Conheça os ganhadores do 41º Kodansha Manga Awards no Japão

Editora da casa domina a premiação.

A editora Kodansha anunciou os vencedores do prêmio anual Kodansha Manga Awards 2017. Apesar da premiação reconhecer e nomear títulos que não se restringem apenas a Kodansha, os vencedores acabam sendo, principalmente, de posse da editora.

Em 2016, o mangá DAYS, de Tsuyoshi Yasuda, venceu a categoria de Melhor Mangá Shounen, enquanto Watashi da Motete Dousunda, da Junko, levou o prêmio de Melhor Mangá Shoujo. Na categoria Melhor Mangá Geral, Kounodori, de Yuu Suzunoki, foi o escolhido. Nos anos anteriores, a Kodansha havia também a categoria “Melhor Mangá Infantil”, mas em 2015 integrou os indicados para essa categoria as três divisões que vemos hoje.

O júri deste ano foi composto de Ken Akamatsu (Love Hina), Tochi Ueyama (Cooking Papa), Oh! Great (Air Gear), Atsushi Kase (Kuro Ageha), Miyuki Kobayashi (Kitchen no Ohime-sama), Yuuji Moritaka (Gurazeni) e Kazumi Yamashita (Fushigi na Shonen).


MELHOR MANGÁ SHOUNEN


SHOUKOKU NO ALTAIR

Autor:  Katou Kotono
Editora: Kodansha;
Revista: Shounen Sirius
Total de volumes: 18 volumes (em andamento)

Durante gerações, o Turkiye Devleti e o Império Balt Rhein se encontravam em oposição um contra o outro. Até que, em uma noite, quando o ministro do império é encontrado morto as duas nações se encontram em um situação com potencial de destruição. Quando os generais do conselho de Turkiye declaram guerra, Mahmut descobre a verdade por trás do assassinato. Assim começa a batalha do jovem paxá por seu país, pela paz e pela confiança no próximo!

 

 

Além do mangá premiado, ainda concorreram Enn Enn no Shouboutai (de Atsushi Ohkubo)Kishuku Gakkou no Juliet (de Yousuke Kaneda) Dagashi Kashi (de Kotoyama).


MELHOR MANGÁ SHOUJO


P TO JK

Autor: Maki Miyoshi
Editora: Kodansha;
Revista: Bessatsu Friend
Total de volumes: 9 volumes (em andamento)

Um dia Kako, uma garota do ensino médio, vai em uma festa para adultos e conhece Kouta. Apesar de ambos se darem muito bem, Kako descobre que o homem na verdade é… Um policial.

 

Além do mangá premiado, ainda concorreram Omoi, Omoware, Furi, Furare (de Io Sakisaka)Deguchi Zero (de Haruhi Seta) Harumatsu Bokura (de Anashin).


MELHOR MANGÁ GERAL


THE FABLE

Autor: Katsuhisa Minami
Editora: Kodansha;
Revista: Young Magazine
Total de volumes: 9 edições (em andamento)

Um gênio fabuloso em matar reside em algum lugar escondido de Osaka. Ensinado desde a infância a obedecer às ordens de seu chefe, ele é condenado a viver em Osaka como uma pessoa normal por um ano tendo um só propósito: mostrar quem é que manda de verdade.

 

Além do mangá premiado, ainda concorreram Grand Blue (de Kenji Inoue & Kimitake Yoshioka), Demi-chan wa Kataritai (de Petosu)Tokyo Tarareba Musume (de Akiko Higashimura) Otaku ni Koi wa Muzukashii (de Fujita).

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • Miguel Fara

    Apenas 3 categorias ??
    Bem, vou dar uma pesquisadas nesses títulos. Parecem interessantes !!

    • Wolpim

      onde será que consigo para ler os scans em pt-br? especialmente do The Fable! Tô louco atrás e não acho… 🙁

  • Kim Falleiro

    li as sinopses e nenhuma delas
    dá nem um pouquinho de vontade de ler
    🙁

  • Marcos Correia

    P to JK. Comecei a ler, mas não me interessei muito. Vou tentar retomar.

  • Arthur Baltazar

    Poxa, Grand Blue é sensacional! Apesar de ser uma comédia gag insana, é um mangá sobre mergulho de arte maravilhosa e enredo que segue lentamente.
    E o Enn Enn é outro shounen sensacional, parei de acompanhar no primeiro volume, mas gostaria muito de vê-lo aqui no Brasil, acho que seria uma boa ideia para o nosso mercado atual.