ChuNan Top #11 – 5 temas que tinham tudo para dar errado e surpreenderam!

Japão mostrando que pode fazer algo bom sobre qualquer coisa.

Todo começo de uma nova temporada é cheia de descobertas e decepções. Acabamos conhecendo os animes por imagens e pela sinopse que são lançadas pela internet e julgamos apenas por isso. Na maioria das vezes acabamos acertando, mas acaba saindo um anime que é uma surpresa e entre esses se destacam aqueles com uma ideia totalmente diferente e que tinha 90% de chance de dar errado. Um exemplo disso foi no ano passado com um certo anime sobre brigas em um mercadinho atrás da marmita em promoção. Todo mundo que leu essa sinopse antes de assistir Ben-to pensou que aquilo ali nunca ia dar certo e tomamos um tapa na cara.

E o tema desse ChuNan Top é justamente sobre isso! Aqueles animes/mangás que possuem um tema que você nunca pensou que gostaria de ver! Claro que esse top são só com os animes/mangás que eu gosto e temas que eu acho “chatos” ou que poderiam não dar certo. Vocês tem os comentários para lembrar alguns que esse redator burro esqueceu ou que nunca assisti. Porque provavelmente muita coisa boa ficou de fora. Não Beyblade, não estou falando de você.

5 – Nodame Contabile

Anime sobre música clássica? Blargh…

Eu nunca me importei com música clássica. Até achava completamente chato parar e ouvir uma orquestra – não que eu achasse ruim, mas não conseguia me divertir com ela. Fui assistir Nodame Contabile sem expectativa nenhuma, só sabia que era uma comédia romântica com orquestras. A cada episódio que passava eu começava a ver que estava assistindo algo especial, os personagens eram carismáticos e a trilha sonora conseguia me deixar arrepiado quando ouvia. O anime tem uma delicadeza quando fala sobre cada música, expressando cada sentimento que o personagem tem ao ouvir as notas de um piano ou um violino.

Depois de 23 episódios (assistidos em menos de uma semana) você pode sair com um sorriso no rosto após ver uma bela história de amor e com um preconceito muito menor com esse tipo desse gênero musical como bônus.

4- Tsuritama

Pescaria? Só é divertido se usar granadas.

Talvez uma das grandes surpresas da temporada passada, Tsuritama conseguiu fazer com que um anime sobre pescaria fosse divertido e lindo. Eu embarcava em uma aventura relaxante a cada episódio que passava e sempre com um sorriso no rosto após o fim dos 20 minutos. A animação é linda, os personagens cumprem os seus papeis e temos o Tapioca como mascote! Isso tudo em um anime que tem pescaria e amizade como seu grande centro para todo o enredo acontecer. E uns aliens de brinde.

É claro que eu sei que em muitos momentos a pescaria é retratada de um modo irreal, mas estamos falando de um anime onde há uma raça alienígena em uma pequena cidade do interior. Só fui começar a assistir o primeiro episódio porque não tinha mais nada para fazer, mas hoje em dia eu o considero um dos melhores do ano e digno de ser recomendado para os amigos.

3- Arakawa Under The Bridge

Anime sobre pessoas que vivem embaixo de uma ponte. É Japão…

Eu não consigo explicar Arakawa Under The Bridge. Eu tento pegar uma linha de raciocínio para alguém que não conhece nada para a série e tento pensar como seria a reação dela ao ver uma imagem do anime. Uma comédia totalmente sem noção e mesmo assim engraçada com os moradores da Ponte do rio Arakawa, onde cada um é mais estranho e bizarro que o outro. A Irmã é a melhor de todas. Tudo isso com um protagonista “normal” vivendo em um “apartamento” debaixo de uma ponte.

O anime cativa do inicio ao fim e possui duas temporadas com 13 episódios cada – tirando até uma adaptação em dorama. Deixe seus preconceitos de lado e assista pelo menos 3 episódios. A sinopse e as imagens podem assustar de inicio, mas mesmo assim ele me impactou com tamanha qualidade e diversão.

2 – Yakitate Japan

Não, sério para com isso! Anime sobre pão não pode ser bom!

Sim, Yakitate Japan é uma historia sobre pão e é bom. Eu só precisaria disso para provar que os japoneses podem fazer ótimos enredos com qualquer coisa, afinal de contas, duvido ver um filme de Hollywood sobre pão ser ao menos considerado mediano! Yakitate é engraçado, divertido e totalmente fora da realidade, ainda mais quando incluímos pães que podem matar pessoas temporariamente ou até mesmo um que pode salvar o mundo do aquecimento global.

Eu não assisti o anime até o fim, mas o mangá já consegue ser encontrado facilmente pela internet afora até mesmo em português! Com o passar dos volumes as coisas vão ficando cada vez mais exageradas, mas nada que acabe com o humor divertido da história. Vale a pena conferir!

1 – Hikaru no Go

Go é aquele xadrez japonês? Ai você tá de sacanagem!

Hikaru no Go é um dos mangás que estão no meu top 10 e que me pegou totalmente de surpresa. Eu poderia comparar basicamente com Chihayafuru na questão do esporte, já que não é como a maioria onde há muita movimentação e correria. Fora que possuem a grande barreira do entendimento das regras. Os dois conseguem fazer com que o leitor consiga ficar completamente tenso em uma partida de um esporte que você nunca jogou na vida real ou ao menos viu.

Nós aprendemos Go junto com Hikaru, que começa como um amador na história e é ensinado pelo Sai, um fantasma de um exímio jogador de Go que viveu em um passado antigo. E não é como se o protagonista fosse um gênio e com poucos jogos ele conseguisse enfrentar profissionais famosos do esporte: na verdade ele demora muito pra começar a ficar realmente bom naquilo. Vocês que não viram deveriam ler!

0,5 – K-on!

História sobre chá e bolo!

K-on! conseguiu fazer um grande sucesso de público com uma história que envolve apenas garotinhas bonitinhas tomando chá e bolo! Tivemos mangá, anime com duas temporadas e até mesmo um filme! Tudo isso sobre chá e… pera não é sobre isso e sim sobre um clube de música? Como assim produção?

por Luk

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post