I Am A Hero está se aproximando do clímax

Notícias-I am a heromanga-HeaderDocumentário revela que a série não deve demorar a terminar.

No episódio com Kengo Hanazawa da segunda temporada da série de documentários Urasawa Naoki no Manben, na rede NHK, o mangaká revelou que seu mangá de zumbis I am a Hero está se aproximando de seu clímax, mas não deu maiores detalhes ou uma data definitiva de conclusão da obra.

O mangá terá a sua adaptação em live-action lançada em 23 de abril, além de um prequel lançado no serviço de streaming DTV da Docomo em 9 de abril.

Publicado na Big Comic Spirits desde 2009 terá seu volume 19 será lançado em 15 de março. Também foi lançado o oneshot spinoff  I am a Hero in Osaka e desde 15 de fevereiro diversos mangakás estão lançando capítulos especiais na revista semanal. O título já foi lançado em alguns países do ocidente, nos EUA pela Dark Horse, na Espanha pela Norma, no México pela Panini entre outros países.

Hideo Suzuki é um assistente de mangaká de 35 anos de idade que luta para ser o herói em sua própria vida. Lutando para criar uma nova série ao mesmo tempo que faz malabarismo em seu relacionamento com sua namorada e seus próprios delírios. No entanto, tão duro como Hideo pode tentar, o mundo parece ter diferentes planos para ele; maquinações sinistras e escuras que derrubam completamente a sua realidade quando as pessoas começam a se tornar mortos-vivos infectados pelo vírus “ZQN” durante a noite. Depois de ser atacado por sua namorada infectada pelo ZQN, Hideo foge de Tóquio equipado com sua espingarda, um de seus hobbys. Ele viaja com Hiromi, uma colegial que ele encontra por acaso, e eles enfrentam a situação desesperada com a ajuda da enfermeira chamada Yabu em um shopping center.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Flávio

    Seja bem-vindo ao Brasil! Ah, seria tão bacana tê-lo encapadinho, com páginas coloridas aqui…
    (Mas não agora, “pelamordedeus”, já tem tanta coisa pra comprar… tanto dropado… haja uso de critério no usar o dinheiro…)