Quem tem medo de modinhas?

Quem Tem Medo de ModinhasHoje, no ChuNan Repórter: os mitos, as crenças e todas as adversidades que essas criaturas passam em seu habitat.

“Naruto é um lixo”. “One Piece só vende no Japão”. “Aff, detesto quem só gosta de modinhas”. “Não entende nada, só assiste modinha da TV aberta”. “Não gosto da JBC porque ela só publica modinha”. Quem nunca ouviu essas frases? A verdade é: por que tanta raiva com aquilo que denominam “modinha”?

Vamos parar para refletir e usar como base toda a década de 90. Eu, como bom garoto que fez parte dessa geração apelidada como “Geração Manchete”, comecei a me interessar por animes através daquela que pode ter sido a maior modinha de todos os tempos no Brasil no quesito “Japão”: Cavaleiros do Zodíaco. Era incrível o poder que aquela série tinha com pessoas de todas as idades. Desde crianças de 4 anos até pessoas com 20 (e até mais), meninos e meninas, pais e filhos: todos acompanhavam Cavaleiros. Era o assunto da escola no dia seguinte, mesmo com as incontáveis reprises. Era o primeiro desenho que víamos sangue rolando, pessoas brigando com poderes soltados pelas mãos. Era mágico o poder de persuasão que aquela série tinha.

E não parou por aí: vieram Shurato, Yu Yu Hakusho, Samurai Warriors, Sailor Moon. Foram séries que marcaram, bem ou mal, seu tempo e as pessoas que conviveram assistindo aquilo. Era legal, era “da moda”, todos queriam revistinhas Herói ou chicletes com figurinhas para colar na lancheira da escola.

Depois de alguns anos, acabou-se Cavaleiros e surgiram os guerreiros Z. Ah! Bons tempos! Todos brincando na escola de brigar “voando” e desferindo KameHameHa’s para todos os lados. Produtos relacionados sendo estufados em nossas caras nas bancas de jornal ou nas lojinhas de brinquedos importados. Era a maior modinha e até hoje ainda se trata Dragon Ball como a linha de produtos mais rentáveis destes últimos anos, superando até Cavaleiros (que teve um “boom” momentâneo, mas que não repetiu a febre em suas reprises).

Mas claro que não podemos nos esquecer de uma modinha que pegou fácil (e até hoje também tem uma marca fortíssima no mercado). Pokémon era o nome que estava na boca de todo mundo. Seja das crianças atrás de brinquedos da Elma Chips ou nos cartuchos de Game Boy, ou das mães correndo nos supermercados pedindo tudo que tivesse o tal do “Pikachu” estampado nos produtos. Ainda surgiu o adversário Digimon, que até manteve-se bem, mas que não repetiu o mesmo sucesso comercial de seu irmão da Nintendo.

E eu poderia aqui citar diversos outros estopins que tiveram um sucesso relativo e que influenciaram determinadas gerações, mas vou pular direto para a mais recente febre: Naruto. Esse sofreu e até hoje sofre muito.

Naruto dublado surgiu em uma época em que a internet no Brasil já era de relativo fácil acesso e que uma boa parte de público já conhecia a série. Resultado: “Não vou assistir Naruto dublado, muito ruim”. Até aí, entendível. É extremamente normal você não se acostumar com um produto “alterado” quando você já o conhece de outra forma. Foi passando o tempo e Naruto começou a ganhar fama, produtos, atenção do povo que era “desconhecido” – e foi aí que tudo começou. Surgiram os famosos “haters” de Naruto e o tal caso do “virou modinha, não gosto mais”. E quanto mais gente dizia isso, mais pessoas continuavam a consumir Naruto: com as reprises de episódios no SBT, começaram-se as procuras pelos DVD’s de episódios legendados e o maior número de acessos a sites de downloads procurando a série. Foi uma “revolução”.

Alguns vão discordar de mim e dizer que não deixaram de gostar de Naruto porque ele passou a ser modinha. Mas eu sei que a maioria o fez. Hoje a internet parece estar cada vez mais divididas entre os “cults”, os “pseudo-cults”, os “otakus”, os “otakinhos” ou seja lá como sejam chamados, como diz meu amigo Leonardo lá no AniMag. As pessoas simplesmente não podem gostar mais de um anime que se transformou em “modinha” pois essa mesma pessoa é automaticamente transformada em uma pessoa que não gosta de outros tipos de obras.

Eu, por exemplo, sou um grande fã de Naruto, de One Piece, de Bl… tá, esse terceiro deixa pra lá. A questão é que nem por isso deixo de admirar e de assistir outros tipos de obras. O que difere é seu olhar sobre elas. Não é por que Naruto tenha se tornado modinha que ele não tenha uma história boa, cativante e com bons níveis de ação que prendem o telespectador. Algumas pessoas não enxergam elas assim e elas tem todo o direito de o fazer. O problema é quando alguém simplesmente fecha os olhos para algo pelo simples fato de “ser modinha”, com medo de ser “transformado em outro circulo social”.

One Piece também possui uma história curiosa: passa do mainstream para o nicho e vice-versa em uma velocidade assustadora. Se você só gosta de One Piece, você é “fanático”. Se você gosta de One Piece e Naruto, você só gosta de modinhas. Se você gosta de Naruto, mas não gosta de One Piece, significa que você não é “inteligente o suficiente para entender a obra”. Alguns até utilizam o argumento de que One Piece não deu certo na TV brasileira por esse motivo. E não é meu amigo: One Piece não fez sucesso no Brasil porque veio em momento errado, teve a marca trabalhada de maneira errada e o público alvo visado nele foi errado. One Piece não vai deixar de ser um sucesso porque você não assiste, bem como ele não vai se tornar um sucesso se você disser que ele é melhor que Naruto.

Mas os “modinhas” não se restringem hoje somente a TV aberta: na internet existem também os animes taxados assim e que são alvo de “grupos separados”, os famosos lovers & haters. Poderia aqui citar diversas obras, mas vou utilizar um dos últimos sucessos que aconteceram na internet – Ao no Exorcist (que teve uma resenha publicada pelo meu amigo Qwerty no Nahel Argama). A história do exorcista azul rapidamente prendeu o público fã dos famosos “battle shounen” por ter todos os elementos que fazem desse gênero um sucesso, como ação, boas lutas, personagens carismáticos e um visual “atraente”. Com isso, o sucesso da série se espalhou rapidamente na internet e as pessoas começaram a correr atrás de produtos relacionados, indicando mangá para as editoras brasileiras e infestando o tumblr de fanarts e imagens da série.

Resultado: Ao no Exorcist não se salvou das poderosas garras das modinhas. Sua popularidade cresceu tão rápido quanto o nível de pessoas que nem sequer assistiram a animação surgiram para reclamar. E os argumentos são sempre os mesmos: “essas pessoas só querem saber de animes de porrada”, “nossa, esse anime não tem história nenhuma”, “gostam de Ao no Exorcist só porque parece com Naruto”. E assim a vida continuou. É um título forte que logo deve chegar em nosso país e que vai se tornar uma modinha (assim como Fairy Tail tem uma enorme chance se tiver um anime exibido em nosso território).

A questão é: o que define uma modinha? Muitas pessoas gostarem ou um número maior ainda de pessoas odiarem? Medo de ver sua série favorita ser apreciada por pessoas que buscam simplesmente por “lazer” ou apenas um incomodo por você não ser mais a única pessoa que gosta de animes na sua sala de aula?

Eu sinceramente não entendo essa síndrome de “o que é desconhecido é melhor”. Realmente existem diversos tipos de produtos que são melhores e que não são tão conhecidos pelo público “popular”, e animes são um desses “produtos”. Mas vou voltar ao começo da minha postagem para explicar: como eu estaria aqui hoje, escrevendo no Chuva de Nanquim, sendo lido por centenas pessoas, se eu não tivesse sido “pego” pelas modinhas de Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball e outros? Como a internet estaria infestada de fãs e fansubers que legendam os animes que vocês tanto gostam se essas pessoas não tivessem uma convivência com uma modinha em seu passado? E eu sei que você está me lendo agora, também foi pego por uma dessas modinhas (com uma ou outra exceção).

Hoje em dia, até mesmo ler mangás publicados no Brasil ou assistir animes na TV é considerado “modinha”. Até que ponto chegamos? Chegamos a um estado em que só aqueles que são puros de coração e recebem um digivice digital podem gostar de um anime ou mangá? Se uma pessoa não souber quem é Char Aznable eu devo simplesmente dizer que ela “só gosta de modinhas”?

Se esse for o mundo em que vivo, devo dizer que a situação está ficando preocupante, uma vez que as pessoas não conseguem mais raciocinar com cuidado. Uma série popular no Brasil ou em qualquer parte do mundo só pode significar uma coisa: produtos relacionados. Como você acham que hoje temos mangás com os mais variados títulos no Brasil? Tudo só começou porque Conrad investiu em Dragon Ball, Cavaleiros e JBC em Sakura e Samurai X – mangás conhecidos e que possibilitaram as portas abertas para diversos outros títulos. Como podem querer aquilo que é considerado “cult” se não deixam as portas serem abertas por produtos que possuem força comercial e apelo para atingir o público?

Animes funcionam como música: se um artista não tem sua música conhecida em outros países, não existe motivo para alguém se interessar em levá-lo para fazer show fora de “casa”. Da mesma forma que animes comerciais como Bey Blade, Bakugan ou mesmo os próprios Digimon e Pokémon sempre foram necessários para o sucesso de séries no Brasil. O Brasil passou 2011 sem nenhuma série japonesa de destaque na televisão, sem produtos relacionados nas lojas, sem “novos fãs” para os animes. Porque sim: existem muitas pessoas que assistiram Medabots na TV Globo e hoje viraram fãs de animes de mechas, ou até mesmo aqueles que viram Power Rangers e hoje não perdem os tokusatsus originais do Japão.

Vejam bem, em nenhum momento estou dizendo que vocês são obrigados a gostar de uma série assim, ou de consumi-la. O que quero dizer é que existe um público para isso. Existem aqueles que simplesmente assistiram Tenchi Muyo na BAND e deixaram pra lá. Como existem aqueles que assistiram e hoje procuram séries de romance ou de comédias com ecchi até hoje na internet. Existem aqueles que só acompanharam Naruto, ou aqueles que foram além e se interessaram por séries como Fullmetal Alchemist ou outros shounens de ação. Ou existem aqueles que envelheceram, que buscam um tema mais consistente e que prende com maior impacto como um Monster ou outros animes “adultos’.

Haters de franquias de sucesso sempre existirão e não será esse post que os atrapalharão. Madoka, por exemplo, deveria ser considerado o melhor anime do ano com maior número de haters de pessoas que não assistiram. Realmente, repetiu os passos de Evangelion, que passou de um anime restrito a pessoas que possuíam Locomotion, à uma pseudo modinha na internet. Pessoas que tem como único prazer não gostar daquilo que é de apelo público ou que ameacem seu status de “otaku-mor”. Pessoas que não possuem vida social e que tem medo que os animes possam fazer parte da vida daqueles que a possuem. Como já disse antes, a intenção desse texto não é criticar aqueles que não gostam de Naruto e afins. É entender e perguntar:  tem medo do que? Pra mim, quanto mais séries de sucesso apareçam, melhor. Maior a chance de algo que eu gosto aparecer por aqui.

Não é um público novo que surgiu, é um público que sempre existiu. Os famosos “casuais” estarão aí para se dividirem na nova geração de “otakus” ou só aqueles que tiveram um anime marcando sua infância. E mais uma vez, esses otakus se dividirão entre haters & lovers. E assim o ciclo continua. Será que daqui 10 ou 20 anos, alguém lerá esse texto e ainda se identificará com ele?

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Todo mundo devia ver logo Gintama pra todo rir junto e… oh wait, prefiro que isso não venha a acontecer, Gintama vai virar lixo se o pessoal ver. É triste.

    • Esse post é a cara do Ketsura.

      Síndrome de underground-mor.

      • Diego (Blackhono)

        … ketsura…
        Google sobre você -> “Você quis dizer: katsura” Ou melhor… ZURAAAA!!!

        “Katsura sobre meu comentário: ZURA JA NAI! Katsura da!”

      • Katsura

        Não é zura, é Katsura.

      • captainkatsurakoutarou

        ZURA JA NAI! Captain Katsura da!

      • Katsuo

        Captain Katsura ja nai. Katsuo da.

      • Zaikan

        Não é Katsura, é Zura!! não, espera…

      • chupinha

        Katsuo janai, Fruitpunch Samurai G da!

      • Zura ja nai! Arbusto da!

      • karasumaruh

        KKKKKKKKKKK Rachando com os caras corrigindo. “Katsuo janai, Fruitpunch Samurai G da!” morri lembrando desse episódio. Zura incrível. Saudade de Gintama anime!

    • Densetsu Hana

      Também amo Gintama… acho q qm realmente gosta de anime deveria assistir
      Isso de modinha é modo de falar, so pq uma coisa ta famosa todos amam e etc mas não sabem realmente o q eh gostar de anime, mtas pessoas q assistem as modinhas, como sword art nunca virao hack, q é mto mais antigo e mto bom. Conheço mtas q assistem naruto, fairy tail, sword art, mas nunca ouviram falar d shurato, final fantasy unlimits e ate mesmo yuyu hakusho.

  • Fui pega pela modinha Naruto,admito isso,hoje acho naruto uma merda,mas agradeço isso.

    One piece não foi fazerem dobradinha com naruto,se exibissem agora,que não tem concorrentes quase,seria um sucesso,se bem trabalhado,uma pena,parece que OP ficava em 1º lugar na audiência quando passava (vi na Henshin).

    Mas se passassem passariam a da 4Kids.

    4Kids = Shit

    • rgkillua

      One Piece ficava em primeiro lugar na audiência no Brasil? Meio estranho isso, não teriam motivo pra cancelar .-.

    • “Hj acho naruto uma merda”….tem todo o direito, mas, acompanha o mangá por acaso ou simplesmente acha que naruto é uma merda por causa da tal “modinha”? é de se pensar!!

      • Com certeza é pela modinha. Não vejo problema gostar dos animes modinha, desde que não fique só neles.

      • Luiz

        Ricardo FH, cada um assiste o que quiser…
        Não entendo esse tipo de cobrança: “[…]desde que não fique só neles.”

        Parece até que bota comida na mesa de alguém aqui para querer exigir algo…rsrs

      • Loxanorde

        Hoje compartilho dessa opinião de “acho naruto uma merda”
        Foi Naruto que fez eu começar a ver animes (conheci através de um amigo que não parava de falar disso)
        Embora tivesse assistido Cavaleiros do Zodiaco na Band ou mesmo as inúmeras reprises de Dragon Ball na TV Globinho (RIP), naruto foi o primeiro anime que eu peguei para ver desde o inicio e assistir episódio por episódio. Hoje em dia, para mim, a história de Naruto ficou péssima (para não dizer uma merda).
        Desisti de acompanhar o anime durante um de seus inúmeros fillers sem sentido ficando somente com o mangá.
        Continuei mais algum tempo só com o mangá e chegou a um ponto que eu não tinha mais vontade de ler e começava a atrasar a leitura que antes eu fazia no dia que liberavam o mangá traduzido (quando não lia em inglês!). Desisti do mangá na parte que
        (SPOILER ALERT, não leia se não tiver lido até o capítulo 631)
        o Sasuke fica bonzinho de novo e aparece para lutar contra Madara e diz “Vou me tornar hokage” -.-‘
        (FIM DO SPOILER)
        Esse evento me fez desgostar completamente do mangá… ainda li mais um pouco mas acabei desistindo no 646
        De todo jeito uns dias atras estava revendo um episódio da fase Clássica e me lembrei de como eu gostava de ver Naruto contudo avançando para os episódios/capítulos atuais percebo que já não me empolgam mais como no inicio. Assim digo que Naruto atualmente ta uma merda

        Naruto antes era meu anime favorito sem sombra de dúvidas
        Contudo hoje não ficaria nem no meu top 10, mas foi somente graças a ele que conheci Gintama, Black Cat e Haruhi Suzumiya no Yuutsu
        Hoje apesar de achar que Naruto esta ruim não adianta virar um hater e querer acabar com um anime que eu gostava. Contudo minha opinião continua sendo que “Naruto está uma merda”

        PS: Assisti Bleach (anime) completo e continuei com o mangá de onde parou mas acabei desistindo também por causa da história. One Piece não consegui passar do episódio 62 😛
        Recomendo Gintama para os fãs da Shonen Jump xD

    • karasumaruh

      Gostaria de entender a razão de Naruto ter se tornado uma merda na sua visão, mas deixa pra lá, pois gosto é que nem cu, cada um com o seu.

  • Ótimo texto.

    • storm’s end

      pra quem? o cara simplesmente escreveu um texto sobre um assunto que ele não entende. resultado? vemos um texto que só aborda um lado da questão e taxa esteriotipicamente os que não concordam com a posição do autor com partículas gramaticais de valor negativo, como “pseudo-“.

      e isso, caro você, caracteriza um texto ruim.

      e, sim, há uma razão pra o comportamento citado. a principal, acredito, o texto, simplesmente, não abordou. é bem simples, na verdade, mas se o autor não tem capacidade pra chegar lá sozinho, não merece que eu diga. :}

      • Luk

        Ué cara, deixa os argumentos ai. Vai que alguém concorda com você, qual o problema?

      • chato

        Ai, assim vc me mata.

      • hugodsouza

        Quanta virgula.
        Mas diz aí cara,estou curioso,adoro esse debate e vc parece manjar.

      • Mas tu se acha o cuzão da língua portuguesa hein, Pasquale!? Teu argumento, muito mal redigido com essa polução visual de vírgulas, parágrafos mal arranjados (iniciados com letra minúscula, vale lembrar), não levou a discussão à lugar algum, já que não final não dá uma solução ao “problema”. Parabéns, hein, pré-escola. (Y)

        P.s.: Com relação à sua pergunta “pra quem (isso foi um ótimo texto)?”; pra pessoa que afirmou isso! Inicie um argumento expressando suas opiniões, não denegrindo as dos outros. #FikDIk

  • Tem alguns certos podcasts sobre animes (q eu não irei citar nomes) q deveriam ler esse texto
    para eles é sempre a mesma coisa, One Piece é o melhor anime de todos e naruto é um lixo total, ja ouvi até falarem q “quem começou a ver animes por naruto não é um otaku”, maior babaquice q ja ouvi ¬¬
    belo post, fico feliz em ver q mais alguém pensa como eu

    • fofucho

      Do mesmo jeito que você não quer nem precisa citar o nome ne? kkkkkkkkk eu QUASE tenho vergonha de admitir que vejo one piece por culpa deles

    • E qual a vantagem de ser otaku? Eu gosto de animes assim como gosto de HQ e series americanas. Não sei para que essa idiotice de tacar a pessoa de otaku isso não significa que ela saiba sobre a cultura dos desenhos japoneses.

      • Laser

        otaku n seria qualq um q olha animaçoes japonesas?
        pensa nisso .-.

      • Laser ninguem precisa ser rotulado por assistir um anime.

        E você esta errado otaku não significa necessariamente isso, otaku significa aquela pessoa que gosta muito de um hobby ao ponto de viver em casa so para ficar apreciando isso.

        Existe varios tipo de otaku…

        anime otaku (animação japonesa)
        manga otaku (histórias em quadrinhos)
        pasokon otaku (computadores)
        gēmu otaku (videogames)
        tetsudō otaku (miniaturas, como trens de brinquedo)
        gunji otaku (armas e coisas militares)
        auto otaku ou jidosha otaku (carros, em especial os kei-jidosha e demais modelos destinados ao mercado interno japonês)

        Ou seja todos eles abdicaram do convivio social para viverem em casa exclusivamente para seu hooby simples assim.

    • Bom eu assisto os dois e acho que se um fosse sensacional e outro um lixo eles nao estariam sempre competindo pelo primeiro lugar da jump. Apesar de que eu prefiro One Piece e este custuma ficar em primeiro no questionario, mas uma diferença tão grande assim eu nao vejo nao.

      • hugodsouza

        O buraco em mais embaixo amigo,os cults ou pseudo cults consideram tudo da Jump ruim

      • Gafanhoto Judeu

        Não creio que seja uma competição de popularidade, já que a diferença de vendas é enorme.
        1. One Piece [37,996,373]
        2. Naruto [6,874,840]

  • felipe

    Prevejo uma enxurrada de argumentos sem sentido e o uso repetitivo da palavra “poser” nos comentários desse post em 3, 2, 1…

    • Art

      Poxa, amigo, só faltou escrever “first” e pedir jóinha pra seu comentário ficar LV 100 job pedreiro.

  • Gekkou Hayate

    Antes de mais nada parabens pelo EXCELENTE texto, tu escreve mt bem e consegue expor oq realmente esta pensando e querendo nos transmitir.

    Quanto ao assunto do texto, cara, eu concordo com TUDO oq tu disse e fico realmente muiiiiito feliz que existam pessoas que tambem pensem assim! ^^

    Mais uma vez, parabens pelo ótimo post, abraço!

  • Derp

    Escrito por um hipster.

  • Mandou ver ein Dih? Boa argumentação. Normalmente os haters surgem mais pelos fandom de determinada obra ser muito chato ou barulhento demais e acabar incomodando, ou pelo “não vi e não gostei” – que é bem o caso da Saga Crepúsculo. XD

    Em menor grau, vem as críticas realmente válidas.

    Mas isso é coisa de fã, gostar de cutucar o outro, ser troll, afinal, todo mundo é um pouco troll e se diverte com isso.

    Acaba sendo um clico natural, quanto maior o sucesso, mais haters terá. Afinal, eles não entendem o motivo daquela série estar fazendo tanto sucesso, afinal, ele assistiu e odiou (ou não assistiu e odiou do mesmo jeito, lol). Mas é meio paradoxo isso ai, pois os haters acabam contribuindo forte para que determinada série não caia no esquecimento. É o caso de Elfen Lied. Um grande sucesso e considerado um clássico do gênero, e curiosamente são as críticas ao titulo, que mantêm as discussões vivas e conseqüentemente, não deixa a serie cair no ostracismo.

    Sobre alguns animes citados no texto:
    Eu não curto muito “batle shounen” não, mas alguns conseguem fazer a minha cabeça ao me oferecer algo a mais. É o caso de Ao no Exorcist e Nura no Mago, mas o primeiro tem o diferencial de ser um mega sucesso comercialmente. E eu vim a assisti por isso. Naruto, se passasse regularmente na tv aberta, certamente eu assistia.

    Quero dizer que gosto de entrar nessa paranoia de gêneros, vejo o que me parece ser adequado para mim, apesar de ter minhas preferências e veja só, tenho um blog como o ELB, mas sou a maior shoujo.fag XD

    Mas não é como se tivemos todos que seguir uma cartilha, certamente a internet seria um lugar bem chato sem essas discussões que se formam.

    E sobre o ChuNan ser a modinha da blogosfera (bem oportuno citar), acho que isso é apenas uma consequência do que o povo estava querendo e não tinha, afinal, vocês oferecem justamente aquilo que a maioria quer ver. E tava fazendo falta isso, já que o lado shounen sempre foi deixado de lado pelos hardcores e críticos. E querendo ou não, essa é a identidade publica do ChuNan, ainda que os shounens não sejam (e nem devem ser) exclusividade no blog.

    • Eu vi crepusculo o que eu não gosto da saga é pela pessimo desenvolvimento amoroso e por ter um roteiro muito jogado e pouco explorado. O primeiro livro acaba como se foste ter outros vilões e que teria mais ação e lutas mas não saiu dai o roteiro e todo santo filme repete a “formula” usada nos outos filmes. Muito fraca essa literatura.

      Ver o hábito da leitura, que é um dos últimos redutos da razão no mundo da “multimídia fastfood”, produzindo “best sellers” como crepúsculo e cia, me faz acreditar que o mundo acaba mesmo ano que vem.

      • tiago

        Também tentei assistir Gaypusculo e achei um lixo.
        Romance chato, cenas de ações ruins. Eu quando vi o trailer pensei : Nossa vai ser foda. Terminei de assistir : Pqp que merda foi essa.

        Sobre livros tem muitos clássicos bons e A saga do anel é poético demais. Acho que vendeu muito, porque as meninas são tudo carentes de afeto. rs

    • Também li crepúsculo e achei bem interessante,particularmente o segundo livro,de resto me entendiei e no último livro segurava umas 10 páginas e sequer lia elas de tanta enrolação…resultado:não entendi o final….’-‘

      Não vou me dar ao trabalho de criticar até por que não sou critico e se fosse teria o minimo de senso e pesquisar sobre o assunto proposto para falar ….O cara ia de cima tachou a série como gay ou seja se afastou por causa disso….Entra direitinho dentro das especificações no texto.

      Até.

      • Eu mesmo não gosto de ficar debochando de obras muito menos quando não gosto ou acho ridiculo.

        O que não gostei de crepusculo esta justamente escrito acima no primeiro livro ele dar um ar que a continuação vai ser boa porem ele vai inserindo elementos da obra que muitas vezes não tem sentido no desenrolar da trama.

        É so opinião minha eu vi a obra mas não sei por que as pessoas tem tanto odio deste filme nisso eu realmente não consigo compreender.

    • tiago mendes

      assisti crepusculo e nao gostei , achei uma merda mesmo ,mudo tudo , porem pelo que minha irmã fala a bela do livro é um personagem bacana e o edward nao é gay , sou otaku comecei assistindo naruto ,acho one piece o melhor anime atualmente ,fullmetal o melhor que ja vi ,junto com death note ,nao assisto mais naruto por que ta chato demais mas pe um bom anime porem tenho que assistir pelo menos 10 episodios pra sentir que é o mesmo naruto do inicio

  • William95_lol

    Muito maneiro post DIH!!! Parabéns!!
    Finalmente alguém criou “coragem” e escreveu sobre as tão temidas modinhas!!!
    Esse ano eu consegui acompanhar uma boa quantia de animes, inclusive Madoka Magica…Os que mais se destacaram foram: Madoka, Steins;Gate e Ano Hana, O meu preferido do ano, sem sombra de duvidas, foi Ano Hana! Serie muito envolvente, não tenho vergonha de dizer que enquanto estava em frente ao PC com as luzes apagadas, assistindo aos seus últimos episódios, muitas lagrimas caíram de meus olhos!!! =’)
    (Um abraço a digníssima Roberta Caroline //@beta_blood// por ter me recomendado tal obra)
    É isso Dih….Ótimo texto, me identifiquei muito com suas palavras e opiniões!!!

    Um grande abraço….õ/

  • E fica uma verdade no que todo mundo pensa em algum momento: “o meu animu é melhor que o seu”.
    HUEHUEHUEHUEHEU.

  • Daniel

    Hey Dih Arrebentou mais uma vez, concorco com tudo que você falou,
    e o cara aê de cima ja disse tudo EXCELENTE TEXTO!!

  • Nataly Fahr

    Texto interessante, mas, creio que esse tal “medo” que as pessoas estão construindo, vá piorar bastante nos próximos anos.

    • Modinha hoje é um tabu sem sentido criado por um demonio maligno chamado “Felipe Neto” porem as pessoas são iludidas por que modinha nada mais é do que a palavra “moda” so que no diminutivo so isso.

      • Nataly Fahr

        Não acho que esse tal Felipe Neto seja o culpado, essa palavra já estava circulando por aí já faz um tempo.

      • Isso é verdade porem ele foi o estopim.

      • Em qual momento exatamente?????

      • Felipe Neto fez um video falando sobre o que é modinha onde achei o mesmo bem engraçado. Porem muita gente interpreta modinha de maneira equivocada como se automaticamente algo que seja modinha é ruim e sem graça.

  • Esse post pode ser apelido como um post clássico do Dih. Onde temos alguns momentos de flashback do passado de Dih “falando” sobre suas aventuras na década da manchete. Isso não chega a ser ruim, é bom ver os de idade mais avançada falando sobre coisas que os mais jovens não acompanharam.

    Não sou velho, tenho quinze anos, então vocês já devem saber qual “modinha” foi que pegou no meu tempo de criança. Foi Dragon Ball, ninguém parava de falar de Dragon Ball, era em todo lugar esse assunto e o pessoal colecionava aquelas revistas de bancas onde você comprava as figurinhas brilhantes e colava na revista e dizia com o peito estufado “sou foda.” Eu não tinha essas revistas, era pobre demais para comprar, então o jeito era ficar olhando para as revistas dos amigos… Mas ao mesmo tempo em que Dragon Ball, era a modinha do momento, já havia também outra modinha que naquela época por essas bandas ela perdia somente para os guerreiros Z. Era constantemente comentado na escola, ponto de ônibus, lojas de doce e na rua, Cavaleiro dos Zodíacos, naquele tempo enquanto tomava banho ficava cantando a abertura de CDZ, era eletrizante… Pokemon eu nunca gostei. Antes, agora, e nem depois, não curto Pokemon e antigamente o pessoal dessas bandas viam o desenho com preconceito, eles queriam era desenhos com sangue e também eles ficavam com raiva de Pokemon por que pelo que parece para eles o desenho “se parecia com Digimon” que para muitos naquela época era também um dos desenhos supremos (junto a CDZ e DBZ).

    Na sinceridade, eu até que curti um pouco de Naruto dublado, mas… Foi apenas no começo, depois eu fui desgostando da dublagem e acabei por odiar a maior parte dos episódios dublados. Não consegui me acostumar a assistir o anime dublado, é só legendado mesmo que me serve. Até hoje, mesmo que Naruto tenha episódios dublados, continuo curtindo o anime (mas ao mesmo tempo odiando por motivo nada relacionado ao que você disse no post). Não fiz a idiotice de parar de ver o anime só por que ele foi dublado, continuo firme e forte assistindo e não pretendo parar até que o anime chegue a seu final. Agora… One Piece dublado, esse eu jamais gostei, nem mesmo de um episódio. Veja bem, primeiro vi One Piece dublado do que legendado e por isso eu constantemente insultava quem assistia ao anime, a dublagem a meu ver ficou um total lixo e foi um total fracasso, quem investiu nessa dublagem deve ter se ferrado total… Felizmente depois de um tempo eu parei para pensar e segui o conselho de um amigo, fui ver One Piece legendado e veja como estou hoje, acompanho o anime e estou atualmente junto com os japas. hehehe’

    Olha, eu não curto Madoka, isso é fato. Mas eu não ouso ter a idiotice de criticar a obra e dizer que ela é um lixo, pelo contrario, eu sei que a obra tem tudo para ser considerada a melhor do ano. Mas o mangá/anime não fez o estilo de mangá/anime que curto acompanhar então ai esta o motivo por eu não curti Madoka. Acho que esse argumento pode ser aceitável, pelo menos eu assisti alguns episódios, não sai falando que não curtia sem nem mesmo ter avaliado a obra, muitos não assistem Madoka e logo já dizem que o mangá/anime é um lixo total. Esse tipo de julgamento é totalmente estúpido!

    As pessoas tendem sempre em encontrar problemas nos gostos dos outros, mas elas não entendem que é simplesmente algo normal ter gostos, pensamentos diferentes um dos outros (pior que eles insultam a galera sem nem ter argumentos). Pessoas assim eu costumo chamar de loucas ou perseguidoras. Curto One Piece, Naruto e Bleach e o que eu sou? A meu ver eu sou um simples fã.

    Meu comentário foi uma bagunça total, as idéias foram vindo e não consegui colocar em ordem, mas não da nada, ninguém precisa ler.

    Até mais~

    • Mariana

      Seu comentário foi simplesmente uma surra, uma surra em minha ignorância, afinal não é todo dia que posso ter o prazer de apanhar de um garoto de 15 anos que escreve tão bem. Sinto-me orgulhosa em ver que meninos tão novos podem ser tão cultos, claros, objetivos e inteligentes. Sua resposta não foi apenas uma resposta, foi um texto digno de admiração. Grata por publicá-lo aqui.

      • Onde tá o botão “curtir esse comentário”? Concordo com a Mariana. Comentário digno do post. ^^

    • Chitake

      Verdade guri! Continue praticando sua visão analítica que você vai longe 😀

      Deveria ter mesmo um botão de curtir 😛 (Olha a modinha do Facebook aí 😛 (Brincadeira))

    • LKBonato

      Muito bom mesmo seu comentário,
      se eu fosse vc iria fazer um blog sobre animes e etc.
      Foi uma aula ler esse post e ainda foi muito legal seu complemento.
      Vlw

      • Haha bom saber que existe gente que pensa do mesmo jeito, no meu caso não gostei de OP porque acho o traço estranhissímo,e a historia sem sentido(quando ele vai achar o tal tesouro???) e… ah eh so isso mesmo.

      • Luis, depois de acompnhar OP por tanto tempo, acho o traço lindão. xD

        Aliás, a história é foda também, mas como disse o post, gostar da série não é obrigação, hehe.

    • Tiago

      Aff, assiste One Piece e Naruto? Só gosta de modinha -.-

      Brincadeira… enfim, você escreve realmente bem mesmo cara, meus parabéns! Escrever bem não é só colocar as vírgulas, pontos e letras maiúsculas nos lugares certos como os milhares de “professores de português da internet” pensam (se é que me entende). É ter clareza e objetividade na exposição das ideias, e você faz os dois!

    • Boy dos Anime

      Eu acho que ele merecia uma curtida, sim, mas pela paciência de ter escrito esse comentário quilométrico em forma de fluxo de consciência. E cada um de nós também, por termos lido até o fim.

  • Eu me orgulho de dizer, que tenho um censo critico próprio.
    Analiso as coisas e escolho o que gosto e o que não gosto, não sou hardcore, e estou pouco me fodendo pro mundo otaku da internet. Leio o Chuva de Nanquim porque gosto da qualidade dos textos, e só porque um amigo me apresentou (nao fico caçando blog de mangá na internet)

    Naruto eu nunca vi o anime por preguiça, mas sempre acompanhei o mangá desde antes de virar moda, virou moda e eu continuei lendo.
    One Piece eu conheci a menos de 1 ano, ja alcancei o mais atual no manga, mas nada do anime tambem haha.

    Tenho saudades da época de DBZ e Pokemon, que ninguem ligava pra modinhas, só via as coisas porque queriam se divertir, hj em dia as pessoas se preocupam mais com as opiniões dos outros do que com o próprio lazer.

    O Caso Ao No Exorcist, bom eu conhecia o mangá antes do anime virar Hype e não gostei muito do anime pelo fato de distorcer muito da historia do mangá, mas não deixa de ser bom, tem um enredo bem bolado, mas deve ser analisado como uma obra diferente do mangá, só que com o mesmo titulo. O mesmo aconteceu com Deadman Wonderland, o qual eu ja leio a mais de 1 ano, e só agora virou hype.

    O Problema não só da internet, mas de tudo na vida, é o Exagero! tudo pode ser Bom, desde que na dose certa, mas existem muitos fans alucinados de algumas coisas, se soma a isso o fato de que hoje em dia as pessoas não sabem ter opinião própria e não tem censo critico e ainda falam mal de quem tem.

    • Sebastian

      Com certeza DBZ foi o anime que marcou minha infancia, era demais cantava a abertura todos os dias durante a exibiçao antes se ir para o colegio, colecionava as figurinhas que vinham no chiclete para colar na lancheira ou no caderno. Para mim foi o anime que a dublagem é perfeita melhor ate que a orginal, e tambem naquela epoca eu nao fazia ideia da palavra otaku e nem sabia o que significava, todos os caras da minha sala se nao do colegio inteiro assistiam sem ter preconceito aqueles que nao curtiam. Modinha, nao to nem ai o que os outros acham nao e problema meu, para mim cada um odeia, critica, defende o que quer, nada irá alterar o meu ponto de vista sobre o que vejo,,,

      pois no fim das contas o que define quem esta certo ou errado?

  • ALELUIA ALGUÉM QUE PENSA DESSA FORMA!
    Sinceramente, estava começando a achar que não existiam pessoas assim… xD

    Acho muito legal quando encontro alguém que gosta do mesmo que eu, torna-se um assunto em comum; Por que isso seria ruim?
    O que me incomoda é o “mau” uso das coisas populares. Lembro de ficar muito irritado quando lia “saske” na minha época narutete. Mas isso não é algo ao qual se pode atribuir um culpado: com um público maior é óbvio que os tão falados “posers” surgem. Mas existe um tênue limite entre ser taxado de “poser” e apenas curtir a coisa e não ser fanático por ela. Por isso sou adepto do ponto de vista de “quanto mais (público) melhor”.
    Até por isso mesmo gostaria de ver Bleach mais bem comentado por aqui, mas desse eu tenho quase certeza que sou um dos poucos que ainda curtem xD~~

    E, olha, não é por isso que não gostei do texto e vou odiar o blog eternamente,rs

    Bem escrito, com uma ótima abordagem e, o mais importante (pra mim), passou a mensagem!

    • A

      “mas tenho quase certeza que sou um dos poucos que ainda curtem Bleach”
      Cara vc pelo visto é muito mal informado.Bleach é e sempre foi um grande sucesso da Jump e ainda existem SIM muitas pesoas que gostam da série,inclusive eu.

      • LKBonato

        Realmente, mas Bleach decaiu muito dps de algumas temporadas.
        ps: eu já assisti um pouco mas n acompanho e ouvi muitas pessoas falarem isso sobre as temporadas.

      • Boy dos Anime

        Não acompanho nem nunca acompanhei Bleach, mas percebo que a série antes era muito mais popular. Há uns cinco anos atrás havia aquela rivalidade adolescente entre fãs de Naruto e Bleach, e o número de fãs dos dois mangás era mais ou menos proporcional. Hoje em dia ditos fãs de Bleach já não aparecem com tanta frequência, enquanto que Naruto continua sendo aquela coisa, o pessoal fala mal mas fala.

  • Será que daqui 10 ou 20 anos, ainda existirá o Chuva de Nanquim?
    – Tomara.

    É incrível como existem pessoas que querem classificar o gosto do outros. E ainda por motivos egoístas e irracionais como você exemplificou no texto.

    Poxa não podemos ver ou ler séries japonesas por puro lazer? Um otaku só tem valor aos olhos de um hater, se conhecer os títulos “cults” que ele conhece ou gosta? O cara é menos otaku se sua preferência for “shounen de porrada”?

    O pior de tudo isso é que os haters em geral são “pseudo-cults” que tem um conhecimento limitado sobre o universo otaku. E na necessidade de se afirmar (seja para ele próprio ou para outras pessoas) como um grande conhecedor de animes ele critica as “modinhas” sem motivos concretos. Eles têm uma opinião limitada que se justificou por meio de presunções ou por simples aversão ao popular.

    Quer ainda continuar chamando uma série popular de modinha? Vai lá, você não está totalmente errado mesmo. Quer desmerecer uma série? À vontade, desde que tenha sido após conhecer a série. Essa será somente sua opinião. Só não me venha generalizar que todas as modinhas são ruins, pois isso não é uma verdade.

    Não estou aqui querendo criticar a opinião de ninguém, somente critico como pode ter sido simplória a forma como ela se desenvolveu.

    • Modinha não significa que a obra seja ruim. Modinha vem da palavra moda ou seja é algo que esta popular. Bakuman e One Piece são modinhas e tem muitos fans porem não é isso que vai indicar que a serie seja ruim ou não e sim sua qualidade de obra e historia.

      A Globo é modinha assim como o Chuva de Nanquim e Video Quest.

      • Foi essa a ideia defendida. Reafirmar que modinha não é necessariamente ruim.

        Você leu o comentário?

      • Usei o comentario como forma de expressar a mesma opinião.

    • Boy dos Anime

      O curioso é que os tr00s de plantão se calaram diante deste post. Já vi gente aqui dizendo que quem não curte determinados títulos não merece sequer atenção, outros falando que Yu Yu Hakusho é bom apenas para os “nostálgicos”, etc. e etc. Que coincidência que justo agora esse pessoal tenha resolvido se calar ;).

  • Amido (@_Amido)

    Por outro lado, a execução dos pontos do programa agrega valor ao estabelecimento das condições inegavelmente apropriadas. Caros amigos, a complexidade dos estudos efetuados cumpre um papel essencial na formulação dos paradigmas corporativos. A nível organizacional, o fenômeno da Internet exige a precisão e a definição das direções preferenciais no sentido do progresso. Neste sentido, o aumento do diálogo entre os diferentes setores produtivos auxilia a preparação e a composição de alternativas às soluções ortodoxas.

    Acima de tudo, é fundamental ressaltar que o consenso sobre a necessidade de qualificação garante a contribuição de um grupo importante na determinação da gestão inovadora da qual fazemos parte. Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a hegemonia do ambiente político causa impacto indireto na reavaliação das novas proposições. A prática cotidiana prova que a constante divulgação das informações aponta para a melhoria do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades. É claro que a consolidação das estruturas obstaculiza a apreciação da importância das condições financeiras e administrativas exigidas.

    Evidentemente, o acompanhamento das preferências de consumo afeta positivamente a correta previsão dos modos de operação convencionais. Podemos já vislumbrar o modo pelo qual a crescente influência da mídia nos obriga à análise das formas de ação. Pensando mais a longo prazo, a revolução dos costumes pode nos levar a considerar a reestruturação do processo de comunicação como um todo. Percebemos, cada vez mais, que a percepção das dificuldades representa uma abertura para a melhoria dos índices pretendidos.

    Não obstante, a expansão dos mercados mundiais ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança dos procedimentos normalmente adotados. O incentivo ao avanço tecnológico, assim como a consulta aos diversos militantes não pode mais se dissociar do fluxo de informações. Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como a contínua expansão de nossa atividade prepara-nos para enfrentar situações atípicas decorrentes dos conhecimentos estratégicos para atingir a excelência.

  • daniel

    Eu não sou animêruler, otakuruler, assisto mais animê para passar o tempo, mais acho que animês que são muito GRANDES principalmente animês/mangás da shounen jump, acho que começam bem depois ficam uma merda, cheio de filler e começam a ter uma caralhada de furos na história, ai eu realmente não perco tempo vendo e realmente não gosto.
    O único ponto do seu texto que eu gostei foi falando do Madoka, que realmente foi um grande animê, e quem fala mal é pseudo-cult querendo pagar de underground.
    E sobre a questão porque tem gente que não gosta de animê modinha e blábláblá, por exemplo, como Avenged Sevenfold que é lotado de poser que fica pagando de manjaster metaleiro. Tem pessoas que gostam de animês menos conhecidos por não fica um tanto de poser falando que gosta só para ficar com imagem de cult, de manjador de animê, otakuzão daora a vida, como tem vários, vários e vários ”fãs” de Naruto, One Piece, e vários outros mangás famosos por aí. E ai que entra a questão porque DBZ, CDZ, e outros animês não considerados, as pessoas CONHECEM o animê, não ficaram vendo porque queria ser reconhecido como rei 1337 otaku virtual.

    • One Piece e series da Shonen Jump se dedica ao estilo anime por temporada.

      Isso acontece desde series americanas é impossivel um autor ter boas sagas em todas suas obras e quando uma obra não esta indo bem eles decidem finalizar as mesmas. Não vejo nada demais anime por temporada é algo divertido e costuman ter desenvolvimentos bem elaborados e costuman vender bem.

      Pois se não estive-se rendendo bem para que ter 14 anos de uma mesma historia ?

    • Não necessariamente fica uma merda a historia de naruto chegou nesses ultimos meses numa fase sensacional no manga. E One Piece entao sempre resgata coisas de muitos anos anteriores. Realmente os fillers sao dificeis de aguentar, mas dai eh so pular neh

      • Fillers é algo chato porem infelizmente não da para evitar afinal é um capitulo de manga semanalmente mais cedo ou mais tarde vai ter que inserir um filler.

  • Fernando.ha

    Olha eu não sou contra modinhas pra mim tanto faz, eu gosto do que me agrada não importa se é moda ou não, mas que as fillers que estragam Naruto, principalmente Bleach, só existem porque o anime fez muito sucesso isso é um fato, fala sério ninguém gosta de filler, imagine por exemplo death note com fillers, e Bleach que a história toda ta virando uma filler só, só pra render episódio, pra gerar lucro e tal.

  • Saudações

    Esse texto caiu como uma luva para mim…

    Sou uma pessoa que não consegue assistir muitos animes ou ler muitos mangás shounen. Sim, obras como Dragon Ball, One Piece, Bleach e outras simplesmente não causam impacto em minha pessoa…

    Mas não sou hipócrita, pois muito vi de anime shounen (especialmente em épocas de TV aberta), onde Dragon Ball (fase clássica no SBT, 1996-1998), Shurato (Manchete, 1996) e Dragon Ball Z (Bandeirantes, 200-2001) fizeram a minha alegria, isto só para citar alguns exemplos…

    Uma coisa é não gostar e outra é cair “seco” com argumentos e falhos e olhar ofuscado. Em outras palavras, não gosto tanto assim de obras shounen mas, em nenhum instante, faço vista grossa para a importância de tais obras e do porque de elas fazerem um sucesso relativamente maior do que obras de outros gêneros.

    As chamadas “modinhas”, com isso, não me preocupam. Também não gosto de ficar rotulando obra “x” e “y” como a melhor do ano (ou do mês e até da década) a cada chegada de uma nova obra que cause impacto inicial.

    Acredito que este post acertou em cheio, no que diz respeito à chamar a atenção para algumas coisas de grande importância entre os fãs de animação japonesa.

    Até mais!

  • Lucky

    “Hoje a internet parece estar cada vez mais divididas entre os “cults”, os “pseudo-cults”, os “otakus”, os “otakinhos”…”

    e como se chama quem não liga pra isso tudo e assiste e compra manga do que achar bom?? Pessoa normal??

    Acho que era oq devia sempre acontecer com qualquer pessoa

    • Pessoa normal não, pois o normal da sociedade hoje em dia é tachar umas as outras de coisas que as convêm, não só no caso dos animes como no tópico muito bem escrito, o que é realmente muito triste. A sociedade vive um momento que até o jeito de se vestir define a pessoa como ela é, seja da modinha ou qualquer outra coisa e é claro que isso acabaria acontecendo nos animes mais cedo ou mais tarde. Pelo menos penso que nem você e assisto o que eu achar interessante. Bons tempos que assistir anime era motivo só de alegria.

    • “e como se chama quem não liga pra isso tudo e assiste e compra manga do que achar bom?? Pessoa normal??”

      No meu caso se chama Jonatas hahaha.
      Compro Mangá do mesmo jeito que vou no Cinema ou compro jogos, revistas, livros, dvds e por ai vai, compro o que gosto, por lazer.

      As pessoas deviam se preocupar mais com o próprio lazer, que é pra isso que mangás, assim como todos os outros meios de entretenimento, servem. e não se preocupar em taxar o gosto dos outros.

      • Lucky

        Sua resposta foi fantastica… voce se chama Jonatas e esse é voce..não oq as pessoas vao pensar ou falar de voce se vc assistir ou compra tal coisa que eles considerem modinha ou ruim 🙂

      • Isso é so um “grupo” que as pessoas gostam de ficar como Otaku, Rockeiro, Nerd, Geek e por ai vai. Se você não se taxa disso significa que você nem quer e nem sente interesse em se associar a um grupo ou estilo. Os grupos são um estilo de vida para muitos porem em sua grande maioria os analisa como status social.

      • Luiz

        Protocolo BlueHand, acho que um estilo de vida deve ser algo maior que simplesmente assistir animes.
        Estilo de vida de um grupo está associado a uma conformidade de pensamento coisa que os otakus não têm.
        Enfim, esse negócio de otaku é uma bela bobagem…
        É exatamente como Jonatas expôs: assistir animes e ler mangás é o mesmo que assistir um filme ou ler uma revista qualquer; isso tudo não cria um grupo do modo como você falou.

        Além disso, existe uma grande variedade de animes, cada um com ideias diferentes por isso em um grupo de fãs de animes existe tanta gente diferente e algumas vezes desarmonia com gente que crítica coisas populares e chama quem apenas admira essas de “posers”.

        Se dermos uma olhada na Wikipedia veremos que Geeks e Otakus não estão listados como “tribos urbanas”, pois são palavras que apenas dão uma qualidade cada: Aficionados por tecnologia e, por animações e gibis japoneses.

        Bem, esse é apenas meu pensamento.
        Pode estar certo, pode estar errado…
        De qualquer forma, sou todo ouvidos…rsrs

        Flws!

    • Exatamente qual o problema em ser simplesmente vejo este pq gosto e nao vejo aquele pq nao gosta. Tem q sempre impor sua opiniao na cabeça dos outros

  • Ótimos post, você expressou neste texto minha linha de raciocínio. Nem vou ler os comentários porque deve ter alguns haters aí… não tem como argumentar com certas pessoas, infelizmente são um pouco ignorantes.

  • GABRIEL

    Realmente mas NARUTO continua melhor que one piece tanto como o METALLICA é melhor o restart.

    • Melhor é algo relativo de pessoa para pessoa eu mesmo considero em termos de historia e desenvolvimento acho One Piece bem superior a Naruto.

      • Assim como disse o BlueHand
        Em termos de historia e desenvolvimento e digo ate personagens acho OP bem superior a Naruto. Melhor é realmente muito relativo.

      • “Melhor” e “pior” são relativos mesmo. Restart é muito melhor que Metallica quando se fala de happy rock (argh), Metallica é superior quando se fala de thrash metal, Schumann é superior quando se fala de repertório romântico. Mas, Metallica é melhor que Restart na questão melódica, à medida que Schumann(mesmo que com cem anos de diferença) está anos luz a frente de Metallica na mesma questão.
        O ponto aqui é a necessidade de se cumprir critérios objetivos dentro de um aspecto que é estético. Existem certos critérios que podemos levantar antes de julgar qualquer coisa, isso torna algo melhor ou pior. Mas, não dá pra sair julgando aleatoriamente. Medir One Piece e Naruto por esses critérios deveria ser o mais perto do que se pode chamar de correto. Afirmar através de pontos de vista meramente pessoais o que é melhor ou pior é ignorância. Posso seguramente falar que prefiro um a outro. Eu não prefiro nenhum, o segundo por ter se tornado uma enrolação de tantos fillers e o segundo por temer começar a assistir e aquilo nunca acabar. Vejo que em Naruto e One Piece faltam a objetividade de um Yu Yu Hakushô.
        Agora, a opinião sobre algo que não se conhece é burra. Há alguns anos não conhecia Paulo Coelho e não entendia por que tantas pessoas que não o haviam lido o detestavam. Resolvi, junto com alguns amigos, ler o Alquimista. Ninguém conseguiu terminar o primeiro capítulo. As razões são diversas e continuam ocorrendo com escritores, cineastas e animações. Não consegui levar Ao no Exorcist a frente, por exemplo.
        Não acredito que chegue sequer aos pés do melhor anime que já vi, mas é um anime famoso. Mas, é claro, Ao no Exorcist tem suas qualidades (principalmente o primeiro episódio que pagou todos os que eu vi sem gostar). Resumo da ópera (já estou enrolando nessa porra), não penso que algo deva ser odiado sem ser conhecido. Se é visto e não conseguimos ver o retorno esperado dentro de um anime pode ser abandonado, assim como um livro ruim ou uma música ruim (em critérios tanto objetivos quanto subjetivos). Reclamar de uma modinha é algo tão inútil, quanto inofensivo. Só que ocorre. Pode ser produtivo quando se tem pleno conhecimento do que se queixa, ou melhor critica (no melhor sentido da palavra, emite opiniões fundadas e coerentes). Mas, em geral, vai deixar dois ou três caras chateados por lerem alguém falando mal de algo que gosta, no entanto nada pior que isso.
        Já que estou colocando meu ponto de vista aqui, vou continuar logo, evita que eu fique escrevendo à torto (estou com preguiça).
        Outro ponto que queria comentar é o que alguns aqui (e em todo lugar) afirmam algo sobre a qualidade superior de algo que vende muito e é muito popular. Afirmo, esse argumento é falacioso. Ora, afirmar que é algo é bom porque é muito popular é falho. Estamos cheios de exemplos de filmes, exemplo, que são campeões de bilheteria e são ruins, Avatar é um exemplo (me xinguem!). Mas, entre ver Avatar e Pocahontas pelo conteúdo, vejo Pocahontas que lembra minha infância, uma vez que possuem exatamente o mesmo conteúdo, mudando somente na forma, que também não é muito superior, de apresentação. Ou o Paulo Coelho que citei acima, nunca será melhor que Machado de Assis e não falo isso baseado em aspectos subjetivos.
        Acho que cheguei de volta ao início do texto, fechando meio que sem querer o que comecei defendendo, não dá pra concluir melhor ou pior, avaliar valor de algo somente por experiências ou vendagem, algumas coisas boas venderão muito em suas épocas, outras nem tanto. O negócio é saber parar para olhar e avaliar se aquilo é bom ou não. Penso que todos fazem isso em maior ou menor grau, mas o interessante é quando começamos a ficar exigentes com aquilo que assistimos, lemos, ouvimos, etc. E se o que vemos é bom e vira moda, na minha opinião é o “uau! que legal, tenho gente pra conversar sobre aquilo que gosto agora”. Se o que vira moda é algo do tipo “ah! que merda!” e não tenho nada a acrescentar, volto pro meu canto e fico caladinho, talvez seja o melhor.

      • Bem como eu disse “melhor” é algo relativo o que pode ser melhor para você pode não ser para outra pessoa. Eu mesmo gosto mais de Paulo Coelho do que Machado de Assis.

        Não quero discutir o que é melhor e quantidade não quer dizer qualidade em muitos aspectos. Sobre Restart eu não gosto por que musica feliz me irrita, gosto de algo mais pesado e serio.

        Sobre o filme Avatar eu gostei mesmo achando em alguns momentos do filme o roteiro meio que sem objetivo, o que gostei do filme foi de como ele conseguiu abordar aquele mundo ficticio essa parte foi a que mais achei interessante no filme.

        Gosto de One Piece e Ao no Exorcist porem não fico com raiva de quem acha o mesmo uma porcaria. Jesus Cristo não conseguiu agradar a todos imagina uma serie, então discutir o que a pessoa deve gostar é uma conversa que não vai levar a lugar nenhum.

      • Jonh Master, após ver sua resposta, me perguntei se leu o que escrevi. Coloquei coisas muito mais relevantes em pauta do que seus gostos ou meus gostos. Usei meus gostos para exemplificar um ponto não para compará-los com o seu.
        O que coloquei foi, de forma direta, é realmente possível falar de “melhor” ou “pior” sem pensar em categorias básicas de avaliação? Ou melhor, categorias estritas de avaliação para que o subjetivo, que não cabe mais há muito tempo em arte ou mesmo entretenimento, não seja uma o padrão de avaliação de ninguém. Fui claro, ou vai partir de novo para seus gostos pessoais sem que nada seja apresentado de fato?

  • Michael Kyle

    Parabéns Dih, ótimo texto!
    É bom saber que ainda existem pessoas no meio anime/mangá que pensam de forma coerente e sensata. Faço minha suas palavras, eu que também sou da “geração manchete”, acompanhei todos os que citou no texto e que seriam as “modinhas” da época, e graças a essas série que hoje sou fã desse tipo de animação, e não me arrependo de ter visto nenhuma.

    Hoje em dia, acompanho basicamente todos os “mainstream”, Naruto, One Piece, Bleach, Fairy Tail, etc. Nem por isso meu gosto se torna limitado à esse tipo de genero. Eu não entendo a indignação dessas pessoas que consideram modinha tudo aquilo que faz relativo sucesso. Já virou modinha dizer que tudo é modinha, não? lol.

    Come bem dito pelo Dih, não será esse “ódio” por determinada “modinha” que fará com que a mesma para de fazer sucesso, ou, no caso de lovers, se torne melhor que outra. São esses dois grupos, que fazem a “fama” da modinha, principalmente os haters, pois afinal todos querem entender motivo de tamanha indignação, seja ela bem argumentada ou não. Foram graças a grupos como esses que depertei intesse em ver Madoka, e isso ocorre com muitos, e com outras séries.

    Espero que as pessoas mudem essa maneira de pensar tão trivial. Não crie um pré-conceito baseado em opiniões de “lovers&haters”, se faz o seu genero, se gostou, assista/leia, pronto e acabou.

  • Incrível como esse texto passa a atual realidade acerca das modinhas.
    A verdade é que seria tão bom que não houvesse essa coisa de hater, e isso é um advento da internet, na minha opinião, mais que qualquer coisa. Tenho orgulho de dizer que vi Dragon Ball quando esse ainda passou no SBT e a música de abertura era totalmente diferente da que passou na Globo, e nem por isso achei que isso era ruim, achei o máximo ver aquele anime que me marcou tanto novamente, e agora completo, era o máximo, mas sei também que muitos odiaram na época, justamente com aquele maravilhoso comentário “Vai virar modinha!” desde aquela época eu mandava se foder quem vinha com esse comentário, se cavaleiros não tivesse virado modinha em determinada época, talvez nunca teríamos visto animes tão cedo.
    Hoje em dia me considero um Hater de haters! XD vai entender?!

    • Mike Cross

      Se você é hater de hater és um paladino. Considere-se abençoado.

  • Lourival Junior

    Bom assunto a discutir, pois é algo que acontece realmente! Serei sincero, pois sou da época da manchete (tenho 22 anos, e sim gosto de animes), vejo animes como se fosse series, e por mais que digam que é perda de tempo, não vejo desta maneira!! Então desta forma assisti muitos animes, como CDZ (sou muito fã) e DBZ (tambem siou muito fã) e hoje acompanho Naruto tambem (apesar de sempre pular os filers,pois odeio isso), não considero o melhor anime, e nem perto disso, porem acho legal a historia e penso que vale a pena comentar, assim como CDZ e DBZ pois assisti e gostei e recomendo para quem não assistiu (se eh que existe alguem que n tenha assistido). Entao acho que ser do tipo “maria vai com as outras” é pura ignorancia, pois como diz o Felipe Neto em um de seus videos “para criticar algo, primeiro conheça e depois critique” e penso tambem desta maneira (exceto em Crepusculo, acho muita baitolice e não tenho coragem de assistir), pois para dizer que algo é ruim ou não vale a pena, fundamente seu argumento.

  • alien pervertido do espaço

    Geralmente não ligo muito pra isso (a menos que OP esteja no meio-q), se algo virou modinha é pq teve alguma coisa que chamou a atenção do público. Se tal obra vai se adequar ao seu gosto, ai é outra história.
    É uma das leis do mundo otaku: anime de sucesso=fillers=$$=”modinha”. E na msm proporção q o sucesso cresce, os haters aparecem. (Já apareceu 1 pra criticar one piece nos Posts,se mata-q >>)
    Uma coisa não se pode negar, os melhores animes pra assistir com seu filho e subrinhos são os, taxados, modinhas.

  • Parabéns pelo belo texto.
    Sempre pensei parecido com você, sobre esta coisa de haters contra um anime, e implicância contra a “modinha.”
    Eu também vim para este “mundo otaku” influenciada sobre uma “modinha”, comecei a gostar e me interessar por animes que são “famosos” ,como Death Note e One Piece, e através disso eu me aprofundei mais, a ponto de ver animes em que você mal acha fansub que traduz.
    Acho que todo bom e velho otaku passa por uma fase que pode ser considerada “poser”, pois ninguém entra nesse mundo vendo só animes “não cuts” e entendendo de tudo sobre isto, todo mundo começa lá de baixo, muitas vezes gostando de um bom clássico na TV aberta. [ com algumas excessões]
    Eu tenho a mente aberta, e minha opinião formada, não é por que é modinha que vou ou não gostar.
    Hoje em dia One Piece é um dos meus animes favoritos, assisto e gosto de Naruto, adorei Madoka Magic, acompanho Bakuman, assisto Gintam, já vi Genshiken e não gostei de Bleach, e isso não me faz melhor ou pior do que qqr outra pessoa que curte animes.
    Para mim poder criticar algo, eu tenho que assistir, muitas pessoas falam mal de algo que nunca experimentou.
    Apesar de que um bom e velho “troll” para criticar algo sem motivos ou sem saber sempre vai existir…uahsuhasuh…. e cada um tem um gosto por anime, podendo gostar ou odiar.
    O importante é ver o que te agrada e respeitar a opinião alheira.

  • Bem esse texto foi apenas um dezabafo mais mesmo assim devo comentar já que lí.
    Eu não chegei apegar nenhuma modinha eu assistia anime na tv normal varios desde classicos como Yu Yu hakusho até The Prince of Tenis, E em miados de “2002 descobri que podia assistir na internet tambem anime e serie que não tinha passado tv, na epóca eu nem sabia o que erá mangá.”
    O anime que fez eu virar um {Otaku} foi os ovas de Hunter X Hunter, porem eu assistia anime antes na internet “Casualmente”.
    Ah Eu disse que “descobri” mas na verdade pode ser dito que eu apenas vi meu primo assistindo e pedi para ele deixar eu ver, depois que aprendi como abaixar.
    Sobre Madoka eu já disse mas vou dizer de novo eu assiti o anime quando estava lançando e foi um anime normal, Não foi nem bom nem ruim. porem eu não gosto quando as pessoas falam que ele foi o “melhor do ano” tirando a temporada de junho esse ano teve eesta tento muitos anime bons ou com potencial.
    Naruto Eu ODEIO.Prefiro não apronfudar nos motivos senão os fãs/ou pessoas que gostam irão me chingar “com razão”.
    Ao no Exocist = Apenas o mangá eu gostei.O anime eu realmente não gostei do final, fillers ruins precisso dizer mais algo.
    One piece Na tv aberta não é One Piece É OUTRO ANIME, se as pessoas gostam ou não é outra coisa mais o anime não é o mesmo!

    • Eu meu lembro da primeira vez q eu peguei um manga. Eu tentando ler da esquerda pra direita, eu nao entendendo nada do q tava acontecendo, ate q o meu amigo me falo como se deveria ler, ai eu joguei pro lado o manga e falei “hum, que ridiculo.”. Hoje em dia nao leio tantos mangas pq nao acho um lugar bom pra baxar, mas gosto muito de ler um bom manga.

    • Sobre manga neste contexto de no ocidente ler da direita para esquerda acho algo desnecessario.

      O grande problema de One Piece no Brasil foi a incrivel censura da 4Kids lembrando que a obra tem cenas de violencia bem fortes em alguns momentos.

  • GABRIEL

    Sai daí alien pervertido o bagulho é bob esponja!

    • alien pervertido do espaço

      Pois é, nada como a fenda do biquini ‘-‘

      • Dattebayo!

        Mas que Polêmico ein? Naruto intão…

        Pois bem, vou dar uma de Dih agora tb =D.

        Primeiro, o que eu posso dizer? Naruto me marcou na infância, sim, tenho 21 anos e assisto desde o início, e pra min será o meu eterno anime favorito, e se você gosta só de um tipo de anime, (percebi muita ênfase em Naruto) vc é limitado de mundo, certo, ai eu concordo com a amiga
        ai de cima, que, e se eu disser que gosto de “The Twelve Kingdoms”? Ai vão me olhar com a cara bizarra igual olharam pra minha amiga do post de cima e diser, que porra é essa? é anime? ok… e se eu disser que não gosto de One Piece? (Eu realmente tentei gostar mas não deu =/), sou o que?

        Eu acredito que o problema não é o anime virar “modinha” em si que estraga o anime por parte dos “Haters” mas sim que, o anime quando vira modinha ofusca a luz de muitos outros animes muito bons! e as pessoas que tem seus animes ofuscados naturalmente passam a odiar o anime que causou isso.

        Eu não culpo quem não gosta de Naruto, ou OP, ou Modoka, normal, cada um tem seu próprio gosto e antes de tudo deve ser respeitado, o problema em si são as pessoas Ignorantes que se aproveitam do momento “modinha” de um anime pra estragar com os outros que tanto merecem também.

        Então, por favor, eu acredito que todo mundo que entra nesse blog é um Otaku, INDEPENDENTEMENTE DO QUE LÊ, seja Naruto, Bleach, One Piece, e o escambal, só devemos aprender a respeitar o gosto de cada um, e que Você que tem seu anime agora no topo não despreze o anime de alguem que não ta nem no top 100, porque afinal, modinhas sempre existirã e elas dão voltas, se é que me entende.

        Eu acho que foi o que o Dih tentou passar, deixem que falem mal do seu anime por parte dos ignorantes, só não repita você a mesma coisa que os outros fazem, se não os “Haters” pra sempre existirão… =/

  • NoneFast

    Aos que louvam One Piece como se fosse um deus me respondam uma coisa:
    Voces começaram a assistir por conta propria ou pela influencia de alguem?
    Aos que escolham a segunda opçao , voces so começaram a o assistir por
    ser uma “modinha”.

    • O que isso importa?

      Assisti simplesmente por que o anime era da Shonen Jump pessoas ja me recomendaram mas a livre vontade de assistir foi minha. Se a pessoa assiste so por que a obra é uma “modinha” (termo certo “moda”) não quer dizer nada. Se muitos falam que a serie é boa você vai querer descobrir por que é boa isso é raciocinio logico da curiosidade humana.

    • Qual o problema de ser indicado ? Meu tempo eh curto nao vou pegar escreve b no google e o primeiro anime q aparecer com a letra b eu vou ver.

    • Acho que tu formulou errado teu texto… quer uma ajuda?

      “Aos que louvam One Piece como se fosse um deus E SÃO CONTRA MODINHAS, me respondam uma coisa:”
      Acho que assim fica menos incoerente…

      Agora respondendo a pergunta como você fez:
      Sim, comecei a assistir por conta de modinha, ainda não entendi o problema.

  • Janjão

    Dih, acredito que enquanto houver pessoas sem senso critico os haters vão sempre existir. Afinal, quem não tem capacidade ou vontade de tentar encontrar os prós e contras de um titulo, de analisar uma série vai querer estar por dentro de alguma forma. Vai querer ter o que falar…

    Considero que a modinha é um monstro que as pessoas criam para ficar por dentro. Os haters pra mim são pseudo-haters, porque eles no fundo amam isso. Amam ter algo para criticar, mesmo sem ter a capacidade para tal, são gente fraca com necessidade de autoafirmação. E que forma mais fácil de autoafirmação do que rebaixar uma série? Uma série não é uma pessoa.

    Quando você critica uma série, você não vai ouvir reclamações de volta, nem alguém te crucificando por causa disso, principalmente a internet, que permite privacidade de identidade. É tão mágico! Você se sente por cima sem precisar torrar o amendoim que tem dentro da cabeça e não tem nenhuma consequência. E com isso, os haters acabam se juntando, criticando sem nenhum critério obras que mal conhecem, e formam um ciclo vicioso. Se uma modinha acabar, prontamente criarão outra. Quem cria modinha não é quem gosta da série. É quem não a compreende, finge que odeia pra se divertir com esse falso ódio.

    Eu sinceramente não gosto de Naruto. Já amei e foi meu primeiro anime visto via internet. Conforme meu censo critico foi ganhando forma, deixei de gostar dele, por diversos motivos. Acho que a história fica meio repetitiva e enjoativa depois de um tempo, além de não ser muito verossímil, o que eu gosto em um anime. Mas eu seria idiota se eu falasse que é uma série sem qualidades. Tem boas lutas, personagens carismáticos, e passam a ótima mensagem de se esforçar e cultivar suas amizades. Eu comento sobre Naruto se me perguntarem, mas como eu não gosto, eu prefiro procurar séries que eu gosto para analisar e criticar. Só que para haters isso é difícil, porque eles não querem gostar disso, analisar o que tiver de bom ou de ruim, dá muito trabalho pra cacholinha deles. Por isso eles vão ficar apenas no anime muito comentado, desvalorizando quem realmente gosta da série. Por isso eu digo: Quem gosta de verdade das consideradas modinhas, não fuja dela só porque vai ter gente falando mal. Pode ter certeza, eles não são capazes de falar nada produtivo, ao contrário de você. Como o Dih já disse lá em cima, muitas delas são a base para o que somos hoje, para o nosso gosto atual.

    Quanto à existência futura dos haters, acredito que a única forma de acabar com eles é melhorando a educação. Ensinando a crianças e adolescentes a procurarem ter opinião própria e respeito alheio. E isso passa diretamente pela família, portanto, não acredito que seja algo que possamos melhorar em curto prazo. Mas sabe, acho que cada um pode fazer sua parte. Quando você tiver filhos, Dih (se tiver, rs. Se não tiver pode fazer isso com seus amigos e pessoas próximas a você), se você educa-los para serem boas pessoas, você já vai estar fazendo sua parte para melhorar essa situação. Aliáis, você já faz isso.

    O Chuva de Nanquim é um grande estimulo para as pessoas pararem para pensar e procurar dar um basta. Dar sua opinião dessa forma é o primeiro passo. Posso te garantir que você tá estimulando outras pessoas a escreverem e dar suas próprias opiniões. E se em algum momento essa voz critica for ativa na sociedade, os haters não terão espaço. Portanto, te peço para continuar sempre assim. Pois sua palavra já vale muito, cara. Rumo a um mundo otaku melhor! =]

  • Marcus

    Gostei. Eu sou diferente da maioria dos apreciadores de animes. Quando eu gosto de um, eu costumo falar com TODO MUNDO pra assistir tb e eu ter como comentar sobre! Eu não consigo entender o porquê as pessoas excluem os outros de obras que eles gostam. Teve uma frase sua que concordo 120%

    “Pessoas que não possuem vida social e que tem medo que os animes possam fazer parte da vida daqueles que a possuem.”

    Acho que é por aí mesmo. Pessoas que se isolam na internet e tomam obras que gostam como exclusividade e qualquer um que ameace aquele “domínio” é expulso daquele círculo. São projetos de trolls.

    • Eu tbm faço isso.
      Quando vejo um anime que gosto muito, logo comento e falo para todos eles verem o anime ou sobre o anime, pois é legal ter algum para comentar as cenas, os próximos episódios, ri junto das cenas engraçadas. Tenho um amigo que sempre combinamos um ou dois animes da temporada para acompanharmos ‘juntos’ e poder discutir sobre ele. Se torna algo mais legal do que ver e não ter ngm para comentar

  • eu comecei a gosta de animes quando era criança com modinhas como dragon ball e pokemon e agora assisto todo tipo de anime desde um shonen a um seinen .
    eu particularmente gostaria que mais animes passa-se na tv brasileira pois com isso mais pessoas se interessam por animes e se tornas otakus

  • Bruckmuller

    Bom eu queria dizer , que sempre acompanhei desenhos , seja os japoneses ou não e sempre me fascinei com os enredos , as emoções transmitidas a historia a evolução do desenho e traços isso me fascina pois temos que concordar que os desenhos também evoluíram com a tecnologia , mais isto e outro caso , porem eu tenho 22 aós de idade sim eu era pequeno quando por exemplo eu comecei a me interessar pelos animes japoneses e tudo começou na manchete sim senho CDZ e depois Shurato , Sailor moon, Samurai Warrion’s, Kamen Rider ,outros de mais e menos expressão e mais antigos que consegui ver por pesquisar os títulos como Akira ,poderia citar uma lista imensa de desenhos que acompanhei durante todos este anos ainda mais depois do surgimento dos fansub’s que me trouce uma gama de desenhos nunca vistos por mim até então como Devil my cry , Claymore , Blood + , Helsig que me espantou e gostei muito do anime como Full Metal Alchemist são animes um pouco mais adultos ao meu modo de ver , O Lost Canvas foi outra grande e emocionante aventura eu até arrisco a dizer que em certas partes eu vacilei e deixei cair uma lagrima assistindo o anime que acompanho insanamente pelas criações dos novos episódios, ou ate o mais conhecidos como Naruto , Bleach , etc.. etc… como ja disse não tem como citar todos são muitos animes de grande expressão mais nem sempre repercussão, o caso é que até os dias atuais com o passar do tempo dês do começo eu me apaixonei por estes estilos de desenhos dos tipos mais variados diferentes temas e difícil dizer algo que não gostei de ver alias nem consigo mesmo citar temos diversos tipos de fã’s os que só assistem , os que compram também seus produtos os que se vestem como seus heróis , os que sempre acham que sabem mais do assunto do que os outros , os que compartilham os animes e as ideias, os que tem a maior coleção baixada no seu computador, e os que tem gosto pela coisa e se identificam ou os que são uma mistura de todas estas coisas hahaha !
    Bom o que eu quero dizer e que isso é uma das coisas que me faz se sentir bem por ter nascido nesta época e poder ter participação e me identificar com diversos títulos de animes que já apareceram e que hoje em dia aparece cada vez com mais força aqui no brasil por diversos motivos.

  • É impossivel entender esse tipo de gente. Vo dar um exemplo do que uma comunidade forte pode alcançar. Nao sei vcs, mais eu acompanho o mercado de jogos, e percebo q o Brasil vem se tornando cada dia mais um pais importante para as grandes empresas de jogo. A 5 anos atras eu nunca imaginaria q existiriam tantos jogos importantes dublados em pt-br, os jogos estao cada vez ganhando mais espaço no brasil e os preços dos jogos estao muito mais acessiveis. Me corrijam se eu estiver errado, mas isso so aconteceu por causa da comunidade Gamer no Brasil, a vinda do Machinima para o Brasil é a prova disso.
    Vcs nao acham, q uma comunidade Otaku forte so traria beneficios para todos nos, cosumidores de animes e mangas? Se isso acontecer, teremos mais mangas de alta qualidade aki no brasil, apariçao de mais empresas voltadas para esse fim, teriamos concorrencia, luta pela melhor qualidade e isso tudo quem ganha somos nos. Mais essas pessoas de cabeça pequena que querem parecer espertas conseguem ferrar com toda uma comunidade q se esforça pra tentar melhorar o mercado nacional. Pelo q eu vejo essas pessoas estao felizes pelas nossas crianças estarem assistindo merdas como Ben 10, Mutant Rex, A nova liga da justiça…..Fico triste e PUTO quando ligo a SKY e boto no cartoon e vejo q esta passando uma maratona Ben 10, passo pra Disney XD(antiga Fox kids) e vejo q esta passando “Kid Vs Cat”, sinto muito falta da Fox Kids passando Shaman King, Musculo Total, Digimon(o primeiro) Medabots, e CartoonNetwork passando InuYasha, Cavaleiros do Zodiaco, Samurai X e Pokemon…..
    Sinceramente fiquei ate triste escrevendo esse post, sinto falta da minha infancia, tenho 19 anos, olha q ponto nos chegamos =/

    • Luciano sobre os animes e um maior mercado aqui eu meio que discordo sobre isso. Anime é algo muito fechado ainda ate no ocidente é dificil chegar tantos projetos.

      No caso dos jogos de video game é diferente desde cedo a industria de games se foca em vender para todo mundo e ser uma media internacional como no Brasil tinha tradutores de jogos que estavam traduzindo como fans mesmo as empresas viram isso como algo vantajoso e começaram a traduzir os jogos pura e simples economia.

      No caso dos animes os japoneses são fechados ate para os jogos lançados no país deles, tem jogos de RPG bons lançados no Japão que nunca ganham uma versão em inglês. Se o Japão tive-se um pensamento mais internacional para o seu produto eles poderiam ganhar bem mais. Porem poucas empresas como a Square Enix que quer vender fora investem em jogos em inglês então a situação é algo complicado.

  • MugiBoy

    Se você gosta de Naruto, mas não gosta de One Piece, significa que você não é “inteligente o suficiente para entender a obra”.
    FODEROZAMENTE FODA!
    Ótimo post, logicamente que quero ONE PIECE se espalhe pelo Brasil. Assim poderíamos ter novamente os mangas e mais variedades de coisa sobre a serie, isso é prato cheio pra quem é fanático por tal.

    • Rozeex

      Você não entendeu essa parte do texto e isso deixa esse argumento mais questionável ainda parecendo que é justamente o contrario. rsrssrs

    • fofucho

      Não sei se choro ou dou risada da inteligência do seu comentário. ¬¬

      • Rozeex

        Digo o mesmo sobre o seu. srssrrs

      • Rozeex

        *dele.

      • Eu sinceramente gosto de ambas as obras one piece e naruto. Gosto bastante das obras da shonen jump.

        Assistir determinado anime mostra o quanto você é exclarecido? A minha resposta para essa pergunta é simples a sua inteligencia é medida de acordo com o quanto você quer ser exclarecido se você le noticias sobre animes você vai ser bem exclarecido sobre o mercado desta area.

        Se quer ser cult e exclarecido é simples resolver o problema leia livros, fique atualizado sobre o que anda acontecendo sobre o mundo e leia sobre politica. So isso.

      • Rozeex

        @JonhMaster eu não entendi direito onde seu comentário se encaixa nessa conversa e nem para quem ele se direciona embora tenha sentido o que você falou.

        A conversa teve inicio pela seguinte frase “Se você gosta de Naruto, mas não gosta de One Piece, significa que você não é “inteligente o suficiente para entender a obra”, onde aparentemente nossa amigo @MugiBoy interpretou de forma errada ou se expressou, não estamos dizendo quem vê Naruto é mais inteligente que quem vê One Piece, mas sim que o comentário foi engraçado pela circunstância.

      • Eu falei sobre ser “cult” a melhor maneira de ser cult de anime não é ver 1000 animes e sim estudar sobre o tema de como funciona a animação e seus desenvolvedores. So isso.

        Acho que você não entendeu direito o que eu quis dizer.

      • Rozeex

        @JonhMaster você que não entendeu o contexto da conversa.

  • ONE PIECE TO THE WORLD!

  • Lucas

    Haters gonna hate!!! Um post excelente o

  • Esse post foi um dos melhores do blog até hoje na minha opnião.
    Realmente existem muitas pessoas que descartam animes e falam mal sem nen mesmo ver, eu acho isso muito errado, se quer falar mal assista antes.
    Eu particularmente vi naruto pelo SBT, e desanimei com a serie devido a muita enrolaçao, mas nen por isso odeio ou falo mal atoa. Com One Piece também foi uma situação parecida, assisti também pelo SBT, mas a história não me agradou, e particularmente acho que falta alguma coisa em One Piece, mas aceito o sucesso desses.
    O legal das modinhas é que podem abrir caminhos para novos otakus, como um caso de dois amigos meu, que eram viciados só em naruto, pra eles só existia naruto, mas eu fui apresentando novas series para eles, e acho que eles podem ser considerados otakus.

    • White

      Na minha opinião , como One Piece é um anime grande, voce deve ver pelo menos uns 15 episódios para então decidir se realmente quer continuar vendo ou parar, mas creio que voce continuará assistindo, porem recomendo que veja a versão legendada, pois no dublado a historia foi modificada pela censura.

      • alien pervertido do espaço

        Imagina o tanto de criança que apareceria com um pirulito na boca se OP virasse febre aoskaosk. Maldita versão censurada.

      • eu assisti até mais ou menos a entrada do chooper
        Ja tentei ver mais, mas One Piece não me agrada mesmo,ainda sinto a falta de alguma coisa quando assisto ele

  • Pri

    Gostei desse post!

    Comigo é assim, não me importo se o anime é antigo, recente, famoso ou “underground”! Se a série me cativa eu adoro, senão, deixa pra lá.

    Sou já da geração Manchete. Devo confessar que no começo eu não gostava CDZ, pois só tinha violência e quase não tinha humor. Mas em 1996 o primeiro anime que realmente comecei a gostar foi Sailor Moon, que ai sim tinha humor, romance e uma pitada de romance também. Mas com o tempo comecei a gostar de outras séries como Yuyu Hakusho, Guerreiras Mágicas e, em 1997, começei a ficar fanática por CDZ, quando o povo já estava meio que enjoado do anime.

    Nunca fui fã de DBZ, comecei assisti pela Globo na saga de Madin Boo, e vi um pouco da saga do Freeza na Band. Eu não gostei da série, eu só gostei do Dragon Ball enquanto o Goku era pequeno, tanto é que acompanhei esta saga fielmente na Globo. Mas reconheço o sucesso de DBZ pelo Brasil e pelo mundo, e também a importância dele entre os shouens. Eu digo que não gosto mas não digo que é uma série ruim.

    Entre as mais recentes, gostei e ainda adoro One Piece. Adorei Naruto e Bleach, mas no presente estou meio que enjoada dessas séries, tanto é que não assisto os respectivos animes, mas acompanho os mangás, e pelo menos tenho que admiti que Naruto está massa no arco atual.

    Mas quando vejo criança pequena gostando de Naruto eu fico meio que maravilhada. Achei uma graça quando um afilhado de minha mãe, de 3 anos falando “Naruto solta Rasengan”. Eu particularmente acho lindo quando uma criança começa desde cedo a curti animes.

    Agora tem uma série que tem tudo pra virar “modinha” é Fairy Tail. Não vejo nada de especial nessa série… tem lutas, papo de amizade e proteger aqueles que mais ama, humor, pitadas de echi. Se tiver um tratamento adequado na TV aberta sei que vai ter muitos moleques imitando o Natsu.

    Só que eu simplesmente ADORO Fairy Tail. Não sei porque essa série me cativou legal. Talvez futuramente eu enjoe dessa série. Mas vou curtir numa boa enquanto essa série continuar me cativando.

    Perdoe-me pelo comentário longo. Só tem comentário comprido hoje!

  • BrunoM

    Gostei do texto.
    Embora acho que o maior problema na minha opinião seja o público “kid” que fazem nossos animes parecerem desenhos infantis =(

  • Esse negócio de “modinha” é palhaçada de invejosos sem vida social ou sem qualquer tipo de propósito na vida, a não ser ficar criticando.
    Se a série faz sucesso é porque é boa, simples assim, não faria sucesso com a maior parte do público se fosse algo ruim.

  • guilherme

    Code Geass esculacha ;D

  • O pior é as pessoas se preocupando com o que os outros dizem. Só porque falam que Naruto é ruim eu vou deixar de assistir?
    O mundo inteiro pode odiar o anime, mas se eu me interessar pela história pode ter certeza que eu assistirei, tanto que até agora estou acompanhando One Piece e Naruto, só não acompanho Bleach pela preguiça de ver mais de 300 episódios.
    E para terminar:
    O melhor anime é aquele que você gosta!

  • Satella

    Minha infância foi marcada por DB, era uma época muitos gostosa. Passou-se o tempo e me vi adulta trabalhando e sem tempo para ver TV. Foi quando fikei desempregada e sem ter nada para fazer liguei a TV de manhã e me deparei com Naruto, bem no Exame Chunin. Mto bom! Como voltei a trabalhar, fui procurar na NET o “final da série”, foi quando comecei a adentrar em todo esse mundo “otaku”! Hj já tenho 22 anos e não consigo deixar de ver os animes. Continuo gostando mto de Naruto, One Piece e etc…
    Não entendo pessoas que só criticam e fazem de tudo para que os outros não assitam a série.
    Uma coisa que me irrita é falar que tal série é ruim, por não atender as espectativas do mangá, como é o caso de Mirai NIkki. Eu assisti o anime e fui procurar o mangá para ler de tanto que gostei, mas tem sites que ficam criticando a série por isso. Conheço muitas pessoas que deixaram de assitir a série por esse fato. Isso não leva a nada, só fazem com que muitos deixem de assistir uma série tão maravilhosa!

  • Na verdade eu num gosta da JBC porque eles não usam cola boa pra colar os seus mangás, quando se abre eles começam a descolar , hahhhhah

  • João Carlos

    Otimo teste, esse negocio de modinha é até interessante é foi por isso que eu vi One Piece, eu me perguntei por que esse anime é considerado o melhor anime de todos os tempos e assistir os 500 epis e não me arrependo =D, esse negocio de modinha e besteira desculpa para aquelas pessoas que nem assistiram o anime critica-lo, quantas pessoas eu já conversei na net que nunca viu One Piece e fala mal =X, essas pessoas eu defino em uma palavra: ignorantes. Bom essa foi minha opinião.

  • Realmente um bom post, sério muitos otakus e não é preciso muita pesquisa para isso, detestam as chamadas modinhas, sério qualquer pessoa pode fazer uma pesquisa nas redes sociais e “sentir” isso, já fui uma delas, sabe do tipo como falaste fica irritada por não ser a única pessoa da sala que conhece animes, mas sinceramente… depois de um tempo fica um saco, sério vai ficar mais preocupado em ser um haters da vida do que curtir e procurar animes/mangpas interessantes para se ver/ler?Acho que não….. e daí se alguns animes como naruto caem no gosto popular, isso realmente não tira o crédito do anime( nem do mangá), dá mais visibilidade… claro que como dito surgem os pseudosotakus que conhecem só um tipo de anime e tals, ou aqueles que vão com o da vez, mas muitas vezes esse tipo de anime popular serve de alçapão para muito otakus( eu mesma posso dizer isso, sério, afinal o amor por Saint Seiya começou lá trás).
    Modinha é algo ruim?Depende de quem lhe responde, mas acho que é bom para visibilidade em geral e claro as vezes um tipo de anime abre as portas para outros( isso em termos de gosto para a pessoa).
    Só depende da pessoa se quer ser do tipo que apreoveita animes comerciais ou gosto de outros que tem status cult, mas acho que em geral a pessoa deve ter a mente aberta, final gosto de animes cyberpunk/mechas/drama, mas nada impede de apreciar um bom anime comercial e que muitas vezes se descobre algo divertido e bom o bastante para se virar fã( ei quem nunca crutiu pokemon que atire a primeira pokebola).
    De fato um bom post, acho legal os mais diferencidas tipos de otakus lerem, pois eu sou do tipo que adoro ver como a população otakus cresce e tals, mas muitos precisam ainda compreender o gosto do otaku alheio,a final não é só pq o fulano nunca viu Evangelion que o faz menos otaku( ou diminue a série de algum forma), no final tudo se resume a uma questão de opção da pessoa, e quanto aos haters, bem eu diria arrumem coisa melhor para fazer,sério já tem tanta gente para criticar nós otakus( quem já ouviu esse tipo de coisa, sabe do que falo), que ficar nessa picuinha de quem gosta do anime mais popular ou do anime mais cult é mais otaku, sinceramente as vezes esse tipo de discussão cansa um pouco, por isso o melhor a se fazer é curtir, afinalnão é esse o objetivo?Gosto de pensar que sim.

  • Caio Cézar

    Não tenho nada contra Naruto, na verdade até gosto um pouco, o problema é o desrespeito com tamanha quantidade de fillers [pouquíssimos bons, admito que alguns fillers são realmente bons]…

    Eu gosto da história, dos personagens, mas como hardcore, acho um saco boa parte dos fillers [visto que eles abusam demais desse recurso], mas a história é boa.

  • Leila

    Obrigada, Dih.
    É esse tipo de pensamento que me faz recordar o porquê que sempre fez com que eu assistisse animes: eu amo fazer isso, mais do que eu mesma posso imaginar. Não sou da época da Manchete, mas consegui pegar a época em que AINDA passavam animes verdadeiramente marcantes na TV (seja aberta ou não). Desde a minha infância que eu vejo qualquer episódio por AMOR e não para poder dizer ‘Eu vi’ ou para fazer qualquer critica/fugir do supérfluo. A verdade é que dói ver o que o mundo ‘otaku’ vem se tornando. Independente de modinhas, clássicos, cult’s ou seja lá o que for, animes existem com um único objetivo: entreter. Espero que cresça o número de pessoas com o tipo de entendimento que nem o seu.. Mesmo que saibamos que a tendência seja diminuir.

  • Yuki

    Antes de mais nada queria dar os Parabéns pelo texto /õ/
    É sempre bom saber que existem outras pessoas que pensam parecido comigo xD

    Como foi dito por muitas pessoas nos comentários anteriores e no próprio texto, eu certamente não me interessaria por animes/mangás/ e outras coisas relacionadas a cultura japonesa se na minha época da infância/adolescência eu não houvesse acompanhado títulos como Medabots, Pokemon, Shaman King, Cavaleiros e os Dragon Ball’s da vida! Foram esses títulos que tiveram seus momentos de modinha que abriram meus olhos para esse tipo de coisa. Hoje eu dia eu compro mangás, assisto animes e coleciono certas coisas única e exclusivamente porque gosto! E não porque é “moda” ou porque fulano ou cicrano disse “Leia!Assista!Compre!”. Acho importante ter opinião própria nessa época em que tudo que você faz será tachado e provavelmente criticado.

  • Douglas

    Primeiramente eu assisto anime por que eu gosto, não interressa se é “modinha” ou se os outros não gostam, se eu gosta “foda-se o resto”.
    Muitas pessoas falam que não assiste mais por que viro “modinha”, se vc parou de assistir é por que vc não gostava nao por que é “modinha”, duvido se alguem para de assistir algo que gosta.
    Tipo se vc ta assistindo o anime e todo mundo gosta vc vai para de assistir, “não todo mundo gosta vo parar de assistir”, meu isso e a “modinha” ou quando vc assisti porque todo mundo assisti, se todo mundo pular da ponte vc vai pular tambem. Bem essa é a minha opinião se vcs não gostam problema é de vcs, eu gostando é o que importa.

  • Danpl

    Dih tem tumblr? LOL
    o texto tá ótimo as “modinhas” acabam juntando pessoas e apresentando mais coisas a elas certo? porque se não tem um incentivo (tipo naruto passar na tv aberta) não ia aparecer mais pessoas pra começar a gostar todos os “otakus” um dia curtiram “modinhas”

  • DeadlyBulletKy

    Muito bom o texto! Eu gosto de todo tipo de anime… pode ser blá ou blá blá, Naruto eu parei de assistir porque nossa… tem muito filler! One Piece, eu não me identifico muito mas essa nova saga que se passou 2 anos to começando a gostar… Bleach? É o que eu mais gosto dos três, muitos criticam, tal tal mas isso não vai mudar nada… sempre vou gostar. Também gosto e assisto Fairy Tail, Beelzebub, Gintama e muitos outros! E eu não to nem ai pra modinha, o que os outros pensam sobre o anime que eu gosto, eu gosto e gosto e pronto!

  • Aoshi

    ótimo post, sou fã de anime há um tempo já, não chego a ser otaku, mas sempre que tenho tempo livre vejo um ou outro por diversão.
    Assisti a DBZ, CDZ, Yu Yu Hakusho, Captain Tsubasa entre muitos outros na minha infancia e não tenho medo nem vergonha de dizer isso, afinal se eu estou me divertindo sem prejudicar ninguem que mal tem nisso?
    Hoje em dia ainda assisto, adoro shounens de pancadaria com também gosto de suspense e romance, hoje em dia eu vejo Bakuman, Naruto e One Piece, e se alguem me considera uma pessoa com pouca inteligencia ou adorador de modinhas só tenho a dizer que o tempo que as pessoas passam falando mal das coisas ou das pessoas eu estou me divertindo e que elas poderiam fazer o mesmo. =]

  • João Paulo

    Um critica sem embasamento na tentativa de ter uma opinião pra tudo e conseguir atenção e o outro se ofende com o opinião alheia e critica no mesmo tom. É um vai e vem de bobagens que me assusta a tentativa de um dos lados achar o certo e o errado. Tudo farinha do mesmo saco.

    No fim das contas é de extrema importância pras produtoras esse produtos “modinha”. Em tempos de internet e pirataria desenfreada qualquer coisa que gere licenciamento é lucro indispensável. Sem isso podem esperar mangás/animes apostando sempre na mesmice de retorno certo. Seria o mesmo que Hollywood investir tudo em filmes Transformers da vida.

  • Só estou aqui hoje, comentando em blogs, caçando fansubbers, lotando meu computador de animes, devido ao ver lá em 2003, numa tarde chuvosa – na Band – um adolescente ganhando uma armadura.

  • EliabexD

    Otimo texto!!!

    Cavaleiros do Zodiaco,Dragon Ball Z e Yu Yu Hakusho são meus animes preferidos até hoje.xD

    Naruto eu já gostei bastante,porem devido aos rumos que tanto anime quanto mangá tomaram,me desanimaram um pouco e deixei de ser aquele fã que eu era…mas ainda acompanho.
    Bleach ainda acompanho com fervor,já este é um anime/mangá que muitos já abandonaram.xD
    One Piece eu assisti inteiro esse ano ainda logo a após ter visto Gintama e sinceramente…são 2 otimos animes,com otimas histórias e que divertem bastante.Gintama é um anime meio complicado de vir pro Brasil devido a suas muitas referencias a TV Japonesa,mas é um anime que recomendo a todos assim como recomendo One Piece.xD

    Mas não existe esse negocio de pior ou melhor,veja o que você gosta sem se preocupar com o que vão dizer.xD

    Obs: Vi os 5 primeiros episódios de Ao No Exorcist e sinceramente a história não me atraiu muito.xD

  • EliabexD

    Outra coisinha…

    Eu gosto muito de recomendar animes/séries/filmes para amigos assim como tambem gosto que me recomendem algo.
    One Piece foi recomendação de um amigo.Qual o problema?
    xD

    • Exatamente qndo eu acho um anime foda eu recomendo pra todos pra ter alguem pra conversar e quando alguem me recomenda eu mando a famosa frase eh sobre o q ? E se me interessar eu vejo. Nao tem problema nenhum

  • EliabexD

    E mais uma coisa…AhuaUHAHUAHUAHUAa

    Tipo…acho que você tem o direito de analisar qual anime tem a história que te chame mais atenção,que tenha algo de diferente,etc.

    Eu por exemplo,achei Deadman Wonderland mais interessante que Ao No Exorcist e vi os dois na mesma epoca.xD

  • Joshua

    Caramba post simplesmente maravilhoso, acho que nasci predestinado a assistir anime so gostava dos animes que passavam na tv mesmo sem saber que eram animes era muito bom essa epoca, hoje o povo desanimou com anime a coisa mais dificil e fazer um amigo assistir um animes atual, nunca liguei para modinhas sei que e dificil de acreditar mas eu com 12-13 anos na setima serie ficava correndo com a escola com meu amigo de 16 soltando rasengan nas costas do outro lembro do dia que mandei fazer minha capa de naruto senin e fui para a escoas la com UM MALDITO MENINO ASSUOU O NARIZ NELA, assisto o que eu gosto e so feliz

    ONE PIECE FOREVER tomara que continue ate eu ficar velho, nunca vi um anime trazer tantas alegrias.

  • Lucas

    Bom naum considero tudo mondinha as vezes é questão de gosto mesmo, como você disse algumas pessaos gostão de porrada e outras de dar risada(GINTAMA).
    Tipo gosto de anime por causa do meu pai que me influenciou ou seja, o gosto foi passando.Um geração é afeta por gostos de outras gerações e a midia interpreta isso de outro jeito.
    Otimo Texto

  • Wow, excelente texto, parabéns! Mas… vou tentar colocar um pouco do meu ponto de vista.
    Sim, sou um hater doas animes de Naruto, Bleach e One Piece, mas não porque são modinha. Um bom exemplo, e que não foi citado, é Death Note. A história virou uma febre, inclusive por aqui, tornando-se ultra “modinha”. Mas o que diferencia ele dos outros 3? Qualidade da animação, qualidade do plot, qualidade da OST, duração, tudo isso faz dele algo maior que os outros 3, da mesma maneira que o já citado Madoka Magica (ou Evangelion).
    Nada contra com quem gosta destas 3 séries, mas tem MUITA gente que fecha os olhos pra existência de muitas outras, e acham que anime se resume a esses 3, e além disso, muitas outras pessoas que conhecem pouco a respeito, acabam achando isso também.
    Bem, acho que pareci um tanto chato… mas é a verdade, hoje eu realmente procuro séries que oferecem algo com mais qualidade e com meus gostos. Já tentei reassistir CDZ e achei um saco (um parenteses pro Lost Canvas, que é ANIMAL), mas claro, isso não tira o impacto que teve quando eu assisti com meus 6 ou 7 anos.
    Pra encerrar, eu leio One Piece (o arco atual tá um saquinho…), porque a arte e o ritmo realmente me agradam. E eu tentei assistir ao anime… 2 vezes, e simplesmente não desceu. Sei que o mangá é cheio de clichês, mas parece que eles se destacam ainda mais ao ver os 20 minutos de um episódio, ou no longa do Strong World.

    Bem é isso aí, e sorry por parecer um chato o.o

  • thoty

    Que desabafo …..

    Naruto ficou um lixo, quando ele começou a correr atras do Sasuke( olha que eu ñ falei dos Fillers )
    One Piece na atualidade é o melhor, isso ñ tem o que discutir

    “Vc gostar de um anime é uma coisa, eu tb gosto do Flamengo só que o meu time ñ é o melhor”

    • O grande problema de naruto é. Ele apresenta varios personagens que fazem parte da vila da folha e em certos momentos aparecem o desenvolvimento desses personagens. Porem depois de uma hora para outra o autor se foca demais so no lado de naruto que ele seria o lado “good” da força e Sasuke que seria o “evil” da força.

      Se a historia mostra-se o desenvolvimento de outros personagens a não ser naruto e sakuke a historia e o interesse do publico iria mais adiante porem não é isso que acontece. É uma pena mas mesmo assim continuo acompanhando a serie.

      No caso de One Piece o que mantem o publico é por que sempre apresenta algo novo e misterios que não foram exclarecidos, a saga do novo mundo mostrou bastante novidades e apresentou um arque vilão o Barba Negra. Teve o desenvolvimento dos personagens que passaram 2 anos treinando para encarar o novo mundo e o autor da historia exclarece logo.

      “O novo mundo um mundo onde varios piratas encontraram o seu fim, o unico que consegui explorar esse continente inteiro foi Gold.D Roger.”

      Ou seja ele despertou o misterio do publico sobre essa revelação ele continuou com a pergunta que fizeram a Rayleigh sobre a verdade do mundo e ele ainda pergunta “Você quer mesmo saber?” uma estrategia boa na historia espero uma boa saga o torturante é esperar um episodio semanalmente porem consigo suportar afinal tenho outras series e livros que leio quando tenho tempo livre.

      • thoty

        Essa parada msm !!!

      • Também acho que esse é o grande problema em Naruto, um exemplo seria o Neji. O personagem é ótimo, teve um bom desenvolvimento até certo ponto da historia, mas foi deixado de lado, ele sequer apareceu direito na guerra… Grande desperdício de personagem.

        Às vezes, em alguns momentos do mangá, Kishimoto faz parecer que a historia não esta girando em torno de Naruto e Sasuke, mas logo depois é mostrado que isso na verdade parte para ter ainda mais foco no desenvolvimento deles, isso da raiva e não acho que seja bom para a historia do mangá. Se for focado praticamente apenas neles, o que vai ser dos outros personagens interessantes que o mangá tem? Não vai ser nada deles, vão ficar jogados.

      • Rozeex

        @JonhMaster

        Sinto muito informa-lo que seus comentários se contradizem como vemos:

        http://chuvadenanquim.wordpress.com/2011/11/16/light-novel-date-a-live-ganha-anime/#comment-5668

        http://chuvadenanquim.wordpress.com/2011/11/28/quem-tem-medo-de-modinhas/#comment-6310

        Sinto muito por isso porque eu gosta de ler seus comentário e post no visual novel brasil, mas pelo que parece você só é de fazer mimimi e isso não o torna muito diferente do que você abominou no video quest :

        http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=heLlEpXteK8

        Que eu acho muito pior porque no video quest sabiamos que era zuação e tinha o propósito de diverti mais você apenas tenta impor sua
        “ideológica” de qualquer forma.

    • Rozeex

      Só para deixar uma coisa bem clara, para você ficou um lixo, não para todos e me incluo nisso. Por ultimo, eu acho a fase atual de One Piece ruim e a de Naruto muito melhor.

      • Rozeex sinceramente não estou entendendo o motivo de sua revolta, no que estou me contradizendo? Eu li os comentarios e não vejo essa contradição que você esta apontando.

        Eu falei sobre “cult” que necessariamente seria uma pessoa bem informada sobre determinado tema ou hooby então a melhor maneira de entender um hooby é estudando sobre ele simples assim.

        E sobre naruto e one piece eu vejo os dois so expressei minha opinião o que estou achando da saga atual é so minha opinião simples assim e não disse em nenhum momento que a obra era um lixo.

        Então pergunto mais uma vez para que essa raiva?

      • Se eu te ofendi de alguma forma me desculpe a unica coisa que disse foi o motivo de eu não estar gostando de naruto e pelo fato de eu estar gostando mais de one piece.

        É so minha opinião do que estou gostando da serie, não é uma verdade absoluta. Da mesma forma é o comentario que fiz sobre o cult. pseudo cult é aquela pessoa que se faz de cult sobre determinada coisa mesmo so sendo um iniciante da area e o cult é aquele que realmente sabe sobre o hooby ou area que gosta de atuar.

        Sinceramente não sei de que “mimimi” é esse que você esta apontando meus comentarios não costuman se dirigir a uma pessoa especifica e não costumo generalizar um grupo social.

        Todo mundo tem ideologias a pessoa seguir ou não seguir a ideologia dessa pessoa é opção dela, não me lembro de forçar a ninguem aqui a aceitar minha opinião sobre determinado assunto.

        Eu posso dar minha opinião você pode concordar ou discordar e ainda pode comentar por que discordou ou por que concordou não vejo nada de errado disso desde que não ofenda a pessoa, caso eu tenha lhe ofendido vou analisar minha forma de me expressar para fazer um comentario mais contundente.

      • Rozeex

        Primeiro só um desse comentários se dirige a você, aquele que tem o link onde um você diz que gosta de Naruto e o outro que não.

      • E o que isso tem de mais? Eu mesmo assistia naruto e pretendo voltar porem no momento não estou gostando do que estou vendo e a serie em minha opinião decaiu então não estou gostando.

        Gostava da serie e tem boas sagas mas muitos fillers, o grande problema em si é como eu me expressei no comentario anterior dizendo que eu não gosto o termo certo é que no momento não estou gostando da serie.

        Naruto em minha opinião é uma serie que teve potencial e estava indo bem ate ficar enrolando com naruto e sasuke e deixar de explorar outros personagens. Não estou gostando de como naruto esta indo vamos ver as proximas sagas, bleach depois da saga de aizen não estou com nenhuma paciencia para voltar. No momento estou mais interessado em One Piece, Toriko e Gintama.

        O que vejo é que a critica que fiz com naruto você levou no pessoal, porem essa é so minha opinião de como naruto esta indo sobre concordar ou discordar desta opinião é você que tem que decidir.

      • Rozeex

        @JonhMaster

        Não deixa de ser uma contradição, e pelas circunstância parece que você só se aproveito disso para fazer valer mais sua opinião dizendo que gosta das duas séries sendo que a verdade pode ser outra, eu não tenho como saber então vou acreditar que você se expressou mal, mais foi totalmente normal o que disse porque quem faz isso normalmente tem o intuito de desmerecer algo, como já disse vou ignorar você tem um pouco de moral comigo.

    • Dattebayo!

      Engraçado, essa sua última frase “Vc gostar de um anime é uma coisa, eu tb gosto do Flamengo só que o meu time ñ é o melhor”, só serviu pra contradizer sua ultima frase “One Piece na atualidade é o melhor, isso ñ tem o que discutir” não concorda comiigo?

      Mas dx quieto, anime bom, é aquele que a gente gosta, e ponto final certo?

  • Boa matéria, Dih!
    Isso me fez voltar lá para os anos de 2000/2001, época em que comprei meus primeiros mangás. Foi nesta época que fui apresentado ao mundo maravilhoso sa animação nipônica, graças a DBZ, Sakura e -meu anime favorito na época- Samurai X. Na época não tinha as facilidades de hoje (leia “internet a qualquer hora e lugar”), portanto não tinha acesso a fansubbers e coisas do gênero. Só fui gostar de animes (e, por consequência, de mangás) quando fizeram sucesso na TV aberta e nas bancas. Ou seja, quando viraram MODINHA!
    A verdade é uma só, O MUNDO PRECISA DE MODINHAS! São elas que movem a indústria. Embora alguns não gostem ou aceitem isso, o sucesso e popularidade de algumas séries faz os fãs irem atrás de outras pouco conhecidas, e isso é bom pra todo mundo. Você pode até não gostar de série X ou Y, mas não gostar só porque virou “modinha”… me desculpe, mas ao meu ver, é bobagem!

  • SF

    PARA, por favor PARA de falar que madoka deveria ser o melhor anime do ano ou qualquer coisa parecida. Eu vi o anime inteiro e simplesmente não consigo entender como teve gente que não explodiu de raiva em cada episódio. Pelo contrário, elogiam e deixam o anime com essa fama overrated, chegam até a falar que é o melhor anime do ano!!

  • jesse

    naruto nao esta ruim por ter virado modinha e sim por estar ficando parecido com bleach…
    sem istoria..
    apenas filers…
    (ta certo q bleach é a cada 10 episodeos só 1 da istoria entao concordemos q nao existe mais istoria em bleach…)
    e por naruto esta entrando nessa muitos estão parando de assistir…
    porem muito desse gostam de bleach e nao querem falar q naruto esta ficando ruim por que esta ficando parecido com tal. (nunca assist bleach porem pelos trailer q tem nao consegui… muito power nao gosto muito disso!)
    dai usando tais desculpa para na revelarem a sua propria verdade da qual têm medo..

  • Vou resumir na maneira mais compreensivel possivel. Modinha é so Moda no diminutivo não significa nada so é algo que no momento esta na moda so isso e nada mais.

    Beatles tiveram seus momentos de “modinha” isso prova que a obra era ruim? Pelo contrario, você leitor entanda uma coisa não é por uma obra ter muitos fans que ela é algo ruim e nem se ela tiver poucos significa que ela seja boa ou ruim. Para algo fazer sucesso é necessario o tempo certo e um tema que chame atenção isso influencia bastante.

    Naruto, Bakuman, One Piece e Madoka Magica é modinha. Isso significa que a obra seja ruim? Modinha não significa necessariamente algo ruim. Esta na hora de parar de achar que a “modinha” é um tabu e que isso éalgo negativo para uma obra sinceramente vamos mudar esse pensamento sem nexo a obra deve ser analisada e ser criticada da maneira correta.

  • Márcio Luz Magalhães

    Animês que vieram na hora errada.Slayers passou às 8 da noite por 1 mês e extingui-se.Love Hina só foi exibido em 2006,quando o mangá bombou em 2002~2003.O reverso já aconteceu com mangás exemplo Yu-gi-oh só foi publicado e só fez sucesso para quem não tinha tv a cabo entre 2002 e 2005 e o mangá lançou no Br em 2006.Shaman king teve o mesmo efeito negativo nas vendas do mangá

  • Gostei do seu texto! Quando Naruto passou em português não gostei, assim como quando assisti uma vez Dragon Ball em japonês não gostei, mas é uma questão de costume, nos identificamos com a voz do personagem.

    Sobre Naruto, ainda gosto de naruto, na minha opinião o que estraga os animes são os fillers, isso sim me irrita. E olhe que teve anime que eu assisti sem ler o mangá e percebia quando os episódios eram fillers…

    Sobre Bleach, foi uma decepção pra mim o fim de Aizen, parei de ler e de assistir e não por que é uma modinha, nem sei se é… xD

    Abraços

  • Laser

    Eu n gosto de naruto pq acho a historia um lixo mas isso n qé dise q n gosto de animes da “modinha” olho One Piece Bl….(Bleach),gintama,beelzebub como eu digo (vi na internet) Gosto é q nem cú cada um tem o seu…

  • Satella

    Comentário nada a ver com o post, mas cadê a Cassi com o Semanda? Tô sentindo falta!!!

  • Belissa

    nossa, acho um lixo as pessoas que deixam de assistir alguma coisa por ser “modinha”. se o negócio ta fazendo sucesso, é porque é bom, ou agrada a maioria,é pelo mérito que alcançou. se eu assisto um desenho ou ouço uma banda que começa a fazer sucesso, eu fico feliz pelo reconhecimento do trabalho deles. gente pequena tem pensamento pequeno, é essa a questão. e, como sempre, muito legal essa questão que vocês abordaram.

  • Belissa

    E POKÉMON FOI A MELHOR MODINHA DE TODOS OS TEMPOOOOOOS!

  • Noguera

    Muito bom esse post , eu mesmo nao me importo de os animes que assisti quando era menor ou agora os q assisto eu nao vou mudr meu gosto so pq alguem vem e fica falando q o anime nao tem historia,so tem luta.

  • Muito bom o post parabéns , eu concordo com o que você disse.
    Eu acho ridículo esse pessoal que acha que quem gosta de modinhas é gente sem cultura , gente besta que só quer ver porrada e coisas do tipo.
    Se a pessoa não gosta da modinha em questão eu nem ligo, é a opinião da pessoa né, mas se ela diz que quem gosta é troxa já é outra história.
    Eu já vi uma mulher dizer no twitter isso aqui ó

    “Quando eu vejo no perfil foto de Bleach,Naruto, Ao no Exorcist ou One Piece eu já sei que é merda”

    Eu dei unfollow na hora

    Parece que preconceito não tem limites.
    Eu gosto de modinhas como Naruto ,One Piece mas eu também curto shoujos tipo Vampire Knight e shounens diferentes como Death Note e Deadman Wonderland,seinens como Berserk e Holic, romances slice of life como Clannad, eu curto até ecchi.

    Eu acho esse pessoal preconceituoso muito imbecil.

    • Bem antes mesmo de surgir a palavra “modinha” ja podiamos presenciar essa guerra entre gostos. O grande problema que vejo justamente em nossa sociedade é taxar as pessoas pelos seus gostos e religiões isso não é de agora é desde de sempre.

  • Gojiro

    Oxigênio, todos respiram, se todos usam é moda… certo ?
    Agora minha jóias, deixem de respirar.

    Este é o dilema que deixo para vocês.
    Enquanto os Otacús-BR perdem a cabeça com esses tipos de coisa o mercado Japonês ri da sua cara e ganha dinheiro vendendo Travesseiro da Haruhi para o Gordo otaku esfregar suas nadegás impuras.

    Naturalmente eu fecho meus olhos para os haters, dou risada dos lovers e continuo vivendo minha vida de 1/2 Otaku;
    Não tem o que discutir sobre isso, pois cada um tem o direito de ver e ler o que desejar,Dizer que algo é ruim só porque uma grande massa gosta… é tão idiota quanto falar que Bleach é bom (boa piada).

    Leiam mais, assistam mais.
    E parem de escrever <3

  • As “modinhas” são importantes, pois movem o mercado, atraem pessoas de fora do nicho, chamam a atenção da mídia. Modas sempre existirão e é bom que existam. Na época da citada Herói, matérias com City Hunter, Jetman, Metalder, Fantomas e outros só foram possíveis porque tinha Cavaleiros puxando as vendas. Ultraman e Ultraseven foram as modinhas da época e estarão no cinema (com os atores originais) no ano que vem.

    Esse ranço de muita garotada com “modinhas” existe na música. Mas os Beatles foram a febre dos anos 60 e sua música está aí até hoje, relevante e inspiradora. Já ouvi gente dizer que gostava de tal animê, de tal banda J-Rock, mas que deixaria de gostar se virasse modinha.

    A coisa é tão estúpida que, quando GURPS saiu em português, vi em fórum gente dizendo que ia ferrar o RPG, que “qualquer baianinho” ia poder jogar. Tudo isso tem mais a ver com autoafirmação do que com gosto e análise sobre uma obra.

    Parabéns pelo texto.

  • Hoje em dia não tenho medo das modinhas, mas sim das pessoas burras que essas modinhas trouxeram para esse mundo otaku, pessoal nem gosta de ler(maioria pirralho) além de gostarem de spoilers, gostam de não entender a mensagem que é passada no anime, mas naruto, hoje só presta o mangá mesmo, comecei a ver anime graças a samurai x, ufa..hoje ja sou mais “hibrido” em relação a animes, curto de tudo e um pouco mais.
    Modinha não, mas pessoas burras que vieram por causa da modinha sim é motivo pra ter medo.

    • Se a pessoa nao gosta de se aprofundar e começa a falar coisas irritantes deixe ela basta ignorar nao temos q nos preocupar com isso. É o velho medo de aiii vao ver aquela pessoa e vao achar q todo mundo q gosta de anime eh q nem ela. Porra e dai se acharem mesmo, basta a vc mostrar q eh diferente.

  • Guilhermo ~

    Concordo em parte com o post. Acredito que tenha muita gente que só gosta de anime de porrada. Aliás, acredito não, eu conheço. Eu particularmente prefiro seinens e shounens slice-of-life a mainstreams, mas nem por isso deixo de ter minha camiseta de AoEx e assistir Naruto e One Piece.

    Also, independente de ser bom ou ruim, o que depende de quem assiste à obra, alguns são modinhas sim, mas nem por isso devem deixar de ser vistos o.o.

  • Sou da geração manchete. Isso fica claro na descrição do meu twitter ^^. O que me desagrada nos otakus (e nas pessoas que acessam a nternet em geral) é acharem que a todo momento a opinião delas é necessária. Vomitam asneiras o tempo todo e são muito preconceituosos. Não aceitam os gostos de ninguém. Essa implicância com o mainstream é a pura necessidade desses seres se acharam grande coisa por curtir algo alternativo, mas no fim só conseguem ser patéticos..
    Amo Monster e Homunculos, títulos que vieram ao Brasil me fizeram muito feliz, mas não deixei de adorar Bleach por causa disso.

    • Não sou tão velho assim mas eu entendo exatamente o que você sente.

    • Tbm sou da geração manchete e acho que resumiu e descreveu bem os tipos de “seres” que se acham os donos da verdade!!

    • Hakeru-chan

      Exato

  • Tirando a censura, mtos animes deveriam passar no brasil, mais preferiria que fossem legendados e sem censura heuasheusahue

  • Wagner

    Em uma possível hipótese, este medo de que sua história (anime/mangá/livro/seriado) favorita se torne uma modinha se dá da seguinte forma:

    Sua história, pouco conhecida e com um público restrito, é acompanhada por pessoas que fazem comentários interessantes e criando as mais magníficas hipóteses e teorias. Em um dado momento esta se torna conhecida mundialmente e atrai todo tipo de pessoas, muitas criando hipóteses terríveis e comentários completamente desnecessários, um público desinformado (ou desinteressado por informações mais concretas e corretas), assustadoramente escandaloso e tosco (evitando a palavra que salta a boca: burro)… Sua querida história ganha uma imagem desprezível. E vendo isso você se sente deprimido, chateado e completamente desolado, assistindo-a sendo denegrida e destruída sem nada poder fazer…

    Com a gerada “má” fama, outras pessoas, consideradas por você interessantes e que poderiam criar comentários “dignos” e teorias que te deixariam boquiaberto se afastam… raramente estas se interessam por uma “modinha” e buscam criar a própria opinião sobre algo novo, que não está completamente gasto pelos “modistas”.

    Tudo isto somado gera o medo… medo de que sua história perca aquela beleza de antes, perca o brilho que tinha para o seu pequeno, porém, apaixonado e cuidadoso público. Para você e eles ela continua a mesma… mas sabe que aquela inexplicável essência se perdeu para sempre, a chance de aumentar o público “maneiro” se extinguiu. Foi taxada de “modinha”, palavra que leva ao povo [que você passou a odiar] que a destruiu, passando a ser vista como lixo…

    Enfim… não sei se consegui elaborar ou explorar o máximo desta ideia, já que o desejo de publicar isso logo estava me deixando extremamente ansioso, mas espero que consigam compreender este sentimento (Ilógico? Eu sei. É completamente sem sentido e aparentemente desnecessário… mas existe e perturba muitos fãs que eu ouso chamar de verdadeiros fãs).

    P.S.: Antes de julgar ou condenar ou mesmo discriminar… considerem esta visão, este sentimento vago, porém estranhamente perturbador.

    • rgkillua

      Interessante seu ponto de vista, estava faltando alguém mostrar o outro lado do assunto ao invés de simplesmente concordar com a matéria e não acrescentar muito…

    • Se a pessoa nao gosta de se aprofundar e começa a falar coisas irritantes deixe ela basta ignorar nao temos q nos preocupar com isso. É o velho medo de aiii vao ver aquela pessoa e vao achar q todo mundo q gosta de anime eh q nem ela. Porra e dai se acharem mesmo, basta a vc mostrar q eh diferente.
      Sabe se a pessoa q vc diz dos comentarios interessantes ou como vc disse “maneiro” deixar de ver a obra so pq ela eh modinha ela nao eh tao “maneira” assim se ela fosse menos influenciavel ela iria olhar a obra e buscar uma opiniao propria. Estes que dizem bom eh modinha entao eh uma merda nem vou ver nao tem opiniao propria nao sao maneiros

  • Mickie-chan

    Para mim, seria um certo elitismo+frescurite aguda da parte dos “otakus originais”, para estes, como é bom manter seu hobby dentro de um gueto bem fechado e curti-lo só entre seus amiguinhos; engraçado que eles, os otakus de plantão, não se enxergam em nenhum momento como antigos fãs de “modinhas” e que essa mania de recriminar os novos fãs ou noobs é uma idiotice, oras, essas séries são ou não são feitas para agradar o maior número de pessoas? Ou alguém acha mesmo que o fanatismo de meias dúzia de bitolados vai pagar os custos de uma série animada como Madoka ou Evangelion sozinhos?

    Já ví discussões como essa uma porção de vezes e sinceramente, até me surpreendo com o grau de infantilidade que se chegam em certos momentos (e de gente com uns 25/30 anos ou +), qual o problema do moleque que viu Naruto na TV se “atrever” a baixar e assistir Gintama? Qual seria a “ofensa” para o otaku desocupado, que fica horas e horas discutindo se tal e tal personagem é o mais forte, do fulaninho se meter a gostar do anime favorito dele?

    Quanta frescura! Deixa a molecada ser feliz, oras.

    • Wagner

      Não sou tão fã de algo para me preocupar com modinhas, assim como você, como pude perceber à partir do seu comentário.

      Mas acredito que o post do Dih busca, não só “dar um tapa na cara”, mas também entender o outro lado da moeda: a visão dos “otakus originais”. E para conseguir isto devemos abrir mão de nossa “visão aberta”.

      Dizer que esta opinião deles é frescura é fácil. Porém isto que chamamos “frescura” é algo que realmente os incomoda, e é injusto condená-los sem ao menos tentar se colocar no lugar deles e compreender este outro ponto de vista.

      No final das contas, discriminamos e desprezamos eles da mesma forma que eles discriminam os “noobs” e as modinhas…

  • Felipe Xavier

    Falou coisas que estavam intaladas na minha garganta, mano!

  • Parabéns pela matéria……um verdadeiro “tapa na cara” dos pseudo-otakus-underground que adoram falar mal do que os “otakus com nivel intelectual mais baixo” assistem!!

  • Felipe Xavier

    Cheguei a conclusão que guildas de fãs só tendem a fazer mal a uma obra.

  • Suna

    #GeraçãoTVManchete o/

    Haters detestam as modinhas por causa da modinha de detestar modinhas. No final, eles também fazem parte de uma.

    O ideal seria cada um se ocupar mais com os próprios gostos do que com os alheios, mas isso é utopia demais pra mim. Vai da consciência e maturidade de cada um saber diferenciar uma pessoa com uma opinião contrária à sua de alguém com um “frenesí no fusquete pra pagar de fodão”.

    Bom post, Dih.

    • Wagner

      A opinião deles (anti-modinhas) não seria também uma opinião a ser considerada ou aceita?

      Criticá-los da forma que estamos fazendo não faria de nós apenas uma espécie de… Haters dos haters de modinha…?

      Hm… Acredito que esta é só mais uma discussão sobre diferença de pontos de vista, onde um dos lados está sendo completamente ignorado…

      • Suna

        Claro que sim, toda opinião é válida desde que apresente uma boa base. =)

        Por exemplo, se alguém diz que não gosta do anime/livro/filme X e mostra motivos compreensíveis pra isso (o protagonista é chato, a história é clichê, o cabelo daquele personagem é verde demais, etc), é só uma opinião diferente da minha e pronto. Não vejo nada demais nisso. É necessário que hajam pontos de vista diferentes, senão o mundo fica insuportável.

        Agora, é diferente de se falar que odeia algo ou alguém porque é popular demais. Porque pessoas demais gostam. Porque o gosto alheio incomoda esta pessoa? Cadê opinião própria, cadê sentido nisso?

    • Lindo coment.

  • KAUIS

    Deus do céu, deu preguiça de ler, como diz a Mara do MDOM otaku não lê mais que 3 parágrafos… se bem que eu parei na parte de naruto, putz… como se naruto fosse uma maravilha superior a bleach né galere… pelo menos ele nunca terá uma saga da SS (fanboy maldito on)…. não ligo pra modinhas, mas se não gosto simplismente desprezo e falo oq penso a respeito..

  • Não é questão de ser de modinha, é questão de ser ruim mesmo. Naruto no começo foi bom, com aquelas batalhas com estratégias mirabolantes, o Kishimoto soube explorar muito bem o imaginário popular em torno dos ninjas na série. Mas hoje em dia quem tem o Jutsu mais forte ganha.

    Existem “modinhas” que despertam a curiosidade e o intelecto da pessoa como por exemplo Dragon Ball Z e Death Note. Dragon Ball Z, nas escolas, rodas de amigos ,trabalhos etc etc… era discutido “x” possibilidades de se o Yamcha não tivesse morrido por um Saibaman ele não seria tão odiado pelo público ou o fato do Mestre-Kame ter um participação nas lutas em Dragon Ball Z o carisma dele seria ainda maior. Porque não pedir ao Shenlong para voltarmos no tempo e destruir o laborátorio do Dr. Maki ? Em Death Note as possibilidades são ainda maiores. Pessoas se perguntam, se o Kira tivesse obtido sucesso como seria o mundo ? Se o L tivesse uma prova concreta que Raito era o Kira como seria e por ai vai…

    Mas medo de modinha ? Nunca vou ter.

    Sei distinguir o que é bom e o que é ruim.

    • Mas tem q ser assim mesmo o fato de nao gostar do anime popular nao eh um problema o problema eh nao gostar dele pelo simples fato de ser popular isso sim nao faz sentido.

      So um adendo SPOILER o Kira concretizou o plano dele o mal (ou bem) ja tava feito ele so morreu antes de ver o q causou ^^

  • bom na verdade os animes mudaram muito durante esses anos eu sempre digo que os animes de hoje não são como os de antigamente!!! Parece que animes antigos tem mais magia… mas enfim essa é a minha opinião, apesar de ter animes atuais muito bons como Sket Dance e Bakuman! Mas sabe um unico motivo que faz o surgimento dos haters de modinhas? Os proprios lovers de modinhas!! Serio, tem um defeito que detesto neles é menosprezar os outros animes como Pokemon: ” esse anime é pra criancinhas”, Dragon Ball, entre outros, principalmente os mais novos que não desfrutaram da era de ouro dos animes do inicio da década passada! posso ate revelar que eu já fui um hater de modinha no final da minha adolescencia; “anime que presta é anime antigo” (eu), mas senti a necessidade de novidades! Pior que eu nunca vi o lado que naquela epoca eu era adepto de modinhas da epoca (pokemon, digimon, dragon ball, CDZ) e por ter uma nova eu a menosprezava. Mas enfim Naruto eh a moda do momento como fairy tail que brevemente assistirei. Entao hoje eu não me vejo seguindo uma moda apesar de ter animes que eu particularmente sou mais fã (antigos heheheheh XD, é sou muito saudosista isso admito)..

  • Cara você disse tudo que eu sempre quis falar me sinto aliviado

  • laki

    acho uma completa bobagem essa nomenclatura de modinha, acompanho Naruto desde 2004 e mais recentimente One Piece e Gintama

  • Bom texto.
    Por que ninguém menciona os pontos verdadeiramente cruciais da questão?
    Identidade, pertencimento a um grupo, distinção dos demais.

    Se você quer entender porque alguns não ligam para isso e outros tantos vestem a camisa de um anime e atacam outros, só posicionando o consumo dessas animações no meio social.

    • Pra mim a discussão de X contra Y é só pano de fundo pra desabafar as frustrações… às vezes, parece até que toma umas proporções épicas, mas no fundo é só gente se identificando com uma bandeira e brigando pra afirmar que é a melhor bandeira do mundo. Bullshit.

      Parece que não se pode mais curtir as coisas em paz sem se incluir em um grupo, apenas. É tipo “eu tenho minha ganguezinha e nós somos os maiorais”. Bullshit [2].

  • Excelente post, um dos melhores que eu já li aqui no blog, só fico assustado com o grande número de comentários em tão pouco tempo. Evito comentar quando a discussão já extrapolou uma centena de posts, mas tenho de prestigiar o Chuva de Nanquim pelo seu incrível trabalho!

    Em minha humildade opinião podemos resumir essa discussão a uma doença, uma epidemia que se alastrada pelo o mundo desde o surgimento da dita “cultura pop”, afetando principalmente os jovens na faixa de 14 a 20 anos, a famosa “Síndrome de Undeground”.

    Os sintomas são claros e surgem de forma avassaladora, são eles: instabilidade emocional, delírio de identidade, mudanças drásticas na aparência e calos nos dedos, nos casos mais graves o paciente pode começar a ficar com a sua pele verde e começa a ter seus membros petrificados sob a luz solar, apesar de não sentirem compulsão por sangue humano como no vampirismo, que muitas vezes pode estar ligado a tal síndrome.

    É da natureza do homem procurar a sua individualidade, conseguir se distinguir no meio das massas e ser único, não ser apenas mais um número em uma estatística, graças a isso muitas pessoas para atingir a tão almejada singularidade, rejeitam tudo que é dito “popular” ou “modinha”, como é usado no artigo, e adoram o Undeground como uma divindade e se vêem numa louca cruzada contra tudo que é “Pop”. Isso não é algo que acontece apenas com animes, mas também em música, vestimentas, livros e afins, algo que não terá fim, perdurará até o fim da humanidade e por isso que seja daqui a 10 ou 100 anos ainda terão pessoas que se identifiquem com esse artigo.

  • Tubo bem ser haters de modinhas, mas… ser hater de modinha de manga/anime?

    Porra… geralmente quem gosta de modinhas como NX Zero, justin e restart NÃO lê manga/assiste anime, e fica falando como se fosse superior (quando no caso é o contrário)

    Esses são os haters das séries, afinal, o mundo do anime é um mundo nosso! Os otakus brasileiros, que cada vez crescem mais em numero! Quem for um hater merece nada menos que a morte!

  • Possivel Hater?

    Essa febre de “haters de modinhas” surgiu pq alguns perceberam que as “massas” nao pensam, só seguem algo que é muito falado. Mesma coisa acontece com a indústria da música, por que você acha que Justin Bieber faz sucesso?

    • A questao nao eh essa vc pode odiar algo q faz sucesso. Isto nao tem problema nenhum, mas desde q o argumento nao seja eu odeio pq eh modinha. Podemos dizer eu acho justin bieber uma merda pq ele eh chato pra caralho desafinado e as musicas nao tem graça nenhuma. O problema eh falar nossa todo mundo gosta de justin bieber entao so pode ser uma merda

  • Adorei o texto, eu sou o q posso dizer que gosta de modinhas mas mesmo assim assiste os animes que não são modinhas.

  • Tb sou fanático por One Piece, e tb não deixo de ler os capitulos de saem de Naruto, acho que essas pessoas quem parar um pouco e não fica rouvindo oque os outros dizem sobre “modinhas” o importante é ela gostar do anime e acompanhar, independente que seja moda ou não.
    Além de Títulos famosos, eu tb vejo outros animes, abro espaço, não fico só naquela ” ah eu só baixo naruto cara “, isso na minha opinião é uma ignorancia, e a pessoa ainda se diz Otaku, na verdade não é, é apenas um modinha.
    Gostei bastante desse post, parabens!

  • wildcat17

    Madoka não é o melhor do ano, é o melhor de todos os mais de 200 animes que já vi /o
    Ah!, e nunca vi animes gigantes, mas pretendo fazê-lo 😀

  • alan q

    Um beijo para mim que não tem nenhum anime que amo na boca do povão. ♥ (Apenas Pokémon).

  • joao vitor vidigal

    vou ser escorraçado por esse comentario, mas eu por exemplo, assiste OP quando passava no CN e nunca gostei, via pq passava Inu-Yasha depois q era meu favorito na epoca… Sigo Bleach, Naruto, Fairy Tail, Bakuman, Reborn[manga], Lost Canvas (“modinhas”) vejo pq gosto, fato, mas tenho como 5 animes q eu mais gosto:
    Steins;Gate
    Durarara
    Fullmetal Alchemist (“modinha” para alguns soh pq passou na redetv)
    Higashi no Eden
    Darker Than Bleack

    uma vez conversando com minha cunhada e uma amiga dela, a guria perguntou q q eu via… citando os “desconhecidos” na epoca… de boa… quando falei q apreciava as modinhas, fui chingado por ela, e nao soh eu, ela abrangiu a ofensa pq eu via modinha, pra minha namorada, pros meus amigos e para uma penca de cosplayers q tem na minha cidade…
    Simplesmente mandei a menina ir pra pqp
    atualmente acabou q ser haters tb virou modinha, entao se tudo eh modinha, musica, anime, series, filmes, livros…
    se nao kr seguir uma modinha… entao se mata oras… Se matar alias era modinha nos anos 90 e no periodo romancista no brasil ‘.’
    entao vai viver vegentando em seus proprios pensamentos

    se alguem leu meu post gigante ta de parabens c.c’

    • Boa lista.
      E o que passou na RedeTV! não foi o FMA antigo?

    • Cara recomendo pra vc dar uma nova chance pra One Piece eu tbm vi o do cartoon e achei uma bosta, porque realmente é ficou ridicula a versao brasileira. Mas depois eu fui ver legendado e simplesmente se tornou meu favorito de todos os tempos

  • joao vitor vidigal

    PS: Feliz era a epoca em q as unicas discussoes com sangue nos olhos q tinham sobre animes era entre Shaketes e Saguetes ‘.’ (Saga OWNA!) e no mais todo mundo apreciava as historias por serem boas e nao pelo nivel de audiencia da tv

  • Marcos Dantas

    Meuwww, como eh possivel como tem gente ignorante, poxa se Naruto é modinha ou não qq isso tem a ver? Otaku deveria estar unidos e juntos para compartilhar sobre os ANIME E MANGÁS! oq tem se a pessoa começou a gostar de anime ou mangá por causa de Naruto ou One Piece?
    Isso eh pensamento de gente que quer “Undergroud”.
    Pra mim quanto mais os animes fazerem sucesso aqui na Brasil pra mim é melhor, pois eu prefiro ver nossa cultura sendo valorizada e divulgada dq um monte de Funkero q passa na TV atualmenre

  • Bom… eu sou desses indecisos que curtem um pouco de tudo. Ou melhor, indeciso não… tenho a cabeça aberta.
    E é isso que falta aos guris, sabe? Quando eu era mais novo, também era meio intolerante com coisas diferentes. Eu era um puta dum metaleiro chato, e hoje ouço muito mais samba e eletrônica (decente, plz).

    Da mesma forma, assistia Pokémon, Digimon, Medabots, DBZ, CDZ, Naruto etc e lá se vai mais um monte de animes com histórias mais ou menos cíclicas e traços curiosos. Mas é normal que as preferências mudem, que os interesses mudem também. Só que a gente não deve menosprezar aquilo que nos fez quem somos, sabem? Os animes comerciais nos trouxeram até aqui. E a moda é algo bom, tem de existir.

    Nunca gostei de One Piece, mas não tenho nada contra. Só acho chato. Aliás, acho chato Naruto também. E já que estamos falando de coisas mainstream, nem de Beatles eu gosto. Só por isso tenho um gosto musical pior que os outros, ou sou menos otaku que outras pessoas?

    Aliás, não sei pra que cacete surge a necessidade de se autodenominar “otaku”. Parece até que a pessoa faz questão de dizer: ‘olha, eu não sou uma pessoa normal, eu sou melhor, eu sou otaku’. Grande bosta, você é uma pessoa normal, que vai fazer uma faculdade normal, que vai ter uma família normal. Ninguém aqui é um ser humano melhor que outro porque deixa de curtir novela pra assistir anime. A diferença tá só na arte que aprecia.

    Acho que há essa tendência enorme de as pessoas se assumirem em minorias, que as abrigue como um escudo contra críticas. A gurizada, e a juventude (eu me incluo aqui), e até o povo mais velho tem que aprender é a circular por tudo que é grupo, aprender com todos os tipos. Ser eclético não é uma preferência, é deixar de ser ignorante, sabem?

    Pra finalizar, não curti tanto assim Madoka Magica. E curti Ao No Exorcist um pouco, apesar de tooooda a fórmula aplicada e nenhuma inovação real.

    Não sei por que nunca citam Kino no Tabi em textos sobre bons animes. Sinto falta disso tudo. E de um anime que me lembre Cowboy Bebop…

  • belo post acho isso muito estranho ´´modinha“ ser ruim adoro op naruto bleach claymore fairy tail(so o manga) gostei de ao no exorcist e de varios animes dessa temporada te muita gente que diz vc v op vc e louco ou cara toriko anime que fala de comida maken-ki anime so tem peitos chirayafuru cara anime todo estranho o pior foi quandoo comprei blood honey manga de viado para vc v yaoi muito gay mas eu nao ligo se a historia me agradar eu assisto compro o manga Que tambem e motivo de preconceito fala serio po tem que ler so mais ver o anime legendado(sendo que tem Que ler do mesmo jeito)estou cansado de pessoas falando Anime e coisa de criança e falando Revistinha Que lixo tem coisa melhor pra fazer com seu dinheiro o tempo que vc perde com isso vc faz coisa melhor e eu sempre digo se vc nao gosta problema e seu e depois me vem falando vc viu anime tal muito foda ai falo vc le fairy tail cauda de fada que nome de anime mais gay pelo amor de Deus eu nunca tinha visto HxH e me recomendavam eu prefiro coisa assim quando as pessoas Recomendam bem melhor mais tem muita gente que so sabe reclamar e e dizer nao veja e muito Ruim so pra nao ter mais pessoas vendo pensando que e dono do Anime ah fala serio eu gasto meu dinheiro com o Que Eu Quiser e se eu prefiro manga essas pessoas que deixam de assistir por ser modinha tenho uma coisa pra dizer problema e deles e se gente como eles pensam assim entao nao podemos fazer nada so a nossa parte

  • Vincent

    Antes de mais nada, tenho que dizer que o texto foi muito bem escrito, parabéns para o autor.
    Eu também só comecei a gostar de anime/mangá por causa de modinha, no caso foi Saint Seiya. Não me incomodo nem um pouco de acompanahr uma série só por ela ser famosa e tampouco vou criticá-la apenas pelo fato de ser modinha, por exemplo: Madoka Magica é um anime do qual não gostei, pois não é só pelo fato de quebrar um gênero e ter muito sangue que fará da série algo realmente bom, pois a história precisa te prender, as personagens precisam ser carismáticas, para que você realmente se importe com os fatos que acontecem com elas e isso não acontece em Madoka, não critico a série por ser modinha e sim porque ela não possui qualidade, apenas por isso, mas isso sou eu falando.

    Outro caso é Naruto, eu continue a acompanhar o anime e o mangá, mesmo depois de ter virado modinha, mas atualmente não tenho a mesma empolgação com a série de outrora, pois justamente naquele que deveria ser o ponto alto da série, a história vem decepcionando. Em resumo, eu julgo a obra exclusivamente pela sua qualidade, não pelo fato dela ser famosa ou não, isso pouca importa para mim.

  • Bom o que eu penso de tudo isso é que nos vivemos na era das redes sociais as pessoas vivem para ganhar um like nos comentarios. Entao xingar uma modinha tem uma grande chance de ganhar repercussao de ambos os lados os por aqueles que odeiam modinhas e vao curtir comentario ou por aqueles q amam e vao xingar e tudo mais. Essa que é a verdade é mais facil ganhar repercussao qndo vc fala de algo que mais pessoas conhecem/gostam.

    Mas só pra deixar claro eu vi madoka e nao acho q seja o melhor do ano. E estes haters da madoka so surgiriam pq vira e mexe vem comentarios querendo nos obrigar a achar madoka a coisa mais fantastica q ja inventaram.

  • Jun

    meu problema não são modinhas, mas sim pessoas que não entendem até que ponto o negócio é bom.

    pessoas no qual consideram naruto o melhor de todos, a unica razão de se viver e essas coisas. cara, simplesmente enche o saco. ta certo q naruto é legal, é um shounen popular, mas pra que vangloriar tanto?

    o medo mesmo, é vc passar a gostar dessa modinha e ser confundido com um viciado. vc apenas gosta de acompanhar mais nada.

    não estou atacando os narutards, apenas usei como exemplo. eu até prefiro que uma obra seja famosa, mas não ao ponto de falarem “moda”.

  • Paulo Henrique

    esse povo tem que entender do mesmo jeito que elas tiveram um anime que marcou a sua geração a geração seguinte também tem direito de ter um anime de sucesso pra marcar sua epoca
    a unica coisa que estraga o anime no brasil é essa censura boba e a dublagem mal feita (de Alguns)

  • Mickie-chan

    Eu fico besta com certos comentários… pra que psicologizar tanto uma questão com um punhado de academicismos se o dito crucial já fora exposto com menos esnobismo e mais conteúdo? O colega @Wagner conseguiu resumir bem e sem muito blá-blá-blá intelectualóide, por mim, se encerra a questão alí.

  • Gui

    É dificil não sentir-se seduzido por essa olhadinha clássica do Tenente Quattro…

    PS- Matéria interessante, eu nunca fui de ler blogs brasileiros pois pelo pouco que eu vi, normalmente é 8/80… de um lado o pessoal que só fala de Naruto + Bleach + One Piece + Ecchis genéricos, do outro, estudiosos com PHD em animação japonesa que desferem “verdades” baseadas em sua “vã” opinião pessoal. Gosto do ChuNan justamente por ele ser mais “leve” e descontraído por assim dizer. Além de que o blog me trás uma pontinha de nostalgia das revistas de ainme que eu lia em minha infância – Del Greco deve ter espirrado ahuahuahuhauhuahuahuahu.

  • Chitake

    Opa pessoas do naquim !

    Primeira vez que eu posto aqui, espero ter tempo pra voltar mais vezes 😀

    Então cara, concordo em gênero, número e grau com o autor deste post, hoje em dia é tudo em torno de críticas… Há, desenho tal é igual ao outro…

    Sabe, isso realmente me irrita, porque o que mais tem no mundo são cópias! Bleach copiou Yu Yu Hakusho, Naruto copiou Hunter x Hunter, e daí? E daí se as series se assemelham umas com as outras? O que falta hoje em dia é menos críticas e mais interpretação dos elementos de história… Eu tenho 27 anos, cresci vendo dragon ball, doraemon, doctor slump (Sim, eu vi doctor slump), eu fui criança e adolescentes como a maioria de vocês que assistem naruto, bleach, one piece, mas eu tenho um diferencial, que aposto que a maioria aqui não tem, tinha costume de ler.

    Sim, vocês perguntam, ler? Mas que diabos isso tem haver com assistir desenhos? Muito simples… INTERPRETAÇÃO.

    Animes e mangás, diferentes dos desenhos americanos que só vemos um passa a perna no outro ou destruindo as coisas, anime e mangá são novelas, são historias com conteúdo, para vocês entenderem tem que interpretar, coisa que hoje em dia me deixa muito triste em não ver…

    Eu vou ser sincero, um um fã da cultura japonesa, acompanho desde pequeno mesmo, e eu gosto de animes com conteúdo… Eu tentei mesmo gostar do Naruto e Bleach, mas ambos me decepcionaram muito, eles tinham ótimas historias, mas ficaram uma merda… Eu gosto da ideia passada pelo One Piece, Hunter x Hunter, gosto muito, mas muito de Bakuman, Hajime no Ippo, Durarara entre outros, muitos vão dizer que eu só coloquei aqui animes com conteúdo mais maduro, mas se pararem pra pesquisar e LER, principalmente LER, vocês verão que eu só coloquei animes com CONTEÚDO.

    Bom, acho que escrevi demais 😀

    Até a próxima 😀

  • UAHSUAHSUA Naruto é? aff

    nem vou falar desse anime pra num chatea o pessoal.

    One piece é muito bom acopanho a um certo tempo ja. ele mi cativa e continua a ficar intereçante pra vc continua assistindo. parei de ver bleach por causa da inrolação. ¬¬

    é vou falar de Naruto. Bom o q acaba naruto nem é modinha. são os Comentarios negativos sobre o anime. pq todo canto q vc vai tem alguem chingando(inclusive eu) e eles… sim, os Malditos FILLERS q Termina de foder o anime. teem tbm os carinha q só acompanha naruto. equando chega um anime novo ou uma indicação pra ver um anime. ele pença logo assim: “vixi si for igual a Naruto to dentro” . muitos ate chegam e ver um determinado anime completo e é naum gosta pq Naruto e mais legal. muita gente vai fala merd@ mais e verdade. uns nem pode ler esse coment.

    intaum e isso. Espero q Continuem a Ver o Naruto é Fikem felizes, Boa Sorte No Futuro xD

    • rgkillua

      Qual o seu problema com Naruto? Algumas pessoas que você não gosta da personalidade gostam dessa série? Isso não diminui a qualidade da série.

      E quem não gosta de filler e assiste o anime deve ter algum problema porque o mangá está aí pra quem quiser ver.

      Você falou com superioridade demais pra quem escreve “pença” -.-

      • Dattebayo!

        Ótimo respota @rgkillua, o problema é que infelizmente, MAS INFELIZMENTE MESMO, Naruto foi o PRIMEIRO alvo das famosas “Modinhas” e eu acredtio que muita gente conseguiu adentrar ao universo Otaku graças a esse anime, e hoje simplesmente, cospem no prato que comeram antes… é deplorável, ai o cara que hoje assisti outros animes se acha “cult” e no total direito de diser que quem gosta de Naruto (Falo especialmente em Naruto porque foi o Alvo Nº 1 dos Haters devido a tamanha proporção que ganhou), é ignorante e que não tem inteligência pra entender outros tipos de animês, Uau…

        E depois pra se livrar como santo, dis que não gosta mais da obra por causa dos “fillers”, ja cansei dessa resposta, na verdade tem é medo de diser que não gosta mais da história porquê virou alvo dos haters e dos modinhas, isso é coisa de gente sem personalidade, #FALOMESMO!

  • gustavo n mendes

    eu sempre via dragon ball, pokemon, digimon, cavaleiro do zodiaco, yu yu hakusho, quase todos os animes que passavam na epoca, nao perdia um episodio, mas nunca me interessei muito em ver animes pra valer. quando passou naruto na TV eu ja era mais velho e fui procurar pra assistir na net vi ate as sagas da epoca e percebi que era bem diferente do que passava na TV e fui procurar os outros animes que via antigamente, tambem percebi muita diferença nas cenas de açao e nas conversas e aos poucos fui procurando outros animes desconhecidos de tipos diferentes. graças ao naruto modinha que eu vejo tantos animes hoje, e qual é antes dragon ball, cavaleiros do zodiaco, samurai X, super campeoes (ou captain tsubasa) todos eram modinhas e ninguem reclamava agora ficam tudo com frecura de ai voce ve naruto, bleach, one piece, voce é modinha cai fora o cara nao pode so assistir por lazer, tem gente que so ve animes de porrada, isso muda sua vida em alguma coisa? mas se o cara fica naruto é mais foda voce nao ve voce é lixo ai sim pode aplica uns dempsey roll nele

  • Luiza “Lunna”

    Adoooooorei a opinião, confesso que pensava assim mas acredito que tenha uma explicação o meu “medo”, quando entra muito dinheiro eles tendem a se interessarem a mudar o conteúdo para agradar ao público em geral e acaba com toda a graça, expectativa que tinha, entende?

  • zoro

    A verdade:
    one piece ha alguns anos atrás sofria preconceito por sua animação……….muitas pessoas deixavam de assistir o anime por isso;;;;;;;;;;;;;;;;o que aconteceu?
    Os fas de OP começaram a se juntar e fizeram um reboliço na net ………….quem pagou o pato?
    Naruto seu principal rival …………….é como se vc precisasse odiar naruto para gostar de one piece …………..naruto ha alguns anos atras era o principal anime do estilo aqui no ocidente …….hoje ele, OP e bleach dominam esse estilo de anime…………deixando bem claro que gosto dos tres animes……………….esse é apenas um ponto de vista meu

    • rgkillua

      Naruto e One Piece não sã rivais, são da mesma empresa, a Shueisha…

  • zoro

    rival no sentido dos fãs

  • Danika

    Quero deixar aqui meus cumprimentos para o autor do texto. É muito bom ver alguém esclarecido para variar ^^

    Para ser sincera, não posso dizer nada sobre Naruto ou One Piece, não assisti/li nenhum dos dois. E admito, não sou otaku nem nada do gênero, só alguém que gosta de assistir animes pra relaxar.. lembrar dos “velhos tempos” – realmente pareço velha falando isso =S
    Na verdade acredito que eu esteja mais para espectadora “casual”. Mas pode crer que se não fossem as modinhas como CDZ, DB, Sailor Moon, Yu Yu Hakushu, Tenchi Muyo (*___*) dentre vários outros eu não teria descoberto o mundo dos “desenhos japoneses” (em um sentido geral, anime, mangá…)

    Não tenho preconceito com anime nenhum, busco sinopses, comentários, assisto 1 ou 2 episódios, e se me interessarem assisto até o fim, e depois, se tiver, mangá, light novel, etc. assisto/leio também. Ou ao contrário, algum amigo me indica um mangá eu o leio, e se gostar procuro mais informações… e assim por diante.

    Quanto as modinhas propriamente ditas, não me preocupo muito com isso, tenho sempre o cuidado de saber do que eu estou falando antes de criticas (foi por isso que li o que se chama hoje em dia de “Saga” Crepusculo, com a esperança, admito, de ter algo realmente literário e aceitável para dar um motivo lógico para o fato daquilo fazer a cabeça de tanta gente, infelizmente fui derrotada e não encontrei nada ¬¬”)

    Acho que o básico para se criticar é conhecer, e não vale a pena discutir com alguém que obviamente não sabe do que tá falando.

  • Vinicius Ribeiro

    Eu por exemplo odeio naruto, nao por ele ser uma modinha mas pelo fato de pessoas falaram que é o melhor anime ja feito, melhor que saint seiya, dbz. Existe uma diferença entra animes boms e ruins, outro motivo de Naruto ser um pessimo anime, para mim o pior ele sempre perde nas lutas. Todos que dizem ser fanaticos por Narutos assistem e idolatram One Piece e Bleach, babaquisse total. Fairy Tail posso nao gostar tambem mais é o mais relevante pra mim, mas como foi no caso de naruto nao consegui assistir 1 episodio inteiro.

    Sailoor Moon eu tenho varias fitas VHS da epoca em que minha familia morava no japao apenas de eu nao ter nascido nessa epoca, porem minha infancia eu assisti esse anime em japones mesmo, junto ao Cavaleiros dos Zodiacos que passava na Band as 18 hrs, apartir dai que me interessei em assistir animes jp/pt.

    Ao no Exorcist nao é apenas luta, porrada tempo inteiro, se voce assistiu voce sabe da historia q tem o seu fundo relegioso o que fez eu me interessar por ele, claro que sao fantasias porem é algo realmente interessante coisa que naruto ou meu ver nao eh nada disso nem de longe. Conheço pessoas que assistiram o primeiro naruto e pararam pq era uma babaquisse total, um lixo literalmente e as pessoas idolatrando falando que ele eh o melhor anime etc, foi o que fez com que eu odiasse ainda mais naruto.

    80% dos comentadores sao fã babacas de naruto que apoiaram o post pois pensam que ajudou eles de alguma forma, dizendo que naruto nao eh um lixo como todos haters pensam.

    Pokemon nao era uma modinha, Saint Seiya tambem nao , diferente de hoje esses animes nakelas epoca eram os melhores, tanto que virou febre mundial, nao lançavam animes desse tipo com toda a historia como de cavaleiros dos zodiacos com a saga do santuario que se destacou, tinha toda drama envolvida pra salvar Atena, tirar a flexa dela.

    Vou me precipitar talves mas naruto qual eh o objetivo do naruto? ele ficar mais forte? virar o lobo la vermelho? tenho varios amigos que sao fanboys de naruto que idolatram, mas tambem tenho os que ja assistiram e hoje odeiam nao por ser uma febre, uma modinha, mas pelo tanto que elas idolatram tudo pra eles naruto eh o melhor.Nao vejo a menor graça em Naruto.

    Animes como Mahou Shoujo Madoka Magica, Ao no Exorcist, sao animes que fizeram sucesso por todo o enredo do anime, como a pessoa do primeiro comentario falou do Gintama, fui tentar assistir esse anime no meio do ano nas ferias baxei 2 ep nao consegui assistir o 1 inteiro nao vi graça nenhuma nele(minha opiniao). FullMetal Alchemist ja assisti o anime e li o manga, para mim um dos melhores, ja vi muita gente que falva mal de FMA, mais depois que assistiu virou fan.

    Nao ligo que me critiquem por eu ser um hater de Naruto, Once Piece e Bleach estou pondo minha opiniao e descordando em parte do post, e duvido que alguem lera tudo. se alguem quiser discutir isso a fim de montar um critica construtiva pode adiciona meu msn vinicius_ribeiro_anjos@hotmail.com nao tenho menor problema eh discutir assuntos como naruto, modinha, febres, animes boms ou ruims, porem se voce eh um fan babaca e for me adicionar para apenas xingar por eu ter falado mal do seu animezinho preferido ira perder seu tempo, fanboy babaca.

    • rgkillua

      “Odeio Naruto não por ser modinhas, mas pelo fato das outras pessoas falarem que é o melhor anime já feito”

      Quer dizer que a sua opinião é superior e ninguém pode achar que é o melhor anime de todos? Sei que essa afirmação não faz sentido, até porque é impossível assistir todos os animes, mas desgostar de uma obra por causa da personalidade de algumas pessoas que a assistem é ridículo…

      “Pokemon não era modinha, CDZ também não. Eram os melhores da época.”

      Ah, sim, quando você gosta da série ela deixa de ser ‘modinha’ mesmo que em todos os aspectos ela se assemelhe a Naruto que você diz ser ‘modinha’.

      Não espero que você me responda, mas gosto de responder quando vejo alguém falar algo com superioridade enquanto usa argumentos bestas…

    • Cara eu adoro CDZ, mas se vc for comparar o drama de tirar a flecha da saori com o drama da infancia da Nami ou da Robin em One Piece vc vai ver q tem uma grande diferença. E com o tempo o Naruto passa a ganhar suas lutas sim. Mas não vim aqui defender as obras só queria comentar.

      O que vim realmente dizer é que odiar uma obra pq tem fãs chatos é meio raso né. Eu respeito qndo vc diz q nao gosta pq acha a motivaçao dele sem sal ou coisas do tipo, mas não gostar pq tem gente chata q assiste é o mesmo que prender os autores de Death Note pq um maluko na Belgica matou um cara e escreveu death note com o sangue.

  • DipKun

    Mas… caramba quanto comentários, como gostaria de ler um por um, mas se tornaria cansativo, tendo em vista de que algumas opiniões serão semelhantes, mas pera la não estou criticando, só queria me expressar melhor em base das opiniões de todos vocês, e poder conversar.
    Enfim sem mais delongas, só quero deixar frisado que haters é uma nova tendência no Brasil, pois somos um país que sinceramente não é muito inteligente, então as pessoas querem dizer que sabem português, sabem conversar sobre assuntos de seu interesse, por fim querer ser superior, o que acontece diariamente com haters, então eles jogam para cima dos poucos que apreciam animes e dos muitos que ainda nem conheceram esse mundo, mas até agora está indu muito bem as vendas estão aumentando, e a procura de artigos bonecos mangás enfim, também andam aumentando, só queria que as empresas parassem de olhar os comentários dos haters, pois é ele que proporciona o principal lucro para eles.

  • Vinicius Ribeiro

    Para deixar claro nao perco meu tempo criticando naruto pelo fato de eu nao gostar, assisto animes que me interessaram, mas quando vejo um post como esse provavel que deixaria minha opiniao a proposito:
    Semelhanças(Plagios) entre Son Goku e Naruto Uzumaki

    -Os dois usam como roupa base uma calça e camisa de cor Laranja.
    -Os dois têm uma relação íntima com velhos tarados (Jiraiya e Mestre Kame).
    -Os dois têm um amigo mal caráter que se acha melhor do que eles e fica os desafiando (Sasuke e Vegeta)
    -Os dois crescem ao decorrer do Anime.
    – O Amor entre Naruto e Sakura lembra muito Goku e Chichi porque os 2 apanham delas.
    – Os poderes fodões como genkidama do Goku e rasengan do Naruto tem mesma aparência.
    -Os dois são rejeitados pelo seu Grupo ou Raça.

    Semelhanças(Plagios) entre Vegeta e Sasuke:
    * Os dois são os antagonista do desenho.
    * Os dois vestem roupas azuis.
    * Os dois tem cabelo espetado de cor preta.
    * Os dois se acham os fodões do anime.
    * Os dois não tem muitos amigos.
    * Os dois acham que a vingaça é tudo.
    * Os dois são anti-heróis.
    * Os dois vivem se gabando que tem linhagem nobre.

    Conhecidencia?! Agora irei ver varios comentarios falando mal de mim, nao ligo para isso trolls, falo o que penso e no que acredito, liberdade de expressao.

    • GOOD. o/ Bela opinião. xD

      Tem Razão nisso ai. Mais pera… Os anime Harém Tbm né Td igual? lol

      xD. Shounen tbm são muitos Parecido uns com outros. naum pela historia em si. mais pelos personagens. . .

    • rgkillua

      Muito boa opinião, a maioria dos ‘plágios’ que você citou nada mais são do que clichês de animes shonen ¬¬’ Pff…

    • Naruto hater? Então Naruto também plagiou DBZ porque os protagonistas tem cabelo amarelo?
      Você definitivamente falou muito coisa sem noção (é com cedilha né?). Plágio por causa de cor roupa? Aff

    • Lembre-se do “famoso” caso de pláguio da cena de luta de Naruto que copia descaradamente uma cena de Cowboy Bebop.

    • Dattebayo!

      Concordo com você, mas você também concorda comigo que as suas comparações foram superficiais? Sim, vc só comparou Naruto e DBZ superficialmente pela cor da roupa e coisas fúteis do tipo, sim desculpe a sinceridade.

      Compare agora Naruto e DBZ profundamente, distinguindo personalidades e traços, Goku nunca volta atrás com sua palavra né?, Naruto já começou a história com muitos amigos sem nunca tentar chamar a atenção de ninguem né? É isso que realmente difere um anime do outro. Eu não to com raiva de ti por causa disso e muito menos vou te chingar, só que antes de fazer uma comparação dessas, lembre-se que você diser que um anime é a cópia do outro, ainda mais animes tão conhecidos como esses 2, e citar comparações como essas podem realmente magoar o Fã de um dos dois animes. Sim fiquei mesmo chateado com essa comparação apesar de ser sua opnião, mas não sou obrigado a concordar com ela…

  • marcio

    boa matéria! modinha forevis! ausihdiuashdiushdiuashdiuhdiausdhiusadhuasidhiua

  • Nunca tive interesse em Naruto, mas porque não gostei da história (lendo a sinopse). Tenho interesse em One Piece, mas assistir já é mais dificil, a preguiça não deixa, porque PQP… já está lá pelo 500 episódios e eu tenho uma lista enome de animes que assisto, entre eles as tais modinhas e não modinhas.

    Eu vejo essa coisa de modinha como o caso das bandas japonesas… precisam esconder a banda a todo custo pra não se tornar modinha, mas não pensam que seria graças aos tais “poser” que ela ficaria mais famosa, iriam ter motivo pra vir ao Brasil. Mas não pensam, eles devem ser os únicos fãs da banda e se você não lembra o nome de uma música já é “poser”.

    Seja banda ou anime, quem tem maior chance de proporcionar desvantagem são os que querem evitar sua divulgação.

    Modinha ou não, o importante é ter produtos aqui no Brasil. Porque comprar coisas de outros paises é pura adrenalina, nunca sabe se vai chegar.

  • zoro

    queiram ou não naruto ,one piece e bleach são sucessos

    tem gente que fala de naruto mas não assistiu quase nenhum episódio……falar qual o sentido de naruto ……….o enredo de naruto é muito mais profundo que podem imaginar

  • Adriano

    Eu nao ligo pra modinhas
    se um anime é bom é logico
    que vai fazer sucesso
    se dizem que é o melhor anime do mundo é porque talvez realmente seja, ou nao
    é a opiniao de cada um
    o negocio é nao se deixar levar só pelo que as pessoas falam,é assistir e conferir

  • Leo

    Cara, isso ocorre em qualquer meio…

    É foda, mas a pessoa que deixa de assistir pq alguém falou q é uma merda é pior ainda… essa pessoa não tem personalidade.

  • mxl

    Em primeiro lugar, parabéns pelo post.

    Em segundo lugar, concordo com você em número, gênero e grau, resumindo, falta cabeça aberta pra quem critica um anime por ele ser pop demais, “modinha”.

    E, por fim, vi muitos comentários que criticaram o post, argumentando defensivamente que não gostam de naruto não pelo fato de ser modinha, mas por outros motivos, enredo fraco, infantil, sem graça, enfim, faltou lerem até o final do post ou simplesmente são analfabetos funcionais, sabem ler, mas não sabem compreender o que leram, pois o autor dos post criticou aqueles que não gostam de animes pelo simples fato de serem modinhas e não por diferença de gosto.

    Só um adendo, esses tipos que não curtem animes modinhas pelo simples fato de serem modinhas, adoram um estereótipo, hahahahhaha.

    Att.
    mxl

    • Camilo Alves

      falou tudo cara o/

  • Ricardo-O

    cara vc está tão certo q racha aqueles q odeiam modinhas…
    eu não gostava de naruto, pq poha eu via moleques no meu colegio(6 anos atrás, é se vc acompanha naruto, desde o início ta ficando velho LOL) tamanho 13 anos de idade brincando de fazer jutsu com as mãos e gritando katon gokakyu no jutsu… eu olhava isso e dizia que Put#$$% é essa?
    até q um mlk me deu o DVD e eu assisti, fato que quem gostava de Dragon Ball, YuYu Hakusho, Cavaleiros do Zodiaco( quase td mundo q teve infancia naquela época) se parar pra assistir mesmo, acaba gostando, pq tem tds os eleentos q fez das séries citadas um sucesso por aki,
    enfim eu gostei tanto q passei a ler mangás por causa de naruto.

    Depois de Naruto, eu descobri One Piece, de primeira eu achei RUIM, achei um pouco infantil demais, mas como eu estava ENGANADO, meu irmão gostou, e eu assistia jun to dele, aquilo me prendeu tanto, q eu li tds os capitulos do manga rapidamente em inglês mermo…
    One Piece virou meu favorito, até então….

    o que me impressiona é, desculpem a palavra, a IDIOTICE daqueles que odeiam pq é moda… ¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬
    eu gosto de gundam, mas ngm ia assistir aqui pq a história é um pouco complexa e o Brasil(maioria massante dos brasileiros) não gosta de animações complexas, mas eu queria que fizesse sucesso, e muito…
    ”Ah Evangelion é melhor, influenciou muito bla bla bla” eu não curtir muito evangelion, mas vi td relacionado, quando o canal ANIMAX surgiu vi muita gnt PUTA pq tava com medo de ver crianças torna-lo modinha ¬¬¬¬¬¬
    eu pensei logo ” Bando de Babaca aonde q Evangelion ia agradar crianças, quem viu é obrigado a concordar mesmo q tenha excessões , mas era bom se gostassem pq ia influenciar na visão das crianças, torna-los adoradores da cultura japonesa, como NÓS que lemos esse post inteiro e estamos comentando…

    Modinhas tbm se estendem a música, eu não gosto de Justin Bieber pq acho a música dele uma merda, não pq eu acho ele um viado FDP, ou por INVEJA do Sucesso de um MOLEQUE que nem tirou as fraldas ainda..

    falta as pessoas um pouco de maturidade pra não se incomodarem com os gostos das pessoas ao redor, se um monte de gnt gosta e daí????? eu vou é assistir pra ver se eu gosto tbm, pq afinal é alta a probabilidade quem sabe fazer conta sabe disso, ja q tanta gnt gosta…
    pq se ngm gostar e ngm conhecer como q eu vou assistir e ler???
    como vou saber de sua existencia?
    Razoabilidade, a Gente Se VÊ por Aqui!!!!

    Adorei esse Blog , Adicionei aos Favoritos e vou acessar sempre q possível… ;DD

  • Camilo Alves

    Eu sempre acompanho o chuva de nanquim,comecei a ler esse tópico e realmente tudo que foi dito é Fato,eu sou Cria de CDZ,Guerreiras magicas de Reyath,Fly,e Sailor Moon,pra mim One Piece é o melhor anime que existe,eu lembro que falava mal dele antes de assistir,pensar que já fui um desses tipinhos,que crtiticava antes de saber,não vou falar muito que tem muitos comentários gigantes e eu não aguentei ler nenhum deles,Mas vocês estão de parabéns,foi a matéria que mais gostei aqui,continuem assim,abraços grátis o/

  • Gente , já pararam pra se perguntar se :

    Não gostar de animes super conhecidos ou super vendidos possa ser também uma modinha ?

    Gostar de animes desconhecidos também possa ser uma modinha ?

    Ser o único gardenal e egoísta que gosta de animes em sua sala de aula possa ser uma modinha ??

    Antes de falar dos outros reflita sobre si mesmo : Será que na verdade eu já não estou participando de uma modinha ?

    • Camilo Alves

      eu particularmente não ligo se está na moda ou não,vou continuar gostando mesmo assim,até prefiro que fiquem bem conhecidos mesmo,mas é verdade tudo pode ser uma modinha se olhar por esse angulo. . . mas acho que é chato alguém falar isso,”ah não gosto porque é modinha” sem nem assitir,eu ouço bastante isso…

  • Isso é um problema social é como se fosse religião .

  • Imagino que esse deva ser o post mais comentado desde que o ChuNan surgiu, tanto que nem vou ler todos.
    Sou so tipo que não gosta do que está na moda, em vários aspectos (principalmente música [não gosto de funk, mas esse é porque é ruim mesmo], e roupas), mas não mangás e animes. Eu gosto das modinhas mas também vejo animes quase não são conhecidos.

  • É modinha não gostar de modinha…

  • Esse post me lembrou a surpresa que eu tive na 7ª Série, quando desenhei o Fubuki (Super 11) para um menino da 5ª série, e do nada, todo mundo começou a cantar a musiquinha de abertura e comentar os epis.
    Gente, aquele anime é uma merda! A abertura é uma merda! Mas era tão divertido jogar conversa fora com o pessoal da classe que eu não conseguia deixar de assistir!!! Bons tempos de 7ª C
    *Eu sei, estou mais forte. Pois se cheguei até aqui eu tive alguém pra ajudar…*

  • Lu_ Mayra

    *o* simples e direto. Realmente n sou do tempo manchete mas acompanhei todos essas épocas.

  • Alan

    Acho que, o que define um anime modinha, são exatamente o público que você vê que gosta, que nem justin Bieber, as músicas não são ruins, não tem nada de errado, mas basta você ver uma fã estérica dele, que você pega nojo, não sou anti-modinhas, já vi Naruto, hoje simplesmente não acho mais bom o suficiente pra me fazer passar por todos os fillers, enquanto posso ver coisas melhores, mesma coisa com Bleach e One Piece, simplesmente não tem o fator que faz o olho brilhar ao ver somente o primeiro epi. Porém sou um daqueles que é logo influênciado pelos fans, quando você vê uma pessoa, falando que Naruto é o melhor anime do mundo, sem nem saber o que é anime direito, você realmente pega um certo préconceito e vai começando odiar, até mesmo sem ter conhecimento sobre tal

    No fim, os ditos modinhas sempre vão ter, uma coisa pra mim que nunca vai mudar, é que nenhum desses animes novos, vão conseguir superar por inteiro a força das “modinhas” antigas, e as vezes até em qualidade comparando os níveis de modinhas como YYH CDZ e DBZ x Naruto, Bleach e One Piece

  • matheus

    eu odeio aquelasd pessoas que nunca viram anime a não ser na televisão e falam mau

  • Débora

    Cara, eu sou sua fã!

  • Aoyagi

    Cara, antes eu pensava que odiava que anime virasse modinha e tals, mas de uns tempos pra cá comecei a pensar que se virar “modinha” só vai deixar essa cultura mais popular, as editoras vão trazer mais coisas e terei com quem conversar sobre as coisas que eu gosto sem essa pessoa me achar “estranha”…… ^^

  • Nati

    Gostei muito do seu texto! Parabéns!
    Pois é por causa de alguns animes “modinhas” que eu comecei a me interessar mais pela cultura japonesa. Comecei a assistir Sakura quando passava no Cartoon junto com Sailor Moon e foi aí que me interessei por animes e mangás. E foi graças a Naruto que eu começei a baixar animes pela internet. 😀
    Eu já vi muito desse ódio por animes modinhas, mas eu pensei comigo: Se fullmetal alchemist virasse modinha, ele se tornaria um anime ruim, ou com uma história vazia? Não. Daí eu percebi que essa coisa de não gostar de algo só por ser popular é meio bobo.

  • Nicolas

    Isso não é nada além de um preconceito. Já gostei muito de Naruto, e só pare de gostar porque percebi sue os episodios estavam muito repetitivos. Mas eu me irrito de qualquer jeito com a “modinha” do Naruto, porque pesssoas que nem sabiam o nome dado às animações de mangás (isso se sabiam o que são mangás) começaram a assister só porque virou moda. Ou seja, o cara podia ser um total ignoranta, has via Naruto par poder falar depois. Eu acho sue não tem problem alguem sue gosta de anime assistir naruto, mas quem não ten ease costume de ver animus, ver Naruto, ou qualquer outro anime de sucesso só para poder se intitular de “otaku”. Isso eu acho uma besteira sem tamanho, porque tecnicamente, no Japão “otakus” são vistos como alguem que simplesmente disperdiça seu tempo em animes.

  • É que Madoka Magica é uma merda, seria uma merda se não fizesse sucesso, e, agora que fez, continua sendo uma merda.

  • vanessa.

    Ao no Exorcist é ótimo, dizer que é clichê é besteira, pois se você for ver todo mangá shonen tem a mesma fórmula… personagem principal x mundo de inimigos e tal e companheirismo e toda aquele bla bla de amizade até o fim, etc, enfim… é tudo questão de gosto pessoal, se este anime fosse tão ruim assim ele não estaria entre os 10 melhores animes de 2011 segundo os japoneses que se fodem pra opinião ocidental, pois se pega um top 10 feito no japão, sai uma lista de animes que pra muitos aqui é uma merda.

  • Naruto é divertido, Bleach é bom. As revistas publicam histórias para públicos diferentes, em geral com qualidade.

    One Piece é genial.

    E quanto mais pessoas gostarem de quadrinhos, ou obras vindas destes, melhor!

    Eu sonho em trabalhar no meio, e penso assim.

  • Admito que só comecei a ver Naruto porque todos falavam em Naruto onde eu fosse. Nesta época, já passava a primeira temporada dublada no SBT. Daí resolvi começar a assistir, mas claro, baixei os episódios da internet, legendado.

    Antes mesmo de terminar a saga do País das Ondas, eu já ficava roendo as unhas para assistir o próximo episódio. Gostei tanto que consegui terminar toda a série em menos de um mês. Foi quando descobri que existia a saga Shippuden e fiquei louco pra ver todo mundo “grande”.

    E concordo com o post. Algumas pessoas, talvez, não querem gostar de “modinhas” pelo simples fato de acontecer o que houve comigo. Não digo que por ser modinha eu gostei. Mas por ser modinha eu pude conhecer algo realmente bom.

    Naruto é bom e foi bom ele ser modinha, como alguns dizem, para eu ter o conhecido. Se não fosse por isso, talvez eu nunca teria visto um episódio sequer.

  • A modinha não é o problema , mas sim o fato de algumas pessoas acharem que tem que deixar de assistir um anime ou ler um mangá so por que os outrs não gostam

  • Mary

    Cara, na boa, se essa coisa de “modinha” fosse só fazer sucesso como você disse, eu ia amar. Mesmo, eu ia ficar super-hiper-mega-feliz de ter pelo menos com quem conversar sobre meus animes.
    Mas eu não queria que fosse tipo os garotos da minha sala. Eles veem Naruto e alguns animes da animax(agora Sony Spin) já se acham os maiores Otakus do mundo, mas quando eu vou falar de qualquer outro anime e eles me olham como se eu fosse a coisa mais bizarra do mundo.
    Eu, pessoalmente, não gosto de Naruto, mas se tivesse alguém que gostasse e dissesse isso pra mim, que amava, mas só a Naruto, eu ia entender, numa boa.
    Mas dizer que EU não sou otaku de verdade só porque não gosto disso e que eles são por ver apenas isso…
    Aí pedem pra eu não me revoltar?
    Eu tentei fazer uma lista com todos os animes que eu já vi e fui tentar contar e desisti de tentar no trinta e pouco e dizerem pra mim que só por que eu não vejo Naruto e One Piece, eu não deveria ser chamada de otaku?
    Oh, please, bitch!
    Na boa, aqueles garotos( que acho que só veem aquelas reprises da TV aberta e nem chegaram na parte Shipuuden) pra mim são posers.
    É uma forma meio pejorativa de falar, mas é verdade. Tipo quando minha amiga me disse que amava super onze e não sei o que, ai eu fiquei rachando a cuca e então disse: Ah! Você tá falando de Inazuma Eleven, né? E eu vejo a cara bizarra que ela faz pra mim,
    Sabe eu vi Sakura CardCaptor com menos de quatro anos sendo reprisado na Tv Globo que na época era modinha. Eu agradeço por isso. Por que oito anos depois eu revi a série toda, tive contato com outros animes primeiro os da Clamp depois as “Modinhas” e os menos conhecidos e hoje estou guardando dinheiro para o meu cosplay.
    Eu agradeço pelas modinhas, mas ás vezes eu queria que as pessoas vissem e ao invés de se dizer especialistas sem nem tentar entender e pesquisassem primeiro antes de falar…

  • um tapa na cara do Otaku hardcore!
    me incomoda demais as pessoas taxarem Naruto como lixo sem terem assistido. É simplesmente fantastico a fase clássica!
    eu posso estar exagerando, mas pra mim é inveja. u_ú pq? a sua série favorita não é reconhecida, logo qndo uma outra serie de genero diferente faz sucesso vem a raiva, o sentimento de ser o único a gostar de coisas boas, q todos são loucos por ñ idolatrar a serie q o msm gosta…

  • J. Potter

    Gostei do post, acho que as modinhas são importantes para que outras pessoas possam gostar dos animes e tenham acesso a eles, e eu adoro isso porque se tem mais pessoas q assistem, tem mais gente pra comentar comigo e para discutirmos sobre( o que é super divertido) …adoro quando eu encontro pessoas que gostam da mesma coisa que eu, fico sempre muito feliz, e as modinhas possibilitam isso….realmente nao sei por que as pessoas nao gostam disso, see é porque tem “poser” então ensine tudo que você sabe pra ele , por que assim você nao vai se “encomodar” e também vai ajudar a pessoa a ter mais conhecimento…simplemente isso,

    J. Potter

  • Biel-Kun

    Eu toh é pouco me fudendo pros Haters, se eu gosto não são pq outros dizem q é modinha pq eu não vou gostar, Rum/
    A vida é minha e não é pq é modinha q eu não vou assistir!
    Q se fodam!
    Toh cagando e andando pro resto!

  • – Ótimo texto! Se não fosse CDZ e DBZ quantas pessoas aqui não iram estar aqui agora. E tem muito Otaku chiita que não sabe conversar sobre anime, avaliar a opinião do outro, tem pessoas que podem me matar se eu disser que eu não gostei de X 1999 e amo Naruto ‘-‘ pessoas são diferentes. Se saber discutir animes, mostrar pontos e tal a conversa e saudável, mas se a pessoa fica dizendo ” meu anime é melhor que o seu ” … poh é uma coisa pessoal !
    – Eu admito que já fui assim, mas agora estou bem melhor!

  • BDL

    Esse blog é modinha.
    hauhauahuahauaua

    Brinks. Bom texto. Haters gonna hate!

  • Pri

    Na época da publicação dessa matéria eu nem sabia quem era o Char Aznable! Atualmente eu sei… o cabra é o cara…

    Enquanto esse negócio de modinha, se gosto do anime eu gosto, se não gosto, não ligo mais pra ele! Não precisa se importar com os gostos dos outros! Cada qual com suas preferências e pronto!

  • Jader

    Eu iria escrever um comentário enorme mas, lendo o seu, achei desnecessário.
    Falou muito bem!! Só vou complementar.
    Gosto de Naruto, Bleach e Madoka (e muitos outros, claro).
    Eu não gosto de One Piece porque não me agradou. Isso não significa que a história seja uma bosta.
    Bem, já li 5 mangás do Mitsuru Adachi e ainda pretendo ler mais uns 3 ou 4. Sei que, no Brasil, não há muitos que leram a maioria das obras do Mestre Adachi e acho isso uma pena, pois gostaria que elas fossem conhecidas por mais pessoas com as quais eu poderia discutir suas obras. Enfim, gostaria que se tornassem modinhas.

  • Jerohnimo

    Pior que a primeira vez que vi naruto, foi dublado!

  • O problema ..nao é virar modinha…o Problema é as TV’s abertas censurarem tudo o que é tipo de cena que tenha sangue. ou algum personagem quase nu.

    Por exemplo Naruto no SBT:
    O asuma não fumava..ficava uma mancha rosa no lugar…
    Sangue era coberto pela mesma mancha’…

    Acho que isso é o mair problema

    Agora se formos para um canal pago Por exemplo Sony Spin antes de tirar completamente os animes.

    Bleach..nada era censurado.nada mesmo…

  • Miguel

    Acho que esse povo tem esse “medo” pq é tudo um bando de filho da p*t*!!!

    Essa gente que não tem o que fazer sempre arruma alguma coisa pra implicar. Como “gostam” de anime/mangá, implicam com assuntos relacionados aos mesmos. Se gostassem de jogos, implicariam com assuntos relacionados a jogos, se preferissem filmes, implicariam com filmes, se fosse comida, implicariam com pessoas que gostam de determinados tipos de comida, se fosse religião, religião, futebol, futebol…
    Não estou dizendo que vocês não gostam desses assuntos que citei acima ou de outros (NEM ESTOU DIZENDO QUE GOSTAM), mas estou dizendo que as pessoas que não tem nada pra fazer implicam com os assuntos que “gostam” mais.

    Pra mim essas pessoas não se diferem muito de anencéfalos (perdão por ofendê-los anencéfalos), pois se tem uma idéia tão tola sobre um simples assunto de “anime/mangá”… Eu fico imaginando o pensamento fechado que elas têm sobre a vida…

    Se essas pessoas não fossem tão de mal com a vida, e parassem de implicar com tudo, perceberiam que essas “modinhas” são ótimas pra divulgar o anime/mangá de que tanto gostam, pois eu mesmo, há 5 anos atrás, tinha 10 anos e achava que tudo era “desenho animado” e só conhecia história em quadrinho da “Turma da Mônica”, e até então nunca tinha pensado que existissem histórias em quadrinho em preto e branco e que se lessem de trás pra frente. Hoje em dia me considero otaku (tá, não sou um “otakão”, mas já passei do nível de “otakinho” ^^) e tenho um pouco mais de 100 mangás (e nem todos são “modinhas” ^^)! E se vocês pararem pra pensar, “Pessoas Com Medo do Mundo”, caso os “anime/mangá modinhas” não existissem e essa maravilhosa parte da cultura japonesa não fosse ficando cada vez mais conhecida no Brasil, Panini, JBC e afins, não iriam ter o trabalho de trazer para o Brasil um conteúdo que não daria lucro, pois traduzir mangá pra meia dúzia de “haters” não pagaria nem a passagem de ônibus das pessoas que estão trabalhando na tradução do mangá, sem contar o material (tinta, papel…).
    Ou seja: sem “modinhas” pra espalhar o anime/mangá, sem anime dublado (mesmo que vocês não assistam tem gente que assiste seus “haters” fdps 😛 [eu não assisto T.T]), e sem mangá traduzido. ^^

    Então, queridos “haterzinhos” do meu coração: VÃO SE PREOCUPAR COM ALGUM MOTIVO VERDADEIRO!!!!!!! ^^ <3
    E se não gostaram comprem um XXX e enfiem no seu XXX! o.O x.x

    PS.:Meus Deus, acho que eu repeti muitas palavras, e…
    pq me fizestes escrever esta pequena "Bíblia"?!

    Ah, e muito obrigado a quem conseguiu ler até o fim.
    Se você conseguiu, parabéns, você é um verdadeiro campeão (mentira, nem é :P).

    • Miguel

      Percebi agora que “comi” uma parte do meu texto.
      Então, só pra fechar minha idéia aqui e deixar claro:
      eu só conheci esse mundo do anime/mangá por causa da “modinha” Naruto 😛

      • Bianchi

        eu tb só conheci por causa das modinhas, no meu caso DBZ, e naruto foi o que me fez gostar de verdade

  • Haru-kun

    O que eu estou vendo nos comentários são comentários apressados, desinformados e descontextualizados.
    A minha visão é que este texto deveria servir para que os otakus hardcore deixem de odiar e tenham preconceitos com os animes “modinha”, mas o que eu vejo é mais preconceito, desta vez promovido pelos fãs destes animes “modinha” com os animes hardcore e seus fãs.
    Lamentável. E ainda querem um mercado de animes forte aqui no Brasil.
    Eu devo reconhecer que sim, eu só um otaku hardcore, pelos meus generos favoritos serem ecchi, comédia romantica e que ultimamente também começou a assistir animes shoujo. Essa fase veio depois que eu descobri os animes pela internet. Antes era só o que passava na TV, ou seja, só shonen, como CDZ, Yuyu Hakusho, Pokémon, Digimon, DBZ, Naruto, etc. Isso mostra que eu era um otaku “modinha” também (e ainda sou pois eu ainda jogo o jogo de Naruto Shippudden para PS2)
    Agora, uma coisa é odiar um determinado tipo de anime, outra é gostar de um determinado tipo de anime. Em outras palavras, mesmo eu sendo um otaku hardcore, eu não odeio os animes “modinha” (muito pelo contrário, eu penso que esse tipo de anime possui a sua importancia no mercado), mas isso não quer dizer que eu deva gostar deste tipo de anime. Eu penso que o mercado de anime não pode viver só de animes shonen. Existem animes ecchi, comédia, romance, terror, slice of life, mistério, etc, porque existem publicos (fiéis) para cada um desses generos, embora eles sejam menores do que o público que curte shonen e shoujo. E é essa diversidade de genero que faz com que o mercado de animação japonesa seja um dos maiores do mundo.
    Portanto eu acho que os otakus hardcore deveriam parar com esse preconceito com os animes “modinha”. Mas isso não quer dizer que os fãs dos animes “modinha” não devam fazer o mesmo, muito pelo contrário, eles também tem que dar o exemplo e parar com o preconceito com os animes hardcore.

    • Miguel

      Concordo com vc Haku-kun.
      Claro que nem todos os comentários aqui são simplesmente de “otakus modinha” contra “otakus hardcore”, mas que uma grande parte é isso é verdade.
      Espero que o seu comentário dê uma luz pra essas pessoas.
      Eu sou sim um “otaku modinha”, pq conheci mangás através de Naruto, e até hj acompanho e gosto muito de Naruto, mas agora também leio mangás que não são modinha. Eu não vejo nenhum sentido nesse preconceito tanto do lado “modinha” qnt do lado “hardcore”.

  • Tah

    nao sei por que existe tanta implicância com “modinhas” ( = tudo que se torna muito popular e conhecido), por que tem pessoas que pensam que tudo que é “modinha” = ruim/lixo e por que tem pessoas que tem “medo” de gostar (ou de dizer que gosta) de modinhas

    muitas pessoas pensam que se algo é popular significa que com certeza isso é ruim, claro que tem muitas coisas conhecidas que sao ruins, assim como existem muitas coisas pouco conhecidas que sao péssimas, a “fama” de algo nao define a qualidade dele, por isso é besteira pensar que algo é ruim so por ser muito conhecido ou pouco conhecido

    haters sao o povo mais chato e rídiculo que existe, eles se acham os ‘fodões’ por falar mal de algo que ‘todo mundo’ gosta, ou que é muito popular, eles tem orgulho de nao gostar de modinhas (é o que dizem, mas geralmente nao é verdade), como se isso fizesse deles seres superiores, com mais inteligencia e cultura, quando na verdade sao um bando de ignorantes desocupados e que gostam de fazer briguinhas infantis so para irritar os outros

    é muito idiota quem deixa de gostar de algo so porque aquilo virou modinha, como se essa coisa so tivesse sido boa quando era desconhecida, assim como é idiota quem passa a “gostar” de algo so porque aquilo ficou conhecido, essas pessoas nao tem opiniao própria, personalidade própria, eles têm medo de dizer que gosta de algo “modinha” ou que gosta de algo “cult” (pouco conhecido), por causa do vão pensar deles, para essas pessoas so digo isso, pensem com a própria cabeça, parem de colocar a opiniao e gosto dos outros acima dos seus, nao tenha medo de dizer que gosta disso ou daquilo, que se dane o que vão pensar de você, a opinião mais importante (para você) sempre deve ser a sua, respeite as opiniões e gostos diferentes dos outros, entenda e aceite que cada pessoa pensa de uma forma diferente e que ninguem é obrigado a concordar com você

  • wellington

    Na Minha Opiniao a Pessoa assistir Aquilo que gosta e nao como e tachado , poder ser modinha ou que for çe voce curtir assistir , Nao importa os que os outros dizem , ninguem tem o gosto parecindo
    tem gente que gosta de naruto tem gente que nao gosta e a mesma coisa
    com one piece e dentre outros mangás e animes , entao çe uma pessoa
    chegar numa e fala voce so começo a assistir porque viro modinha ,
    eu diria ,eu começei assistir porque eu quis e nao porque virou moda ,
    A Pessoa vai ter que começar assistir nao é , melhor começar
    pelo que ta fazendo sucesso , assim a pessoa curte e çe aprofundar mais , agora vem um bobao e chama de modinha , posers , pra mim isso
    e uma grande babaquiçe , acho que cada um deveria cuida da sua vida
    e assistir aquilo que gosta e nao fica falando coisas sem sentido …

  • Uma guerra de opiniões estou vendo aqui…
    Sobre One Piece ,ele ainda ñ é modinha ( talvez será com o relançamento pela Panini)

    Sobre Madoka – os japas gostam de animes assim.. sei lá talvez fetiche..
    Uma coisa e certa esses tipos de Otakus são os mais consumistas .

    Sobre Naruto – Quem virou fã, foi graças a TV Aberta, mts nem sabiam o que era anime.

    Sobre CDZ – Em uma época que vc assitia, Popeye,os desenho da Disney entre outros …chega CDZ..
    Tinha que ver como as crianças do Brasil ficou….

    • N fale o que vc n sabe eu mesmo conheci naruto pela internet e já sabia o que era anime, mas eu n te recrimino eu só assiti naruto por meu primo ter quase me obrigado, e tinha o mesmo preconceito que vc “UI é modinha do sbt n vou ver” mas isso passa quando vc tiver maiorzinho vai ver que nem tudo é one piece.

      • Uma coisa ..
        Eu sei o que eu falo..
        Naruto ñ é ruim .. só perdeu o foco da historia principal ..

      • N vc n sabe criança a muita gente começou ver naruto bem antes de passar no sbt.

      • Bem.. como eu falei..
        Eu falei mts .. ñ falei todos..

      • Vc falou que muitos nem sabiam o que era anime, mas disse que todos conheceram graças ao sbt.

      • Sobre Naruto – Quem virou fã, foi graças a TV Aberta, mts nem sabiam o que era anime.

        Bem foi isso que eu falei, “sobre os fã de Naruto” ñ falei de modo geral e uma coisa totalmente diferente.
        Pq na maior parte são crianças…
        Sua interpretação foi péssima…

  • The Doctor

    Tenho 17 então já vivi várias modinhas: Pokémon, Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Z, entre outros. Eu não vejo essa “modinhas” como algo ruim, afinal, graças a estes animes adentrei neste universo e por isso estou aqui. Ainda hoje, quando estou mudando de canal e me deparo com um destes para e assisto (vale pela nostalgia, haha). Eu já conhecia Naruto antes de passar no SBT, mas, só comecei a assisti quando vi na televisão, depois comecei a baixar a série (assisti até o 120 do Shippuden), atualmente não acompanho os episódios, não pelo fato de ter virado moda, mas, porque não vejo mais sentido na história.
    O fato das pessoas gostarem de criticar algo que, em geral, nunca viram é simples: falta do que fazer. Se você não gosta de Bleach tudo bem dizer que não gosta, mas, diga o por que, dizer “Eu não gosto por que é ruim” como assim, é ruim? Dê seus argumentos. Claro que vão ter pessoas que não compartilham dos mesmos gostos que eu, e isso é ótimo, se todos gostassem da mesma coisa a vida ficaria muito chata, imagina todo mundo torcendo para o mesmo time, lendo o mesmo livro, vendo a mesma série.

  • Luis

    os animes foram um sucesso na manchete devido a um fator importante o HORÁRIO, nesse caso foi no FIM DA TARDE.
    hj em dia os animes so passam de manha, poucas pessoas tem tempo ou disposição pra assistir.

    qualquer frequentador desse site, pode conferir no seguinte horário entre 16h ate 19h nos canais da TV aberta, quanta coisa poderia ser dispensado e dar espaço aos anime.(a band exibe dake e josh, a recorr exibre o chris, fala sério)
    nos dias de sabado de manha, não tem anime

    o mais importante, estamos na era digital, da internet acessivel e tecnologia, nenhuma emissora de tv se preocupa em fazer pesquisas quanto oq os tele espectadores realmente gostam de assistir, oq poderia virar a nova modinha

    os frequentadores desse site poderiam fazer um abaixo assinado solicitando quais animes poderiam ser exibidos em qualquer emissora, que na boa nós seriams ignorados, a tv aberta esta decadente.

    quando a manchete passava anime e super sentai, as outras emissoras queriam competir.

    a VTV esta afundando e não daria aminima pra nossa opinião

  • Luis

    os jovens de hj preferem BEN 10, adivinhem o que a TV brasileira mostra diariamente

  • Lucas

    KKKKKKKKKK Essa é nova, os hipsters dos animes. Se um anime é bom, não importa se é Shonen, Shoujo ou Seinen, se é de lutinha ou melodramático, ele é bom e pronto! Muito menos interessa se ele é modinha, sei que muitos fãs de Naruto irritam e tem muita gente que só assiste a um tipo de anime, ou lê um certo mangá, e não sabe o que está perdendo deixando outros menos aclamados de lado… mas isso não te dá o direito de julgar a pessoa assim.

  • lol reli o texto, mudou alguma coisa desde a primeira vez, nem reparei (talvez a parte de “madoka”)…. enfim

    Naruto é bom seria otimo se houvessem temporadas ao invés de fillers (acompanho desde muito tempo atrás e vi tudo até os fillers da fase1 o.o)

    Ps. Vejam avatar (A Lenda de aang/ A Lenda de Korra)! é um desenho mas muito melhor que muito animê pór ai (e TOMARA QUE VIRE MODA!)

  • Concordo plenamente com o texto. Não que eu seja muito fã de Naruto, já gostei mais, mas é porque simplesmente cansei um pouco eu acho, e não porque é “modinha”. essa gente que taxa anime popular de modinha tem tudo que ir lá praquele lugar mesmo que você está pensando. Parece a galera que critica partidos de esquerda/direita sem pensar que a esquerda de hoje é a direita de amanhã. Modinhas são, como um fato, saudáveis para a indústria. Veja só, eu com 8 aninhos assistia Dragon Ball todo santo dia e hoje sou fã de diversas obras. Cada um gosta do que quer, como quer e acabou. Eu assisti Gundam, Higurashi, Death Note, Zatch Bell, Digimon, FMA…O bom pra mim é diversidade. Se pra alguém o bom é só pegar o que funciona com muitas pessoas e dizer “Ah, se muita gente gosta é provável que eu goste né”, beleza. O problema é quando você evita obras populares só porque elas são populares. Ou quando você diz que tais obras são melhores que outras menos populares sem nem assisti-las. Isso já não é gosto, é imbecilidade, pra baixo. Ah e remontando a um comentário deveras antigo que eu vi ali em cima: Se você diz que tem argumentos mas que o outros não merecem ouvi-los, você não tem argumentos.

  • Existem casos e casos, sou da geração Manchete também, e acompanhei muito dessas modas… inclusive fui fã fanático de quase todas modas citadas como modas.

    Infelizmente, Naruto hoje é apenas um mangá “bom”, pois infelizmente faz muito tempo que um capítulo não me deixa envolvido… acho que foi mais ou menos quando o Sasuke matou o tio Orochi que comecei a “estranhar” a obra.

    Desafio a qualquer um aqui, a ler de novo o mangá de Naruto desde o início e não parar de ler. A qualidade daquelas primeiras fases eram fantásticas, eu já reli várias vezes, e são MUITO BOAS!

    O que quero dizer, é que pra mim nunca fez diferença “estar na mídia” ou não. Mas sempre me preocupo com a manutenção da qualidade da obra.

    One Piece hoje ainda se mantém com um nível excelente/muito bom, pouquíssimas vezes cai ao nível de “bom” (opinião pessoal).
    Motivo pelo qual ainda acho OP melhor mangá em andamento.

    Fullmetal Alchemist é um exêmplo perfeito de história que mantém o excelente nível de qualidade do início ao fim, motivo pelo qual a série é minha favorita de início-meio-e-fim.

  • Nana

    Gostei bastante do texto, mas acredito que, assim como alguns já mencionaram, ele mostrou apenas um lado da moeda. Sim, existem haters, e muitos o são apenas por todos os motivos citados na postagem (medo de perder o status de otaku-mor, por não entender porque algo que ele não curtiu faz tanto sucesso, etc…), mas o que também merecia um pouquinho de atenção é o fato de que quando alguém diz “não curto Naruto” ou “não curto Bleach” ou qualquer outro anime da mídia, os fãs caem logo de pau e alegam tudo isso que foi citado na postagem: que a pessoa é hater, que não tem bom gosto, que não respeita e uma série de outras coisas (o que gera uma certa segregação de otaku para otaku, mas isso é assunto de outra conversa…). E muitas vezes não se trata disso. Acontece também de alguém não curtir Naruto, mas gostar de outro anime da mesma temática e até com alguns aspectos parecidos. E aí você pára e pensa: “Nossa, aquele cara só diz que odeia Naruto porque é moda, porque ele vê um anime parecido”, mas esquecem-se que as vezes pequenos detalhes fazem TODA a diferença numa trama. Eu posso não curtir One Piece por determinados detalhes, e curtir um outro anime de pirata que seja parecido, mas que não tenha esses detalhes que não me agradavam em One Piece. Acho que a gente assiste um anime que nos faz sentir bem e atenda nossas necessidades e desejos daquele momento (seja terror, romance, aventura…), pelo menos deveria ser assim. Tem muitos animes da mídia que são ótimos, mas outros nem tanto. Alguns estão na mídia porque são BONS, outros porque tem personagens comuns e extremamente identificáveis e uma história que mistura elementos propositalmente escolhidos pra prender quem estiver vendo (como em Crepúsculo, onde a autora não precisa se esforçar nem um pouco para fazer as pessoas se identificarem com a Bela, porque ela é tão comum, tão “normal” que todo mundo se identifica).
    O que estou querendo dizer aqui é que existe mais por trás dos chamados “haters” que apenas ódio no coração ou falta do que fazer, ou ainda medo de perder status ou todas as outras razões citadas na postagem. Não tô dizendo que elas não são coerentes, pelo contrário, tem muito hater por aí que é isso aí mesmo, só diz que odeia pra pagar de underground. Mas nem todos são assim e é importante saber disso e não generalizar.
    E, pra finalizar, em relação às modinhas, a única coisa que eu não gosto é que elas sugam o público. As vezes eu queria, de verdade, que mais pessoas assistissem os animes que eu curto (só para você ver que eu realmente não tenho a Síndrome do Underground), mas sempre ouço “Ah, não, vou ver One Piece, é mas famoso e todo mundo fala”, mas entendo que tudo que tem grande visibilidade gera isso mesmo. Só não curto muito.

    Mas eu adorei o texto, de verdade. Expôs muito bem esse paradigma em relação às modinhas. 😀 Parabéns!

  • paladino

    cara, eu concordo em em tudo. Eu lebro com saldades eu era moleque, passava na rua os caras bombados da academia paravam pra assistir na rua a luta de goku com freza. Podem taxar com quizerem mas pra mim não tem preço.

  • Rhada (@RhadaElric)

    Cara, acho que esse post ta certo, mas não pode generalizar pra tipo, ah, parou de gostar naquela época porque era modinha, por exemplo, eu parei de ler naruto, um pouco depois de ficar aqui no brasil, mas não foi porque era modinha, eu parei pq comecei a ler outros mangás e vi (pelo menos pelo meu ponto de vista) que a arte de Naruto era tosca… Fiquei até triste e pensativo quando citou Madoka, pq eu vi uns 4 ou 5 epis, e a história não me prendeu o suficiente, você ve no Ichiban, Steins;Gate ganhou como melhor anime do publico, e para os jurados Madoka.
    Eu pessoalmente gostie muito mais de Steins;Gate, mais ainda pelo fato da história ser praticamente verídica (Pesquisem sobre John Titor e a CERN se não acreditam) Mas a galera não pegou tanto quanto Madoka…
    Sei la, fiquei pensativo, será que sou eu que odeio modinhas sem saber, ou foi realmente coincidencia eu não gostar do que estava sendo aclamado…

  • Não gosto de assistir Naruto pois não sou da nova geração. Eu respeito quem é fã de Naruto, mas não assisto Naruto(estou sendo sincero), pois não é o meu anime preferido. O meu anime preferido é Dragon Ball, eu assisto desde que eu era pequeno. Altas lutas, a rivalidade ferrenha entre Goku e Vegeta, e etc…

  • Rayovac

    Modinha gera muita polemica kkkkk

    Rayovac!

  • Willian

    Acho que isso acontece porque o público alvo do desse blog é composto (em sua maioria) por crianças.
    Na minha faculdade por exemplo, a maioria dos caras da sala assistem pelo menos 1 anime, e todos conversam normalmente, desde o cara curte apenas Naruto até os mais hardcores.

  • Eu não detesto modinhas. Assisto as temporadas e acompanho Bleach, Fairy Tail, etc.
    Só não gosto desse povo que só assiste Naruto e Bleach e fica falando que é otaku sendo que nem sabe o que é um cosplay, uma temporada…

  • Chronus

    lol uma chuva de comentários na repostagem, vou entrar na onda então :B

    Oque está me preocupando é o entendimento dos leitores sobre o texto. Todos estão falando algo como: Cada um tem seu gosto e todos tem que respeitar. Bem isso é verdade, mas alguns estão lendo isso como se fosse: Cada um tem seu gosto e não podemos CRITICAR. Nossa! Sério caras? Eu acho que é muito saudável criticar coisas com argumentos, debater, construir e desconstruir idéias, mas ai vem o problema…Somos tachados de “Haters” quando criticamos algo de sucesso. Incrível que já está virando sinônimo de Troll e os fãs hardcore começam a reclamar. É como o comentário da Nana disse ali em cima, tem que saber a diferença entre alguém que está tentando debater de alguém que está querendo trollar.
    É engraçado esse ciclo: Pessoas gostam de uma modinha, Vem os haters dessa modinha, depois vem os haters dos haters dessa modinha, e assim vai, é muita ironia pra não rir. De fato existem pessoas narcisistas que ficam mantendo seu status de otaku-mor criticando tudo sem cabimento só pra inflar o seu pequeno ego. Mas isso não significa que se eu criticar One Piece, por exemplo, vou ser um Hipster. Mas tem o outro lado da moeda, o Fã cego, que é o que aponta o dedo pros outros e os rotula dos nomes já citados acima. Esse é uma espécie de “Troll invertido”, ele começa a elogiar seu anime preferido de várias maneiras que não fazem sentido, o defendendo com unhas e dentes. O que ta faltando nas pessoas é MODERAÇÃO, tanto nas críticas quanto nos elogios, não esquecendo que todo mundo tem direito de criticar tudo ou defender tudo, oque muda é o jeito que ela se expressa e as idéias na sua cabeça. E lembrando que tudo isso é entretenimento, por mais debates que tenham, foram feitos pra se divertir 🙂 SEJAM FELIZES PORRA!

  • hugodsouza

    Que legal,agora que eu percebi que é post reciclado.
    No mais,bom texto

  • kuro

    Concordo, eu posso dizer que eu comecei a procurar e entender sobre animes a apenas 3 anos atras ,em 2009, com a modinha de naruto um amigo meu então otaku me disse que a versão original de naruto era bem melhor do que a versão do sbt, e isso despertou muita a minha curiosidade comecei assim a pesquisar sobre animes ,me aprofundar mas nesse universo otaku e hoje 3 anos depois já tive o prazer de acompanhar dezenas de animes, me intitulando assim um otaku que adora ler mangás e que baixa uma série difernete toda semana, que asssistiu algumas aulas de japonês, tendo tudo começado graças a essa modinha naruto.

  • Ashirogi

    Pior é um mané que fala ”Ui, não vou ver One Piece, Naruto e etc porque são famosos. Vou ver animes que ninguem conhece porque assim serei Einstein”.
    O mundo ja não é mais o mesmo :

  • marcelo

    Caramba que monte de textões!!hahahaha, isso é que um tema ”mamilos” é assim que se diz?

    Bem eu não me importo com nada, aprecio todas as obras, modinhas ou não, mainstream ou underground, para mim sempre foi assim ”ó que tema legal!vou começar a assistir!” e faço isso até hoje.Costumo mais ler mangás do que assistir animes(não apenas mangás mas hq’s também, embora no geral seja mais mangás), leio os ”mainstream”, one piece, naruto, toriko, hunter x hunter e leio outros mais engraçados como, gintama e sket dance(são considerados mainstream?), e gosto deles, são divertidos pra caramba, mas leio shoujos também, mas são os mais básicos, lovely complex, kimi ni todoke e etc, curto infantis também como doraemon e crayon no shin-chan, mais adultos como gantz, berserk, battle royale e hokuto no ken(esse se parece um pouco com shonen, só que muito violento).

    nunca entendi essas coisas de modinhas, e nem citei todos mangás e animes que ja assisti ou li, mas essa coisa de modinha pelo que entendi faz com que muitas pessoas não leiam por razões bobas, pois até agora a coisa mais legal dos mangás e se aprofundar no mundo de cada mangá e na mente dos autores, e se divertir conversando sobre essas obras com amigos.mas no fim essa é minha opinião e não sou a pessoa adequada para esse assunto, só procuro me divertir e ler cada obra que encontro.

  • Ottoz

    De fato Dih, totalmente de acordo. Não entendo esse medo de modinhas, até porque só trazem benefícios para nós , como novos produtos da série aqui no Brasil. Lovers&Haters estão por todo o mundo, em qualquer espécie de assunto. Eu só tenho um pouco de raiva de posers ( que são muito comuns depois do anime se tornar modinha, que usam desse artifício para se “enturmar”), que afirmam certas coisas sobre os animes sem ter embasamento. Mas, esse é o de menos, é normal ter que conviver com um e com outro e acabo explicando pacientemente para pessoa que não sabe direito.
    Torço para que séries boas tornem-se modinhas, para que eu possa ter meus mangás preciosos em português, afinal minha língua nativa (ah querido steins;gate, madoka magica T_T) E quem sabe figures? (sofro como colecionador-importador XD).
    Parabéns pelo texto, genial 😛

  • Tah

    A diferença entre um hater e alguem que simplesmente nao gostou de algo e criticou isso, é que os haters implicam com coisas so por implicar, so para perturbar quem gosta, e fazem isso toda hora (eles nao cansam de ser hater,rs), geralmentes eles nem viram tal anime e criticam ele so para irritar mesmo, ou so viram um episódio e acham que podem fazer uma ‘análise’ completa da série, criticando toda a história. Já as pessoas que viram um anime, nao gostaram dele, e tem motivos reais para nao ter gostado, tem uma boa justificativa para isso, e nao ficam implicando com quem gostou do anime, nao são haters, eles apenas nao gostaram do anime.

    Todos tem direito de ver um anime e gostar ou não dele, o problema é você nao ter gostado e ficar implicando com quem gostou. Nao tem problema se você nao gostou do anime e por isso fez algumas críticas sobre ele, ou discutiu (de forma educada) com quem gostou desse anime. Discutir nao é a mesma coisa que brigar, é so uma forma de cada um falar o que pensa sem ofender o outro, respeitando as opiniões diferentes de cada pessoa e mostrando de forma coerente a sua própria opinião, se a discussao virou briga não é mais uma discussao, aí começa a virar bagunça e falta de respeito.

  • David

    não sei quem é Char Aznable, más se for aquele cara da foto aposto que eu nem era nascido quando esse anime foi feito, certas pessoas se incomodam com o sucesso de um anime e acha que o anime é uma porcaria antes mesmo de assisti-lo, uma coisa que aprendi é que não devo dizer que uma coisa é ruim antes de ver, se o anime é modinha ou não ai vai depender das pessoas que vão assisti-los, eu sou um super fã de Ao no Exorcist e já repeti umas 5 vezes o anime todo, para algumas pessoas Ao no Exorcist é modinha mas para outros é o melhor anime já visto, então acho que se trata de respeita o gosto de cada um, não tenho nenhum problema em ver animes dublados tanto que eu torço para eles serem dublados, eu assisti Blue Dragon do começo ao fim dublado detestei a dublação mais achei o anime muito bom. As pessoas que dizem que certos animes são modinhas é porque estão incomodadas com esse certo anime, e que acha que o que as pessoas estão assistindo é ruim e tudo que ela assiste é bom, se ele posta ou deixa de postar um comentário ruim em um anime que gosto isso não vai mudar nada porque eu vou continuar gostando do anime.

  • Tenho 22 anos, e conheci o mundo Otaku, por causa de uma “Modinha” chamada Cavaleiros dos Zodiaco, e como eu sou agradecido a ele e também a outros da epoca, como Yu-Yu Hakusho, então acho que esse termo modinha é babaquise, serve apenas para uns se sentirem superiores a outros. Eu atualmente vejo tudo quanto é tipo de animes, Shonem, Ecchi, Slice of Life, Terror, Suspense, Esporte, mistério, aventura, mecha, e sei lá mais o que, o único estilo que não me chama muito a atenção é romance, mesmo assim tenho mente aberta, para falar a verdade a coisa mais legal nos Animes/Mangás e a incrível variedade de histórias, estilos e temáticas, e você só vai encontra isso se abrir sua cabeça. Na minha opinião, não vejo problema nenhum em assistir animes extremamentes populares (Acho esse termo “Modinha” tão ridículo, que me recuso a usar), eu mesmo assisto e já assisti dezenas, no entanto acho que você perde bastante em ficar SÓ naquilo que todo mundo fala ou um gênero específico, por exemplo, nessas últimas semanas eu assisti 3 animes realmente fantásticos, que são Higurashi, Another e Mirai Nikki, animes bem diferentes desses mais populares e que são verdadeiras pérolas´. Expandir sua cabeça é sempre bom, e você sempre encontrará coisas interessantes, isso não é só para anime e sim para tudo.

    Naruto eu já curti muito, mas hoje em dia……Já até dropei o anime e estou tentando acompanhar o mangá no sacrificio. Mas foi através dele que muitas pessoas começaram a ter interesse por animes (Outras não hehehe)

    Eu não acho que OP seja “Modinha”, o anime teve muita pouca visibilidade no Brasil, e para falar a verdade a maioria das pessoas que eu vejo aqui no Brasil tem uma preconceito forte com essa obra. Eu até queria ver OP alcançar o nível de popularidade aqui tão alto quanto CDZ, DB e Pokemon, mas com essas emissoras de bosta que nós temos, qualquer anime que não seja conhecido do grande público fazer sucesso e difícil.

  • Reblogged this on Via Lácteae comentado:
    Eu achei interessante…não sou amante de modinhas, mas gosto de todas elas!

    • Nettie

      Excelente texto! Faço parte da “geração manchete” e, embora não me interesse pelas “modinhas” atuais confesso que curti a maioria das “modinhas” da época, assim como aquelas que surgiram quando os animes começaram a invadir a tv a cabo. Para ser honesta, não tenho nada contra Naruto e companhia. O que me incomoda algumas vezes é o COMPORTAMENTO DOS FÃS desses animes. Acho que o cara tem todo o direito de gostar de Naruto. O que ele não tem direito é de querer discutir e me convencer NA MARRA de que Naruto é o MELHOR ANIME que existe na face da terra. Porque, convenhamos, NÃO É. Pode ser muito bom, pode ser um dos melhores shounens da atualidade. Mas NÃO É o melhor anime que já foi feito (pessoalmente, eu nem classificaria entre os top 10). Acho que o cara tem que ter um mínimo de bom senso.

      Exemplo: Eu adorava Sailor Moon. Ainda hoje penso no anime com forte nostalgia. Mas mesmo na epoca em que assistia o programa no Cartoon eu jamais tentaria convencer alguem de que Sailor Moon era o melhor anime do mundo. Porque, por mais que eu adorasse, eu sabia que não era.

      Então, resumindo: não tenho nada contra naruto, onne piece, etc. São os fãs desses animes que me tiram no sério.

      • Eu também não gosto nos narutards, aqueles fanboys idiotas do Naruto que dizem que Naruto é o melhor anime do mundo. Não existe essa definição de que Naruto é o melhor, isso não passa de pura invenção da cabeça deles deles.

  • Hello personas de plantão!

    Eu já tinha lido este lindo texto e favoritei para ver denovo. E aqui estou eu…

    Eu sinceramente, não gosto de ridicularizar o gosto de ninguém, pois cada obra que uma pessoa gosta tem certos motivos por ela amar tanto. É claro que tenho minha opinião perante as obras que assisti, mas sempre tento entender por que ela ama tanto antes de criticar ou pensar em criticar.

    A unica coisa que fico triste, é quando as pessoas se prende a um único conteúdo. “Cara assisti Naruto 6 vezes, nunca me enjoo, muito foda”, eu o acompanho e acho muito bom, mas já estamos no episódio 508 e é muito tempo ‘perdido’ assistindo inúmeras vezes sendo que tem um mundo vasto de animes. Eu sinceramente não tenho todo o tempo do mundo para gastar (até que não acompanho nenhum mangá, somente animações), mas como já assisti animes de diversos gêneros eu recomendo que não se prendem a um só!

    OBS: Por favor, nunca critiquem um anime que não acompanhou pelo menos 1/3 da obra, eu já tinha feito isso com One Piece e me arrependo de ter queijado por assistir somente os 5 primeiros episódios.

    OBS2: Pra quem é novo na área. A própria “Chuva de Nanquim” tem na área “Eu recomendo” (http://chuvadenanquim.wordpress.com/eu-recomendo/), dicas de animes para assistir.

    É isso ai personas…

  • Na verdade a rivalidade entre os fãs de Naruto e os fãs de outros animes tem sido muito frequente. Eu respeito os fãs de Naruto(NarutoFans) e entendo a opinião deles, mas eu não admito que desmoralizem os fãs de outros animes: DBZ, Yu Yu Hakusho, One Piece, Bleach, Hellsing, Death Note, dentre outros. Não importa qual anime é o melhor, vamos parar com essa briga irracional que não leva a lugar nenhum.

  • Ótimo texto. Essa história de “anime modinha” é realmente ridícula. Basta uma série se tornar popular e ter uma fanbase sólida pros pseudo-cults virem apedrejar. Não vou negar que muitos dos fãs dessas séries ditas “modinhas” também tem culpa no cartório (vocês sabem do porque). Parece que existe um mandamento na internet que diz pras pessoas “Se é popular é ruim”. Mania que essas pessoas tem de julgar tudo que é popular, massivo de “modinha”. Para mim isso é coisa de gente que gosta de se mostrar superior a outra de alguma forma. É aquela história, “meu gosto é melhor que o seu, logo eu sou melhor que você”.

  • portgas d. ace

    na moral tem muita coisa errada ai…

  • Jeronimo Walk

    Finalmente encontrei uma boa definição para animes modinha “o que define uma modinha? Muitas pessoas gostarem ou um número maior ainda de pessoas odiarem?” são essas pessoas que transformam os animes em modinhas, o conteúdo deles não altera em nada, eles não melhoraram nem pioraram por isso, só será gerada uma “guerra” inútil na internet sobre o anime. Gostei muito desse texto. Depois de presenciar muitas discussões inúteis entre Lovers e Haters parei de me preocupar com opiniões alheias, parcialmente, pois eu realmente gostaria que meus animes e mangás favoritos fizessem mais sucesso, mesmo que fossem considerados modinhas. Sou um desses Otakus que foi trazido da infância pelos animes que passavam no Brasil, principalmente CDZ, DBZ, Yu-Gi-Oh, Pokémon e Naruto, foi esse último que me incentivou a ver animes online legendado, não acho a dublagem de Naruto ruim, a única coisa que não gosto é o “To certo”, mais odeio igualmente o “Dattebayo”. Houve muitos modinhas do passado que não cheguei a ver, como Shurato, Sailor Moon, Yu Yu Hakusho e Samurai X, mas vi alguns depois como Yu Yu Hakusho e Samurai X, mesmo sendo legendados. Gostei muito desse texto e concordo com o que o autor diz, obrigado por escrevê-lo.

    • Jeronimo Walk

      PS: *aralho, sem notar acabei escrevendo um comentário gigante, mesmo tendo deixado de ler muitos outros comentários por causa do tamanho.

  • abraao

    tradução:modinha e o caralho,e só usar a logica para ver se a fama do manga/anime veio por sua qualidade ou por uma ondinha,do mais,realmente isso e uma grande besteira para saber se manga e bom vc tem que ler e julga-lo (mas tecnicamente! não vá na onda: ah não gostei disso e então e bosta! não! seja técnico nem tudo que vc não gosta e necessariamente ruim. por isso existe os termos: gosto mais destes e este e mais bom) varias coisas podem levar a vc se tornar um harter: fãs chatos, um adaptação de anime ruim,dublagem ruim,simplesmente não gostei do tema,não me entra na cabeça como um manga de cozinheiros com poderes pode ser bom etc…. não e errado assistir algo por que esta sendo popular passando na tv aberta e talz,isso não deixa a coisa ruim(afinal houve pessoas que leram antes da fama ,gostaram e viram o crescimento da obra) o errado e dizer que algo e bom só pela fama,sem tentar analisar o manga e já ir dizendo e bom isso! ea sim modinha,como eu disse no inicio do post só lendo para saber se o manga/anime em questão virou “modinha” por sua qualidade,ou, por uma ondinha mesmo nem tudo que e mainstream e ruim,mas sim vai existir as modinhas realmente modinhas(mangas ruins que tem fama por algum motivo tipo ganhar um anime sei la) e vai existir modinhas que são o simples reflexo da qualidade transformados em fama. então leia e analise para saber distinguir,mesmo tendo um preferido saiba encaixa-lo em sua real posição seja realista(gosto mais deste mais admito que aquele e melhor.) e pelo amor de deus não diga que um manga e ruim por e o cagaram nas adaptações (animes,dublagem,jogos etc…)por exemplo: a maioria dos harters de naruto se dão ao fato de que a dublagem brasileira foi péssima,a própria versão japonesa do anime não foi muita boa cheia de fillers, a animação péssima em alguns momentos,e ótimas em outros!e com um esticamento sem limites(colocando partes fillers nas lutas e enchendo de close ups) isso não e culpa do manga,por isso leia a obra original.

  • e.e
    Sou da época de Cavaleiros do Zodíaco, e de gravar no videocassete – por poucos anos, é verdade, mas aconteceu. E tudo que eu mais queria é que houvessem mais pessoas que gostassem e não me chamassem de maluca porque eu curtia desenho e HQ de japonês…
    Muito bom o texto.
    Continuo gostando de animes, mangás, e da cultura japonesa, no geral, com apreciação moderada.

  • Pingback: Review – Adaptação, anime e Shingeki no Kyojin | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • mayu

    Cara, estou com muita preguiça de ver se alguém já falou isso em algum comentário aí em cima, se estiver sendo repetitiva, apenas me ignore.

    Eu particularmente não me incomodo nem com haters, nem com lovers, nem com nada disso, porque sou uma espectadora solitária de animes, mangas e light novels, e não frequento rodinhas de discussões ou comunidades… enfim, não sociabilizo com outros “fãs” ou “otakus” o suficiente para me irritar com eles.

    Mas uma coisa que me irrita muito é quando uma série que eu gosto fica ultra popular e sua obra original, ainda em progresso, sofre efeitos indesejáveis. Tem séries em que isso foi muito bem administrado, até bem aproveitado, mas eu posso dizer um número várias vezes maior em que o resultado foi catastrófico.

    Só pra citar, acho que o caso mais comum seja em mangas semanais. Porra, Naruto e One Piece andam extreeeemamente esticados. Cara, cada episódio que eu leio na Jump, em 8 de 10 eu sinto como se tivesse assistido um daqueles epis em DBZ em que tudo o que aconteceu foi climinha tenso e o goku falando “Kaaameee…”, pra no próximo epi ele falar “…hame…” e só soltar o golpe daí mais duas semanas. Nada acontece, nada! Fica extremamente cansativo de ler, até para quem acompanha pelo tankoubon. Sem contar os finais que são adiados, ou as storylines que não são aprovadas pelos editores por motivos comerciais, que acabam levando a série para o buraco e morte súbita.

    Por essas e outras, eu fico aqui, rezando para que minhas séries façam um sucesso sempre mediano, a ponto de ganharem goods e uma adaptação para tv com verba gordinha, mas nunca a ponto de makers e editores espezinharem tanto o autor a ponto de a obra original ficar intragável.

    Eu sei que não era a isso que você se referia no seu texto, e que a Shueisha, mostly, tá pouco se fodendo se os garotinhos amam ou odeiam naruto no Brasil, mas certa medida, existe sim uma relação de causa e consequência entre popularidade excessiva (+má administração da mesma) e avacalhação da obra.

  • Muito bom o texto. Realmente chega ser irritante essa coisa “modinha” “não assisto anime dublado”. Pessoalmente nunca me interessei em assistir Naruto porque tenho preguiça de começar do zero e assistir 654102315165 mil episodios, já assisti alguns de OP, li até o valume 11 do mangá mas a história não me interessou muito, resultado: Parei. Mas isso não significa que o anime seja ruim. Eu prefiro animes mais adultos e curtos, sou uma mulher de 28 anos, minha preferencia pra anime hoje é outra.

    Gostaria muito que as pessoas deixassem de frescura e ajudassem os animes e mangás ficar ainda mais populares no Brasil.

  • Tah

    A maioria é burra e sempre tem aquele que gosta de contrariar os outros para fazer pose. A modinha, pelo menos, tem um lado bom: ela pode despertar curiosidade. Eu era fã dos Cavaleiros do Zodíaco quando passavam na TV aberta. Gostava de Dragon Ball e Tenchi Muyo também, mas eu ficava limitada pela TV. Quando conheci Naruto pelo SBT passei a gostar de imediato. E foi nessa época que comecei a usar a internet e aprendi a baixar vídeos, apenas para assistir Naruto Shippuden. Mas foi isso que abriu as para os demais animes e passei a gostar de vários e me tornei otaku.
    Parem de ligar para haters de merda! Se tem curiosidade de ver um anime famoso, veja e tire suas próprias conclusões. Se o seu anime preferido virou modinha, dane-se, continue vendo! O que importa é o nosso próprio gosto e não a opinião alheia! Foda-se os haters! Que morram sufocados no próprio ódio!

  • Nikuman

    Vcs desviaram um pouco do conceito. O problema não é curtir as modinhas. O problema é com quem não tem opinião propria e assiste algo apenas pq as massas assistem. E se fosse só isso nem seria um problema muito grande. Mas alguns fazem questão de defender a opinião “modinha” apenas pra não se diferenciar. Isso as vezes irrita. As vezes não, sempre.

  • Zaikan

    Cara, eu adoraria ver Gintama como modinha, imagina velho, todos comentando…seria bom em, um anime legal

  • 09751

    Texto muito bom! Queria ler todos os comentários, mas são muitos! Eu também sou da Geração Manchete (nasci em 87) e discordo com o Dih quando ele comenta que nessa época todo mundo gostava dos animes que passavam na emissora. Desde aquela época já existiam os chamados haters, principalmente os adultos. O que acontece é que hoje em dia tem uma ferramenta que naquela época não existia: internet. Essa ferramenta possibilita que Lovers e Haters possam confrontar-se quantas vezes quiserem.
    Essa mesma internet possibilitou o acesso a muitas obras e consequentemente tirou a exclusividade daquelas que passavam na tv aberta.
    Quem tem menos de 18 anos, não tem a vaga ideia do que era viver em uma época que simplesmente não tinha internet, celular, tablet, smartphone, tecnologia 3G, 4G, etc. Isso fazia com que qualquer coisa nova na televisão virasse uma febre imediata.
    Como tudo tem um lado bom e um lado ruim, essas modinhas acabam transformando muitos leitores em futuros amantes de animes/mangas mais maduros, mais adultos ou mais elaborados. Sou um bom exemplo disso. Se eu não acompanhasse essas modinhas das décadas de 80, até o meio da década de 90, não acompanharia as outras modinhas que duraram até mais ou menos o início da década de 2000 e os mais recentes booms de modinhas: Naruto e os animes que passavam na RedeTV!
    Se não fossem essas modinhas, hoje em dia eu não acompanhava séries mais maduras, apesar de ter pouco tempo para acompanhá-las e não conheceria o mundo dos anime/mangas.
    O que eu quero dizer é que existe uma evolução natural que acontece na maioria das pessoas. Seguidores de modinhas tendem a ser futuros leitores mais seletivos em suas obras. Um fã de Naruto e One Piece, não é nada diferente de um fã das modinhas do passado Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco.

  • Eu já fui uma hater, sempre amei animes, desde criança, comecei com sailor moon e sakura card captor e dragon ball, apesar que assisti parte de cavaleiros com meu irmão mais velho e quando não havia naruto shippuden ainda eu e meu irmão com a net discada fazíamos corujão pra baixar naruto. E quando chegou na globo eu fiquei revoltada larguei naruto de lado, inclusive meu irmão, mas depois que conheci meu marido que também gosta de animes, eu deixei de lado esse preconceito com quem curte, mesmo que sejam crianças de 8 anos e voltei a assistir Naruto e ler o mangá, hoje eu não perco uma semana kkkkk acho que o preconceito fode com a mente da pessoa, eu odiava fairy tail por todas aquelas menininhas de peito de fora e talz, minha bff me contou fatos da Juvia, eu deixei meu preconceito de lado e assisti, hoje eu sou fanática em fairy tail e principalmente na Juvia kkkkkk
    E lendo seu post me fez perceber que todo mundo passa por um momento hater, mas quando a gente amadurece e deixa os preconceitos de lado a vida passa a ser mais feliz e poxa é bem legal comentar de animes com outras pessoas, queria que todos amassem e assistissem e lessem. Obrigada por escrever aquilo que eu percebi ser um erro em mim a alguns anos, se você tivesse postado isso antes talvez eu nem conseguiria te entender e criticaria, mas ainda bem que as pessoas crescem e refletem.

  • Texto muito bem escrito !!!!

  • Mari

    De todos os animes/mangás que foram citados eu vi/li todos, alguns por completo outros apenas um ou outro episódio e não continuei por não me interessarem. Amo CDZ, DBZ e muitos desses mais antigos, gosto de Naruto até certo ponto mas acho que ficou cansativo pra mim. Eu já gostei do que gostavam e odiei coisas pelos outros também, mas eu cresci e amadureci e hoje tenho meu próprio gosto e acho que isso que cria Haters e Lovers e toda essa coisa, todo mundo fez isso em algum momento da vida, mas antes era para os amigos da escola ou pessoas próximas e hoje com a exposição da internet sua opinião vai para o mundo. Acho que até que a pessoa perceba que pode e precisa ter uma opinião própria, a tendencia é que ela siga a maioria de seu grupo, isso veem da necessidade do ser humano de ser aceito e se encaixar no grupo em evidencia.
    Daqui 10 anos as pessoas que leram esse texto terão crescido e estarão com sua opinião formada, mas a próxima geração ainda está discutindo a mesma coisa e isso não faz algo ser bom ou ruim, seja um anime, mangá, filme ou qualquer coisa que dependa da opinião alheia.

  • Angelo Kaoru

    Cara, esse negócio de modinhas é um mistério misterioso que nunca entenderei. Sou viciado em One Piece, acompanhei Naruto por um bom tempo (só parei pq sei lá, é filler pra todo lado e acho que o autor perdeu o próprio rumo de uns tempos para cá) e mesmo assim acompanho diversas outras séries, das undergrounds as populares. Não sei pq as pessoas gostam tanto de rotular as obras. Não basta você se divertir com aquilo que está assistindo? Se virou “modinha” como gostam tanto de rotular não significa que atingiu seu objetivo como método de entretenimento? Sei lá, como eu disse é um mistério tudo isso xD. Muito bom o texto.

    • caiozoghbi

      Concordo com vc amigo este negocio de “modinha” tbém é um mistério pra mim, parece que o pessoal que rotula os animes que ele so pra si, e fica com raiva quando o anime passa a ser popular e começa a chama-lo de modinha. Postagem muito boa o/.

  • Texto antigo, porém não o torna menos interessante =D

    O X da questão é que existe hater de todos os tipos. Como assim?
    Existem aqueles que demonstram ódio a determinados animes (E outros produtos de sucesso) porque é moda criticar tudo que é mainstream. Esse é o típico pseudo-cult metido a bonzão.

    Mas existem aqueles também que criticam um produto, mas na realidade, não conseguem canalizar o ódio à raiz dos problemas: A fanbase.

    Existem fãs que enchem o saco com determinadas coisas. A maioria das pessoas (Se não todas) passam por uma fase inicial bem chata quando descobrem algo. Querem divulgar para todo mundo o quanto aquilo é bom. E se esquecem que podem estar sendo inconvenientes fazendo aquilo.

    Daí uma terceira pessoa resolve conferir só de curiosidade e não consegue entender o motivo de tanto amor àquilo. E no pior das hipóteses, o cara passa a ser cobrado pelas pessoas e até por si mesmo, por essa indiferença. Por não fazer parte das rodinhas de amigos que falam sobre aquilo. Por não ser um amante daquele produto. E passa a antipatizar o produto por isso.

    Agora imagine quando algo se torna moda. São várias pessoas ao mesmo tempo fazendo isso. Toda essa irritação daquele que “observa de longe” é multiplicada por 10, 100, 1000 vezes, a depender do sucesso do produto.

    Então a pessoa precisa colocar essa “raiva” para fora. Precisa mostrar o quanto se sente incomodada com esse sucesso, tudo numa tentativa desesperada de conter toda aquele “boom” que o produto passa em seus primeiros minutos de fama.

    Mas a culpa não é do produto! E sim, das pessoas, que não sabem consumi-lo ou divulgá-lo de forma moderada. E do grau de importância do terceiro que não é tão fã do produto. E a depender do nível de maturidade dos envolvidos, as brigas se tornam mais baixas. Se tratando de adolescentes (Visto que a maioria das pessoas que gostam de animes são adolescentes), então você entende porque algo que deveria ser tão saudável se torna motivo para criar uma arena de “combate ideológico”.

    E aqui estou eu, tentando criar uma “justificativa coerente” a um assunto desses, como se eu fosse alguma espécie de pseudo-intelectual -.-‘

    Mas é o que eu penso. Acredito que “modinhas” mereçam receber seus respectivos valores, pelos motivos citados no texto. Saber que muita gente veio conhecer o mundo dos animes por causa deles. E até “refinaram” seus gostos com o passar do tempo, tudo começando por causa de um episódio de Naruto no SBT ou até se voltarmos ao tempo, com CDZ na Manchete.

    E haters sempre existiram. No meu tempo de infância, os mais velhos criticavam as nossas preferências e diziam coisas como: “Desenho de verdade é Tom e Jerry” ou “Prefiro mil vezes Thundercats” (A depender da idade, os desenhos variavam), quando me viam assistindo Pokemon ou DBZ. Mas tenho a impressão de uns tempos para cá, a coisa se tornou mais frequente .-.

    • 09751

      Thundercats, bem lembrado! Já tinha até me esquecido que quando era criança, sonhava em ter o olho de Thundera e morria de medo do Mum-Rá. Velhos tempos!

    • Li seu comentário e concordo perfeitamente, e até entendo certo grupo que tende a odiar uma franquia em especifico seja la qual for, pois quando algo vira “modinha”, aquele que não gosta acaba sendo excluído de círculos sociais, que o principal é a escola, que como você disse o maior público dessa espécie de conteúdo são adolescentes.

      Porém eu acho que depende do caso, pois depois de uma experiência como uploader de animes vi que a pessoa começa a dizer pra si mesma que algo não é bom por algo simples que não gostou, que pode vir a ser o design de um personagem ou pelo simples fato de o publico a qual tal animação / quadrinho é destinado ser outro, o que pra essa pessoa ja torna algo desagradável, pois após assistir um de outro gênero e não ser o que se esperava “mete o pau” em todos os outros com características parecidas.

      Acredito então que a pessoa seja um “hater” por n motivos, preconceito (contra a obra), exclusão social, etc… O problema é exatamente o que você disse, a falta de moderação na divulgação daquilo que se gosta pode acarretar discussões imensas onde não vai se chegar a canto nenhum, onde quem assistiu vai dar diversos argumentos por saber o que ocorre na obra e aquele que não gosta vai achar tudo que foi dito invalido pois pra uma boa parte se o começo não é bom, não pode se tornar algo melhor no futuro. E nisso podemos ver muitas vezes, principalmente no facebook e sites de download que muitas brigas de baixo calão se iniciam pelo fato do julgamento comum “ele não gosta, não sabe o que é bom”, vice e versa… O que mostra que não é só impressão sua, está definitivamente mais frequente, o que é chato pois se não fosse essa briga toda, quem discute ou julga o que o outro gosta poderiam até mesmo discutir saudavelmente e até mesmo descobrir gostos em comum. Seja anime ou não.

      • Yachiru

        De fato, o motivo que eu citei no texto é apenas um dos N motivos existentes. Já conheci pessoas que alegaram detestar um determinado anime por motivos banais. “Ah, não gostei do traço” é um exemplo bem típico (E acho que One Piece é um dos animes que mais sofreram esse tipo de preconceito).

        Seja como for, acredito que as brigas não existiriam de verdade se as pessoas tivessem mais maturidade ou equilíbrio sobre si mesmas. Como você falou no final do seu texto, as pessoas poderiam simplesmente discutir sobre seus respectivos gostos e descobrir coisas novas no mundo anime/otaku. Como pessoas sensatas fariam. Ou simplesmente deixar pra lá, no caso de não gostar, recebendo o devido respeito de quem gosta e.e

      • Vinícius

        Pode ser inocência vinda da minha parte, mas eu acho que as discussões diminuiriam (ou se tornariam menos “sua mãe aquela linda” se as pessoas olhassem suas obras favoritas de todas as formas possíveis. Eu tenho Cavaleiros do Zodíaco como obra favorita, mas sei muito bem de suas falhas (que por sinal são muitas), pois ai nisso você pode explicar pra uma pessoa o motivo de você gostar daquilo, mas vai conseguir entender melhor quem não gosta, afinal você reconhece os pontos negativos daquilo.

  • eu assisti todos esses animes citados, ja devo ter ido a mais de 100 eventos de anime e é uma coisa simples vai passar. vc pode achar q vai assistir animes pra sempre mas, vai um dia arrumar um emprego conhecer coisas novas e vai deixar tudo de lado e depois vai correr atras das novas modinhas pra vc ter o q conversar quando tiver tempo em um chat aleatório ja tive muitos amigos “super otakus” q desenhavam e tinham aula de japones no primeiro dia de faculdade eles ja noa queriam mais saber de anime só de festas e bebidas enfim veja as modinhas mas saiba q tem outros animes q merecem a sua atenção

  • Mari

    Por causa de Naruto que eu conheci os animes, e não tenho vergonha alguma de falar isso. Falar que os outros são “otaquinhos” por curtirem modinhas já tá virando bem chato. Qual o problema do cara achar que anime não é desenho? Que o anime x é o melhor do mundo? Quatro anos atrás eu brigava com minhas amiguinhas porque elas falavam que anime era desenho e defendia Naruto até a morte. As pessoas crescem. O cara que hoje diz que SAO é o anime preferido dele daqui a um ano pode reconhecer as falhas na obra. Parece que a internet só colabora pra discussões infantis. Tem gente retardada por ai? Em todo fandom tem. Se a pessoa se diz tão otaku por gostar de obras que nem o capeta conhece porque ao invés de discutir no facebook não vai ver anime? Se o anime é modinha é porque ele agrada as pessoas, pode não ser um FMA, mas é bom. Só porque a obra não se encaixa nos gostos de alguém isso não faz ser ruim.

    • Yachiru

      ” Qual o problema do cara achar que anime não é desenho?”

      Mas anime É desenho, Mari =T
      Ou corrigindo: Anime não é desenho. É desenho animado. Dãh =P

      Não é “desenho”, no sentido de ser uma animação ocidental, visto que segue um padrão diferente e abrange um público mais amplo (Ao contrário das animações ocidentais que normalmente são direcionadas ao público infantil, salvas algumas exceções como South Park). Mas ele deve deixar claro o porquê de tal afirmação. A forma de como os animes são produzidos não segue uma fórmula diferente das animações ocidentais. A diferença é que é mais sofisticada, na maioria das vezes. Então tecnicamente, anime é desenho sim. Mas claro, isso vai de cada obra, se você levar em consideração que muitas vezes, “Avatar – A lenda de Aang” é confundido com anime aqui no ocidente apenas por ter traços melhores e uma história mais cativante.

      Mas e lá no Japão, onde QUALQUER animação é chamada de anime? Avatar é anime, para os japoneses. Ponto. Assim como no ocidente, qualquer animação pode ser chamada de desenho. Então Dragon Ball é desenho sim. Ponto².

      Na minha opinião, cabem às pessoas mais informadas sobre o assunto avisarem aos fãs mais novos. Não com superioridade, mas apenas com o intuito de informá-los. Se o mesmo quer seguir com a tal linha de pensamento dele, aí o que acontecerá posteriormente em “mesas de discussão” é problema dele =D

      • Mari

        Eu sei que é desenho, mas tem gente que se recusa a aceitar. Não adianta você tentar explicar pro cara que sim, anime é desenho se ele não quiser saber. Não importa quais os argumentos você use, se a pessoa não quiser aceitar ela vai continuar falando que não é desenho. Se a criança tá feliz assim deixa ela viver seu mundinho de fantasia em que ela é um Uchiha Uzumaki 100% Psicopata Ninja dos Titãs. Uma hora a criança vai crescer, dai ela vai perceber que anime é desenho japonês.
        É que tem gente que persegue, condena, xinga, fica com discussões que não vão levar a lugar algum com esses caras. Deixa o cara viver no seu mundinho fechado, uma hora ele sai. Aposto que muitos dos “anti-otaquinhos” já foram otaquinhos um dia.
        É tipo matemática, se você quiser aprender, você aprende. Mas se você tiver nem ai obviamente não vai aprender nada. Se os caras não querem aceitar que SAO, SnK, Naruto etc tem seus pontos negativos ou que anime é desenho, eles não vão aceitar e ponto.

  • walisson64

    ”Moda é a tendência de consumo da atualidade, é composta de diversos estilos que podem ter sido influenciados sob vários aspectos”e se uma obra e feita pra atender essa demanda,quando assume um determinado nível de sucesso ela tem que ser taxada como algo ruim ?
    mas,não era esse seu proposito desde o começo ?
    ou então aquilo relativamento novo faz mas sucesso do que sua serie, e você ira criticar ferrenhamente sem argumentos validos como: “aquilo não era tão bom ”
    da dó ver marmanjos de 20 anos discutindo quem e melhor Naruto ou One piece,e o ápice da criancice,dar opinião e uma coisa,discorda dela e outra agora ”haterismo” e coisa de pincher da internet.

  • antonio

    Nao deixei de apreciar naruto mas admito que ele perdeu o encanto com o passar do ano, as lutas agora sao do estilo dragon ball e no meio de tanta genkidama(rasengan) qual e o sentido de usar uma kunai? O madara a cada novo cap aparece com um olho diferente ou com um poder mas tudo que se passou na primeira temporada parece que foi descartado

  • Itsuki Minami

    O que faz eu não assistir “modinhas” (Tipo Shingeki no Kyojin) não é o anime, mas sim os fãs, os caras adoram tanto o anime que até parece que está escrito na Biblia “Adore Somente a Deus… e ao anime Shingeki no Kyojin” (usei SnK só como exemplo). Mas mesmo assim eu etsou errado de não assistir o anime somente por isso, só q minha mente é assim, a partir do momento que eu vejo esses fanboys retardados, eu passo a não gostar do anime sem nem ter assistido (eu admito que isso é muito infantil da minha parte). E como eu percebi que tenho esse “problema”, eu agradeço do fundo do meu coração por ter assistido a maioria dos animes modinhas antes de ter Facebook, porque senão eu tinha deixado de assistir alguns animes como One Piece, Naruto, Bleach, etc só pelo nivel de retardadisse elevado dos fãs.

  • hum… eu assisto o que eu gostar, hoje tenho 21 anos, trabalho, tenho uma vida de pessoa “normal”, sempre fui fã de animes, e sempre fui fã da maioria dos modinhas (Naruto, Bleach, One Piece, Death Note, Shingeki e por aí vai…) e também vi muitos animes pela TV aberta, exemplo, sou muito fã de Digimon, nem por isso sou “modinha” sou fã também de muitos animes que provavelmente muitos aqui nem nunca ouviram falar, como a série Saiyuki, e ainda sim já assisti muitos animes fora da modinha como Casshern Sins, Natsume Yuujinchou, Harlock (clássico ^^), Mushishi e muitos MUITOS outros, e nem por isso me considero um “cult” sou apenas eu, um fã de animes e mangás que assiste/lê o que gostar, independente do que seja…
    OBS: Conheci Naruto pelo CN e Mushishi pelo Animax, e daí?? ^^

  • Heitor

    Eu queria falar alguma coisa mas… nada emerge do meu cérebro.
    Acho que simplesmente sou um estúpido ignorante que se não criei preconceito por alguma coisa ( anime, mangá, pessoas até…) criarei. Tenho total consciência de minha ignorância e sei que ainda não tenho sequer a maturidade para elevá-la às palavras aqui expostas. Mas ainda assim, quero sair dessa “caverna” intelectual.Ao ler este texto, não me senti digno de ser defrontado com tais palavras e comentários comoventes.
    Sendo extremamente sincero, eu senti inveja da enorme maturidade deuns apresentada aqui. Mas, ao contrário de costumeiras “invejas mortíferas”, minhas invejas me inspiram a ascneder mais um degrau na jornada do intelecto. O que eu quero dizer, é que eu realmente quero chegar ao nível de intelecto de vocês aqui do blog, amadurecer o bastante para realizar tal exercício mental.
    Isso me lembrou de uma reflexão que eu fiz há uns dias atrás… “Não importa se são boas ou más, bonitas ou feias, magras, gordas… todos os seres humanos inspiram uns aos outros a serem indivíduos melhores. Sem exceção.”
    (Obs.: É meu primeiro comentário no blog, por isso desculpa se o que eu falei soou como uma besteira imatura.)

  • Excelente texto! Eu comecei assistindo Naruto no sbt mesmo (claro que quando pequena assisti Os Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball..), na época eu não tinha computador nem nada, único recurso era a tv mesmo. Depois que eu ganhei o pc meu colega me deu um link do site que tinha Naruto legendado, ele dizia que o anime era muito melhor, e dali comecei a assistir variados tipos de animes que hoje adoro! Essas pessoas que ficam dizendo “que anime modinha.. blablabla”, como vocês conheceram o ‘mundo anime’? Não foi através de animes populares? O que que tem gostar do anime que esta no auge? Não são vocês que estão assistindo, deixe as pessoas assistirem em paz, deixem as pessoas terem sua liberdade de assistir o que bem entender.

  • Ragna

    Olha cara,não curto mais naruto porque depois da saga do Pain foi só piorando e segunda metade da guerra atual não passa de lixo.O mnagá perdeu totalmente sua identidade,seja modinha ou não
    ….

  • Mike Cross

    Uma coisa que percebo destes defensores do “anti-modinhas” é que, eles não estão defendendo somente o anime/mangá em questão ao ter estes comportamentos típicos de um hipster, mas também uma necessidade quase paranoica de defender o título de “otaku”.
    O buraco aqui é muito mais embaixo, não só com otakus, mas com outros grupos que “são considerados fora do mainstream”, como gamers também. Afinal, por que tanto protecionismo com estes rótulos? Pra que causar inquisições por conta de uma tribo? Isso é algo que me intrigou desde sempre. A princípio eu acreditava que isso apenas fazia parte da fase da vida aonde nós tornamos biologicamente retardados, que é essa praga chamada “adolescência” (não me crucifiquem, mas isso é algo corrigueiro sim), mas, mas quando vejo gente mais velha tendo um posicionamento idêntico, me digo “pra que?” Essa necessidade dos humanos de pertencerem a uma entidade maior me preocupa, visto o poder destrutivo que isso pode dar (as áreas da politica e da fé já vem sofrendo disso a séculos).

  • Legal, Chunan! Só falta publicar mais matérias interessantes como essa. Pelo que eu vi, o cara que fez a matéria é bastante consciente ao tratar desses temas que fazem com que o meio otaku no nosso país pareça um bando de chatos. Eu gostaria muuuito de ver uma matéria falando da importância do mercado brasileiro para os mangás japoneses! Ficaria contente se não só os mangás, mas também os animês, voltassem com tudo por terra tupiniquins! xDD

  • Dragonball é ruim!

  • Não cara, não, o que faz uma obra ser modinha não é o sucesso dela, oq faz uma obra ser modinha é o tipo de gente q vira fanboy da obra.
    Dbz (apesar de eu achar lixoso), pkm, CDZ, não foram modinhas quando apareceram por aqui, as pessoas viam pq era um tipo novo de entretenimento na época, pq gostaram da novidade, o que ferra hoje em dia é q muita gente vira fã de certas obras só pra “aparecer” e é no minimo hipocrisia dizer q não é assim.
    Oq faz uma obra ser modinha não é a quantidade de vendas ou de fãs, mas sim o tipo de fãs q consomem a obra, e também obras feitas pra vender, pf nem vou comentar sobre isso…

  • Chibi

    Eu aprendi na marra a deixar de ser tonta e virar a cara porque era modinha. Logo que KHR saiu, eu me tornei viciada, mas o anime demorou para ficar popular, então em eventos era difícil achar gente de cosplay, tralhas para vender ou até mesmo alguém que conhecesse a obra. Só pude comemorar quando virou modinha e as pessoas começaram a falar dele. Hoje, já não ligo se é modinha ou não, se todos veem ou só eu. A única parte chata são os fanáticos que colocam a obra no pedestal e você não pode falar nada sobre. Isso tem em qualquer obra, mas quanto mais popular o anime, mais gente assim tem.

  • EduardoEW

    Muito bom o post, isso se aplica a filmes e outros também. Eu lembro na época que lançou crepúsculo, praticamente todo mundo gostava do primeiro filme e tals, só foi começar com essa de haters que muita gente que eu conhecia parou de gostar. Não que seja a melhor coisa do mundo mas parar de gostar de algo só porque virou modinha é tenso.

  • Eu adoro esses animes que muitos consideram modinhas, se não fosse assim eu não teria minha identidade, passei por Dragon Ball, Samurai X, Naruto, Cavaleiros dos Zodíacos, Sailor Moon, Sakura, Death Note, Mahouka, Kuroko no basket e outros por aí sou uma otaku de carteirinha, assim como gosto dos animes amo os mangás e não consigo entender essas pessoas que dizem que gostam de animes e metem o pau neles, esses animes marcaram a minha adolescência e continuam até hoje, comecei criança e sei que não vou deixar de amar. Amooooooooooooooo BL sou uma fujoshi apaixonada, como eu disse uma otaku de carteirinha. Adorei o texto chuvadenanquim