Expresso Doramas – Tomorrow’s Cantabile (2014)

Tomorrows CantabileA versão coreana do mangá de sucesso.

Quando foi anunciado que Nodame Cantabile ganharia uma versão coreana em dorama, com certeza muitos ficaram com um (ou os dois) pé atrás. Isso porque Nodame é um mangá excelente, que teve um anime igualmente excelente e um dorama japonês que também segue o belo padrão da franquia. Uma versão coreana de algo tão conhecido significa mudanças nos roteiros, adaptações de personagens… Porém o resultado surpreende e Tomorrow’s Cantabile (ou Naeil’s Cantabile) faz jus ao nome que carrega.

Cantabile 1

Cha Yoo Jin (Joo Won de Level 7 – Civil Servant) é um prodígio da música corena. Ele cresceu na Europa e foi “treinado” pelo famoso condutor Vieira. Porém, Cha Yoo Jin retorna para a Europa na esperança de um dia poder ser novamente treinado pelo seu ídolo, mas um acidente aéreo o deixa traumatizado, impedindo tal sonho. Com isso, ele passa a estudar em uma escola coreana e se sente totalmente desmotivado por achar que todos ao seu redor não chegam aos níveis das pessoas que ele conhecia na Europa. Até que um dia ele conhece Cue Seol Naeil (Shim Eun Kyung de Bad Guy), uma jovem totalmente atrapalhada, mas que tem um dom incrível para a música, conseguindo decorar toda uma melodia apenas de ouvi-la. A harmonia dos dois será a responsável em criar uma melodia que consiga tocar o coração de todos ao seu redor.

Tomorrow’s Cantabile (내일도 칸타빌레) é um dorama da KBS que começou sua exibição em 13 de outubro e contou com 16 episódios, concluindo-se no dia 2 de dezembro. O dorama teve direção de Han Sang-Woo e Lee Jung-Mi. A série é uma versão do famoso mangá josei de Tomoko Ninomiya.

Cantabile 4Antes de mais nada é preciso dizer que Tomorrow’s Cantabile é literalmente uma série de comédia. E como tal, possui algumas cenas extremamente escrachadas, personagens caricatos e algumas cenas dignas de “vergonha alheia”. Digamos que nesse quesito segue fiel ao dorama japonês. Mas o grande destaque é a dupla de protagonistas que possui uma química muito boa desde o primeiro episódio e que consegue passar claramente a personalidade dos personagens principais do mangá.

A maior dúvida que paira é sobre as alterações no roteiro. Muitas coisas foram modificadas para a adaptação entre Japão e Coreia. Pra começar, toda a localização da série é coreana (nem existe uma citação ao Japão como algum tipo de referência) e todos os personagens se baseiam na cultura daquele país. Isso pode causar estranheza. Além disso, diferente do japonês, o dorama coreano é concluído em apenas uma temporada, diferente do original que são necessárias duas séries e dois filmes. Com isso os rumos acabam sendo alterados aos poucos, mas as referências do mangá continuam ali – o que agradará os fãs.

Cantabile 2Talvez um ponto que possa incomodar é que em Tomorrow’s Cantabile o romance praticamente fica em quarto (!) plano. Não existe um desenvolvimento amoroso entre os personagens e toda essa passagem é feita de forma muito “corrida”. Se existe um ponto fraco na adaptação, definitivamente é esse. Sabemos que no original, Nodame é famoso pela forma atrapalhada da garota ser a responsável por conquistar o coração gelado do protagonista. Na versão coreana, isso também acontece mas passa uma sensação de que estamos falando apenas no sentido “musical” da coisa.

Mas ainda assim, Tomorrow’s Cantabile consegue divertir e arrancar boas risadas. Como disse anteriormente, a química entre Joo Won e Shim Eu Kyung é incrível, e até te faz esquecer os secundários bem fraquinhos como o “roqueiro” Yoo Il-Rak (Go Gyung-Pyo de Flower Boy Next Shop) e o “feliz demais” Ma Soo-Min (Jang Se-Hyun). As cenas de comédia entre o casal são realmente engraçadas, mesmo as mais caricatas. Também vale o destaque para as cenas musicais, claro. O principal instrumento do mangá está incluído na série e é muito bem utilizado (inclusive com algumas passagens gravadas na Europa).

Cantabile 5Tomorrow’s Cantabile fica devendo um pouco como uma adaptação de Nodame Cantabile, e talvez esse seja seu grande pecado: carregar um nome tão grande. Mas ainda assim, é uma versão diferente e divertida, mostrando como a obra é adorada em diversas partes do mundo. Se você está acostumado a assistir apenas k-dramas de drama, ação e romance, provavelmente esse vai lhe causar certa estranheza. Em muitos momentos me sentia vendo um j-drama. Toda a estrutura da série, as piadas, a forma como a comédia é feita. Podemos dizer que é um mix de sentimentos enquanto assiste. Hora ele parece ser muito bom. Hora, extremamente fraco. A solução é você mesmo conferir o primeiro episódio com seus próprios olhos.

Nota 25


nodame cantabile episódio 1

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Eu tenho sérios problemas tanto com live como com doramas, amo mangás, novels e animes, mas não engulo os outros dois, ainda não consegui ver um que eu tenha aprovado, talvez seja só preconceito não sei.

  • topheira

    Acho que o maior problema de Tomorrow’s Cantabile é o fato da Naeil/Nodame ser a única “estranha” do dorama, sendo que, originalmente, todos deveriam ser estranhos. De forma que a Nodame da versão coreana acabou parecendo um pouco “forçada” e “fora do contexto”, por assim dizer, diferente da versão japonesa. Sem contar que que Naeil sempre parecia uma criança, e a Nodame não é assim; de uma forma bem estranha, ela é até mesmo madura. Hum… acho que não estou conseguindo me explicar muito bem, hahaha, melhor eu calar a boca.
    Enfim, ainda não consegui terminar o dorama, porque não conseguia engolir toda a história, a forma em que o humor era introduzido, e até mesmo aquele triângulo amoroso que veio de lugar nenhum. É meio triste isso, porque o Joo Won é absolutamente meu ator favorito; já assisti todos os trabalho dele, e até Tomorro’s ele nunca tinha me decepcionado. Também gosto da Shin Eun Kyung, mas acho que a produção não soube aproveitar esse belo elenco direito… D: enfim, essa é a minha opinião do dorama. Não vou falar que é péssimo e que ninguém deveria assisti-lo, porque já ouvi MUITAS pessoas dizendo que o adoraram, mas para mim, foi uma grande decepção. (Contudo, a versão japonesa é super perfeita, então, se vocês já viram o anime e/ou curtiram o mangá, eu super o recomendo).