Semanada #33 – Naruto #589 e Bleach #495

A volta dos que não foram.

Ooooooooooi gente! Será que ainda se lembram de mim? Bem, não importa. XD Aqui estou eu de novo a pedido do Dih, trazendo o Semanada de Naruto 589 e Bleach 495 pra vocês! Aos desavisados, eu não leio One Piece, o que explica a falta dele aqui. Perdoem essa pobre alma que ainda não encontrou salvação. 😛

Não estou 100% pra escrever esse texto (problemas mensais femininos, conhecem?), então perdoem desde já alguma pataquada que eu escreva aqui, sim? ‘^^

Naruto #589

A liberação do Edo Tensei!

O título do capítulo em si já é um baita spoiler. Mas vamos começar por outra coisa tão interessante quanto, que é… o surgimento do Susanoo perfeito! Parece que o Madara não está brincando…

Tsunade está impressionada (“É enorme…” – calma, não é nada disso que vocês estão pensando!), se perguntando se seu avô realmente lutou com aquilo e Oonoki está assustado, enquanto Madara estabiliza o chakra do monstrengo gigante. Ele diz que apenas Hashirama poderia pará-lo e demonstra o poder do Susanoo completo… cortando as montanhas ao redor como se fossem feitas de manteiga! Madara dá uma sacaneada básica em Oonoki, chamando-o de criança, mas o Tsuchikage não esmorece, dizendo que eles não irão se perder do caminho. E Madara nem liga, afirmando que o Susanoo irá fazer esse caminho e os cinco kages em pedaços. Ou seja, ele resume as ameaças dos “mocinhos” com um “observe eu não me importar”.

A narração muda para Itachi controlando Kabuto – ou o que restou dele depois daquelas mutações bizarras – e fazendo-o executar selos que servirão para liberar o Edo Tensei. Sasuke, diferente de suas inflamadas reações anteriores, tem um olhar sereno e triste para o irmão. Ele então explica porque seguiu Itachi até ali e que quando está junto dele, se lembra do passado junto ao irmão que amava. – Pausa para uma lágrima feminina aqui, esse Sasuke calmo e entristecido acaba comigo, snif – E Sasuke diz que por isso o ódio dele por Konoha só cresce, pela vila ter feito Itachi, seu querido irmão mais velho, sofrer. E mesmo que ele esteja fazendo tudo para proteger Konoha até agora, Sasuke irá destruí-la, não importa o que Itachi diga.

Só que Itachi não diz nada…

E Sasuke se despede com um doído “adeus… irmão…”, enquanto os selos de liberação do Edo Tensei são completados. Em todos os campos de batalha, os edos começam a se desfazer em raios de luz (que poético), inclusive os jinchuurikis, o que faz Naruto reaparecer nas páginas do mangá, nem que seja para agradecer Itachi – e o galego nem imagina que Sasuke está lá junto com o irmão… Itachi, mesmo se desfazendo, caminha em direção à Sasuke, dizendo “ainda posso fazer…” e a frase de encerramento do capítulo diz “A luz que indica o começo do fim ilumina o campo de batalha”.

Eu sinceramente fiquei tocada com esse Sasuke que falou tranquilamente com o irmão, ainda que de forma muito dolorida… e com raiva no coração, que quer destruir Konoha por ter feito Itachi sofrer tanto. Mas compartilhando da maioria da opinião das pessoas, achei estranho Itachi não falar absolutamente NADA. Seja para deixar o resto na mão do Naruto, seja por se achar indigno de dizer algo ao irmão depois de tudo. Porém, ainda acho que alguma coisa vai acontecer no próximo capítulo (que não será semana que vem, para nooooooooosso desespero!!!), afinal, Itachi está caminhando em direção à Sasuke.

Será pra dar mais uma cutucada na testa? Como vi falarem por aí, Itachi, o pioneiro das cutucadas, antes mesmo do Facebook! XD Ou será pra transmitir algum poder? Tem gente que aposta nisso… eu acredito mais em alguma cena emocionante, que de preferência faça o Sasuke chorar (e os leitores também :3)

Além disso, a frase final do capítulo deixou a mim e várias pessoas com pulgas atrás da orelha. “A luz que indica o começo do fim…”; será realmente o começo do fim do mangá? Ou o começo do fim da batalha? Bem, Kishimoto está anunciando o fim do mangá, a reta final, há tempos, não seria nada surpreendente que a história terminasse ainda esse ano ou no máximo ano que vem. Mas falo isso pensando com a cabeça, não com o coração, porque só de pensar nisso me sinto… órfã! T.T Desculpem, sou muito fã da série e odiadores odiarão u.u

Mas voltando ao assunto, apesar de achar que Naruto pode acabar sim, “rapidamente”, acredito que Kishimoto ainda será impelido a enrolar um pouco mais, esticar mais a história. Perder Naruto e ter apenas One Piece como carro-chefe da revista (Hunter x Hunter seria uma boa pedida se o Togashi não vivesse de férias)… a Jump deve estar em pânico! Que Toriko consiga aguentar a bronca!

Enfim, são apenas devaneios mentais. Não percam seu tempo se estressando com isso, rs.

Bleach #495

Bleeding Guitar Blues

Logo de cara, temos estatísticas de mortos em algumas regiões da Soul Society. Em bom português, o bicho tá pegando feio!

E somos apresentados ao obscuro tenente da 3º divisão, Izuru, que está prestes a enfrentar um dos Stern Ritters, NaNaNa Najahkoop… pausa estratégica pra comentar esses nomes, que parecem espirros do Kubo traduzidos para nomes de quincies… isso é o que dá ficar se exercitando com aquelas bolas de pilates e depois ir escrever mangá, tio Kubo. 😛 (se não sabem do que estou falando, procurem pelos fóruns de Bleach e vocês acharão fotos “comprometedoras” do nosso mangaká favorito – ao menos favorito pra ser sacaneado. XD)

Outro Stern Ritter está causando uma enorme matança, usando um estranho poder de espinhos de luz que faz com que os atingidos continuem gritando mesmo depois de mortos. O ataque continua implacável, enquanto os membros das divisões continuam sendo mortos como baratas. E eis que finalmente surge… Renji! Uou, já não era sem tempo, achei que eles tinham ganho aposentadoria por invalidez!

Em outro lugar, Komamura é o escolhido para dar conta de uma Stern Ritter que parece uma garotinha (e ela responde à altura dizendo que Komamura é um cachorrinho, desculpem, mas eu ri ‘^^). Aos poucos vão aparecendo Hisagi, Shunsui, Soi Fon, Ukitake, Hitsugaya… e a cena volta para Renji, que está passando maus bocados para lutar contra o quincy. Seu ataques não funcionam e o tal quincy é muito mais rápido que o tenente. E quando achávamos que Renji estava a um passo de virar patê… Byakuya surge cheio de estilo, não apenas para ajudar, mas para dizer que os invasores são inimigos e que Renji deve esmagá-los com todo o seu poder. Falar é fácil, Byby…

Não tivermos sinal de Ichigo nesse capítulo. Mas também, até ele estava em maus lençóis enfrentando um dos quincies. Para mim essa saga de Bleach vai acabar virando um festival de poderes dragonballzísticos pra todos os lados, já que esses quincies parecem ser invencíveis. Ou pode ser que o grande herói da saga seja o Ishida, e que ele salve a todos no final – seria algo que eu esperaria do Kubo, aquele troll. Mas por enquanto, acho difícil pensar em algo concreto, já que agora que as lutas começaram de verdade…

Fico por aqui essa semana, vou tomar outro analgésico e descansar um pouco. Espero que tenham gostado e até a próxima, se for necessário! o/

por Raquel

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post