Editora Comix Zone publicará clássico argentino “A Grande Farsa” no Brasil

Pra quem é fã de histórias boas e de altíssimo nível!

Se o canal Pipoca & Nanquim vem se destacando em seus três anos de trabalho como editora, o Comix Zone vem seguindo seus passos com maestria. Depois de obras como Eternauta, Sherlock Time e Paracuellos, chegou a hora de vermos mais um clássico argentino sendo publicado no Brasil: A Grande Farsa, de Carlos Trillo e Domingo Mandrafina, uma dupla de artistas extremamente renomados dos quadrinhos. A edição brasileira fica a cargo de Thiago Ferreira e Ferréz, enquanto a tradução é de Jana Bianchi. Por se tratar de uma edição integral, que conta com “A Grande Farsa” e sua continuação, “O Iguana”, a HQ é uma robusta edição com mais de 200 páginas em papel offset de extrema qualidade, seguindo os moldes dos outros lançamentos do Comix Zone.

A HQ já está disponível em pré-venda pelo valor de capa de R$89,90, mas você pode garantir seus primeiros 30% de desconto logo de cara se pegar a sua agora! Clique AQUI e garanta a sua edição.

Confira abaixo a capa e uma sinopse pela própria editora:

A editora Comix Zone orgulhosamente publica, pela primeira vez no Brasil, A Grande Farsa, obra fundamental das historietas argentinas. Esta edição integral compreende A Grande Farsa e sua continuação, O Iguana. Três décadas após seu lançamento, a obra-prima de Carlos Trillo e Domingo Mandrafina segue mais atual do que nunca e continua a denunciar as ondas totalitárias que regularmente acometem os países latino-americanos. Em uma república das bananas não tão imaginária assim, um ditador sanguinário mantém uma relação incestuosa com sua sobrinha, que finge ser uma virgem milagrosa para toda a população. Por causa de uma chantagem envolvendo fotos comprometedoras, a falsa santa pede ajuda a um ex-policial alcoólatra para evitar o desenlace de um enorme escândalo. E todos esses personagens temem a presença do sádico Iguana, torturador oficial do regime ditatorial em vigor. A Grande Farsa é uma amostra da incrível riqueza gráfica de Domingo Mandrafina e das inigualáveis habilidades narrativas de Carlos Trillo que, em 1999, e com este trabalho, ganhou o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Quadrinhos de Angoulême, na França. A edição tem acabamento de luxo, com formato grande, capa dura com verniz localizado, lombada redonda e 224 páginas em preto e branco, impressas em papel offset de alta gramatura, além de um marcador de páginas exclusivo.

ChuNan News

ChuNan News

Perfil responsável pelas notícias e informações do mundo otaku no Brasil, Japão e resto do mundo! Não deixe de acompanhar nossas redes sociais para mais informações sobre o Chuva de Nanquim!

Related Post