Filme de ‘Kuroko no Basket’ lucra mais de 27 milhões de reais

Kuroko no Basket continua fazendo sucesso.

Se você achava que todo o hype de Kuroko no Basket havia sido passageiro, acho melhor repensar. O lançamento do novo filme da série demonstra bem que os fãs parecem dispostos a acompanhar a obra de Fujimaki por muito tempo.

Gekijouban Kuroko no Basuke Last Game, o longa que adapta o mangá Kuroko no Basket Extra Game, já rendeu mais de um bilhão de ienes na bilheteria japonesa. O filme vendeu 752,856 ingressos e arrecadou um total de 1,007,925,300 ienes (cerca de 27,5 milhões de reais) até a última segunda-feira.

Para celebrar o sucesso do filme, a equipe que trabalhou no projeto se reunirá no teatro Shinjuku Piccadily, em Tóquio, contando com a presença dos dubladores Kensho Ono (Kuroko), Yuuki Ono (Kagami) e Hiroshi Kamiya (Akashi). Os ingressos para o evento custarão 2.000 ienes (cerca de R$55,00 reais) e o período de pré-venda será de quarta-feira à domingo. A venda regular será entre 23 à 24 de maio.

O filme estreou em 18 de março no Japão em 91 cinemas, atingindo a sexta posição em audiência e a primeira em seu fim de semana de estreia, vendendo 170 mil ingressos.

Tadatoshi Fujimaki, que escreveu a história original, foi o supervisor do filme e ainda fez um “episódio original” para a obra. Shunsuke Tada retorna das três adaptações em anime para ocupar o cargo de diretor junto ao estúdio Production I.G. Noboru Takagi também volta para trabalhar com a composição da trama, Yoko Kikuchi trabalha novamente com o character design e a composição sonora fica por conta de Yoshihiro, da segunda e terceira temporada. O elenco principal também retorna.

Um time americano de basquete de rua chamado Jabberwock vai para o Japão e joga uma partida amistosa contra um time japonês, que sofre uma derrota esmagadora, sofrendo com os membros do Jabberwock e suas provocações exageradas. Os comentários enfurecem o pai de Riko, que reúne uma equipe formada pelos cinco membros da Geração dos Milagres, além de Kuroko e Kagami, recém formados no ensino médio, chamado de Vorpal Swords, desafiando os americanos a uma partida de revanche.

A franquia Kuroko no Basket também recebeu três filmes compilatórios. Cada um foi exibido por duas semanas nos cinemas nos meses de setembro, outubro e dezembro, respectivamente.

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • Juliana Sales

    Yeeeeeeeeeeeeeees, baby! Uma das melhores franquias de esporte, na minha opinião.

  • Davi

    Kuroko, o melhor na minha opinião de esporte dos mais atuais, na minha opinião claro. Pois uns podem falar que é Haikyuu, apesar de dizer que ambos são mesmo nível, passam a mesma empolgação.

  • Koiy

    Quero saber o que irão fazer agora que a última gota da série foi espremida. Vão deixar a série descansar em paz ou não irão abrir mão da rentabilidade? Sinceramente, chega dá medo pensar nisso…

    • Eduardo Faria Guimarães

      Hã? Não entendi seu comentário,Fujimaki nem continuou mas com a série,muito menos a Jump

      Como assim estão sugando a obra?

      • Koiy

        Não disse que estão sugando, apenas que a última gota foi espremida. Qualquer coisa além disso sim seria (ou será) sugar a obra. Levando em conta a popularidade da série, não me surpreenderia nada se o estúdio inventasse mais alguma coisa. E espero sinceramente que isso não aconteça.

        • Eduardo Faria Guimarães

          Cara mas está fazendo a adaptação de EXTRA GAME que é pra finalizar de vez a obra.

          E o estúdio I.G não é uma Pierrot ou Toei da vida que continua.

          • Koiy

            Eu sei o que estão fazendo mas considerando por isso quero que este realmente seja o fim de uma vez por toda. Mas considerando a tendência do estúdio I.G. de fazer filmes compilatórios e repetitivos (e cansativos) e ovas originais, eu não me surpreenderia se eles inventassem de fazer algo assim.

  • seiya

    Mangá e anime horrível. Não passa de um cópia mal feita de slam dunk.

    • DihDiogo

      Se você começar com comentários desse tipo novamente, eles serão barrados de novo no site. Primeiro aviso dado.

      • seiya

        Calma ai, então eu tenho que gostar do mangá e fazer comentários elogiando? Não posso mais dar minha opinião?

  • Paulo

    Só em anime mesmo para uma equipe de basquete formada por japoneses querer fazer frente à uma equipe dos EUA…

    • Davi

      Por isso eles são considerados milagres. Eles dão conta de uma equipe do EUA, que nem é a melhor (pelo que me lembro).