Mangás de Street Fighter e livro de Resident Evil pela NewPop

Mais 3 lançamentos anunciados para serem publicados algum ano.

Bem, como já havíamos falado, a NewPop continua na sua espreitada de divulgar novos títulos todos os dias durante essa semana. Dessa vez, mais 3 títulos foram anunciados ao lado de uma parceria com a Capcom, aquela mesma dos games. Mas ainda não foi dessa vez que tivemos títulos como Megaman. Pra falar a verdade, apenas 1 dos anúncios é realmente aproveitável (em minha opinião, mas eu sei que muita gente gosta disso de adaptação games-quadrinhos). Talvez possamos ter bons resultados dessa parceria, mas só o tempo vai dizer. Por enquanto, nos resta conhecer um pouco mais sobre os lançamentos.

O primeiro é o mangá Street Fighter Alpha, título de Masahiko Nakahira (do famoso Sadamitsu the Destroyer, publicado na Ultra Jump) de 2 volumes e adaptação do jogo de mesmo nome. O mangá é de 1995 e foi publicado na revista Gamest, especializada em… games. Nos Estados Unidos o mangá foi publicado em 2007. A história gira em torno de Ryu ainda jovem lutando contra o seu famoso “poder dark” que é tema também do jogo. Assim como na história linear, em Alpha seu objetivo é enfrentar mais uma vez a Shadaloo e o poderoso Bison.

A segunda novidade fica por conta de… Street Fighter. É, mais um mangá inspirado na franquia e pode ser chamado de “spinoff do fanservice” da série. Ele se chama Street Fighter: Sakura Ganbaru! e o título mais uma vez fica por conta de Masahiko Nakahira e também foi publicado em 2 volumes. Nos Estados Unidos o título foi publicado pela VIZ e conta a história da energética Sakura e sua saia curta em busca de Ryu para que ele se torne seu mestre. Na história ela contará com a ajuda de outra quotas de fanservice com Chun-Li e Cammy, além de outros personagens consagrados da série. Resumindo, é o título passável da franquia.

Pra finalizar, um “não-mangá”. Trata-se do livro Resident Evil chamado de Umbrella Conspiracy de autoria de S.D. Perry, o primeiro de uma série de novels da franquia. Ainda não sabemos se a NewPop publicará todos os livros, mas um é independente do outro portanto tudo dependerá do sucesso das vendas. Por enquanto só o primeiro está confirmado. A história é mais do mesmo do primeiro jogo: zumbis surgem, personagens do game aparecem, acontecem as lutas e assim caminhamos nossas vidas.

Segundo a editora, todos os lançamentos chegarão ainda esse ano, o que eu não sei se acredito ou não. Até tento dar um crédito para a editora mas não sei se o devo fazer. O fato é que eu continuo afirmando que preferia que ao invés de fazer tantos anúncios juntos, primeiro a NewPop se preocupasse com normalizar suas publicações como K-On! ou Hetalia.

Não sei se a editora está fazendo o marketing certo, só sei que estão fazendo muito suspense para no fim da semana anunciarem Gate 7 (que todo mundo já sabe) e mais mangás do Clamp. E uma ou outra coisa que deve ser interessante, só aguardando pra ver. Bons títulos a NewPop tem. Que venderão também não duvido. Mas esperamos, de verdade, que o relacionamento com o cliente e essa péssima mania de “anunciar e deixar pra lá” pare de uma vez.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post