Fox anuncia data de lançamento para o filme de GUNNM – Battle Angel Alita

Notícias-GUNNM-HeaderO filme norte-americano da distopia cyberpunk ganha data de estreia.

O Deadline noticiou que a 20th Century Fox programou o filme live-action de Battle Angel Alita, baseado no mangá GUNNM, de Yukito Kishiro, está programado para ser lançado em 20 de julho de 2018. O orçamento do projeto foi estimado entre 175 e 200 milhões de dólares.

Os sites Collider e The Hollywood Report noticiaram recentemente que a protagonista da história será interpretada por Rosa Salazar (A série Divergente: Insurgente, Maze Runner: Prova De Fogo). Ela teria sido escolhida entre as três opções, em que também estavam Maika Monroe (A 5ª Onda) e Zendaya (K.C. Undercover).

O filme está intitulado atualmente como Alita: Battle Angel e terá Robert Rodriguez (Sin City, Machete) na direção, James Cameron e Jon Landau são os produtores do projeto e Laeta Kalogridis (Ilha do Medo) já escreveu uma primeira versão do roteiro.

Cameron havia afirmado anteriormente que não trabalharia em Battle Angel Alita até que tenha acabado de dirigir as continuações de Avatar, atualmente com estreias programadas para 2018, 2020, 2022 e 2023.

Gunnm foi publicado na revista Business Jump, da Shueisha, entre novembro de 1990 e março de 1995, seguido dos spin-off de volume único Haisha, entre 1995 e 1996, e de Gunnm Gaiden, em 1997. A sequência, Gunnm: Last Order, começou a ser publicada na Ultra Jump em julho de 2001, mas após problemas do autor com a editora o título mudou para a Kodansha e foi publicado na revista Evening e posteriormente na Afternoon, terminando com 19 volumes em janeiro de 2014. Desde outubro de 2014 está em publicação na Evening a terceira parte da série, Gunnm: Kasei Senki, atualmente com 2 volumes.

No Brasil, apenas o primeiro título da saga foi publicado pela editora JBC entre maio de 2003 e novembro de 2004, em formato meio-tanko e com o título Gunnm – Hyper Future Vision.

As pessoas e os ciborgues de Scrapyard vivem abaixo da utópica cidade flutuante de Tiphares, cujos habitantes despejam seu lixo na cidade baixa. Um dia Ido, um ex-habitante de Tiphares e especialista no reparos de ciborgues, encontra a cabeça intacta de uma jovem garota ciborgue em uma grande pilha de sucata. Ele dá a ele um novo corpo e o nome de Alita. Em seguida, Alita descobre técnicas de luta há muito esquecidas e escondidas em seu corpo e decide se tornar uma caçadora de recompensas. Alita é uma poderosa ciborgue com um coração mole e um passado misterioso. Sua segunda vida não é fácil: seu coração está quebrado e ela ganha e perde amigos no mundo cruel em que vive. Ela serve a muitos mestres na sua missão de proteger os inocentes e criar um nova vida para si.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • O melhor mangá que já li, junto com BUDA. Uma história fantástica que merece no mínimo uma trilogia para ser bem contada. Um filme só não dará conta. Vamos ver se a 20th Century Fox não faz cagada com um orçamento deste, já que DBEvo foi uma piada e um gasto de dinheiro absurdo…¬¬

    • Marcos Correia

      Pedir pra Fox não fazer cagada com um orçamento desses em jogo. Difícil, viu? Prepare-se para todo tipo de alterações grotescas e muitos cortes, para adaptar ao gosto do grande público.

      • Pelos produtores e diretor espere alterações ou mudanças por parte deles. Interferência do estúdio será mínima. Esse orçamento todo é pelas maluquices e inovações que podem vir desse trio.

      • Marcos Correia

        E como você sabe disso? Se é o estúdio que banca os milhões, você acha que os executivos vão dar carta branca com tanto dinheiro em jogo?

      • São produtores e diretores de renome, os filmes que fazem são altamente autorais, interferência do estúdio só os fariam sair do projeto e criar mal-estar e desconfiança no filme por parte dos investidores e do público.

      • Marcos Correia

        Só acredito vendo.

      • Bem… GUNNM não é para ser nada autoral, é para ser “simplesmente” adaptado… se estes caras fazem maluquices e inovações, é rezar que o mesmo não ocorra com GUNNM…

    • Raphael

      alguém poderia me dizer aonde eu posso ler esse mang?. eu procurei mas parece q n tem a versão completa do mangá antigo nos lugares mais populares

  • Cherubim

    Mais uma pessoa que pensa como eu, o melhor mangá feito até hoje, esse sim merecia ser relançado em formato luxo e também as continuações da série, mais que qualquer outro que foi relançado, mas não me agradou a atriz do filme, ela não tem nada a ver com filmes de ação em que a personagem não tem nenhum traço e silhuetas da gally.

    • Cherubim

      Corrigindo ela rem sim os traços, pensei que fosse outra… kkkk

      • @Cherubim, não sei se é o melhor já feito, mas com certeza é o melhor que já li. Eu gosto muito de YuYu e alguns outros mangás, mas nenhum mangá que li, exceto BUDA, se compara a GUNNM. Mesmo que talvez não seja (ou não fosse) o meu predileto, não tem como colocar GUUNM abaixo de nenhum outro que li, apesar de eu não ter lido taaantos mangás assim.

        Falando da atriz, achei a escolha boa, agora só nos resta esperar que as cenas de ação (apesar do fato de que vão usar dublê) fiquem minimamente boas… Aliás, acho que este será o maior trabalho da equipe de produção depois da criação de um roteiro decente. Cara, eu não entendo como podem conseguir estragar história tão boas, que são “simples” adaptações! Os caras não estão criando nada, só adaptando… mas… tudo é possível, né? Sei que o fato de adaptar algo não tira as dificuldades relacionadas a isto, mas daí a cagarem tudo?… É muita incompetência. “Se não é capaz de adaptar algo decentemente, seja humilde e saia fora”, ainda mais de anime/mangá para live-action… mas não é o que acontece, infelizmente. =(

  • Micael Okamura

    Putz, nem sabia que iriam fazer filme disso. Só espero que não vire uma m**** como foi o Dragonball Evo… Ah, deixa pra lá!
    P.S: Só o que me chamou atenção foi isso: “as continuações de Avatar, atualmente com estreias programadas para 2018, 2020, 2022 e 2023.” NOSSA, CAMERON! TU QUER MESMO FAZER MAIS 4 AVATARES?! O_O Boa sorte então.

    • Marcos Correia

      O Cameron não precisa mais de grana, então só faz o que quer, quando quer. E pelo visto, ele só quer brincar de manter as sequências de Avatar eternamente em status de pré-produção.

  • gilberto94819

    Vai abrir o olho de muita editora para licenciar os direitos de publicação aqui no Brasil. Um mangá curto, já concluído, com filme de grande orçamento e divulgação massiva, isso é um prato cheio para uma editora vender mangá sem fazer muito esforço, só indo na onda da publicidade gratuita da produtora do filme.

    • Marcos Correia

      Foram 18 volumes da JBC. Daria o que? Uns 9 Tankos? Essa série merecia uma republicação de luxo, porque aquele formatinho da JBC é terrível.

      • Se for relançado, com certeza será a JBC que o fará.
        @Marcos Correia, nem tão terrível assim. Teve mangás piores que o GUNNM lançado em meio-tanko… que por sinal foi o único mangá meio-tanko da JBC que teve orelhas, logo, terrível é um adjetivo DEMASIADAMENTE exagerado para o GUNNM lançado pela JBC…

      • Marcos Correia

        A capa do manga realmente estava acima do padrão nacional na época, mas o miolo, o papel, a impressão e a lombada eram tão ruins quanto o resto. Convenhamos, o formatinho deles era ruim mesmo, mas era o que tínhamos.

      • jesse

        O sennaffogo apenas esqueceu de mencionar, que a JBC atualmente nao tem mais os direitos de Gunnm, tanto que o manga nem consta mais no catalogo deles. Entao se for relançado, pode vir por qualquer editora.

      • Esqueci? Não exatamente. Eu disse isto apenas porque é no que acredito, já que quem o publicou aqui anteriormente foi a JBC, é ela quem detém a maioria dos lançamentos atuais relacionados a este gênero, e porque mesmo se não fosse por isto, eu acho que é a JBC quem o fará. No final, é apenas um chute mesmo, apesar de eu realmente ter dito como se fosse uma certeza. (até peço desculpas por isto)

  • João Ferreira

    “O orçamento do projeto foi estimado entre 175 e 200 milhões de dólares.” Com o Rodriguez na direção, o orçamento do longa deve ficar bem abaixo disso.