ChuNan! Top #23 – Os maiores clichês de mangás shoujo!

clichetop“Shoujo é tudo romance. É tudo igual.”

Sempre ouvimos coisas do tipo: “Shoujo é tudo igual”, ou “Isso é coisa de menininha”, e ainda o “Não gosto de shoujo porque só tem romance bobo”. E a resposta é clara: Quem fala essas coisas não sabe do que está falando. Ou até sabe, mas não exatamente. O que essa pessoa conhece são os clichês de shoujo. Clichês existem em todo o tipo de mídia, seja shoujo, shounen, yaoi, yuri, filmes da Disney e episódio de Bob Esponja. E por que eles existem? Porque eles dão certo com o seu público alvo. Isso significa que são todos iguais? Claro que não, não sejam tão burrinhos. Apenas significa que uma fórmula X é constantemente utilizada para manter como base de um mangá. Óbvio, que se você procurar tais elementos nos mangás, existe uma probabilidade de 80% de encontrá-las. Ou você pode simplesmente tentar ler o mangá e ser feliz.

Como essa última possibilidade é muito difícil para a mente extremamente inteligente e pseudo-cult de parte das pessoas que procuram um novo Kubrick a cada capítulo lido de AohaRaido, elaboramos esse ChuNan! Top que, de fato, comprova todo o clichê existente no mundo dos shoujos. Estejam preparados para informações cruciais.


macho secundárioO MACHO SECUNDÁRIO É MELHOR

A protagonista (babaca) não sabe, mas seu leitor tem certeza: aquele carinha que apareceu depois, aquele o qual eu chamo especialmente de “macho secundário”, é a escolha certa para qualquer heroína. Ou deveria ser. Parece que a autora joga esses personagens de propósito já pensando: “HAHAHA, vou jogar esse personagem aqui para ele sofrer e as fãs (otárias) ficarem com dó e o amarem.” Autoras, isso não se faz com o kokoro dos leitores. Mas, falando sério, por que correr atrás daquele carinha (aka macho principal) que te deu zero fodinhas desde o começo ao invés de ficar com o que sempre esteve a disposição e ofereceu o próprio ombro para te confortar? Fica a dica: não procure por um macho principal, procure o macho secundário.


bitcheA BITCH DE CABELO CURTO

A protagonista tem cabelo comprido? Então a probabilidade de aparecer uma bitch de cabelo curto é de uns 70%, com base nos dados do ISAI (Instituto Shoujo Acabei de Inventar). A falta de cabelo faz com que essas personagens tenham comportamentos estranhos, como: dupla personalidade, excesso de “fofura” em suas ações (bem suspeitas até), excesso de mentira e uma vontade absurda de acabar com a vida daquela protagonista que é boazinha demais para eliminar a bitch sozinha. O Chuva de Nanquim adverte: ao ver alguém que se encaixe com essas características acima, denuncie! Ela pode estar tentando acabar com o final feliz de alguma menininha que só quer viver feliz para sempre com seu macho.


amor puroO AMOR PURO (LERDO)

Shoujos são tão fofinhos, não é? As vezes tem aquela personagem que demora volumes só para pegar na mão do garoto. Isso não é maravilhoso? Não! Lógico que não! Quero ver logo aquele beijo de tirar o fôlego! A protagonista não consegue nem chamar o boy dela sem honorífico, porque isso é “íntimo” demais. A história se torna tão interessante que você começa a torcer para tirar esses personagens de cena e deixar o mangá só para aquele casal antagonista (Chizu x Ryu melhor casal em KnT. Só verdades.)


tranguloTRIÂNGULO AMOROSO É LEI

A cada 10 shoujos lidos, 9 contém triângulo amoroso. Por que? A tia Miyuki aqui te explica: quando a pessoa decide se tornar mangaká, seja em qual demografia ela escolher, ela vai fazer um juramento peramente a Constituição Federal dos Mangás e, quando se trata de shoujo, há uma cláusula específica no qual o autor deve seguir. O artigo 29 do capítulo IV dessa Constituição diz que ao escolher essa demografia a mangaká deve incluir um triângulo amoroso em algum momento da história e como não dá para desenhar um mangá na prissão, elas obtam por obedecer. Infelizmente é assim que funciona, a lei não apoia um romance normal e realista onde a personagem só tem um macho atrás dela.


escolarTUDO MUDA NO ENSINO MÉDIO

Sabe o que há de mais bonito nos shoujos? O modo de como eles te dão esperanças ao entrar no ensino médio! Quando você se torna um estudante do colegial, a primavera começa, o mundo fica mais bonito, você se apaixona e ainda há dois garotos (ou mais) disputando seu coração! Certo? Errado! Se tem algum estudante que ainda não está no ensino médio, vai entrar e está lendo isso, eu aviso: primeiro, corte as suas esperanças de que tudo vai mudar, de que só vai ter gente bonita na sua sala or whatever. Não é assim. A única coisa que muda são as matérias (que eram chatas, mas pioraram) e o fato de você ter de prestar vestibular no final (o que é chato também). Só porque a primavera chegou em Aoharaido não significa que vai chegar para você.


protagonistaCOMO SER UMA PROTAGONISTA DE SHOUJO?

Depois de todos esses clichês apresentados, eu resolvi criar um espacinho falando como se tornar uma protagonista de shoujo! Um guia muito útil para você que cansou de ficar acompanhando a vida dessas menininhas de gibis asiáticos e quer viver um romance cheio de reviravoltas e todas aquelas baboseiras. Logo abaixo está uma lista de requisitos para se tornar uma heroína! Se você tiver, bom pra você! Senão… Boa sorte na próxima vida! Yay!

  • Tenha cabelo comprido;
  • Tenha uma inimiga com cabelo curto que quer roubar seu macho;
  • Tenha dois caras a fim de você;
  • Esteja no ensino médio;
  • Não escolha o macho secundário;
  • Você pode até escolher o secundário, mas depois volte com o principal;

shoujochato

ESSES SHOUJO É TUDO IGUAL!

Brincadeiras a parte, essa postagem é uma sátira pra galera que insiste em dizer que shoujo é tudo igual. Por que não é. Porque ninguém reclama daqueles 578 shounen em que o protagonista treina umas 4 vezes pra ganhar um novo poder e vencer o vilão que era imbatível. Ninguém reclama também daquele seinen psicológico em que o final tem que ser necessariamente subjetivo e todo mundo fingir que entendeu. Ou aquele yaoi em que necessariamente um cara vai parecer mais uma garota e todas as leitoras vão achar que ele é o máximo.

Clichês existem para serem usados. Não julgue uma obra pela opinião alheia. Leia, tire suas próprias conclusões. Você pode perder muitas obras boas por culpa do julgamento preconceituoso de outros. Shoujo de romance não é chato (desculpe, mas parafrasear essa expressão foi necessária). Assim como shoujo histórico, de esporte ou de drama também não. Você apenas precisa conhecer aquele que melhor se encaixa no seu perfil.

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post