Checklist – Panini: Abril de 2015

Monster Checklist AbrilFim de Monster, novo mangá de Ataque dos Titãs e hiato de Yakumo!

E o checklist da Panini chega em primeira mão com suas capinhas no Chuva de Nanquim! Mês de destaque para um lançamento (Ataque dos Titãs – Sem Arrependimentos), um mangá finalizado (Monster) e um entrando em hiato (Yakumo). Temos o penúltimo volume de Naruto nesse mês também. Está se aproximando o fim. Temos quase todos os lançamentos da Shonen Jump nesse mês (One Piece, Toriko, Dragon Ball, Kuroko, Reborn, Bleach) e os seinen de sucesso Berserk e Vinland Saga (que teve um reajuste de preço maior nesse mês, apesar de aparentemente estar se saindo bem em vendas). Ao todo são 18 títulos nas bancas neste mês, mantendo a média da Panini. Vamos ver as demografias em abril?

demografia panini abril 2015Notamos mais uma vez que os shounen acumulam cerca de 66% dos títulos nas bancas. É uma predominância que não adianta nem tentar contestar. Em segundo lugar temos 3 seinen, com um deles, Monster, sendo finalizado (mas provavelmente sendo substituído por Planetes nessa demografia). Dois shoujos ocupam a vaga, mas novamente, com curto tempo de vida já que Sem Arrependimentos tem só mais um volume e Yakumo entra em hiato. Já Pokémon é o único representante do kodomo.

Agora chega de papo e vamos para os 18 títulos de abril que estarão nas bancas entre o final de abril e começo de maio (sempre é bom reforçar que o checklist da Panini corre do dia 10 até o dia 10 do próximo mês).


Sem ArrependimentosATAQUE DOS TITÃS – SEM ARREPENDIMENTOS 1

Autor:  Hajime Isayama, Gun Snark e Hikaru Suruga
Demografia: Shoujo (Aria)
Periodicidade: Bimestral – Completo no Japão com 2 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 168 páginas
Preço: R$ 12,90
LANÇAMENTO

E a Panini trás mais um lançamento, desta vez é o spin-off Ataque dos Titãs – Sem arrependimentos. No mês passado a editora começou a parte inédita que o anime não cobre, e aproveitando o ar de novidade e o estrondoso sucesso, a história do passado do amado e odiado Capitão Levi, da Divisão de Reconhecimento, tem tudo para aumentar a coleção dos fãs da série. Hajime Isayama tem um bom roteiro na série principal, mas o traço só piora, ainda bem que neste spin-off apenas alguns dos personagens são utilizados em uma trama para explorar um pouco mais o passado. A demografia original da obra é shoujo, mas acredito que não deixará de englobar fãs de todos os gêneros que gostem da saga dos titãs, é uma obra para se comprar sem quaisquer arrependimentos, afinal ainda se tem muito a explorar naquele mundo.


Monster 18MONSTER 18

Autor: Naoki Urasawa
Demografia: Seinen (Big Comic Original)
Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 18 volumes
Formato:13,7 x 20 cm, 256 páginas
Preço: R$ 11,90
EDIÇÃO FINAL

E chegamos ao tão aguardado final da saga do Doutor Tenma. Para quem acompanhava o título pela Conrad e teve a infelicidade do cancelamento da editora poder retomar a coleção e conseguir concluí-la pela Panini foi de muita felicidade, apesar de não gostar das capas brancas neste volume final ficou até bonita. Naoki Urasawa é um mestre na arte dos quadrinhos, Monster é um título que poderia render uma boa adaptação para cinema ou série de televisão, gostaria muito de ver algo assim. O título tinha o planejamento de ser publicado intercalando os meses com 20th Century Boys, também do Urasawa, mas que não ocorreu na maior parte do tempo. Com o término de Monster espero que a Panini não deixe de investir nos títulos do autor, que merece ter todas as suas publicadas por aqui, mas torcendo para que venha títulos como Pluto ou Billy Bat ou até mesmo a novel de Monster, Another Monster: The Investigative Report. Se você não tem uma obra do mestre Urasawa na sua coleção corra atrás, o trabalho que tiver para completar a essa altura da coleção será muito recompensador.


Yakumo 12PSYCHIC DETECTIVE YAKUMO 12

Autor: Suzuka Oda e Manabu Kaminaga
Demografia: Shoujo (Asuka)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 12 volumes
Formato: 13 x 18 cm, 160 páginas
Preço: R$ 11,50
ENTRANDO EM HIATO

Mais um shoujo da Panini que entra em hiato. Agora é a vez do suspense Yakumo estar encostado no Japão. Aqui o grande problema é a velocidade do lançamento da autora, que chega a liberar apenas 1 ou 2 volumes (deve depender do humor dela) por ano! Com isso, esperem um longo hiato da série por aqui. Pra compensar ao menos temos a capa mais bonita da série até agora, sem precisar discutir. Yakumo é uma ótima pedida para quem deseja uma série de suspense, com um mistério agradável e com casos que envolvem uma carga psicológica bem atrativa. Espero que seja uma série que se saia bem na editora, e que você aí se interesse pela história do Yakumo e companhia.


Naruto 71NARUTO 71

Autor: Masashi Kishimoto
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 72 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 208 páginas
Preço: R$ 11,50

E depois de muito, muito tempo o time 7 está junto novamente e só falta um volume para acabar. Naruto é um daqueles títulos que muitas pessoas que não acompanham ou não são tão ligadas aos mangás conhecem e quem conhece e compra não é, necessariamente, um naruteiro. A presença do título é tamanha que o filme estreará no Brasil próximo ao lançamento do último volume aqui, mesmo com o anime tendo uma das exibições mais estranhas com cortes, repetições e sem emissora definida, o sucesso do filme pode medir o sucesso do título do país. Sendo um dos títulos mais importantes do mercado o que será que a Panini prepara para substituir? Os próximos meses serão de expectativa.


One Piece 39ONE PIECE 39

Autor: Eiichiro Oda
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 77 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 208 páginas
Preço: R$ 11,50

One Piece 39 novamente e ainda não me acostumei com essa publicação. Para quem não assinou lá atrás na retomada do título pela Panini a editora não deixou na mão e traz o título novamente, único porém é o reajuste do valor, o que era previsível. A saga de Enies Lobby é uma das melhores do título, neste volume é só o preparo para as grandes batalhas que virão, mas não há o que temer se podemos contar com o nosso herói Sogeking!


One Piece 55ONE PIECE 55

Autor: Eiichiro Oda
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 77 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 192 páginas
Preço: R$ 11,50

Para fugir da prisão submarina vamos continuar descendo e é a lógica do Oda que não se entende, apenas se aceita. Se a publicação mensal está em uma grande saga como Enies Lobby, a bimestral apenas começa a esquentar todo o arco que começou após a tristeza do volume 59 e que deixa Enies Lobby para trás no quesito tristeza e empolgação, mas tenho medo quando o autor fala que o final de One Piece vai deixar tal arco no chinelo. Espero que esse seja o título que domine as bancas no lugar de Naruto, a forma ruim de exibição do anime na TV prejudicou um pouco, mas nesse tempo todo que ainda resta do título espero que tenham relançamento em versão pocket, infantil, colorida, para colorir, de ligar os pontos, enfim, One Piece é um título sem restrição de idade.


Bleach 36DRAGON BALL 36

Autor: Akira Toriyama
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 42 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 192 páginas
Preço: R$ 11,50

Faltando apenas 6 volumes para o seu final, eu vejo essa capa de Dragon Ball e dá vontade de sair cantando “Liberdaaaade, é correeeer, pelos céus! Seeeempre unidos, vaaamos triunfaaaar!” por algum motivo estranho. A esperança é que ao final da série a Panini invista em, quem sabe, Dr. Slump! Seria um ótimo substituto e ainda manteria o nome de Akira Toriyama vivo por aqui, já que o mangá de Arale e companhia não tiveram muita sorte na sua primeira passagem pelo Brasil pela Conrad (que jogava um monte de mangás nas bancas sem mais e nem menos).


Kuroko no Basket 10KUROKO NO BASKET 10

Autor: Tadatoshi Fujimaki
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 30 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 200 páginas
Preço: R$ 11,90

E Kuroko vai avançando a passos largos com essa peridiocidade mensal, para um título longo e já fechado ela é perfeita. Nessa fase entendo bem o método de mangás shounen terem disputas em forma de torneio para levantar a audiência do mangás, no geral sempre dá certo com o gênero. Pessoalmente não era empolgado com a série, só fui conhecer mesmo na publicação da Panini e, acredito que como muitos, fiz a assinatura durante o Anime Friends de 2014 e sofro com a desorganização para receber o título, é algo incrível ser só com esse título o problema, os demais da editora recebo sem problema algum. Espero que o título esteja indo bem e não esteja imitando o Kuroko nas bancas, ainda faltam 2/3 para o título finalizar.


Reborn 20TUTOR HITMAN REBORN! 20

Autor: Akira Amano
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 42 volumes
Formato:13,7 x 20 cm, 208 páginas
Preço: R$ 11,50

A saga do futuro do Reborn me tem feito gostar do título e acho que deve ser um sentimento geral, a saga anterior ajudou a levantar bem o título. Como ele é mensal parece ser tranquilo e não deve acontecer o que ocorreu nos Estados Unidos por aqui, e toda vez lembro disso rio muito maleficamente por dentro e paro quando lembro o quão pequeno é nosso mercado perto do de lá. O bom é que agora sim me lembra máfia, até pouco tempo atrás não passavam de estudantes brincando com bebês assassinos.


Black Butler 17BLACK BUTLER 17

Autor: Yana Taboso
Demografia: Shounen (GFantasy)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 20 volumes
Formato:13,7 x 20 cm, 176 páginas
Preço: R$ 11,90

Black Butler é mais um mangá que está se encaminhando para um hiato pela Panini. São apenas 3 volumes de diferença após esse lançamento, e como a frequência de novos volumes no Japão é um pouco mais espaçada do que outros títulos, provavelmente Black Butler deve entrar em uma paralisação já no começo do próximo ano. Por enquanto, é hora de começarmos em um novo arco ao final dessa edição, deixando um pouco de lado o clima “descontraído” que Ciel vivia nas histórias atuais. Já disse isso antes, mas Black Butler é um mangá que sofre muito preconceito bobo e as pessoas deixam de adquirir uma ótima série por isso. Sorte que, aparentemente, isso não influência nas vendas do mangá no Brasil.


Bleach 64BLEACH 64

Autor: Tite Kubo
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 67 volumes
Formato:13,7 x 20 cm, 192 páginas
Preço: R$ 11,90

Bleach é um mangá que sofre quedas em qualidade e dos rankings já tem muito tempo, mas por mais que muitos reclamem e até desistam sempre tem os que querem conferir como terminará, são anos acompanhando e crescendo com a obra parar não é fácil. A saga atual se levanta um pouco da queda que foi a saga dos fullbrings, mas nada que se compare ao auge da saga do Aizen, mesmo com alguns capangas sendo carismáticos o seu líder não ajuda. Pelo andar da última saga, Tite Kubo tem momentos de boas ideias que andam rápido demais ou não desenvolvem todo o seu potencial, como o final do último volume que foi belo, com um fanservice de Bankai que foi bonito de se ver só que acelerou muito o desenvolvimento de uma personagem que tinha um charme na sua fraqueza. A influência da saga passada nesta da guerra com os Quincies continua um mistério, se o autor revelará só acompanhando para saber. O que o Tite Kubo não deixa de saber fazer são capas, o personagem desta é muito chato, mas não deixa de ser bem feita, talvez uma das melhores do mês.


Pokemon 5POKÉMON BLACK & WHITE 5

Autor: Satoshi Yamamoto e Hidenori Kusaka
Demografia: Shounen (Corocoro Comic)
Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 9 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 200 páginas
Preço: R$ 11,90

Pokémon é um título que significa boas vendas, desde crianças até adultos na faixa dos 30 anos consomem produtos relacionados com a marca, e também uma dificuldade em achar o título em banca, se ver em banca e não comprar corre o risco de não achar na próxima vez que passar nela. Pode ser por pedido pequeno por parte da banca, mas uma caprichada da tiragem por parte da Panini ajudaria bastante. Considerando a numeração apenas, já que o volume 1 foi super pequeno, a história está na metade e nunca pensei que Pokémon pudesse ser tão bom, a série animada da TV é até vergonhosa perto do mangás, e por mais que tenha batalhas com os Pokémons tem aquele sentimento de companheirismo. É um mangá bom para incentivar a formação de novos leitores, deixar que falte volumes dele no mercado, aos meus olhos, é prejudicial para a expansão do número de leitores. O sucesso da obra pode significar a vinda das sagas anteriores a Black & White e torço para que isso ocorra para continuar a incentivar a molecada a ler.


Berserk 5BERSERK 5

Autor: Kentaro Miura
Demografia: Seinen (Young Animal)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 37 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 240 páginas
Preço: R$ 16,90

A bela nova edição de Berserk já chega ao seu quinto volume. Tá passando muito rápido ou é impressão minha? O destaque é que essa edição conta com 240 páginas (e mantém o mesmo preço). Enquanto o mangá não mostra sinal de que vai voltar, o pessoal vai se divertindo na releitura do incrível arco da Era de Ouro e dos laços de amizade de Griffith e Guts. É a chance para quem não colecionava a versão meio tanko. O fato é que quem pretende começar a coleção ainda é melhor correr rápido já que a procura parece estar intensa e os primeiros números estão se tornando mais raros.


Vinland SagaVINLAND SAGA 8

Autor: Yukimura Makoto
Demografia: Seinen (Afternoon)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento com 15 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 208 páginas
Preço: R$ 13,90

Sabe aquele título que todo mundo deve comprar e se não está tem que começar agora? Esse é Vinland Saga, e todos que leem concordam. Sou um fã de livros com essa temática da era dos reinos britânicos, invasões vikings e batalhas de parede de escudo. Quem gosta da temática indico lerem livros do Bernard Cornwell, ajuda a gostar mais ainda do universo. A forma da narrativa de Vinland é uma das melhores, arrisco realmente a dizer que é o melhor título em publicação, seja pela temática quanto pelo conjunto da obra. E em breve vem do mesmo autor Planetes.


Toriko 13TORIKO 13

Autor: Mitsutoshi Shimabukuro
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 34 volumes
Formato:13,7 x 20 cm, 192 páginas
Preço: R$ 11,90

É difícil elogiar uma capa de Toriko, mas essa eu acho realmente bonita! A composição das cores, dos personagens e das comidas realmente combina com o clima que Toriko oferece. A recepção de Toriko parece ser um pouco mais fria do que eu imaginava. A série acabou de completar 2 anos no Brasil, mas não parece ter entrado tanto no gosto dos brasileiros. Vale lembrar que a edição anterior veio com um belo marcador, então para os que são aficionados por colecionar isso, corram para as bancas atrás da edição 12.


Air Gear 28AIR GEAR 28

Autor: Oh! Great
Demografia: Shounen (Shounen Magazine)
Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 37 volumes
Formato:13,7 x 20 cm, 192 páginas
Preço: R$ 12,90

A fase atual de Air Gear é aquela de torneio que todo mangá Shounen passa, mas com o inusitado e divertido tema de patins saem histórias e competições malucas. Considero bem característico do Oh! Great o roteiro ter horas confusas e outras mais linear e clara de se entender, Tenjho Tenge é bem assim também. Faltam 9 volumes para acabar, o que acredito que não devemos esperar surpresas, o título no início foi mensal e depois passou a ser bimestral, talvez a procura pelo público não tenha sido tão alta quanto o esperado pela editora. Não parece uma obra tão procurada pelo público, o que é uma pena, porque tem um dos melhores traços, se não o melhor, dos mangás em publicação no Brasil.


Defense Devil 6DEFENSE DEVIL 6

Autor: Youn In-Wan (roteiro) e Yang Kyung-Il (arte)
Demografia: Shounen (Shounen Sunday)
Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 13,7 x 20 cm, 192 páginas
Preço: R$ 11,50

Já estamos no sexto volume de Defense Devil, uma das gratas surpresas da Panini no último ano e a história já passou da metade, está realmente rápido, se você não está acompanhando corra atrás dos volumes anteriores, é um daqueles títulos que não é tão falado entre os fãs de cultura japonesa, só que surpreende muito positivamente. É um mangá de autoria de uma dupla coreana, mas que compete em pé de igualdade com muitos títulos mais populares, com um roteiro bem elaborado, a arte que já é boa e só evolui com ecchi na medida certa e trazendo o tema de demônios de uma forma diferente. É um título já fechado em 10 volumes e que deve terminar sem muitos percalços e, caso tenha uma boa vendagem que espero que esteja tendo, pode ser um nicho de obras com origem coreana a ser explorada.


Naruto Pocket 59NARUTO POCKET 59

Autor: Masashi Kishimoto
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 72 volumes
Formato:11,4 x 17,7 cm, 192 páginas
Preço: R$ 9,50

Para preencher a falta de Naruto em banca ainda terá a pocket por mais um ano. É algo engraçado ver o título em duplicidade nas bancas, mas é interessante saber que essa proposta de duplicidade do título tenha continuado e não deve sofrer interrupção, só não entendo porque a editora não fez o mesmo com outros títulos de sucesso, como Bleach, Claymore, Kimi ni Todoke ou quem sabe em um One Piece no futuro. Para quem coleciona, fica esta guerra mensal que deve demorar do mesmo jeito.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Sou doida pra colecionar Vinland Saga, mas demorei demais = Primeiro volume tá R$ 50,00 na Comix >: Conselho a todos que querem colecionar essa edição de Berserk que comece logo (se n for tarde demais) pq o negócio some que é uma maravilha.

    • Luana Pereira

      Bem, dei a sorte de que Vinland Saga está na fase 2 agora, eu sugiro que você corra no site da UniversoLumina, lá o volume 1 está a preço de capa <3

    • É @Priscila, o mercado negro informal das lojas especializadas…
      Reclamo disto faz um tempo…
      Fiquei muito na dúvida sobre colecionar Vinland… uma pena este título ter vindo pela Panini…u_u

      Se a Panini fizesse um assinatura decente de Monster, eu pegava. Monster, assim como 20th, é um mangá que vale a pena. Outros 2 títulos que foram uma tristeza terem vindo por esta editora…=(

      • *Ou melhor, o ‘mercado negro formal’ das lojas…*

    • Olha a Jambô. (https://lojajambo.com.br/secao/mangas/)
      Ele nunca colocam fora do preço de capa.
      Se tem pra vender, vai ser o preço original, eles são bem sérios nisso.

      Outra vantagem: frete grátis para compras maiores que R$ 100,00.

      Mais uma vantagem: até 5x sem juros no cartão de crédito.

      Não exite loja melhor.

      • Agradeço pela dica das lojas pessoal, ajuda bastante ter várias opções!
        E @sennaffogo mesmo sendo da Panini, coleciono 20th Cemtury Boys e Monster sem arrependimentos, é um título ótimo e não tive problemas com a edição (sim, poderia ser melhor, mas…)

      • Realmente a Jambô foi uma excelente descoberta, loja íntegra, coisas que, infelizmente, algumas outras por aí não são mais… eu gosto da Jambô, já comprei coisas com eles e vou voltar a comprar assim que possível for.

        Agora, devo agradecer muito à Luana Pereira, pois a Universo Lumina foi um excelente achado! Valeu @Luana, muito obrigado pela recomendação (mesmo que não tenha sido exatamente para mim. xD)

      • Eu ainda tenho a sorte de ser de Porto Alegre e poder ir na Jambô fisica.
        Como eu tenho assinatura da Panini, volta e meia recebo mangás repetidos, ai eu sempre levo eles na Jambô e troco por desconto em outros. 😀

      • @haag, como assim recebe mangás repetidos?? O.o
        Aí sim, uma coisa interessante que nem todas as lojas fazem, e poderiam fazer. Jambô inovando no mercado. =D

      • @sennaffogo Cara, tu não tem noção o lixo que é o pacote de assinatura da Panini. Teve um mês em que eu deveria ter recebido a edição 7 do Kuroko e a 4 do Assassination.
        Ai chegou duas edições 7 do Kuroko, liguei reclamando e eles me enviaram duas edições 4 do Assassination. Liguei pra falar das edições repetidas e como faz pra devolver, mas a atendente disse que não precisava e tal.
        Uma semana depois recebi mais uma edição de cada, no total fiquei com três de cada. :/

      • MWAHUAHUAHUAHUA, véio… eu ri aqui, desculpa…
        kkkkkkkkkkk, nossa senhora, é muita incompetência! Bem…rsrsrs… neste caso, melhor para você, não?
        Se eu descobrir uma loja aqui que faça este “troca-troca”, eu vou assinar qualquer coisa da Panini… 😀
        #sóquenão
        LOOOL

      • Contando parece piada hahahahahaha
        Mas pior que a Panini é muito tensa, eu achava que fosse um caso isolado, mas tem várias pessoas no face reclamando da mesma coisa.
        É aquele velho descaso. :/

      • As pessoas deveriam parar de reclamar e tentar achar lojas que nem a Jambô…xD
        Cara, com a qualidade que a Panini lança e com o preço que ela pratica, não deveria nem me surpreender com esta sua situação… Este tipo de coisa para ela é como se fosse uma moeda na caixa-forte do Tio Patinhas…rsrs

      • Infelizmente é verdade, por dois motivos:
        1- “Quer ter essa série? Compra da gente”. A concorrência não vai vender, então ou tu aceita a forma da Panini ou não coleciona.
        2- Mesmo que alguém resolva que não vale a pena, o número de compradores ainda assim vai ser maior.
        Somos meio que refém da editora.
        Eu só compro da Panini o que acho realmente necessário pra minha coleção, o que é pouca coisa mesmo, séries menores eu só compro da JBC.

      • @haag, na verdade, na verdade, não somos tão reféns assim… ou melhor, não somos nada reféns. Apenas existe uma escolha que ninguém quer fazer, só isto.
        Eu entendo que talvez um amante de mangá por natureza jamais poderia dizer isso que vou dizer, porque é algo um tanto quanto contraditório, mas começa por aquilo que muita gente fala: “se quer mudar algo, comece a mudança por si mesmo”, ou é alguma coisa mais ou menos assim. Eu não compactuo com a qualidade e preços que a editora pratica, logo, eu tenho 3 escolhas: comprar; comprar mais barato, se, e quando der; e não comprar. Sendo assim, eu escolhi a 3ª opção e não compro. Prefiro não ter o mangá, do que pagar um absurdo por algo de qualidade duvidosa/ruim, e caro.

        Acho que tem outro ditado que uso em minha vida que fica mais de acordo com a situação em relação ao que faço em minha objeção. Um ditado simples, mas que diz muita coisa: “pensar global, agir local”. Pense na Panini como ‘global’ e em nós como ‘local’. Se cada um fizesse a sua parte e refutasse o que ela vende, simplesmente não comprando, o que você acha que aconteceria?
        De cara, uma coisa: cancelamentos, certamente. Mas só isto já mostraria bem para a editora o quanto estamos insatisfeitos. Se pelo menos ninguém comprasse nada a preço de capa (e em bancas), duvido que algo não mudaria neste mercado, ‘estagnado’ pelos próprios colecionadores…

        Agora, como as pessoas aqui pensam em apenas em si mesmas em desinteresse do todo, estão hoje dependendo de uma editora como esta para ler seus mangás. Ao invés de tentarem fazer alguma coisa para mudar a situação, se acomodam e são, de certa forma, egoístas.
        Eu fiz minha escolha. Foi muito radical? Sim, foi. Mas já vi e tive o suficiente da Panini para ver que ela não melhorará a não ser que algo realmente impactante no mercado (dela) aconteça.

      • @sennaffogo, até concordo, porém ai vamos para a utopia de que todos fariam o certo, o que infelizmente é apenas sonho mesmo.

        O pessoal não vai deixar de comprar por medo de nunca mais ter. A Panini se começar a ter prejuizo e cancelamentos, é mais fácil ela optar por fechar sua linha de mangás do que melhorar a qualidade, isso é meio que fato.

        Eu meio que tenho isso com as séries da Conrad, eu comprei o Battle Royale usado apenas porque sabia que que nenhuma editora vai republicar ele. Alguns volumes vieram com folhas soltas, um pouco por manuseio do antigo dono, mas muito pela péssima qualidade da Conrad. Vendo aquilo, decidi nunca mais buscar nada da Conrad, mesmo sabendo que isso provavelmente vai me deixar sem séries como Slam Dunk e Dr. Slump na coleção.

        Agora estou comprando Aoharaido que eu gosto, achei a qualidade horrível, mas comprei porque quero essa série na coleção mesmo sabendo que daqui uns anos vou ter que mandar “restaurar”. Já outras séries que gosto, como Reborn e Vinland, eu não comprei, porque não as acho tão importantes a ponto de aceitar o lixo que é a Panini.

        Mas como tu disse, e eu até concordo, vai do pensamento de cada um a analise do “custo x beneficio”.

      • Mas é uma utopia porque somos egoístas. Não é fazer TUDO certo, apenas uma única coisa contra a má qualidade que aí está, e não é barata. Não falo em outros casos onde o psicológico humano fica afetado mesmo, mas pow, NINGUÉM que não comprar um mangá que gosta muito vai morrer de fome por isto. Se todo mundo colocasse a mão na consciência e não tentasse bancar os espertos, daria para fazer uma pequena revolução até. Basta querer.

        “O pessoal não vai deixar de comprar por medo de nunca mais ter.” -> este é o egoísmo. Se cada um colocasse o futuro antes do presente, nós já teríamos mudado este mercado, mas as pessoas pensam apenas nas séries fodas que não podem deixar de ler e/ou ter na estante…

        “A Panini se começar a ter prejuizo e cancelamentos, é mais fácil ela optar por fechar sua linha de mangás do que melhorar a qualidade, isso é meio que fato.” -> então que seja. Isto abre espaço para outra(s) editora(s) fazerem um trabalho melhor que o que ela vem fazendo.

        Sobre B.Royale e alguns outros mangás da Conrad, meio complicado simplesmente falar assim como você falou, já que nesta época ela já estava na curva descendente indo à falência.
        Agora, onde exatamente você comprou seu B-R? Direto da mão do antigo dono??

        Dr.Slump não era para você comprar mesmo, pois estava fadado ao fracasso desde o início, isto muito porque era outra época. E Slam Dunk segue o plot da curva descendente da editora…
        Logo, não acho que sejam bons exemplos de se citar. Sempre que alguém citar a Conrad, a citação tem que ter ressalvas, se não fica fácil demais falar mal da editora, como se ela apenas fosse um lixo que não nos trouxe nada de bom, o que realmente é um completo absurdo.
        Mas enfim, falando da sua opção, você fez o certo. Eu tenho Slam Dunk, mas isto porque comprei bem em conta, então é como se eu tivesse escolhido a 2ª opção citada no meu comentário anterior.

        E, para mim, não tem benefício, partindo-se do ponto que a qualidade é ruim. Eu vou ter benefício com Dragon Ball, CDZ 1ª edição e BUDA, todos da Conrad, pois sei que poderei relê-los sem grandes preocupações no futuro.
        Já de Homunculus eu não sei se poderei dizer o mesmo. O vol.5 eu tive que comprar duas vezes, porque o primeiro ficou destroçado com meu amigo apenas lendo…u_u

  • Dih, não tem chance de one piece virar mensal antes da edição atrasada alcançar a mais adiantada?

  • Azu

    Uma pena que Yakumo vá entrar em hiato, gosto tanto da história (e do Yakumo 8) huhu)… :/ Outra coisa que me deixou triste é saber que Black Butler também vai dar uma paralisada, nossa! É meu mangá favorito atualmente! Já é terrível não ter previsão de quando um novo volume de Blue Exorcist (JBC) vai aparecer, agora o sofrimento vai pra Black Butler também! T-T Pelo menos Kuroko tá aí firme e forte e meu primeiro volume de Aoharaido acabou de chegar! <3 Mal posso esperar pra por minhas mãos no spin-off de Shingeki! *-* E espero que a Panini anuncie mais títulos pra este ano! /o/

  • Infelizmente perdi interesse em Vinland com esse aumento de preço… justamente quando passa a não se ter mais páginas coloridas. Enfim, levo o spin-off e Berserk este mês. Queria que Aoharaido fosse mensal, talvez eles mudem isso depois… ou não.

    Black Butler poderia ter uma reimpressão aproveitando que vai alcançar o Japão, colecionaria fácil. É um mangá que eu queria ter conhecido mais cedo. Pode ter seu lado fanservice para fujoshi, mas a trama e os personagens são bem legais, sem falar que é raro você ver uma história com esse tipo de ambientação.

    Monster é outro mangá que é bem difícil de se reencontrar, poderiam lançar o novel (que eu levaria fácil) e, em seguida, reimprimir o mangá, com certeza agradaria a muitos. Ou poderiam trazer Pluto em seguida mesmo.

    E o que dizer dessa capa de Berserk? <3

    • Eu também queria Aoharaido mensal, pensar que apenas em maio/17 vai estar finalizado é fod@.

      O “substituto” de Monster vai ser o Planets a principio. Mas bem que podiam trazer algo mais nessa pegada tensa.

    • Acho que aumento é natural, pode não ter mais páginas coloridas, já que segue o original, mas títulos em andamento são negociados em blocos de volume, a negociação e o contrato devem ter ocorrido nesse período doido do dólar. Faz parte do mercado.
      Aoharaido mensal não acho que seja boa ideia, queria um outro título shoujo para ir intercalando.

      • Acho que shoujo competindo com shoujo na mesma editora pode prejudicar algum dos dois títulos. Melhor deixar Aoharaido avançar um pouco antes de voltar a investir em shoujo, se manterem a periodicidade bimestral.
        E sobre Vinland: bom, o tenso foi que o aumento não foi de 1 real, mas de 2 reais no título. Ele não vendia bem? Mal tem um ano de publicação, é um aumento um pouco estranho à esta altura sendo que tem outros mangás da editora a R$11,50 , R$11,90 ou R$12,90. O chato foi não ter um comunicado avisando, o pessoal que for comprar vai levar um susto na hora.

  • Seria ótimo se a Panini informasse os mangás da fase 2 como a JBC faz, isso ajuda muito pra gente se organizar sabendo o que o que realmente vem sem depender dessa aleatoriedade que a Panini tem com os mangás na fase 2. O último volume de Deadman Wonderland, por exemplo, só apareceu nesse mês por aqui e eu já tinha perdido as esperanças de que ele aparecesse. Berserk então, nem sinal.

    • Aqui na banca do nada surgiu o volume 4 de berserk. Volume 1,2 e 3? nem o dono tem sinal ¬¬

  • ALBN

    Bem que gostaria de colecionar de Black Butler, mas o negócio é esperar reimprimer os primeiros números. Gostei deveras da estória, seu contexto histórico e como a autora trata a sexualidade das personagens sem tabus na Inglaterra vitoriana.

  • JMB

    ”Sabe aquele título que todo mundo deve comprar e se não está tem que começar agora?” Sabe quando uma pessoa não tem dinheiro pra comprar tudo que sai em banca e tem que sacrificar certos títulos? Pois é…
    A propósito, muito obrigado pelo checklist!

    • “Sabe quando uma pessoa não tem dinheiro pra comprar tudo que sai em banca e tem que sacrificar certos títulos? Pois é…” -> haha, boa… Exactly that! Eu diria sacrificar ‘muitos’, apenas ‘certos’ seria bondade minha…xD

      • JMB

        Realmente, são muitos títulos… -_-

  • Aquele momento em que percebo que todas as minhas bimestrais estão no mesmo mês.

    Eu simplesmente não coleciono nenhum desses títulos. (na verdade tem o Kuroko, mas eu sou assinante dele, então não conta).

    Vou comprar apenas o Levi, só pra ter mesmo junto com os outros.

  • shiro

    vinland reajustou pra R$13,90 🙁 não contava com isso esse mes

  • Youni

    Nossa eu não sei se fico feliz ou triste com o termino de Monster, acompanho desde o inicio e tenho um carinho muito grande pela obra, acho que vou chorar. Mas será que existe possibilidade de o novel ser traduzido? O pouco que li em espanhol, o novel completa ainda mais a obra, arrisco em dizer que quem é fã e coleciona Monster PRECISA desse novel. A Newpop arrisca trazer novels, espero que a Panini faça o mesmo.

    • Até a JBC voltou a investir agora com Another (e já tinha feito antes). Eles já publicaram Graphic Novels em estilo novel (como Sandman – Os Caçadores de Sonhos), não sei por que não fazem o mesmo com novels de mangás ou até mesmo investem em Light Novels.

  • Isadora

    CHECKLISTTT <333 MONSTERRRR <3333

  • Gabriela Bassi

    Como assim, Planetes será publicado e eu nem tava sabendo?? OMG D:

    Virei muito fã do autor depois de ler Vinland Saga, que aliás vou comprá-lo junto com Black Butler, One Piece, Bleach e Berserk 🙂

    • Ele vai chegar nas bancas mês que vem.
      Parece que o formato vai ser o mesmo de Hideout, com páginas coloridas, off-set e orelhas. Com preço de R$ 18,90.

  • Micael Okamura

    “Hajime Isayama tem um bom roteiro na série principal, mas o traço só piora” Tudo bem que SnK tem um traço não muito bonito, ma sé original e é melhor que muito traço feio que eu já vi.
    Naruto, nem acredito que completarei essa coleção. Achei que nunc aia acontecer, como a do One Piece que duvido um dia completar. Olha gente, pra quem vendeu a sua coleção antiga, olha só, se tivessem guardado, poderiam tê-la completa, e se quiserem, vender um pacotão completo do 1 ao 72 por um preço melhor!
    E como assim, anime sem exibição??? Só se for a fase Clássica, pois na PlayTV a fase Shippuden já está sendo transmitida,
    E não entendo o preconceito bobo com Kuroshitsuji, é um excelente mangá, e eu recomendo pra qualquer um que goste de mangás sombrios e com um traço lindo!

    • Eu tinha One Piece completo da Conrad, mas com a edição da Panini ninguém quis comprar, fui lá e doei para quem estava interessado e não podia comprar.

      • Micael Okamura

        Bom, no caso eu me referia a coleção do Naruto.

  • rafael

    O que tem demais nessa novel de Monster? por acaso ela da indicios do que aconteceu com os personagens apos o final?
    Principalmente com o louro Jonhan psicopata rsrs;

  • Leodh

    Sabia que ia sair o checklist com o fim de Monster! Desses dai pego kuroko, toriko, one piece adiantado, Monster e dragon ball. Agora vai ter que esperar o fim de 20th ou planetes para outro seinen pintar por ai? triste isso. Obrigado pelo checklist e espero vê-los novamente!

  • Uma das melhores capas que já vi a do Berserk, melhor lançamento de 2014/2015 (sim mais que Akira), e a edição é LINDA, recomendo pra todos.

  • Sabem como andam as vendas de Pokémon? Eu realmente gostaria de ver a publicação completa do mangá no Brasil!

    • Duvido que alguém saiba… as editoras não divulgam nada. u_u

  • Desse checklist da Panini eu levo One Piece (somente 55), Dragon Ball, Vinland Saga, Ataque dos Titãs e Berserk.

    Achei que ficou bem legal essa capa do volume 8 do Vinland Saga, porém, é lamentável esse título ter um reajuste de preço tão alto.
    Em relação ao Toriko, eu particularmente comprei até o volume 4, e depois não compre mais, porque eu achei a história muito fraca e chata, pode ser que no futuro eu o compre somente para não ficar com a coleção incompleta.
    Espero que para substituir Naruto, a Panini Relance ele novamente num formato normal (porque eu não tenho a coleção do Naruto)!!!!

  • O que aconteceu com o mangá de One Piece deste mês?
    Adquiri hoje o volume 55 de One Piece na Comix, e notei que o mangá está ligeiramente mais fino e mais mole. A princípio até achei que fosse o número de páginas, mas não chegam a 10 folhas de diferença. Aí fui ver e pude perceber/sentir que o papel está mais fino.
    Será que vai ser um padrão daqui pra frente? Uma forma de reduzir custos? Se for é uma grande mancada da editora diminuir a qualidade do produto, uma vez que o preço de capa continua o mesmo.

    • ‘Coisas’ da Panini…

    • A gramatura do papel é um valor nominal, por se tratar de um produto orgânico ele pode ter variações de lotes de papel e dentro da mesma tiragem. Acontece em tudo quanto é tipo de publicação, não só de quadrinhos, por mais rígido que seja o controle de qualidade tem a hora de decidir enviar para a banca da forma como está ou rejeitar e adiar a publicação.
      E gramatura mais baixa não significa que é mais barato, na real gramaturas mais finas são até mais caras, e quanto mais branco fica o papel mais caro ele é por causa do processo de fabricação.

  • Serperior

    Comprarei alguns títulos desse checklist, acho que ficarei pobre!
    Gostaria de dizer que, embora falem tão mal do traço do Isayama (e não é bom mesmo), não tem só piorado como disseram no post, muito pelo contrário, tá ficando melhor. O último capítulo que saiu no Japão até que tá com uma arte decente e tem momentos em que os personagens estão muito bonitos. O Eren tá ficando cada vez mais definido e as expressões de todos são bem fortes, além disso, ele tem trabalhado muito melhor com as proporções e as sombras… Não crucifiquem o coitado, tá melhorando.

  • Za

    Alguém sabe se o mangá Defense Devil 1 já chegou nas bancas da fase 2?

  • Bartholomew Kuma

    Nossa eu acho que eu nunca vi um checklist com capas tão lindas como essas, dá vontade de comprar todos os títulos, não deixar um na banca. Incrível!

  • FabioFabio Vieira

    Pessoal, alguma ideia se a Panini vai relançar seus primeiros números de Monster?