Editora JBC republicará o mangá Akira

Akira Manga HeaderMangá mais esperado das últimas décadas volta ao Brasil.

A editora JBC anunciou na noite dessa sexta feira que republicará no país o mangá Akira, de Katsuhiro Otomo. A editora Globo, na década de 80l publicou Akira com 38 volumes em formato americano, colorido e com as páginas espelhadas para a leitura das pessoas que não estão acostumadas com a leitura de mangás. Agora a JBC trará de volta o mangá ao Brasil, mas ainda não sabemos informações sobre o formato que será utilizado na publicação. Muito provavelmente teremos um material de luxo. Confira abaixo uma ficha técnica da obra.

AKIRA
Autor: Katsuhiro Otomo
Volumes: 6 (120 capítulos)
Gênero: ação, aventura, drama, psicológico, sci-fi, sobrenatural
Lançamento: CCXP 2015

Sinopse: No ano de 2019 a história se passa na cidade de Neo-Tóquio, uma cidade de Tóquio reconstruída sobre o que hoje é a Baía de Tóquio depois de ter sido destruída na III Guerra Mundial. Nesta cidade pós-apocalíptica, com forte presença de gangues de ruas, temos o mais jovem membro da gangue de Kaneda, Tetsuo, que colide com uma criança misteriosa que havia escapado do programa de investigação psíquica secreta do governo. Tetsuo acaba sendo levado pelos responsáveis do programa governamental, juntamente com a criança, e é submetido às mais diversas experiências. O incidente com a criança misteriosa e os testes realizados fazem despertar poderes latentes de Tetsuo. Tal projeto científico faz explodir a luta pelo poder entre diversos grupos rivais, envolvendo seitas religiosas, intrigas políticas e revolucionários em um mundo cyberpunk com o objetivo de conseguir o controle de um garoto de gigantesca habilidade psíquica e destrutiva, o controle sobre Akira.

De autoria Katsuhiro Otomo, Akira é uma das histórias em quadrinhos mais cultuadas da cultura mundial. A adaptação para o cinema lançada em 1988 encurta o enredo do mangá, que se passa em um período de tempo muito maior, mas ainda mantém fortemente a estrutura do mangá. Envolvendo uma gama mais ampla de personagens, com maior aprofundamento e subtramas, o mangá aborda com maior profundidade, sobretudo com olhar crítico, a alienação da juventude, a ineficiência e corrupção do governo, o cientificismo, o isolamento social em um sistema autoritário, sem compromisso com a sociedade.

O autorKatsuhiro Otomo (大 友 克 洋 ) é um artista de mangá, roteirista e diretor de cinema japonês nascido em 14 de abril de 1954. Ele é mundialmente conhecido como o criador do mangá Akira e sua adaptação para o cinema. Foi condecorado um cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras da França em 2005 e promovido a oficial da ordem em 2014. Tornou-se o quarto mangaká a entrar no Hall da fama do Eisner Award, em 2012. Premiado com a Medalha de Honra Púrpura do governo japonês em 2013.  Recebeu o prêmio Winsor McCay no 41º Annie Awards em 2014. E foi nomeado vencedor do Grand Prix do Festival de Quadrinhos de Angoulême na França, tornando-se o primeiro mangaká a vencer a premiação, em 29 de janeiro de 2015.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • João Ferreira

    A JBC conseguiu dar uma rasteira na Panini, hein? De qualquer forma, ótima notícia o relançamento de Akira no Brasil. Mas vamos ver como será o formato e o preço. Mas pode ser que a JBC lance o mangá em mais de um formato.

    • Acredito que vai ser em um formato bem de luxo, Akira merece, e não vai ser algo barato.

      • que todos os divinos te ouçam…

      • Formato “de luxo” da JBC é quase formato padrão da NewPOP. Espero estar enganado e que venha algo REALMENTE de luxo (a começar por haver costura interna das páginas…quem dera…).

    • H LOPES

      Comprarei com tranquilidade!

  • Mike

    OBRIGADO DEUS, CHUPA SOCIEDADE!!!
    JBC mais seinenzudo do que nunca!

  • Mais um que assinarei com gosto :3

  • Perdeu panini. Bem, depois de eden vamos ver o que a italiana vai fazer contra esse “ataque da jbc”, vou ficar na espera dela pegar os tops do ano passado. Como diz o ditado “antes da tempestade vem calmaria”. Eu acho.

    • Eu tenho até medo do que a Panini vai fazer, os lançamentos dela até agora foram bons, mas parece que estão apenas esquentando os motores.

    • A Beth já tinha avisado no ano passado que em 2015 a Panini não faria nada “grande”.
      Seria apenas Aoharaido, uma que outra série tipo Planet para testar novos mercados e spin-off como o de HSOTD e Ataque dos Titãs.
      Como eles tem muita série que não vai acabar antes do fim do ano, eles só vão trazer grandes novidades para 2016.

      • Mas nada impede que eles anunciem no segundo semestre os títulos do começo do próximo ano já com resultado dessas experiências. Vai ser um bom ano para se colecionar e péssimo para o bolso.

    • Beater

      Com certeza Loli, kkkkkkk
      E certo que a panini não vai deixar por menos, afinal estamos falando da editora que trouxe para o brasil a tríplice coroa da shounen Jump, republico Dragon Ball, One Piece e Berserk.
      Estou ansioso para saber qual titulo de peso a Panini vai trazer para o Brasil, não pode ser qualquer coisa, afinal pra competir com Akira, o manga vai ter que ser MUITO BOM.

  • Marcos Correia

    Tenho a versão Globo, mas infelizmente me falta um único volume, já quase no final. Sempre pensei em comprar os 6 volumões da Dark Horse, que acredito devam ser mais próximos aos original.
    Espero que a JBC faça um bom trabalho nesses volumes, porque pra mim, é compra certa.
    Espero que venda bem e resolvam publicar outras obras do Otomo. Quem sabe até um Yukinobu Hoshino um dia?

  • roninrj

    Grande lançamento!!Show!!
    Mas como lançamento contemporaneo;
    quero ver qal editora lança os aguardados ainda sun ken rock e prison school

  • Aêêêêê, mais um mangá para a alegria de muitos, e pela JBC.
    Panini cancelaria se não vendesse bem… mesmo tendo apenas 6 volumes…¬¬

    @Marcos Correia, “Tenho a versão Globo, mas infelizmente me falta um único volume, já quase no final.”, tu és igualzinho a um amigo meu. A edição que falta para ele é a 28. Não sei se ele comprará esta versão nova, mas já encaminhei a notícia. No meu caso, estou a fim de comprar, vamos ver como ficará o preço…

    @seiya, já deu né? Dá uma parada com esta coisa de comparar cara, tá ficando meio chato. Você tem argumentos que esses que está usando…

    • Micael Okamura

      Duvido que não venda bem. Estamos falando de Akira e seria heresia não conhecer XD.

    • @sennaffogo “No meu caso, estou a fim de comprar, vamos ver como ficará o preço…” Eu paro todas as minhas coleções pra comprar o Akira, e depois volto. hahahahahaha

      Agora sério, chutando por baixo, entre R$ 40,00 e R$ 60,00 se for a mesma da americana. A Cultura está vendendo na loja fisica por R$ 80,00 e no site por R$ 105,00 a importada.
      Eu já vi ela (quase comprei até, mas meu inglês não valia a grana), é muito grande, maior que o DNBE. Pra ter uma noção de comparação:
      DNBE tem 21 x 14 x 2,4 de medidas
      Akira tem 25,1 x 17,5 x 3,8 de medidas.

      Se você viu o video do anúncio no face da Henshin, tem uma edição dele atrás do Cassius. E Ghost in The Shell tem o mesmo tamanho.

      Eu espero que venha uma edição menor, mas acho que vai ser essa mesma, e com um preço saldado. :/

      • Pow @haag, mas por este preço chutado por ti, a nossa edição englobaria quantos volumes normais? Todos?? Porque se for volume único por este preço, vai estar igual a Vagabond e eu com certeza não vou comprar, independentemente da luxuosidade do negócio. Para mim, nenhum mangá, por mais renome que tenha, vale um quilo de ouro…

      • E o pior que é essa edição realmente engloba apenas um volume. :/
        São 6 edições a coleção completa. (um dos motivos pelo qual não comprei a americana, ia dar mais de R$ 500).

        Eu meio que to me comparando aos preços “médios” da JBC.
        Se DNBE já custava R$ 39,90 e é teoricamente menor que o Akira, seria meio normal ele vir mais caro, por isso entre R$ 40,00 e R$ 60,00.

        Não acredito que a JBC iria trazer algo do peso de Akira com o formato de Thermae por exemplo. Seria no minimo o de DNBE se não melhor.

      • Mas então sua comparação está furada. Pois cada volume do Death Note Black Edition equivalia a 2 volumes normais. Sendo assim, igual a DNBE, talvez a gente pudesse pensar no assunto, pois sendo 40,00 cada volume luxo de Akira (que equivaleria a 2 normais), daria 120,00 tudo. Para mim, ainda seria caro, mas nada comparado a pagar o dobro disto, logicamente…

      • Akira atinge público fora do acostumado com mangá aqui e são pessoas que tem dinheiro e querem algo para guardar, digno do clássico. O licenciamento também não deve ter sido barato, a JBC não foi a única editora a tentar, arrisco a dizer que até editoras como Aleph, Darkseid, Abril, L&PM, Companhia das letras entre tantas outras tenham concorrido.
        O anúncio agora é para já irem preparando os bolsos, precisa ser um material digno do título, de durabilidade alta e com aquela cara de graphic novel. Eu chuto que vai ser na faixa entre R$70 e R$90 cada volume, se forem seguir a edição americana, que tem mais de 300 páginas por volume.

      • Pow @Asevedo, então você está dizendo (ou generalizando) dizendo que eu, o haag, o Micael e várias outras pessoas por aqui somos parte do “público fora do acostumado com mangá”?? Sério isto?? O.O

        “(…) se forem seguir a edição americana, que tem mais de 300 páginas por volume.” -> não precisavas citar a edição americana para falar disto, já que a original também tem 300 páginas por volume…

      • Muito pelo contrário, acredito que a maioria aqui é o que compra mangá mensal/bimestral, acostumado com esses valores entre 10 e 20 reais. Não sei a idade de vocês, mas vejo esse público naquele pessoal mais velho, que era o jovem adulto na década de 80~90 e que não tem o hábito de comprar mangás, e até quadrinhos no geral, nos dias de hoje.

      • @Asevedo… ué? Então pelo que entendi, você disse que, MESMO GOSTANDO PRA CARAMBA DE Akira, estamos fadados a não (poder) comprá-lo, porque estamos fora desta métrica citada?? (porque realmente “dinheiro muito eu tenho nada”, e “dinheiro pouco eu tenho muito”…xD)
        Realmente estou fora deste público que era jovem adulto nesta época citada por ti, mas… eu também queria comprar o Akira… =(
        Fiquei triste agora…

        kkkkkkkkkkkkk

      • Se Akira for mesmo caro muita gente que compra mensalmente vários títulos pode ter que esperar para não comprometer o orçamento, eu tô nessa também, já para quem não tem esse gasto frequente vai ser um “OK, acho que uma revista por mês não compromete o orçamento.”
        Por hora é só aguardar novidades, vai que vem um preço bom para todo mundo, e também esperar que parem com tantos lançamentos, duvido existir quem compre tudo o que foi anunciado.

      • Opa, isso que dá não ter internet, perdi toda a conversa.
        Eu concordo com o @Asevedo, Akira não vai ser mangá de banca. Como eu disse, ele vai ser no minimo um DNBE, e esse já custava R$ 39,90.
        Mas também não vai ser assim.
        Com todo o trabalho para conseguir Akira, pelo preço que deve ter sido investido no contrato e conhecendo a versão americana, é meio esperado que seja nesse formato. E ai é realmente mais caro, pois como eu disse antes, ela é no minimo 5cm mais alta e 3cm mais larga, e embora tenha menos folhas, ela é mais grossa que a DNBE.
        Só vendo ela ao vivo pra entender que realmente ela vale no minimo R$ 60,00.

        Sobre a questão do “público fora do acostumado com mangá”, infelizmente é verdade. Esses dias li no face um comentário, que por mais grosso e esnobe que pareça, não deixa de ser verdade: “Mangá não é pra quem quer, e sim pra quem pode.”
        O pessoal acha que precisa comprar tudo, e que a editora é uma amiga que tem que dar os mangás. Não, eles são uma empresa, buscam dinheiro.
        Eu não consigo comprar tudo que quero, muitos mangás eu preciso deixar passar para depois comprar parcelado no cartão de crédito, e mesmo assim chego a gastar de R$ 150,00 até R$ 250,00 por mês (várias das bimestrais). Mas eu felizmente estou fora da média nacional, eu consigo pagar todas as minhas contas e investir isso em mangá.
        Mas tenho amigos que ganham menos e que mal conseguem acompanhar uma série mais longa. Gente que preferia a volta dos meio-tanko, pois ai poderiam comprar mais.
        Da mesma forma que tenho amigos que ganham mais que eu e compram muito mais, tem cara que não perde nenhum titulo, ele tem todo o Stardust Crusaders americano, investe quase R$ 500,00 por mês. (tá, ele mora com os pais, ai até eu gastaria isso se não tivesse conta pra pagar).

        O anúncio de Akira me deixou claro que eu não vou poder comprar Éden, já decidi isso, não dá os dois e Akira é maior. Da mesma forma que provavelmente vou parar Terra Formars e o YuYu Hakusho na época para usar o dinheiro no Akira. E se for mais caro, paro outras séries.
        Mais recente, abri mão de Eien no Zero para ter Chobits em maio, e só peguei Nanatsu por que Kenshin acabou. Em compensação meu Dragon Ball está parado no 30, e vou esperar acabar para comprar no cartão.

        É a mesma coisa com Jojo, querem que ele venha, mas se um dia vier, podem ter certeza que vai ser uma versão 2×1 (até 3×1) e não por menos R$ 50,00.
        O comentário ficou grande, mas acho que consegui me explicar bem.
        Infelizmente mangá é pra quem realmente pode colecionar, não para aquele que chega na banca e diz: “olha, acho que hoje vou levar um mangá”.

      • “(…) esperar que parem com tantos lançamentos, duvido existir quem compre tudo o que foi anunciado.” -> @Asevedo, desejo isso já não é de hoje… e assim como você, duvido também que exista alguém assim.

        ““Mangá não é pra quem quer, e sim pra quem pode.”” -> Deveras @haag, mas pow mano, se considerar isto, eu posso dizer que não apenas mangá é para quem pode, e sim quadrinhos em geral. Isto para não falar de outras coisas que envolvem entretenimento. Eu até concordo contigo, mas nesse caso dá para generalizar-mos. Por exemplo também, jogo de futebol… assistir jogos de futebol é muito mais para quem pode do que para quem quer… se for assim, podemos generalizar e englobar tudo.

        Bem @haag, acho que todo mundo normal sabe que as editoras são empresas, só que… dá para fazer melhor cara, e mais barato. Sabemos que dá. Não acho que eles precisem dar os mangás, mas… Se eles apenas conseguissem lançar qualquer mangá com qualidade decente, para colecionadores que somos, assim como o Japão o faz, as reclamações acerca de preço x qualidade seriam beeem menores…
        Como tu disseste, você felizmente está acima da média, então gasta bastante com mangás mensalmente, mas o que mais reclamo é que as editoras estão trazendo títulos demais de uma vez só (invariavelmente do mesmo gênero e demografia), criando mercados paralelos escrôtos e trabalhando zero para melhorar os seus próprios mercados.
        Você disse não conseguir comprar tudo que quer, apesar de gastar bastante; eu digo: não consigo comprar nem 1/5 do que quero…

        Pô, gente que prefere a volta dos meio-tanko? Sério isso?? O.o

        JoJo’s é uma série muito grande, teria que ter um lançamento diferente. Eu acho que certos tipos de mangás, é muito melhor serem ‘assinados’. Akira e JoJo’s são 2 casos perfeitos disto.
        E sim, muito infelizmente, mangá, é para quem realmente pode colecionar, e não para quem quer colecionar…=(

  • Micael Okamura

    Vi essa notícia no Omelete ontem, e posso dizer que estou muito feliz!

  • Micael Okamura

    JBC, você é FODA!

  • Zeus

    Tenho certeza de que Akira ira bem no Brasil

  • isa

    Só observo essa treta de jbc e panini. To ate com medo da panini lançar muita coisa top e eu não ter dinheiro. O ruim da jbc, pra mim, é o fato de ser mensal, entendo os motivos da editora, mas mesmo assim pesa.

  • raoni

    Alguém sabe se vai ser colorido igual a da globo ou não?

    • Provavelmente não.

    • Acho que não, mas nem tem muitos detalhes. Quem sabe não fazem vídeos, tipo os de Sailor Moon, para acompanhar a produção.

  • João Gabriel ”jfurt”Freire Furtado da Silva

    Preparem seus bolsos porque menos de 30 dilmas nao vai ser…Ja viram que Rouroni Kenshi e Yu Yu Hakusho foram carissimos ne?

    • Rurouni Kenshin por R$ 13,90 e Yu Yu Hakusho por R$ 14,50 são carissimos?

  • Provavelmente mais ser a mesma edição que tem atualmente nos EUA e na Espanha, e que é vendida pela Cultura aqui no Brasil. (e é a mesma que estava no vídeo que o Cassius anunciou, quem reparou no fundo?)
    http://www.livrariacultura.com.br/p/akira-v1-2801948

    A Cultura aqui de Porto Alegre tem a coleção completa, mês passado eu quase comprei o volume 1, mas R$ 80,00 era muito salgado e meu inglês nem é tão bom. Fiquei muito feliz com o anuncio da JBC.

    Uma curiosidade, nessa versão americana, embora seja em preto e branco, ela não é de “trás pra frente” e sim com estilo de leitura “normal” para o Brasil. Será que vem da mesma forma para cá?

  • Maycondoug

    Não vai vim por menos de 49,90 ou até mas = , por ser um título muito famoso vão abusar no preço.

  • Pingback: OPM Awards 2016 | Otaku Pós-Moderno()