Comentando – Kamen Rider Wizard #01

It’s show time!!

O “Comentando” hoje vem com uma série um pouco diferente dos animes…

Episódio 1

The Ringed Wizard

Estreou no ultimo dia 2 de setembro o 14º Kamen Rider da chamada era “Heisei”, o Kamen Rider Wizard. A série chegou para ocupar o espaço de Kamen Rider Fourze e dividir o “Super Hero Time” com Go-Busters. Tá certo que Kamen Rider acabou se tornando uma série pouco valorizada pelos fãs mais “hardcore” da franquia, que preferiam os ‘rústicos’ Kamen Rider Black e outros nostálgicos de sua infância – mas mesmo assim o público que acompanha os Riders da geração “tecnológica” é grande.

Wizard não foi e não é diferente. Com um visual extremamente “chamativo” (não tanto quanto a cabeça de míssil de Fourze) o público alvo da série continua sendo os mesmos que não se importam com efeitos especiais a la Power Rangers, com robozinhos voando e poderes mega-espetaculares saindo de socos e chutes dos personagens. Obviamente que os efeitos melhoraram muito em comparação com as mais antigas como Kuuga ou Kabuto, mas é justamente esse visual que acaba afastando um pouco os novos fãs. Um preconceito bobo, mas que dentro dos seus limites é entendido.

O destaque também fica por conta da música de abertura da série, “Life is SHOW TIME”, interpretada pelo Shou Kiryuuin em seu primeiro trabalho solo (ele é integrante da banda Golden Bomber). Ainda não tivemos a abertura propriamente dita, então apenas a música foi se desenrolando com uma das primeiras cenas de ação do protagonista. Já deu pra sentir o feeling.

A história de Wizard é aparentemente bem simples: um grupo de vilões que surgiu logo após uma espécie de ritual acaba aparecendo no mundo. Eles são chamados de Phantoms e se alimentam do desespero no coração e na alma das pessoas, aproveitando-se para transformarem os aflitos em criaturas como eles. É nesse meio que surge Wizard, um Kamen Rider com poderes mágicos (!!) entregues por um sábio conhecido como White Wizard, e quetem a missão de salvar a humanidade da Phantom, evitando que o desespero assole a população.

Logo nesse primeiro episódio temos a introdução dos poderes de Haruto – o nosso Rider. Diferente de outros protagonistas de outras séries, nessa Haruto já sabe de todos os seus poderes e de como dominar os anéis que o transformam no guerreiro metalizado. A ação que envolve toda a transformação é bem divertida, representando os elementos da natureza como os “regentes” de seus golpes (Fogo, Vento e Terra, nesse episódio) e as cenas das batalhas conseguem ser bem feitas (mas tem que ficar ligado, ou você não vai entender nada de quando ele se transforma e de como ele usa seus anéis do poder tipo Capitão Planeta, mas sem o amor).

A única coisa que me deixou meio “WTF?” foi o momento em que o protagonista interagiu com seus “amiguinhos” robô-animais e podemos dizer que ficou bem bizarro. Mas pra compensar, achei muito bacana a ideia do protagonista entrar dentro do “medo” da vítima e enfrentá-lo de uma forma bem “diferente”. Um dragão a la Kuuga surge e nessa hora a animação ficou bem acima do que eu esperava. Apesar de ainda ser composto de efeitos que são considerados “bregas”, os dragões não deixam a desejar para quem já é familiarizado com esse universo.

Não dá pra ter muita noção do que será da série daqui pra frente. Foi só um episódio, mas ainda deveremos ter explicações de como Haruto conseguiu o poder e dominá-lo, algum flashback de seu passado e claro, a introdução de algum personagem de “apoio” a mais além da jovem Koyomi. Pelo primeiro episódio a série pareceu divertida para quem gosta do gênero e algo “dispensável” para quem não tem afinidade com o mesmo.

Veremos o que nos aguarda na próxima semana. Fiquem com algumas screens do episódio.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Katsura

    Legal o review, pena eu não curtir tokusatsus.

  • Isaac

    Apesar de eu não ver muito kamen rider por falta de tempo e de ter outras prioridades pra assistir ,acho que posso dar uma chance a essa nova série…

  • Kiyoshi

    O que está acontecendo com o Chunan?!!

    Não vejo mais posts sobre TOC, Ranking Semanal etc.

    Poderiam ao menos fazer um post explicando o porquê de não publicaram mais.. Estão deixando a desejar.

    Ps: Isso foi uma crítica construtiva, pois é um ótimo blog e o acompanho diariamente.

    • Luk

      Ja foi falado um milhão de vezes não só aqui no blog, como no twitter e facebook.

  • Legal o/
    Fazia um tempão que não tinhamos noticias como essa.
    Outra materia muito bem feita e com um tema pouco explorado.
    Parabéns.

  • Kiyoshi

    Ok, não acompanho vocês pelo facebook ou twitter, e o que eu vi nos posts do blog foi algo como “estou sem tempo, estudo, namorada, etc”, mas acho que está faltando um feedback maior por parte de vocês.

    E na minha opinião o TOC é a marca registrada desse blog, foi com ele que eu passei a conhecê-lo, e também gosto dos outros posts. Me divirto bastante lendo-os.

    Sei que vocês não ganham nada para estarem aqui e que é um trabalho enorme fazer uma única matéria/postagem, mas o blog tem milhares de fãs e está em ascensão por isso não deixem a peteca cair.

    Vocês fazem um ótimo trabalho, parabéns.

    • Dih

      Diversos comentários são enviados para o spam do WordPress e não é por nossa culpa. O processo de voltá-los é todo manual e eu estou fazendo 1 e meia da manhã, nesse exato momento. Enfim, essas colunas voltarão quando tiverem de voltar, já foi avisado há menos de uma semana.

      E a única coisa que não gostamos é que utilizem uma postagem NADA A VER com a dúvida para tal. Existe nosso e-mail de contato ali do lado. Não morde. 🙂

    • Se fosse pra eles perderem tempo preparando um post pra dar um feedback ‘maior'(o que nesse caso, pra ser mais preciso só se eles contassem como foi o dia deles com detalhes), seria mais útil se eles preparassem um post do semanada, sobre a próxima temporada, algum review, etc…

      Os caras já falaram: Trabalho, estudo, namorada, família… o que mais tem pra saber? Qual o tema do TCC do cara? Onde ele levou a namorada dele no último fds? O que a mãe dele fez pro almoço de domingo?
      Seria engraçado, ele perder tempo pra editar um post assim:
      “Então pessoal fã do ChuNan, nesse domingo não deu pra lançar nada aqui, porque minha tia veio lá de Barueri e minha mãe resolveu assar uma costela. Não teve jeito, precisei fazer sala pros parentes e ficar de guarda na frente da minha coleção de mangás, para evitar que meu sobrinho descobrisse a alegria de ler um mangá da JBC que descola quando o abrimos num ângulo de 90º.
      Deem uma olhada nas fotos”

      Eu não tenho interesse na vida particular deles, se os caras tivessem tempo pra falar sobre os seus empecilhos e problemas, seria melhor se usem esse tempo pra algo mais interessante pra nós ^_~

      O Anikenkai tb faz TOC, dá uma olhada por lá, talvez ache algo interessante = )

      • Dih

        Te amo Cíntia.

  • Eles até explicaram isso num post. ‘Organizando rabiscos e ideias’
    http://chuvadenanquim.wordpress.com/2012/07/24/organizando-rabiscos-e-ideias-01/

    Dá um desconto, pq vida de freelancer é dureza, eu bem sei ^_~

  • Royler

    Um verdadeiro SHOW, show em viadagem!
    Conseguiram amaldiçoar a franquia dos Riders.

  • Kamal

    O meu único problema com os novos Riders é que a maioria deles você olha e não identifica ele como um Kamen Rider. Este mesmo parece mais um power ranger qualquer de uma franquia aleatória =/

  • Me indiquem um site decente pra baixar tokusatsu por favor? Já procurei e não achei 🙁

  • W

    Meu único problema com Kamen Rider é a fanbase retardada de mancheteiros.

  • aff tá longe da minha area dessas coisas eu entendo 1% hshuashusauha

    Rayovac!

  • Otakumaru

    Pra que os caras usarem um anel dakele tamanho? O.o Cinema japones eh tenso por isso odeio tokusatsu (nada contra quem goste)

  • Hidekee

    Mais um Kamen Rider dispensável para mim. Sinopse de Precure (monstro que se alimenta dos medos dos humanos é o mesmo argumento dos vilões de Smile Precure, só procurarem) é bobinha para a franquia. A roupa é bem o Kouga de Zetman. Sei que foi para apresentar, mas ao ver a “luta” com ele mudando direto os anéis mágicos ficou estranho. Gostei do humor e do jeito do protagonista, além do visual mais “escaravelho” que notei nele, remetendo mais às séries mais “tradicionais” do que a anterior (cabeça de míssel não é aceitável para mim). Na média nem pareceu uma série ruim, é mediana para boa, mas sei lá, não tem nada que prenda para dizer “tenho que assistir!”. Ou seja, dispensável…