Ranking Oricon de vendas de mangás: 28 de abril a 4 de maio

headeroricon0805Kuroko no Basket e Assassination Classroom comandam a lista nessa semana.

E cá estamos nós tentando voltar com as postagens do ranking da Oricon devido ao enorme número de pedidos da mesma. Não vou prometer que ela acontecerá todas as semanas, mas farei o possível para isso. Da mesma forma que o formato da coluna também mudará um pouquinho como vocês perceberão no decorrer do post. A novidade fica por conta da lista que agora apresenta os 50 primeiros mais vendidos. Agora chega de papo pois essa semana teve muito Jump e alguns shoujos chegando ao seu final.

oricon0805O ranking já mostra que em semana de Shounen Jump a lista é infestada pelos mesmos. Dos 10 primeiros colocados, 6 são publicados na revista.

kuroko22Kuroko no Basket se mostra como uma verdadeira força e vende mais de 400 mil unidades nessa primeira semana (vale lembrar que pela primeira vez o mangá teve uma tiragem de 800 mil unidades, maior do que de Bleach, por exemplo). Assassination Classroom é outro que se firma como a maior surpresa da revista dos últimos anos, vendendo quase 400 mil em apenas uma semana e somente com 4 volumes. É um monstro. Imagina se tiver anime um dia? Toriko já passa as vendas de Gintama, mas ambos conseguem um bom número. Haikyuu é outro novato que vai bem, obrigado, e Beelzebub corre por fora vendendo o suficiente para ficar no Top 10. Ainda sobre a Jump, PSI consegue bater quase 60 mil unidades, Naruto não passa do 1 milhão (mesmo depois de 5 semanas no ranking) e One Piece chega na décima semana (décima!).

aohh7Muitos shoujos também marcam a lista, com destaque para Aoharaido vendendo quase 400 mil unidades em apenas 2 semanas de publicação com seu volume 7 – outro que se ganhar anime vai chegar em “nível Kimi ni Todoke” de vendas. O penúltimo volume de Vampire Knight decepciona e vende apenas 60 mil, ficando de fora do top 10 e confirmando a queda de popularidade do mangá no Japão. O volume final de Black Bird passa das 100 mil unidades na segunda semana. Outros shoujos de destaque na lista são Mairunovich (quase 100 mil também em duas semanas) e o volume 11 do divertido Usotsuki Lily. Já Miseinen Dakedo Kodomo Ja Nai é a nova obra da autora de Kyou, Koi Wo Hajimemasu e já mostra que o nome da mesma carrega força: Quase 100 mil cópias em duas semanas com apenas um volume.

shingeki 10Outro destaque da lista é a presença novamente de mais 10 volumes de Shingeki no Kyojin, incluindo o volume 10 que continua no top 10 depois de 4 semanas. Se levarmos em conta que os 10 volumes vendem em média 60 mil unidades por volume, em uma semana Shingeki no Kyojin vende mais de 600 mil mangás, dando uma estimativa de no mínimo 2 milhões e 400 mil unidades vendidas nas últimas 4 semanas de vendas! Um número absurdo que comprova o sucesso do mangá no Japão e a influência do mesmo nas vendas do título. Com certeza a Jump não devem estar muito feliz com isso.

Um outro destaque é o mangá Sakamoto Desu-Ga. O título passou das 500 mil unidades apenas no seu primeiro volume! Um autor novato vendendo em uma editora “menor” e com um mangá de comédia escolar que tem um toque “diferente”. No mínimo curioso para conferir a obra nas locadoras da internet. De resto, temos o último volume do mangá de Ano Hana (apenas 40 mil unidades vendidas), Fairy Tail, Detective Conan e Silver Spoon em suas terceiras semanas de ranking e claro, Vagabond, que em sua segunda semana continua no Top 10 de vendas e nos deixa com saudades do mangá por aqui. Ookiku Furikabutte – mangá de baseball – é o outro que fecha as dez primeiras colocações.

Pra fechar as observações, apenas 8 dos 50 primeiros colocados estão sendo publicados no Brasil. O número deve aumentar em breve (duvido muito que Shingeki no Kyojin não apareça aqui, por exemplo).

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post