Mitos em Séries #05 – Tanukis

mitostanukiHoje o guaxinim é a bola da vez!

Já comentamos aqui sobre o anime Uchouten Kazoku – o qual deve ter passando despercebido da maioria das pessoas no ano passado. Ele aborda a inter-relação entre seres humanos, Tengus e Tanukis, e apesar da premissa parecer boba, me surpreendeu muito, mas isso é assunto para outro post. Enfim, como já escrevi anteriormente sobre os narigudos, achei que seria uma boa também apresentar este outro Youkai fascinante. Além de apresentá-los também venho com a missão de que não sejam confundidos com as Kitsunes ou com as renas (né, Chopper?).

tanukiTanukis

Esta é uma pequena criatura, com pernas curtinhas, com um rabo pequeno e peludo, o qual, no Brasil, nós conhecemos mais popularmente como Guaxinim, também sendo chamado de “Cão-Guaxinim”, pois existe uma certa diferença entre uns e outros. Embora não pareça os Tanukis são da família dos canídeos, ou seja, é um primo distante dos nossos cachorros, bem como dos lobos e das raposas (Kitsunes), mas diferente das renas, pois estas últimas são cervídeos (animais com chifres). Ou seja, está mais do que na hora de deixar o pobre do Chopper em paz e pararem de confundi-lo com um Tanuki, não?

Os Tanukis também são muito confundidos com os “mujinas”, que no Brasil são conhecidos como Texugos, mas de acordo com o folclore japonês o mujina não tem nenhum rosto, diferente dos guaxinins, embora também tenham a capacidade de transformação. Mas deixo já um aviso: se virem um desses seres fujam pois eles tendem a ser cruéis e violentos! O que produção? Isso é uma lenda? Ah, tá…Deixa quieto então….

O Tanuki é um ser travesso, ingênuo e alegre, que, segundo a lenda utiliza seus poderes de transformação para se divertir mas sem causar mal aos seres humanos, embora possa aborrecê-los ou frustrá-los ao transformar folhas de árvores em dinheiro. Assim como as Kitsunes, os Tanukis são mestres em transformações principalmente em seres humanos, mas essas são facilmente desfeitas graças ao seu pior defeito: o sakê. Assim que o guaxinim sente o cheiro da bebida, esquece o disfarce e levanta o rabo, revelando não ser um humano. Por sua ingenuidade, podem ser facilmente enganados principalmente por adorarem sakê e mulheres, sendo fácil de atraí-los quando tem uma coisa ou outra envolvida. Por este motivo muitas vezes quando vemos esculturas de Tanuki, este é retratado com uma garrafa numa mão e uma nota promissória na outra.

testiculotanukiUma caracterísica muito particular dos Tanukis são seus testículos: eles são grandes e segundo o folclore se assoprados e esticados, os testículos podem atingir o tamanho de 8 tatames (eu me pergunto se alguém teve a capacidade de fazer o teste para ver se isso confere). Devido ao seu tamanho avantajado, muitas vezes os guaxinins são retratados utilizando suas partes íntimas como rede, capa de chuva ou até mesmo um cobertor!!! Acreditem essas referências são humorísticas, sem nenhuma conotação sexual, e remetem à fertilidade. Este fato, aliado ao fato da pele de Tanuki ser utilizada para trabalhar ouro, é dito que eles possuem “kintama”, que literalmente significa “bola de ouro”.

Depois da parte engraçada, algo sério: o Tanuki, o real, não o fictício, é um ser ameaçado de extinção. Os motivos para esse são vários. Primeiramente, ele era caçado indiscriminadamente para fins comerciais, seja pela sua carne extremamente apreciada (fato que pode ser observado em Uchouten Kazoku), pela sua pele utilizada na confecção de pincéis, ou pelos ossos aos quais foram atribuídos fins medicinais. Embora a caça de guaxinins tenha caído nos últimos 20 anos, ainda existem muitos criados na China exclusivamente para o abate. Além disso, recentemente os Tanukis têm sido infectados por um parasita que causa deterioração da pele e perda de pêlo, de modo que as chances que morram por hipotermia aumentem drasticamente.

Com a esperança de quem os Tanukis não sumam antes de eu ver um, vamos a parte mais esperada da coluna, onde citarei alguns (poucos) exemplos na cultura popular onde aparecem os Tanukis. Devo avisar que dessa vez foi muito difícil, e quase não encontrei citações, então estarei esperando por outras citações nos comentários.

gaaraNaruto

Em Naruto, temos o Ichibi no Shukaku, cuja tradução dignifica “Tanuki de uma cauda”, que é um dos Bijuus, sendo este sido selado em Gaara. Entre suas habilidades, estão a capacidade de manipular o vento e a areia, e um diferencial dessa criatura é que seu hospedeiro (Jinchuuriki na história) tem que estar sempre acordado, caso contrário a criatura assume controle total sobre ele. Alguns podem estar se perguntando se minha ideia com a coluna de mitos é falar de cada um dos Bijuus do universo de Naruto. Não, não é esse o caso, foi apenas uma coincidência que nos últimos três tenham sido seres presentes nesta obra. Acredito que fatalmente falarei de todos, mas não serão necessariamente os próximos abordados.

Inuyasha

Hachiemon (também chamado apenas de “Hachi”) é um Tanuki e seguidor de Miroku que tem a capacidade de se transformar em qualquer coisa, e por isso acaba sendo utilizado como meio de transporte.

pompokoPom Poko

Filme do famoso Studio Ghibli, também conhecido pelo título alternativo de “A Guerra dos Guaxinins” , que aborda a vida dos Tanukis e suas disputas por território e comida, até que percebem que os verdadeiros culpados são os seres humanos e resolvem declaram guerra a eles. Admito que eu não conhecia esta animação, mas no momento ela está no topo das minhas prioridades para assistir.

Shaman King

Ponchi é o espírito familiar Tanuki de Tamao Tamamura. Faz par com seu o Kitsune Conchi, sendo capaz de se transformar num escudo durante o Oversoul de sua mestra. No mangá, Ponchi faz frequentemente piadas vulgares que falam sobre seus enormes testículos, mas este fato foi censurado na versão animada, onde a alusão que faz é sobre sua enorme barriga.

uchoutenUchouten Kazoku

Foi o anime que me deu a ideia para o post, então não poderia deixar de falar dele, não é mesmo? Como disse anteriormente, a história se passa numa cidade onde os humanos vivem ao lado dos Tengus e dos Tanukis, (embora eles sejam obtusos demais para perceber isso) e é abordada a relação, bastante incomum, entre todos, com maior ênfase justamente nos guaxinins. Na história eles tem a capacidade de se transformarem em qualquer coisa, e para poderem interagir entre a sociedade humana, assumem a forma humana na maioria das vezes.

Por César

Fontes: 1 – 2 – 3 – 4 – 5 6

Tem algum mito que você quer que seja abordado na coluna? Pode então deixar sua ideia nos comentários, e quem sabe sua sugestão não aparece aqui? Obrigado a todos que leram, e até a próxima!

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post