Youkai Apartment #1 – E zumbis também são youkais?

Primeira das expectativas acabadas?

No Guia da Temporada fiz comentários sobre algumas séries, sendo uma delas Youkai Apaato, anime baseado no mangá shounen de Miyama Waka e Hinowa Kouduki – e que atualmente conta com 14 volumes e ainda em andamento na Shounen Sirius. Algo que quem ler esse post deveria saber é que só comentei sobre a obra justamente por ser leitora do mangá, que inclusive foi o que me atraiu e me empolgou para assistir a adaptação em anime. Então, sim, farei comparações de mangá x anime mesmo o primeiro não sendo a obra original – só por curiosidade, o anime se baseia na novel de mesmo nome, apesar do design dos personagens claramente ser inspirado na arte de Miyama Waka, desenhista do mangá.


IMPRESSÕES DO EPISÓDIO

Sinceramente, tive uma sensação diferente vendo o anime em comparação ao mangá. Entenda, a animação é interessante, ela cumpre o papel de apresentar a história e tem todos os méritos por conseguir adaptar em 20 minutos o que no mangá tem 70 páginas, mas o meu pensamento no término do que estava vendo foi algo como: “e se o que adaptaram não tiver sido suficiente para atrair as pessoas a continuar assistindo?”. Sinto que no mangá é mais fluído, que há mais empolgação, talvez.

Essa é uma preocupação real justamente por saber que para muitos o episódio inicial é “decisivo” e sendo leitora da obra, devo dizer que se você achou o episódio “ok” ou “razoável”, deveria saber que tem um certo momento (ainda no início) em que ele VAI ficar chato. Não porque a obra não é bem trabalhada, e sim para ajudar o protagonista com os conflitos que ele tem e nem sabia. Parece spoiler o que estou falando, porém acredito ser necessário; chuto que o “verdadeiro propósito” de Inaba Yuushi conhecer o apartamento só deve aparecer no terceiro ou quarto episódio e, meus amigos, essa parte é divertida! Mas para isso o estúdio precisa saber adaptar, fazer o expectador permanecer até isso acontecer, o que me faz ficar com o pé bem atrás.

Uma das coisas que me incomodou foi a trilha sonora em excesso. No mangá, apesar do protagonista ter todo o drama de ter perdido os pais e não se sentir bem na casa de seus familiares, o capítulo segue com um tom mais puxado para humor do que para drama. Assistindo a animação me senti em um jogo de visual novel onde em cada mísera cena uma música precisa ser colocada, a todo instante. Talvez isso passe despercebido para muitos, mas o clima é diferente, e uma música de fundo a todo instante faz o acontecimento parecer um pouco forçado.

A animação foi outro ponto que em certos momentos deixava a desejar. No geral é bonito, os personagens principais são fiéis a arte de Miyama Waka, mas quando um ponto ou outro mais específicos são analisados… aí a coisa complica. O primeiro ponto é algo relativamente frequente em relação ao estúdio, que seria aquela questão do frame não ser bom quando a “câmera” se afasta dos personagens, fazendo com que os olhos sejam meras bolinhas vazias ou até mesmo tornando o corpo das pessoas em quase palitinhos. Outra característica ainda a ressaltar é que em um certo momento (imagem abaixo) escolhem um design bem diferente para um certo youkai, o que aposto que se tornará recorrente no anime – o que acho uma pena, já que a arte do mangá é linda e poderia muito bem ser usada em tudo.


CONSIDERAÇÕES FINAIS

Sei que muitas pessoas só tiveram contato com o anime e acharia injusto deixar esse post ser um empecilho para quem gostou do que viu. Pensando nesse público, eu diria sim para continuar caso tenha sido atrativo. O início é meio confuso, mas se seguir a história, vai sim acabar se tornando ainda melhor do que esse episódio introdutório (inclusive os primeiros segundos do encerramento são spoiler do que está por vir). Como disse no comentário do Guia da Temporada, a palavra para Youkai Apaato é paciência; demora um pouquinho para entender o motivo e base real disso tudo, porém, quando começar vai ser incrível!

Confesso que tive que reescrever esse post – aparentemente a Miyuki agressiva que existe dentro de mim dominou todo o texto, o que me fez odiar o que havia escrito. No geral, não fiquei tão contente com o primeiro episódio do anime e só estou esperando uma parte x chegar para droppar a série. Entenda, não farei isso por achar que ele é ruim, mas por acreditar que sua outra adaptação é superior. Espero, do fundo do meu coração, estar enganada e ver que o estúdio ainda vai conseguir agradar ambos os públicos, seja os que chegaram agora ou os que tiveram contato com o título antes, pois Youkai Apaato merece. Quando a história começa de fato, é empolgante e quero poder ver isso sendo transmitido não só para quem consome uma das suas mídias.

Não prometo nada, mas fiquei relativamente tentada a escrever sobre os episódios que estão por vir, mas é claro, tudo depende do que o anime me mostrar.

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • gugu022050

    Gosto muito da temática “Youkai”, por tratar desse tema no anime, devo dar uma chance a ele 😋

    • gugu022050

      Mas antes… preciso saber de alguma fansub boa que legende esse anime, alguém pode me dizer?

      • Rodrigo

        Bom amigo,eu vejo no Super Animes,e aprovo as legendas de lá.