Dicas de Importação de Mangás – Akira

DicaAkiraSe o clássico não vem até nós, nós buscamos o clássico.

E voltamos com mais um post de dicas de importação. Dessa vez falando nada mais e nada menos do que um clássico: Akira. Para quem não se lembra, o mangá já chegou a ser publicado aqui na década de 90 pela editora Globo em um formatinho de capa mole e alguns compilados, porém sem grande qualidade, com páginas espelhadas e um tratamento bem longe do ideal que o clássico de Katsuhiro Otomo merece. Chegaram os anos 2000 e com a vinda de diversos títulos pelas editoras JBC, Conrad, Panini e outras, a esperança de uma republicação por aqui surgiu. Porém todas as editoras insistem que a Kodansha – detentora dos direitos da série no Japão – não tem liberada a negociação da série para o Brasil no momento, mesmo o mangá tendo saído em alguns outros países nesse período. Ainda acredito que poderemos ter Akira de volta ao Brasil mas não tão cedo. Ainda bem que existem as importações, portanto se você tem interesse em ter a sua coleção essa é a chance com o Book Depository.

Novamente avisando que as dicas rolam em torno do Book Depository, que possui frete grátis e que possui um guia bem fácil para os iniciantes AQUI. Além disso não esqueçam que os valores estão em dólar, portanto veja o valor do Real no dia e veja quanto custará sua compra.

Akira ColeçãoAKIRA

Dados Técnicos:
Editora Kodansha
Preço: $25,00 cada volume (Frete Grátis)
Volumes: 6 volumes de aproximadamente 375 páginas cada
Formato: Edição especial com capa e papel especial, páginas coloridas, etc.

COMPRAR OS VOLUMES SEPARADOS

Mesmo depois de tantos anos é comum ver Akira entre os mais vendidos mangás da Amazon. Com o embasamento de um dos mais importantes filmes animados do Japão, Akira apresenta em seus seis volumes uma arte incrível de Katsuhiro Otomo e uma história mais abrangente do que a do longa metragem. Se você quer ver um dos mais clássicos quadrinhos da ficção científica essa é a obra certa para se ter na coleção. De longe uma das mais importantes da história do Japão. A edição da Kodansha faz valer cada centavo investido (diferente da antiga versão da editora Dark Horse que deixava um pouco a desejar). As páginas coloridas são da melhor qualidade possível e ainda cada edição contem extras como informações do autor sobre a obra e outros detalhes da produção. Definitivamente, obrigatória.

Você também pode querer ver:

Dicas de Importação de Mangás – PLUTO
Dicas de Importação de Mangás – Box Completo Zelda
Dicas de Importação de Mangás – Nausicaa of the Valley of the Wind

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post