Mitos em Séries #02 – Tengus

Seria Usopp um Tengu?

Nesta segunda coluna do Mitos em Séries falarei sobre um personagem popular da cultura japonesa, chamado Tengu. Para quem não conhece ou não se lembra, a obra mais recente por essas bandas onde um participa da história é em Nurarihyon no Mago (recém-lançado no Brasil pela editora JBC com o nome de Nura – A ascensão do clã das sombras).

Yokai

O Tengu é um Yokai, e para melhor entendimento para aqueles que não conhecem o termo, darei uma breve explicação à respeito. Yokai, que também pode ser escrito Yôkai ou Youkai, são um grupo de entidades sobrenaturais do folclore japonês. Sua tradução literal significa algo como demônio, espirito ou monstro, podendo assumir a forma de humanos, animais, ou as duas coisas. Os Yokais têm poderes espirituais (igual Yu-Yu Hakusho), e os de índole mais perversa (que são a maioria) tendem a atacar seres humanos, seja para devorá-los, ou apenas para assustá-los.

Tengu

Tengu é um yokai parecido com um duende, que habita florestas e montanhas. Sua principal característica é o longo nariz, mas alguns podem cabeças de corvos ou barba também. Basicamente eles são divididos em dois grupos: Karasu Tengu, o que tem a cabeça de corvos, e Konoha Tengu, que tem feições humanas, mas também asas, muitas vezes retratados carregando uma pena. Entre os poderes espirituais destes Yokais, além de uma ótima capacidade de lutar, no caso dos que têm cabeça de pássaro, está poder mudar de forma, teletransporte e interferir no sonho dos seres humanos. Devido a seus poderes, o Tengu integra o tipo de Yokai que prefere assustar humanos, principalmente em sacerdotes orgulhosos e samurais arrogantes. Diz a lenda que esses que eram importunados pelos Tengus por seu mau comportamento, eram os mais propícios a reencarnarem como os próprios.

A origem do Tengu remonta ao século VI, após a expansão do budismo no leste da Ásia. A tradução literal é “cão do paraíso”, embora não tenha nada parecido com um em sua aparência, do mesmo modo que seu correspondente na mitologia chinesa, chamado de Tien Kou, ou “cão celestial”. Acreditava-se que a morada do Rei dos Tengu, Sojobo ficava no Monte Kurama, onde os rumores de sua existência era mais forte, chegando inclusive a ensinar a arte da espada para um samurai, chamado Minamoto no Yoshitsune, encontrar personagens que realmente existiram, como Kobayakawa Takakage, um dos líderes de Toyotomi Hideyoshi em sua tentativa de conquista a China.

Porém, ao longo dos anos, essa visão sobre o Tengu mudou (e muito!), de acordo com o momento, ou mais precisamente aos “interesses” da população. Primeiro foram retratados como sequestradores de crianças, depois se tornaram “santos” a quem os humanos pediam ajuda para encontrar crianças perdidas, em seguida passaram a ser considerados guardiões de templos, para algum tempo depois, na Era Edo, terem uma conotação sexual ou cômica, devido ao tamanho de seus narizes. Atualmente, os Tengus são mais associados à sabedoria, principalmente por sua lenda dizer que são exímios guerreiros, mas quaisquer das visões citadas acima são usadas vez ou outra, dependendo da pessoa, ou, no caso, de anime para anime. Outra personificação comum atual é o uso de máscaras de Tengus em festivais, algo que ocorre desde alguns séculos atrás.

A seguir, alguns exemplos de animes onde os Tengu aparecem:

Nurarihyon no Mago

Começando pelo anime/mangá citado lá em cima, onde o Tengu é da espécie Karasu, ou seja, com cabeça de um corvo. Sua principal função é proteger, ajudar e aconselhar Rikuo (o personagem principal da obra). Aparentemente, o Karasu Tengu não tem um nome, sendo referido apenas a sua raça, mas ele tem três subordinados (Sasami, Tosakamaru e Kuroumaru), da mesma espécie, mas que diferente dele conseguem alternar suas feições entre humanos (mesmo tendo asas) e corvos humanoides, como o próprio Karasu Tengu.

Black Bird

Kyo Usui é o personagem que dá o título a este mangá, e é um Tengu. Acredito que seja um Karasu Tengu (com a aparência de corvo), embora tenha forma humana, tendo a única diferença que seus cabelos crescem e seus olhos se tornam vermelhos quando assume a forma de Yokai. Kyo é apaixonado por Misao, e faz de tudo para protege-la, tornando-se inclusive líder de seu clã para poder casar-se com ela. Entre sua personalidade está  um humor malicioso e um jeito arrogante, o que lhe fez ter o hábito de fazer a garota entender seu  ponto de vista através de um castigo, apesar de tornar-se carinhoso após ela entendê-lo (seria legal ter um poder desses…). Kyo também tem um poder sobrenatural, que lhe dá o poder de cicatrizar todas feridas ao lambê-as, e obviamente faz isso sempre com sua amada.

Tactics

Chinomiya Kantarou é um jovem que tem o poder de ver espíritos e Yokais, podendo também conversar com eles, trabalhando como exorcista de seres entre esses que estão corrompidos. Conversando com seus amigos Yokais, Kantarou descobre que ficaria mais forte se encontrasse um Tengu que comesse monstros, chamado de “Oni Kui Tengu”, e firmasse um contrato entre ambos que só poderia ser quebrado pelo mentre, no caso Kentarou. Anos depois ele encontra um Tengu, e invoca-o com o nome de Haruka. Depois disso eles vão resolvendo vários casos, até que Haruka começa a ficar mais fraco, pois não estava comendo Yokais, e decide procurar mais sobre seu passado…

Outros

Além desses animes, existem outros lugares em que Tengus aparecem com relativa frequência, mas vou dar apenas uma breve pincelada nesses.

– Nos jogos Ragnarok Online, Adventure Wuest Worlds e Dead or Alive 2, sendo que nos dois primeiros o Tengu tem as mesmas características de um Konoha Tengu, mas não tem nenhuma habilidade descrita acima, sendo apenas uma forma de inserir a cultura japonesa nestes mundos, enquanto no último ele é o último adversário do jogo;

– Na série de jogos Touhou Project, que  ganhou uma versão animada feita por fãs recentemente, Aya Shameimaru é uma Karasu Tengu fotógrafa, que vive numa montanha e carrega um leque capaz de produzir vento

– Recentemente no mangá de One Piece foi levantada a hipótese de o personagem Ussop ser um Tengu, embora não existam provas reais. A semelhança é notável, e você, caro leitor, o que acha dessa hipótese?

por César

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post