Semanada PLUS #01 – HxH #331, Reborn #368 e Toriko #171

Semanada de novo? PLUS? Isso não é possível? O Chuva de Nanquim deve estar hacked by Tetsu!

Olá, sou o Artur, redator do blog Radix, e estarei estreando essa “nova” coluna, a Semanada Plus. Falarei aqui toda semana sobre capítulos dos mangás da Shonen Jump: Hunter x Hunter, Katekyo Hitman Reborn! e Toriko. Mangás pop, mas não tanto a nível dos “três grandes” (não que Bleach ainda seja um deles, MAS). Apesar disso, espero que vocês gostem!

Nessa minha estreia falarei um pouco sobre a situação atual em que tais mangás se encontram, para vocês se situarem um pouquinho. Das próximas vezes tratarei somente o capítulo em si, então aguentem um pouquinho e leiam! Espero que gostem! Ah, e prazer em conhecê-los =).

Hunter x Hunter #331 – Dia X

Começamos 2012 da melhor forma possível. Hunter x Hunter não irá entrar em hiato novamente! Isso mesmo, a partir de agora já são 21 capítulos publicados de maneira ininterrupta, um recorde! Vocês têm ideia de há quanto não temos coisa parecida? É, nem eu. E, além disso, outra coisa que ninguém nunca imagina ver nessa vida aconteceu no ano passado: A saga das Chimera Ants acabou! A saga, que ocupa quase metade do mangá, dividiu a opinião de várias pessoas sobre a série.

Desde então, Togashi fez algo que ninguém imaginaria e mostrou Ging aparecendo (mas sem se encontrar com Gon, claro. Aliás, este nem deu as caras desde o último hiato) numa saga que prometia ter tudo de bom: 12 cavaleiros membros do zodíaco chinês (incluindo o próprio Ging!) e outros Hunters competindo no turno eleitoral para saber quem irá suceder Netero no cargo de presidente da Assossiação.

O que ninguém esperava é que logo em seguida, em paralelo com essa eleição (que estou achando chata, desculpem-me), Togashi conseguiu inserir uma brecha para Killua salvar a condição de Gon, e temos uma das sagas mais interessantes de Hunter x Hunter, numa perseguição ferrenha de Killua, levando a irmã (ou irmão, na verdade não se sabe) Alluka para retirar o Nen do amigo.

Nesse capítulo 331, começamos com uma quebra de narrativa. Da parte emocionante da perserguição de Killua, troca-se os panos para a eleição. Pelo menos, para o surto da galera, aparece Ging! \o/ Isso mesmo, a emocionante aparição de Ging, o que todos os fãs esperam desde o começo do mangá! Só que…sem o Gon. Para mim, essa aparição não foi nada impactante e Togashi perdeu o timing para apresentar o personagem.

Ging paga uma de malandro só por ser pai de personagem principal  e se manda da eleição, já que não pretendia ganhar. Deixando sua fé na cachorra do zodíaco, Cheadle, explica que Pariston é mais do que um filho da xxxx e não quer ganhar nem perder e só quer diversão, por isso é tão poderoso. Agora vamos para as ~REVELAÇÕES~!

Depois de tanto blablabla (a história está boa, mas a execução nem tanto), o Dia X em questão, que seria o dia da eleição, terá mais revelações. Ging revela que 5000 casulos restantes de formigas quimera (!!), todas usuárias de Nen, irá chocar em tal dia também, e que , além de Pariston já querer fazer um playground para brincar com elas, será realizado no dia mais um Exame Hunter!

E então a eleição final (ALELUIA! Já é a oitava!) começa. Os quatro participantes finais são: Pariston, Cheadle, Leorio e Mizaistom. E aí, para quem vocês estão torcendo? Pariston? Cheadle? Mizaistom? (?) Ou mesmo Leorio? Minha simpatia aqui fica para a Cheadle, de longe a melhor desses novos personagens ruins . Ou então para Leorio. Dito isso, Togashi finalmente muda de foco para o que realmente interessa, mesmo que…por míseras três  páginas.

Killua finalmente chegou para salvar seu amado amigo Gon. Ao entrar na sala, mais uma vez temos o Gon acamado e sem mostrar sua situação. E…é isso, pessoal, só isso em três páginas. TOGASHI, QUERO VER LOGO! Mais de 20 capítulos sem nem mostrar a situação do personagem principal? TROLL! Enquanto isso, resta esperar ficar decidido quem será o 13º presidente. Mas sério mesmo que isso tem tanta importância a ponto de atrapalhar a história de Killua e Gon? Bom, é um destaque a mais para Leorio, cuja participação estava apagada há tempos. Enquanto isso, Kurapika chora em seu canto esperando por sua vez.

Reborn! #368 – A Segunda Batalha

Parece que depois de um arco de baixos e baixos (sim, praticamente sem alto algum), Katekyo Hitman Reborn! está conseguindo se firmar como o hit médio da Jump que o mangá já foi em tempos de glória de Varia e Saga do Futuro. Porém, mesmo com a qualidade da história tendo aumentado, suas posições na TOC ainda são instáveis, o anime já acabou e as vendas do mangá só caem. Enfim, só está começando a tão esperada saga dos Arcobalenos. Vamos analisar o que foi esse capítulo #367!

Refrescando a memória de todos, já que essa é minha primeira Semanada: no capítulo passado, Byakuran, do time de Uni, agora é aliado do time de Reborn e Tsuna (assim como todos os outros vilões passados. Virou moda) e ambos estão lutando contra o time de Verde e Mukuro. Até que vem Collonello sendo liberado da maldição temporariamente pra meter bala em todo mundo, menos no time de Tsuna. Este fica P da vida pois quem comandou o ataque foi seu pai. Daí os panos mudam para o que poderíamos chamar de maior fanservice da história de Reborn.

O capítulo começa nada mais nada menos do que com Hibari comprando briga com a Varia inteira. Isso mesmo, um capítulo que só faltou ter o Mukuro para levar as fangirls à loucura! Só que o negócio foi rápido, mostrou a cara do Xanxus e puf, a câmera volta para Tsuna e Byakuran, seu novo amigo (tipo, virou regra em Reborn os vilões depois de serem derrotados irem tomar um chá com a Vongola?). Tsuna virou rebelde e se revolta contra a aliança do pai, preferindo ficar com a de Byakuran. Aliás, enquanto isso, Uni fala com Reborn que ambos os times não podem perder essa batalha dos representantes. E aí, qual é a safadeza por trás disso?

Tsuna carrega o ataque contra o pai enquanto temos uma novela mexicana com Byakuran, Gamma e Uni. Mimimis de lado, Collonello vai com tudo pra cima de Tsuna, e eis que entra alguém no meio do tiro para salvar nosso protagonista. DESSA VEZ FINALMENTE VEREMOS REBORN ADULTO POR UM MOMENTO, só que… o dia é salvo graças a Byakuran. E aí uma explicação pra pilantragem toda, que de tão bem feita tem só uma página.

Depois de ter sido derrotado por Tsuna na saga do futuro, Byakuran teve um sonho em que ele não era derrotado e cumpria seu desejo de dominação global. Só que isso tudo deixou um vazio muito grande e não havia mais o que fazer no mundo. Eis que uma garotinha dá a mão a ele e zzzzzz. Isso aí, a garota era a Uni, e assim todos fica feliz e voi là, Byakuran bonzinho. Pior que eu achei isso legal (o que ser fanboy não faz com a pessoa?), só não espalhem.

É isso aí, fim de capítulo. Rápido, não? Parece que não aconteceu quase nada, mas foi um capítulo bem conduzido, ainda mais com o começo. Pelo menos com o Hibari e com a Varia aparecendo é garantia de que o mangá suspire aliviado na ToC!

Toriko #171 – Supremo Governante da Era!!

Toriko, o novo integrante do Top 3 da Jump (tchau, Bleach), anda a todo vapor. É, mas definitivamente não foi o que essa saga me passou. Com a promessa de ser mais uma saga foda, essa parte do Cassino Gourmet tinha tudo para o ser, mas não foi. Talvez porque teve poucas lutas e foi mais centrado num jogo de cartas, mas acho que não.

Neste capítulo, a saga do Cassino efetivamente acabou! Qual o saldo positivo? Mais um ingrediente da lista dada por Ichiryuu para a preparação de Toriko no Gourmet World. (Estamos chegando lá!); a volta (não tão) triunfal de Coco e até do personagem secundário destaque em Ice Hell, Match e…acho que só. O pior foi ver que quando de fato houveram lutas nesse arco, elas foram jogadas para offscreen, jogando nossas esperanças ralo abaixo. Enfim, para um mangá cujo charme é o ritmo acelarado, a lentidão desse arco me incomodou um pouco.

Eis que… SURGE UM CAPÍTULO DE SURTOS. Li o capítulo tremendo e gritando, no maior fanboyzismo. Começa com Livebearer já miguxo de todo mundo (já deu de vilão assim, né, Jump?) falando sobre o reino de Jidar e o cozinheiro Joa, que sabe se livrar dos efeitos da Batata Venenosa e… informações sobre Atom, a bebida de Acacia!! ~REVELAÇÕES~

Então muda de cenário para o reino de Jidar onde vemos o rei, Joa e, o mais chocante, MULHERES. Isso mesmo, mulheres em Toriko. Fazem quantos capítulos? 100 desde a Rin? Aliás, quem é essa mesmo? xD Depois, mais ~revelações~ sobre Acacia, falando que o povo de Jidar está atrás de um caderno deixado por ele e que o reino tem mais informações sobre o Gourmet lendário do que a IGO ou os Bishokukais. Será?

Voltando para o Cassino, Toriko fala que está interessado em uma das memórias de Livebearer (olha que safado, logo depois de dizer que não queria isso no começo da saga). Passando a administração do Cassino para Match e a Yazuka, tudo fica bem e o dia mais uma vez é salvo graças às meninas superpoderosas.

ENTÃO, HORA DO SURTO PELO CAPÍTULO (mesmo que por meras 5 páginas). Lembram que Ichiryuu tinha ido pro covil da Bishokukai? Pois é, depois de tanto tempo, nem eu. Numa página dupla de babar, o chefe da IGO está em seu Unicórnio Alado adentrando território inimigo. Dá pra ser mais badass que isso? Dá. Só virar a página e esperar…TODOS OS BISHOKUKAIS JUNTOS. Rostos conhecidos como Kuromado, Alfaro, Tommy (<3) e mais um bando de gente aleatória. Ichiryuu fala que só quer conversarzzzz, e então TAMTAMTAM. O Sani negro chefe da Bishokukai, Midora, aparece falando que ninguém é páreo para o véio e… FIM. COMO ASSIM FIM? SHIMABUKURO, SEU XXXX. Cabô, agora só semana que vem. Esperem pelo HYPE. Ou não, certeza que o próximo capítulo começa de outro jeito.

É isso. Maiores apostas do que está por vir? O que será que aguarda na próxima saga? Só sei que o roteiro de Toriko vai se aproximando de algo GRANDE. E é sempre tão imprevisível, o que dá um gosto a mais. Fique de olho, One Piece.

por Artur

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post