NewPop (re)anuncia sua linha de mangás nacionais

HANSEL & GRETEL e Helena (de novo) e mangá de autores da Ação Magazine são os destaques do quarto dia.

Ainda não foi nessa quinta que a NewPop anunciou seus mangás do CLAMP, então com certeza os “medalhões” ficam pra sexta. Nessa quinta a editora se pronunciou quanto aos seus mangás nacionais fazendo 3 lançamentos. Ou melhor, 3 entre aspas, já que dois deles foram anunciados há quase 2 anos atrás, mas tudo bem.

O primeiro é o aguardado mangá HANSEL & GRETEL, mangá de roteiros de Douglas MCT e com arte de Rafi Bluebunny e Fred Hildebrand. A arte que você confere aqui nesse post NÃO são dos autores, e sim do antigo desenhista responsável pela história – que por algum problema pessoal se desligou do projeto. Portanto ainda não sabemos como será essa nova “versão” do mangá. Para quem não conhece a história, HANSEL & GRETEL é a versão “terror” do conto de João e Maria. Nesse mangá, a história girará em torno de dois irmãos gêmeos meio “atormentados” em  busca de seu pai. Nesse caminho encontrarão personagens como o gato de botas, a Chapeuzinho Vermelho e outros personagens “encantados” de uma forma totalmente diferente do que você conhece. Será um mangá extremamente denso e nada de conto de fadas feliz.

O segundo é mais um mangá bastante aguardado e que foi anunciado junto com Zucker (que já foi publicado). Estamos falando de Helena, mais uma obra do estúdio Seasons formado pelas moças Montserrat, Sylvia Feer e Simone Beatriz. O mangá será a adaptação do livro homônimo de Machado de Assis (que muita gente leu ou vai ter que ler no colégio) e conta a história de Helena, filha do Conselheiro do Vale que deixa para ela o direito de desfrutar de seus bens quando chega a hora de sua morte. Helena terá pela frente o desafio de ser “reconhecida” como filha do Conselheiro e ainda ter tempo para estar ao lado de Estácio, seu meio-irmão.

Para fechar, o único verdadeiro lançamento da quinta fica por conta de Dead Zone, mangá com roteiros de Fabio Sakuda (ex-editor da Ação Magazine) e Carlos Sneak (que trabalha na confecção das capas da revista NewPop). A dupla também é responsável pelo mangá Rapsódia que saía (?) dentro da própria Ação. Dead Zone contará a história de um grupo de jovens japoneses que vão passar um fim de semana em uma ilha e acabam parando dentro de um mundo totalmente infestado por zumbis. Aparentemente a história terá algum recurso novo que possibilitará os próprios leitores de “interferirem” no rumo da mesma, ao melhor estilo visual novel.

E é isso. Como falei, apenas Dead Zone foi um verdadeiro anúncio para a noite. O resto é “mais do mesmo” e que já estamos aguardando há tempos. Será que dessa vez a NewPop entrará nos eixos e realmente lançará esses títulos? Será que realmente tudo sai em 2012? Se isso acontecer, aí sim teremos o fim do mundo. Boa sorte para a editora pelo investimento em obras nacionais – é uma ótima iniciativa. Mas que isso não fique só no projeto, porque não dá mais.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post