Eu Recomendo #23 – Mangás de Esporte

eu-recomendo-esportesEsportes nunca foram tão famosos antes com otakus.

Sempre que ouvimos falar de animes e mangás de esportes, temos duas versões das coisas. A primeira é a do público dizendo que é o estilo que mais empolga, que os mantém grudado na tela e com vontade de participar daquilo tudo. A segunda é das editoras de mangás nacionais, que constantemente dizem que mangás de esporte não vendem e que otaku não gosta desse tipo de coisa. O que pensar a respeito?

No Brasil, temos os exemplos de Kuroko no Basket – que veio depois de muitos pedidos – e Slam Dunk, que retornou para as bancas depois de uma longa espera desde sua primeira publicação. Vale lembrar que o primeiro veio depois de três temporadas do anime e de muitas “campanhas” antecedentes a isso, e Slam Dunk não ganhou um marketing agressivo como poderia ter ganhado pelo fato de ser do mesmo autor de Vagabond. Por que jogar a conta somente nas costas do consumidor?

Então, enquanto algum dos lados não muda de pensamentos, continuaremos sem Haikyuu!! e tantos outros mangás do gênero no Brasil. Mas não sem marcarem presença no Chuva de Nanquim. Hoje, apresentamos uma primeira parte de uma lista de séries de esporte com muitos títulos mainstream, um de cada modalidade, e que podem se encaixar no perfil de diferentes grupos de leitores. Para vocês que já conhecem todos e que buscam algo diferente, aguardem a lista da próxima semana, mas não deixem de comentar e dar sua opinião com seus títulos favoritos.


haikyuuHAIKYUU!!
De Haruichi Furudate 
Publicado na revista Shonen Jump
Mangá: 15 volumes – Em andamento
Anime: 3 temporadas (60 episódios) + 1 filme + 2 OVAs

Sinopse: Hinata Shouyou cresceu com uma paixão: o vôlei. Quando criança, assistiu uma partida e se encantou com o que viu, e decidiu a partir de então se tornar um grande jogador na modalidade. O problema é que onde estudava os alunos não pareciam lá muito interessados no esporte, fazendo com que treinasse durante todo seu ginásio sozinho, sem nenhum companheiro e vivendo de “levantadas de bola” de amigos ocasionalmente. Mesmo assim, conseguiu sua tão aguardada oportunidade de entrar em uma quadra, mas ao conhecer e ser derrotado por Kageyama Tobio, o Rei da Quadra, percebe que precisa de muito mais. Chega o colegial e ele se muda para o colégio Karasuno, onde finalmente acredita que terá sua oportunidade de vingança contra Kageyama. Porém um encontro inesperado pode mudar os rumos desse objetivo…

Comentários: Não é erro nenhum dizer que Haikyuu!! tem de tudo para se tornar um dos melhores mangás de esporte da história. Um plot envolvente, que se desenvolve no ritmo ideal, ao lado de personagens marcantes e extremamente bem distribuídos pelo autor por toda a obra… Haikyuu!! é daqueles títulos que não restam dúvidas que qualquer leitor fã do gênero vá amar. Furudate faz uma obra primorosa desde seus primeiros capítulos e que ainda assim é difícil de prever tudo que está por vir até o seu final. Suas adaptações em anime, o sucesso que alcançou na Shounen Jump e todo o marketing feito pela Shueisha, só demonstram que tanto hype não é a toa, definitivamente. Ainda conto pelos dias de poder ver a edição nacional chegando por aqui.


slam-dunk-mangaSLAM DUNK
De Takehiko Inoue
Publicado na revista Shonen Jump
Mangá: 31 volumes – Completo
Anime: 1 temporadas (101 episódios) + 4 filmes

Sinopse: Sakuragi Hanamichi não tem sorte com mulheres, nos seus 3 anos de ginásio ele recebeu 50 foras das meninas que ele se declarou, sendo que a ultima confessa que gostava de um rapaz do time de basquete e isso o abalou muito. Já no colegial ele ainda não podia ouvir a palavra basquete (nem palavras que lembrassem basquete). Mas um dia enquanto caminhava no corredor, uma garota linda pergunta se ele gostava do esporte e mal sabiam ambos que essa pergunta iria mudar a vida de Sakuragi. Essa garota se chama Haruko Akagi, e para ele foi amor a primeira vista, dizendo que é um esportista e que adora basquete. Haruko leva Sakuragi para a quadra de basquete e fala sobre uma jogada chamada Slam Dunk, quando o jogador enterra a bola na cesta com tanta força que parece que vai quebrá-la. Apesar de tentar e bater com a testa na tabela. Haruko fica impressionada com o salto que ele deu, percebendo os dons para jogar basquete. Mas só há um problema: Sakuragi descobre que ela é apaixonada por um jogador hamado Rukawa, nascendo assim seu rival e o início de sua carreira no esporte.

Comentários: Pra mim, o melhor mangá de esporte de todos os tempos. Personagens, história, desenhos, tudo. Absolutamente todos os argumentos possíveis eu posso dar pra concluir esse meu raciocínio. Eu sei que muitas pessoas não gostam de dizer que existem obras “indispensáveis”, já que cada um lê o que quiser e como quiser. Mas eu me atrevo a dizer que Slam Dunk está acima disso. É um daqueles mangás que você carrega pra vida toda, não só pelo esporte, mas por toda a vivência que ele te passa. Todas as emoções, os momentos marcantes e cada lágrima que você segura pra não derramar em certos momentos. É emocionante. E não me venham falar que ele precisa de continuação, porque não precisa. Ele é perfeito exatamente como é. As pessoas precisam entender que certas obras são as melhores justamente por saberem a hora certa de parar. Se você não leu o mangá ainda, não deixe de conferir a resenha da Miyuki sobre a nova edição da Panini no Brasil.


major-mangaMAJOR
De Takuya Mitsuda
Publicado na revista Manga One 
Mangá: 78 volumes – Completo
Anime: 6 temporadas (154 episódios) + 1 filme + 2 OVAs

Sinopse: Honda Goro, um garoto talentoso que deseja se tornar um arremessador profissional de um grande time de baseball como o seu pai Honda Shigeharu. Só que esse desejo acaba tomando todo o tempo do garoto, ainda mais que seu pai sempre fica longe de casa e sua mãe acabou morrendo enquanto ele era muito pequeno. A professora do jardim de infância acaba cuidando dele quando Shigeharu está fora, o que acaba “incentivando” ela e o pai a manterem um relacionamento muito afetivo. Porém um acontecimento acaba mudando a vida dos três para sempre. Após alguns anos vemos o garoto entrar finalmente no time da baseball do bairro e começar a seguir em frente na busca do seu sonho. O problema é que ele precisa erguer o time, que agora não tem condições de competir em campeonatos, reunir integrantes e acabar superando as grandes dificuldades que vão surgir.

Comentários: Conheci Major há muito tempo atrás, graças ao Luk e através do anime. Depois acabei conhecendo o mangá, que é tão bom quanto. O fato é só um: Major é empolgante e viciante demais! Você quando menos espera já consumiu 4 temporadas de anime brincando e fica se perguntando onde achar mais! A série conta a vida inteira de Goro, desde criancinha até o cara ter seu próprio filho (que atualmente é contado em uma continuação direta chamada Major 2). Mas de maneira alguma isso se torna cansativo ou maçante. Conseguem colocar desafios e barreiras durante todo o percurso da vida do jogador, lançando novas metas, novos rivais e situações que ele não prevê, desde coisas dentro do próprio esporte até os problemas pessoais. Aliás, esse é um dos pontos mais incríveis desta obra. Mostra como a vida influencia dentro de campo, algo que falta em muitos títulos do gênero. Major é sensacional. Mais um que você pode conhecer através da resenha que temos no site.


giant-killing-mangaGIANT KILLING
De Tsujimono e Masaya Tsunamoto
Publicado na revista Morning
Mangá: 42 volumes – Em andamento
Anime: 1 temporadas (26 episódios)

Sinopse: O time East Tokyo United está em uma grande crise e para resolver isso seu administrador geral resolve colocar todas as suas esperanças em um ex-jogador do time, chamado Takeshi Tatsumi. Ele agora é um técnico que conseguiu a incrível façanha de tornar um time amador em um time vencedor que está classificado entre os 32 na FA Cup (algo como a nossa Copa do Brasil). Agora Tatsumi vai tentar fazer a mesma coisa com o fraco time do ETU e realizar a matança dos gigantes times da primeira divisão do futebol japonês. O grande problema é o grupo de jogadores e parte da torcida, que não está muito satisfeita com parte das mudanças que ele irá fazer.

Comentários: Sempre que falamos de mangás de futebol nos bem na cabeça Super Campeões (Captain Tsubasa). E claro que toda aquela coisa de chutes fantásticos e os efeitos que fizeram nossa felicidade na infância. E não me entendam errado, apesar das pernas de 3 metros, eu amava Super Campeões. Mas pra quem realmente gosta de futebol faltava uma série que representasse o esporte um pouquinho mais fiel do que isso. Foi assim que conheci Giant Killing e minha paixão por essa obra foi nas alturas. Táticas reais, jogadas bem elaboradas e lances que realmente marcam presença em uma partida. Se você é fanático por futebol ou tem algum amigo que seja, essa recomendação é certeira.


yowamushi-pedal-mangaYOWAMUSHI PEDAL
De Wataru Watanabe
Publicado na revista Shuukan Shounen Champion
Mangá: 49 volumes – Em andamento
Anime: 3 temporadas (62 + ?? episódios) + 4 filmes + 1 OVAs + 6 especiais

Sinopse: Sakamichi Onoda, um garoto prestes a iniciar sua vida como colegial. É viciado em animes e games, tanto que, desde mais novo, anda quilômetros e quilômetros sobre sua bicicleta, somente para comprar ou ver as “novidades otakus” que são lançadas nas lojas de Akihabara. Planejando entrar em um clube específico para poder falar sobre seus interesses, acaba descobrindo que este foi encerrado. Para o garoto, pedalar pode até ser uma atividade banal, mas é justamente esse fator que pode mudar a sua vida, a partir do momento em que sua habilidade é descoberta e Sakamichi é convidado a se juntar ao clube de ciclismo.

Comentários: Confesso que se fosse um tempo atrás este mangá provavelmente não estaria aqui. Bicicletas? Não, não é esse motivo já que eu amo Overdrive, série do mesmo gênero. Mas Yowamushi nunca me chamou a atenção até eu reparar no barulho que vinha fazendo por conta de seu anime e das boas vendas de seus encadernados. Então fui conferir e… como não amar esses garotos? Além de aprender um monte de termos e significados técnicos das bicicletas, você ainda ganha competições e duelos que beiram a roeção de unhas! Que mangá alucinante, gente. Não é exagero. Os personagens estimulam a vibe de competitividade, você quer vê-los vencer! Que participar que nada! Enfim, a dica está dada e espero que ajude algumas pessoas a perderem o preconceito como eu. Leiam! Assistam!


ping-pong-mangaPING PONG
De Taiyou Matsumoto
Publicado na revista Big Comic Spirits Special
Mangá: 5 volumes – Completo
Anime: 1 temporadas (11 episódios)

Sinopse: Makoto Tsukimoto (apelidado de Smile) é um quieto estudante do ensino médio que tem sido amigo do animado e barulhento Yutaka Hoshino (apelidado de Peco) desde quando era criança. Ambos estão no clube local de tênis ambos tem o talento natural para isso, entretando a personalidade de Smile sempre o atrapalha na hora de vencer uma partida contra Peco. O professor do clube, no entando, nota que o dom de Smile e tenta fazer com que ele ganhe habilidade no esporte.

Comentários: Taiyou Matsumoto é um cara acima da média. Existem poucos autores que conseguem fazer mangás sobre absolutamente tudo com a mesma capacidade desse cara. Em Ping Pong temos uma obra sobre o esporte homônimo e que provavelmente poucos imaginariam que um dia pudesse ganhar uma visão deste nível através dos quadrinhos. Um estilo único e uma narrativa diferenciada transformam esse título em algo dificil de descrever em palavras sem que eu me enrole ou pareça só um hipster querendo convencer o público mainstream. Veja com seus próprios olhos, e se tiver a oportunidade assista o anime também. Matsumoto e Yuasa é uma dupla pra guardar por gerações.


eyeshield-21EYESHIELD 21
De Riichiro Inagaki e Yuusuke Murata
Publicado na revista Shonen Jump
Mangá: 37 volumes – Completo
Anime: 1 temporadas (145 episódios)

Sinopse: Sena Kobayakawa tem fugido de valentões toda a sua vida. Mas quando o garoto descobre acidentalmente sobre o incrível futebol americano e todas as suas regras, as coisas mudam – a velocidade de Sena e a habilidade estranha de se desvencilhar de valentões gigantes, se tornam os responsáveis pela principal arma de Sena para transformar-se em um grande herói do futebol do colégio! Desfrute de toda a ação, emoção, tensão e sentimentos à flor da pele da jornada de Sena descobrindo e se apaixonando pelo futebol americano ao lado de seu time. É chegada a hora do Eyeshield 21 se destacar e provar seu valor para todas as pessoas que desacreditaram em seu potencial.

Comentários: Antes de One-Punch Man, existiu Eyeshield 21 na vida de Yuusuke Murata. E existiu Riichiro Inagaki. Essa dupla fez história com Eyeshield e até hoje o tornou um dos mangás mais queridos pelos leitores contemporâneos da Shounen Jump. E com razões de sobra. Um mangá de futebol americano que conseguiu mesclar comédia, ação, emoção e todo o espírito shounen de uma forma tão natural e fluída que fica difícil discordar. Eyeshield 21 é onde descobrimos o dote fantástico de Murata para a arte, e onde Inagaki se transformou em um daqueles roteiristas que vai sempre ser notado em qualquer obra que vier pela frente. Que mangás, meus amigos!


initial-d-mangaINITIAL D
De Shuichi Shigeno
Publicado na revista Young Magazine
Mangá: 48 volumes – Completo
Anime: 5 temporadas (81 episódios) + 4 filmes + 5 OVAs

Sinopse: Takumi Fujiwara, um garoto que parece estar sempre “olhando para o nada”. Seu maior prazer é dirigir a noite fazendo entregas de tofu para seu pai e percorrendo em alta velocidade. Sem ser reconhecido ele ganha a fama de “A lenda de Akina”, até que um dia recebe um desafio de correr nas perigosas curvas do Monte Akina e então começa a demonstrar todo o seu poder no volante em corridas organizadas por equipes de diversas partes do Japão.

Comentários: Quem é do tempo do Animax com certeza vai se lembrar desse e entender todos os motivos para ele estar aqui. Apesar de ressalvas, corridas são das modalidades mais amadas no âmbito esportivo. E Initial D lhe apresenta muito mais que apenas corridas, ele te entrega os “feels”. Todo o drama que acompanham os personagens principais e secundários, suas ambições e lutas pessoais. Isso tudo somado à corridas que te fazem torcer mais que qualquer Fórmula 1. Initial D modelou o gênero e nunca consegui ver nenhuma obra que sequer arriscasse chegar perto de todo o dinamismo que Takumi e companhia conseguem. Ah, e deixe o preconceito bobo com o traço de lado. Ao se acostuma, ele vira um charme!


yawara-mangaYAWARA!
De Naoki Urasawa
Publicado na revista Big Comic Spirits
Mangá: 29 volumes – Completo
Anime: 1 temporada (124 episódios) + 1 filme + 1 especial

Sinopse: Yawara Inokuma é uma talentosa judoca criada e treinada por seu avô Jigoro. Seu avô diz que ela deve se tornar a esperança da equipe de judô do Japão em Seul em 1988, mas ela tem planos diferentes: terminar o ensino médio e encontrar um namorado… como todos os seus amigos. Mas ser uma menina normal e uma campeã olímpico são duas coisas diferentes. Que caminho ela escolheria seguir?

Comentários: Naoki Urasawa não vive só de Monster ou 20th Century Boys. Yawara! é um dos seus mangás mais aclamados por N motivos. Pra começar, é onde temos uma protagonista feminina que mostra que pode ser e fazer o que quiser. Ser uma bela modelo ou uma excelente lutadora de judô – extremos opostos. Depois, porque aqui Urasawa que sabe fazer histórias do cotidiano de uma forma tão humana e cativante. Se em “Happy” choramos feito crianças por toda a desgraça que a protagonista vive, em Yawara!! nos emocionamos com a sensibilidade do autor em contar uma história tão envolvente. Urasawa é um dos meus artistas favoritos, e Yawara!! muito mais que um mangá de esportes.


prince-of-tennis-mangaTHE PRINCE OF TENNIS
De Takeshi Konomi
Publicado na revista Shonen Jump
Mangá: 42 volumes – Completo
Anime: 1 temporada (178 episódios) + 3 filmes + 33 OVAs

Sinopse: Ryoma Echizen acabou de se juntar à equipe da Academia Seishun, que é conhecida por ser uma das equipes mais competitivas do Japão. Seus membros são incrivelmente talentosos, inteligentes e atléticos. Com práticas rigorosas e extremamente intensas, os membros superiores da equipe esperam o melhor de si mesmos e esperam ainda mais dos novos membros da equipe. Enquanto a maioria dos calouros estão em ansiosos esperando não serem cortados da equipe, Ryoma Echizen está confiante. Alguns podem até dizer que ele é arrogante, mas pelo menos ele tem as habilidades para apoiar sua atitude. Com sua personalidade forte e suas jogadas imbatíveis, Ryoma e os outros alunos do primeiro ano vão treinar duro, fazer amigos e tentar encontrar um lugar para si na equipe. Ryoma Echizen é o príncipe do tênis. Ele pode estar pronto para a equipe de tênis de seu novo colégio, mas eles estão prontos para ele?

Comentários: Talvez muitos torçam o nariz para essa indicação, mas eu preciso dizer: deixem de ser chatos. The Prince of Tennis nem de longe passa sobre realidade ou tenta transmitir veracidade em seus jogos e lances. Pelo contrário, o mangá é totalmente non-sense e sabe explorar isso muito bem. Muito mais doido do que Kuroko no Basket, por exemplo. Não é a toa que é chamado de “Dragon Ball com Raquetes”. Mas isso não é demérito nenhum! É uma obra feita para você se divertir, entrar no clima da brincadeira do autor e não ficar se importando com as regras, com jogadas e análises frias. Muito pelo contrário, a ideia é você torcer por um novo poder, uma jogada bizarra nova e se identificar com os jogadores que possuem as mais diversas personalidades. Não acho que seja um mangá pra todos, mas para os que conseguirem esvaziar a cabeça em busca de algo diferente, sem dúvida alguma a recomendação é válida. Mada mada dane.


hajime-no-ippo-mangaHAJIME NO IPPO
De George Morikawa
Publicado na revista Shuukan Shounen Magazine
Mangá: 116 volumes – Em andamento
Anime: 3 temporadas (126 episódios) + 1 especial + 1 OVA

Sinopse: Ippo Makunouchi, um garoto humilde, que na maior parte do seu tempo livre ajuda sua mãe no trabalho, uma loja que aluga barcos de pesca. Ele não possui muita vida social por causa disso e acaba sofrendo por não ter amigos e por ser alvo um alvo fácil para os valentões do colégio. Takamura Mamoru, o campeão nacional de pesos médios do japão, em um de seus treinamentos vê Ippo sendo maltrado por um desses valentões e resolve salvá-lo. Ippo fica impressionado com a força de Takamura e pede para começar a treinar boxe no ginásio do campeão, o ginásio Kamogawa.

Comentários: Difícil descrever motivos que consigam exaltar suficientemente Hajime no Ippo para ser a série em destaque desta lista. Um mangá que ultrapassa os 100 volumes mantendo o fôlego e conseguindo se reinventar por tanto tempo, merece seu lugar ao sol. Admiro muito o autor George Morikawa por continuar firme e forte com o título mesmo com problemas de saúde e todo o cansaço dos anos que se passaram. Sem dúvida alguma Hajime no Ippo já é uma das séries de boxes mais influentes e admiradas da história, talvez atrás apenas de Ashite no Joe (que falo aqui um outro dia). Não preciso falar muito sobre a história em si, mas é impressionante como você acompanha o desenvolvimento dos personagens durante tanto tempo e eles se tornam tão íntimos ao leitor. É uma obra sensacional, atemporal e que vale toda o tempo do mundo para chegar aos seus 100 volumes – que passam mais rápido do que muito mangá chato por aí com 10. Se querem saber mais sobre a série não deixem de ler a resenha do Luk aqui no site.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Amei a lista *—* cheia de mangás excelentes, principalmente por Slam Dunk e Major. Alguns ainda não li, por enquanto.

    Tenipuri adoro o anime, mas o mangá é bem melhor, já que encheram de filler no anime =/.
    E a sequencia do mangá o New Prince, também ficou muito boa. Pena que cagaram o anime, mesmo com tão poucos episódios do New Prince, alteraram muitas coisas.

    Confesso que tenho um pouco de preconceito com Ping Pong, sei lá medo de ser chato xD, mas sei que isso é besteira, pq só lendo pra saber, até mesmo pq existem tantos mangás de vários gêneros que não damos nada por eles e são uma grande revelação =D.

    Só senti falta de Daiya no Ace e One Outs aqui =/ ambos de beisebol e que são ótimos.

    • Joãosuke Higashikata

      Honestamente, eu considero Ping pong o melhor anime de esporte até agora, e eu entendo o preconceito das pessoas com ele (sobre por exemplo a arte e o esporte escolhido) mas com certeza vale a pena. Também estava meio receoso quando fui assistir kkkkkk mas vc vai gostar

      • Henrique

        Eu assino embaixo. Ping Pong The Animation é o melhor anime de esportes que eu vi até hoje.

  • Daniel de Oliveira

    E os animes são fiéis aos mangás?Acho mais prático e emocionante de assistir os animes.Slam Dunk por ser feito pelo Inoue,automaticamente o anime se torna dispensável,mas os outros tenho a dúvida.Haikyuu tá no topo dos meus animes favoritos e gostei bastante de Kuroko no Basket,então to querendo apostar no gênero.

  • Só uma errata; na ficha de Haikyuu!!, está como se o mangá estivesse com 15 volumes publicados, sendo que já foram publicados 24 volumes(que eu saiba).
    Ótimo post.

  • Kei

    Vim aqui na esperança de achar um anime/mangá de esporte que eu não conhecesse ainda e encontrei!! Agora vou baixar Yawara pq se está na lista é pq merece!!

    Coments sobre as escolhas:
    – Até hoje não entendi no pq dos Fãs de esporte negarem veementemente a existência de TeniPuri, o mangá é bem gostoso de ler e eu sempre recomendo pq o Ryotinha merece.
    – PingPong eu não li o mangá ainda, mas o anime mereceu mesmo o Título de melhor de seu ano!!
    – Sobre Slam Dunk eu acho o mangá mais empolgante que o anime, não por este ser antigo e tals, mas pq o traço do Inoue passa AQUEEEEELE sentimento (mas ver a Treta do Ginásio no anime sempre sera 11/10).
    – Haikyuu!! o anime é tão único que conseguiu fisgar a atenção do meu namorado (que detesta o gênero) por uns 30eps quase que seguidos (com pausas pra comer, dormir, trabalhar e afins), seria um desses mangas que se eu deixasse desapercebido por seu caminho ele leria de boas (e me encheria o saco por mais). Furudate é muito bom noq faz!!
    – Major 2 me trouxe muitos Feels quando saiu!! Voltei a ser aquela menininha que gritava pro Goro sempre arremessar sua melhor bola pro Rebatedor… Deu aqueeela vontade de reler!!
    – Hajime no Ippo sempre me lembra aquele mimimi de “É longo demais, não vou ler pq o anime está aí pra isso!”, mas depois de ver o anime vc sempre recorre ao mangá por mais longo que seja e sempre há as pessoas pegam o mangá onde o anime pára, bem, elas nunca saberão oq é ver o aterrorizante Mashiba vigiando (de um quarto escuro com somente seu rosto iluminado) o pequeno Ippo com sua linda irmã XD~ Aquilo é MUITO BOM!!

    MEU DEUS, meu comentário está ficando enorme!!
    Admito que ao ver Giant Killing e Initial D, por algum motivo que nem eu sei qual, eu esperava ver One Outs (que eu estou agradecida pelo santo scanlator BR que pegou o projeto!!).
    – YowaPeda e ES21 são meus lindinhos mangas/animes meio estereotipados de esporte que as Fujoshis se mantem mais longe (Tks Deus!), mas vale muito a pena lerem. ~GARGULA BADASS, APENAS!

    Desculpem por um longo comentário e olhem no Site do AFS PODCAST pq tem 4 Casts de Animes de Esporte!! 070 de EyeShield21, 094 One Outs, 097 de Chihayafuru (que é um otimo anime/manga de esporte voltado pro publico feminino que colica muitos shounens no chinelo) e 098 Ookiku Furikabute <3

    Issae, beeeelo post!!

    • MELDELS, QUE VERGONHA DE MIM AGORA!!

      • Jefferson

        Chihayafuru não é voltado pro público feminino só pq tem protagonista mulher, é pra todos os gêneros.

  • Faltou o Karatê Shoukoushi Kohinata Minoru. É um mangá de Karatê, acho ele bem legal! Fica a dica pra quem não conhece! 🙂

    • tsuneo011

      Karatê Shoukoushi Kohinata Minoru é um bom mangá sim mas acho que se enquadra melhor em artes marciais do que esporte. Apenas na metade do mangá a questão esportiva começa a ficar mais forte, sem contar que o mangá usa muito a questão filosófica da coisa

  • Cara, eu não gostava muito de mangá/ anime de beisebol até ver Cross Game do Mitsuru Adachi. É lindo demais o anime.
    Tem um outro de “esporte” que acho incrível é Kokou no Hito (the climber) do Sakamoto Shinichi, que tem um dos traços mais lindos que eu já vi. O mangá é sobre montanhismo, um lobo solitário das escaladas. Recomendo muito.

    • chizurubeauty

      Nossa Cross Game é muito bom mesmo, a história é contada de uma forma tão leve, até hoje eu me pergunto se algum dia alguém vai descobrir que o Kou comprou todos os presentes que a Wakaba pediu, mesmo depois de tudo que aconteceu.

  • Felipe

    Adorei o artigo, era o que eu estava precisando! Muito obrigado

    Mas fica uma pergunta, o que ver e o que ler?

    Por exemplo, Haikyuu, leio ou assisto? e Kuroko?

    Por OnPedal eu comecei ver, mas quis ir pro manga… Agora não sei…

    em tempo, acho que ballroom e yuri on ice são considerados esportes também e são maravilhosos!

    • Jefferson

      Haikyuu e Kuroko têm animações excelentes

      • Não consegui responder lá em cima, netão vai nesse comentário mesmo, Chihaya é lançado numa Revista Josei (Be-Love) que é voltado pro Público Feminino, mas quem quiser ler pode, isso que eu quis dizer.

        • Jefferson

          Ah sim, agora entendi. Devia ter uma terceira temporada, não sei como anda o mangá.

  • Hajime no Ippo, melhor manga da minha vida. Tento recomendar para todos os meus amigos. O mesmo pra Slam Dunk ♥

  • Diamond no Ace também é muito bom, apesar das reclamações de uma parte de público sobre como o Sawamura da mancada e o Furuya joga mais que ele… Acho que no fim isso da um acerto charme para a obra, não tem como não ficar empolgado depois de ver o Sawamura se foder tanto e ainda ter determinação pra voltar

  • Thierry

    Senti falta de Diamond no Ace. A segunda fase do manda, Act Oi está sensacional e é o mangá de esportes mais popular no Japão. Estar de fora da lista é um crime.

    One Outs, outro mangá de Beisebol, tb deveria estar na lista. Do mesmo autor de Liar Game, e no mesmo estilo. Com um protagonista fodão ao quadrado

  • Nossa eu estou impressionado, primeiramente digo que já li todos os da lista, e provavelmente tudo que existe em ingles, espanhol e se tiver sumario ate raw de manga de esporte, adoro o gênero, meu preferido. Talvez o gênero que consegue descrever o espírito shounen de forma mais densa, mais até que os shounens de pancadaria. mas voltando ao assunto, estou impressionado por citar Yawara, conheci a quase 7 anos atrás, devorei o anime, filme e mangá. mas nunca achei ninguém que tivesse visto, particularmente pois só existia anime em ingles.

    Como recomendação deixo aqui as obras do Mitsuru adachi, que são de esporte mas também puxam para outros gêneros, muitos vao para o romance, mas tem de tudo,

    Cross Game, H2, Touch, Slow Step, mix, obras que são muito famosas na espanha, no mexico e argentina.

    Para quem gosta de futebol, Days, Whistle, Giant Killing e Area no Kishi sao os melhores.

    Acrescente Capeta e OverRev como corrida, capeta é sensacional e foi feito graças ao autor ser muito fã do Airton Sena.

    No Baseball, tem varios e cada um com um estilo diferente, Daiya no Ace tem um estilo realista, One Outs é impressionante em todos os aspectos psicológicos, Ookiku furikabute tem a melhor evolução (tirando Major logico que é o melhor de todos)

    Basketball, acrescente, Real, Buzzer Beater, Ahiro no Sora, Dear Boys dando enfaze em Ahiro e Real, ahiro é o mais parecido com Slam Dunk, muito interessante.

    Tenis, Baby steps é meu favorito, estou acompanhando as raws com sumários já no 426, o anime e manga já começa bem, mas a partir do 300 o nível triplica, a historia é sensacional, talvez por isso abandonei os poderes especiais do novo New Prince of Tennis que ta bem mais ou menos.

    Para quem curte Hajime no Ippo, eu recomendo Baki the Grappler e todas as suas continuações, e Attaque,

    Agora vai os desconhecidos que chamaram muito a minha atenção recentemente, King of Golf – o delinquente que quer dominar o mundo do golf e virar milionário, ta no nivel de Slam dunk e Eyeshield, fiquei muito impressionado, ta entrando no meu top. e por incrível que parece golf é muito mais interessante do que aparenta. Bowling King – Esse é sem duvida a melhor comédia de TODOS os anime de esporte, as referencias as outras series sao de mais, eu fiquei 3 dias rindo enquanto lia os 200 capítulos. Break Shot – Sinuca, esse é bem antigo, e nao tem fim traduzido, mas é interessante e divertido de ler, principalmente pelo autor utilizar física comprovada para explicar as tacadas malucas que ele inventa.

    para finalizar, tabuleiro e cartas Hikaru no Go – Chihayafuru – Saki

    É isso ai, vamos ajudar a espalhar os bons animes e mangas de esporte porque eles formam caráter, e o Brasil ta precisando mais disso. Companheirismo, Perseverança, Ética e Recompensa pelo trabalho duro são coisas que esse tipo de anime e mangá ensina e que estão esquecidas na sociedade.

    Meu Top 10
    01 Major
    02 Slam Dunk
    03 Eyeshield 21
    04 Hajime no ippo
    05 Initial D
    06 Yowamushi Pedal
    07 Baby Steps
    08 Bowling King
    09 Capeta
    10 King Golf

    eu queria fazer um top 25 pois a verdade é que tem muitos outros otimos mangas, mas se é o melhor ta ai.

  • Francisco

    Pra mim Slam Dunk e Hajime no Ippo estão no topo, é difícil de crer como duas séries podem ser de esporte e ainda assim a sua maior força estar no lado humano. Claro que é visível a paixão de ambos os autores por seus esportes, mas a cada vitória a cada enterrada ou soco você vibra e fica maluco com as partidas e lutas.
    A única coisa que coloca Ippo ligeiramente atrás de Slam Dunk é o traço que é até injusto comparar qualquer autor com o Takehiko.

  • chizurubeauty

    Primeiramente, EU NÃO ACREDITO QUE NAOKI URASAWA TEM UM MANGÁ DE ESPORTE , como vive nesse mundo sem isso até hoje?

    Esse é um post que eu tenho gosto de comentar, meu deus, não sei nem por onde começar, eu sou apaixonada por mangás de esporte, tem uns ai da lista que vou ler assim que possível, que mds.]

    Eu tinha dropado o anime de Haikyuu!!! uma vez, mas como eu tenho o costume de terminar tudo que eu começo, acabei por ir ler o mangá primeiro, já fiquei viciada, peguei o mangá bem no finalzinho do jogo contra a Shiratorizawa, olha, foi muito bom, concordo com tudo que vc disse, principalmente na parte que diz sobre o desenvolvimento do mangá ser no tempo certo, não tem nada corrido é tudo muito amor.

    Slam Dunk é o melhor mangá de esporte de todos os tempos, me arrisco a dizer que não haverá um melhor. Inoue-sensei é meu artista favorito, eu pago um pau pra esse cara, Real é outro mangá dele que me faz tremer de excitação quando lança, Vagabond é uma obra prima, mds deixa eu parar, enfim, o cara é foda.

    Major eu gosto bastante, adoro mangás de baseball, e esse foi um dos meus primeiros, gostei muito dessa perspectiva de poder acompanhar Goro em todas as fases, tem uns drama forte, chorei muito, mas é um ótimo mangá.

    Giant Killing é um que eu espero conseguir ler um dia, eu meio que comecei o anime, mas não me animei em seguir com o mangá, mas ainda vou fazer novas tentativas.

    YowaPedal é um anime que eu não dava um tostão, mas foi bem surpreendente, gostei muito dos personagens, o mangá tem aquele traço louco, mas vc nem vê direito enquanto lê.

    Ping Pong eu verei num futuro não muito distante.

    Eyeshield 21, reli esses dias, é um dos meus queridinhos, eu nem sei muito o que falar, é um mangá muito cativante e tem um dos meus personagens favoritos de todos, o demônio Hiruma é o melhor.

    Initial D eu ainda vou ter a coragem de ler, tenho muita vontade de ler, todos falam muito bem dele.

    Yawara! é obrigação, eu vou ler com certeza.

    The Prince of Tennis eu tentei cara, muitas vezes, mas não consegui ir adiante.

    Hajime no Ippo, não tem como descrever o que esses mais de mil capítulos fazem com você, quando eu li ele tinha 900 capítulos e estava meio estacionada as traduções, mas porra, eu li 900 capítulos em uma semana e meia, cara é insano como passam rápido 900 capítulos, sem dúvida um dos meus mangás favoritos do gênero.

    Estou torcendo pra na outra lista tenham outros maravilhosos mangás de esporte que ainda não li.

  • Enner Jeffersonjr

    hajime no ippo the best

  • Tito Pieczarka

    fala de ashita no joe, e tambem sobre aquele final que eu não entendi direito até hoje kkkkk