavelmente por causa da ambientação do jogo. Os gráficos que simulam pinturas em Ukyo-e, a trilha sonora… tudo é feito para nos fazer pensar nas tradições japonesas. Sei lá, quando eu vejo esse personagens com orelhinhas eu não consigo associá-los ao arquétipo original, rss.

  • Leonardo Santos
    • Leandro-Sama

      vish

  • Adorei o post, podia ser mais longo sim! ^^
    E, nossa, eu sempre achei o Ponchi e Conchi familiares… Não acredito que só hoje entendi o porquê! Ren & Stimpy, claro! 😀

  • João pedro

    no Jogo perfect world alem de ter as raposas voadoras … a classe de Feiticeiras podem se transformar em uma Raposa *u*

  • Rorak

    A Ahri de League of Legends é completamente inspirada nas kitsunes e isso ficou ainda mais claro depois de ler isso.
    Vlw ChuNan! Belo post.

  • Ótimo post! Eu tinha mesmo interesse para saber sobre esse assunto, já sabia que certos fatos no Naruto tinham sido baseados em mitos, mas nunca havia parado pra ler algo falando sobre isto, então, gostei *-*

  • Quero saber mais sobre a Yuuki-no-Onna, a Mulher-das-neves.

    • Boa Micael Okamura! Eu ia sugerir o mesmo!

      • Eu também quero de Yuuki-no-Onna!
        ADORO A MIZORE SHIRAYUKI!!!

      • P.S: Não estranhe se eu aparecer como Mi Ka DXD ou Micael Okamura. Posso comentar usando un dos meus perfils.

  • Erick Barros

    Correção: Kurama Youko não reencarnou em Shiori Minamino diretamente, mas sim no filho que ainda estava no ventre dela (Shuichi Minamino).

  • yuu-chan

    Acho que seria legal um post sobre Kamis e divindades japonesas. Desculpa manter na vibe naruto, mas a gente sempre pega uma referencia a Amateratsu e Izanagi por ai. Outro assunto que seria interessante seriam os Byakko.

    • Leandro-Sama

      Esse assunto é bastante extenso. Eu tambem gostaria de ler sobre as dinvidades japonesas

  • chateado por não falarem nada sobre Ga-Rei :/

  • Tahan

    Tem também a Kitsune do Kekkaishi, que é a senhora que vive em Kokuboro. Sem falar nos cães, Hakubi e Madarao, que possuem a capacidade de se transformarem nesses seres (Kitsunes).

  • kelvlin

    Pô, não citar a Hagoromo-Gitsune (a.k.a Raposa das Vestes Celestiais by JBC) é sacanagem… Aliás, fazer uma coluna sobre mitos nipônicos e não dar um crédito ao Nura, o mangá (pelo menos shonen) que mais difundiu o folclore japonês é um tanto injusto.

    • Junior Dias

      ja ia falar dela, depois da kyuubi de naruto acho que é uma das mais conhecidas;.

  • Kuda-Kitsune é a melhor <3

  • taradonz

    Tenho uma duvida no seguinte trecho:
    “Pois bem, algo que é indiscutível é o fato de “Kitsune” significar “raposa”, embora a palavra seja originalmente uma onomatopeia, onde “kitsu” é uma menção ao ganido da raposa. Mas esse termo é quase arcaico e atualmente utiliza-se “gon-gon” ou “kon-kon” para designar raposa em japonês.”

    Nao rolou uma confusao ai? Digo, “gon-gon” ou “kon-kon” seria a onomatopeia, nao? Visto que onomatopeias em japones costumam usar duas palavrinhas em dobro, como nesse caso.

    • taradonz

      Alias, duas palavrinhas em dobro nao, UMA palavra em dobro. Erro meu. Haha! 😛

      • Então taradonz, até faz sentido o que você disse, por isso também conferi de novo minha pesquisa, mas em todas as minhas fontes estava dizendo que a onomatopeia realmente é “kitsu”. Claro que, como escrevi, esse termo é arcaico, desse modo é possível que “gon-gon” também seja uma onomatopéia, mas mais recente.

  • Leandro-Sama

    Gostei do seu post. Bem resumido e direto ao ponto. Parabens

  • Bruna Cordeiro

    Nossa, amei tudo! Muito bom saber mais sobre Kitsunes =D

  • A matéria foi muito interessante, informativa e o texto muito bem escrito! Só pecou na falta de imagens para todos os exemplos citados.

    • Dih

      Optamos em não colocar todas as imagens para evitar a poluição visual do conteúdo. 🙂

  • Só quero deixar isso aqui XP http://www.youtube.com/watch?v=jofNR_WkoCE

  • Junior Dias

    Pow deviam citar Nura, Kekkaishi e Natsume.. pode crer que a maioria dos mitos que vcs falarem aqui ja devem ter aparecido nesses animes/mangás que são focados justamente em youkais.

    Kitsune em Nura é uma das grandes vilãs, lol, e a Hagoromo-gitsune é bem conhecida.. Em Kekkashi tmb tem um ayakaishi mt poderoso que inclusive é o senhor de kokuboro que a uma kitsune, e em Natsume nao deram mt destaque mas creio que tem um garotinho que aparece que é kitsune..

    Enfim, proximos mitos em series, procurem os personagens nesses tres animes, que certeza que tem.

  • Tem um mangá Coreano chamado “A Thousand Years Ninetails (천년구미호) “, que como o próprio nome já diz, fala sobre uma Kitsune de 9 caudas. Muitos desses mitos são descritos na série, (a “orbe” das kitsunes, o fogo, os 100 anos pra cada uma de suas caudas, a habilidade de assumir outras aparências, etc) e envolve também diversos outros elementos do folclore Coreano (muitas coisas parecidas com o japonês). Recomendo a leitura – enredo bem elaborado e personagens cativantes 🙂

    • Obrigado pela sugestão, Fernanda!
      Realmente desconhecia essa história, e parece bem interessante!

  • Muito bom este post!! Uma das melhores colunoas do blog, com certeza!

    Outro dia participei de um Podcast sobre A Viagem de Chihiro e uma dos pontos abordados foi sobre o folclore embutido na história.

    Adoraria saber mais sobre o padrão de bruxas orientais que deu base pra personagem Yubaba!