Semanada – Bleach #500: Rescuer in the Deep Dark

500!!

Bleach agora é outros quinhentos! *baterias*

Bleach 500

Rescuer In The Deep Dark

*Parabéns da Xuxa.mp3*

Aê Kubo! Contrariando os haters (que não são poucos) e para felicidade de seus fãs (que já foram mais), você consegue levar o mangá do alvejante ao capítulo 500! Parabéns e que esse número se repita muitas vezes! Tá… nem tantas assim. ‘^^

E eis que quinhentos capítulos depois, Kubo demonstra toda a sua criatividade… usando o título do capítulo anterior, acrescentando apenas um “deep” na frase. Muito engenhoso, Kubo, muito engenhoso. Mal posso esperar o próximo capítulo, chamado “Rescuer In The Very Uber Deep Fantastic Dark”.

A fofoca começa a correr solta na Soul Society, depois que espadas Nextel são enviadas para cada lugar onde existam shinigamis na Soul Society. E depois de longo e tenebroso inverno… EIS QUE RUKIA REAPARECE EM TODA SUA GLÓRIA E LINDEZA e alegra meus olhos de fangirl. <3

O babado fortíssimo de que a bankai do Ichigo não pode ser roubada é a notícia principal e todos parecem felizes como torcedores do Corinthians depois da final da Libertadores. PORÉM… Akon percebe que a reiatsu do Ichigo sumiu no caminho pra Soul Society! Parece que aquela gaiola funciona como as gaiolas de metal colocadas em presídios para bloquear o sinal dos celulares…

Akon também não consegue manter contato com Ichigo pelo celular, entretanto, Ichigo pode ouvir a todos. E quando digo todos, são todos mesmo, até os que não estão no departamento de pesquisa. E assim, ele ouve o departamento sendo atacado por Jidanbou, aquele gigante que tomava conta de um dos portões da Seireitei lá nos primórdios do mangá, lembram-se? E Hiyosu é apunhalado por Rin, que até 5 minutos atrás estava “telefonando” para todos os shinigamis passando informações sobre o paradeiro de Ichigo.

Ou seja, de uma hora pra outra, os shinigamis começaram a ser controlados por algo ou alguém e passaram a atacar uns aos outros. E Ichigo segue ouvindo as vozes vindas da SS, agora ainda mais desesperadas e confusas – inclusive as vozes de Rukia e Renji, que ele consegue distinguir em meio ao caos.

Em uma página inteira, Ichigo está imerso num turbilhão de vozes aterrorizadas, gritos de dor, e pedidos de socorro. Foi uma cena tensa e intensa em Bleach como há algum tempo eu não via. E ao ouvir uma voz  (não se sabe de quem) que diz que ele com certeza irá salvá-los, ele também se desespera e tenta destruir a tal gaiola das loucas.

Enquanto isso, Oppie se vangloria de sua jaula e diz que vai matar Sado e Inoue, e ele provavelmente faria isso, se não tivesse sido cortado ao meio sem dó nem piedade. Urahara ainda estava tentando entender o que aconteceu, mas parece que a mesma espada que acabou com o quincy está agora no seu ombro.

E tem início o bolão da espada! Eu sinceramente não faço a mínima ideia de quem seja. Já vi apostas no Grimmjow, Noitora, Nell (crescida, óbvio), Aizen, Ulquiorra e até na Yoruichi. Relendo algumas vezes, fiquei pensando que seria alguém controlado como os shinigamis na Soul Society. Mas porque essa pessoa atacaria o quincy? No final das contas andei em círculos e deixei a especulação pra lá.

Nada de Ishida ainda e Ichigo continua em péssima situação – não que Inoue e Sado estejam melhores. Urahara então, está perfurado e com uma espada a centímetros do pescoço, apesar de que alguns dizem que ele não está sendo ameaçado… olha, pela cara dele aquilo parece uma ameaça sim, mas deixemos a interpretação livre. E ainda temos Rukia e Renji em apuros na SS; só sei que se o Kubo fizer algo contra a Rukia, cabeças vão rolar, e a dele vai ser a primeira, pra virar sushi de mangaká aqui em casa. (sou uma pessoa muito adorável e controlada, ok?)

Ao que tudo indica, Kubo está tomando as rédeas do seu mangá novamente, e conseguindo deixar curiosos alguns leitores que o abandonaram na saga Fullbringer. Eu senti uma melhora significativa na trama nos últimos capítulos; tenho gostado dos “ganchos” e da expectativa gerada pela volta de algum Espada. A possibilidade de trollagem é alta, mas acredito em uma boa história sendo desenvolvida daqui em diante e claro, numa recuperação nos TOCs, acho que Bleach merece esse crédito.

Antes de terminar, gostaria apenas de esclarecer uma coisinha: sei que alguns não curtem o meu estilo de Semanada, que faz uma espécie de resumo do mangá com uma pitadinha de humor (ruim, mas ainda assim humor XD). Porém, gosto de fazer assim porque procuro falar de detalhes que muitas das vezes passam despercebidos por quem lê – ainda mais Bleach, que muita gente deixou de acompanhar com afinco e prefere ler o Semanada pra evitar a fadiga, rs. Mas de qualquer forma, entendo e aceito as críticas – desde que construtivas obviamente.

Fico por aqui, levando meu pratinho de docinhos de fim de festa pelo capítulo 500 de Bleach. Obrigada desde já pelos comentários e até mais! ^^

por Raquel

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post