Checklist – JBC: Abril de 2015

Check Abril JBCMuitos lançamentos, despedidas e hiatos na JBC em abril!

Mês muito agitado na editora JBC! São 4 mangás começando, sendo eles Zero Eterno, Sailor Moon Short Stories, Enigma e Steins;Gate; mas são 4 mangás acabando ou entrando em hiato – Love in the Hell, Ageha, Super Onze e Lost Canvas Gaiden. Isso até explica o grande número de anúncios da JBC até agora. Seus 20 anúncios são também necessários para preencher os checklists, que ficariam vazios sem os mesmos. Nos próximos meses ainda teremos os finais de Green Blood e Love Hina, além dos hiatos de BTOOOM e Freezing novamente – ao menos Fairy Tail deve reaparecer logo, logo. Claro que as maiores expectativas estão para os lançamentos de Ghost in the Shell e Akira, mas a JBC também não deixa seu público de banca órfão até então.

checklist demografia abril jbcJá ouvi muito “A JBC está virando a nova Conrad?”. Claro que é só uma piadinha, mas é engraçado ver que pela primeira vez o número de mangás seinen e shounen se equiparam. E deve manter-se bem próximos ainda nos próximos meses, afinal ainda temos Chobits, Eden e outros por vir. Super Onze é o único kodomo e sairá da lista no próximo mês. Já os shoujo são representados somente por Sailor Moon, e os fãs ficam no aguardo de Vitamin e Wish.

Ao todo, são 16 títulos que você confere nesse checklist. Prepare as canetas e vamos para a lista.


Zero_Eterno_01ZERO ETERNO #1

Autor: Hyakuta Naoki e Sumoto Souichi
Demografia: Seinen (Manga Action)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 5 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 208 páginas
Preço: 23,50
LANÇAMENTO

Em abril temos o lançamento de um dos 20 títulos já anunciados pela editora em 2015, mas desta vez é um lançamento para livrarias e lojas especializadas, com orelhas e mais caro que a linha normal da editora. Zero Eterno é a adaptação em quadrinhos do livro de mesmo nome que se tornou um fenômeno editorial no mercado japonês, tendo, só em 2013, vendido mais de 3 milhões de cópia, e ganhado adaptações para cinema e minissérie de televisão. O mangá retrata a história e o passado de quem viveu uma época de guerra através do ponto de vista de Kentaro Saeki, que nunca esteve em uma, mas, que na busca de algo que fizesse seu “motor ligar”, começa a ajudar sua irmã na busca sobre Kyuzo Miyabe, um piloto de caça que morreu em uma missão pela Tokkotai 60 anos atrás, o seu verdadeiro avô.


Sailor_Moon_Short_Stories_01SAILOR MOON SHORT STORIES #1

Autor: Naoko Takeuchi
Demografia: Shoujo (Nakayoshi)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 2 volumes
Formato: 12 x 18 cm, 240 páginas
Preço: R$ 16,50
LANÇAMENTO

A longa saga da publicação de Sailor Moon não acabou no mês passado, mas a JBC está fazendo valer a pena toda a insistência de 14 anos para publicar o título trazendo agora os spin-off da série. Short Stories traz um compilado de 10 histórias curtas divididas em 2 volumes, com temas  variados, de humor, relacionamentos, estudos, realidade paralela entre outros. Quando foi anunciado o título Sailor Moon acreditava que Sailor V seria o título lançado logo na sequência do fim da série, particularmente aguardava mais Sailor V que a série principal, mas foi uma grata surpresa esse anúncio no Natal do ano passado e agora chegou a hora de conferir.


Enigma_01ENIGMA #1

Autor: Sakaki Kenji
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 7 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 12,90
LANÇAMENTO

Enigma é mais um dos lançamentos da editora, que continua a linha de supense e mistério com título como Doubt, Jogo do Rei e Diário do Futuro. Da autora Kenji Sakaki e publicado entre 2010 e 2011 na revista Shonen Jump, Enigma conta a história de Sumio Haiba, um colegial com um talento único, o de escrever previsões do futuro próximo durante o sono no diário dos sonhos. Mas ele não é o único com um talento único, outras seis pessoas também possuem habilidades especiais e todas as setes, por possuírem tais habilidade, acabam raptadas e confinadas em um colégio por uma existência que se autointitula “Enigma”. Em um jogo de pistas e senhas espalhadas pelo colégio eles se escondem de entidades intituladas Shadows enquanto tentam escapar de lá.


Steins GateSTEINS;GATE #1

Autor: Sarachi Yomi, 5pb. e Nitroplus
Demografia: Seinen (Media Factory)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 3 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 13,90
LANÇAMENTO

Oficialmente não está no checklist da editora, mas no calendário de anúncios da editora Steins;Gate é o quarto lançamento da editora no mês de abril. Este curto mangá de 3 volumes de autoria de Yomi Sarachi adapta o jogo homônimo de sucesso da 5pn. e da Nitroplus. A renomada franquia de ficção científica dotada de uma comédia inteligente com muitas referências à cultura pop japonesa é altamente renomada e recomendada para quem gosta do gênero e uma rica porta de entrada para aqueles que querem adentrar neste mundo. Este é apenas um dos títulos da franquia, possuindo vários spinoffs e versões alternativas da história, se tiver uma boa recepção isso poderia motivar a editora a trazer mais títulos dela. É o lançamento que mais aguardo em abril, espero ver uma boa resposta para torcer por mais títulos da franquia no país.


Love_in_the_hell_03LOVE IN THE HELL #3

Autor: Suzumaru Reiji
Demografia: Seinen (Comic High!)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 3 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 12,90
EDIÇÃO FINAL

Temos mais um título terminando na editora, outra de poucos volumes, desta vez apenas 3. Love in the Hell é um título que tem um ritmo diferente para um plot que é explorado em muitos títulos, só que neste o protagonista continua morto e passa a ter uma “vida” no inferno, sendo torturado e trabalhando para expiar seus pecados, embora ele não faça ideia de quais sejam.


Ageha 2 AGEHA #2

Autor: Rikudo Koshi
Demografia: Seinen (Young King Ours)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 2 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 14,50
EDIÇÃO FINAL

Ageha é mais um dos títulos que terminam este mês da editora. Um título curto, o que tem sido muito presente na editora, e que traz uma história que não chamou a atenção, mas gosto das capas, acho uma arte honesta, só não me interessei em comprar. O mangá conta a história de Tateha que busca consumar sua relação com sua namorada Ageha, mas ele acaba por entrar em experimento onde acabar por reviver sua história em diversas realidades absurdas colocando em jogo a realidade que conhece.


Super_Onze_33SUPER ONZE 33 / SUPER ONZE 34

Autor: Yabuno Tenya
Demografia: Kodomo (Corocoro Comic)
Periodicidade: Quinzenal – 34 volumes no Brasil.
Concluído com 10 volumes no Japão.
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 78 páginas
Preço: R$ 5,90
EDIÇÃO FINAL

Depois de 34 edições, chega ao fim o mangá de Super Onze no Brasil. Resta saber se o “teste” do formato da JBC foi válido e se ele será adotado em outras publicações (egoísmo a parte, espero que não – queria muito adquirir Super Onze e não o fiz por causa de seu formato). Vamos ver também se o mangá será lançado futuramente em uma edição tanko comum, com seus 10 volumes fechados, como no Japão. Por ora, é o fim do mangá de futebol por aqui.


CDZ_Lost_Canvas_Gaiden_12SAINT SEIYA – THE LOST CANVAS GAIDEN 12

Autor: Teshirogi Shiori e Masami Kurumada
Demografia: Shounen (Shounen Champion)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 12 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 13,90
ENTRANDO EM HIATO

Mais um volume de Gaiden sendo lançado, agora com a história da outra face de gêmeos, é a vez de Aspros de Gêmeos ter sua história contada, já que seu irmão “maligno” Defteros marcou presença no volume anterior. No Brasil Cavaleiros do Zodíaco tem cheiro de sucesso sempre, e em quando falamos de mangá Lost Canvas parece até maior, tendo sido quase tão longo quanto a série original, mas retratando apenas a saga de Hades do passado, e com spinoffs dos cavaleiros que mais cativaram do mangá. O sucesso é bom de se ver, mas aquele que tenta comprar os primeiros volumes dos Gaiden tem um enorme trabalho, será que algum dia teremos a reimpressão de alguns? O provável último volume será de Shion de Áries, aquele que se tornou o Grande Mestre ao final da Guerra Santa anterior, será que este volume trará conexões com a saga clássica? E o que será que a editora trará dos guerreiros da esperança na sequência? Espero muito ver Saintia Shô por aqui, muito mais do Episódio G – Assassin.


The_seven_deadly_sins_02THE SEVEN DEADLY SINS #2

Autor: Suzuki Nakaba
Demografia: Shounen (Shounen Magazine)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 13 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 12,90

A busca pelos sete pecados continua em abril neste shounen que parece ser uma das apostas da editora para suprir os outros títulos da mesma demografia estão com menos volumes por ano, já que alcançaram o Japão. Quantas pessoas será que estão acompanhando o título? Espero ver bons resultados para a obra, é um dos atuais hits no Japão e ver este sucesso aqui também será bom para o mercado nacional. Para quem ainda não pode conferir o mangá não deixe de conferir nosso review.


Green_Blood_04GREEN BLOOD 4

Autor: Kakisaki Masamuni
Demografia: Seinen (Young Magazine)
Periodicidade: Mensal – Completo no Japão com 5 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas
Preço: R$ 14,50

Green Blood é um título que foi lançado em banca somente em janeiro, mas que já estava disponível na CCXP 2014 e em lojas especializadas em dezembro. Trata-se de um título curto de 5 volumes, mas que vale cada centavo investido. Com uma arte ricamente detalhada e um roteiro muito bem trabalhado, que explora muito bem uma temática diferente dos títulos que são publicados no Brasil, trazendo a época da colonização irlandesa em Nova York e a conquista do oeste americano. Algumas lojas especializadas inclusive já receberam o volume 5, o último da saga dos irmãos Burns, que deve chegar no mês que vem às bancas.


Freezing_26FREEZING 25

Autor: Lim Dall-Young e Kim Kwang-Hyun
Demografia: Seinen (Comic Valkyrie)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 27 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 13,90

Freezing volta a marcar presença depois de um breve hiato, o número 25 saiu em janeiro, e o tempo de espera para o 27 acredito que será semelhante, a dupla de coreanos continua mandando muito bem. Quem poderia estar mandando melhor com o título é a JBC, que nesse tempo de hiatos poderia trazer os spinoffs da série, First Chronicle, de volume único; Pair Love Stories, concluído em 3 volumes; ou o  Zero, atualmente com 8 volumes, os dois primeiros inclusive se encaixariam no ritmo de publicação da editora, de títulos fechados com poucos volumes.


LOVE HINA 13

Autor: Ken Akamatsu
Demografia: Shounen (Shounen Magazine)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 14 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 14,50

Love Hina é a grande questão de lançamentos da editora, porque ninguém sabe ao certo quando sai. Oficialmente ele não está no checklist de abril da editora, mas em todas as redes sociais a editora divulga que está trabalhando no título e ele deve chegar no final de abril ou começo de maio, só que se o material não foi para a gráfica ainda acredito que chegará só em maio mesmo. Tem sido uma verdadeira decepção o modo como a editora está tratando o título, sim pode ter o vídeo que eles explicam que o título dá trabalho, seja no acerto dos desenhos quanto do texto, mas no mesmo tempo vemos títulos que também são relançamentos saírem sem esse tempo todo de espera. Love Hina não está fazendo jus ao que se paga e ao padrão dos relançamentos da editora, tendo erros bobos de revisão, a ponto de querer jogar o relançamento todo fora e manter a edição meio-tanko na coleção. Para um título que gosto tanto e um bom padrão de relançamentos está sendo difícil, no momento só o que espero é que o título termine ainda em 2015.


Zetsuen_03ZETSUEN NO TEMPEST 3

Autor: Saizaki Ren, Sano Arihide e Shirodaira Kyou
Demografia: Shounen (Shounen GanGan)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 12 x 18 cm, 220 páginas
Preço: R$ 14,50

A “obra inspirada em Shakespeare” chega ao seu terceiro volume nesse mês. Zetsuen é um mangá bom, mas que particularmente acho que demora muito para engrenar. Tirando algumas outras observações que você vai fazendo no decorrer da leitura que faz a obra parecer ainda mais lenta. Mesmo assim, é uma boa opção para quem busca um shounen um pouco diferente do habitual. Além disso, o fato de já estar concluído no Japão pode atrair mais os curiosos para a obra.


BTOOOM 15

Autor: Inoue Junya
Demografia: Seinen (Comic @ Bunch)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 16 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 180 páginas
Preço: R$ 12,90

BTOOOM é mais um título da editora preste a alcançar o Japão e entrar em hiato, mas como encontra-se na sua reta final não deve demorar muito mais tempo. O título não é aquele que sempre compro, prefiro deixar acumular e ir comprando em blocos aproveitando promoções, mas a receptividade parece estar boa para o título, acredito ter sido lançado na época certa para aproveitar o boom do anime. O que me incomoda nele atualmente é a capa, nos primeiros volumes achava mais bonita.


Yu Yu Hakusho 7YU YU HAKUSHO 7

Autor: Yoshihiro Togashi
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 19 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 14,90

Uma bela (e bota bela nisso) capa de Yu Yu Hakusho – e que ao mesmo tempo deixou todos os fãs da série de cabelo em pé. Primeiro porque as outras possuíam capa branca e essa é a primeira com a capa escura. Segundo a editora, a imagem favorecia uma capa dessa forma. Até aí, acho bem válido a justificativa (apesar da capa do volume 6 ter ficado horrível). A grande pergunta é: e a lombada? Manterão branca como as outras? A editora ainda não se pronunciou. Esperamos que não aconteça o mesmo que houve com lombadas de Soul Eater e Blue Exorcist – a primeira faltando o nome do autor, e a segunda com uma cor diferente da original (preto no lugar do branco) deixando a coleção bem… feia.


Magi_10MAGI 10

Autor: Shinobu Ohtaka
Demografia: Shounen (Shounen Sunday)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 25 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 196 páginas
Preço: R$ 12,90

Também não precisamos falar de como são belas todas as capas de Magi. Chegamos ao seu décimo volume, e com reclamações de adaptações aqui e acolá, no fim o título continua caminhando para o seu primeiro ano de publicação. A JBC deixou bem claro que optou por um tipo de adaptação e seguirá por esse caminho, mesmo parte dos fãs expressando sua insatisfação. No fim, rola um empasse entre as duas partes. Nenhuma das duas quer ouvir e nenhuma das duas quer mudar. Sabe o que isso significa? Nem eu. No fim, quem não está reclamando continua comprando um título extremamente divertido e acompanhando as aventuras de Alladin e companhia.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Isadora

    Só corrigindo, o preço de steins; gate ja saiu é 12,90

    • Isadora

      E o formato 13,5 x 20,5 😛
      ótimo checklist, valeuu <3

      • Isadora

        13,90**

  • Cristinaaaaa

    Levo steins; gate, magi (fase 2), yuyu hakusho, nanatsu talvez eu pegue depois… Sinto que há uma boa história por vir mas o dinheiro ta curto e prefiro investir nos melhores. Esperar o preço abaixar um pouco pra comprar zero eterno ;-;

    • Acho difícil Zero Eterno ficar mais barato, talvez quando acabar e acontecer promoção de lojas especializadas ou livrarias.

      • @Asevedo, acho que foi exatamente isto que ela quis dizer. Talvez eu compre, talveeez… mas vai depender exatamente disto aí. Pegar uma boa promoção, ou um desconto minimamente razoável.

  • yaoidaisuki

    STEINS;GATE *O* preciso!!
    E Zetsuen eu nunca acho aqui pra comprar ;;

  • Considero realmente a JBC a melhor editora do mercado no momento, mas vamos combinar que isso só acontece porque nenhuma das outras se empenha realmente ou não tem o mesmo “tempo de vida” da JBC. Digo isso pelo caso de Love Hina, que trabalham, trabalham e vez ou outra vem com errinhos e não é só Love Hina… É a melhor no momento, mas ainda pode melhorar muito.

    • @Priscila,
      “a JBC a melhor editora do mercado no momento, mas vamos combinar que isso só acontece porque nenhuma das outras se empenha realmente ou não tem o mesmo “tempo de vida” da JBC” -> 1º fato.
      “É a melhor no momento, mas ainda pode melhorar muito.” -> 2º fato.

    • Acho que a situação do mercado depende de volume para volume e de título para título. Alguns títulos são impecáveis, já outros estão realmente muito ruins, tanto editorialmente quanto graficamente. Love Hina é algo que leio com muito atenção e até comparo com a edição anterior e tá realmente difícil aguentar tanto erro.

      • @Asevedo, a edição meio-tanko está realmente melhor no quesito gráfico?? Não compro a nova, mas a antiga também ainda não li por falta de tempo…
        Me pergunto como os caras conseguem fazer um ‘reedição’ ficar pior neste sentido se é praticamente um CTRL+C, CTRL+V dos balões…

      • Não é só um copiar e colar, foi retraduzido.
        Fisicamente a nova é melhor, mas textualmente estou preferindo a antiga.

      • @Asevedo, pior ainda. Os caras já tinham uma boa obra nas mãos, e estão refazendo um trabalho que não era necessário e ainda por cima deixando pior?? O.o
        Tenso!

  • o volume de yu yu hakusho ta errado

  • Guilherme

    Rapaz… Já comprei green blood 5… O que se passa?

    • Em lojas especializadas e livrarias ele é lançado um mês antes.

  • raoni

    Conprei o ataque dos titãs before the fall e alguém sabe até qual edição mais ou mebos vão ser lançadas lá, não vejo informações de nada sobre esse spin off e é muito bom

    • Dih

      Ele é da editora Panini.

      • raoni

        Sim eu sei, comprei o italiano q jah está no número 3, queria saber até quando vai essa série, eh o manga do romance q de romance não tem nada… sei q no Japão está no número 5

  • Kaoru

    Sabe o engraçado? Eu já completei minha coleção de Green Blood. Pq essa incoerência de lançamentos e checklists?

    • Dih

      Green Blood tem uma distribuição diferenciada para livrarias e lojas especializadas. Enquanto nas bancas chega um volume, nas lojas chega o número seguinte. Por isso essa diferença.

  • Lambo

    Enigma não tinha sido cancelado por não ser popular? Tantos outros bons mangás para lançar e eles escolhem esse??

    • japadk

      Cavaleiros do zodiaco também foi cancelado mas todo mundo gosta.
      Tem muito título injustiçado por ai que foi cancelado, esse pode ser bom.

      • Mas cavaleiros clássico foi cancelado mesmo. Tal qual muitos títulos da Jump o autor teve um prazo determinado para finalizar, por isso que a parte de Elíseos da saga de Hades é apressada.
        Se não fez sucesso com o público japonês o título é cortado, não importa o sucesso internacional que a obra tenha. Essas outras obras derivadas do clássico pode reparar que não são mais da Jump.

      • @Asevedo, ainda bem que as outras obras derivadas de Saint Seiya original não são da Jump! o/
        Era capaz de todas estarem canceladas…xD
        Eu fico imaginando se FMA e Shingeki fossem da Jump… ou seriam umas merdas de mangás ou logo seriam cancelados.

    • Vários títulos completos foram encerrados por baixa venda, decisão editorial entre várias outras possibilidades, mas não significa que por ter sido cancelado que a autora não teve tempo para finalizar a história, isso só acontece em raríssimas exceções.

      • @japadk, como é que é o negócio?? O.o
        Cavaleiros tinha sido cancelado?? O_O
        Eita…
        Aonde isto? No Japão ou aqui??

      • japadk

        @sennaffogo, se não me engano, mesmo que cavaleiros tenha um monte de volume, spin off etc, a serie principal quando chego no final não vendeu tão bem e mandaram parar la no japão. Reborn também foi de certa forma cancelado, a questão é que, se ta na shonem jump e fico muito tempo em baixo no ranking, vai pro saco.

      • Não questionei se tem um monte de volumes ou não, questionei o que você disse sobre cancelarem o mangá. Para mim, estar na Jump representa um risco seja qual for o número de volumes que um mangá tenha, 5 ou 50… mas mesmo assim, nunca ouvi na vida ninguém falar sobre isto acerca de CDZ, já de Reborn eu ouvi sim sobre um “cancelamento”…

        “a questão é que, se ta na shonem jump e fico muito tempo em baixo no ranking” -> se estiver falando do TOC da própria revista, este é uma coisa tão contraditória que não vou nem comentar. Mesmo sabendo que de fato acontece…
        Se estiver falando de outro ranking, bem… qual seria?

      • Pessoal, ele está certo. CDZ (o original) foi sim, de certa forma, cancelado. Nos últimos capítulos não estava com muita popularidade (talvez pela pressa do Kurumada na fase Elísios) e acabou fazendo com que fosse “cancelada” da Shone Jump, com o último capítulo (ou foram os 2 últimos, não lembro direito), fossem lançados em outra revista da Shueisha, e não na Shonen Jump.

        E @seiya, lembre que na época em que era lançado no Japão, CDZ ainda não era um sucesso internacional, portanto isso não tinha grande peso para a série.

        E uma série ter sido cancelada não significa que é ruim. O pessoal já citou vários exemplos aí.

      • “E @seiya, lembre que na época em que era lançado no Japão, CDZ ainda não era um sucesso internacional, portanto isso não tinha grande peso para a série.” -> é… isto é verdade mesmo.

        @Sagitarius, “E uma série ter sido cancelada não significa que é ruim.” -> fato, ainda mais lá no Japão, assim também como nos EUA em relação às séries.

  • Bárbara Elias

    Gosto muito de Magi apesar das polêmicas quanto as adaptações. Pretendo levar Steins Gate, li em um site de compra que tem 4 páginas coloridas, é isso mesmo?

    • Cristinaaaaa

      simm

    • Pois é, Magi eu não consegui assistir o anime por falta de tempo e também não lia online, então quando peguei os da JBC não senti nenhum problema, achei a leitura boa e os nomes não são dificeis como se falava.

  • @Asevedo, sabe que tipo de papel estão usando em Eien no Zero?? Porque para este mangá ser 23,90 (e não 23,50), tem que ser offset ou superior… ou então o licenciamento foi o olho da cara… o.o

    • japadk

      É pra ser no mesmo formato que o thermae romae, então papel offset(nao tenho certesa, mas é bem branquinho e bem melhor que o papel jornal).

    • Sim, ele vem com o papel offset, mas provavelmente o licenciamento foi o olho do cara pois estamos falando da adaptação em mangá de um livro que vendeu mais de 3 milhões de cópias em um ano e ganhou adaptação para as telonas e para as telinhas.

    • Características bem semelhantes a Thermae Romae. O valor dele vem do licenciamento e material de impressão caro, já que ambos são calculados no “baratíssimo” dólar. Também pesa ser distribuição só em lojas especializadas e livrarias, com pontos de vendas restritos, o que também pode significar baixa tiragem. Acredito que aumentaram o valor para garantir pelo menos que ele se pague.

      • Ok, obrigado pelo feedback pessoal. =)

  • Zetsuen no Tempest, Enigma, Freezing e Steins;Gate com certeza estarão na minha estante, e essa capa de Yu Yu Hakusho está linda, se a lombada for igual as outras edições tenho certeza que quem coleciona vai ficar cheio de orgulho :v Também espero que eles peguem os spin-off de Freezing para suprir esse “hiato”, ia ser épico :3

  • as capas de magi são simplesmente fdemais e green blood é fantastico, pra dizer o minimo.

  • lucas

    Levo Steins Gate, Magi, Yu Yu, Nanatsu no Taizai, Love Hina e Freezing. Bastante coisa, daqui a pouco não tenho mais onde por tanto mangá kkkkk

  • Faltou ajeitar o preço de Freezing e Gaiden, ambos foram para R$13,90.

  • ane

    Qual volume de Magi tá na fase 2?

    • Segundo o site da editora este mês é o volume 6

    • Vai sair a 6 esse mês. Não saiu ainda. 😀

  • Ufa. Ainda bem que não sou o único que acha que as capas são peso na hora de comprar mangá. Me decepcionei ( e muito) com essas capas brancas de YU YU. Ainda bem que os meus meio-tanko que comprei laaaa em 2000 e pouco ainda estão bem preservadas. ^^
    Sei que esse post é sobre a JBC, mas devo dizer que a Panini fez um trabalho excelente em Ao Haru Ride (com excreção do mico que dizerem que Ao significa verde kkkk).

    Aqui em Recife ainda não encontrei a 1 de Nanatsu e descobri que não é setorizado. Vou ver se tem na Cultura :3

  • Jan

    Eu ando só comprando JBC, a qualidade não tem o que discutir, é a melhor do nosso mercado. A New Pop também não faz feio, mas não tem a mesma nível dos títulos, apesar de apreciar o esforço para trazer títulos diferentes. Já a senhora Panini tem que tomar vergonha na cara com suas publicações abaixo da média, a unica que se salva é a “Edição de Luxo” de Berserk.
    Estou companhando Sailor Moon e Yu Yu (que capa de cair o queixo, linda!), e estou pensando em checar Steins, mas não tenho como expressar o como estou ansioso pelos lançamentos de Wish, Chobits, Ghost In The Shell e Akira. Sério JBC, quero te dar um beijo na boca!

    • Bárbara Elias

      Apesar da qualidade do papel a new pop tem muitos problemas com revisão e o problema de deixar fontes “comuns” na lombada.

      • japadk

        Não sei se é só comigo, mas todo manga que tenho da new pop, madoka + spin offs, red garden e madoka lovel, as capas descolam =(.

        Em questão de papel, a panini é a pior, até por que dependendo do titulo o papel é uma merda, o de black buttler sinto que é bem zoado, e do ataque dos titãs é um pouco melhor, ou eu to loco, por que em teoria é pra ser a mesma coisa. O da jbc é mais grossinho, mas também não é la aquelas coisas. Mas tenho que dizer que a edição especial do berserk ta melhor que os relançamentos da jbc, se a panini quisesse dava pra ter a melhor qualidade de todas as editoras.

      • Mais alguém com o problema de mangás em offset, não deve demorar muito tempo para que ocorra o mesmo com mais títulos. Na minha opinião acho esse o pior tipo de papel para mangás.
        A gramatura do papel é um valor nominal, por se tratar de um produto orgânico ele pode ter variações de lotes de papel e dentro da mesma tiragem, por isso que os 49g da Panini e os 52g da JBC não significam muito, tem volumes de mangás da JBC que são muito ruins de tão finos.
        Panini poderia até elevar o padrão de todos os títulos, mas a questão seria quem compraria pelo preço que ficaria?

      • Bárbara Elias

        Falando em titãs, alguem mais reparou que o primeiro volume o nome do autor na lombada foi escrito ao contrario, diferente das outras edições? Isso me incomodou haha.
        O volume único Gigantomachia pela panini veio com uma qualidade boa também, acho que vale a pena.

      • japadk

        @Asevedo, sobre o papel offset, não sei se é só eu que acho isso mas depende do titulo ou da editora, os meus da newpop o papel offset eu acho ele meio duro demais, ai fica meio ruim de folhear, os da jbc são mais ou menos, e o do gigantomachia da panini pra mim é o melhor, porque é bem branquinho e macio.
        Em thermae romae eu também acho o papel meio ruim de folhear, mas é bonito.
        O melhor paple que eu acho é quele usado no death note black edition

  • Heitor, o atrasado

    Ótimo checklist, Asevedo, só aconteceram alguns infortúnios para você corrigir, por favor:
    Zero eterno, linha 6, “3 mi de cópia”
    Sailor moon, linha 3, “shor stories”
    Enigma, linha 7, “todas as setes” e linha 9 “eles se esconder”
    Love in the hell, linha 3, “o protagonista continua morta”
    No restante continua perfeito, muito obrigado.

  • Buenas,

    Se no checklist da Panini eu comentei que não comprava nada esse mês, isso não serve pra JBC.

    Freezing 26 eu já comprei domingo e o Zetsuen eu assinei, então esses já estão ok. Outro é o Green Blood que eu compro por loja especializada, então só falta ir buscar o 5.
    Steins; Gate eu vou assinar (só porque quero marca páginas dele *-*)
    Vão me faltar apenas o Nanatsu 2, Sailor Moon SS 1, YuYu 7 e o Magi 6 (fase 2).

    Eu queria o Zero Eterno, R$ 23,50?? Vou esperar o pessoal que vende nos grupos do face oferecer por R$ 15,00 mesmo.

    E pensar que mês que vem já tem Chobits :/
    JBC vai me levar a falência.

  • Bárbara Elias

    Steins vai ter marca página pra assinatura?

    kkkk Esperarei uma resenha do zero eterno

    • Provavelmente sim.
      Já tive assinatura de Zetsuen e de Doubt, e ambos vieram com marca páginas da própria série.

      • Ta curtindo zetsuen? tava afim de pegar quando chegar na fase 2.. mas o dinheiro ta apertado..

      • @pandaespiritual, Zetsuen No Tempest era o mangá que eu mais aguardava esse ano (mantem óbvio as proporções com Akira e GITS que são outro nível).
        Eu já conhecia e gosto muito do anime de Zetsuen e até lia online, por isso sou meio suspeito para falar da obra.
        Eu estou adorando e recomendo a série, a história não é nada “fantástico”, mas é boa e cativante, a leitura é rápida e envolvente. E o acabamento da JBC está incrível.

  • Top Kek

    Nossa, muito ódio no coração sobre Love Hina. Se ao menos fosse um mangá bom, eu até entenderia.

  • Samantha Yágara

    Cara, acho que sou uma das únicas que sou assinante de Magi, leio, me divirto, adoro, e não tô nem aí pelas adaptações. LOL Acho que deve ser porque não vi o anime nem lia o mangá pela internet antes de chegar aqui no Brasil… Mas se tornou um dos meus títulos favoritos, e agradeço a JBC por isso <3

    • Bárbara Elias

      Haha também adoro Magi. Só fico brava quando os tiozinho da banca amassam os mangás..

  • biazacha

    Um só shoujo…. Wish é bem curto e Vitamin volume único. O pessoal tem razão em reclamar…. de joseis nem a sombra.

  • ZA NAOYA

    Cara,eu nem me importo com os outros nomes dos personagens em Magi.Sei lá,nem vi o anime para reclamar,então…ah,que delícia de mangá.Sério,é um shounen muito gostoso de ler(não curto muito o traço,mas essas capas mereciam um quadro na parede de tão lindas),com uma história agradável e com um bom ritmo para ler.Green Blood é uns dos melhores do ano,foi uma surpresa tão agradável quanto Vinland.Enigma é um que eu sempre tive interesse em ler,e a JBC facilitou isso pra mim.Yu Yu continua delícia(ainda mais eu,que não pude ver o anime na época).Steins;Gate é outro que eu sempre falava que iria ver o anime,mas ficava com preguiça de assistir,aí,são 3 volumes,então,vou comprar.Que venha Akira e Zetman,essas delícias.

  • Rodrigo

    Assim que sai eu compro e leio o Btooom!, não dá pra esperar. Este Seven Deadly Sins é bem chato, não sei por que lançarem ele por aqui com tanto título interessante no Japão.

    • @Rodrigo, pelo menos ele pode ser bem melhor (e menor) que muitos enrolões por aí, vide Naruto e Bleach…

  • alquibenzeno

    Desse checklist da JBC eu comprarei apenas Yu Yu Hakusho e CDZ Lost Canvas Gaiden.