Eu Recomendo Especial Parte 2 – Os melhores de 2013: Verão e Outono

recomendoverãooutonoSegunda parte das recomendações de 2013!

Confira a primeira parte do Eu Recomendo Especial em:
Os melhores de 2013: Inverno e Primavera

E chegamos com a tão aguardada continuação dos melhores animes do ano de 2013. E se na primeira metade as séries escolhidas foram “fáceis”, essa segunda nos fez suar e muito. Ao analisarmos com cuidado todos os animes das duas temporadas finais percebemos que seria fácil montar uma recomendação com 20 animes sem pestanejar. Mas como a ideia é “resumir” tudo, escolhemos apenas 10 com muito aperto no coração. Pra “reparar” um pouquinho do erro decidimos colocar notas daqueles que poderiam também marcar presença na lista, assim como fizemos no ano passado.

Obviamente a opinião de vocês deverá discordar em um ou (muitos) mais animes da nossa lista, mas a ideia é justamente fazer com que vocês interajam e possam opinar e dizer quais foram as suas séries favoritas para se acompanhar no ano que passou. Como foi dito na primeira parte, não estamos julgando aqui o que é melhor ou pior de forma “oficial”, apenas colocando nossos gostos e aqueles que consideramos as principais atrações das temporadas. Contamos com o apoio de vocês pra fazer mais esse post recheado com comentários.

Verão

Em muitos casos a temporada de verão é bem morna, e em 2013 a coisa não foi muito diferente. A diferença é que tivemos um número razoável de boas adaptações, continuações e até algum material inédito que conseguiu se destacar. No fim das contas foi uma boa temporada pra quem buscava coisas mais leves e rápidas (e com Uchouten Kazoku, uma das grandes surpresas do ano).

servant serviceServant x Service

Gênero: Comédia, Slice-of-Life
Numero de Episódios: 13
Estúdio: A1-Pictures

Se você gostou de séries como Working ou Baka to Test, provavelmente Servant x Service está esperando por você. Imagine você se tornar um funcionário público e ter que aprender a viver diariamente com sua nova profissão de uma forma bem inusitada? Essa é a premissa do anime que com certeza vai te tirar boas risadas com o passar dos seus 13 episódios. Muitas vezes esse tipo de comédia acaba passando em branco durante a temporada e com o tempo você percebe a grande oportunidade que perdeu de acompanhar semanalmente.

watamoteWatamote!

Gênero: Comédia, Slice-of-Life, Drama
Numero de Episódios: 12
Estúdio: Silver Link

Watashi ga Motenai no wa Dou Kangaete mo Omaera ga Warui! Só uma série com um nome tão grande poderia ter um tema e um desenvolvimento tão bizarro. Watamote é o tipo de anime que pode te chocar dependendo do seu ponto de vista sobre a personagem principal. Ao mesmo tempo que o anime é uma comédia com ótimas sacadas, também temos um drama vivido pela protagonista que facilmente pode ser situado dentro da vida real de muitas pessoas. É o tipo de série que dependendo de como você está disposto a assistir pode se tornar um profundo pensamento sobre o seu modo de agir. Ou só uma comédia de te fazer rir em muitas situações.

gin no sajiGin no Saji

Gênero: Comédia, Slice-of-Life
Numero de Episódios: 11
Estúdio: A1-Pictures

Silver Spoon é a obra atual da nossa amada e idolatrada Hiromu Arakawa, autora de Fullmetal Alchemist. E se você acha que a mulher ficou doida em mudar seu rumo de battle shounen para um mangá totalmente slice of life está totalmente enganado. Gin no Saji é a prova de que a autora é definitivamente uma mulher genial. Com uma história extremamente cativante, reflexões do “crescimento” do ser humano em fases de sua vida, e uma bela adaptação feita pelo estúdio A1-Pictures, o anime se mostra mais que obrigatório para quem é fã desse mundinho. Assista e definitivamente não vai se arrepender. Lembrando que a segunda temporada é exibida a partir da temporada de janeiro de 2014.

uchouten kazokuUchouten Kazoku

Gênero: Comédia, Drama, Fantasia
Numero de Episódios: 13
Estúdio: P.A.Works

Uchouten Kazoku poderia ser traduzido literalmente para “Família Excêntrica”, algo que define totalmente uma das melhores séries de 2013. Unindo personagens de diversas histórias japonesas (tanukis, tengus e outros) com uma história tocante de uma família nada convencional, Uchouten Kazoku merece figurar ao menos no top 3 de melhores animes do ano. O estúdio P.A.Works adaptou a novel de mesmo nome em 13 episódios fantásticos, com um clima agradável e que te envolve a cada segundo de animação. Para fãs de séries como Natsume Yuujinchou, Mushishi e gênero, fica a recomendação principal da temporada.

gatchaman crowndsGatchaman Crowds

Gênero: Aventura, Ficção Científica
Numero de Episódios: 13
Estúdio: Tatsunoko Production

Gatchaman Crowds nessa lista? Sim, Crowds nessa lista. Para alguns um dos animes mais dispensáveis do ano. Para outros, uma das melhores releituras de clássicos dos últimos. Com certeza Gatchaman divide opiniões, mas é uma série que deveria merecer sua atenção. Talvez não por sua protagonista que em alguns momentos é “irritante”, mas pela forma como um clássico é adaptado e trazido para os dias atuais com uma roupagem totalmente diferente. O grande problema é que muitos encaram Crowds como um “remake” do consagrado Gatchaman, o que não é. Crowds é um material inédito que se utiliza dos mesmos conceitos de amizade, solidariedade, trabalho equipe e sentimentos humanos para exibir uma das mais consistentes séries do ano. Pra quem estiver disposto a conferir, fica a sugestão.

Menções honrosas

– Free! – Talvez o mais polêmico anime do estúdio Kyoto Animation dos últimos anos. Sempre conhecido pela sua “moeficação”, o estúdio apostou no fandom feminino com uma obra totalmente voltada para o público fujoshi e… deu muito certo. Vendas nas alturas e com certeza um futuro investimento para o estúdio em um novo público formado.

– Monogatari Second Season – A segunda temporada poderia facilmente estar na lista dos melhores do ano, mas como já marcou presença em outros anos por aqui decidimos abrir espaço para outra obra – e só e somente isso. Para os fãs de Monogatari e franquia, temporada mais que recomendada com um show de animação e direção pelo estúdio SHAFT.

– The World God Only Knows Season 3 – Keima voltou na terceira temporada de um dos animes mais divertidos e gostosos de se acompanhar. Sem perder o feeling das temporadas anteriores, fica a dica para aqueles que deixaram a série passar despercebida.

– Blood Lad – Adaptação do mangá que faz grande sucesso no Brasil na editora Panini. Muito medo rondava a animação dessa série mas o resultado final foi muito interessante. Além de seguir fielmente a obra original ainda tivemos diversos recursos para “dar o feeling” do mangá no anime. Pena que não deve rolar continuação. Vale pela curiosidade, mas parta pro mangá.

Outono

A última temporada é sempre conhecida por ser a mais aguardada do ano. E dessa vez parece não ter sido diferente. Com muitas opções para todos os gostos, definitivamente outono deu muito trabalho pra escolhermos aqui no ChuNan apenas 5 candidatos. Por esse motivo, definitivamente não deixem de dar aquela olhada nas menções.

log horizonLog Horizon

Gênero: Comédia, Aventura, Fantasia
Numero de Episódios: 25
Estúdio: Satelight

Não são apenas duas ou três pessoas que confirmam que Log Horizon é o que Sword Art Online deveria ter sido desde o começo. Se você busca uma série que literalmente te coloca dentro do universo de um MMORPG, poucos conseguem tão bem essa imersão como Log Horizon. Ao assistir você não só se identifica com um jogador como também consegue apreciar cada pedaço da animação e da história que te familiarizam com um mundo alternativo. Apesar da premissa parecida e que possa gerar alguns “Isso é uma cópia!” de fandom, Log Horizon se mostrou um belo anime com elementos muito bem trabalhados pelo estúdio Satelight. E destaque para uma das melhores aberturas do ano, é claro.

white album 2White Album 2

Gênero: Romance, Drama, Slice-of-Life
Numero de Episódios: 13
Estúdio: Satelight

Em primeiro lugar, White Album 2 não tem uma ligação direta com a antiga série White Album lançada anteriormente no Japão. Digamos que a coisa funciona mais ou menos como “Persona 3” e “Persona 4”, entendem? Você não precisa assistir uma para entender a outra (e nem devem, palavra de amigo). De qualquer modo, WA2 foi incontestavelmente a melhor série de romance da temporada pelo drama desenvolvido pelo triângulo amoroso desde o começo da série. Não dá pra dizer muito mais pois qualquer comentário poderia ser um spoiler, mas se você busca drama e romance em doses certas e tocantes, não deixe de conferir o anime. Também há a possibilidade de uma segunda temporada, mas nada confirmado.

kill la killKill La Kill

Gênero: Comédia, Ação, Aventura, Fantasia
Numero de Episódios: 25
Estúdio: Trigger

Desde que foi anunciado Kill La Kill foi cercado com uma certeza: seria um dos melhores animes de 2013. E de fato ele realmente é, mas levanto muito mais suspeitas e rejeições do que provavelmente esperado – principalmente pelo grande uso do ecchi como ferramenta principal da série. Mesmo assim a equipe de Gurren Lagann segue a mesma linha de seu principal sucesso e lhe entrega um anime “recheado de testosterona”, como dizem. Com uma animação incrível e com personagens realmente memoráveis, Kill La Kill consegue se sobressair mesmo com seus pontos fracos. Provavelmente a melhor série de ação do ano ao lado de Shingeki no Kyojin no primeiro semestre, sem dúvidas. E a Mako é a melhor personagem da série, só pra deixar constado.

samurai flamencoSamurai Flamenco

Gênero: Comédia, Ação, Aventura, Fantasia
Numero de Episódios: 22
Estúdio: Manglobe

Quando Samurai Flamenco foi anunciado nós simplesmente não sabíamos o que esperar da série. E provavelmente mesmo com ela em execução ainda não sabemos! E isso talvez seja o principal trunfo do anime do estúdio Manglobe. Considerado por alguns como “semelhante a Tiger & Bunny” ou “o Kick-Ass japonês”, Samurai Flamenco é um anime que mistura elementos de tokusatsus e uma história totalmente imprevisível em uma divertida obra do noitaminA. Com certeza você se surpreenderá muito com a série depois de seu episódio 7 e sua reação será fundamental para continuar a assistir ou não. Mais uma vez personagens carismáticos e uma música de abertura viciante pelo grupo SPYAIR marcam mais um anime dessa seleção.

kyousougigaKyousougiga

Gênero: Aventura, Fantasia, Ficção Científica
Numero de Episódios: 10
Estúdio: Toei Animation

Uma verdadeira “overdose animada”. Mais um que entra fácil na lista de melhores animes do ano mesmo se tratando de uma série do debochado Toei Animation. Kyousougiga é uma “mistura de tudo e mais um pouco” utilizando uma espécie de releitura de uma famosa obra: Alice no País das Maravilhas. O ritmo alucinado, a transição de cenas e personagens e um clima que te mantem intacto durante todos os 10 episódios. Poucas palavras conseguem descrever Kyousougiga já que mesmo assistindo dezenas de vezes você provavelmente continuará descobrindo coisas incríveis dentro do anime. Um trabalho digno de parabéns do estúdio.

Menções honrosas

– Quarteto do Esporte – Obviamente esse não é o nome do anime, mas vamos agrupar as coisas para facilitar. Se você gosta de animes de esportes, definitivamente outubro foi feito para você. Com a segunda temporada de Kuroko no Basket, Ace of Diamond, Yowamushi Pedal e a terceira temporada de Hajime no Ippo, provavelmente tivemos o melhor ano e temporada possível para os animes esportivos. Todos de alto nível e mais do que recomendados. Apesar de estarem apenas nas menções são animes que com certeza você ainda verá aqui no Chuva de Nanquim.

– Little Busters! ~Refrain~ – Se a primeira temporada de Little Busters sofreu algumas críticas por conta da baixa verba, a segunda temporada mostrou que o J.C.Staff soube aproveitar muito bem a verba disponível e fechou em apenas 13 episódios um ótimo anime, comparado até com Clannad.

– Golden Time – Da mesma autora de Toradora, Golden Time merece sua atenção pelos personagens que envolvem a obra, embora para alguns a trama não tenha se desenvolvido tão bem assim com o passar dos episódios. Fica em sua escolha decidir o veredito final.

– Kyoukai no Kanata – O estúdio Kyoto Animation depois de Free quis novamente “inovar” e animar um anime com um toque maior de ação e sobrenatural. O resultado foi Kyoukai no Kanata, que em seu começo prometia muito mas com o passar dos episódios acabou perdendo o “amor”. Vale pra fã do estúdio.

– Magi: The Kingdom of Magic – A segunda temporada de Magi conseguiu elevar ainda mais o bom nível da primeira e vem conquistando muitos fãs com o bom trabalho do estúdio A1-Pictures. Resta saber até que ponto vão conseguir animar e se um dia teremos uma terceira temporada.

– Yozakura Quartet ~Hana no Uta~ – Nova série animada de Yozakura Quartet. O anime mistura alguns elementos diferentes com uma boa parte de adaptação do mangá. Yozakura é uma obra interessante, e embora a “confusão” com tantas séries e OVAs, vale a conferida.

– Gundam Build Fighters – Deixe o preconceito de lado e se divirta muito com Build Fighters, uma das melhores séries da franquia Gundam dos últimos anos. Com elementos que envolvem séries e personagens anteriores do universo de Gundam, Build Fighters vem se mostrando uma excelente surpresa e já superando sem muita dificuldade seu antecessor Gundam Age.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post

  • Achei Kyoukai no Kanata ruim pra dedel, assim como Watamote.

    Uchouten Kazoku e Yozakura Quartet foram impecáveis, nos meus favoritos, com certeza.

  • Lai.

    Dessa lista só assisti quatro animes, como tô fraquinha ;(
    Mas me senti obrigada a assistir Watamote! Hahaha, valeu Chunan (:

  • Senti falta de Nagi no Asukara, queria saber o que vocês acharam desse… particularmente foi um dos melhores pra mim esse ano…. e claro teve Kuroko no Basket II tbm, que acho q n baixou a qualidade/popularidade da primeira temporada.

    Seguindo a indicação de vcs vou assistir Uchouten Kazoku, não tinha dado muita bola quanto saiu mas a indicação de vcs sempre conta bastante hahah… e sou muuuito fã de Natsume Yuujinsho e Mushishi (:3)

    • Kaori-sann

      Realmente, também senti falta de Nagi no Asukara. Da lista, só assisti à Magi, Nagi e Kyoukai no Kanata e devo dizer que comecei muito mais animada com Kyoukai, que deixou a desejar, e Nagi só me surpreendeu!

    • Também senti a falta de Nagi no Asukara. Apesar de ainda estar em lançamento, na minha opinião ele possui uma das melhores artes visuais dos animes de 2013.
      A história à partir do episódio 8 fica realmente cativante, o discurso do Hikari sobre o amor quando ele conversa com a Miuna é realmente muito bom. Sem falar da confusão de sentimentos que a Manaka enfrenta durante toda a série.

  • adrianapene

    Com relação a temporada de verão só vi Gin no Saji e free e gostei dos dois e Gin no Saji começou a segunda temporada, mas da temporada de outono eu vejo Kuroko no Basket, Ace of Diamond, Yowamushi Pedal e Golden Time, os três de esporte são muito bons assim como vejo o anime leio o mangá de Kuroko no Basket e Ace of Diamond e recomendo pois são fantásticos.

  • Gostei do Quarteto do Esporte kkk,Certamente esses são os meus preferidos ao lado de Gin no Saji,não vi muitas das séries citadas.Acabei vendo Watamote(começo legal,depois achei chato,enjoativo) e Kill la Kill dropei no 3 não gostei da animação =///

    Boa review,valeu!

  • yuji

    Discordo de Kyoukai no Kanata, não acho que ele foi perdendo o “amor” como foi descrito, pelo contrário, a cada episódio fui entrando mais no clima e lamentei por ser um anime tão breve.

    • Concordo contigo. Cara, para mim, Kyoukai no Kanata só ficou melhor a cada episódio. Só deu uma leve queda por causa daquele filler, mas ainda sim conseguiu me agradar bastante.
      Mas, confesso que eu senti falta de Strike the Blood neste lista. Mas fazer o quê?

    • Eu só desencantei por KNK no último episódio. Foi fofo sim o final do casal principal, mas e o resto? Só vou achar um final digno tendo segunda temporada; se for esse o final definitivo realmente… vish

  • E Hajime no Ippo Rising? Cadê na lista?! o_O

    • Dih

      Leia de novo a postagem e vai encontrar.

  • A lista está boa, senti falta de Nagi no Asukara… A-1 com ótimos animes esse ano. Bem, concordo quase tudo!

  • Ryu_TKZ

    Para mim Samurai Flamenco tinha tudo pra ser um excelente anime, mas no fim das contas decide dropar no episódio 7, salvo engano.

    O começo era promissor, um jovem sem qualquer tipo de poder ou arma especial, dotado apenas de um enorme senso de justiça queria salvar/mudar o mundo, ensinando respeito, ética, e dando muita lição de moral nas pessoas.

    E com isso ele começou pelas pequenas coisas, como esperar para atravessar o sinal, crianças não ficarem até tarde na rua, colocar o lixo no lugar certo. Fazendo tudo isso de forma inusitada e interessante.

    Entretanto, não sei o que aconteceu com o escritor – acho eu que os amigos dele o chamaram para fumar ou usar algum entorpecente antes que ele continuasse a escrever – que a história tomou um rumo totalmente inusitado e inesperado para mim.

    De repente começaram a surgir monstros, um professor maluco com roupa e acessórios bizarros, tirando todo o foco do que estava acontecendo antes e o tornando apenas um outro “power ranger” qualquer.

    O anime se tornou apenas um Shounen de ação iguais a tantos outros que existem por aí, às vezes o final pode ser interessante, mas somente poucos vão querer assistir 22 episódio de mesmice pra saber como vai ser, eu não vou perder meu tempo com isso.

    Conclusão: A história era promissora, se tivesse sido focada na simplicidade do início talvez teríamos O Melhor anime desta temporada, mas o trabalho feito pelo autor só mostra que é apenas mais um escritor de shounens de ação.

    __________________________________________

    [OFFTOPIC] Se no Japão o Samurai Flamenco estava enfrentando tantos problemas de moralidade e desvio de conduta dos cidadãos, imagina se ele tivesse que atua no Brasil.

    • shayky

      Cara, tem um ótimo texto no Elfen Lied Brasil falando sobre o porquê da série ficar mudando o tempo todo e como isso é uma resposta às pessoas e como elas não conseguem ficar muito tempo vendo a mesma coisa mas na minha humilde opinião, com certeza poderia se fazer um estoria boa seguindo a linha de raciocínio inicial, sem precisar apelar pra coisas como mudanças bruscas no plot e talz.
      Sinceramente, se não me engano, vi em algum que quase nada foi revelado sobre a série nos trailers, e acredito que isso aconteceu pq não tinha algo pré-definido, eles foram vendo a reação do público e testando pra ver se algo dava certo.
      Tanto que até vi alguns blogs ficarem animados achando que ia ser uma espécie de tokusatsu e yay!! nos últimos episódios eles formaram os flamengers, e teve até umas alfinetadas ao gênero, mas bah(é, continuo assistindo, mas é pq tenho muuuuuito tempo livre ;D )

    • Doraneko

      rsrs, eu até pensava que o samurai flamenco iria sair de sua cidade para enfrentar mais problemas (já que a sua cidade já estava mais pacífico).

      assisti até o ep 21, com esperança que toda aquela mudança fosse um sonho ou uma série (de TV dentro do anime) de alguém…

      Seria interessante, se o flamenco tivesse sido mais ‘realista’ :/

      obs: ainda tenho uma (pequena) esperança de q o anime vai voltar ao rumo do que era antes…

    • Jão

      ate hoje espero que esta parte não passe de um sonho do protagonista e tudo volte ao “normal” depois.

  • LK

    Ano bem fraco. Comecei a acompanhar alguns até, mas dropei depois de 2 ou 3 episódios. Espero que esse ano isso melhore…

  • Rafael

    Log Horizon nessa lista?
    nossa… dropei Log Horizon la pro quinto episodio..a historia nao desenvolvia! os personagens pareciam q não tinham objetivo e tavam apenas vivendo no outro mundo… tava chato pra caralho

    • douglaseduardo

      É o que eu mais sinto falta em LH até hoje, um objetivo. Afinal, as pessoas ali estão simplesmente aceitando viver no mundo, diferente de SAO que elas queriam sair a todo custo, e com razão. Não melhorou muito até agora, mas ainda acompanho pra saber onde vai dar.

      • douglaseduardo Talvez seja por questão de gosto, mas para mim o brilho é que eles não tem um objetivo exato, e estamos cansados de protagonistas com objetivos fixos como “quero ser hokage”, “quero ser rei dos piratas”, “quero encontrar meu pai”… Isso é muito clichê. Fora que eles estão tentando sobreviver naquele mundo, se adaptar a situação, que é o mais importante. E mais: O Shiroe parece estar bastante interessado em saber como eles foram parar dentro do jogo. Bom, mas aí é questão de gosto. Melhor continuarmos a assistir mesmo pra ver no que vai dar mesmo.

        • douglaseduardo

          Os últimos episódios finalmente fizeram a história andar um pouco, mas não aparecer ninguém ali que queira sair do jogo, ou que esteja procurando meios para tal, me incomoda. Afinal, é um anime de 25 episódios (aparentemente) e já passou da metade sem a gente saber o que vai dar dali. A história ter um objetivo e ter personagens clichês são coisas diferentes. Pra mim o Shiroe como protagonista falha bastante, mas ele tem seus pontos positivos. A ideia é se aproximar mais de um MMO, e nisso eles tão fazendo até que bem, mas se eu tivesse no lugar de qualquer um ali, a primeira coisa que ia atrás de fazer era dar um jeito de “dar logout”. Nem tô comparando com SAO, diga-se de passagem, mas a primeira parte de ter dado um objetivo foi o que mais me cativou no anime todo. Enfim, como disse, o jeito é continuar a assistir.

    • Completamente indignada com a falta de Nagi no Asukara nessa lista! :'( Foi um dos melhores!

      Sobre a lista de Verão: Blood Lad, Free! e Watamote foram os que acompanhei dos ai citados. Fico triste ao lembrar que Blood Lad pode não ter uma segunda temporada, é um anime bem legal. Preciso ver Uchouten Kazoku. Assisti apenas o primeiro episódio e a falta de tempo ainda não me permitiu terminar, mas tenho quase certeza de que é uma ótima aposta para ver quando não estiver tão atolada de animes.

      Sobre a lista de Outono: Eu achei a animação de Kill La Kill bizarra. (~’-‘)~ Não curto animes com tanto ecchi e me embaralhei toda logo de cara, mas não posso dizer muita coisa porque só vi o primeiro episódio para ver se gostava… E larguei.
      Tem Log Horizon na lista!!! )O) Foi o único que acompanhei que ficou nas recomendações!!
      Esperei Kuroko no Basket desde o início do ano e ele não decepcionou.
      Ace of Diamond ñ estava na minha lista, mas por influência de um amigo tive a sorte de conhecer esse anime.
      Assisti Golden Time por eu ser completamente apaixonada por Toradora, mas me decepcionei bastante. Esperava mais, embora ainda continue acompanhando. *atrasada*
      Kyoukai no Kanata foi ótimo. Agradou-me muito apesar de eu achar que poderia ter sido um pouco melhor. (mas aquele episódio 6 foi tão… *o*)
      E, obviamente, não poderia faltar Magi! Esse sim. <3 Magi! foi o anime que eu mais esperei durante todo o ano. Eu praticamente contava os dias e engolia cada frase do mangá esperando a segunda temporada chegar. A adaptação esta indo bem até o momento e ele esta com certeza me surpreendendo. Torcendo para que o mangá chegue logo ao ao Brasil.

      *Criei uma fanfic aqui .-. Cruzes.*

    • Cara, esse é exatamente o ponto de partida da história. O fato de não terem nada pra fazer no mundo em que vivem. Mas se não foi do seu gosto, respeito isso e mantenho distancia de vc.

  • Vivi

    Uchoten Kazoku foi um dos meus favoritos do ano também. Mas realmente, faltou Nagi no Asukara, um dos melhores animes do ano de 2013.

  • Geane

    Watamote é entre os citados o melhor para mim,apesar do final toscão– e bem,foi o único desses destas duas listas q acompanhei os eps semanalmente!adoreiii!^^ nao tinha mais nenhum q me desse vontade de acompanhar!ah tb via Shingeki no Kyojin qnd juntava uns 5 eps ai ia vendo tudo,que me empolgava tb mas o melhor ainda é o watamote!ohohoh

  • Leo

    Simplesmente falto colocar um dos melhores animes do ano, Nagi no Asukara, não porque coloca Kyousougiga e Kill la Kill mas não coloca Nagi, que falta de bom gosto….

    • Nagi no Asukara devia estar mesmo, mas, epa, Kyousougiga é uma oba de arte, amigo u-u
      Kill la Kill eu não sei….

  • RodWillgo

    Discordo da opinião sobre Kyoukai no Kanata, foi o único animê que vi em 2013 e achei ótimo, do incio ao fim. Animação de encher os olhos. Dei cinco estrelas no filmow! kkkkkkkk

    Tentei ver Yowamushi Pedal, mas segue muito a formula de mangás/animes de esporte. Antes da cena acontecer minha mente já ligava a comparação com outro anime e era aquilo mesmo… Hajime no Ippo perdi a pegada, deve ser o longo período de uma fase para outra ser animada. Fora isso estou numa fase de “adeus otakice”. =[
    Foi muito divertido enquanto durou!

  • Não esperava que Uchouten Kazoku entrasse na lista. Não é um anime brilhante, mas ainda sim é divertido, e fica tenso nos episódios finais. Também não esperava muito de Servant x Service.
    Mas Log Horizon entrou nesta lista… HÁ! Falei que este anime é um dos melhores do ano!
    Teve gente que xingou dizendo ser cópia de SAO, mas LH é mil vezes melhor que SAO, com uma história mais desenvolvida e personagens mais carismáticos, que não são irritantes como os de SAO. De fato, LH é um bom exemplo para SAO.
    Se **** aí que xingou LH de lixo. Olha o Luk recomendando ele! Se eu tivesse apostado 10 reais com as pessoas que diziam ser um lixo e ser cópia de SAO, eu teria ficado rico!

    • Concordo! Estes carinhas que xingam Log Horizon por acharem ser uma cópia de SAO agora tão tomando paulada. O ChuNan é a mais confiável fonte de notícias sobre animes, e o Dih e o Luk não são de brincar com isso não. Se até o Luk recomenda LH…
      Valeu, Luk! Sabia que não era o único a achar que SAO deveria ser desde o início como LH.

      • P.S: Também acho a Mako a melhor personagem de Kill la Kill.

  • Leonardo Fuita

    Se você joga/já jogou MMO, não existe nada melhor que Log Horizon, isso sim é um anime sobre um MMO ‘real’.
    Anw, vi quase todos da lista! Perdi poucas ou quase nada de bom que teve em 2013, mas ainda tenho que ver Uchoten Kazoku, já foram tantas recomendações que me sinto na obrigação de ver! Só acho que pelo menos Dia no Ace ou Yowamushi Pedal mereciam estar acima das menções honrosas, um anime de CICLISMO que te prende não é algo pra se jogar fora nunca! HAHAHA

    Ah, e GATCHA!

    • “Se você joga/já jogou MMO, não existe nada melhor que Log Horizon, isso sim é um anime sobre um MMO ‘real’.”
      Leonardo Fuita, vc ganhou meu respeito.

    • adrianapene

      Eu concordo Dia no Ace, Yowamushi Pedal e Kuroko no basket não deveriam ser menções honrosas, a temporada foi fraca, em 2013 assisti Chihayafuru que é fantástico, Gin no Saji que me surpreendeu, free e estou vendo Golden Time também mas os meu favoritos da temporada são mesmo os de esporte, para que não conhece ou nunca viu por que é sobre Basebol deveriam ver pois o anime e o mangá são fantásticos, alias os animes sobre basebol são muito bons ainda não vi um que não seja.

  • Janderson

    Senti a falta de Dangan Ronpa :/, mas fazer oq?? Pretendo ver Log Horizon e Gatchman Crowds antes de acabar as ferias, mas falta coragem (sou mais ler mangás)

  • Lucas

    Da lista só vi Kill La Kill,Log Horizon,Magi,Blood Lad e Kyoukai No Kanata tinha começado Kyousougiga,mais achei muito viajado perdi o interesse e acabei dropando.
    Acho que vou dar uma olhada em White Album 2, vlw pela recomendação senti falta de Nagi No Asukara ali, mesmo que fosse para “menções Honrosas” junto com Strike The Blood ou Machine Doll.

  • Carla

    Bom, o melhor é Gin no Saji mesmo.

    E falta de Nagi no Asukara também…

  • Lucas

    WA2: achei totalmente imoral. Não sei como o cara traindo a namorada pode ser algo bonito.

    Log Horizon: to achando legal. Arruma os pontos fracos de SAO, mas também não possui os seus pontos fortes. Para quem curte MMOs acho que vale a pena.

    Kyoukai no Kanata: KyoAni…

    Golden Time: não tá ruim, mas também não estou achando aquela coisa. Desde o primeiro epi já sabemos quem vai ganhar no fim.

    Kill la Kill: to gostando. Foi um dos mais teve hype na temporada de outubro e acho que não decepcionou.

    Obs: Fate/kaleid teve mais ação que Shingeki no Kyojin

  • Amilto

    Eu achei Kyokai no Kanata um dos melhores do ano.

  • Binho-kun

    Gostei bastante de Kill la Kill e SnK. Baixei Samurai Flamenco (que ainda não vi) e Log horizon, mas o 2º, sinceramente, não gostei. Uma história, até o 5º episódio não muito cativante e tal. No mais, acho que teve anime pra todos os gostos (ou a maioria deles).

  • douglaseduardo

    Só reforço que Nagi no Asu Kara é um dos melhores animes do ano, sem ter como discutir. Desde o começo o desenvolvimento é fantástico, personagens que a gente acha que são clichês acabam nos surpreendendo, e os últimos episódios da primeira temporada foram fantásticos, e não tenho dúvidas que vai continuar no mesmo nível daqui pra frente. Não vale apenas como menção honrosa, vale como um dos melhores animes do ano, na minha opinião

  • faizcks

    Magi,Gin no saji e kill la kill foram os que mais me prenderam,e acho que dessa lista toda o que eu acho que realmente faltou foi KUROKO NO BASKET.

  • Falou Danganronpa ai.

  • Luna

    Cadê Nagi no Asukara?
    O único que realmente merecia.

  • Tah

    Não falou do Coppelion! É um bom anime também!

  • chupinha

    servant x service, watamote, e gin no saji foram otimos e o quarteto esporte tambem (so senti falta de kingdom 2, apesar das censuras

    • faizcks

      O problema de kingdom é q muita gente não gosta daquele tipo de animação,eu pelo menos achei bem estranho no começo mais passei a acostumar.

  • Opa, finalmente alguém elogiou White Album 2. Como curto MUITO adaptações de Visual Novels e Eroges,para mim, WA2 foi um dos que mais gostei no último ano, junto com Kill la Kill, Servant x Service, Walkure Romanze, Silver Spoon e Samumenco . Realmente senti falta de Nagi no Asukara, Muromi-san and Dog and Scissors mas ok …

  • Essas duas temporadas são um campo minado em questão de gostos, ou você gosta dos animes ou odeia, não teve animes mais ou menos. Mas teve bastantes animes que vão ou deixaram saudade.

  • Infelizmente 2013 foi um ano de seca no que diz respeito à animes. Só assistir Suisei no Gargantia e Shingeki no Kyojin com muita dificuldade.

    Entretanto, dois animes da citada temporada de verão me interessaram bastante e estou disposta a assisti-los, mesmo que um certo atraso em relação ao fandom.

    Ótimas dicas

    Até mais

  • kill la kill blergh… os animes de esportes tão bons e ganharam tão pouco de reconhecimento…

  • Juliana

    Só pra deixar minha contribuição aqui: Watamote me ganhou de vez! Ou você se deprime com a Tomoko ou ri dela. Achei simplesmente demais, tanto que estou acompanhando o mangá. E às vezes rola aquela identificação aushauhs
    Mako é uma das melhores partes de Kill la Kill e no último episódio então (13): eu quero ir, mas não quero, mas como é de graça eu queria muito ir… Realmente conseguiram construir uma personagem muito carismática.

  • Minnos

    Na temporada de outubro valeria citar tb a belíssima e viciante opening de Tokyo Ravens e o carismático casal de mensageiros raposas de Gingitsune, Gintaro e Haru!

  • shinigami78

    Minha opinião sobre verão ao inverno de 2013, apenas o que já terminaram em 2013.

    Romance
    White Álbum 2
    Kimi no Iru Machi

    Ação
    Ars Nova
    The Unlimited
    Toaru Kagaku no Railgun S

    Aventura
    Kyoukai no Kanata
    Log Horizon
    Machine-Doll wa Kizutsukanai
    Yozakura Quartet
    Arata Kangatari
    Blood Lad
    Kami-sama no Inai Nichiyoubi

    Comédia
    Servant x Service
    Genshiken Nidaime

    Fan-Service
    Yuusha ni Narenakatta
    High School DxD New
    Freezing Vibration
    IS Infinite Stratos 2
    Walkure Romanze

    SF
    Kakumeiki Valvrave 2
    Zettai Bouei Leviathan
    Coppelion

    Esportes.
    Sekai de Ichiban
    Free!

  • Juarez Neto

    Meus dois favoritos dessas temporadas não entraram: Kamisama no Inai Nichiyoubi, que apesar de não ter sido um dos mais assistidos tinha uma animação perfeita, a melhor que já vi, além de personagens carismáticos e boas histórias (foram 3 arcos se não me engano). O outro foi/é Nagi no Asukara, que apesar do começo morno cresceu bastantes nos últimos episódios e surpreende cada vez mais com personagens envolventes e carismáticos. Mas pelo texto parece que a matéria foi feita com base nos episódios lançados em 2013, então, compreendo.
    Pelas dicas vou dar uma olhada em Uchouten Kazoku, White Album, Kyousougiga, ServantexService e tentar dar outra chance ao Kill la Kill, que abandonei no terceiro episódio.

    • Cara, Kamisama no Inai Nichiyoubi (ou KamiNai) de fato foi um bom anime, mas enquanto assistia, notei que o anime tinha um problema: As coisas aconteciam rápido demais. Personagens entravam e saíam, e eram aqueles que podiam acompanhar nossa protagonista. A história achei muito bem escrita, começou bem, pecou um pouco e conseguiu nos surpreender no final, mesmo este deixando você cheio de dúvidas (sim, no último episódio, há mais perguntas do que respostas). Mesmo assim, de fato, acho que vale a pena ver pelo menos 3 episódios de KamiNai.

      • Juarez Neto

        Também achei isso, era um anime para no mínimo 25 episódios, mas se até Blood Lad entrou na lista de menções honrosas, acho que Kamisama merecia uma menção também. Sobre o último episódio acho que vão esclarecer algumas coisas com o especial que vai sair em fevereiro.

  • Melhor personagem é a Mako!? O.o
    Aquela garotinha sem graça e irritante que provavelmente vai morrer na primeira temporada e 90% dos fans da serie não vão se importar?
    Eu entendo o peso dela para o enredo, mais pqp que personagem chata ¬¬

  • Cara o melhor dai até agora foi o Golden Time, ele não é melhor que Toradora, ele é diferente, a trama é bem interessante e na verdade é uma trama até melhor que o próprio Toradora, e o personagem principal tem certas atitudes muito fodas, enfim, tem que ver, eu vi e adorei

  • biazacha

    Só eu achei Log no Horizon parado e chato? Dropei porque os personagens eram… :/ (só por causa disso e dá treta entre fandom descobri que SAO sempre foi o romance e não só aventura/ ação)

    Servant x Service realmente foi um dos melhores do ano e comecei a acompanhar como quem não quer nada… achei Crowds e White Album chatinhos também, mas fiquei feliz ao apostar em Watamote, Free! e Golden Time. Gin no Saji e Kyoukai no Kanata superaram as expectativas que coloquei neles de levada. Boa parte vi por vê, nada muito marcante.

    Nessa segunda metade de 2013 acho que assisti a continuações com mais empolgação do que boa parte dos lançamentos, uma pena.

  • Ronnie

    Walkure Romanze e Sekai de Ichiban deveriam estar nessa lista. Quem vai se esquecer dos momentos esquisitos envolvendo o Takahiro, o cavalo e as alunas? E as batalhas épicas e emocionantes de Sekai de Ichiban?

  • Cristiano Richter Schröpfer

    Li este post a pouco tempo, juntamente com o post de 2011 e 2012 e achei algumas coisas injustas.
    Sei que é sua opiniao, mas acho que do jeito que voce falou de SAO, pareceu que estava dizendo pra nao perder tempo assistindo. Falam mal do anime, que só mostra romance, mas o fato é que o anime de SAO foi baseado na light novel, que tem como foco o romance do kirito e da asuna, por isso as pessoas nao deveriam ter esperado ver apenas foco no jogo. Se o anime fosse assistindo sabendo que o genero principal é o romance, nao haveria tanto preconceito com SAO.
    Também vi que voce falou que Little Busters nao foi tao bom por ter sido feito pelo J.C. Staff e nao pelo Kyoani, porem, Little Busters foi muito bem feito, tem um traço lindo, um final otimo e inesperado (pelo menos pra mim). Nao entendo esse preconceito com o J.C. Staff, porque ultimamente o estudio tem feito animes dos quais vejo falarem muito bem, como Railgun S e Hentai Ouji to Warawanai Neko, enquanto o Kyoani fez Free, que serve praticamente só para fujoshis eTamako Market que parece ser bem esquecido. Ate Kyoukai no Kanata tem gente que diz que jogou fora o potencial que tinha (embora na minha opiniao o anime seja otimo).
    Tambem achei injusto voce ter falado que Mirai Nikki tem uma historia fraca e personagens idiotas. Nunca vi outra pessoa reclamar desse anime, acho a historia muito boa na verdade, e varios personagens sao legais. Espero que ninguem deixe de assistir este anime por causa do seu comentario, porque o final é bem surpreendente e nao é cliche.
    Desculpe se fui chato, mas achei essas coisas injustas. Fora isso, achei as recomendaçoes muito boas, nunca teria dado importancia para Servant x Service ou Sakamichi no Apollon se nao fosse a sua recomendaçao.

  • Hugo

    A lista realmente tem alguns bons animes, mas sem sombra de duvida os melhores…(na minha opinião)..são:
    Kill la Kill -> É fato que o ecchi imposto no anime fez com que, muitas pessoas o largassem logo em seus primeiros ep, mas se você ver sem esse preconceito, você com certeza vai gostar . E ainda temos a Mako a personagem que dispensa cometários.

    Kyokai no kanata -> O meu anime favorito da temporada, primeiro porque tem uma boa historia, segundo personagens marcantes, e por ultimo a tilha sonora de boa qualidade (principalmente Daisy) . Mas como nem tudo são flores temos, o ep do youmu fruta, que lembrou uns animes ai ( que se eu falar vai dar uma treta maligna).

    Log Horizon -> Esse eu já gostei só por ser um anime sobre MMO.

    Magi -> Cof.. cof.. pra esse anime eu tiro o chapéu, pois no começo eu achei que seria um Alladin em anime, mas não a historia, os personagens e tudo mais conseguiram mudar a minha opinião