Guia completo – Conheça os animes da temporada de Julho de 2011

Os destaques, as continuações, os intermediários e aqueles que você deve passar longe. Conheça a temporada de animes de Julho, o verão japonês chegando ao inverno brasileiro no Chuva de Nanquim!

E aqui estamos nós. Mais uma temporada chegando e eu escrevendo sobre ela. Minha segunda aqui no blog, por sinal. Não esperava que esse espaço fosse tão aproveitado por vocês, que os comentários surgissem como estão surgindo e que a aprovação por parte dos leitores fosse tão grande. Só tenho a agradecer. E para compensar, tudo que posso fazer é continuar escrevendo. Hoje, falaremos dos animes da próxima temporada que já começa na próxima semana, mas com uma pequena diferença da antiga análise: falaremos de todos! Hoje vocês verão as sinopses e comentários dos novos destaques, as opiniões sobre os animes que ganham continuação e as “rapidinhas” sobre os animes que podem vir a surpreender. Portanto, ajeitem-se nas cadeiras e preparem a leitura porque a temporada de animes de verão vai começar!

Os destaques

Começando com os 5 animes que mais me chamaram a atenção e que acredito a maior parte dos meus amigos blogueiros. Esses terão presença garantida aqui com seus posts de Primeiras Impressões e suas reviews finais. Com vocês, as recomendações do Chuva de Nanquim!

Usagi Drop

Estréia: 8 de Julho. Número de episódios indefinidos. Estúdio Production I.G.

Gênero: Drama, Cotidiano, Comédia

Sinopse: Imagine você, solteiro até seus 30 anos de idade e de repente uma garotinha de 6 anos começa a morar contigo e mudar toda sua rotina e seu modo de viver? Essa é a história de Usagi Drop, quando o despreocupado e relaxado Daikichi resolve “adotar” a filha de seu avô que acabara de falecer, a esperta e inteligente Rin. No meio dessa relação, percebemos a cada instante a interferência dos hábitos de um influenciando na vida do outro, e o mais lindo é a forma como os dois hora se tratam como pai e filha, e hora parecem irmãos. Agora ambos devem aprender a conviver com os defeitos do outro e se adaptarem em um mundo totalmente novo para ambos.

Digamos que vem se tornando comum para mim acompanhar os animes do Noitamina, e Usagi Drop é mais um dos casos, assim como o próximo da lista. De início, não esperava muito dessa série, mesmo adorando animes de drama. Com o tempo passei a pesquisar mais e percebi que ela não está sendo adaptada a toa. O mangá é um sucesso no Japão, já sendo vendido em países como Estados Unidos e França e contando com 8 volumes encadernados até o momento. A sinopse empolga pelo fato de não parecer “mais do mesmo” principalmente pelo fato da série conseguir mesclar muito bem elementos de drama e comédia ao mesmo tempo. A abertura “Sweet Drops”, será cantada pela banda PUFFY (aquela mesmo do Hi Hi Puffy Ami Yumi que vocês odiavam amavam). O diretor é Kanta Kamei, responsável pelo belíssimo filme Tales of Vesperia e também pela direção de animação do filme de Digimon, Diaboromon Strikes Back, portanto espero um trabalho no mínimo competente. Lembrando também que a série será a substituta de Ano Hana no bloco, portanto tem a difícil missão de manter a qualidade de seu antecessor.

No. 6

Estréia: 8 de Julho. Número de episódios indefinidos. Estúdio BONES.

Gênero: Ficção Científica, Suspense

Sinopse: O mundo ideal é algo desejado por todos, e no ano de 2013, a cidade chamada de No. 6 parece ter finalmente alcançado tal desejo. Em meio a essa cidade conhecemos o jovem Shin, uma criança rodeada da mais fina criação desde os 2 anos de idade. Porém, seu mundo parece desabar quando ele ajuda outro garoto chamado Nezumi, que fugia de uma clínica de reabilitação misteriosa do governo. Shin acaba sendo expulso por colaborar com o estranho jovem e conhece outros lugares de No. 6 com uma realidade bem diferente da que ele conhece. Quatro anos depois, os jovens se unem e começam a investigar diversas conspirações que cercam a cidade perfeita, mas tudo com um grande problema: Shin é acusado de um assassinato, e agora terá que provar a sua própria inocência em meio à corrupção.

Como já falei antes, as séries do Noitamina se tornaram obrigatórias pra mim. E mesmo com a decepção que foi [C] e a aceitação razoável de Fractale, No. 6 chega como o responsável por ser a série de ficção do bloco dessa vez. E promissora, devo dizer. Baseada no livro de Asano Atsuko de mesmo nome, e animada pelo respeitável estúdio BONES, acredito que No. 6 tem potencial para apagar as más impressões de seus antecessores no bloco da TV Fuji. O diretor Kenji Nagasaki, possui no currículo presença em praticamente toda a produção da série Gundam 00 e ainda teve participações em projetos como Kiba e Hanamaru Kindergarten. Mas uma das coisas que mais me chamou atenção é o responsável pela sonoridade da série, Keiichi Suzuki, responsável também pela trilha do ótimo filme Tokyo Godfathers. Espero não me decepcionar contigo, meu amigo da ficção.

Blood-C

Estréia: 6 de Julho. Número de episódios indefinidos. Estúdio Production I.G.

Gênero: Ação, Supernatural

Sinopse: Saya Kisaragi é uma estudante normal, com uma vida normal e com colegas normais. Ao menos é o que parecia até sua escola começar a ser ameaçada por seres sobrenaturais conhecidos como Furukimono, basicamente vampiros que se alimentam de seres humanos. Saya recebe a missão de empunhar sua lâmina e a responsabilidade de proteger sua cidade, sua escola, seus amigos e sua própria vida da perigosa ameaça desconhecida.

Bem, não tenho muito o que falar para vocês de Blood, exceto que é uma franquia de sucesso, com seu anime, filmes animados e um live action bancado pela Warner. Junte essa franquia a um grupo de sucesso como o CLAMP e vualá: Retorno fácil. Quando vi o anúncio da série pela primeira vez, achei que seria apenas um reboot da série com o character design do CLAMP como em Code Geass, mas as tias também serão responsáveis pelo roteiro da animação. Nunca duvidei da competência do grupo em fazer séries de qualidade, mas também nunca deixei de dizer que os finais das séries do grupo sempre acabam me decepcionando (excessão de Sakura, mas esse é um amor fanboy à parte). Tirando isso, não dá pra dizer muito pelos trailers disponibilizados, mas vou dar meu voto de confiança por carregar o nome que carrega. O estúdio responsável é o mesmo da antiga série de TV, o Production I.G, e o diretor é Tsutomu Mizushima, responsável também pelo anime de xxxHolic e de Genshiken. A trilha sonora também promete muito, sendo de responsabilidade de Naoki Sato, que cuidou de séries como X e Eureka Seven (eu amo a trilha dessa segunda). Destaque também pela música de encerramento da série, “Junketsu Paradox” da Nana Mizuki (que será a dubladora da protagonista) e que dispensa comentários. E que mantenham a qualidade de Blood, é o que esperamos.

Kamisama Dolls

Estréia: 8 de Julho. 13 episódios. Estúdio Brains Base

Gênero: Suspense, Aventura

Sinopse: Kyouei é um estudante que possui um passado atormentado por uma enorme catástrofe. Para fugir desse passado, Kyouei se muda de sua vila para Tokyo, afim de encontrar um novo futuro. Um dia, ele e seu amigo de infância Shiba acabam encontrando um corpo inundado em sangue no elevador. Assustado, Kyouei é surpreendido pela visita de sua irmã mais nova, Utao, acompanhada de sua Kamisama Doll, uma espécie de guardiã. As duas apontam o culpado pelo assassinato: Aki, outro amigo de infância do garoto. Kyouei mesmo relutante decide saber mais do incidente e acaba se envolvendo mais a cada instante. O perigo é ainda maior, uma vez que Utao não é a única com uma Doll: Aki também tem um, que o auxiliou no assassinato.

Todas as temporadas que acompanho, eu sempre busco uma série para aliviar a “tensão” e para “não esperar nada dela”. E esse é o caso de Kamisama Dolls. O roteiro não é original, muito menos espetacular, mas tem tudo para ser uma série bem executada. Com um clima de suspense, personagens extremamente carismáticas e uma trama extremamente forte por trás de tudo, envolvendo assassinatos e um mundo obscuro. Esse é o típico caso em que um ótimo anime pode ser deixado de lado pelo seu visual, que por sinal difere do mangá. Eu particularmente não me importo com isso, a série não foi descaracterizada, apenas ganhou um apelo comercial. O diretor pode animar a alguns e desanimar a outros, por se tratar de Seiji Kishi, o mesmo de Angel Beats e que será responsável por Persona 4 na próxima temporada. O estúdio responsável é o Brains Base, que já possui um grande catálogo de bons trabalhos nas costas (eu destacaria a participação do estúdio em Gurren Lagann). Assistam e tirem suas próprias opiniões.

Dantalian no Shoka

Estréia: 16 de Julho. 13 episódios. Estúdio GAINAX

Gênero: Fantasia, Suspense

Sinopse: Huey é um jovem que herda a biblioteca de seu falecido avô. Isso mesmo, a biblioteca, uma vez que esse era o item imprescindível para que ele morasse na mansão do bom velhinho. No entanto, Huey descobre que aquela não era uma biblioteca comum ao se deparar com uma linda garota vestida de preto e lendo um livro no interior do local. O nome dela é Dalian, e ela é a responsável pela porta de entrada da “Biblioteca Mística de Dantalian”, um local com o proibido “Livro Phantom” e que guarda a presença de demônios e mistérios que envolvem muito mais do que Huey poderia imaginar que existisse.

Olha, o que eu posso fazer se eu ainda boto muita fé em todos os projetos do Gainax? Ao bater os olhos em Dantalian no Shoka, a primeira impressão que tive foi: GOSICK! E realmente lembra em alguns aspectos (e até vai entrar no lugar de Gosick no Japão), mas as semelhanças existem. Podemos esperar muito suspense e uma trama bem amarrada (e bem mais forte que Gosick) baseada em uma light novel de 7 volumes e que ainda está em andamento. O grande detalhe é que mesmo com a publicação dos livros, o anime deve fechar coerentemente por serem casos “separados” e que podem ser facilmente adaptados, portanto não se preocupem. Sei que o visual “lolita” pode não agradar a todos, mas ainda deve-se levar em conta que embora o visual seja feito especialmente para os mais hardcore, a história continua sendo o grande ponto forte da série, com personagens diferentes (e acreditem quando eu digo diferentes) e que parecem cativar a todos mesmo antes do início da série. Mais uma que estou apostando firme, mesmo tendo um diretor de nenhum projeto renomado. Vale como curiosidade que o autor das novels de Dantalian no Shoka é o mesmo de Asura Cryin, que já ganhou um anime de duas temporadas.

As continuações

Como conferiram no cabeçalho do post, a minha maior esperança da temporada está depositada em um anime que já deu as caras antes. Aliás, essa temporada trás 3 continuações de 3 boas séries. Para os que já conhecem e assistiram, só nos resta aguardar. Para os que não sabem do que se trata, corre que ainda dá tempo de conferir as anteriores!

Baka to Test to Shoukanjuu Ni

Estréia: 8 de Julho. Número de episódios indefinido. Estúdio SILVER LINK

Gênero: Comédia, Aventura, Escolar

Comentários: Quem me conhece a algum tempo sabe que eu acho Baka to Test uma das melhores comédias dos últimos anos. Ela tem tudo que uma boa comédia precisa ter. Não precisa apelar para o erotismo (isso não quer dizer que os personagens não sejam feitos para fanboys e girls), possui uma história extremamente simples, de fácil entendimento para todos e personagens que conseguem me cativar do começo ao fim. E o mais importante: ME FAZ RIR! Eu dou risadas como poucas séries me fazem conseguir assistindo esse anime, que era o mais esperado da temporada para mim. Serei eternamente grato ao Luk por ter me indicado a série e sou o primeiro a recomendar pra quem quer que seja!

Nurarihyon no Mago: Sennen Makyou

Estréia: 3 de Julho. Número de episódios indefinido. Estúdio DEEN

Gênero: Suspense, Aventura, Ação, Sobrenatural

Comentários: Nurarihyon no Mago quando foi anunciado, chegou para ser comparado como o novo hit da Shonen Jump. Infelizmente, ele parece não ter vingado como Beelzebub e Toriko (que conseguem bons números mesmo sendo mais novos que NuraMago) e até mesmo seu mangá deu grandes derrapadas na opinião do público e não conseguiu mais se firmar no posto. Mesmo assim, a segunda temporada chega em um momento que pode fazer bem para a série, onde a ação predomina muito mais do que na primeira temporada e a história se desenvolve com muito mais fluência. Eu ainda aposto as minhas fichas nesse anime, e acredito que muitos que curtiram a primeira temporada estejam comigo. Resta torcer para que essa vá bem e de quebra ajude o mangá a  voltar à estabilidade nas páginas da Jump. Espero.

Natsume Yuujinchou San

Estréia: 5 de Julho. Número de episódios indefinido. Estúdio Brains Base

Gênero: Sobrenatural, Slice of Life, Aventura

Comentários: Bem, não há muito o que falar sobre Natsume Yuujinchou. O clima que a série trás, a calmaria, a sensação “Mushishi” de ser e uma história firme proporcionam a série vendagens satisfatórias no mangá e a sua terceira série animada. Mesmo que a animação não seja o grande forte da série, oscilando muito em qualidade, acho Natsume muito regular que literalmente não deixa a peteca cair para quem gosta do gênero. Se você não curte algo um pouco mais monótono de vez em quando, tenha a certeza de que a série não é para você. Se você quer conhecer um pouco mais da cultura japonesa e dos famosos “yokais”, o anime é um prato cheio e que vai te prender do início ao fim.

Séries em segundo plano

Essas são as chamadas séries “plano B” e que de vez em quando podemos garimpar algo bom. De qualquer maneira, não espero grandes surpresas, mas são alguns animes que podem valer uma conferida ou pelo menos a curiosidade atice dependendo dos primeiros comentários.

Ikoku Meiro no Croisee

Estréia: 4 de Julho. Previsão de 12 episódios. Estúdio Satelight

Gênero: Histórico, Cotidiano

Trailer: Clique AQUI.

Sinopse: Uma imigrante japonesa, Yune, se junta ao francês Claude e começa a trabalhar em uma loja de artigos de arte, adaptando-se assim ao mundo na França em plena época de popularização da cultura japonesa na Europa.

Séries com um punhado de história sempre acabam me chamando a atenção, e é inevitável. Qualquer um deve saber que como bom otaku eu gosto muito de conhecer mais sobre o Japão e alguns animes ajudam muito nesse sentido. Ikoku Meiro é um desses casos, e provavelmente é um dos que deve seguir para o “primeiro esquadrão” se sua estréia for satisfatória. Veremos.

Yuru Yuri

Estréia: 5 de Julho. Previsão de 12 episódios. Estúdio Dokagobo

Gênero: Comédia, Cotidiano, Yuri

Trailer: Clique AQUI.

Sinopse: Quatro garotas arranjam altas confusões em clubinho do barulho e tentando arrancar grandes gargalhadas dos fanboys. Sim, é mais um anime slice of life, mas com uma leve pitada de yuri.

Me empolguei pela equipe de produção, a mesma de Minami-ke e Mitsudomoe. Ou talvez eu esteja na esperança de apagar da minha cabeça as más primeiras impressões de Nichijou e A-Channel como anime desse estilo. No mais, não espero muito da série, muito menos que me surpreenda.

Blade

Estréia: 1 de Julho. 12 episódios. Estúdio MadHouse

Gênero: Ação, Suspense

Trailer: Clique AQUI.

Sinopse: Blade resolve ir ao Sudeste da Ásia atrás de mais pistas sobre seu passado e o mais importante: o assassino de sua mãe. Não tenho informações se esse arco é inspirado em alguma HQ ou original para o anime. Se alguém tiver, pode comentar.

Eu devo ser um idiota por acreditar que a parceria da Marvel com a MadHouse ainda vá dar bons frutos. Embora X-Men tenha sido melhor que os antecessores, não boto fé em Blade por não gostar do personagem, principalmente. Mas não custa nada arriscar. Embora o trailer não seja muito animador.

Kamisama no Memo-chou

Estréia: 2 de Julho. Previsão de 12 episódios. Estúdio J.C. Staff

Trailer: Clique AQUI.

Sinopse: Mais um anime de investigação inspirado em um livro, onde a detetive Alice e um estudante começam a procurar e desvendar casos que acontecem nas cidades com a ajuda de “NEETS”, pessoas que não possuem formação nem trabalham no Japão.

Como gosto de animes de investigação e na temporada Steins;Gate foi renegado por mim no começo e acabou se tornando uma grata surpresa, resolvi deixar esse por aqui, mesmo não apostando muita coisa. Para quem quiser conhecer mais, recomendo a postagem de primeiras impressões da Roberta no Elfen Lied Brasil, onde ela comenta bem mais da série do que eu.

Nekogami Yaoyorozu

Estréia: 9 de Julho. Previsão de 12 episódios. AIC PLUS+

Trailer: Clique AQUI.

Sinopse: Imagine muitas divindades morando juntas e convivendo em uma loja de antiguidades juntas causando problemas entre si e utilizando seus “poderes” de forma indevida e hilária. Isso é Nekogami.

Particularmente não sei porque essa série está aqui. Acredito que ter no currículo uma equipe como a de Hidamari Sketch possa ter ajudado. Mas importante ressaltar que o estúdio não deve estar muito preocupado com essa série tendo um filme do rentável Sora no Otoshimono à caminho. Me surpreenda, Nekogami. Se conseguir…

Outras indicações de análises da temporada:

– Gyabbo! – Sempre competente, o Gyabbo reservou duas postagens para os animes da temporada de Verão também. Uma com os destaques e outra com os comentários rápidos de todos os animes. Confira.

– Elfen Lied Brasil – Já citei o site da Beta aqui no texto, mas vale linkar dinovo porque eu simplesmente adoro os comentários dela. Destaque para as análises dos episódios semanais que ela sempre faz.

– Mithril. – Assim como o Gyabbo e a Beta, o Leo também fez suas apostas e acho interessante observar que a lista dele diferencia um pouco das nossas. Outras visões são sempre bem vindas.

– The Null Set – Com certeza minha grande inspiração de postagem nessa temporada. Adoro os reviews desse blog e recomendo bastante para todos vocês. Em inglês.

E vocês? Quais suas apostas? O que pretendem acompanhar nessa temporada? Fiquem ligados no Chuva de Nanquim!

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post