Billy Bat chega ao fim em agosto

Notícias-BillyBatFimagosto-HeaderMais uma obra concluída do mestre Urasawa.

A 35ª edição deste ano da revista Morning, da Kodansha, anunciou que o mangá Billy Bat, de Naoki Urasawa, chegará ao fim em três capítulos.

Se o mangá for publicado sem atrasos, o capítulo final será lançado na edição 38 da revista, que tem lançamento previsto para 18 de agosto.

Em janeiro o autor havia anunciado que o mangá estava no arco final da história, e em fevereiro começou a metade final deste arco.

Billy Bat é um quadrinho dentro de um quadrinho, e o verdadeiro protagonista é um artista japonês-americano chamado Kevin Yamagata que desenha Billy Bat para a “Marble Comics”. Pouco tempo depois de sua transferirem o artista de seu estúdio com o seu assistente, dois detetives, que se parecem com Laurel e Hardy em Dick Tracy, batem na porta da sala de Kevin para efeitos de vigilância sendo realizada em um quarto num edifício adjacente. Um dos detetives, o magro “Laurel”, vê o trabalho de Kevin e verifica que ele é um fã de Billy Bat. O outro detetive mais gordinho, “Hardy”, pega uma página e diz que os personagens parecem familiares e acusa Kevin de plagiar um antigo mangá. É então que podemos fazer outro salto temporal a 1949, em Tóquio, quando muitos mistérios começam a ser revelados…

O mangá começou a ser publicado na revista em 2008 e tem, até o momento, 19 volumes lançados. É um título com um histórico de diversas pausas na publicação nos últimos dois anos. O último foi em outubro, quando anunciou que ele retornaria no começo de 2016 e entraria em sua reta final.

Avatar

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post

Há 10 comentários

  1. Avatar

    Queria Pluto na mesma qualidade de Vagabond por aqui. Urasawa é incrível, merece que sua obra seja disponível na melhor forma possível. Espero que a Panini seja sensata e faça isso pelos leitores. Também gostaria do relançamento de Monster em offset.

    Responder
  2. Avatar

    Gostaria que viesse pela JBC, mas acho que é pedir muito já que a Panini publicou 20th e Monster sem nenhum problema…
    Ruim é que a qualidade vai ser inferior a Vagabond e Planetes, pois mesmo sendo do Urasawa, Billy Bat tem muito menos apelo no Brasil do que seus colegas 20th e Monster, e até mesmo Pluto, sendo assim, a qualidade terá que ser no mesmo nível tradicional da Panini…

    Responder

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *