Ranking Oricon de Vendas de Mangás: 24 a 30 de Novembro

ranking oricon header 24 a 30Autora de Honey & Clover lidera o ranking da semana.

E o Ranking da Oricon chega pela primeira vez nesse ano. Vamos conferir quais foram os mangás mais vendidos na última semana no Japão? Essa coluna tentará sempre marcar presença nos domingos aqui no Chuva de Nanquim.

Os mangás grifados em amarelo são os comercializados no Brasil. A fileira “Vendas Total” contabiliza a soma das semanas que o mangá já se encontra no ranking.

Oricon 24 a 30

Chica Umino, autora do sucesso Honey & Clover, continua com seu sucesso implacável em Sangatsu no Lion (Lion Comes in a March).

Sangatsu no Lion 10A edição normal e a limitada (que acompanhava um single da banda BUMP OF CHICKEN) da série somadas alcançam quase 500 mil unidades. É o maior sucesso da autora, indiscutivelmente. Deve ser questão de tempo pra surgir um anime da série. Enquanto isso, Evangelion é outro que mostra sua força e já acumula quase 700 mil unidades vendidas em duas semanas. Vale lembrar que lá, o mangá só teve o lançamento da edição “comum” nessa semana. Sim. A edição limitada tem uma tiragem muito maior do que a edição normal e por isso vende horrores em comparação com a co-irmã. Outro destaque da lista vai para Ookami Shoujo to Kuro Ouji, que ganhou um bom boost com seu anime. Não vende como outras séries da revista (Kimi ni Todoke, Aoharaido, Ore Monogatari), mas já consegue ter um número muito expressivo para um shoujo.

Na lista dos 10 mais vendidos ainda vale citar a presença de dois shoujos: ReRe Hello – da revista Betsuma – e Hibi Chouchou – da revista Margaret. Também vale uma pequena nota para Boku no Hero Academia. O mangá havia esgotado em sua primeira tiragem e ganhou uma reimpressão do volume 1, que também está vendendo muito bem para o primeiro volume de uma série nova. Finalmente Umakoshi parece ter emplacado na Shounen Jump.

Terra Formas 11Outro mangá que ganhou um boost com seu anime foi Terra Formars. Apesar de, provavelmente, não ser o esperado (acredito que muitos apostavam nele como o Shingeki no Kyojin da Shueisha), as vendas do mangá conseguiram subir em um nível muito bom para a série. O título agora vende em duas semanas o que costumava vender em 3 ou 4 com seus volumes anteriores. É mais um da série de títulos que não devem demorar para chegar ao país.

Essa é uma lista interessante para repararmos como vender razoavelmente bem no Japão não significa que tenha grandes chances de vir para cá. Dos 50 mangás, apenas 3 marcam presença no Brasil. Acredito que no próximo ano deveremos ter algumas novidades dela surgindo por aqui. Títulos como Terra Formars, Nanatsu no Taizai, Noragami ou até o próprio Ookami Shoujo não são descartáveis no país. Mesmo assim é uma grande diferença.

Nanatsu no Taizai 11Falando em Nanatsu no Taizai, ele continua sendo destaque desde a estreia do anime. Ao lado de Tokyo Ghoul e Haikyuu, provavelmente é o maior boost do ano em um mangá. O volume 1 já está prestes a passar a marca dos 700 mil unidades vendidas e o volume 11 e mais recente, já desbancou Fairy Tail como o mangá mais vendido da Shounen Magazine. O volume 12 chega no Japão na próxima semana. A Kodansha anda tendo muita sorte em encontrar as suas galinhas dos ovos de ouro nos últimos anos. Veremos se a sorte vem novamente em 2015.


Agora toda semana o nosso ranking da Oricon colocará um mangá da lista que pode se tornar um futuro sucesso ou um título que recomendamos para nossos leitores, assim vocês poderão conhecer um pouco mais sobre o que sai no Japão nesse momento e o que pode vir a se tornar um hit.

Ajin 5Ajin – de Miura Tsuina e Sakurai Gamon, título da good! Afternoon e que atualmente conta com 5 volumes encadernados. Ajin é um dos títulos considerados como grande promessa para o futuro e deve agradar aos fãs de histórias com cenas “fortes” e poderes sobrenaturais (algo como Deadman Wonderland, por exemplo).

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post