Eu Recomendo Especial Parte 1 – Os melhores de 2012: Inverno e Primavera

melhores animes do anoAtenção: Isso não é um top! Estamos reunindo apenas os animes que gostamos desse ano!

Chegamos ao final do ano e com eles as boas e velhas retrospectivas. Vamos continuar com um estilo de postagem que começamos no ano passado apresentando os melhores animes de 2011 (Parte 1 e Parte 2) ! Sim, faremos um listão dos melhores animes que saíram no suposto ano do fim do mundo e assim o pessoal que não vai poder ir à praia nessas férias podem passar o seu tempo livre. E lembrando que isso não é um top, não está em ordem de preferência, e não estamos julgando aqui se um anime é melhor que o outro. Em seu gosto pessoal podem haver animes diferentes dos que estão aqui e isso não desmerece ninguém.

O ano de 2012 pode ser considerado um ano morno. Tivemos duas temporadas muito fracas e acabei diminuindo a quantidade de animes e mangás que eu consegui assistir e acompanhar. Então sim, alguns animes estarão ausentes nas listas mas ganharão menções honrosas. E é claro que é para isso que existem os comentários. Completem a postagem comentando quais animes faltaram e porque as pessoas deveriam assisti-los! Como sempre vocês leitores tem esse papel fundamental em um “Eu Recomendo”. Contamos com vocês!

Inverno

Depois de um ano de 2011 ótimo, começamos a pensar o que iria vir no próximo ano e se talvez na possibilidade aparecer um novo clássico – afinal no ano passado tivemos o indiscutível Madoka Magica. Ao menos a maior parte de nós tomamos um tapa na cara com uma temporada bem morna. No entanto se garimparmos algumas coisas poderemos encontrar coisas boas para serem aproveitadas.

nisemonogatariNisemonogatari

Gênero: Comédia, Mistério, Ecchi e Sobrenatural.

Numero de Episódios: 11.

Estúdio: Shaft

Review: Chuva de Nanquim – Elfen Lied Brasil

Nisemonogatari veio com a responsabilidade de conseguir continuar com a ótima qualidade da sua primeira temporada (Bakemonogatari) e era um dos animes com mais expectativa dessa temporada. Confesso que fiquei bastante incomodado com a quantidade de cenas Ecchi que eles conseguiam colocar por episódio, onde chegou ao máximo no episódio da escova de dentes. Ainda assim foi um anime divertido, com as loucuras já conhecidas da Shaft, conversas afiadas e cheias de referência e até mesmo interagindo com o seu público. Não é um anime que vai agradar a todos, só que vocês deveriam tentar pelo menos assistir a primeira temporada.

anonatsuAno Natsu de Matteru

Gênero: Comédia, Romance, Sci-fi e Slice of Life.

Numero de Episódios: 12

Estúdio: J.C.STAFF

Review: Argama – Gyabbo!

Confesso que pensei bastante se esse anime entraria na lista ou não, Ano Natsu é um anime de romance bem água-com-açúcar, muitas vezes chegava a ser bobinho, mas por alguma espécie de magia me fez acompanhar do primeiro episódio até o último. Você sabe quem vai ficar com quem desde o primeiro episódio, mas mesmo assim seguimos acompanhando o dia a dia daqueles jovens durante o verão. Eu recomendo esse anime para quem adora o gênero de romance, apesar de ter saído coisa melhor esse ano.

thermaThermæ Romæ

Gênero: Comédia.

Numero de Episódios: 6.

Estúdio: DLE.

Review: Argama – Video Quest

Você leitor já não vai levar a sério esse anime se você ler a sinopse, Thermæ Romæ tem uma temática extremamente nonsense (Um romano que viaja no tempo através de uma casa de banho até o Japão Moderno) e uma animação que claramente foi afetada pela falta de dinheiro. Tinha tudo para dar errado? Ter até tinha, mas esse tapa buraco acabou sendo um anime extremamente divertido de assistir. Você que não assistiu deveria dar uma conferida, são apenas 6 episódios de 12 minutos cada um.

Menções honrosas

Another –  Muitos vão achar estranho eu não comentar sobre Another aqui. Sim, ele foi um dos animes mais populares dessa temporada, mas eu realmente não consegui gostar e não daria para recomendá-lo aqui. Toda a minha opinião sobre ele está no meu review, se quiserem ler.

Danshi Koukosei no Nichijou – Se houve um anime “desprezado” nessa temporada, com certeza foram os NichiBros. Com uma comédia cheia de referências, Nichijou conseguiu ser muito divertido para aqueles que acompanharam a série do começo ao fim.

Natsume Yuujinchou Shi – A quarta temporada de Natsume Yuujinchou dispensa muitos comentários. Apesar de ser considerada a mais fraca de todas, é Natsume e merece os comentários.

Aquarion Evol – Aguardada continuação de Sousei no Aquarion, não conseguiu repercutir tanto assim em nosso país, mas se vermos os comentários lá fora é possível notar que muita gente aprovou as loucuras da série do estúdio 8-bit.

Primavera

Depois de uma temporada bem morna, a primavera chega com tudo com animes de estilos variados e com muita qualidade. É nessa temporada que conhecemos uma história que era pouco conhecida e que hoje em dia é uma das mais populares. E acabou ficando de fora Saint Seiya Omega, apesar da critica do Dih dizendo que o primeiro episódio havia até sido bom, com o passar do tempo só foi piorando.

fatezeroFate/zero 2nd Season

Gênero: Ação e Fantasia.

Numero de Episódios: 12.

Estúdio: Ufotable.

Review: Chuva de Nanquim – Argama

A primeira temporada de Fate/zero em 2011 já mostrou que o anime seria memorável. E a segunda temporada só apareceu para comprovar tal fato. Diferente de Fate/Stay Night, zero conseguiu uma recepção ótima de crítica em todos os sentidos, desde direção, animação, desenrolar da história e todos os aspectos técnicos impecáveis da produção. Para muitos, candidato de melhor anime do ano, ou ao menos parte integrante dos 5 primeiros. Vale a conferida sem pensar duas vezes – merece a popularidade alcançada e com certeza será lembrado durante um bom tempo.

korewaKore wa Zombie Desu ka? OF THE DEAD

Gênero: Ação, Comédia,Ecchi, Garotas Mágicas(?).

Número de Episódios: 10.

Estúdio: Studio Deen

Review: Chuva de Nanquim (1ª Temporada)

A continuação do anime mais bizarro do ano passado continuou trazendo mais personagens estranhos e mostrando que a vida do pobre Ayumu podia piorar sim. Vi muita gente criticando, dizendo que não estava nada engraçada essa temporada, mas todo episódio eu ria bastante. Para quem gosta de comédias com ideias bizarras, ainda continuo com a minha recomendação do ano passado. Assista! Afinal de contas você nunca irá ver um anime sobre uma Garota Mágica, que na verdade é um Rapaz Zumbi.

nazonokanojoNazo to Kanojo X 

Gênero: Mistério, Comédia, Romance.

Número de Episódios: 13.

Estúdio: Hoods Entertainment

Review: Chuva de Nanquim – Elfen Lied Brasil

“Ahhhh Luk você falou mal de Nazo no Kanojo também e ele está na lista? Por que Another não está então?” Diferente de Another, Nazo no Kanojo X não foi um anime que eu assisti todo, por puro preconceito (e até mesmo um certo nojo) não consegui passar dos dois episódios, mas eu recomendo por causa de reviews favoráveis de pessoas que eu respeito. O anime é uma comédia romântica diferente do que você pode encontrar em qualquer lugar, você pode até gostar se não for um preconceituoso idiota como eu.

kyoudaiUchuu Kyoudai

Gênero: Sci-Fi, Slice of Life.

Número de Episódios: Desconhecido

Estúdio: A-1 Pictures

Review: –

Um dos meu animes preferidos do ano. Não esperava praticamente nada e me tomou até com uma certa surpresa sobre a qualidade dessa história entre dois irmãos. Com um protagonista extramente carismático, conseguimos acompanhar já por mais de 30 episódios as tentativas de um cara com afro para ao espaço. Pena que a minha experiência com o anime foi de certa maneira totalmente destruída pelo trailer do filme live action, que tem uma cena que pode ser ou não um spoiler terrível. Eu estou pra fazer um post sobre isso, estou apenas esperando pra ver se era verdade ou não. Fica aí a recomendação para um Slice of Life excelente, talvez um dos melhores animes do ano.

kurokoKuroko no Basket

Gênero: Esporte

Número de Episódios: 25.

Estúdio: Production I.G

Review:

Kuroko no Basket retomou o fôlego dos animes de esportes. Isso não dá pra negar. Mesmo com todas as suas fantasias e lances mirabolantes, Kuroko conseguiu atrair um público que se empolgava com cada episódio da série, que literalmente era de tirar o fôlego! Era empolgante, dinâmica e sempre conseguia transmitir a emoção das partidas disputadas. A série não tenta em nenhum momento ser “um novo Slam Dunk”. Muito pelo contrário: Kuroko parece saber que é Kuroko e isso basta. A venda crescente anormal dos volumes dos mangás comprovam isso. Claro, com uma forcinha do fandom feminino.

apollonSakamichi no Apollon

Gênero: Drama, Romance, Slice of Life

Número de Episódios: 11.

Estúdio: Tezuka Productions

Review: Chuva de Nanquim Argama – Elfen Lied Brasil

Bom, sou meio suspeito para falar desse anime, já que ele foi o que mais me marcou nos últimos anos. Ele não é perfeito, tem alguns problemas sérios (ainda mais no final), mas mesmo assim ele consegue ser cativante, com personagens profundos e até mesmo reais. Como eu mesmo disse na minha review: “No final do anime eu fiquei deprimido, não porque o final foi triste e sim porque eu queria acompanhar mais um pouco da vida daqueles personagens e ver sua amizade crescendo ainda mais”. Ainda não viu? Então vai logo assistir! Candidato a melhor do ano sem a menor dúvida!

tsuritamaTsuritama

Gênero: Comédia, Pescaria!

Número de Episódios: 12.

Estúdio: A-1 Pictures

Review: Elfen Lied Brasil Gyabbo

Tsuritama é a maior surpresa dessa temporada e talvez do ano, afinal de contas quem iria pensar que um anime sobre pescaria poderia ser tão cativante e até mesmo lindo? Um anime que só deveria ser visto em HD: você chega a ficar chocado com a cor que vibra a cada episódio e deixa escapar um sorriso bobo no fim dos 20 minutos. A animação é tão competente que um personagem que eu achei que iria odiar acabou me conquistando com o decorrer da série com sua personalidade.  E claro, temos o melhor mascote do ano, Tapioca!

Menções honrosas

Accel World –  O anime do mesmo criador de Sword Art Online dividiu opiniões, mas em alguns momentos se mostrou com muito mais “ação” do que seu irmão do A1-Pictures. Há quem diga que ele é melhor, inclusive. Fica a dica para os órfãos de SAO.

Eureka Seven AO – Outra aguardada continuação do clássico Eureka Seven, do Bones. Acabou não conseguindo a mesma atenção que seu antecessor, mas é uma indicação para aqueles que são fãs da franquia

Hyouka – Para muitos um dos melhores do ano. Para outros, nem tanto. Mas o anime merece a menção pelo simples fato de apresentar uma das estéticas visuais mais lindas do ano.

Jormungand – Se você gosta de ação, balas, tiroteios pra todo lado e personagens malucos, com certeza Jormungand é pra você. Podemos afirmar que Jormungand é o Black Lagoon da geração atual.

Zetman – Ok. Sabemos o quanto essas adaptações de mangás acabam perdendo em conteúdo. Mas há de se lembrar que graças a elas o mangá acaba tomando popularidade. Zetman entra nesse time. Nada mais.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post