JBC lançará mangá de Ga-Rei

Depois de ver sua concorrente anunciando um bocado de coisas legais, a JBC surpreende e anuncia mangá pouco esperado já para março…

Ou uma simples coincidência a JBC anunciar um novo título no mesmo dia que a Panini anunciar 3, ou foi uma coincidência a Panini anunciar 3 no dia do anúncio de um novo da JBC. Ninguém sabe. O importante é que quem ganha somos nós com mais variedades de títulos nas bancas.

Fato consumado é que na noite do dia 28 de Fevereiro, a editora JBC anunciou seu novo título: Ga-Rei! Acredito que muitos ficaram surpresos com o título. Não é por não ser um bom título, mas sim porque ele não parece condizer com a “realidade” da JBC. A editora que é conhecida por lançar mangás que tenham um certo fandom formado no Brasil, dessa vez aposta em um bom título alternativo da revista Shonen Ace, que é uma continuação de uma animação inédita no Brasil (o anime Ga-Rei Zero) que eu tive a oportunidade de conferir nos torrents dos fansubs DVDs que comprei no Japão. O mangá, porém, pode ser lido sem a presença obrigatória do anime, embora algumas dúvidas possam aparecer no decorrer dos volumes.

Curiosamente, a série não foi licensiada nos Estados Unidos (onde já existe o DVD e o Blu-Ray da série disponível), e só foi licensiada na França e na Itália (se bem que esses dois países licensiam tudo que aparece pela frente). Ao menos temos a certeza então que o mangá não ficará a cargo de nenhum tradutor do inglês, e sim original do japonês.

O mangá nos mostra a história de um rapaz capaz de ver fantasmas e espíritos sobrenaturais desde criança chamada Kurosaki Ichigo Kensuke Nimura. Esses fantasmas aparecem sempre para atrapalhar e atazanar a vida do garoto. Um dia, o jovem acaba sendo perseguido por um fantasma e sendo atropelado por uma garota bonita, mas que também possui a estranha capacidade de ver almas, chamada Kuchiki Rukia Kagura Tsuchimiya. A diferença é que a garota tem o poder de destruir os tais espíritos do mal com um espectro branco chamado de Shiro. O tal do espectro aparece quando a garota libera o seu Ga-Rei e aí a porrada começa a correr solta.

A garota, ao descobrir dos poderes que o garoto possui, se infiltrará na vida de Kensuke sendo sua companheira de colégio, e o levando para a Soul Society o “Escritório de Prevenção de Desastres Sobrenaturais” que é responsável por resolver mos problemas com as almas espalhadas pela face da Terra. Assim, Kensuke é envolvido em um novo universo, onde ele aprenderá a dominar seus poderes e combater os hollows inimigos que ameaçam a tranquilidade no mundo.

Ga-Rei, que já terá seu primeiro volume em março com a capa acima, possui 12 volumes encadernados, uma arte bonita de Hajime Segawa e que sabe como mostrar impacto nas cenas de ação. Apesar de ser clichê em seu tema e não parecer nem um pouquinho com Bleach quando se lê a sinopse, as lutas da série empolgam, as cenas de drama são muito “fortes” e rola até um shoujo-ai leve pra quem curte um fanservice.

Como o mangá é da JBC (que com esse lançamento prova que parece tender cada vez mais para a falta de shoujos de seu catálogo), esqueçam as ilustrações coloridas nos versos das capas, além de seu velho preço de R$10,90, com periodicidade mensal e a qualidade que todos nós sabemos que deixa a desejar. Apesar disso, acho um bom título mesmo achando um “tiro no escuro” lançar algo que dependeria do anime para entendimento completo. Então bora baixar o anime completo em Blu-Ray nos fansubs comprar o DVD americano da série para poder curtir de forma completa Ga-Rei. Comprarei e darei minha opinião aqui para vocês, fiquem no aguardo.

Mas antes de me despedir, fica a pergunta: Se a Panini cancela mangás, e a JBC que anuncia e não coloca nas bancas? Cadê Densha Otoko? E Saber Marionetes J? Tá na hora de rolar uma organização maior de planejamento por aí não é senhor MDG?

Enquanto isso, quem na opinião de vocês anunciou os melhores títulos? Eu particularmente ainda acho que a Panini sai na frente. Kimi ni Todoke e Maid-Sama de uma vez só foi uma grata surpresa. Agora é só esperar para os próximos lançamentos das editoras, que devem sair em breve! Olho neles!

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post