Holy Avenger será republicado em volumes encadernados em 2012

A espera acabou. Podem comemorar: Holy Avenger está de volta.

E 2012 promete ser um grande ano para os quadrinhos aqui em nossa terra natal. Ao menos é o que os anúncios estão mostrando.

Holy Avenger, um dos mangás nacionais de maior visibilidade aqui e no mundo (sim, é até possível encontrar algumas “coisas” da série lá fora – vocês devem saber do que estou falando) ganhará uma republicação em formato especial pela editora Jambo – editora especializada em séries de RPG, livros-jogos, literatura e quadrinhos – em 2012. O anúncio foi feito no twitter e o relançamento pega carona na nova publicação da editora que aconteceu em 2011, Ledd (que você pode conferir mais clicando AQUI) e outro relançamento que aconteceu no ano passado, DBride Noiva Do Dragão. A editora também confirmou que os encadernados terão capas inéditas desenhadas pela autora Érica Awano.

Holy Avenger, de autoria de Marcelo Cassaro – que já apareceu em algumas histórias de Turma da Mônica Jovem – e desenhada por Érica Awano – que trabalha na versão HQ de Warcraft – , surgiu no final dos anos 90  na revista especializada em RPG, a Dragão Brasil, e perdurou até meados dos anos 2000 em diversas publicações. A série teve 42 edições com média de 30 páginas cada, 6 edições especiais (que contavam um prelúdio de Holy Avenger e que foi escrita por Petra Leão), um artbook, alguns spinoffs e uma série de 10 volumes chamada Holy Avenger Reloaded (uma espécie de “Director’s Cut” da série original). Em 2005, a série dava seus últimos suspiros, mas continuou inspirando, por exemplo, manuais para sistemas de RPG.

Para quem não conhece, Holy Avenger conta a história do maior ladrão de Arton, Leon Galtran, que tem uma enorme recompensa  por sua captura por ter acabado com o tesouro de Sckhar, o Rei dos Dragões Vermelhos. O pior acaba acontecendo e Leon acaba tendo sua esposa assassinada, mas consegue salvar seu filho Sandro, que cresce admirando as atividades de seu pai, que se aposentou por causa de sua perda. Mesmo assim, Sandro parte pelo mundo para ser um ladrão, mas é um atrapalhado de mão cheia, não chegando perto de seu pai. Porém Sandro acaba conhecendo Lisandra, uma druida (uma espécie de meio yokai) da ilha de Galrasia, e a partir desse momento suas vidas vão mudar radicalmente. Outros personagens aparecem no caminho e tornam o clima de Holy Avenger um dos mais agradáveis que já vimos em uma história de RPG.

Agora vamos esperar mais detalhes fornecidos pela Jambo e ver quando ocorrerá esse lançamento, de fato. Holy Avenger é um mangá 100% nacional, com uma história agradável e que te prende muito do começo ao fim. Os personagens são carismáticos e o traço, mesmo sendo da década passada, é extremamente bonito e bem feito. Vale a pena adquirir essa obra fantástica, com toda certeza.

Para os que “cresceram” lendo Holy, só posso terminar essa postagem com uma coisa a ser dita: Niele voltou!

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post