Dicas de Importação – Nanatsu no Taizai

nanatsu no taizai dicas de importaçãoO mangá do momento.

Faz um bom tempo que não faço esse tipo de postagem, mas acredito que seja um bom momento. Isso porque resolvi indicar a compra de um dos títulos mais falados nesse exato momento. Trata-se de Nanatsu no Taizai, título de Shounen Magazine que vem conseguindo números expressivos no Japão e já está aí fresquinho no mercado americano para nós.

Chamado nos Estados Unidos de The Seven Deadly Sins (Os Sete Pecados Capitais), o mangá deve aparecer em algum momento no Brasil, mas acompanhar o título na qualidade da Kodansha US é algo sensacional. Só o fato de ser uma editora japonesa totalmente em território americano, tomando conta dos seus próprios títulos, já dá pra ter noção do cuidado que eles têm com seus mangás, tanto graficamente, quanto gramaticalmente e etc. Tudo que é da Kodansha acaba estando em boas mãos.

Novamente avisando que as dicas rolam em torno do Book Depository, que possui frete grátis e que possui um guia bem fácil para os iniciantes AQUIAlém disso não esqueçam que os valores estão em dólar, portanto veja o valor do Real no dia e veja quanto custará sua compra. No dia de hoje, o dólar está avaliado em R$2,50.

Nanatsu no Taizai 1 InglêsNANATSU NO TAIZAI

Dados Técnicos:
Editora Kodansha US
Preço: $10,80 cada volume aprox. (Frete Grátis)
Volumes: 4 volumes – Em andamento
Formato: Edição Simples
EM INGLÊS

COMPRAR OS VOLUMES SEPARADOS

Cada edição de Nanatsu no Taizai custa cerca de $10,80 (com desconto, já que o preço de capa é $12,90). O mangá foi lançado em março desse ano, atualmente se encontra no volume 4 e é bimestral por lá. Se encaminhando para o quinto volume no próximo mês.


Você também pode querer ver:

Dicas de Importação de Mangás – PLUTO
Dicas de Importação de Mangás – Box Completo Zelda
Dicas de Importação de Mangás – Nausicaa of the Valley of the Wind
Dicas de Importação de Mangás – AKIRA
Dicas de Importação de Mangás – Zombie Powder

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • luisun

    Dei uma conferida no anime e achei meio akame ga kill… (fanfic de otaku gordo suado transformada em anime).. é muito diferente o anime do mangá? melhora?

    • Deprimente sua comparação. O universo das histórias são bem diferentes, sou fã de AGK e só li o primeiro capítulo de NNT e posso dizer que ambas as obras tem universos distintos, e o que quer dizer com fanfic de otaku gordo? Ridículo, então todo shounen leva esse estereótipo? Não sei qual a proposta de Nanatsu, mas de Akame Ga Kill é ser um battle shounen dark, sem dramas pessoais ou uma história mais profunda e envolvente, assim como battle shounens devem ser, Naruto era muito melhor quando não tinha tantas questões políticas e de caráter para com seus personagens, mesmo que fosse mais infantil, ainda possuía mais emoção, é por isso que há vários segmentos de animes;mangás, cada um para um público alvo, e se você não aprova tais gêneros, pra que sair estereotipando dessa forma? Soa preconceituoso, assim como os que criticam shoujo por ter romance e melação demais, hahaha.

      • luisun

        cara.. o protagonismo neste mangá é ridículo ..
        A impressão que tive ao ler alguns volumes foi cômica ao invés de ser dramática, o autor (que deve ser um desses otakus reclusos e nojentos que não tem vida alguma) se inseriu na historia para realizar o seu sonho.. e o pior é nem faz questão de esconder ou disfarçar isso após ler um tempo fica ridículo como isso fica evidente, ri muito ao discutir esse mangá com alguns amigos, que depois releram

        sem falar que no quesito de qualidade narrativa esta no nível de Fanfic (ja li diversas fanfics melhores para falar a verdade…) não sei se é pq o autor não tem tanta experiencia (não me recordo de ter lido nada dele antes) ou foi um shonen produzido para agradar as massas, mas ficou algo extremamente comercial.. ou seja a historia foi escrita para vender peças promocionais do que propriamente contar uma historia..

      • Micael Okamura

        Cara, Akame ga Kill é um battle shounen com bastante violência gráfica em um mundo de fantasia, só que com um estilo Dark and cool, não tem nada a ver como Nanatsu, pois este propõe ser algo mais light e cômico e com bastante aventura.
        No meu ver, Nanatsu parece estar se saindo melhor que Akame, mesmo tendo pouco episódios que sue concorrente.

      • NOn-s3N5E

        Não vou falar sobre Akame ga Kill! pq simplesmente não acho ele nada de mais. É simplesmente simples. Não sei pq mas acompanho o anime, mas quando acabar não vou sentir a menor falta, não vou nem lembrar dele. E isso pq a história não tem absolutamente profundidade alguma (segundo o anime), segundo você, como deve ser. Mas tudo bem, é só minha opinião.
        Agora, eu acho mesmo que vc falou besteira sobre Naruto. A única coisa que cagou a história foi o rumo que a guerra tomou. Naruto só foi melhorando com as questões políticas, uma prova disso é que as questões políticas se tornaram um ponto crucial para a história do itachi; e seria muito estranho dar uma maior ênfase a Akatsuki na parte “Shippuden” sem colocar questões políticas no meio, afinal, como seria se as maiores forças ninjas cruzassem os braços enquanto um grupo criminoso de alto nível fica agindo por aí matando seus ninjas mais fortes? E COMO ASSIM “Naruto era muito melhor quando não tinha tantas questões […] de caráter para com seus personagens”? Desde o início se tinham questões de caráter. Desde o arco do Zabuza, ou melhor, mesmo desde o primeiro cápítulo, quando aquele professor lá tentou enganar e matar o Naruto, quando a maioria das pessoas da vila desprezavam ele. O que que vc tá falando?

    • Cacilds

      @luisun

      Fiquei curioso agora. Leu quantos capitulos de akame ga kill?

      • Protagonismo em Akame Ga Kill? O cara não leu nem 3 caps. Haha.

      • Micael Okamura

        Cara, o protagonista é o Tatsumi, meio inútil mas não deixa de ser o protagonista. Mas a história toda gira em torno da Akame, que teoricamente deveria ser a protagonista.
        Não deixa de ser protagonismo, meio deslocado, ma sé protagonismo.

      • luisun

        li até o capitulo 50 não consegui ir adiante…

    • tiago

      Adoro esta fala “vi o anime e blah blah blah” você como os outros que assiste apenas o anime e não lê a obra é apenas um escroto de merda. um burro que não sabe ler e tem preguiça de ler. acha conveniente apenas criticar uma coisa sem nem conhecer. e pior, baseando-se em algo que é totalmente deformado.
      tua opinião é de lixo. as duas obras estão entre as mais vendidas no Japão atualmente. mas você não sabe disto né? já que o estúpido é analfabeto não lê nada.

      • luisun

        kkkkkkkkk

    • UOU

      @luisun

      Cara achei engraçado a parte que você falou que o autor se colocou na história. Acho que você nunca escreveu nada. E se escreveu nunca estudou nada sobre escrever qualquer tipo de história. Não da pra escrever uma história com imparcialidade, sem se colocar na obra. A suas ideias estão lá, o que vc acha legal, o que vc acha nojento. Se você consegue sacar o que autor acha legal é mais que normal em qualquer novela das 6 da pra analisar onde o autor se coloca em relação a uma ideia, ação ou qualquer outro assunto. Cara você cagou merda pra cima, pqp. Mas sua opinião é importante.

      • luisun

        mhe… cada um tem sua opnião né tem gente que gosta desta babaquice, enfim…

  • Koyuki

    Este “review” ficou bem…resumido.

    Gastar R$27,00 em um mangá não é pouca coisa. Com relação a qualidade do material, qual seria a “superioridade” dele comparando com o manga da Sakura Card Captor por exemplo? Muito superior ou um pouco superior? Claro, quando ele for lançado aqui no Brasil, vai ser mais similar a qualidade dos mangas do One Piece e Naruto, mas apenas para ter uma noção da diferença.

    • Dih

      Não é bem uma review. O intuito dessas postagens é para as pessoas que costumam adquirirem produtos importados. Quanto a superioridade, o mangá apresenta um papel muito melhor, um acabamento gráfico mais preciso (tanto na questão da cola, quanto na costura – quando são costurados), impressão mais precisa e outros detalhes.

      • Koyuki

        Entendi. Obrigado pela resposta. Sempre tive vontade de importar um manga, até pra saber se o que pagamos é justo ou não. Claro, o povo aqui ia xia muito caso lançassem com este preço. Mas, se a qualidade for bem superior, eu não ligaria. Mas, não nego que não compraria tantos mangas XD.

      • tiago

        @Koyuki
        Acredite. A diferença é brutal. Quando chegou meus mangás e light novels encomendados do Japão, pela Amazon, eu peguei um dos volumes de um mangá e fui até a papelaria da cidade que comercializa os mangás (não existem light novels) e quando eu peguei no mangá brasileiro e comparei com o original japonês eu me assustei com tamanha diferença.

  • Jujuba de Limao

    Prefiro esperar pra sair aq no Brasil, mas é chato essa demora toda!

  • Micael Okamura

    Com o anime aí, acho que não vai demorar muito para que saia no Brasil.

  • Bismuto

    Cadê a sinopse do Mangá?