Mangá JoJo’s Bizarre Adventure ganha reimpressão nos EUA

JoJo VIZStardust Crusaders sendo impulsionado pelo anime.

Se tem algo que os americanos aprenderam a fazer muito bem nos últimos tempos é lançar mangás que estão prestes ou ganhando anime no Japão. A VIZ, maior editora de lá e responsável pelos títulos da Shueisha e Shogakukan, acaba de dar mais uma bola dentro com os colecionadores de plantão ao anunciar que o mangá de JoJo’s Bizarre Adventure está prestes a ganhar uma reimpressão, ainda no mês de maio. A série foi lançada por lá há alguns anos, mas somente em sua terceira parte, Stardust Crusaders – por sinal a mais famosa da obra e que atualmente está com seu anime em exibição no Japão. A editora confirmou que todos os 16 volumes da série estarão ganhando uma nova impressão, já que praticamente não se encontram mais as edições antigas.

A VIZ não se pronuncia sobre lançar os outros mangás de JoJo por lá. Talvez a reimpressão possa significar algo positivo para os que aguardam tal feito (ou talvez não). Vale lembrar que é algo bem comum no mercado americano esse tipo de reimpressão de volumes antigos esgotados, não só com a VIZ, mas grande parte das editoras por lá. Uma boa notícia para os compradores daqui que gostam da importação de mangás.

Jojo VIZ 1Lembrando que para compras internacionais com frete grátis você pode utilizar o Book Depository. Temos um tutorial de compras para o site AQUI.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Willian Pessoa

    Ótima notícia!

    O mercado internacional de mangás é muito mais vantajoso do que o brasileiro – pra quem sabe ler em inglês, é claro.

    Um ótimo exemplo disso é a série Vagabond. A viz publica em dois fomatos: o normal, tankobon, e o Viz-Vig, 3 tankobon em 1. O formato viz-big custa em torno de U$23, comprando pela bookdepository, ou seja, sem frete. Em reais, custa R$50, 10 reais mais caros que UM VOLUME da Nova Sampa.

    Estou muito feliz com as importações de mangás e planejo comprar muito mais. O Próximo será Natasume Yuujinchou (Natsume e o livro dos amigos)!

    • Mike

      Natsume é excelente .. ótima escolha, em breve também iniciarei importações de mangás… preciso aprimorar mais um pouco meu inglês antes de começar entulhar caixotes de mangás.

  • Tenho alguns volumes da Viz, boa notícia pois tinha alguns volumes com valores astronômicos.

  • Será que um dia esse mangá vem pro Brasil?

    • Ken-Oh

      Nunca é bem complicado lançar aqui. A ladainha é sempre a mesma,a panini pede pra fazer abaixo assinado e se tiver muita gente eles pensam no caso (já vi eles falarem isso 3 vezes) e a JBC já deixou claro que nem vai tentar conseguir, pois segundo eles o manga não venderia aqui por ser velho e longo demais.

      • luisun

        Dei um lida em uma entrevista antiga de alguém questionando a VIZ do pq não lançar a parte 4 e etc do mangá, basicamente o que foi dito é que eles teriam que negociar muito devido aos Trademarks que são utilizados direto no manga, exemplo os nomes dos Stands ( Red Hot Chili Peppers, killer queen, etc.) e que devido a isso talvez não desse o retorno financeiro ideal.. se lá Jojo é um pesadelo para o licenciamento devido aos direitos autorais dispersos imagina aqui nessa bola de lama.

      • JMB

        Assim como as partes 1 e 2, que tem referências á bandas (Dire, Straits, ACDC são os melhores exemplos). Realmente é difícil uma editora aki no Brasil lançar uma série desse jeito (a não ser q eles mudassem os nomes das Stands).

      • Boranto

        Fora que eu li em algum lugar não sei se foi aqui mesmo, que se fosse para lançar o mangá aqui nas terras tupiniquins, teria que lançar todos os arcos (+100 volumes), seria uma exigência de quem detêm os direitos do mangá lá no Japão. Agora imagina se os primeiros arcos não vingassem aqui no Brasil? É um negócio muito arriscado, o que chega a ser uma pena mesmo.

      • @luisun, @JMB e @Boranto.
        Mais ai que tá, lá ainda a tentativas de se trabalhar com o material. Um exemplo é o jogo do PS3 que foi lançado nos EUA no final do Mês passado, e o jogo lida com os problemas de Copyright. A melhor alternativa que eles acharam foram alterar a escrita ou o nomes dos stands.

        Sei que pra uma galera isso não é legal, mas ainda a um esforço lá para o material ser lançado, aqui nem isso, só dizem que não dá e pronto.E outra eu tenho certeza que não laçam JoJo aqui pois Hokuto no Ken passa pela mesma desculpa e é muito mais fácil de ser lançado.

  • sergio

    Campanha panini lança jojo ou jbc afinal este arco e só 16 volumes

    • Tipo assim, a Shueisha não costuma licenciar mangás em partes, a VIZ só conseguiu isso porque a Shueisha é dona de parte da empresa e o público de mangás lá é bem mais abrangente.

      • sergio

        Valeu danny boy , mas vou continua sonhando libera o jojo aí japas

    • JJ Quest

      hahahaha. lança uma nova campanha então: libera o jojo aí japas!

  • Enquanto lá relançam aqui no mínimo temos uma nota do Leonardo Kitsune explicando o motivo de não lançar ou o Madauar falando que aqui esse manga nunca ia vender.

    Acho que vou me arrisca nessa importação ae,mas dizem que a versão de lá é censurada, alguém confirma isso ?

  • Jonas

    E que aqui nesse brasilzinho conta muito o publico jovem ( me refiro a geração one direct )que nao sabe apreica mangas antigos que já começão com o mimimi ah este manga e datado e por isso que nunca teremos um JoJo aqui pois esta geração prefere mangas onde as personagens andam em bandos fazem uma confusão e um lugar enfrentao o boss final daquela saga depois parte para outro lugar para fazer a mesma coisa,e por isso que nunca veremos um drifinting classroom pois esta geraçao prefere mangas onde ninjas parecem deuses tamanho poder que possuem,alias com tanto manga pra se lançado melhores do que aqueles que foram anunciados,love complex,zetman terra forms,uchuu kyoudai,mas e claro vao lança shounezao pra essa galerinha teen,alias kuroko seria um Slam Dunk genérico.??? .

    • Hebert

      Não cara, Kuroko não chega nem aos pés de Slam dunk, Kuroko nada mais é do que um mangá protagonizado por personagens de yaoi.

      • JMB

        Kra, ñ precisa rebaixar Kuroko pra enaltecer Slam Dunk. Todo mundo sabe q Slam é o melhor mangá de basquete e um dos melhores de esporte (bem, pra mim é um “dos”, já q eu prefiro Hajime no Ippo como Magnum Opus do esporte). Ñ tem necessidade de falar mal do Kuroko (q por sinal vai mto bem, obrigado).

  • Já que não vem mesmo resta torcer que eles animem as outras partes, especialmente a Steel Ball Run

    • luisun

      Se animarem a parte 4 5 e 6 ou só a 6 ja fico feliz. SBR é bem recente ainda comparado com os outros e deve ter alguma adaptação mais para frente mesmo que seja OVA.

  • Gregorio

    A Panini devia reimprimir seus mangas também

  • Carlos

    Sinceramente essa desculpa de copyright que as editoras insistem em usar, não cola muito. Aqui já foi (é) publicado Bastard, e esse mangá é lotado de referências a bandas de rock e heavy metal. Essas editoras, infelizmente, não publicam JoJo’s porque não querem.