Kanzenban de Os Cavaleiros do Zodíaco é anunciado pela editora JBC

noticias-cdz-kanzenban-header

A quarta versão da história dos guerreiros de Athena.

Após uma série de dicas através de suas redes sociais, algumas um tanto quanto estranhas, a editora JBC anuncia a publicação da versão kanzenban de Os Cavaleiros do Zodíaco, de Masami Kurumada.

Originalmente o mangá foi publicado nas páginas da Shounen Jump, da Shueisha, com o título Saint Seiya entre dezembro de 1985 e novembro de 1990. Sua primeira publicação foi compilada em 28 volumes, mas teve lançamentos posteriores no formato kanzenban, com 22 volumes, e no formato bunko, com 15 volumes.

A versão kanzenban foi lançada em comemoração aos 20 anos da série em 2006 e foi publicada em um formato maior, com mais páginas por volume e muitas páginas coloridas tendo, como principal característica, uma qualidade gráfica superior. Veja a capa do primeiro volume japonês.

noticias-cdz-kanzenban-01

Suas adaptações em anime foram produzidas pela Toei Animation. O anime para televisão foi exibido entre outubro de 1986 e abril de 1989 e, em seus 114 episódios, não cobriram todo o mangá, e teve o lançamento de 4 filmes para cinema. Esta versão é fortemente conhecida no Brasil devido a sua exibição na extinta Rede Manchete na década de 1990. A última saga do mangá, a saga de Hades, foi adaptada em 3 séries de Ovas, com 31 episódios, lançados entre 2002 e 2008.

Durante o intervalo de lançamento da saga de Hades, foi lançado um filme com a saga do Céu, que seria posterior ao fim do mangá, mas o projeto acabou sendo paralisado, com parte de seus conceitos retomados na sequência Saint Seiya Omega, exibido entre abril de 2012 e março de 2014. Em 2015 foi lançada a saga Soul of Gold, que se passa após o fim do mangá e possui 13 episódios.

Em 2014 foi lançado o filme em CG Saint Seiya: Legend of Sanctuary, que recontava a primeira saga, mas as severas críticas ao filme fez até mesmo com que linhas de colecionáveis já planejadas fossem cancelados pela fabricante Bandai.

Após 17 anos, em 2006, o autor retornou ao mangá para trazer o que seria a última saga com o mangá totalmente colorido Saint Seiya: Next Dimension, desta vez na revista Shounen Champion, da Akita Shoten, O mangá ainda está em publicação, mas com grande irregularidade em seus capítulos, possuindo somente 10 volumes encadernados até o momento.

Além da série clássica foram lançados outros mangás do universo por outros autores. Shiori Teshirogi lançou Lost Canvas, que foi adaptado parcialmente em anime, e seu spinoff Lost Canvas – Gaiden; Megumu Okada lançou o prequel Episódio G, e atualmente publica sua sequência, Episódio G Assassin; por fim, Chimaki Kuori atualmente publica o spinoff Saintia Shô.

Os Cavaleiros do Zodíaco foi um dos primeiros mangás lançados no país pela editora Conrad, onde teve o lançamento de duas versões meio-tanko, além do Episódio G. A própria JBC foi a responsável pela terceira publicação da saga clássica, desta vez em formato tanko, entre 2012 e 2014, e também publicou Lost Canvas e Lost Canvas – Gaiden, faltando apenas a publicação do último volume deste. Atualmente publica, quando há novos volumes, Next Dimension e lançará em outubro Saintia Shô.

Além do anúncio não há mais informações sobre o formato ou a data de lançamento do mesmo. Em breve a editora deve trazer novidades sobre o título.

A lenda conta que desde épocas mitológicas um grupo de habilidosos jovens protegiam Athena, a Deusa da Guerra, em suas árduas batalhas contra as forças malignas que tentam dominar a Terra.

Estes jovens valorosos eram chamados de Cavaleiros de Athena. Originários de todas as partes do mundo e dotados de verdadeira força e coragem, eles surgem sempre que a paz na Terra é ameaçada. Nos tempos atuais, um novo grupo desses jovens guerreiros foi reunido.

Entre eles está Seiya, cuja constelação protetora é a de Pégasus. Após conseguir sua Armadura Sagrada no Santuário de Athena, na Grécia, Seiya volta ao Japão para cobrar a promessa feita por Mitsumasa Kido, o falecido fundador da Fundação GRAAD – que anos atrás enviou várias crianças órfãs para diversas parte do mundo – de reencontrar sua irmã Seika caso conseguisse se tornar um Cavaleiro de Bronze.

Porém, Mitsumasa faleceu, e agora é sua neta Saori quem recepciona o rapaz e lhe faz uma proposta: se ele sagrar-se vencedor da Guerra Galáctica – um torneio entre os Cavaleiros de Bronze disputando a Sagrada Armadura de Ouro de Sagitário – ela não medirá esforços para ajudá-lo a rever sua irmã desaparecida.

Mas o que eles não sabem é que a Guerra Galáctica servirá apenas de estopim para o início de uma dura jornada repleta de poderosos inimigos e deuses mitológicos malignos.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • rafael

    kkkkkk q editora fdp nao tem nem 1 ano q lancaram a ultima edicao

    • Já tem bastante tempo

    • Alexandre

      rafael parou no tempo ,28 junho, 2014 o lançamento da ultima ed

  • Daniel Lima

    Classifico como ótima a notícia da publicação desse mangá nesse formato mas, sendo pela careira JBC já estou assutado de antemão com o preço e a provável distribuição somente em especializadas — o que encarecerá ainda mais o mangá… Enfim, tentarei colecionar, tentarei, e mesmo assim só se lançarem em meados do ano que vem.

    • ribeiro

      A melhor coisa que a JBC foi por seu catálogo nas livrarias. Éden e Blad por R $ 20 e FMI por 11 não me deixa mentir.

    • renatomotta

      manga em livraria é muito melhor que em banca, os mangas demoram meses para esgotar, os preços de capa sempre estão com descontos, voce pode parcelar suas compras, e se o problema for o frete deixa juntar uns tres meses de compra que acima de certos valores sempre tem frete gratis, maga em banca so da problema. E fora que tem umas promoções cabulosas que compro umas manga/coleções por menos da metade do preço!

  • seiya

    Alguém ainda tem dúvida que essa maravilha é o mangá/anime de maior sucesso na história do país? Eu tenho as duas edições da conrad, tenho a da jbc e vou comprar essa dai, minha quarta coleção de cdz, com muito orgulho. Vida longa aos defensores de Atena,

    • seiya, ok que você é fanático por CDZ, mas, sinceramente, acho que isto é jogar dinheiro fora…

      Para mim nada muda, já que tenho a primeira versão, que foi a melhor das 3 lançadas até agora. Será, possivelmente, superada por esta versão kanzeban, mas aí é muito dinheiro para eu pensar sequer em colecionar e ao mesmo tempo me desfazer da anterior que já tenho… logo, passo.

  • renatomotta

    eu sempre pensei que minha coleção de mangás estava sempre incompleta por faltar CDZ!! JBC a melhor do brasil disparada!!

  • Francisco

    Tenho a segunda edição da Conrad completa até hoje! pulei a da JBC por sorte e agora vou comprar essa com certeza! Que foda!
    CDZ nem é tão bom assim mas tem uma nostalgia pra mim que é insuperável!

    • David

      ”CDZ nem é tão bom assim”
      Comprou o mangá… mas leu ele? Pois se sim n deveria estar falando isso ‘-‘

    • Marcos

      Agora virou moda dizer que CDZ não é bom. CDZ tem uma história muito legal e rica em detalhes.

  • Pô, o header tá bonitão. Mas sobre essa notícia, dinheiro de pobre é a esperança, alguma hora eu ganho na Mega da Virada.

  • roninrj

    Estávamos satisfeitos com os títulos em circulação e anúncios, quando de repente KANZENBAN !!!!
    Boa! Esse é o espírito: ” nunca deixar ficar acomodados fãs e editoras…. ”
    Grato pelo formato. Ansiosíssimo e já reservando espaço na prateleira.
    Valeu mesmo!! Sucesso!

  • Wilker

    Moh facada o valor q eles tão cobrando! Absurdo!!! R$65 conto!!!