Semanada – One Piece #726: Rei Riku

One Piece 726Backstorys desenvolvidas!

Enquanto esse capítulo de One Piece não avançou muito os acontecimentos da história, ele desenvolveu bem o conflito ao nos mostrar mais do background de conflito envolvendo Dressrosa que move o arco. Não foi nada que mudou toda a forma que víamos a história, mas ela foi aprofundada bem, com novas informações importantes para a criação de um contexto geral.

op2One Piece #726

O Rei Riku

Começamos o capítulo vendo os participantes caídos naquele buraco no coliseu, tentando decidir o que fazer. E é aí que temos a revelação meio óbvia #1 do capítulo: Ricky na verdade era o Rei Riku, e ele menciona algo sobre Tank ter cuidado de alguém chamado Viola durante esse tempo “ausente” dele. E é claro que teorias envolvendo a Violet se formaram no fandom.

Outra coisa legal dessa cena foi ver a reação das pessoas que estavam lá por causa de seu próprio reino. Elizabello ficou feliz em ver o rei de volta, pois com DoFlamingo no poder o equilíbrio tinha sido perdido e guerras ocorriam com frequência. Mas o povo de Kanokuni (esqueci o nome dele agora, desculpe) foi menos piedoso com o rei, criticando o desaparecimento dele, pois DoFlamingo estava usando essas guerras para vender e fabricar armas, aproveitando-se de sua posição no submundo como Joker.

op3Após isso, vimos uma cena bem legal dos soldados e até bonecos indo em direção ao Riku para mostrar seu apoio. Foi simples, mas essas cenas são algo que o Oda sempre consegue fazer bem, em minha opinião. Outra coisa interessante foi como o Oda deu mais uma camada de “vilanidade” ao DoFlamingo. Enquanto em Punk Hazard o Oda parece ter exagerado e colocado muitas cenas que só serviam para dizer “o Caesar é escroto”, repetidamente, as que ele tem feito com o DoFlamingo possuem mais significado. Enfim, no final dessa cena, vimos o Sai sendo puxado por “algo” e vimos a transformação dele (ao que parece) em brinquedo.

Não sei vocês, mas essa foi uma das páginas mais tensas que eu já li em One Piece. Ver ele sendo “programado” e obrigado a seguir as regras e sem saber o que aconteceu e porque não consegue fazer nada… parece algo tirado de alguma história distópica, e eu pessoalmente achei até pesada. E bem, mais informações sobre como Dressrosa funciona foram ditas por um dos gladiores para o Luffy, enquanto ele torcia pela Rebecca. Recebemos um discurso de como Dressrosa esconde o “lixo”, e se transforma num país belo só aparentemente, enquanto coisas são mantidas obscuras. Isso é algo que o Oda já abordou em One Piece, como o próprio Luffy menciona, ao lembrar de Goa ao ouvir isso. Mas não acho que acabe soando repetitivo, mas sim dando uma consistência ao mundo do mangá.

op1Depois, tivemos mais uma lição sobre Dressrosa, dessa vez  aplicada pelos anões. No passado distante, na época que a família Donquixote governava, os anões eram escravos do reino, trabalhando escondidos, e ajudando Dressrosa a prosperar. Mas após isso, o rei Riku passou (Aliás, a explicação de como Dressrosa trocou de reis ter sido feita alguns capítulos atrás ajudou muito a tornar essa mais dinâmica. Boa, Oda!) a assumir o cargo, e ele melhorou a vida dos anões. Ele permitiu que eles roubassem coisas para compensar o que eles sofreram e ajuda-los, e assim a lenda das fadas foi criada, para justificar isso.  E após isso, revelação meio óbvia #2: Rebecca é filha do soldadinho!

Bem, essa revelação não foi tão impressionante, mas eu realmente adorei esse capítulo. Gosto desses momentos em que o Oda cria as situações e histórias para rechear o conflito ou o mangá, acho ele sempre bem criativo em coisas assim (nem Fishmen Island falhou ao criar um contexto e um flashback muito interessantes).

…Mas mesmo que eu tenha adorado, Oda, me deixa ver Law x DoFlamingo logo.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Rodrigo

    Realmente, um capítulo que deu mais um pouco de embasamento no passado, e na atual condição de Dressrosa, gostei bastante

  • Raion

    Um semanada sem imagens… ‘-‘

    • Dih

      Foi um probleminha do sistema. Já estão no lugar.

  • Essa história aí não me convenceu, o arco estava de bom a ótimo até aparecer esse rei aí, parece que o Oda quer dramatizar demais e acaba deixando a trama meio abatida, isso ao menos soou repetitivo em termos de One Piece. Nunca pensei que fosse dizer isso mas, quero mais lutas e menos drama desnecessário.

    • gustavosantos99

      nossa….vc é trap?

    • Shura

      Concordo com vc. Não é q eu queira lutas e tudo mais.
      O problema é q está soando mesmo repetitivo. Sei lá… esse drama atrapalha mesmo. Depois de enies lobbys sempre achei one piece com um drama forçado. Pra tudo tem homem chorando e tudo mais.

  • luisun

    Basicamente é Alabasta se o Coroco-chan tivesse vencido.. eu sinceramente me desapontei muito com essa revelação de que o antigo rei era bom e foi deposto por um malvado… tipo para mim ficou clichê demais até mesmo bobo essa revelação e o que foi apresentado nesse capitulo, tinha grandes esperanças para esse arco que aos poucos foram minadas pela narrativa confusa e demorada, porem esperava ao menos algo intrigante e que fizesse uma jogada de valores (lembrando do Dofla na guerra) mas não algo tão broxante.. Oda me decepcionou. Agora vou esperar acumular alguns capítulos para ver se melhora pq assim tá difícil… Honestamente não sei se sou EU, se foi por causa do HYPER da guerra, ou se OP ficou muito salto alto com o sucesso porem até agora nenhum arco pós Timeskip conseguiu me prender a atenção, sempre fica aquela sensação, “O arco foi ruim porem algo melhor virá” e 3 arcos depois nada… até a historia do caribou esta relativamente interessante que o arco principal.. infelizmente até Bleach esta mais interessante que OP.

    • raizo

      bem concordo com o parecido com alabasta mas, é só parecido e não igual. crocodile tinha como objetivo pluton arma ancestral já o do flamingo não se sabe ainda o porquê dele ter tomado o reino de dressrosa, talvez tenha sido porque o reino riku foi o único que não quis se aliar aos outros reinos e forma os tenryubitos, bem vai saber é só um palpite, mas ele não tomaria um reino só por tomar, deve ter alguma coisa aí pois se não tiver vai ser uma tremenda merda para o universo one piece.

      • Shura

        Mas ta ai o problema. Se é parecido soa repetitivo.
        Soando repetitivo soa previsível.
        As vezes eu lia one piece e me perguntava se essas viagens de ilha em ilha estão fazendo a história andar.

  • Felipe Polido

    Depois de ler este capítulo e o desta semana, sou só eu que acho o Joker de One Piece melhor vilão que o Joker do Batman?

    • gustavosantos99

      Personagens diferentes…n se pode comparar são totalmente diferentes….e eu duvido que tenha lido TODAS as histórias do JOKER,pra saber os inumeros planos mirabolantes q ele já fez….
      Se ele fosse de mangá até dava mas,narrativa de comics e mangás são muito distintas(nada a ver com a outra,diferentes)

      • raizo

        bem comparar não dá mesmo, mas mesmo assim eu gosto dos dois como vilões, chupa! kishilouco.

      • Felipe Polido

        Não tenho o costume de ler HQs, portanto não conheço todos os planos dele. Só conheço o Joker dos filmes e desenhos animados, e eu não me impressionei muito com ele (mesmo levando em consideração o magnífico Batman – O Cavaleiro das Trevas). Acho o Joker de OP melhor que o do Batman dos desenhos e filmes, mas não posso dizer o mesmo do das HQs.