Review – Nineteen, Twenty-One, de Yohan e Zhena

nine5Uma webcomic com gatinhos fofinhos.

Recentemente, o Chuva de Nanquim apresentou o Eu Recomendo – Web Comics e mostrou para o seu público um novo formato de leitura. Tal forma de quadrinho é muito utilizada atualmente principalmente na Coreia. E é de lá que temos nossa resenha de hoje, com a comic Nineteen, Twenty-One, uma deliciosa história de amor! E com gatinhos.

IMG-20150302-WA0024A HISTÓRIA

Yun-lee é uma garota que carrega uma grande cicatriz emocional em seu coração. Devido a um acidente, ela perdeu dois preciosos anos de sua vida, o período entre os 19 e os 21 anos. Sua vida é vazia. Ela se sente infeliz, mas mesmo assim tenta entrar em uma escola preparatória para recuperar o tempo que perdeu. Um dia, ela acaba cruzando o caminho de alguns gatos de rua e conhecendo um jovem rapaz que percebe o que ela perdeu… o período entre os 19 e os 21 anos.

IMG-20150302-WA0035CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS

Nineteen, Twenty-One é uma webcomic manhwa publicada em 2010 no site Naver Webtoon e posteriormente encadernado em dois volumes pela própria editora Naver. A história é de autoria de Yohan e ilustrações de Zhena (a mesma da série Girls of the Wild’s). Por se tratar desse formato digital, o manhwa não possui uma classificação de demografia como estamos acostumados, mas ele facilmente se encaixaria entre um shoujo ou um josei, por exemplo.

Primeiramente, peço que se esqueçam de mangás que já leram, das comparações com traços, personagens ou até mesmo o enredo. Compreendo o estranhamento ou até mesmo o “choque” de partir de um estilo de leitura para outro, mas para a apreciação desta webcomic como um todo, acredito que é preciso deixar o contraste que existe de lado. Não me refiro necessariamente ao seu começo, afinal de contas, sempre existirá a comparação com o que é mais comum para nós quando é desconhecido; mas sim com o decorrer da história… ao menos se quer mesmo chegar até o fim da mesma.

IMG-20150302-WA0036A narrativa de Nineteen, Twenty-One não é algo que poderia considerar como um “ponto alto”. Por se tratar de uma webcomic, há uma presença mais constante de imagens do que falas, e quando essas aparecem, não podemos dizer que seja a principal característica que prende o leitor; diria que ela é bem leve, mas que de nada tem a ver com uma narrativa “fraca”, pois acredito que o intuito dela é relaxar, descontrair e fornecer algo sem a obrigação de amarrar o leitor aos detalhes. Ela não exige esforço para entender cada decisão do personagem, ela é simples, o que acaba combinando perfeitamente com a obra.

Confesso que comecei a ler o manhwa há anos, mas parei. E por que voltei? Por que alguém deveria ler mesmo correndo o risco de abandonar a história se sua narrativa não é um dos atrativos?

IMG-20150302-WA0047A resposta é simples: a arte. Se sua história não é rica em detalhes, já não posso dizer o mesmo de suas ilustrações. Ela é um prato cheio para os olhos e mesmo as imagens de entrada dos capítulos são belíssimas. Esse é um dos fatores que contribuem para Nineteen, Twenty-One parecer uma webcomic relaxante. Mesmo parecendo um argumento superficial, posso dizer que suas imagens passam para o leitor o estado de espírito do personagem em determinado momento; se ele é mais cômico, consegue divertir e entreter, já se ele for mais romântico, consegue passar aquele ar mais tranquilo e agradável. É importante a sintonia que existe entre a história e a arte; elas se casam, se completam.

Em relação aos tais personagens, o que mais gostei foi justamente o contraste usado entre eles e como ambos se desenvolveram até o final da obra. Yun-lee carrega o peso e a frustração de ter perdido dois anos devido ao seu acidente, pois ela já está quase na fase adulta e ainda vive como uma “criança”; Ju Dong-Whi quer aproveitar o que resta antes de se tornar um adulto e, diferente de Yun-lee, despreza isso e anseia por viver ao máximo sua juventude. Diria que um serve como espelho para o outro. Um espelho que reflete o que eles temem, o que não querem. Há uma lição, uma moral com o relacionamento deles, mas prefiro não comentar para que quem ler perceba por si mesmo.

IMG-20150302-WA0034Além disso, podemos destacar os momentos cômicos da webcomic. As expressões que os personagens fazem tem uma mistura de fofura e de divertimento, Ju Dong-Whi se assemelha a uma criança e a Yun-lee faz ótimas carinhas quando está envergonhada. Até os gatinhos se destacam nessas horas.

IMG-20150302-WA0044COMENTÁRIOS FINAIS

A história de Nineteen, Twenty-One é curta, mas bem elaborada. Não sou fã de leituras assim, ainda mais quando você pensa que o final pode ter sido corrido e saído de “qualquer jeito”. Porém, no caso desse manhwa, acredito que seu inicío, clímax e seu término tiveram os tempos certos, divididos corretamente.

Tenho certeza que muitos vão discordar da minha opinião e achar a obra fraca, mas, como disse antes, ela serve para relaxar e acalmar. Descansar a mente. Recomendo a leitura para pessoas que buscam algo assim, e ainda posso garantir que ela será bem rápida graças as imagens que aparecem mais do que as falas. Também indico para quem nunca leu uma webcomic e quer uma história fofa e bonita para começar a entrar nesse mundo.

IMG-20150302-WA0051

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • hehehehehe

    Como voce disse, achei essa obra fraquinha. Como é bem curta, acho que vale a pena dar uma olhada, o começo é bem gostoso de ler, mas do meio pro final acabou ficando massante de ler, pelo menos para mim.

  • Gabriela Bassi

    Não sou muito fã de histórias românticas, mas essa parece ser uma fofura!! Ainda mais com gatinhos <3 Eu bem que estava querendo ler algo mais "suave" mesmo, é muito bom pra relaxar ^^
    Uma webcomic que eu leio (ainda está lançando) que é nesse mesmo estilo descontraído é "19 Days" de Old Xian, que pode ser considerado mais uma comédia do que um romance (não que a relação dos personagens possa ser considerada um romance, aliás). E apesar de não ter uma "história" realmente, é muito engraçado e que te faz rir quando você precisa. Webcomics desse tipo são muito bons, na minha opinião 🙂

  • Natalie

    vou conferir, nunca li uma web comic ^^

  • Beater

    Excelente sugestão, ainda não li, mas confesso que me interessei por causa da história, apesar de achar que gatinho vão tornar a história boba (como já disse ainda não li) mas vou dar uma olhada com certeza, de cara já gosteis da personagem, uma garota frágil que encontra o cara certo pra ela, típico clichê de shoujo, mas que da muito certo se bem trabalhado

  • LiceK

    Nossa, essa estória é muito boa! Fiquei muito feliz em ver uma matéria sobre ela neste site! Parabéns ChuNan! Muito obrigada Miyu!

  • Pingback: Review – DICE: The Cube That Changes Everything | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Comecei a ler e não adianta. História massante. Chega a ser tedioso. Uma pena, porque a arte é maravilhosa.

  • Pingback: Review – 19 Days, de Old Xian | ChuNan! - Chuva de Nanquim()