Editorial Nanquim – Afinal, precisamos conhecer o mundo!

editorial nanquimMe dê a mão, pra fugir desta terrível escuridão.

Tudo começou no Fest Comix deste ano, o qual fui com a Miyuki. Lá estava eu, passando vontade por ter pouco dinheiro no bolso e muitas vontades nos olhos, quando ela me solta uma frase interessante do tipo:

“Eu acho tão legal você gostar de tantas coisas diferentes e não se prender só a um estilo.”

E de fato aquilo foi curioso. Minha cesta de compras tinha apenas um mangá e muitos encadernados de Marvel, DC e Vertigo. Claro que o fato de hoje trabalhar na Panini e ganhar todos os mangás da editora ajuda, mas eu continuo colecionando os mangás da JBC ou da Nova Sampa, por exemplo, então não foi um corte completo.

iZombieO fato é que fiquei pensativo naquilo e sempre quis a oportunidade de falar mais sobre. Foi então que na última semana a mesma Miyuki deu início aqui no Chuva de Nanquim a coluna “OffTopic”, onde falaremos de diversos assuntos, não só mangás.

Eis que me deparo com um ano fantástico do mundo nerd pra mim. Temos notícias de séries incríveis, de belos hypes por parte dos estúdios Marvel e DC, pelo final da saga de Jogos Vorazes, por games espetaculares sendo lançados e, claro, pelo retorno de Star Wars. Aliás, vocês já pararam para ver a quantidade de material que autores e artistas japoneses divulgam e se inspiram em tais obras? É absurdo. Mangás atuais de sucesso como Boku no Hero Academia ou One Punch-Man claramente mostram a paixão do oriental por super heróis. A cultura ocidental cada vez mais se mescla ao oriental e nos adiciona produções incríveis. Avatar – A lenda de Aang, Pacific Rim, as diversas histórias que seguem a escola mangá nos quadrinhos americanos. Sabia que Stan Lee está trabalhando em um projeto exclusivo no Japão? Pois é.

Então eu me pergunto: por que ficamos fadados apenas ao que nos é comum? O que nos está sempre entregue de bandeja?

wonderwoman supermanO Chuva de Nanquim não é mais o mesmo, eu sei. E não necessariamente essa seja uma visão negativa da coisa. Graças a nova administração da Miyuki, de nossos redatores mais que esforçados e de um novo fôlego em nossa dedicação, o Chuva de Nanquim segue apresentando conteúdo constante, todos as semanas, quiçá todos os dias. São resenhas, notícias, comentários, curiosidades, textos que agregam.

Mas queremos mais. Vamos aos cálculos. Trabalho de 8 a 9 horas por dia, quando não mais. Gasto cerca de 3 horas por dia no transporte. Tento dormir por volta de 6 horas. Gasto ainda mais 2 ou 3 horas com cuidados básicos naturais. Resumindo: tenho pouquíssimo tempo disponível. E nem sempre estou disposto a usar esse tempo pra ler um mangá ou pra assistir um anime no meio do transporte. Gosto muito de ler livros, ler comics, ouvir música. Gosto de ir ao cinema, de navegar no Netflix, de assistir um filme antigo no meu HD de downloads. Gosto de gastar horas nos meus videogames. Eu gosto de conhecer o novo. E por que não mostrar o novo para vocês?

O Chuva de Nanquim vive em constante mudança, isso é um fato. Os posts hoje se diferenciam muito de dois ou três anos atrás. Colunas não existem mais, outras foram se aperfeiçoando e outras mudaram totalmente de cara. Isso é bom. Não caímos na monotonia. Isso nos dá ainda mais ânimo de produzir conteúdo pro site.

marceline-bubblegumSabemos também que esse tipo de coisa enfrenta um grande preconceito por parte dos leitores. Alguns olharão esse cabeçalho do Shazam, meu segundo herói favorito, e passarão batido. Se até tokusatsu a gente tenta falar aqui e recebe uma baixa recepção, imagina só falar do último episódio de Hora da Aventura? Nossa, lembro quando mudamos o cabeçalho do site para o tema deste desenho e alguns só faltaram aparecer na frente da minha casa armados com enxadas e tacos de baseball.

Mas isso faz parte. Tudo que é novo assusta, é estranho, não faz parte do nosso conteúdo. Estamos cientes disso.

Obviamente não vamos chegar da noite pro dia e parar de falar de animes e mangás no site. Longe disso. Nem é nossa ideia. Eu amo mangás, eu amo animes, eu amo a cultura pop japonesa. Eu vivo disso e trabalho disso, oras. Eu amo meu trabalho! Mas não faz mal nenhum ver um monte de coisa legal que o mundo inteiro tem pra gente. Conhecer, se informar, descobrir e se encantar. Foi assim comigo, quem sabe não seja com alguns de vocês?

2772994-30Esse final de ano será de “colocar a casa no lugar” aqui no ChuNan. Eu a a Miyuki estamos trabalhando duro pra isso, podem ter certeza (ela principalmente, já que tudo que vocês andam vendo se movimentando é graças ao esforço dessa garota que tem se dedicado demais). Amamos este site e faremos de tudo para que continue a ser um dos melhores e mais divertidos points para você, leitor. É isso que queremos. Em 2016, muita coisa nova vem chegando. Graças a essas ideias mirabolantes, textos diferentes e temas que vão apresentar cada vez mais conteúdo e agregar pra todo mundo. Fiquem de olho em tudo que o Chuva de Nanquim guarda para vocês.


PS1: Obrigado, Miyuki, por ter falado aquilo naquele evento, e por ter me dado ainda mais ânimo em colocar essa ideia pra frente nos últimos dias. Seu namorado é meio doido, mas ainda bem que você entende.
PS2: Força, Luk!
PS3: Caras, o encadernado do Shazam dos Novos 52 que a Panini acaba de lançar no Brasil é incrivelmente bom. Leiam e entendam porque eu gosto tanto desse personagem!
PS4: Falando em PS4, compro Fallout 4 ou Assassins Creed: Syndicate? Aceito dicas.
PS5: Caiu no Horto… É CAMPEÃO!

Abraços e até a próxima.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Katsura da!

    Chunan ainda é legal x)

  • Seria legal vocês falarem de HQ porque sério, quando compro um manga vou mais na opinião de vocês ( quando o manga tem resenha por vocês) do que em outro blog/youtube etc.

    Então vocÊs não deixando de falar da cultura pop japonesa, que é a base do site , eu até que quero ver essa mudança no site.

    E cara que sorte trabalhar na Panini kkk pegar os mangas antes de todo mundo (?) .

    Enfim uma coisa que eu queria ver é sobre a opinião de vocês sobre aqueles mangas longos ( Bleach, OP, Fairy Tail) Se continuam com a bola toda que tinham anos atras quando começaram a sua publicação.

    Que venha a mudança e que ela seja legal, acompanho o Chunan desde sei lá, quando vocês ainda faziam resenha sobre os capitulos de Naruto/Bleach e OP o SEMANADA, faz tempo eu acho rsrs, falem de filmes, façam resenhas sobre eles, filmes ligados a essa cultura geek claro.

    • Apoiado!

      Adicione, junto ás HQs, os games e os Filmes (porque não>), também…
      Aí teremos muita variedade para o ChuNan…
      Miyuki, Azevedo e Dih, pensem com carinho nessa possibilidade de explorar essas três vertentes…

      Com base nisso, Minhas sugestões:
      01- Review do Filme Kung Fury com base nos reviews de One Punch Man.
      02- Especiais com Sandman (Neil Gailman), Os Invisíveis (Grant Morrinson) (OS PILARES) , Graphic MSP, A Garra Cinzenta (foi relançada anos atrás pela Conrad), Miracleman (Alan Moore), Corto Maltese…
      03- Reabrir espaço para divulgação de Hqs Independentes nacionais…
      04- Review de games com o espírito ChuNan como METAL GEAR SOLID V, por exemplo…
      E Claro, sem esquecer da Base do ChuNan como Semanada, Miyukices, TOP10, Reviews, Notícias e ChuNan Versus…

    • Dih

      Obrigado por nos acompanhar a tanto tempo, Victor! Esperamos que curta realmente as coisas que adicionaremos pra vocês!
      Um abraço!

  • Patrik

    Nada contra tais conteúdos. Acho interessante até para conhecer, mas o que me afasta das comics são os diversos reboots, universos paralelos (multiversos) e falta de linearidade ( roteiristas, desenhistas e afins). Em suma, são diversas variações, que não me permitem acompanhar algo com início, meio e fim, que só os mangás podem proporcionar, claro no meu ponto de vista haha.

    • Cherubim

      Tenho a mesma opinião, antes dos mangás comprava os hqs mas começou a me irritar que sempre os mesmos vilões ressurgiam com uma explicação sem nexo, bons tempos da era do Apocalipse e do massacre pela marvel e da liga da justiça, sou muito mais ler éden ou viland saga do que qualquer hq

  • STX

    Olha, se fosse em relação a hqs que NÃO SEJAM marvel e DC eu até acharia legal a atitude do site, porque além de ter trocentos sites que já falam de hqs tradicionais, deixei de curtir a dc e a marvel por tantas coisas que mancharam o legado dos autores originais (dos novos52 pra frente). Acho que seria interessante é abrir mais espaço a quadrinistas nacionais, seja de hq ou mangá.

    • Nekosuke

      Compartilho da mesma opinião. Falar dos comics pica-grossa ianques mais outroa trocentos sites falam. Se querem se diferenciar, peguem alguns dias pra falar do cenário independente – isso sim seria foda!

  • As pessoas tem que entender uma coisa: no fim das contas anime é desenho e mangá é história em quadrinho.
    Os termos anime e mangá acabam caracterizando o conteúdo produzido no Japão, e claro também que existe muito da cultura japonesa presente neste conteúdo, o que os difere e os deixam tão característicos de materiais produzidos em outros países e acaba sendo o diferencial que atrai algumas pessoas, principalmente pelo gosto pela cultura japonesa.
    Algumas pessoas tendem a ser mais cabeça fechada e repudiam, outras mais sensatas apenas não gostam, é questão de gosto particular mesmo.
    Leio mangás desde 2000, quando a Conrad começou lançando Dragon Ball pela primeira vez no Brasil. Hoje tenho uma coleção com aproximadamente mais de 1000 edições de mangás, porém, nos últimos 5 anos comecei a abrir um pouco mais minha cabeça e hoje leio tantos quadrinhos ocidentais quanto quadrinhos japoneses.
    É engraçado ver algumas pessoas repudiarem tanto quadrinhos ocidentais,enquanto muitos autores japoneses buscam referencias no ocidente. Nobuhiro Watsuki por exemplo disse na Fest Comix que gosta de Homem-Aranha e X-Men, e que assiste a filmes Marvel por exemplo (citou Homem-Aranha, X-Men e até mesmo Guardiões da Galáxia). Osamu Tezuka era apaixonado pela Disney e esta foi por muito tempo sua inspiração.
    Por que escolher entre quadrinhos japoneses e ocidentais se eu posso optar pelos dois, né? Quem acaba sendo muito seletivo, perde de conhecer muita coisa.

    • O Honesto

      Nunca é bom você ficar só com desenhos de um único país, afinal menos de 20% de todo o conteúdo até hoje é realmente bom, e acaba ás vezes, até atrapalhando seu senso crítico e de julgamento para a qualidade das obras, afinal se acabarmos vendo também quase tudo que é anime, agente vai acabar vendo vários animes lixos, para alguns poucos bons, pois é a “regra” da probabilidade nesse mercado e por sorte temos muito conteúdo de vários países para acabar filtrando algo bom.

      Esse negócio de ficar vendo tudo que é anime e viver a criticar obras fora desse meio ou concorrente, é coisa de adolescente mesmo, ou de gente realmente viciada, pois com a maturidade você fica mais crítico, começa a ser mais seletivo, a restringir os gêneros ou tipos de animação que assiste é básico mesmo, e outra coisa que vem ainda na maturidade ( para alguns, que é o meu caso também) de alguns é os cartoons e animes nostálgicos, que realmente é algo que é difícil de segurar, hehe.

      • Izay Loki [Zetsu Negro]

        Sou ao contrário. Quando mais novo, filtrava tudo que assistia. Tanto que acompanhava um ou dois animes; muitos cartoons e lia quadrinhos e tiras americanas, brasileiras e europeias, na medida do possível, e poucos mangás. Mas agora, bem mais velho, eu devoro qualquer anime com gosto; gasto mais da metade do salário em mangás e novels; Cartoons Clássicos? não consigo assistir Hanna Barbera & Cia sem dormir; Peanuts é o único, talvez, que ainda me agrada…Para não dizer que não gasto com quadrinhos ocidentais, comprei um tal de Koko be Good (de Jen Wang) e até consigo ler. Mas não no ritmo e prazer que tenho quando leio Gakkou Gurashi ou Gintama … Como você falou, acho que estou na categoria de viciados …

  • Acabei por conhecer o Chunan a aproximadamente um ano e alguns meses atrás, procurando um site para ficar por dentro das notícias, fiquei muito feliz de ter encontrado este site para ficar ligado em notícias de Animes, Música e coisas do Japão em geral. Aqui fiquei ligado em várias notícias antes de todos e acabei adquirindo conhecimento em algumas matérias (o melhor de tudo é o Guia da Temporada, Hahaha), com relação a isso apenas agradecer! 🙂
    Nunca gostei de nada da Marvel, DC, HQ ou qualquer coisas do mundo Nerd (exceção Star Wars) e a muito tempo não existe um cartoon que eu ache agradável (foi se o tempo de Billy e Mandy, Dexter, Flapjack, Coragem, etc) de qualquer maneira desejo a todos vocês sorte e dizer que tenho muito carinho por esse site, e por favor não parem com as notícias da cultura pop japonesa, essa é praticamente a raíz do site…
    FORÇA!!!!!!!!! 🙂

    • eijikashiwase

      OBS: Não odeio, repúdio, ou sou fechado a qualquer materiais de HQ e variados, apenas sou mais próximo a Animes (Não me odeiem!!!! Hahaha)

    • Dih

      Com certeza não pararemos, pode ficar tranquilo! A frequência continua a mesma, os novos posts serão apenas para acrescentar, e jamais pra tirar o foco principal daqui!
      Abraço!

      • Obrigado a resposta Dih!!!!! Respiro aliviado Hahahaha, mudança faz bem, desejo tudo de melhor a você e a equipe! 🙂

  • Danilo

    Conteúdo novo é sempre bom!
    Eu apoio!

  • victor hidalgo comitre

    Excelente mudança! Gosto muito de mangas mas minha paixão verdadeira são os quadrinhos devida a variedade de artistas envolvidos e histórias fantásticas! Podem ler tudo da marvel e da dc ate algumas coisas da image como invencivel e da dark horse o hellboy, pulem os anos noventas que são sofriveis! Se precisarem de alguem no editorial pra ajudar so me chamar eu mando uma materia e se gostarem porque nao? Amo o site acompanho a muito tempo!

  • O Honesto

    Acho que muita gente aqui apoia a ideia de vocês, afinal é bom dar uma variada de vez enquando. Não sou muito fã de Comics e Mangás, e só leio raras as vezes mesmo. Eu acompanho 4 séries, leio artigos e vejo animes e cartoons que passam no meu “teste de qualidade”, a qual pouquíssimos dos atuais passaram e a maioria na minha lista para assistir ou reassistir são antigos, e não sei porque, mas não costumo me dar bem com animes e cartoons de quando começou a imagem em Alta Definição (HD) e perdeu parte da “essência” dos mesmos, não sei explicar, é como se os mesmos perdessem aquelas músicas de fundo, de abertura e de encerramento que davam gosto de ouvir e davam todo aquele clima e tensão, seja pelo anime ter a imagem mais escura ou clara, devido a baixa definição dos mesmos na época, fora o conteúdo que anda enfraquecendo mesmo, porém graças a vocês e suas críticas eu tenho como achar uns que valem a pena assistir.

    Como dica, falem mais sobre filmes e seriados japoneses, que já pude encontrar algumas obras primorosas de lá. Do mais, boa sorte e obrigado pelo belo trabalho.

  • Victor Gabriel

    Que tal falar sobre quadrinhos menos conhecidos e com uma temática mais adulta como os da Vertigo? São ótimos e diferentes do habitual (Marvel&DC).
    Se falarem não se esqueçam de Sandman, o melhor.
    S2 Sandman.

  • Nekosuke

    Acredito que toda mudança é válida, mas há de se considerar alguns fatores. Vocês são um dos poucos (senão o único) sites que noticiam e resenham sobre cultura pop oriental de forma crítica e democrática. Incluir comics ai no meio vai colocar vocês num balaio muito maior que os tornará só mais um na multidão.
    Não tenho resistência aos quadrinhos norte-americanos, mas acho que vocês tem um diferencial que é falar de mangá numa ótica não tão otaku, e não queria que vocês perdessem isso, que é o que me faz voltar aqui toda semana. Uma ou outra matéria especial, ok. Mas eu preferiria que vocês investissem em outros nichos – como o independente brasileiro. Isso sim seria foda e justificaria muito mais esse discurso de expansão de horizontes.

    • Dih

      Essa é a ideia! Não vamos mudar nosso foco pra obras ocidentais, apenas vamos expandir. Falar em algumas colunas, algumas matérias. Não verá aqui o site lotado de notícias ocidentais, por exemplo. Pode ficar tranquilo. =)

  • Como eu amo essa frase: Eu gosto de conhecer o novo. Todos nós chegamos ao ChuNan por causa dos animes, mangás e afins. Mas chega um momento que só aquilo não nos satisfaz mais, a gente anseia por coisa nova, por coisa diferente. Então por que não acompanhar a visão do outro lado do mundo daquele tipo de material que a gente tanto gosta? Eu acho totalmente válida a ideia do site ter conteúdo ocidental, não só americano, mas tem muito material europeu de excelente qualidade. Seja Naruto, seja Batman, seja Tintin, é sempre bom navegar em águas desconhecidas =)
    Enfim, eu falo como alguém que foi buscar novas aventuras fora dos mangás e animes e não se arrepende. Apoio totalmente essa ideia Dih e se precisar, quem sabe um dia, pode contar com minha ajuda.

  • Alan Yzar

    Em primeiro lugar, o site é de vocês. E o conteúdo vocês que escolhem. Em segundo lugar, não gostei da ideia, particularmente. Já fui amante e apaixonado por HQs, Filmes e Séries “made in USA” durante toda a minha adolescência, nos anos 90. Gastava rodos com Spawn, Gen13, A Teia do Aranha, X qualquer coisa, Morcegão e por ai vai .

    Mas depois dos 20, 21 anos perdi todo o “desejo” por obras deste país (menos Star Wars). Hoje, com 33 anos tenho uma baita repulsa as obras americanas e seus enlatados. Algo que nunca tive com as obras nipônicas. Desde os tokusatsus e animes lá no comecinho dos anos 90 até os Cross Ange e Gintama da vida de hoje nunca senti vontade de parar de me alimentar com a produção da Terra do Sol Nascente. Ao contrário, parece que a cada dia esse desejo por conhecer, assistir, ler, comprar, ouvir aumenta mais e mais.

    Por isso, dividir espaço com as coisas do Tio Sam irá me afastar do site. Mas sou apenas um. Não farei diferença. Sempre terei o 2ch, o 4chan, o Animenews Network, otakupt, MAL,Kotaku Asia, hitomi.la etc para me alimentar. E como disse o BRITÂNICO Douglas Adams : “Até mais, e Obrigado pelos Peixes! “.

    • jorgeizayloki

      Entendo seus sentimentos, cara!

    • Dih

      Bem, acho que não entendeu muito bem a ideia da coisa. NÃO vamos parar de ser o que somos. Não vamos parar de postar notícias, resenhas, textos de mangás. Muito pelo contrário. Iremos manter o mesmo ritmo. Mas vamos acrescentar coisas novas. Algumas colunas, algumas resenhas. Coisas ocasionais, não frequentes. O ChuNan nasceu com animes e mangás e se um dia morrer, morrerá com os mesmos.

      Abraços!

      • Izay Loki [Zetsu Negro]

        Opa, beleza Dih? Acho que o companheiro acima entendeu sim, a nova proposta do site. E acho que, como muitos, ele deve ser daqueles “xiítas” que não suportam a mistura do oriente e do ocidente, onde os “blogueiros”, principalmente de HQ, só criticam os animes/mangás ou dão importancia a um genero (seinen, normalmente) Não é o seu caso, pois parece que vc manja também de Hqs (de mangás então, sem se fala). São poucos lugares que falam de doujinshi, visual novel, Moe, Slice-of-Life sem ser parciais ou preconceituosos. Não é mimimi ou nada, é só um dos muitos argumentos possíveis para esta situação. Tem gente que não liga; outras(como eu), já buscam a “pureza” , “only japan”, “só a JUMP salva” etc. Mas como disse no meu comentário, desejo sucesso. Quem sabe um dia eu volte a gostar das coisas da terra do Obama ou da Europa (porque nacional eu não gosto,mesmo) … e desta forma, acompanhar com mais frequência o Chunan. Abraços!

      • Izay Loki [Zetsu Negro]

        Entendi a nova proposta. Só que para saber de Hqs ocidentais prefiro um site especializado em ocidente. Para coisas orientais, procurarei especialistas no oriente. Diversificação nem sempre é bom. Especialização também não, pois nubla a visão. Como disse, já passei da “fase” ocidental. A 15,16 anos mudei a chave para oriente. Quem sabe um dia a chave vire novamente (espero que não, mas sei lá, com esse acordo Transpacífico aí podendo ferrar meus queridos doujinshi, nunca se sabe…)

  • Almir Pereira

    Muito bom ChuNan,gostei mto da ideia,e espero q de certo,principalmente para o lado das HQs tbm kkkkkkkk desejo Boa sorte a vcs,e parabem pelo trabalho :3

  • No momento eu estou lendo muito mais Marvel e DC do que mangás. Nem tanto por preferência, mas por que é muito mais fácil encontrar material clássico. Enquanto eu não tive dificuldades em encontrar coisas de gente como John Byrne e Jack Kirby nas bancas, é raro eu encontrar algo do Tezuka, por exemplo.

  • Luk

    “Obviamente não vamos chegar da noite pro dia e parar de falar de animes e mangás no site. Longe disso. Nem é nossa ideia. Eu amo mangás, eu amo animes, eu amo a cultura pop japonesa. Eu vivo disso e trabalho disso, oras. Eu amo meu trabalho! Mas não faz mal nenhum ver um monte de coisa legal que o mundo inteiro tem pra gente. Conhecer, se informar, descobrir e se encantar. Foi assim comigo, quem sabe não seja com alguns de vocês?”

    Acho bom colocar aqui de novo, porque parece que tem muita gente que não leu essa parte.

    • Dih

      Obrigado, amigo. Pensei que não tinha escrito isso. XD

    • Mugi-chin

      Luk, vai me dizer que tu também trabalha na Panini???
      huahuahuauhau

      • Luk

        Não, mas se quiserem eu to livre.

  • Eu ia achar muito legal se vocês falassem sobre hqs e outros assuntos também. É sempre bom conhecer coisas novas, e principalmente sobre hqs, que sempre tive curiosidade e raramente sei por onde começar =)

  • Gostei bastante dessa iniciativa de vocês! De uns meses pra ca passei a acompanhar bastante o cenário das HQ’s e estou gostando bastante, comecei a comprar alguns encadernados também e até mesmo vou para a CCXP que vai ter agora em dezembro. Afinal ja era algo que eu gostava bastante e não tinha contato com a parte das HQ’s e somente com filmes e séries como Flash, Arrow, Gotham, Smallville, Daredevil entre outras. Sei que ja existe muitos que falam de HQ’s e vai ser um pouco difícil adentrar nesse nicho, já que o público atual é mais voltado para animes/mangás e muitos tem uma mente fechada para coisas novas, mas como disseram, se pegarem coisas do cenário independente será demais, sem esquecer é claro da DC, Marvel, Vertigo entre outros. Enfim, tem meu total apoio nessa empreitada, continuarei acompanhando o site como sempre faço e agora talvez mais, pois conhecimento nunca é demais não importando o “ramo”.

    • Mugi-chin

      Cara, só de pensar que o Frank Miller vai estar lá! Já me dá comichões! kkkkkkk

      • Nem me fale! Quando soube que ele ia vir fiquei louco kkkkkkk Pensar que posso conseguir um autografo no meu Batman – O Cavaleiro das Trevas é demais!! kk

  • jorgeizayloki

    Uma pena vocês pensarem assim. Já gostei muito das coisas ocidentais. Hoje, não mais. DC, Marvel e tal…Os anos se passam e nada de novo surge por lá. Sempre os mesmos “heróis”. Gosto de começo – meio – fim. Os animes e mangás me dão isso. Novas estórias todos os anos, novos animes a cada 3 meses. Milhares de light novels; milhões de doujinshi e visual novels. Sempre ideias novas, diferentes, como se fosse uma eterna discussão entre as meninas de Tesagure!

    “Conhecer, se informar, descobrir e se encantar. Foi assim comigo, quem sabe não seja com alguns de vocês?” – Estou do outro lado destes “alguns”. Já “conheci o outro mundo por querer”. E não gosto dele mais!

    Mas desejo sucesso para vocês, pois até hoje vocês merecem! A partir daqui, “seguirei meu caminho, agora sozinho. Me dói demais. Meu coração vai sofrer…sim vou chorar, ao te dizer adeus …”

    • Sinto em dizer, embora entenda seu ponto de vista, este trecho. – “. Os animes e mangás me dão isso. Novas estórias todos os anos, novos animes a cada 3 meses.” – me fez rir. Tudo bem, sempre temos histórias novas, mas olhando bem, você afirma que “nada de novo surge lá”, se referindo as HQs, mas E OS MANGÁS??? Todo ano é história de menininhas peitudas, com calcinhas aparecendo, protagonistas virgens, super-poderes, Deus Ex Machina, mais calcinhas aparecendo, protagonistas caíndo com a cara nos peitos das minas, harém, mais calcinhas aparecendo, discursos de amizade semelhantes, tsunderes, yanderes, kuuderes, mais calcinhas aparecendo… No fim, por mais que sejam histórias diferentes, é tudo O MESMO CONTEÚDO. Fora que nas HQs é possível explorar um mesmo personagem de diversas formas, como: Guerra entre mundos, dimensão paralela, viagem no tempo, mortes, desastres, ditaduras, guerras, doenças, destruição da Terra e do Universo, viagem pelo espaço, viagem entre mundos…
      E agora? Como os anime spodem oferecer algo novo e as HQs não?

      • Izay Loki [Zetsu Negro]

        Olá! Estamos generalizando aqui! Voce falou só de ecchi, e eu só de heróis. Sempre tento diversificar minha leitura: kodomo, romances, ecchi, hentai, slice-of-life, yuri. Até yaoi estou lendo agora! Sempre com roteiros e personagens novos, a maioria com começo meio e fim. Existem boas coisas no ocidente? Sim, isto é inegável: Tim Tim, Garfield, Peanuts, as obras do Crumb, etc. Mas elas já não me satisfazem. Heróis então, muito menos. Vivi minha infância e adolescência com eles. Eu cresci, eles continuam os mesmos. Ou pior, zeraram os caras e já nem sei quem é quem … mangás não (pelo menos a maioria) . Vi o Naruto crescer, Se tornar um pai. E fim. Agora, abro espaço para um novo herói/heroina/perdedor/madao ocupar seu lugar. E digo: quando encontrar nos quadrinhos ocidentais algo que me toque, que eu consiga me imaginar no lugar do personagem, que eu sinta suas dores, não vejo porque não de dar uma chance. Mas isso eu encontro nos mangás. O maior exemplo: o Madao, de Gintama. Tem a vida meio parecida com a minha. Eu consigo sentir a dor e vergonha que ele sente…

  • Mugi-chin

    Caraca Dih, agora me diz uma coisa, você também é editor da Panini? Já achei demais aparecer um quadro no Pipoca e Nanquim com o nome de Nanquim em dobro, aí fiquei pensando, de onde será que o “Drago” kkkk, conhece o Dih? Que legal cara! Parabéns pela atitude! O Bruno disse que você entrou para a equipe do site do pipoca e que ia fazer alguns reviews por lá, mas não imaginei que isso se estenderia para o Chunan também!
    Sensacional! E eu já notei o pessoal aí em cima reclamando de Marvel e DC, que não gosta disso ou daquilo, mas o mundo das HQs é tão vasto que tem muita coisa legal. Quer um exemplo? HQs nacionais, muita coisa boa! Desde Graphics MSP até Valente, Captar, Có e Birds, Bears, A história mais triste do mundo, etc, poderia ficar citando HQs nacionais e boas de verdade até amanhã!!
    Galera, vamos abrir a mente, eu comecei a ler quadrinhos por intermédio dos mangás, mas isso não impede de gostar de outras coisas, galera, leiam Sandman, leiam Watchmen, leiam o Monstro do Pântano, leiam Preacher, leiam Os Livros da Magia, Vampiro Americano, Y, o último homem, e vão entender que HQ americana é muito mais que apenas os super heróis da Marvel e da DC.
    E Dih, que espetacular está esse encadernado do Shazan! O Johns manda muito bem! Eu sempre achei que o Shazam precisava de algo mais “agressivo”.
    No mais, parabéns pela iniciativa! E não ligue para o mimimi

  • willian

    acho uma boa ideia para o site, não deixando o material de mangas de lado concerteza vai ser uma boa proposta.

  • Luk

    É a ultima vez que eu vou comentar aqui, porque to meio sem paciência mesmo. Mas vocês estão muito errados se vocês acham que quadrinhos ocidentais são apenas coisa de heróis ou Marvel e DC. Seria a mesma coisa que reclamar sobre conteúdo oriental ser apenas sobre shounens estilo Naruto e One Piece.

    Mas não adianta discutir com quem nem tenta abrir um pouco os olhos.

    • O problema é que a maioria acha que quadrinhos é só Marvel e DC, quando temos outras coisas como: Sandman, O Monstro do Pântano, Hellboy, Yojimbo, Sin City, 300, Constantine, Preacher, Os Livros da Magia, Vampiro Americano, Y, O Último Homem, The Walking Dead. Graphics MSP, Valente, Captar, Có e Birds, Bears, A história mais triste do mundo, etc. As pessoas tão tão mentes fechadas que não entendem que HQs também são um universo vasto. Aliás, o primeiro post do Chunan sobre isso poderias ser “HQs excelentes que NÃO SÃO DA MARVEL OU DA DC”.

  • Kin

    Já que vai dar uma variada, acho interessante não se esquecer dos quadrinhos europeus hein?? Continuem com o bom trabalho!!

  • samurandre

    De um bom tempo pra cá tambem diversifiquei muito o que eu leio ou assisto. Ja peguei muita série americana que antigamente nao assistia (como twin peaks, mad man, sherlock, the pacific, true detective), tokusatsus que nao assistia desde os tempos de tv manchete (kamem ryder gain e jetman), hqs (piada mortal, sandman, watchman, queda de murdock, x man vs vingadores, guerra civil, batman de scott snyder) e livros (meu ultimos foram a saga brasileira, revolução dos bichos e o caçador de pipas)

    Deixei de ficar só em mangá e anime, e realmente abre os olhos pra muita, muita coisa boa que existe em outros tipos de produção. O unico problema, como pra qualquer outra pessoa, é ter tempo pra conseguir suas horas de entertenimento, mas basta se organizar e selecionar bem no que vale a pena voce dedicar seu tempo de folga.

  • Caraca, bacana esse post, realmente ChuNan é preciso de mudanças, afinal, olhando bem, mangás, HQs e desenhos são quase a MESMA COISA, e até hoje eu aclamo a versão em mangá do Batman como uma das melhores adaptações já feitas. AGora eu me delicio com o Big Hero 6, e vejo o quanto Japão e EUA funcionam juntos.

  • lucassm16

    Nunca vou entender birra de gente que lê comic e gente lê mangá (geralmente um é mais tóxico/chato que o outro). Devo ser uma espécie de nerd mutante por curtir de tudo numa boa: livros (seja Light Novels ou “livros comuns”), comics (modernos e clássicos – apesar de que hoje em dia é difícil eu ler algo que não seja a fase do Miles do Homem-Aranha e, brevemente, Cavaleiro das Trevas III), mangás (de qualque gênero, leio Yaoi de boas e isso não muda quem sou – apesar de alguns trogloditas pensarem assim), manwhas, webcomics, nacionais (não é atoa que dou mó apoio a projetos como o Dracomics), animações orientais, animações ocidentais (coisas da DC como Ponto de Ignição ou até mesmo Cartoons como Gravity Falls), Visual Novels, filmes, séries, jogos (os dois tanto coisas antigas como atuais) e músicas. Estou sempre disposto a conhecer novas histórias que sejam interessantes, independente da mídia. Apesar de só colecionar mangás, eu também teria vários Comics espetaculares se o dinheiro me permitisse. A Piada Mortal, Watchmen, Sandman, Daytripper, Y – O Último Homem, Sweet Tooth, Fábulas, Saga, Torre de Babel (tá saindo na coleção da Eaglemoss e tô me roendo pra pegar), Entre a Foice e o Martelo, Kick Ass… tem muita coisa tão boa quanto várioas mangás de que gosto. E eu aprecio que o Chunan tenha decidido dar um pouco de atenção a esta área em específico. Vamos quebrar esse preconceito idiota e conhecer cada vez mais narrativas maravilhosas! 🙂

  • Brendo Rodrigues

    Melhor você comprar o fallout 4. Vai valer mais a pena, muitas horas de gameplay !!!!

  • StrangeFolk

    Fico feliz em ler a materia, concordo com o que foi dito. Ultimamente tenho entrado em contato com webtoons, uma vez que vim morar na Coréia do Sul. Acho legal que o assunto é, as vezes, mostrado aqui 🙂

  • Agora vocês já estão querendo inventar demais hein? primeiro foi shoujo pra todo lado e agora vão desperdiçar tempo com material do tio sam? não vejo necessidade disso aí. O shoujo até dá pra aturar mas querer colocar algo que nunca foi o foco? tempo que poderia ser aproveitado pra colocar os posts em dia e muita coisa boa que é deixada de fora tanto em mangá e ligth novels quanto em animês. Estão se afundando sozinhos. Vamos ver qual é a próxima que vão inventar.

    • Não vejo problema algum, os caras não vão mudar o foco do ChuNan, ChuNan ainda vai continuar tendo foco em animes, mangás e light novels. Mas é que Japão e EUA estão tão interligados, a cultura de ambos tá tão misturada, que uma hora ou outra isso iria acontecer. Big Hero 6, por exemplo, de equipe esquecida da Marvel, virou um mangá e depois uma animação da Disney de grande sucesso. Fora que o mangá faz tanto sucesso nos EUA, assim como os quadrinhos americanos fazem sucesso no Japão. Mostrar sobre a cultura do Tio Sam, não é se afundar, acredito que tu tá sendo preconceituoso demais com o país do Superman. Mangá e anime não é tudo na vida, temos de abrir nossas mentes também. E o site é do Dih, ele faz o que quiser com o site, e eu sei que o Dih é maduro o suficiente para ter noção de suas escolhas.
      Vlw, flws.

    • Dih

      Sim, estamos inventando demais. E achou mal do shoujo? Paciência. Só pra sua informação vários posts de shoujo ficaram entre os mais lidos do ChuNan nestes tempos. O Eu Recomendo de Shoujos ultrapassou diversos outros, inclusive qualquer post de shounen de porrada. E tá achando mal com os comics? Paciência também. Tem tanto apoio neste comentário que mostram que opiniões vazias e fracas como a sua não estão entre a maioria. Não quer ler? Paciência. Não estou pedindo e muito menos sentindo sua falta ou de comentários assim. Se você acha que estou deixando coisas de lado, aproveite por mim. Eu estou vivendo, coisa que você aí atrás do computador hateando um post de alguém com certeza não tá fazendo. Leia quantos mangás e light novels quiser. Se quiser ir pro Japão, se mudar, ser hikkikomori também, a vontade é sua. Graças a todos não estamos afundando, muito pelo contrário. Estamos a cada dia crescendo mais e tendo mais apoio dos nossos leitores, do contrário esse tipo de proposta nem surgiria. E ainda vamos enfrentar coisa pra caralho, e só pra deixar bem claro você não está nem um pouco convidado. Acha que estou sendo ignorante? Talvez eu esteja. Porque este site é meu, eu posto o que eu achar que vai me agradar e agradar as pessoas que nos acompanham. Não gostar é o seu direito, ser babaca no post alheio é só filha da putagem mesmo. Aliás, porque gastou seus dedos digitando isso? Poderia estar colocando seus animes e mangás em dia. Fique focado só no seu mundinho, viva o seu clubinho e deixe de visitar o ChuNan se quiser. Eu não me importo. Os outros leitores não se importam. E a sua visita não vai fazer nem um pouco de falta.

    • Olá, “LoliLover”. Vamos lá. Inventar? Me diz, shoujo te incomoda tanto assim a ponto de mostrar seu “haterismo” toda vez que você vê algo do tipo aqui no Chuva de Nanquim? Não é a primeira vez que você reclama, já respondi uma vez e eu vou te responder de novo: vamos continuar postando o quanto quisermos, porque não é questão de ter comentários or whatever, e sim de ter público. Minoria? Sim, e daí? Só por isso vamos parar? Só por causa do seu “mimimi” patético? Queridinho, seje menas. Não estamos desperdiçando nosso tempo, escrevemos sobre o que gostamos e é por isso que os posts de cada redator acabam sendo tão bons quanto são. Não há obrigação. E sabe o motivo do site não ter textos como os de antigamente? Pois nossos redatores são ocupados. Trabalham, estudam, se dedicam aos seus hobbys, tem vida social e, por fim, se dedicam ao site, eles realmente tem o que fazer, não são como certas pessoas aí. Não estamos deixando nada de lado com relação ao ChuNan e é só ver o que postamos a cada semana. Acho que você não leu essa parte, então vou repetir: nosso foco principal não muda, mangás e animes ainda são prioridades. Entendeu agora ou vou ter que desenhar para você? Queridinho, o único que afundou foi o Titanic, não confunda as coisas. 😉

  • Keiko-chan

    Sério mesmo que rolou briga? :I Não acho nada mal o site sempre evoluir. É muito bom quando isso acontece, não só o site evoluí como as pessoas que escrevem e leem também.
    Sempre gostei do ChuNan e não vou deixar de gostar dele porque ele não tem o foco que eu quero, muito pelo contrário, ele acaba por me enriquecer mais.
    Espero que as pessoas não vejam esse meu comentário como uma crítica, mas sim como uma opinião que estou expondo.
    Nunca curti história em quadrinhos do tipo de Super-Heróis, mas vos digo, quem acha que HQ’s são só feitas disso comete um pequeno equívoco, quem leu a HQ de Sandman – Os caçadores de Sonhos feita por uma co ligação de Neil Gaiman com Yoshitaka Amano iriam ficar muito deslumbrados com a história e se incentivariam mais para ler outros tipos de obras.
    E também há uma coisa no nome do site que se interliga com uma questão, Nanquim não só refere a mangá, ele também é utilizado em quadrinhos.

    Lembrando que: minha opinião, um abração nesse seu coração, por que esta pessoa aqui só quer ver seu sorrisão!

  • Esqueça MARVEL e DC. Acredite, não vale a pena.
    Procure pela IMAGE, IDW, DARK HORSE, BOOM STUDIOS, DYNAMITE ENTERTAINMENT, TITAN COMICS, VALIANT ENTERTAINMENT, ARCHIE COMICS e outras e seja feliz.

    Mas se quer realmente, ler super-heróis, aqui vão algumas dicas:

    Não tente entender a cronologia. Ela só tem importância para os fanáticos. E se você é uma pessoa sã e saudável e quer continuar assim, fuja disso. Também não tente ler as grandes sagas. Não será lá onde você encontrará o seu herói preferido. Todos vão pirar e morrer da forma mais desonrosa possível e renascer sob o punho do Deus Ex Machina temporal, dimensional, autoral ou até mesmo editorial. UMA MERDA SÓ.
    Por fim, procure apenas pelas melhores histórias dos personagens mais famosos. Podem ser as histórias clássicas, histórias premiadas ou melhores histórias. Para entendê-las, basta ler algum resumo do contexto em que ela foi produzida, os autores, a época, o impacto que ela causou na mídia, ou na história dos quadrinhos em geral. SIMPLES ASSIM.