Checklist – JBC: Agosto de 2015

jbcchecklistheaderO fim de Love Hina e começo de Savanna Game.

Hora do checklist de Agosto da editora JBC. Depois do mês de julho carregado de lançamentos chega agosto com o lançamento de Savanna Game, pelo selo Ink Comics, e finalmente a longa saga da republicação de Love Hina acabou. Estava previsto para este mês o começo do hiato de Btooom, mas a editora foi ágil e já providenciou o próximo volume, marcando assim para a partir do mês uma nova ausência nas bancas. Fairy Tail não está presente este mês, ,mas em breve deve retornar, já Sailor V foi adiado para o mês de setembro por demora em aprovação do material.

jbcagostoPelo segundo mês consecutivo os títulos seinen continuam dominando o checklist da JBC, isso que já estavam empatados com os shounen em junho. Pelos títulos anunciados pela editora esta demografia parece ser o foco maior da mesma, principalmente para agradar o público que busca algo mais “adulto”. Os títulos shounen estão disputando bem em números, devendo empatar ou ultrapassar no mês de retorno dos mangás em hiato, que são shounens em sua maioria. Os mangás shoujo marcam presença, mas em breve dois títulos serão finalizados, a partir de então a editora contará com apenas um título dessa demografia. Existem os anunciados Vitamin, que é um oneshot, e Orange, que apesar de shoujo agora é publicado em uma revista seinen. Vejamos o que mais a editora pode trazer dentro desta demografia. O que sinto falta nos títulos da editora são mangás voltados para a formação de novos leitores, desde o fim de Super Onze não há nada voltado para o público infantil, embora existam obras interessante para quem está começando no mundo dos mangás, como The Seven Deadly Sins.


Savanna-01SAVANNA GAME 1

Autor: Ransuke Kuroi (História), Eri Haruno (Desenho)
Demografia: Seinen (Everystar)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 6 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 180 páginas
Preço: R$ 12,50
LANÇAMENTO

E o único lançamento da editora este mês é mais um título do selo Ink Comics, e mais uma vez é um mangá de sobrevivência – está difícil entender o selo com tantas semelhanças com a linha tradicional da editora. O primeiro mangá do selo (Kill La Kill) teve uma receptividade um tanto quanto criticada pela falta de qualidade do material, vejamos como será o tratamento de Savanna Game. A história segue um jovem chamado Kazuya Shibuya que recebe uma mensagem de e-mail anônima um dia: “Você não vai entrar no jogo Savanna”. A mensagem é um convite para um jogo de assassinatos sancionado pelo estado – um jogo de rpg mortal projetado para motivar os jovens inibidos do Japão moderno. Shibuya e seus dois amigos, Kotegawa e Kudou, encontram-se em batalhas bizarras que abrangem o continuum espaço-tempo, com tudo, desde dragões à força Shinsengumi da era Shogunato.


Love_Hina 14 CapaLOVE HINA 14

Autor: Ken Akamatsu
Demografia: Shounen (Shounen Magazine)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 14 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 14,50
Review: AQUI
EDIÇÃO FINAL

Finalmente chegamos ao final da republicação de Love Hina, e como demorou para chegar no volume final. Voltando lá no checklist de maio, chutei que seria só em agosto que seria lançado o volume final e acabei acertando, infelizmente. Esta republicação começou em abril de 2013 e demorou 28 meses para finalizar, fazendo as contas foi um título bimestral, mas na prática foi uma das publicações mais irregulares da editora. Love Hina é um título que gosto muito e quando assinei a coleção lá pelo número 4 estava bem regular e infelizmente ocorreu essa demora toda nos volumes seguintes. Agora é ler e guardar a coleção para quando der vontade reler, o que faço anualmente. A outra obra de Ken Akamatsu, Negima, que também saiu pela JBC anteriormente, merecia uma republicação, já que o formato em que foi publicada era terrível. Porém, acredito que deve demorar para isso, uma vez que a mesma acabou não faz tanto tempo assim e é bem mais extensa. Por hora não devemos ter nada de novo de Ken Akamatsu no Brasil.


Btooom_17BTOOOM 17

Autor: Inoue Junya
Demografia: Seinen (Comic @ Bunch)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 17 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 180 páginas
Preço: R$ 12,90
ENTRANDO EM HIATO

Btooom 17 chega muito mais rápido do que era esperado. A editora foi bem ágil e conseguiu trazer o mangá ainda seguindo a periodicidade mensal habitual do título. Mangá do tipo de sobrevivência, como Btooom, são difíceis de se esperar o próximo volume, mas a partir de agora é ter paciência e aguardar; como os capítulos do mangá são mensais, o próximo volume só deve ser lançado no ano que vem.


Chobits_esp_04CHOBITS 4

Autor: CLAMP
Demografia: Seinen (Young Magazine)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 8 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 194 páginas
Preço: R$ 16,90
Review: AQUI

Caramba, já estamos na metade de Chobits, o tempo está realmente passando depressa para o título. Apesar do uso de linguagem coloquial em um ponto que não me agrada tenho gostado do mangá. Por ser uma republicação e um dos mais belos materiais do Clamp, seria legal ter algum tipo de pôster ou outro material em algum dos volumes, seria um acréscimo no produto, tornando-o mais especial. Mas é claro, não blindaria ele das críticas que pode se encontrar quanto ao papel utilizado na obra, o que acho um excelente caso para se mostrar que a utilização de papel offset não é a solução para o papel dos mangás.


Enigma_05ENIGMA 5

Autor: Sakaki Kenji
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 7 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 12,90

Finalmente uma capa mais limpa para Enigma, sem precisar colocar o time todo nela, ficaria mais interessante se todas elas seguissem uma linha como esta, mas não foi o que ocorreu. Pelo número dos volumes a história deve estar se encaminhando para o ponto alto da história, mas quando será que começará a declinar? A editora deu um tempo para que a história fosse finalizada, mas os rankings dela na revista semanal já estavam sendo afetados e a decisão pelo cancelamento pode ter ocorrido nos capítulos deste ou do próximo volume, mas será que a história estava ruim a ponto de ser cancelada ou o título foi ofuscado por obras maiores?


Hellsing_03HELLSING 3

Autor: Kouta Hirano
Demografia: Seinen (Young King Ours)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, páginas
Preço: R$ 16,50

Hellsing chega ao volume 3 de sua republicação e o nível das capas caiu um pouco, acredito que pelo fundo liso em vermelho. É uma coleção vistosa e bonita na estante, mas o traço do autor não está entre os meus favoritos, é como se faltasse algo para dar um impacto maior, um chamariz. Hellsing tem uma das melhores versões da mitologia de vampiros, com um toque de atualidade sem deixar elementos clássicos para trás, o que tem sido moda nesta e em outras criaturas de contos de terror.


Kill_la_kill_02KILL LA KILL 2

Autor: Kazuki Nagashima, TRIGGER
Demografia: Seinen (Young Ace)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 3 volumes
Formato: 12 x 18 cm,  páginas
Preço: R$ 13,90

O primeiro mangá do selo Ink Comics, Kill la Kill, chega às bancas e deve ter em breve a companhia de outro mangá no selo. É um mangá que poderia muito bem ter sido lançado no selo regular da editora, é ainda muito estranho entender qual o objetivo do selo, já que o anúncio feito para o selo no Anime Friends foi o de outro mangá. Como um mangá adaptado tenho medo de como será levada a história de Kill la Kill em tão poucos volumes, o primeiro trouxe bem os primeiros episódios do anime, mas reduzir 26 episódios em 3 volumes tirará material, mudará a história ou a deixará muito acelerada. A qualidade do material tem diferença da linha regular, a capa é em couché de alta gramatura, o que me agrada , mas há quem tenha reclamado, o papel do miolo é o brite 52g normal da editora e o formato pequeno pode ser mais próximo ao japonês, segundo a editora, mas ele desfavorece a arte.


Limit_02LIMIT 2

Autor: Keiko Suenobu
Demografia: Shoujo (Bessatsu Friend)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 6 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm,  páginas
Preço: R$ 13,90

Após o terrível acidente do primeiro volume de Limit as estudantes se veem numa situação desesperadora, o que as leva ao limite do ser humano na busca pelo básico pela sobrevivência. Limit é um mangá shoujo bem diferente, mas o seu diferencial é justamente o que mais tem sido habitual na JBC que são os títulos de sobrevivência. A editora por diversas vezes não fala das demografias originais dos mangás, mas tem adotado a política de falar quando são shoujos, é estranho, mas tem funcionado para ganhar público. Como foi falado nas palestras dos eventos de julho o título quase não saiu por falta do papel, o que acabou gerando a mudança para o offset, o ponto bom é que não afetou o preço, mas não é um papel que gosto para mangás, este por sorte é um título fechado e não deve sofrer mudanças de preço por causa do papel até o final.


Magi 13MAGI 13

Autor: Shinobu Ohtaka
Demografia: Shounen (Shounen Sunday)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 26 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 196 páginas
Preço: R$ 12,90
Review: AQUI

E começa o segundo ano de publicação de Magi, e com uma das mais bonitas capas na minha opinião. É o volume que representa a metade do que já foi publicado no Japão, portanto, seguindo o ritmo no final do ano que vem começaremos a ter maiores espaços entre os lançamentos. Entre os diversos anúncios da editora nada foi falado do spinoff Sinbad no Bouken. Será que ele pode vir algum dia? Volume remanejado para este checklist devido a atrasos na gráfica na questão de papel.


Terra_formars_02TERRA FORMARS 2

Autores: Yu Sasuga (roteiro), Kenichi Tachibana (arte)
Demografia: Seinen (Weekly Young Jump)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 13 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm,  páginas
Preço: R$ 14,90

Segundo volume de Terra Formars chegando este mês nas bancas e sem maiores problemas com baratas, ou será que elas podem estar por aí se preparando para atacar? Terra Formars é um título muito interessante, está entre os melhores lançamentos do ano e com esse 1 ano de publicação praticamente garantida deve entrar no gosto popular, pela arte interessante e pelo roteiro instigante. Algo que achei ruim neste volume é a disposição do número do volume, com a arte sobrepondo-o, mas se já era assim originalmente mudar deve ser algo bem complicado, espero que não seja difícil melhorar isto nos próximos.


The_seven_deadly_sins_06THE SEVEN DEADLY SINS 6

Autor: Suzuki Nakaba
Demografia: Shounen (Shounen Magazine)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 15 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 12,90
Review: AQUI

Chegamos aos 6 meses de publicação de The Seven Deadly Sins rapidamente e a série parece ter boa aceitação pelo público, visto que o anime está sendo dublado e deve chegar ainda no segundo semestre em algum, quem sabe mais de um, serviço de streamming no país. Pode ser um título bom, mas que não deixa de receber críticas, hora por personagens poucos profundos e genéricos, hora pela queda da qualidade do material. Os três primeiros volumes estavam muito bons, no quarto houve uma queda, até que aceitável e dentro da variação do papel, mas o quinto foi de uma queda abissal, com um papel muito amarelo e em um volume muito mais fino, esperamos que tenha sido apenas um problema pontual e o título retome a boa qualidade dos volumes iniciais.


Wish_03WISH 3

Autor: Clamp
Demografia: Shoujo (Mystery DX)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 4 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, páginas
Preço: R$14,50

Wish é uma obra curta que acabou ofuscada no meio de tantos lançamentos mais longos, mas traz todo o peso do Clamp. É uma obra mais antiga do grupo, com o traço padrão do grupo, portanto sempre tem algum personagem muito parecido a de outro título das titias. Neste volume, por exemplo, está na capa este Kurogane de Tsubasa Reservoir Chronicles. A capa do primeiro volume continua sendo a melhor. Nesta edição temos algo problemático: um texto em cinza bem escuro sobre preto, complicado a leitura nesse tipo de situação. Veremos se no impresso isso fica mais agradável.


Yu_yu_hakusho_esp_11YU YU HAKUSHO 11

Autor: Yoshihiro Togashi
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 19 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 14,90

As finais do Torneio das Trevas começam este mês em Yu Yu Hakusho e depois de tantas provações chegamos no momento que considero o ápice da história toda do detetive sobrenatural mais arruaceiro que já apareceu na história dos mangás – coincidentemente é a metade do título. As sagas seguintes são boas, com muito mais episódios chatos que o torneio, mas é muito marcante a rivalidade entre Urameshi e Toguro, seja para quem conheceu lá atrás na exibição da TV Manchete ou só no mangá. É até difícil listar outros rivalidades equivalentes.


Zero_Eterno_04ZERO ETERNO 4

Autor: Hyakuta Naoki e Sumoto Souichi
Demografia: Seinen (Manga Action)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 5 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 208 páginas
Preço: R$ 23,90
Review: AQUI

Zero Eterno está na sua reta final e poderia ter acabado este mês se não tivesse ocorrido o atraso em junho – e seria um final marcante no mês em que se completam os 70 anos dos ataques nucleares a Hiroshima e Nagasaki, com o fim da segunda guerra mundial. É um bom título para se recomendar àquela pessoa que não está habituada com mangás, mas gosta do tema de segunda guerra. Porém, além de um quadrinho realmente muito bom ela terá uma coleção de orelhas diferentes, já que no volume 3 novamente houve diferenças com os dois primeiros, e não será surpresa se ocorrer neste e no próximo volume. É impressionante a falta de padrão. Vejamos o que a editora pode trazer na sequência. Realmente ficaria feliz de ver o livro em que o mangá foi baseado por aqui, seguindo um pouco o exemplo do que está sendo feito com Another.


Zetsuen_no_tempest_07ZETSUEN NO TEMPEST 7

Autor: Saizaki Ren, Sano Arihide e Shirodaira Kyou
Demografia: Shounen (Shounen GanGan)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 12 x 18 cm, 220 páginas
Preço: R$ 14,50

Mais um volume de Zetsuen no Tempest e a civilização ainda continua de pé. será que chegaremos até o final com tudo existindo como é conhecido ou uma grande revolução terá mudado o mundo? Não sei dizer quanto a isso, mas que não deve mudar mais é esse padrão de capas, o traço é tão bonito para ficar preso nesses padrões, é de se confundir na hora de comprar.Este também foi um mangá que houve reclamação quanto ao papel, que aliados a este formato menor não colabora para dar uma boa impressão.


Zetman_03ZETMAN 3

Autor: Masakazu Katsura
Demografia: Seinen (Young Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 20 volumes
Formato: 12 x 18 cm, 260 páginas
Preço: R$ 17,50
Review: AQUI

Zetman chega ao seu terceiro volume e parece ter uma boa receptividade do público, apesar do preço mais alto que o normal e um formato que pode ser próximo ao japonês, mas não valoriza a arte. É uma obra que não estou acompanhando de perto, além do valor pesado eu não gosto do autor. A história tem um plot até interessante, mas o traço não me agrada e a falta de previsão para o lançamento da parte 2 nem me dá vontade de ler.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • shimbalaiêw

    Esse mês levo apenas yuyu e magi, que cheguei no volume 9 pela fase 2 e estou pensando em dropar o mangá. Alguém acompanha a história e já está além da publicação atual e poderia me dizer por onde a história anda e onde a autora pretende chegar? Obrgg :c

    • NatPhantomic

      Magi? Ainda tem muita história pela frente. Espere ao menos o Aladim chegar à Magnostadt, que a treta vai rolar a solta depois disso. O enredo só vai melhorar daqui pra frente 😉

  • Opa, não entendi direito quando vc disse que o off-set não é o seu formato preferido de papel, vc prefere o b52? mesmo sendo horrível? eu acho que os mangás em off-set ficam muito melhores, só em não sujarem os dedos e não terem aquele aspecto de jornal que o b52 tem, já vale demais …

    • Muitos são fãs do papel Offset por ser branco e aparentar ter melhor “qualidade” que o Brite, mas ambos tem prós e contras. Offset é mais espesso e tem menos casos de transparência, mas tudo isso depende da gramatura e da carga de tinta que o papel recebe, porém ele é mais liso e reflete muito a luz. O Brite é amarelado e reflete menos a luz, e comparando com mangás japoneses é o mais próximo. O que falta no papel brasileiro é uma espessura maior, o que é diferente da gramatura, e ter uma cor amarela esbranquiçada, como o dos primeiros volumes de The Seven Deadly Sins, da JBC, e o de Tokyo Ghoul, da Panini.

      • Likou

        Pq eu iria querer um tom amarelado bosta s eo mangá é feito em papel branco? Só pq é igual dos japas? Meh.

      • Eu não vejo muito sentido em se querer um papel de pior qualidade só pq é parecido com os japoneses, ou lembra. Esse b52 é muito ruim, suja, não prevalece a arte original e agora tá vindo tão findo que dá até medo de folhear, como foi o caso de Ataque dos Titãs – Sem Arrependimentos, que pensava ser meio tanco, mas era quase o mesmo número de páginas da série original.

        • Dih

          No caso específico de Sem Arrependimentos, o volume original tinha bem menos páginas do que um “normal”, por isso tão fino nesse caso.

  • Heitor, o atrasado

    Os óculos espiam as gôndolas
    E correm atrás de exemplares
    A situação financeira talvez fosse azul
    Não houvesse tantos desejos

    JBC por que publicastes YuYu
    Se sabias que eu não era rico
    Se sabias que eu era tão pobre.

  • Nossa, que review zuado do Zetman. É um dos melhores mangás que já li. Só não to comprando por que sei lá.. já li todo e tá muito caro! hahaha

  • Jurandyr

    Em minha opinião, eu acho a arte de Zetman espetacular, já à de Hellsing não me cativa muito pela arte, mas sim pela história e pelos personagens que são muito dahora.

  • Mah

    Dessa lista da JBC só estou levando Nanatsu, Btooom e Terra Formars.

  • Enigma, a maior injustiça da JUMP, muito melhor que a maioria dos mangás lançados recentemente pela revista, acredito que só foi cancelado porque fugia dos padrões da revista, pois tanto a história, traços e personagens eram bons.

    E acho que todos querem uma republicação de Negima!

    • ak_saito

      “E acho que todos querem uma republicação de Negima!”

      Não me inclua nessa kkkkkkkkk. Prefiro que fosse relançado FMA. ai sim.

  • Keiko-chan

    :I Na hora que eu vi a capa eu quase confundi com o mangá do Negima! E pensei. “Poxa ChuNan! Me dando Spoiler assim?” (Se você perceber, a diferença dos personagens são poucas!)

  • Rafael Machado

    Comprei o primeiro volume de Hellsing, não me empolgou muito ,a história deslancha os próximos volumes?

    • Gustavo

      A História a partir do Terceiro volume só melhora, eu já tenho a primeira publicação dele, e posso lhe dizer que só vai melhorar, vale apena ter esse Mangá.

  • Quem ai que coleciona Magi já pegou o volume 13 pra ler? Achei ele diferente, meio mole além de ser mais fino do que os outros. E quem coleciona YuYu, já recebeu o volume 10 em casa?

    • ak_saito

      Eu coleciono e também senti algo quando peguei o 13. pensava que era imaginação minha kkkkkk.

      E falando em yuyu é uma sére que eu gosto d+ mas o traço do togashi nessa época não engulo. só comprei o 1 vol como recordação. Já teve atraso nos pedidos? tenho interesse nessa modalidade de compra;

  • EUro

    Existe um ser no mundo que não curte a arte do Masakazu Katsura? É a coisa mais bizarra que já li aqui. E essa desculpa de “ainda não ter saído a continuação então não vou ler” é bem esfarrapada.

    • tassio

      Também achei bem estranho esse comentário, fiquei me perguntando se estava se referindo a arte Masakazu Katsura mesmo!!! Que é fantástica!

      • willian

        concordo plenamente Zetman e um dos melhores tanto pela arte como pela história

    • japadk

      Sobre essa “desculpa”, eu acho ela bem entendível.
      Imagina o seguinte, você tá lá todo empolgado com o manga e vai lendo tudo, gostando bastante e de repente acaba sem ter uma data pro final sair, isso é no mínimo frustrante.
      Sempre lia por ai pessoas comentando de obras como Berserk e Hunter x Hunter, que eram muito boas mas que os autores entravam em hiatos frequentemente e/ou muito longos, então seria melhor nem ir ler pra não ficar frustrado.
      Mesma coisa com NaNa, minha irmã leu e adorou, mas ela ficou BEM frustrada por não ter um final, mesmo não sendo culpa da autora.

  • Desse checklist eu levarei Yu Yu Hakusho. Já comprei volume 2 de Terra Formars, que continua com o mesmo problema do papel ficar ondulado sozinho antes mesmo de lê-lo (sem mencionar a transparência entre as folhas), se os próximos volumes continuarem apresentando este problema de ondulações nas folhas é bem provável que eu pare de comprá-lo.