Ranking Oricon de vendas de mangás: 28 de Maio a 3 de Junho

Ranking da semana com somente 2 estreantes e de shoujo’s dominando.

E cá estou eu mais atrasado do que de costume. Mas dessa vez novamente eu tive alguns problemas pessoais e acabaram me impossibilitando de fazer a postagem. Isso sem falar em algumas novidades que estão sendo preparadas para vocês. Mas chega de papo e vamos para o ranking bem “simples” dessa semana.

E como eu disse ao começar o post, um ranking bem “fraquinho”. Apenas 2 lançamentos entre os 10 primeiros e sem grandes alardes. Quase todos abaixo dos 50 mil nas vendagens semanais e poucas foram as exceções de estreias de peso.

Pra começar, temos Kuroshitsuji novamente na primeira colocação. E ele se destaca muito bem. Conseguiu vender mais do que na semana passada com seu volume 14. Com cerca de 250 mil unidades ele soma quase 415 mil edições vendidas no total. Um número super alto para uma série da GFantasy, por sinal. Estou realmente no aguardo do lançamento da série pela Panini e acredito que ela terá um ótimo retorno com esse mangá. Isso sem falar que, como já disse na semana passada, mesmo sendo um shounen, Kuroshitsuji tem muitos elementos que acabam agradando a galera fã do “fujoshismo” e seus toques de shounen-ai aqui e acolá. Mesmo assim, muitas das séries desse estilo acabam passando despercebidas por muitos por culpa de um leve “preconceito”. Espero que o mordomo não encontre essa resistência aqui.

Em segundo lugar – e também o único ao lado de Kuroshitsuji que conseguiu passar das 100 mil unidades vendidas – temos o volume 15 e final de Kyou Koi o Hajimemasu, que já estava na semana passada ocupando a terceira colocação. O mangá conseguiu alcançar a marca de 130 mil edições vendidas nessa semana, totalizando já 281 mil mangás. Muito provavelmente ainda veremos esse título alcançar as 400 mil unidades antes de “desaparecer” do ranking. Vale lembrar que Kyou Koi wo Hajimemasu está entre as séries que mais venderam no primeiro semestre, principalmente devido ao seu live action e o famoso “hype” em cima do mesmo. Como já falei, talvez 15 volumes fosse um bom número de edições para uma editora nacional. Quer saber mais? Leia nosso review AQUI.

O primeiro estreante da semana se chama I am a Hero, um mangá sensacional de Hanazawa Kengo e atualmente em publicação na revista Big Comic Spirits. O título é um misto de personagem que só se “ferra” com um mundo em período apocalíptico, e que com certeza vai te prender muito na leitura. O começo é meio “confuso”, aparentando uma coisa e se mostrando outra. Surpreendente. Enfim, o mangá consegue vender 93 mil em sua primeira semana do volume 9 e podemos considerar uma boa marca para uma série de uma revista que não costuma conseguir essas vendagens. Leitura recomendada, porém ainda em publicação, então se viciarem não venham nos culpar pela falta de capítulos posteriormente, ouviram?

Ocupando a quarta colocação, mais uma vez temos o volume 16 de Kimi ni Todoke para a alegria dos fãs de shoujo – que dominaram amplamente as primeiras colocações. O mangá de Sawako e companhia passou raspando na marca de 1 milhão de unidades vendidas nessa primeira semana de Junho. O volume 16 vendeu mais 67 mil e já soma um total de 985 mil unidades.  Realmente, não restam dúvidas que esse mangá é mais do que um sucesso no gênero e esses números apenas complementam as informações que “temos”. Apesar de alguns não se identificarem com o clima “meloso” do título, Kimi ni Todoke conseguiu conquistar uma nova leva de leitores que estava órfã há muito tempo. Isso sem falar na bela divulgação do título, que claro, ajudou muito.

Em quinto, uma surpresa agradável para a semana. O mangá de “Kinou Nani Tabeta?” se manteve entre os mais vendidos e com mais 63 mil unidades do seu volume 6, já soma um total de quase 220 mil. Realmente um número que comprova a influência da autora Yoshinaga Fumi nesse gênero de mangás com a temática homossexual. E vale dizer que todos os títulos dela tem uma leitura extremamente cativante e de fácil entendimento, sendo um bom passo para aqueles que pensam em “começar a ler algo” do gênero. Com certeza Nani Tabeta já está em minha lista de futuras leituras pra descobrir se ela conseguiu manter esse clima que ela administra com tanta maestria. Será que vemos esse título no Top 30 na próxima semana? Talvez.

Olha, em sexto temos One Piece (que já soma mais de 2,955 milhões de mangás vendidos) e por esse motivo eu não vou comentar esse mangá. Não tem mais o que falar. Finjam que ele não existe e vamos direto para o sétimo colocado.

Mais um shoujo chegando na sétima colocação. Agora é a vez de Switch Girl!! que chega com seu volume 19 vendendo mais 50 mil unidades e somando 105 mil. Isso mesmo, é a segunda semana do título na lista, mas na anterior ele não conseguiu entrar no Top 10 e por esse motivo ficou de fora do ranking. De qualquer modo, é um título que vende “bem” e que melhorou ainda mais sua “fama” devido a adaptação live action que recebeu recentemente (digamos que para muitos shoujos, é muito mais comum uma adaptação em formato “dorama” do que um anime). Para os interessados no mangá, ele sai nos Estados Unidos e é mais uma daqueles mangás de uma protagonista com dupla personalidade rusticamente falando.

Em oitavo, preciso falar que temos mais um shoujo. Esse aqui com um título mais complicadinho – Bokutachi wa Shitteshimatta – que está aparecendo com seu volume 14, o último da série. Ele também é um título que vendeu razoavelmente bem, e assim como Switch Girl, é sua segunda semana no ranking pelo mesmo motivo do anterior. Seu volume atual conseguiu vender quase 50 mil unidades, somando quase 100 mil unidades. Assim como comentei em I Am a Hero, Bokutachi também vende muito bem para um título da revista Cheese, que não é das mais comentadas por essas bandas. Se continuasse nesse ritmo e tivesse mais volumes, conseguiria vender mais do que o próprio Switch Girl, por exemplo.

Fechando a lista de shoujos da lista, o nono colocado é de um mangá que eu gosto muito: Mei-chan no Shitsuji. O título da jovem e de seus mordomos (não tem nada de Kuroshitsuji) já está em seu volume 18, e confesso que cheguei a pensar que esse mangá pudesse ser publicado por aqui há alguns tempos atrás, hoje já duvido muito. De qualquer maneira, também em sua segunda semana, Mei-chan consegue vender mais 45 mil unidades e já soma quase 100 mil na vendagem total. Apesar de gostar muito do mangá, acredito que ele vende menos do que poderia vender, principalmente para um mangá que já teve adaptações live action. Talvez a receita da série funcionasse melhor no formato anime, mas hoje com tantos volumes é extremamente improvável.

Pra fechar o top 10, o queridinho do povo (ou não). Estreia do volume 40 (!!!) de Pokémon Adventures, também conhecido como Pokémon Special e que teve um review publicado AQUI mostrando a enorme diferença dessa série para o anime que conhecemos. O título consegue vender em sua primeira semana quase 45 mil unidades – e sim, é o segundo título que estreia nesse Top 10 de hoje, pra vocês terem uma noção. O mangá vende bem nos EUA também e até chegou a ser anunciado pela Conrad lá nos primórdios, mas ficou só no papel e nunca deu as caras. Ainda acho que alguma editora daqui poderia investir no mangá (ele tem uma grande cara de mangá da JBC), afinal Pokémon é sempre Pokémon. Não custa sonhar, não é mesmo?

Como perceberam, semana sem muito para acrescentar para vocês. Temos nas outras colocações algumas séries importantes como a edição definitiva de Master Keaton, mais um volume de Futari H, Naruto passando da marca de 1,1 mihões e o volume 2 de Brave 10 S (continuação do mangá de Brave 10 publicado aqui pela Panini) vendendo horrorosamente bem. Vamos esperar para ver os resultados dessa semana para compararmos. Enquanto isso, até o próximo ranking.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Whatever

    Pokémon Adventures é muito bom. Tomara que tragam pro Brasil um dia.

  • Rafa

    Nada de Bleach O.O? Quando sai o próximo ranking?

    • Cassio

      No proximo ranking Bleach ira aparecer…

  • Rayovac

    nossa nada de mais mesmo, bem parado essa semana xDD

  • Carol

    Kuroshitsuji vendendo bem! Agora é esperar o seu lançamento por aqui *-*
    E gostaria muito de ver Kyou Koi o Hajimemasu aqui no Brasil algum dia!

  • eu gostaria muito esse manga do pokemon por aqui!!
    alguem sabe se já lançou o volume 4 de kingdom hearts 358/2 days (estou colecionando os titulos da série)

  • se pokemon viesse para o brasil, eu veria otaku por toda cidade lendo.

  • Ranking dessa semana dominado por shoujos. Pokémon Adventures pegando a décima posição, gostei de ver, é um mangá que traz o universo dos monstrinhos de uma maneira muito mais madura que o animê. Não sabia que fazia tanto sucesso lá na terra do sol nascente.

    No mais, acho que vale observar aquela décima quinta posição: Nozoki Ana. Um mangá que dificilmente será publicado nacionalmente. Mas, se temos as bizarrices de Futari H por aqui, que mal custa sonhar um pouquinho com Nozoki Ana?

  • NOZOKI ANAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! *————————————-*

  • Makoto Taichi

    Switch Girl não sai nos EUA e sim, na Alemanha (editora Tokyopop) e na França (editora Delcourt).