Mangá Half & Half, de Seo Kouji, chega ao fim no Japão

half & halfMangá foi a primeira obra do autor de Suzuka e Kimi no Iru Machi.

A edição de 9 de maio da revista Shounen Magazine trouxe o capítulo final da obra “primogênita” de Kouji Seo: “Half & Half“.

“Half & Half” foi publicado originalmente em 1996, um one-shot de Seo e a primeira obra que o apresentou para o público. Desde setembro de 2012, a série ganhou uma nova roupagem e passou a ser serializada na revista da Kodansha com uma periodicidade irregular. Agora o mangá chega ao fim com dois volumes compilados. O segundo deve sair em 17 de julho.

Seo Kouji ganhou projeção no Japão após o seu shounen de romance chamado Suzuka e posteriormente Kimi no Iru Machi. Atualmente ele ainda publica Fuuka, na Shounen Magazine. Todas as suas histórias se situam no mesmo universo.

Nagakawa Shinichi e Sanada Yuuki se envolvem em um acidente e morrem juntos, mas eles recebem uma chance de viver novamente. Uma voz lhes permite sobreviver por mais sete dias. No entanto, após o limite de tempo, um dos dois deve morrer novamente. Além disso, suas vidas serão compartilhadas, incluindo emoções (culpa) e as sensações físicas (dor). Eles são orientados a não sair do lado do outro, ou os dois morreriam. Agora, com cada um deles querendo salvar sua própria vida, como serão os próximos sete dias de não-separação? Será que eles vão se dar bem?

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Crono

    Não li Suzuka, mas Kimi Machi é uma enrolaçãoi de dar dó
    Fuuka, igualmente, tem um plot MUITO ruim

    Infelizmente não tem como dar um destaque maior nesse MUITO. Quem leu sabe D:

    thelegendcontinues tm

    • Concordo, Fuuka está MUITO devagar.
      Tinha um potencial incrível no começo, mas aquele “evento especial” (pra não dar spoiler) destruiu a história e agora ele se perdeu.

      KNIM estava muito bem até o final do arco de Tokyo, mais ou menos até onde o anime foi. A reta final, com os protagonistas vivendo uma “vida de casados” foi um saco e desnecessária.

      Já Suzuka, eu terminei de ler ele semana passada, e devo admitir que decepcionou. O autor esqueceu todo o plot da série nos últimos 40 ou 50 capitulos, nos últimos 5 foi uma correria incrivel para finalizar. Por fim só fui entender o final lendo os especiais de Fuuka.